Esportivos EUA Governamental/Legal McLaren Preços

Brasileiro revela quanto um McLaren paga de imposto nos EUA

mclaren-650s-spider

Em seu canal de vídeos no You Tube, Luis Miranda revela o quanto um McLaren paga de imposto nos EUA. Quando realizava a revisão de seu carro, o brasileiro mostrou alguns carros no show room da loja e um deles chamou a atenção.

Provavelmente era um exemplar do McLaren 650S Spider, que de acordo com o informado, custa US$ 310.000 no mercado americano. No entanto, tratava-se de um carro seminovo com 700 milhas (1.126 km) rodadas e que estranhamente estava sendo oferecido por US$ 250.000.

De qualquer forma, o que surpreendeu Miranda foi o valor do imposto cobrado anualmente pelo governo americano para um carro desse nível de preço: US$ 170, de acordo com o vendedor da loja.

Diante disso, ele ficou indignado com o que é cobrado aqui no Brasil, onde um modelo similar custaria em torno de R$ 3 milhões, segundo seu relato. Nesse caso, hipoteticamente ele pagaria R$ 120.000 de IPVA em estados como SP e MG, por exemplo. Confira neste link o vídeo de Luis Miranda.

Agradecimentos ao Davyson Pereira.





  • Rodrigo A.

    Qual é a novidade? Falou o que todos nós já sabemos.

    • Nelson Oliveira

      O mais irrita a gente é que não é somente o preço dos carros que é absurdo e, sim, o valor em geral. Um exemplo que presenciei quando eu estive na Itália era de uma ma cerveja alemã oferecida lá em um bar por 4 euros e alguma coisa e, ao ver no supermercado, vi que custava 17 reais. Esse país é um absurdo. Ah, e, por gentileza, é estupidez ao extremo fazer conversão pra citar que os carros seriam esse preço ou mais barato pois brasileiro não ganha em dólar, libra ou Euro.

      • kkkkk

      • Sim, as coisas por aqui podem até sair o mesmo preço de lá de fora (ou até mais barato, eu que também sou gamer sei disso que a Xbox Live no Brasil é mais barato que nos EUA – 59 dólares lá, 119 reais aqui)… O problema é a renda média da população!

        Um exemplo bem prático: o salário mínimo nos EUA é por valor/hora, que atualmente é de US$ 7,25… Supondo que trabalhe em horário comercial normal das 9 às 18h apenas de segunda à sexta, se esse valor fosse aplicado por aqui, então um trabalhador convencional receberia o equivalente a R$ 5.200 (valor de cotação 4 reais)…

        “Ahh, mas agora o dólar tá alto, mimimi”, beleza, mesmo com cotação de 3 reais o dólar (cotação de 2014), ainda sim é um valor bem alto: pouco mais de 3900 reais sem horas extras e ainda descansando final de semana…

        Acho que deu pra captar a idéia, rs…

        • Nelson Oliveira

          É que nem a questão do “preço dos carros”, que hoje tão mais acessíveis. Sim, estão, mas o valor das coisas em geral subiram muito acima da renda média do trabalhador. Exemplos de quando presenciei ainda criança foi ao supermercado. Em média, (eu, minha mãe e meu pai) fazíamos pouco mais de 180 reais e conseguíamos comer o mês inteiro – incluso os “lanches” que toda criança gosta/gostava na época. Hoje em dia, 500 reais por mês, ou mais , isso comprando o básico para sobreviver. E, além disso, as viagens que fazíamos duas vezes por mês pros Lençóis Maranhenses na época em que a gasolina chegou a 1 real ou menos. (400 e poucos km da capital). Fazer isso hoje seria praticamente inviável, a não ser se formos à falência.

    • Fred

      Novidade sim.
      Todos sabem o preço do carro. Mas eu pelo menos não sabia o preço do “ipva” de lá.

      • Martini Stripes

        Lá é baseado pelo peso do carro.

  • Vini

    170 ou 1700?????

    • Diego Sampaio Vieira

      170 ou 1700 é barato do mesmo jeito, em comparação com o Bananistão.

    • Leonardo Teixeira

      170 dolares

    • Halon Ferreira

      R$ 170,00

    • afonso200

      170, vi o video direto do canal dele no face

    • DiMais

      R$680,00

  • Bruno Silva

    A McLaren nunca vendeu oficialmente no Brasil, não é possível estimar quanto custaria um carro desses aqui. Sua concorrente 458 que custa cerca de 270mil dólares, é vendida por R$1.950.000 no Brasil.

    • DiMais

      conversão de dólares para reais nunca faz sentido, tem outros fatores além dos econômicos..

      • “nunca”??? Então como você troca dólares para viajar para fora?

        • DiMais

          não estou falando em comprar dólares, estou falando de produtos vendidos no exterior quando importados para o Brasil não são apenas ‘ convertidos’ para reais e BOOM tem o preço…

          • Sim, exatamente. Por uma questão tributária e de mercado. Mas o preço lá fora serve como referência sim.

