Fiat Hatches Jeep Pickups SUVs

Brasil: FCA teria confirmado novos Uno, Strada e mini Jeep

jeep-renegade-2017-29 Brasil: FCA teria confirmado novos Uno, Strada e mini Jeep

Sérgio Marchionne teria dado sinal verde para a filial brasileira iniciar alguns projetos por aqui. Três deles teriam sido revelados por fontes ao site UOL. O primeiro e referente ao futuro SUV subcompacto da Jeep, que está sendo preparado para o mercado europeu e que agora também está relacionado com o mercado brasileiro.



O projeto foi liberado para o país e, assim como na Europa, a marca Jeep é quem comercializará o produto, que ficará abaixo do Renegade no portfólio. O modelo ainda está envolto em mistério, pois pode tanto ostentar um estilo mais próximo do Compass ou acompanhar o atual utilitário esportivo de acesso da Jeep.

jeep-renegade-2017-29 Brasil: FCA teria confirmado novos Uno, Strada e mini Jeep

A plataforma é uma variação da usada no Argo, que por sua vez possui elementos originados do Punto. Segundo o site, o mini Jeep poderia ser feito tanto em Goiana quanto em Betim, visto que essa base tem muito em comum com o trio feito na planta pernambucana. A aposta é em motores Firefly 1.0 e 1.3, mas ambos turbinados.

 

Outro produto que estaria liberado é a picape Strada, que terá uma nova geração até 2021, assim como acontecerá com os outros dois modelos. A derivação viria do Argo e um aumento de tamanho será necessário para combater a futura Saveiro MQB A0. Nesse caso, cabine estendida ou dupla devem figurar na maioria das versões. A plataforma seria a mesma do Argo, mas a motorização seria mais convencional, empregando motores como Firefly 1.3 e E.torQ 1.8, algo não muito diferente do que é oferecido hoje.

jeep-renegade-2017-29 Brasil: FCA teria confirmado novos Uno, Strada e mini Jeep

Por fim, um Novo Uno deve surgir também e feito sobre a mesma plataforma, mas igualmente modificada. O compacto deve se posicionar de forma mais independente de Mobi e Argo. Com esse compartilhamento de peças e componentes entre os modelos, sempre baseados na mesma plataforma, Fiat e Jeep conseguiriam reduzir os custos de produção e ainda melhorar a produtividade em suas plantas, especialmente em Betim, “esvaziada” após o corte de muitos modelos.

Com base nesses dados apresentados, o pequenino da Jeep poderia ser feito em Minas Gerais na mesma linha do próximo Uno. Ambos assim fariam uma dupla como Panda e o mesmo produto na Europa, embora lá o primeiro tenha tração nas quatro rodas. Aqui, o modelo da marca americana terá de fazer jus ao nome para receber o selo “Trail Rated” como todo Jeep. Haveria assim chance de um Uno 4×4? Difícil, já que os custos seriam elevados e a proposta seria de nicho. O que você acha?

[Fonte: UOL]

COMPARTILHAR:
  • Volkswagen Virtus

    Ainda acho muito confuso o portfólio da Fiat: Mobi, Uno, esse SUVinho, Argo…

    • Filipe Augustus

      A menos que o Uno fique acima do Argo, sendo um produto “premium” vendido no mundo todo! Vai saber!!!!!

      • Volkswagen Virtus

        Seria mais estranho ainda. Para ficar acima do Argo, só um hatch médio.

      • Pedro154

        Acho mais fácil crer que vai ser algo próximo ao Gol 2020 em relação ao Polo. Uma espécie de “mini-Argo”.

    • Luiz camurça neto

      SUVinho será da Jeep. e a ideia é manter a briga com a VW que tem up!, Gol e Polo

    • GRANMA

      Futuro suv compacto Renegade e Compasss. Fiat Mobi novo uno e Argo. Não seria uma sequencia racional?

      • Volkswagen Virtus

        Já não vejo sentido em Mobi e Uno co-existirem. O Mobi não vejo sentido nenhum. Igual o up! e Gol.
        Enquanto a GM acerta só com o Ônix.

