Brasil: montadoras prometem R$ 50 bilhões até 2025

fabrica toyota

Em um novo normal, o setor automotivo brasileiro vive um momento delicado e de transição, acompanhando a tendência mundial verificada no momento.


Já vindo de uma lenta recuperação de uma crise pré-pandemia, o Brasil foi igualmente atingido pela Covid-19 e, em decorrência dela, outra crise, ainda mais grave para as montadoras, a escassez de chips.

Para piorar o cenário, a Rússia invade a Ucrânia e a geopolítica mundial muda completamente, afetando mercados e aumentando o risco de uma recessão americana, o que certamente arrastará o mundo…

Ainda assim, as montadoras prometem manter seus investimentos no Brasil e o montante a ser aplicado até 2025 será de R$ 49,9 bilhões.

Boa parte desses investimentos virá das montadoras Volkswagen, Great Wall e General Motors, mas também haverá investimentos de Toyota, Stellantis, Volvo, Scania, VWCO, Daimler Trucks, Renault e Caoa Chery.

jeep fabrica pernambuco 1

A Volkswagen confirmou R$ 7 bilhões até 2026, focando no lançamento do Polo Track, assim como no novo crossover que ficará abaixo do T-Cross. A renovação da linha e a eletrificação fazem parte do investimento.

A Great Wall aplicará R$ 10 bilhões no país até 2032, porém, R$ 4 bilhões serão aplicados até 2025, período em que a empresa iniciará a produção em Iracemápolis-SP com os primeiros modelos híbridos flex.

Já a GM programou R$ 10 bilhões para serem gastos de 2019 a 2024, quando lançou produtos importantes, como os novos Onix, Onix Plus e Tracker, com a Nova Montana chegando para fechar o ciclo com a Nova S10 ao final.

Na Toyota, o investimento é cadenciado e o mais recente foi de R$ 50 milhões para Indaiatuba, mas a marca já aplicou R$ 1 bilhão em 2019.

caoa chery fabrica goias 2

A Stellantis é a que tem o maior montante previsto para investir por aqui, chegando a R$ 16,2 bilhões de 2019 a 2025, sendo essa a soma de FCA e PSA.

Os fabricantes de caminhões e ônibus Volvo, Scania, Daimler Trucks e VWCO encerrarão os investimentos já iniciados de R$ 1,25 bilhão, R$ 1,4 bilhão, R$ 2,4 bilhões e R$ 2 bilhões, respectivamente.

A Renault não revelou o montante até 2025, enquanto a Caoa Chery finalizará uma aplicação de R$ 1,5 bilhão até 2023.

[Fonte: Automotive Business]

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.