  • leitor

    Mostra que no Brasil o roubo é grande. Não é por outro motivo que existe tanto ativismo querendo entrar na política aqui. Principalmente cuidando de direitos demais até pra criminosos. Desviando a atenção pra outras coisas e tome taxação a mais. O povo se lasqueando cada vez mais… não baixa preço nem taxas em canto nenhum.

    • meneghelli1972

      O que da mais raiva é que esses miseráveis do desgoverno sempre falam que a conta esta no vermelho (só se for vermelho de comunista) e querem inventar mais impostos sendo que eles mesmos não pagam nada e burlam tudo. Aonde esta a dinheirama arrecadada todo ano seus desgr…………………..

      • CharlesAle

        Iates, mega fazendas aqui e no exterior, triplex no litoral, carros caríssimos, e por ai vai….

    • CharlesAle

      Sim, e agora, vem o maldito BBB para deixar o povo mais por fora ainda!!

      • Na verdade, BBB existe em países civilizados. Nunca assisti nenhuma temporada mas sempre ouço que o programa de TV é um dos problemas brasileiros sendo que nem brasileiro ou exclusivo daqui ele é.

        • Tosoobservando

          Em quase todos os países nao tem o burburinho que tem aqui, nos Eua mesmo foi fracasso de ibope.

          • Qual sua fonte para dizer isso? E embora o EUA achem que são o mundo, ele não são. Porque não fala da Europa, da Alemanha? Ou não ouviu o burburinho?

            • Tosoobservando

              numeros do ibope.

              • Ibope de onde? Tem tais números?

                • Tosoobservando

                  Pesquisa que vc descobre.

                  • Ahan… Você chuta algo, não tem como confirmar e quem te questiona que tem que pesquisar? Porque não fez isso antes de afirmar algo para ter base do que escreveu?

                    • Tosoobservando

                      Nao chutei, eu tenho os dados, mas nao sou obrigado a te passar,afinal nao tenho de te provar nada.

                    • Hahah…. Sim, você nem é obrigado a responder meu comentário, mas o faz mas não dá os dados que prove que (mais uma vez) você mente! Hahahah
                      Bem infantil: “X é verdade”. “Você tem como provar?”. “Não preciso te provar nada”. Assim que se faz a internet! heheh

                    • E eu pesquisei. O BB USA mantém boa audiência, embora tenha tido uma queda. Aqui a audiência caiu muito. Mais uma vez está provado que você mente… Heheheh… Mas você é divertido… Tenho que admitir… Embora seja fake.

                    • Tosoobservando

                      A boa audiencia que vc diz nao passa dos 8 milhões de telespectadores, aqui qualquer “paredão” passa de 50 milhões de chamadas, uma vez chegou a ter 154 milhões de votos, batendo recorde mundial. A audiencia aqui esta baixa comparando as outras edições daqui, e nao as de fora.

                  • A propósito: O Ibope aqui também caiu espertão.

          • “..Em quase todos os países …”

            Você tem idéia de quantos países existem? Acompanha como é a televisão de todos eles ou de pelo menos meia dúzia?
            Seu comentário mostra bem como são as pragas da generalização e da suposta onipresença de algumas pessoas. Não gosto de estereótipos para identificar um povo, um agrupamento, mas podemos dentro de um grupo como país ou região apontar tendências de pensamentos. Assim mesmo conhecendo Sul do EUA e algumas cidades do Norte posso falar que existe sim uma ignorância do que passa fora das fronteiras dele. Mas eu não posso afirmar que o EUA é um país ignorante quanto ao que passa fora de suas fronteiras, porque seria uma generalização imensa para alguém que não conhece o Alaska, um meio Oeste inteiro que com certeza tem população maior que Argentina ou Austrália e um território maior que essas.
            E temos exemplos aqui mesmo: Gente que vive preso nas marginais em São Paulo maldizendo a vendas de pickups cabine dupla para… Mato-grossenses! Ou gente do interior de São Paulo que não entende porque paulistanos tem carros 1.0 bem equipados sendo que poderiam ter carros 2.0 mais simples para fazer de 0 a 100 em menos de 10 segundos… Nas marginais!
            Mas a arrogância e a suposta onipresença de quem talvez só tenha viajado no Google Maps e no Street View é uma praga aqui no NA.
            Tive um patrão alemão que em um inverno europeu veio para o Brasil e casou-se com uma brasileira. Ele morou a vida na Alemanha e visitou alguns países vizinhos. Mas é engraçado que em toda pergunta que eu fazia sobre a Europa, a resposta era “Na Europa eu não sei, mas na Alemanha…”
            Pergunta para um brasileiro que mora lá há alguns anos e visita como turista outros países ou até aqueles que fazem cruzeiro de 20 dias no mediterrâneo: Ele pega a realidade do bairro dele ou que ele visitou e diz “Na Europa é assim”.
            No Peru conheci uma austríaca que conhece nosso país como poucos de nós (Bem mais que eu: Manaus, pantanal, Serra Gáucha, Floripa, Nordeste, Foz, Rio, Planalto Central). Mas ela tinha a humildade de ouvir o pouco que tinha para acrescentar a ela nas coisas que não conhecia: A produção agrícola do interior de São Paulo e Sul de Minas, as comidas dessas regiões, a cidade do autor de “O Guarani”… Mas aqui a pessoa passa a vida em São Paulo ou Rio, compra um pacote de uma semana no Nordeste e já “conhece o país de norte e a Sul”. E ainda fica com essa de que “brasileiro é isso, aquilo”…

