EUA Ford México Mercado Preços SUVs

Bronco Sport ganha configurador nos EUA e adiciona opção no México

Bronco Sport ganha configurador nos EUA e adiciona opção no México

O Ford Bronco Sport teve seu configurador liberado nos EUA, aonde parte de US$ 26.660. Oferecido em diversas versões, o SUV médio fabricado no México, ganhou ainda uma opção a mais para o mercado do país latino, a Special Edition.


Nos states, a gama de versões do Bronco Sport inclui Base, Big Bend, Outer Banks, Badlands e First Edition, sendo essa última com preço sugerido de US$ 38.160, o que equivale aqui entre R$ 150,6 mil e R$ 215,6 mil numa conversão direta.

Não tendo a Wildtrak do Bronco, o irmãozinho mexicano oferece o motor EcoBoost 1.5 de três cilindros com 182 cavalos somente nas versões Base, Big Bend e Outer Banks, ficando Badlands e Fisrt Edition com o propulsor EcoBoost 2.0 de 148 cavalos.

O interessante é que todas as versões do Bronco Sport para os EUA têm tração AWD, indicando que o SUV poderia ainda custar menos se tivesse opções FWD, pelo menos nas duas versões iniciais. Já a transmissão é sempre automática de oito velocidades.

No México, o Bronco Sport conta com as versões Big Bend, Outer Banks, Badlands e First Edition, mas existe uma edição de lançamento da Badlands com mais conteúdo. A Special Launch Edition tem pintura Arctic Grey e somente 130 exemplares disponíveis.

Bronco Sport ganha configurador nos EUA e adiciona opção no México

Com 100% de itens mexicanos, o Ford Bronco Sport teve 70% de seu desenvolvimento feito no país latino, onde é fabricado em Hermosillo. Se o produto é nacional, imagina-se que o preço será bem mais em conta que nos EUA, contudo, não é bem assim.

O Bronco Sport Big Bend custa 680.000 pesos ou R$ 183,98 mil. Nos states, a mesma opção com motor, câmbio e tração idênticos sai por US$ 28.160 ou R$ 159 mil. Convertido direto para a moeda americana, o SUV sairia por US$ 32,5 mil no México.

Então, diante de custos tão elevados, trazer o Bronco Sport para o Brasil com o dólar a R$ 5,25, praticamente é algo impossível, mesmo sem imposto de importação. É aquilo, ou o dólar baixa, ou ele passaria a ser feito na Argentina.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

          Quem somos

          O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

          Notícias por email