Brasil Chevrolet China Mercado

Brasil volta a ser o segundo maior mercado da Chevrolet

Brasil volta a ser o segundo maior mercado da Chevrolet

O Brasil voltou a ser o segundo maior mercado global da Chevrolet em 2019. Com a vice-liderança, antes ocupada pela China, o país sul-americano só perde para os Estados Unidos. A China, por sua vez, ficou na terceira colocação.


No ano passado, a Chevrolet vendeu 475.684 veículos por aqui, ou seja, um crescimento de 10% em comparação a 2018. Com folga, o Brasil superou a segunda maior potência do mundo (China), que comercializou 418.000 automóveis da Chevrolet em 2019. O resultado no mercado chinês é o menor dos últimos 15 anos, rebaixando a participação global nas vendas da fabricante norte-americana.

Em sua terra natal (os Estados Unidos), a empresa da gravata dourada segue em primeiro lugar. Só no ano passado, a montadora comercializou quase dois milhões de automóveis.

Brasil volta a ser o segundo maior mercado da Chevrolet

A última vez que o mercado brasileiro ocupou a segunda colocação nas vendas globais da fabricante foi em 2012. Um ano depois, pouco antes de iniciar a crise econômica que segue até hoje, a China deixou o Brasil para trás, assumindo o segundo lugar. O país asiático ficou na vice-liderança até 2018.

Mas o que explica o crescimento da Chevrolet no Brasil? A resposta é simples. Ainda que a passos lentos, a economia brasileira vem dando sinais de recuperação. A nova geração do Chevrolet Onix também favoreceu o resultado.

Brasil volta a ser o segundo maior mercado da Chevrolet

O Onix foi o carro mais vendido no Brasil no ano passo -, liderança que segue em ascensão. Em janeiro deste ano (2020), a montadora conseguiu fazer uma dobradinha com dois veículos no top 2: Chevrolet Onix (17.463 unidades comercializadas) e Onix Plus (8.722 unidades comercializadas), respectivamente. Por outro lado, o mercado chinês segue desacelerando em crescimento.

Atualmente, dos dez maiores mercados globais da Chevrolet, oito são de países emergentes. Além dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), aparecem na lista Argentina, Colômbia, México e Uzbequistão. Dos países desenvolvidos, estão os Estados Unidos e o Canadá.

Darlan Helder

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011

  • Richard Sousa

    Desculpa os fãs, mas acho essa marca Chevrolet uma porcaria. Celta e Onix só se resume plástico e barulhos.

    • Natán Barreto

      Celta nem existe mais. Onix vc está falando do novo? Pq em relação a carros q já saíram de linha, nenhuma generalista salva quando se trata de populares.
      E hoje plásticos estão por toda parte, inclusive em carros de 100 mil

      • Fabão Rocky

        Esse Richard deve ser um nerd fanboy de alguma marca. Já tive 4 Corsas e hoje tô c/ um Onix de antiga geração e nenhum deles nunca fez barulho algum. E plásticos é como vc mesmo disse, estão em carros até de 100 mil.

        • Samuel Justus

          Não concordo com as coisas que ele disse. Mas vamos ser realistas, eu acho impossivel um carro que rode em São Paulo ou aqui na região metropolitana não fazer barulho de acabamento. Eu particularmente curto a GM e acho que aqui não tem carro que aguente esse asfalto lixo.

        • Ubaldir

          Eu particularmente, não tenho nenhum GM em casa desde 2009.
          Dito isso, tive entre 2000 e 2009, sempre com 2 Chevrolet na garagem. Tirando um Kadett 97 que deu muito trabalho, os demais (dois Vectras e dois Corsas) foram veículo muito bons.
          O último Corsa que atendeu minha esposa (ano 2005), eu repassei em 2009 para meu irmão, que o repassou para a esposa, que o tem ainda hoje, com 180 mil km. O carro está com integridade impecável ainda hoje, e os problemas que apresenta são mínimos, ainda mais considerado o fato de que minha cunhada é bem leniente com a manutenção dele. Motor e câmbio nunca deram qualquer problema. Suspensão, direção e freios, tirando troca de amortecedor (uma), pastilhas, discos e manutenção de rotina, nada a relatar. Parte elétrica nunca deu qualquer sinal de mal funcionamento.
          A relatar de negativo mesmo, só o fato de que as revisões em concessionárias na época eram bem salgadas no preço, inclusive para o Corsa.
          Realmente impressionante a longevidade do carrinho.

          • Fabão Rocky

            Um vizinho aqui do prédio tem um Corsa 2006 táxi, já fez 800 mil km rodados sem abrir o motor.

    • Ele deve ser fã da VW que usa acabamento de Gol na Amarok! kkkkkkk

    • Eduardo Andrade

      E ainda assim vende pra caramba. Imagine se não tivesse plástico e nem barulho então rapaz!

    • andrei petreira

      O próprio NA tem uma serie chamada “defeitos e problemas” onde é mostrado reclamações de proprietarios de carros de todas as marcas, os problemas relatados são diversos, mas um é comum a todos, barulho.