            • Tosoobservando

              Kra nao precisava me lecturar por causa disso. Fiz esse comentario baseado nos numeros do ibope. E se vc fizer uma rapida pesquisa ira descobrir isso tb. O país onde o BBB teve e tem mais ibope é aqui, o que teve menos foi nos Eua. Tanto que vc deve ouvir falar de Kardashians ou Paris Hilton etc.. mas nunca de ex-bbbs de la pq nao ficam famosos como aqui.

              • Ibope de onde? Onde estão esses números? E lá eles ficam sabendo dos ex-BBB daqui? Aliás, eu não sei o nome de nenhum (Talvez tenha algum que tenha ficado famoso por causa desse programa que eu conheça mas nem saiba que ficou famosa através de lá).

                • Tosoobservando

                  Ex-BBB de la, vc ja ouviu falar de algum nome que realmente ficou famoso? Aqui tem varios e vc sabe sim. Sabrina Sato, Kleber Bambam, Juliana Alves (recente vitima de racismo na internet), Grazi Massafera, etc…

                  • É óbvio que conhecerei BB (O último B é de Brasil, não é?) daqui que ficaram famosas AQUI, e não conheço os de lá. Mas eles conhecem esses BB daqui? Você tem idéia da comparação esdrúxula que está fazendo? O BB daqui é mais importante para os brasileiros do que é para outros países porque AQUI no Brasil eu conheço os “artistas” que participam da edição local mas não conheço nenhum BB do EUA. Por outro lado um americano pode falar para um compatriota que o BB de lá é mais importante que no Brasil porque eles conhecem os participantes do BB EUA mas não conhecem nenhum do Brasil. Que “raciocínio” brilhante!

                    • Tosoobservando

                      Nao existem ex-bbs famosos nos Eua, isso que quis dizer. Ja aqui…

                  • E só para constar, BB é uma criação americana.

                    • Tosoobservando

                      BB nao é americano, é da empresa holandesa Endemol.

                    • Tosoobservando

                      So pra vc ficar feliz: “O “Big Brother” foi criado em 1999 por John de Mol,
                      executivo da TV holandesa e sócio da empresa Endemol, do mesmo país. A
                      ideia básica era a mesma que se mantém até hoje: um grupo de pessoas
                      comuns convivendo juntas, confinadas em uma casa – local vigiado por
                      câmeras 24 horas por dia.
                      A inspiração vem do livro “1984”, escrito pelo inglês George Orwell
                      em 1948. A obra de ficção científica imaginava um futuro sombrio, onde
                      os humanos viviam sob uma sociedade totalitária, com os habitantes sendo
                      vigiados através das “teletelas”. No livro, o líder dessa sociedade
                      opressora se chama… Big Brother.”

                    • Ah, entendi: Essa “pesquisa” mostra tudo que você falou: Que de Ibope no EUA, o quanto ele é mais importante para um brasileiro que para um estrangeiro, o fato de conhecermos BB do Brasil e não conhecermos de outros países prova que brasileiro liga demais para isso.
                      Posso fazer um elogio? E não é irônico não, é um elogio mesmo: Você é um péssimo mentiroso! Hehehe… Antes todo mundo fosse assim!

                    • Tosoobservando

                      Nao, eu so tava corrigindo seu ultimo comentario, de que o BB seria uma criação americana. Se vc tivesse lido na Wikipedia…

                    • Sim, mas você acabou de escrever para eu pesquisar porque você não era obrigado a me provar nada, lembra? Mas foi lá pesquisou e me mostrou algo. E porque não mostrou a pesquisa anterior? Simples, porque ela não existe! E eu pesquisei e vi que você está mentindo. O BB USA 17/18 é um sucesso lá como seus anteriores. E eles não conhecem Sabrina Sato e você não conhece Ian Terry. Mas o assunto aqui é carros e essa thread se tornou muito longa. Apenas não tente mais uma vez enganar quem é mais esperto que você.

                    • Tosoobservando

                      Que momento eu falei que alguem de la conheceria os daqui? Eu disse que os de la nao ficam tao famosos qt os daqui, a ponto de serem reconhecidos como celebridades fora dos Eua. Sabemos que quem é realmente famoso la ultrapassa as fronteiras. E eu disse que em comparação com o daqui vc nao vai achar nenhum Big Brother que fez mais sucesso la fora(em termos de numeros de audiencia, publico etc..e nao em edições). Isso demonstra sim que o brasileiro tem mais apego pelo esdruxulo e pelo “pao e circo”, como queira chamar, veja nas palavras do proprio ancora do programa esse ano: “É um formato trash feito com um grau de excelência sem igual. Transformamos o que chamam de lixo em luxo.” Pedro Bial

  • Sergio

    mas se o dono morrer, ele paga de 20 a 30% de itcd pra passar herança lá, aqui na maioria dos estados nao chega a 3%

    • iMeuSaco

      Melhor morrer e pagar só 3% por aqui então…

      • Guilherme Batista

        To rindo demais desse comentário, genial

      • DiMais

        viva lá e morra aqui, melhor negócio!