        • GRANMA

          Justamente a gm era referencia nisso daí, vai vê que eles aprenderam . . . Celta, corsa, onix, agile, prisma etc

          • Volkswagen Virtus

            E a VW bobeou com a liderança do Gol. Lançou up! ao invés de apenas lançar uma nova geração do Gol. E criou uma confusão também com up!, gol, fox e agora o polo.

            • Renato Duarte

              No ano do lançamento do Up! ,, o Gol perdeu a liderança. E agora o Polo vai fechar Janeiro na frente do Gol. Parece que o carro sob Projeto A00 vai ter outro nome,, e o brasileiro vai ter que aprender a gostar disso.

              • Volkswagen Virtus

                Talvez outro nome não seja má ideia. O nome Gol não remete mais aquele Gol de outros tempos.

        • Djalma

          Se vier novo Uno não tem sentido manter o Mobi, mesmo porque ele não tem vida própria, depende do encurtamento da plataforma do Uno, como é hoje. Provavelmente vai fazer quem nem a VW; juntar Gol e Up que dará origem a um novo modelo de baixo custo.

    • Leonardo azevedo

      O Mobi é quem não faz sentido visto que é um Uno muito encurtado… Deveriam era ter dado a cara do mobi pro uno e deixa-lo mais barato.

    • Miguel

      Mata logo o Mobi e lança o Uno como um altinho inclusive com uma versão adventure.
      Deixa o Argo mais urbano e esportivo (Turbo, por favor!.)

      • Volkswagen Virtus

        Concordo.

  • Lorenzo Frigerio

    Tudo com plataforma de Palio modificada… no caso da Weekend, a mesma, com uma “bolha” nova em cima.

    • dallebu

      A plataforma do Argo é sim derivada, mas tem muuitas modificações. Seria a mesma coisa de dizer que o Renegade, Compass e Toro tem plataforma de Punto.

      • Saulo Gomes

        Triste, mas é verdade.

      • Rafael Lima

        No caso 500L, a plataforma do Punto era divida com a GM, eles fizeram o Punto e Corsa na mesma plataforma (na Europa)

        • VaeVictis

          A plataforma era 100% Fiat. A Opel/GM sempre usou plataformas produzidas por outros.

          • Saulo Gomes

            Sonha Alice, a GM era dona da Fiat, fez a plataforma para as duas empresas usarem, isto aconteceu somente na Europa, aqui fizeram mais uma gambiarra e colocaram a lata do punto em cima da weekend.

            • VaeVictis

              A GM tinham 20% da Fiat nesse período, então a Opel usou motores e plataformas da Fiat.
              Mas a plataforma SCCS foi completamente desenvolvida em Turim, na Itália. Em 2005 a GM não tinha nenhum engenheiro na Itália (agora sim, mas em 2005 não). Em 2012, a Fiat desenvolveu a segunda geração dessa plataforma (Small Wide “LWB”).
              A Opel não fez nenhuma segunda geração, não tinha os engenheiros para fazer isso. Após o divórcio com Fiat, a Opel começou a usar plataformas de Peugeot. É por isso que eu digo que é uma plataforma da Fiat, é absurdo dizer que é uma plataforma da GM.
              Alguns anos atrás, um usuário do fórum Autopareri mostrou uma foto da plataforma européia e uma foto da plataforma brasileira. Eles eram muito muito parecidos. Provavelmente a maior diferença é no tipo de aço usado, não no design.

              • Saulo Gomes

                Parece petista defendendo o Lulla, agora vai dizer que a plataforma do punto brasileira (derivada do 147) é parecida com a do Punto Italiano (derivada do corsa).

            • Renato Duarte

              GM nunca foi dona da Fiat,, a parceria ocorreu de 2005 até 2012 para compartilhamento da plataforma do Punto, daí surgiu aquela geração do Corsa que não veio pro brasil.

      • Gambixx

        mas tem a plataforma do punto.

      • Franco da Silva

        Fiz um test drive no Argo. Bom carro, interessante. Boa ergonomia, acabamento bom… MAS… a regulagem do volante é só simbólica, quase não mexe, e o maior pênalti (gravíssimo): usaram várias coisas do Punto e esqueceram do câmbio! É um câmbio de Uno, uma coisa mole, não se sabe se engatou mesmo… e tem aquela alavanca longa igual a uma Belina.
        Como já tive Uno e Punto, acho imperdoável essa opção. O câmbio manual do Punto era o melhor da Fiat, de longe!

