Etc

Brembo quer produzir freios de cerâmica / carbono em massa

A Brembo quer fazer com que sistemas de freio de cerâmica sejam acessíveis para o cidadão comum. Hoje, o equipamento é disponibilizado como opcional em super carros esportivos, e também muito vendido no mercado de reposição, para os que montam “foguetes caseiros”, afinal, quem anda muito tem que parar mais rápido.

Para reduzir os custos, que muitas vezes passam de 10.000 dólares, para um conjunto completo, a Brembo está entrando em uma parceria com a SGL Group, fornecedora de fibra de carbono, com o objetivo de produzir esses freios mais fortes em massa.

Estes freios de cerâmica / carbono são muito melhores que os convencionai, por serem mais leves, dissiparem o calor mais rapidamente, e não apresentam fadiga. A empresa resultante da parceria se chama Brembo SGL Carbon Ceramic Brakes, e começou suas operações três dias atrás.





  • FIATox

    Beleza!! agora a ‘família gol’ pode trazer alguma inovação para os populares!!!kkkkkkk :teeth2:

  • Rafa

    ou pra Mille, FIATox.

    • FIATox

      Com certeza Rafa…aí os freios dos populares valeriam mais que o carro todo! :teeth2:

      • FIATox

        Por falar em Mille, não tem mais nenhum flagra do novo Uno, né??? Só mostraram aquele Panda ‘mulado’ e já soltaram até projeção….onde estão os desbravadores de segredos????

  • José Renato

    Já pensou?
    Seria um sonho!
    …………………………Mas cuidado com a traseira em freadas bruscas! :bate:

    • kamel

      Não se preocupe quem tem freio de cerâmica, tem nas 4 rodas e com controle de tração…

      • Gadernal

        Ele falou pra ter cuidado com a traseira pq vc terá um freio digno de ser chamado de ancora, mas o que vem atrás de vc não. Então não dá em nada, vc evita a batida na frente e um carro "normal" consuma o ato na sua traseira.

        Obs: uq que tem a ver freio e controle de tração?? Não seria ABS, EBD, ASR…não?

  • Juanito

    pois é, vão popularizar, mas não vão fazer milagra, um conjunto que custa 10 mil dólares, vai baixar pra quanto? duvido que consigam baixar mais de 50% do valor, e mesmo que baixassem 80% do valor ainda seria inviável um sistema desses, imagina um carro de 30 mil reais ter que colocar um sistema que custa 2 mil dólares, isso la fora porque aqui o preço é ainda maior, totalmente inviável, claro que para um carro na faixa dos 100 mil reais um conjunto de freio de uns 2 mil dólares fica bem dimensionado, mas se custar mais que isso tá fora.

  • Perneta

    Só que no dia-a-dia quando não estão quentes eles são piores que um freio normal!
    Os freios de cerâmica/carbono tem que bem quentes para funcionar bem.

    • IGAUM

      REALMENTE.

      Bom seria trabalhar a 700° C. mas no dia a dia isso nao acontece. Ai a eficiencia é maximizada.

      Mas acho que nos “carros de passeio”, esses freios dever ter um desenho diferente e pastilhas apropriadas…penso ate os freios do carro fiquem sempre em “idle”, ou seja, disco encostado(porem sem pressao, e sem efeito de frenagem) na pastilha.

      Ai em um carro comum, o EBD se encarrega de potencializar a porça hidraulica para que a “mordida” da pastilha no disco compense a falta de temperatura ideal.

  • Ciro

    Nos Porsches custa cerca de US$9k.

  • Rafa

    freio com fibra de carbono… q absurdo.

    • Ciro

      Porque absurdo? Ele freia melhor, dissipa melhor o calor e não tem desgaste depois de muitas freadas.

      • FIATox

        Entendi o que o Rafa quis dizer…absurdo gastar tanto num ‘popular’…sem ter certeza da sua eficiência (vide IGAUN)…..isso é pra carros de competição!! :cool:

  • Filipe Augustus

    Uma vez eu vi um Alfa Romeo 156 com aquele azul da Novitec não sei se realmente era uma unidade preparada por essa empresa mais ele tinha rodas de 18 polegadas com disco perfurado e pinças vermelhas da Brembo.

  • Gustavo Souza

    Fadiga não… é desaparecimento do freio… perda de eficiencia de frenagem, pq vem do ingles fading. Fadiga é cansaço!

  • sabatino

    Freios italianos em carros populares seria otimo!
    Grande Brembo! è uma otima empresa.

  • Bru

    Legal, porém vi uma reportagem uma vez em um programa que não lembro que pros discos de cerâmica freiarem bem (eficaz) é necessário que se use ele com muita intensidade, tipo nas corridas que se usa muito o freio! Não sei se confere isso :shii:

  • Edu

    Muito bom! :clapp:
    Eu acho que os freios originais de hoje são muito ineficientes, principalmente acima de 80km/h.
    Se um conjunto Brembo (não precisa ser de carbono) custasse uns 4kR$ eu instalaria com certeza.

  • CHARADA

    Acho que esse plano de baixar custos dos discos de carbono pode ser um bom plano a longo prazo, com o tempo eles desenvolvem e adptam os discos de uma forma que o preço de produção e material fiquem cada vez menor e conforme o preço final for caindo o disco a carbono vai atingir classes mais baixas, mas isso pra chegar aqui só a daqui milhões de anos luz…. huauhauhuahuhauhahua…



Send this to friend