      • Sergio

        boa piada, mas nessa lógica, é melhor ser assalariado aqui, que o IR é menor.

    • PedroHMC

      Então espera só que daqui a pouco aumentam pra 40% aqui

    • Guilherme Batista

      Você realmente ta querendo dizer que é melhor morrer aqui?
      hahaha

    • João Cagnoni

      Aqui vai esperar 20 horas até o carro do IML chegar.

    • Hoff

      Sem falar no IR americano…progressivo e pesado com os milionarios….aqui o povo acha que todo mundo paga muito imposto….inocentes……milionarios pagam pouco p o pobre arcar com a conta.
      Outra coisa…EUA arrecada U$$ 12.000 por habitante. Brasil U$$ 4.100.

      • Matheus_P

        Qual eh a fonte de tal afirmacao?

      • G.Alonso

        O negócio é que americano ganha muito mais dinheiro que brasileiro, não há comparação. Imposto lá é menor, compensa essa diferença, preços são baixos, compensa… Brasil tudo é alto, um ou outro que é mais baixo não significa vantagem.

        • rafa93

          Essa percepção se deve ao fato de nosso sistema de tributação priorizar o consumo, logo, há grande influência dos tributos em nossos produtos, que acaba passando essa visão um pouco estranha. Como tributar mais a renda se nossos produtos são muito caros?.
          basicamente ao tributar a renda o estado deve interferir minimamente o consumo, mas no Brasil é algo meio utópico pelo menos no contexto atual, pois deveria haver uma grande reforma em nosso sistema de tributação, principalmente com o ICMS.

          • Hoff

            Acho q nao é utopica porque os estados querem acabar com a guerra fiscal….terao que definir um novo ICMS mais baixo

            • rafa93

              essa questão da guerra fiscal já tem um bom tempo que está sendo discutida, contudo, tratei como utópica porque ao depararem com queda de arrecadação em 2015 grande parte de nossos governadores já aumentaram algumas alíquotas de icms.
              O problema entraria no complemento de tributos que seriam arrecadados pela união, provavelmente estados produtores perderiam arrecadação, esta é a parte mais delicada, pois há toda uma estrutura organizada, e poucos governantes querem abrir mão de recursos.
              Seria ótimo para nosso país, pois a reforma tributária é necessária e beneficiaria toda a população, traria inclusive mais competitividade no mercado.

              • Hoff

                Olha ate o Alckmin que representa Sao Paulo o estado com mais renda ja criticou o modelo tributario sobre o consumo e a guerra fiscal. Todos eles ja sabem o que fazer, os estados estao quebrando.

                • rafa93

                  Sim, espero que surjam ações concretas nessa direção, pois se não me engano essa pauta já está em discussão desde antes de 2013 nas reuniões entre governadores.

        • Hoff

          Que ele recebe bem mais é verdade. Por varios motivos. Mas de fato seu regime tributario é progressivo enquanto que no brasil é regressivo. La é progressivo na renda e aqui no consumo. Se la o mais rico financia a infraestrutura e aqui o mais pobre é quem financia, essa diferenca rebate na capacidade de producao.
          Outro ponto, nossa carga tributaria tirando o retorno direto como a previdencia, fica parecida com a americana…a alta tributacao sobre o consumo da a impressao de alta arrecadacao mas nao é a realidade….para piorar o propio governo tem que pagar imposto sobre produtos…o tal do manicomio tributario…..

          • GABRIELCSFLORIPA

            Mas aqui no Brasil, quanto mais caro for seu carro, mais caro será seu IPVA.
            Em alguns estados, carros “velhos” tem até isenção de IPVA.

            • Sergio

              no brasil por exemplo se não me engano tem isenção de ipva a partir de 20, no rs é assim por exemplo.

      • leitor

        Arrecada 3 vezes mais de quem ganha 6 vezes mais. Assim eu queria pagar bem mais mesmo.

        • Hoff

          La se arrecada progressivamente na renda. E quem financia o estado é o imposto de renda dos mais ricos. Tem quem ganha bem e nao paga muito e quem ganha muito vai pagando muito. Aqui no Brasil os que ganham muito nao querem saber dessa progressao. Temos por exemplo mais 50mil brasileiros que ganham valor superior a 1 milhao de PLR por ano sem pagar imposto de renda.La estariam pagando 40%. Por isso que vc tem q arcar com a conta em impostos sobre consumo O pior é que tem pobre e classe media brasileiros que sao contra ao imposto progressivo. Nao acham justo.
          So pra vc ter a dimensao real do nosso sistema tributario, os mais pobres pagam uma media de 50% do seu salario em impostos. Esses mais ricos pagam aproximadamente 15% em relacao ao que ganham. Estou comparando os 50% mais pobres com o 1% mais rico.