    • Saulo Gomes

      Lembrando que a do Palio é praticamente a mesma do UNO que é a mesma 147. Falar nisto podiam apelidar o 147 de Jason, quando a gente pensa que vai morrer a Fiat faz uma nova gambiarra com ela.

    • Emanuel Schott

      A plataforma do Argo é derivada do Punto, não do Pálio.

      • Saulo Gomes

        E a do Punto você pensa que veio da onde?

        • Emanuel Schott

          Do Palio é que não foi.

          • Saulo Gomes

            Leia um pouco fio, punto brasileiro é feito em cima da palio weekend.

            • Emanuel Schott

              O Punto brasileiro usa a mesma base do Grand Punto Europeu. Em nada tem a ver com o Palio e muito menos que a Weekend que usa plataforma da primeira geração do Hatch.

            • Renato Duarte

              que maconha estragada foi essa???

        • Raimundo A.

          Se for fazer uma comparação, o Palio teria base originada do Punto quando este passou por um tempo convivendo com o Grand Punto que usava outra plataforma compartilhada com a Opel. Logo, não é a mesma base.

          O Novo Palio, Grand Siena, Uno e o Mobi, sim, devem ter se baseado na plataforma do Grand Punto que chegou aqui como Punto e este depois ganhou o sedã Linea. Por quê? O entre-eixos do Grand Siena é o mesmo do Punto. No Novo Palio, Uno e Mobi, foram reduzindo as medidas. A Fiat pode ter modernizado/simplificado mantendo a estrutura básica do Grand Punto, Punto aqui.

          Com o Argo, modificou a base do Punto, dita MP, que virou MP1. Melhorias para se tornar modular e ser mais segura como fizeram com a evolução da plataforma do Punto na Europa chegando a atual que faz os veículos compactos da linha 500(X e L), Tipo(S, SW e H), Doblo, aqui Toro, Renegade e Compass.

          • Saulo Gomes

            Só na Europa que o Punto usava a plataforma Opel, aqui é 147->Uno-> Palio->Punto->Argo só na base do aço de alta resistência kkkkkkk

        • Renato Duarte

          A plataforma do Punto 1993 deu origem ao palio, por isso o punto não veio nessa época. A do punto atual é totalmente diferente, é outra engenharia.

  • Henry

    Mini Renagade para depois subir preço do Renegade a partir 99mil Reais

    • Tosca16

      Se vier com a marca FIAT pode ser o mesmo Renegade, custará menos por ser simplesmente FIAT kkk.

      • Djalma

        Porpetone já deixou claro que não quer a Fiat com modelos sobrepostos com a JEEP.

  • Tosca16

    O melhor anúncio possível seria a confirmação do fim da linha E-TorQ nos modelos FIAT e o não mais investimento em câmbios automatizados, o tal GSR. O que vier a mais que isso, já é lucro na FCA.

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Mini Renegade, pode ser um concorrente pro Suzuki jimny, se for nas mesmas dimensões.

    • Tosca16

      Dificilmente teríamos um “Mini-Renegade” 4X4 com foco no off-road, seria um apenas um crossover de shopping. Se um dia disputar com o Jimny seria apenas em visual, mas quem iria no Jimny hoje só tem o mesmo como opção.

      • Thiago Maia

        No site autoedizione.nl (posta notícias do grupo FCA) está uma imagem com indicação que haverá simplesmente 3 SUvs FIAT para as regiões Europa/ India / América Latina

        Inclusive há lá o ” A SUV”, ou seja, um SUV menor que Renegade500X, nos moldes do conceito VW Taigun

        Talvez esse Jeep menor seja mesmo uma versão mais semelhantge ao jimny e o Fiat seja o modelo de shopping

      • Hugo Leonardo Dos Santos

        Sim, somente no visual, pois mecânica eu apostaria no 1.3 firefly já que poder vir a ser leve ou o novo 1.0 firefly turbo. 1.3 turbo acho meio dificil.

        • Tosca16

          Duvido, mas seria bem interessante.

      • beto

        As vendas do Jimny são tão baixas que não justificaria o investimento em um concorrente.