    • PrGirafales

      vamos deixar a torcida de marca de lado, mas nao só GM de entrada, todas marcas de entrada com tempo bate tudo, todos tem acabamento simples e com tempo viram escola de samba, vir defender marca x ou Y ai sim é ser fanboy

    • Paulo Lustosa

      Celta saiu de linha há 5 anos, e o Onix possui o interior igual a maioria dos compactos de entrada, que são tudo plástico, embora existem alguns com acabamento inferior por mostrar parafuso por toda parte.

    • Toyo_Highlander fan

      Plástico até a Mercedes usa.

  • Natán Barreto

    É bom a gente frisar alguns pontos antes que apareçam emocionados dizendo que o Brasil está se recuperando e que a economia está melhorando. Não está.
    – China se retraindo
    – Chevrolet está roubando vendas de outros players no mercado com a dupla Onix.
    – Pelo tamanho do Brasil e capacidade produtiva a gente tá bem mal das pernas.

    E não nos esqueçamos que o desemprego não diminuiu, a população perdeu renda, os índices da indústria estão estagnados e principalmente, a desigualdade aumentou absurdamente nos últimos quatro anos.

    E o cenário é de piora

    • Eduardo Andrade

      Especificamente falando, se no Brasil a Chevrolet vendeu mais que na China, claramente é porque a queda nas vendas lá em 2019 foi maior do que o crescimento aqui.

    • Cesar

      Como o desemprego não diminuiu se estava em 13% e agora está em 11%?

      • zekinha71

        Porque quando a pessoa para de procurar emprego, ou vira camelô ela sai da lista de desempregados.
        Virou uber, ifood. panfleteiro de farol, vendedor de qualquer coisa em qualquer lugar, deixou de ser desempregado.

        • Natán Barreto

          As pessoas não entendem índice flutuante.
          Essa margem de 2% é justamente isso, pessoas que estão se ocupando de absolutamente qualquer coisa e acaba saindo da estatística do desemprego. Mas na prática a pessoa continua ferrada.
          Tanto é que atualmente metade do Brasil (105 milhões de pessoas) vive com cerca de 400 reais por mês.

          • LL

            e 65 milhões está no SPC

    • Willie Cicci

      “Brasil está se recuperando e que a economia está melhorando. Não está.” ” Chevrolet está roubando vendas de outros players no mercado com a dupla Onix” Ou não entendi o companheiro ali, ou ele se contradisse. Já que se está tão ruim do jeito que ele diz, como aGM rouba de vendas dos outros? acho que se estivesse tão pavoroso, nem ele venderia, não?

      • LL

        Vendia 100 carros por mês, agora vende 50; só a chevrolet vendia 10, agora vende 20… ela roubou 10 de algum concorrente, deu pra entender???

    • El Gato!

      Natán, ler um comentário como o seu, me enche de esperança. Esperança que as pessoas parem de polarizar a discussão política e vejam o óbvio. A piora é iminente.

      • Oliveira17

        Mas para isso que existem os partidos politicos e a idolatria aos politicos, justamente para serem polarizados, com isso, a maioria das pessoas terao dificuldade em enxergar a realidade, ou porque nao querem mesmo…

    • Aristênio Catanduva

      A Chevrolet diminui na China, mas existe um ERRO GRANDE nessa matéria, pois ela EXCLUI VEÍCULOS IMPORTADOS da Chevrolet na China que chega a quase 100.000 veículos no ano de 2019 .
      O Focus2move e Carsalebase falam em 516.485 unidades

    • Renato Almeida

      Exemplo prático: mesmo sendo o 2o mercado da empresa, a GM fechou o departamento de engenharia dela no Brasil. O que o país consome hoje é desenvolvido na China.

  • vicegag

    E ameaçou sair daqui.

    • Luano Tanaka

      Ficou chorando pq queriam benefícios fiscais.

    • Alaor

      Lágrimas de crocodilo pra ganhar presentinhos do Dória. E ganhou.

  • Cesar

    E agora com aumento

  • RicardoVW

    E a crise!? E o mercado ruim que dizem as montadoras!?

  • Renato

    Graças aos Transformers

  • Willie Cicci

    O que me impressiona é como a Chevrolet daqui parece outra marca perto da matriz, mas, tirando EUA/Canadá, sempre foi marca de baixo custo mundo a fora, o que enganava por aqui é que nosso carros eram baseados nos Opel.

  • Aristênio Catanduva

    essa FONTE não parece ser muito FIDEDIGNA, pois o FOCUS2MOVE e o CARSALEBASE apresentam outro numero.
    o numero de vendas da Chevrolet na China é 516.485.
    ps Vou colocar as fontes no comentário abaixo, pois vai ser moderado

  • Oliveira17

    Mas para isso que existem os partidos politicos e a idolatria aos politicos, justamente para serem polarizados, com isso, a maioria das pessoas terao dificuldade em enxergar a realidade, ou porque nao querem mesmo.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email