          • leitor

            A questão também é que mesmo os ricos pagando mais pela renda pagam menos pelo consumo. Aqui se colocar essa história dessa progressividade só vai aumentar mais o imposto na renda e não baixa o do consumo. E rico é rico. Pior é ser pobre, pagar imposto como rico no consumo e não ter expectativa de nada.

            • Hoff

              Rico é rico, mas o pobre é quem elege. Se quiser baixa o imposto sobre o consumo e aumenta sobre a renda.
              O problema é q o pobre desconhece a regressao tributaria. A classe baixa e media pensam que os mais ricos pagam mais impostos . E é o inverso.

              • pgoytaca

                Acho que quem elege são os ricos sim. Veja quanto se gasta nas campanhas eleitorais, toda aquela grana é doada! Nunca ouvi falar de pobre doando pra campanha eleitoral e geralmente os eleitos são os que mais gastaram em campanha.

                • Hoff

                  Quem aperta a tecla é o povao….se ele cobrar reforma nao tem pra ninguem

          • Castle_Bravo

            Já começa que rico não ganha salário, e tanto lá quanto aqui, há centenas de loopholes que fazem pessoas jurídicas abaterem impostos sobre a renda. O IR raramente é cobrado integralmente quando se tem um bom contador, e acredite, eles têm dinheiro pra isso.

            • Hoff

              É uma reforma aqui iria melhorar mas nao resolver. Afinal no mundo inteiro os mais ricos enriquecem numa velocidade muito maior. Em 2015 os 1% mais ricos ja tem mais que os outros 99%. A fortuna e o poder do sistema financeiro e as dividas dos paises revelam uma situçao muito questionável.

              • Castle_Bravo

                Não acho que cobrar mais impostos de ricos, reduzindo sua capacidade de investimento, melhoraria em alguma coisa. O que é preciso fazer no Brasil é reduzir o tamanho do Estado, desburocratizar, demitir funcionalismo, se livrar das estatais e reformar a Previdência para um sistema que não seja o Ponzi que ele é hoje, além de obviamente, pagar as dívidas e diminuir a rolagem da dívida. Só assim poderemos sonhar com impostos menores e um Estado mínimo, contudo eficiente no pouco que fizesse.

                • Hoff

                  Meu caro…nossa carga é regressiva. Nao se trata de taxar mais o rico. Eles nao pagam nem proporcionalmente.
                  E globalmente, em dez anos 1% terao 90% da capacidade de investimento do mundo.

                  • Castle_Bravo

                    Se trata sim de taxar mais os ricos, o que é contra produtivo, e estúpido, diminuir sua capacidade de investir e gerar mais riqueza e trabalho em toda a sociedade. E de qualquer forma, a informação é falsa, e mesmo que fosse verdadeira, não haveria problema algum em até mais, 0,1% deter 99,9% da capacidade de investimento do mundo.

    • Tosoobservando

      Uma das discussões do governo é aumentar esse imposto ae, e detalhe, nao baixam os outros quando criam novos, vao ficando em cascata. Entao ja ja teremos impostos sobre grandes fortunas, heranças etc.. e CPMF novamente.

    • Castle_Bravo

      Grande coisa. E quem vive aqui paga, em média, 30% de impostos em tudo o que comprar durante a vida. Faça as contas.

  • iMeuSaco

    Ser rico no Brasil é crime, punível com prestações pecuniárias anuais excessivas que estão longe de serem revertidas para o resto da sociedade, sumindo no ralo da ineficiência ou da corrupção.

    Quanto mais pobres dependendo de governo fechado e retrógrado, melhor.

    • vicegag

      É crime para qualquer um, se for analisar a fundo é mais crime para os pobres, pois os pobres é que sentem mais qualquer majoração de imposto.

  • Blessa

    Infelizmente nada vai mudar no Brasil, o roubo será eterno, aqui sempre será terra de ninguém.

  • Gavlan The BeerMaster

    Tá bom então…
    Mas eu não precisava saber disso… Só me deixou mais deprimido.

  • Bispo

    Simples…não esta feliz… migre para os EUA… muita gente esta indo.

    • Matheus_P

      Barbada

    • Louis

      Vontade não falta. Mas nem todos conseguem.
      Quando estive lá, minha vontade era não voltar mais. Chegando aqui, saindo do aeroporto, já me estressei com a falta de educação dos banânios.

    • Ainnem Agon

      comofas migrar eua

  • Bruce Wayne

    Alguns perguntam: Vai se mudar para outro pais e trair tua pátria?

    Sempre respondo: O que você faz quando sua própria pátria te trai?!

    • DiegueteCG

      Cara, o que você tá falando? Você é bilionário. Pelo menos os meus pais estão vivos.

      • Bispo

        para se mudar para um país como os EUA..e se dar bem…não precisa ser milionário e sim capacitado…

        80% que vão são classe media e media alta…

        • DiegueteCG

          Cara, eu só estava brincando com o nick dele, que era Bruce Wayne.

    • Bispo

      buscar a felicidade não tem nada haver com traição e sim escolhas….

  • arzanette

    depende qual o imposto pq não revela pq um carro deste nível tem vários imposto em cima pq duvido 100% que pague somente este valor.