        • Luciano RC

          Sem falar que ele é um Jipe. Um modelo especifico. Só compra quem busca um modelo 4×4 para trilhas mesmo.

      • Luciano RC

        A Jeep exige que seus modelos tenha a capacidade off-road nem que seja na versão top.

  • Thiago André

    Para que novo Uno? Argo no lugar do Uno, Palio, Punto, está melhor do que a confusão de produtos da Fiat.

    • Luciano RC

      Por que ele deve ser um modelo diferente do Argo. Mais quadrado e com algum diferencial. A Fiat vai atirar pra todo lado.

  • Emanuel Schott

    Lá vem o “Argo Way” chamado de SUV nos mesmos moldes de Fit/WR-V…kkkk

    E a Strada? Uma hora dizem que vão fazer na mesma plataforma do Argo, depois dizem que seria muito caro e falam que farão na do Mobi. Depois vira um Frankstein entre a atual e a do Uno. Agora falam de Argo de novo. Tá difícil!

  • Japa palio adventure

    Tô vendo que vai ser difícil a FIAT abandonar o 1.8 etorq. Atualiza aqui, troca uma peça, ganha dois cavalos de potência e vai empurrando com a barriga.

    • Luciano RC

      Esse 1.8 vai ser igual o 1.0 familia I da Chevrolet.

  • DiMais

    ao que tudo indica, o Mobi vai mesmo subir no telhado.. um Uno mais abrangente em versões e preços elimina a necessidade do modelo menor e que por sinal vai ficar sozinho na plataforma atual já que o Uno, Strada, mini-Jeep e por tabela a Fiorino vão ser feitos sobre a base do Argo, resta saber se a Fiat terá ainda um modelo de porte familiar para retomar o espaço perdido com a Weekend, Idea e Doblò, mesmo que seja um ‘Qubo’ brasileiro para evitar canibalismo com o micro SUV da Jeep.

    • Ducar Carros

      Matar o Mobi será, para a Fiat, quase tão difícil quanto matar o Gol é para a VW: o Mobi foi disparado o carro mais vendido da Fiat em 2017, e, em janeiro, está vendendo 3x o Uno, e apenas 10% a menos que o Argo.

      Tirar o Mobi para colocar um novo Uno, que provavelmente será mais caro que ele, pode ser uma atitude muito arriscada…

      • DiMais

        o problema é que não tem espaço para um Uno mais caro, Argo está ali pra limitar ele.

      • duhehe

        Hoje ele tem boas vendas por causa do preço, ele é o cão de briga da Fiat no segmento pé de boi, vende bem para PJ que sempre encontrou nos Fiat um bom produto para frota ( compra barato, conserta barato e aguenta o tranco).
        O mobi não é um Honda Fit por exemplo que tem clientes fieis, que trocam fit por fit, ninguém dorme de noite sonhando com um Mobi, compra simplesmente pelo custo x beneficio.
        Não sei qual a estrategia da Fiat com o novo Uno, mas ela pode matar o mobi sem medo nenhum, só colocar outro produto com o mesmo preço e proposta que continua vendendo igual.

        • Ducar Carros

          Outro produto com o mesmo preço e proposta seria um novo Mobi, que nada mais é que um Uno mais barato de produzir. Ninguém, que eu saiba, sonha com o Gol, é o que dá para comprar.

          É possível que um “novo Uno” seja mais próximo do Mobi atual que do Uno…

    • Pedro154

      Já eu acho que as versões de topo do Mobi saem de linha, deixando-o apenas com duas versões, uma pelada, e outra equipada com a/c, vidros elétricos, DE e rádio. Assim, abriria-se um maior espaço para a atuação do Uno.

      • Djalma

        Aliás, as versões Drive do Mobi vendem pouco por serem mais caras, então não seria tanto problema eliminar essas versões.

  • Lucas086

    O Mobi nunca devia ter existido, acho que o novo Uno vem para matar o Mobi… e também acho que esse mini suv deve ser o 500x. Carro bonito e bem acabado

    • DiMais

      Mobi vai ser lembrado como um produto de transição na linha Fiat como foi o Agile para a GM.. ambas precisavam de um produto novo para dar um rejuvenescida numa linha de produtos que já estava totalmente velha frente à concorrência.

      a grande diferença é que para a GM, na época falida mundialmente, faltava grana para criar um produto novo e fez um remendão de tudo que ela tinha nas prateleiras, enquanto a Fiat já tinha o projeto do Mobi quase pronto mas engavetado várias vezes, visto que esse andava lado a lado com o desenvolvimento do novo Uno (lembrando que a fábrica de Goiana foi pensada originalmente pra ele, mas com a aquisição da Chrysler, mudança nos rumos dos investimentos e também o comportamento do mercado forçaram a mudança de todo o planejamento local).

      • Lucas086

        Eu gostava do Agile kkkkkk principalmente depois do facelift… e o Mobi é bem pior que o Agile viu.

        • Luciano RC

          O Agile pós facelift ficou bonito… o problema era a plataforma antiga.

          • Lucas086

            Concordo, o Classic era guerreiro, mas o Agile tinha defeitinhos as vezes inexplicaveis.

    • Ducar Carros

      O Mobi foi disparado o carro mais vendido da Fiat em 2017, é complicado dizer que nunca devia ter existido.

      • Tosca16

        Fiat soube pegar um segmento de entrada e vender um produto “barato”, com foco em vendas diretas.

      • Lucas086

        Mobi vendeu mais que Toro ou Strada? Ou vc está citando na categoria “carro”? Rapaz, eu tenho um Uno e sei de suas deficiências, pensar em algo piorado, é complicado.

        • Ducar Carros

          Falei como carro, mas vendeu mais que a Toro, e perdeu por apenas 600 unidades para a Strada (54.870 a 54.270).

        • Basil Sandhurst

          Cara, para a proposta de SUBCOMPACTO o Mobi é um carro bom.
          Lógico que comparar para cima, não faz justiça a ele. Mas atende muito bem as necessidades.
          Abs

  • Maycon Farias

    Cade nosso amigos das projeções? estou ansioso para ver esse Jeep Compacto, sabemos que será sucesso acompanhando o mesmo dos irmãos.

  • Diego G. de Lima

    Um jeepinho mais barato 4×4 ia fazer sucesso nesse Brasilzão de meu Deus.

  • Tommy

    Poderia haver uma Strada fechada nos moldes da Weekend Adventure como Crossover da Fiat

  • Handlay P.B.

    A Fiat ainda continua usando plataformas requentadas em seus carros enquanto as outras marcas engendram bases realmente modernas… Porém, espero que o novel SUV subcompacto da Jeep seja ao menos exótico e bonitinho. Seria bom se a novel Strada ficasse com o mesmo tamanho, visto que se avultar de tamanho ficará mais cara, uma tendência horrível de os carros crescerem cada vez mais e ficarem cada vez mais requintados. Não sei onde o próximo Uno poderia ficar, uma vez que não há nenhum espaço entre o Argo e o Mobi, mas seria bom se a Fiat retornasse as origens e engendrasse um Uno bem simples (como o Mille) com preços até de R$ 30 mil, seria muito legal.

    • Basil Sandhurst

      Mas ela já fez isso, e se chama Mobi.
      Abs

  • Mario

    Os antis piram!

    • Ernesto

      KKKKKKKKKK!!!!

  • NYC_Man

    Uno e um bom carro no seu segmento.
    Eu nao saberia o que fazer para elevar suas vendas

    • Gil de Piento

      Muito fácil: reestilizar o Uno para deixá-lo parecido ao Mobi e tirar este último de linha. Mobi foi o pior produto já feito pela Fiat.

      • NYC_Man

        Vc como gestor da Fiat nao faria isso. Mobi vende bem

        Eu acho que trabalharia na versao adventure, colocaria câmbio automatico e praticaria o custo benefício.
        Outro ponto tirar versao pe de boi do Argo

        • Gil de Piento

          Eu como gestor da Fiat jamais teria desperdiçado dinheiro no “projeto” e fabricação do Mobi, para no fim tirar vendas do Uno e ter ficado um bom tempo com quatro produtos competindo entre si: Mobi, Uno, Palio, Punto. Uma reestilização do Uno para deixar seu design dianteiro ao gosto brasileiro teria sido suficiente para que o Uno vendesse bem mais do que Mobi e Uno juntos vendem hoje. O único argumento de vendas do Mobi é o preço.