    • Gabriel

      Aqui no br vc paga o ipva que leva em consideração varias coisas, e quanto mais caro for seu carro mais vc vai ser roubado.

      Lá nos eua leva em muito em consideração o peso do carro o que é o correto e justo pq quanto mais pesado o carro, mais danifica as estradas e é pra isso que serve o imposto..

    • MMM

      Não tem vários impostos. Você paga essa taxa anual que seria o licenciamento e nada mais, além da vistoria bienal para carros acima de 5 anos. Não existe imposto sobre propriedade de veículos.

  • fbl

    País de M…. Sempre será

  • Eder Rodrigo Bialeski

    as pessoas estão no trabalho, leem essa matéria, ficam indignadas, algumas até postam nas redes sociais. ai elas saem do trabalho, passam na padaria, pagam 80% de impostos, e em casa veem a novela, alguns até o noticiário, dormem, e no dia seguinte outra matéria e tudo se repete. Quando ocorreu a primeira onda de protesto eu fui contra a violência, mas hoje penso diferente, a violência era necessária, se o governo recusa-se a deixar o poder a violência era necessária, não é só dinheiro que é roubado, vidas são privadas de prosseguirem e isso é assassinato, dilma e lula não são acusados de nada, mas deram cargos a corruptos, pra mim isso é incompetência e incompetentes no poder sacrificam vidas.

    • THE GUNSLINGER

      Acontece que quem protesta quer, por exemplo, transporte público gratuito. Como não existe almoço grátis, de onde sairia a grana para bancar essa “nobre” iniciativa? Obviamente do que é arrecadado via impostos.

  • Diego Sampaio Vieira

    Se ja acho um assalto o IPVA q pago do meu gol 98, q tive q pagar parcelado, imagina o “pobrezinho” do dono dessa Lambo:

    • Gabriel

      Vai vende a mãe pra paga o imposto, a dilma agradece kkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Artur

        A Dilma não, o Alckmin! :D

  • Daysan Medeiros

    O problemas é que nos EUA as empresas fazem investimentos em pesquisa, inovação, etc… Aqui elas lucram apenas… O governo fica grande pq se n for ele n tem crescimento… Basta vê essa merda que tá acontecendo agora… foi o governo fazer ajuste fiscal(gastar menos) que o país parou… Aqui é cinema dependente de governo (todos filmes tem que ter investimentos governamentais), fábricas de automóveis pegam dinheiro do BNDES com juros subsidiados, construção civil (que só cresce com financiamento do governo, ou alguém financia casa por bancos privados)? crédito estudantil é o governo que faz… Nos EUA construção civil é financiado por bancos privados, crédito estudantil idem… Brasil é uma Bagunça… é só a m do governo inchar demais… que quando tira o pé vira uma zona… e n tem resposta nenhuma das empresas…

  • Lorenzo Frigerio

    Esqueceu do valor do SEGURO obrigatório de lá.

  • Ué, mas o zé povinho não quer o Estado-mãe banque tudo, dê tudo ‘de graça’?

    Então tem que cobrar tributos elevados mesmo, oras!

    Brasileiro tem que aprender que quanto menos Estado nas nossas vidas melhor, quanto menos dependermos do Estado melhor.

    Menos Estado e mais liberdade e autonomia para o povo.

    • Perfeito. Tem muita gente com idéia socialista defendendo capitalismo.

    • Louis

      Menos Estado é muito melhor, principalmente em um país corrupto como o nosso, onde sabidamente tudo que é do Estado não funciona.
      Mas aqui, os acéfalos preguiçosos acham que o Estado deve fazer tudo por eles. Só querem direitos, e nenhum dever.

    • Artur

      O problema é que nosso Estado não presta serviço de forma decente. Vide o SUS, por exemplo. Pelo tanto de tributo que a gente paga, era para gente ter um sistema de saúde digno de países europeus.

    • Eduardo

      Precisamos de mais pessoas com esse pensamento!

  • Derek

    Esta informação revela, ainda mais, como o governo é injusto no momento da arrecadação. Não estou defendendo o dono deste super-carro e que ele não deva pagar mais impostos… mas cobrar IPVA pelo VALOR do carro? De fato, não faz o menor sentido, e acaba sendo uma espécie de I.R. no final das contas. Sem contar, é claro, que mesmo com este IPVA caríssimo nosso, o retorno é ridículo.

    Desabafo: eu já sei que nas próximas eleições não vou voltar em nenhum político que esteja ou já foi elegido, salvo raríssimas exceções. Pode ser até de partido nanico também. Mesmo que seja uma escolha aleatória, não podemos manter os mesmos lá.

    • alexandre

      Dê uma chance ao Bolsonaro!

    • Louis

      O seu voto será “anulado” por algum analfa, que recebe bolsa-preguiça. Sempre tem a massa estúpida que continua votando em Sarneys, Collor, PT, etc, etc.
      Enquanto meu voto tiver o mesmo valor do voto de um ignorante, Banânia não muda.

      • Derek

        Faça a diferença nas pessoas a sua volta. Se cada um fizesse isto, as coisas mudariam. Aposto que conhece alguém que vota no PT e afins.

  • zekinha71

    Não esquentem a cabeça, até o fim do ano pagaremos CPMF (Confisco Permanente para Manutenção de Falcatruas) em cima dos impostos.

  • Hiboria

    NA, tenho curiosidade para saber como funciona o imposto de posse de veículos em países como EUA, Alemanha, China, França…. Será que poderiam realizar uma matéria completa sobre o tópico? Acho que seria esclarecedor e dismitificaria muita coisa.
    Não sei se o vídeo colocado pelo vendedor está correto, seria bom averiguar.

    • MMM

      Não existe imposto sobre propriedade de veículos nos Estados Unidos. Vc paga a taxa anual de licenciamento, que é de 170 dólares e as vistorias bienais para veículos acima de 5 anos.

      • Hiboria

        Pois é, acho que seria interessante colocar essas diferenças!

        • Tosoobservando

          Em países “desenvolvidos” carro é considerado bem de consumo e nao patrimonio. Entao nao teria pq tributa-los, ja que ja sao tributados na fonte.

          • Hiboria

            Pois é, será que é mesmo assim? Fico na dúvida, pois nunca vi nada conclusivo em meios de comunicação, só de boca. Meu cunhado é americano e mora em Minneapolis, perguntando para ele me informou que paga uma taxa que depende do modelo e ano do veículo, mas não entrei em detalhes.

            • Tosoobservando

              Vc acha que pobre (to falando pobre deles mas pra nos é classe media aqui) teria carro igual tem em países ditos desenvolvidos se tivessem taxas e mais, IPVA anual etc..? Um dos motivos do carro ser difundido nesses países é pq é um bem de consumo igual a um celular, geladeira etc.. Alem de barato (comparando-se a renda salarios etc..) nao tem esse roubo que tem aqui todo ano no seu bolso.

              • Hiboria

                Cara, concordo com todas as suas inferências, mas seguir a lógica para mim não quer dizer muito. Acho que seria muito interessante se um veículo de informação buscasse mesmo as leis de alguns paises e colocasse de forma organizada e comparativa para termos como parâmetro de comparação, acho que iriamos ter algumas surpresas boas e algumas nem tanto.

                • Tosoobservando

                  Ah isso eu deixo para o NA fazer. Boa sugestão!

  • Louis

    Este mesmo rapaz (se não me engano) também fez um video explicando que não encontrou “borracharia” nos EUA. Ele mandou arrumar o pneu furado em uma loja da Goodyear, e quando foi pagar, a loja disse que os consertos eram de graça.

    • MMM

      Não sei sobre esse vídeo, entretanto existem borracharias, especialmente em postos de gasolina.

  • Mario

    O jeito é sair daqui, ou entregar essa bagaça para os gringos definitivamente!

    • Artur

      Isso se os gringos aceitarem!

  • Cidadão

    Só que o cara que pode comprar uma McLaren lá paga até 40% de imposto sobre sua renda. O que ele economiza em “IPVA” ele paga até mais de IR, e economiza nos impostos sobre consumo, e gasta mais no “IPTU”, e por aí vai. Os impostos tem que ser analisados como um todo. Olhar só um imposto isoladamente pode dar a ideia errada do sistema tributário. O problema é que no final das contas eles tem mais retorno que nós

  • shdn2010

    Esse país não tem jeito, acreditem, a cultura daqui é roubar é ser sem vergonha para muitas pessoas, o duro que nosso país é um lugar de muito potencial e esses porc*s no poder só sabem enxergar o proprio rab*

  • Martini Stripes

    Agora faz uma matéria falando de herança que lá é 30% e aqui é 3%… Concordo que o Brasil precisa de uma reforma tributária e tem muito modelo errado. Mas é uma maneira de tributar patrimônio. Apesar de achar errado, e que cada imposto deveria estar num lugar. Enfim. Essas matérias rasas de nada servem.

    • Tosoobservando

      Estao falando da injustiça do imposto, que realmente se paga imposto sobre imposto (no preço do carro) e sem destinação certa. Esse imposto sobre grandes fortunas e heranças esta sendo discutido pra ser implantado, junto com a volta da CPMF, com isso nao se preocupe.

  • Frederico

    Brazzzzzzziiiiilllll, PQP!!!

  • Rafael Caniatti

    QUERO IR EMBORA!!!!!

  • Ser roubado todos os dias pelo governo não incomoda o brasileiro. O que o deixa puto da vida é faltar cerveja no super ou não poder ver sua partida de futebol ou o desfile de carnaval. Hoje vi em um noticiário na TV um leilão de camarotes para assistir o carnaval de Porto Alegre e tinha gente pagando quase 6 mil reais por duas noites!!!