          • NYC_Man

            Cara eu gosto muito do Uno.
            Acho um bom carro.
            Talvez eu colocaria um cambio automático de vdd nele de 6 marchas como fez a GM com o Onix.
            Eu concordo com vc sobre não ter lançado o Mobi.
            Mas pensando como estrategista as vezes vc lançando outro carro com outro nome, talvez atraia um novo consumidor para a concessionária.
            É complicado explicar isso.

            Eu eu tb não teria lançado o Mobi não.

            Mas o Uno nasceu para ser economico.
            Ai complicam que no meio da vida resolvem fazer um Super Uno com seletor de cambio da Ferrari.
            Ai vai custar caro.
            Quem quer um pouco de “status” não quer o Uno porque nasceu economico.
            Ai compra um HB20, Argo, Polo.
            Não sei assim eu vejo o mercado, mas posso estar enganado.

  • Duh

    Se for pra ter um novo Uno, que corrijam o erro que é o Pobi e tirem ele de linha.

  • Cincinato

    Fiat moscando, tinha que investir em produtos parecidos com a todo.
    O melhor design do grupo.

  • Natán Barreto

    Esse crossover menor que o Renegade vai vir pra jogar os preços pra cima. Começa oscilando a faixa atual do Renegade, que por sua vez ocupa a faixa do Compass, que acaba ocupando a vaga do Cherokee.

  • Gu92

    Ainda gostaria de ver o Fiat Panda no Brasil, dotado do motor 1.3 Firefly e tração 4×4 seria uma espécie de Fusca do século 21, enfrentando as estradas precárias dos rincões do nosso país e sendo relativamente barato e com baixo custo de manutenção comparado as caminhonetes 4×4!!

    • Emanuel Schott

      Fiat Panda seria tão desastre quanto o Up é por aqui. Carro bem acabado, mas com preço bem acima do que as pessoas pagariam por um carro tão pequeno (o Panda é menor que o Uno).

      • Basil Sandhurst

        Cara, não fica chateado se vc ainda não percebeu mas o UNO e o Panda são primos. Mesma plataforma.
        https://pt.wikipedia.org/wiki/Fiat_Uno

        • Emanuel Schott

          Sim, são. O Uno usa uma versão de baixo custo da plataforma Mini (a do Panda).

          Mas eles são carros com tamanhos diferentes. O Panda é menor que o Uno. O Uno é 20 cm maior no comprimento e 7 cm no entre eixo.

  • evandro santana

    Realmente a Fiat precisa se repaginar… e ter bons carros em todos os segmentos… eu gosto da marca e tal… mas reconheço que há muito o que melhorar… enfim…

  • Leonel

    Mini Jeep..senhor. Seria este um “concorrente” do Susuki Jimmy?
    Fico imaginando este “mini Jeep” custando a bagatela de R$80 mil, com a Honda faz com o WR-V (que não dá para dizer que é “mini”, mas longe de oferecer bom espaço e etc).

  • Marcos

    Fico me perguntando como será essa nova Strada e a nova Saveiro, creio que seria interessante essa dupla fazer algo semelhante ao que foi a peugeot 504, pois o preço certamente irá aumentar e se ficar baixa como estão até a renault oroch vai compensar mais que elas.

  • A Strada tá precisando mesmo de uma nova geração, a segunda geração do Palio morreu e a Strada continua na primeira.

    • Emanuel Schott

      Strada por enquanto só de trocar o motor Fire pelo Firefly e o antigo eTorq pelo eTorq do Renegade, Toro e Argo, além de abandonar o cambio dual logic e colocar o AT6, já daria um baita folego pra ela.

      Uma das coisas que faz a Strada ser muito procurada por empresas e produtores rurais e assim ser a picape mais vendida do país, é o custo de manutenção. A plataforma antiga favorece isso. Tem muita fabricante que faz as peças e qualquer mecânico consegue arrumar isso. Nova plataforma e nova geração por agora significaria jogar isso no lixo. A Fiat faz bem em jogar isso pra frente, já que até lá mecânicos e fabricantes já vão se acostumando com Argo e Cronos e quando ela chegar, o custo de manutenção já vai estar baixo.

  • Emanuel Schott

    Suponho que esse SUV virá pra compartilhar custos com a Strada. A Fiat tá toda indecisa sobre o que fazer com a picape. A ideia inicial seria usar a plataforma MP1 (do Argo). Porém os custos de se adaptar a suspensão traseira da picape (as molas são como a de caminhões) nessa plataforma iria jogar o preço muito próximo do que é a Toro. Com um SUV compartilhando o projeto, pode-se diluir custos entre os dois. Então de um único projeto sai tanto picape quanto SUV compactos.

  • Leopss

    Podiam fazer o novo uno na plataforma do argo. Aí deixa ele com cara de suv, mais altinho igual o kwid. Sucesso garantido.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Hipóteses:
    a – Uno, Panda e “mini Jeep” serão variações do mesmo carro, com cerca de 3,8m, e com foco em mercados distintos. A Strada é versão picape deste projeto.

    b – O Panda crescerá para 3,8m e substitui o Uno e se torna um modelo global e o “mini Jeep” será um modelo com o mesmo porte do Argo, com 4m. A Strada será derivada do “mini Jeep” tal como observamos entre Compass e Toro.

    c – O novo Uno será na verdade apenas um novo Mobi que conservará as mesmas dimensões do atual Uno. A Strada será uma derivação deste projeto. O “mini Jeep” será um projeto global derivado da plataforma do Argo.

    • Emanuel Schott

      Tá mais pro Uno ser um projeto separado e mini-Jeep e Strada serem variações do Argo.

      A Fiat tava com indefinição sobre o que fazer da picape. Uma das vantagens da Strada atual é sua suspensão traseira robusta. Desenvolver essa suspensão na plataforma do Argo seria algo muito caro, fazendo a picape se aproximar muito do preço da Toro. Compartilhando o projeto com um SUV, dilui-se o custo entre os dois. Tem-se uma picape barata e um SUV que faz jus a marca “Jeep” ao ter a robusta suspensão traseira da Strada.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    A Strada deverá perder a versão de cabine estendida visto que é a carroceria menos vendida do modelo. Bastará a versão cabine simples ofecer melhor espaço interno que a atual. E a versão cabine dupla deverá oferecer 4 portas tradicionais. Com isto a Toro poderá perder o motor 1.8.

  • NYC_Man

    Tragam o 500x

  • Baetatrip

    Engraçado!
    Os carros atuais pela FIAT estão fazendo a própria samba….. Carros/ versões bem confundiveis……
    Colocar o Mobi como carro de entrada e dando pinta de ouro do Uno?
    As vezes tenho saudades ha 20 a 25a!
    Como eram:
    Entrada: Uno 1.0/1.6 (Premio/ Elba)
    Media: Tipo 1.6 / 2.0 SLX / 2.0 16v Sedicivalvole
    Luxo: Tempra 2.0 / 2.0 16V/ Stille (Belissimo carro e bem acabado!) e Tempra SW

    Logo veio: Uno / Palio / Siena / Weekend / Brava /Stilo 1.8 ou 2.4/ Marea e Weekend (Belissimo carro tambem)

    Hoje em dia: Pega a plataforma do Punto e alonga as longarinas e “criam” novo carro naquela plataforma velha!

    Complicado….!

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    Só me interessa a Nova Strada e se a Fiat trazer o 500X pro Brasil, SUV Subcompacto da Jeep? poxa mais pequeno que o Renegade vai virar um Mobi 4×4

  • rgrigio

    A Fiat poderia/deveria incluir o motor 1.3 firefly na Strada como um “stop-gap” até chegar a nova geração. Esse 1.4 manco, barulhento e beberrão só é minimamente aceitável se pegar o carro no plano produtor ou cnpj. Para consumidor comum não vale o que cobra nunca. Pelo menos é robusto, o que para mim, é obrigação.

  • Vattt

    Deveriam lançar um Renegade 2 portas pra poder jogar na lama sem tanta preocupação com a torção da carroceria e sem falar que ficaria muito bom!!!
    E o Uno perdeu o compasso no meio do feio e barato Mobi e o maiorzinho e caro Argo. Ou então vão ficar lançando “novidades” meia boca o tempo todo e deixando a briga sempre dentro de casa!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email