    • THE GUNSLINGER

      Por esta lógica, quem paga 6 mil reais para assistir o carnaval de camarote (ou mil reais para assistir os Rolling Stones, ou sei lá quantos reais para assistir a F1 em Interlagos) não se importa de pagar altos impostos? Acho que se importa sim. Só que, na medida do possível, vai continuar gastando naquilo que lhe dá prazer. Bom seria se pagasse menos imposto, aí sobrava mais. De repente esse camarada estaria assistindo o desfile da Sapucaí, e não o do Porto Seco, ou sei lá onde que estão fazendo o carnaval em Porto Alegre. Assim como o que compra Skol por quase 3 reais a latinha, graças a mais um tarifaço do Sartori, poderia estar bebendo Heineken por este preço.

  • Thiago Lamim Matos

    IPVA nos pagamos sobre o valor do carro, ou seja, pagamos impostos sobre o imposto dentro do valor do carro (não há separação).
    Eles pagam sobre o peso do carro, ou seja, o quanto ele estraga as rodovias.

    • Artur

      O que é muito mais lógico. Contudo, no Brasil, o IPVA, por ser imposto, não tem destinação própria, servindo apenas para “fazer caixa” para o Estado. Acho que não tem como comparar com o tributo cobrado nos EUA, que deve ser de outra categoria (com destinação específica para manutenção de rodovias, por exemplo).

      • Thiago Lamim Matos

        Acho que temos como comparar porque eles vem do mesmo produto (automóveis). Mas realmente não sei a destinação dos EUA, aqui não existe especifica.
        Já que pagamos sobre o valor do carro, deveria ser descontado os impostos para não pagarmos imposto sobre imposto.

        • Artur

          Com certeza. Estão cobrando imposto sobre imposto. Sem contar que já tem o valor do ICMS embutido, que também é imposto estadual. É uma baita de uma sacanagem isso…

  • MMM

    Não sei aonde esse cara estava, mas não é bem assim que funciona. Existem VÁRIOS lugares que consertam pneus, inclusive com aquele “macarrão” que o cara coloca no furo. Existe uma rede enorme de oficinas chamada Pep boys, que inclusive tem serviço de guincho para levar seu carro para a loja mais próxima e consertar o pneu.

  • Artur

    Sim. Até na Argentina e Paraguai existe o IVA, imposto único que substitui vários outros tributos federais. É mais fácil de arrecadar, evitar sonegação e, principalmente, de fiscalizar.
    Deve ser por isso que nossos políticos mantêm esse sistema tributário arcaico dos anos 60, porque quanto maior o número de tributos, mais difícil a fiscalização e mais fácil o desvio…

  • Rafael Caniatti

    IPVA: IMPOSTO SOBRE PROPRIEDADE DE VEÍCULOS AUTOMOTORES. O MAIS ENGRAÇADO É QUE NÃO INCIDE SOBRE AERONAVES E EMBARCAÇÕES. SHOW NEH!!!! QUERO IR EMBORA DESSE BRASIL

  • Ainnem Agon

    CARAIO! NUNCA iria imaginar isso! Verei em casa, estou no trampo agora… MUITO OBRIGADO!

    PS: Bem que as Spice Girls poderiam fazer um comeback de verdade e não apenas tour, como se tem rumorado… Pelo menos um mini-álbum… Na minha concepção as Spice Girls foram a primeira girl-band de K-Pop (Sim, K-Pop: elas desde o início tinham: um conceito novo por MV, pop instrumental E sintetizado, rap no lugar do middle-8, líder, rapper primária…)

  • Castle_Bravo

    A maioria desses “mega ricos” financiam empreendedores e empresas que precisam de financiamento e dinheiro, gerando riqueza e prosperidade por toda a cadeia produtiva. Felizmente alguns têm mais poder que o Estado, assim eles podem cuidadosamente alocar recursos em negócios ou empresas que trarão retorno, são inovadoras ou que tenham potencial de crescimento, ao contrário do Estado, onde o melhor “amigo” é geralmente quem leva vantagens.

    O Brasil tem poucos “mega ricos”, em comparação à sua economia, muito em razão do “inferno burocrático e tributário” que é nosso país e que impede empresas com grande potencial inovativo de prosperar, e gerar mais “mega ricos”. No Brasil, graças ao Estado, se tu não és “amigo do poder”, é improvável que tu cresças.

    Não li o artigo de referência, primeiro porque Jornal do Brasil é um jornal “chapa branca”, com rabo preso com o governo. Segundo, que “opinião” não é referência.

  • Hoff

    Estaria perfeito este grafico e o seu conceito mas a explosao das dividas acabaria com tudo

    Por isso nao podes ignora-la

    Sendo os mais ricos hj maiores beneficiarios destas dividas fraudulentas

    • Castle_Bravo

      Os maiores credores de governos mundiais hoje são os fundos de pensão, de novo, tua informação está errada. Se tu tiveres mais de trinta anos, poderá ver que até mesmo aqui no Brasil, mesmo com planos econômicos bizarros e governos populistas, houve aumento de produtividade da população mais pobre e consequente aumento de riqueza. O “conceito” de explosão da dívida de Estados (que não pagam as dívidas, apenas rolam com outras dívidas) não tem relação com os indivíduos, as pessoas. O Estado é apenas uma máfia organizada, não tem relação com o que as pessoas fazem para produzir riqueza. Se ele vai mal, é outro problema.



Send this to friend