BYD Dolphin Mini: Visual moderno e tecnológico, mas a performance fica um pouco de lado

byd mini dolphin (4)

Com a popularização dos elétricos, novos modelos começam a pipocar no mercado, como é o caso do Dolphin Mini, da BYD.

Irmão menor do trio Dolphin Plus, Dolphin e Dolphin Mini, é o mais barato dentre eles e promete a maior eficiência energética do país.

Avaliamos uma unidade e trouxemos todos os detalhes para você.

Partindo de R$ 115.800,00, o BYD Dolphin Mini vem de série com:

Seis airbags, central multimídia com tela de 10,1″ giratória com Apple CarPlay e Android Auto sem fio, controle de cruzeiro, freio eletrônico de estacionamento, monitoramento da pressão dos pneus (TPMS), controle de estabilidade e tração, assistente de subida em rampas, ar-condicionado digital, chave presencial, 6 airbags, cluster digital de 7”, banco do motorista com ajuste elétrico, faróis e lanternas full LED, câmera de ré, carregador por indução e mais.

Foco em eficiência deixa performance de lado

byd mini dolphin (1)

O motor elétrico de 75 cv e 13,8 kgfm é no máximo suficiente para levar seus 1.568 kg de 0 a 100 km/h em 14,9 s.

A velocidade máxima é de 130 km/h, menor que seu irmão BYD Dolphin que chega a 160 km/h.

O Dolphin maior também acelera mais rápido, com o 0 a 100 km/h feito na casa dos 11s.

O Dolphin Mini tem autonomia de 280 km garantida pelo pack de baterias que totaliza 38 kwh.

Seu irmão maior tem autonomia ligeiramente maior (291 km), mas para isso precisa de 44,8 kwh de baterias.

Com um consumo enérgetico de 0,41 MJ/mj, se sai melhor que o Dolphin, que consome 0,42 MJ/km e que o Dolphin Plus, com 0,51 MJ/km.

O ORA 03 Skin tem consumo de 0,52 MJ/km, sendo o pior dentre os mencionados.

Claramente a proposta do modelo é ser eficiente e apto ao uso urbano, no dia a dia dos grandes centros, pegar uma rodovia com ele não está nos planos.

Sua velocidade máxima limitada impede até algumas ultrapassagens mais rápidas, portanto, atenha-se à proposta do modelo, uso nas cidades, de preferência grandes centros.

Visual moderno e tecnológico

byd mini dolphin (2)

O visual do Dolphin Mini é daqueles que mesmo quem não conhece o modelo percebe logo de cara que se trata de um elétrico, ele usa e abusa de modernidade.

Com linhas retas para todo lado, quase não tem curvas, somente chanfros, sem contar nos LEDs em todas as luzes.

Visto de frete, os faróis ficam na porção superior do “bico” que o carro possui, bem na linha do capô, ele é formado por 4 linhas retas, que se interseccionam, formando um trapézio.

byd mini dolphin (3)

Dentro dele possui filetes de LED, que provocam um efeito interessante quando ligados.

A ausência de grade frontal superior causa uma certa estranheza, mas logo passa, a grade inferior também é trapezoidal e preta.

byd mini dolphin

De lado dá pra perceber que a área foi aproveitada pensando no habitáculo, sendo que a maior parte do comprimento é ocupado por ele.

Nesse ângulo o carro se mostra pequeno de fato, fazendo jus ao nome.

byd mini dolphin (11)

As rodas tem 5 raios, pintadas, passam batido, não chamam a atenção, mas não são feias.

Todo contorno inferior é em preto fosco, sendo que na divisória entre as portas, faz uma espécie de curva e sobe, ocupando uma área maior em preto.

byd mini dolphin (22)

As janelas dianteiras são maiores, enquanto nas traseiras afunilam, um acabamento preto liga as janelas traseiras ao vidro traseiro.

byd mini dolphin (10)

O aerofólio é enorme, cobre a região traseira com facilidade, beira o exagero.

byd mini dolphin (6)

As lanternas traseiras são escurecidas, só possuem as linhas vermelhas e brancas onde acendem.

Na porção superior, tem uma linha inteiriça, enquanto na inferior tem recortes no formato de pequenos losangos, formando um degrade.

byd mini dolphin (7)

As lanternas se ligam por um acabamento de fora-a-fora, nele há uma linha de LEDs, na porção superior.

O para-choque traseiro lembra muito o dianteiro, possui um formato de trapézio em preto, a maior diferença são os refletores próximo às extremidades.

Na tampa do porta-malas está o nome da montadora “Build Your Dreams” no centro, “EV” no canto inferior esquerdo, e “BYD Dolhpin Mini” no canto inferior direito.

Como de praxe, muitos emblemas e logos compõem a traseira do BYD.

Acabamento diferenciado

Mesmo não sendo ultrassofisticado, o diminuto Hatch tenta fugir um pouco do comum, com apliques em cores diferentes em diversos pontos.

byd mini dolphin (12)

Nas forrações de porta, por exemplo, que são majoritariamente pretas na unidade avaliada, o apoio de braço e as bordas dos puxadores são em branco, enquanto os puxadores da maçaneta são prateados.

byd mini dolphin (13)

No painel, a porção superior e inferior são pretas, enquanto a região central é branca.

Na região superior há entalhes e detalhes em formato de losango, que se estendem até o cluster.

Falando nele, é basicamente uma tela fixada na região onde ficaria o painel de instrumentos, parece um Tablet ali colocado.

Essa tendência de painel digital se popularizou no mercado, porém em alguns carros, como nesse, a peça flutuando fica totalmente sobrando, sem moldura para pelo menos dar uma cara de cockpit.

byd mini dolphin (14)

O volante é bonito, com costuras claras, empunhadura em couro, base reta e acabamentos prateados nos raios e botões multifuncionais.

O centro, totalmente circular, abriga o logo da BYD em cromado, num fundo preto brilhante.

byd mini dolphin (15)

Mais para meio do painel, a central multimídia tem grandes proporções e é giratória, para deleite de boa parcela do mercado, segue o mesmo conceito do cluster e fica destacada do restante do conjunto.

byd mini dolphin (16)

No console central se encontra o carregador por indução, e bem em frente os difusores de ar centrais, com a região de ajuste da direção do ar pintada em verde (seguindo a cor do carro).

byd mini dolphin (18)

O painel possui um friso prateado, que o acompanha até a transição para as portas, onde segue na forração.

A região superior é texturizada e o difusor fica num rebaixo, bem no final da peça.

byd mini dolphin (21)

Os bancos são estilo concha, com couro preto na região central e mais claro nas bordas, tem um desenho bonito e apoio de cabeça integrado.

byd mini dolphin (24)

No banco de trás, o espaço é suficiente para uso urbano, chega a ser surpreendente, tendo em vista o tamanho do carro.

byd mini dolphin (26)

O porta-malas também é bom para a proposta, mas não espere colocar duas malas grandes nele, é fisicamente impossível.

Superou os irmãos em vendas

Talvez pelo preço, talvez pela estética ou ainda por ser novidade, o Dolphin Mini emplacou muito em Maio de 2024.

Foram 2.104 unidades emplacadas no mês, quase o dobro do Dolphin, que emplacou 1.145 unidades.

A boa performance garantiu a vigésima quarta posição dentre todos os carros vendidos no mês.

Ficou à frente de grandes nomes como Virtus, Yaris e C3.

No acumulado do ano, não se sai tão bem, tendo em vista a data do lançamento, de qualquer forma, na categoria Hatch pequeno, ocupa a oitava posição, com 7.734 unidades emplacadas.

Se formos considerar os emplacamentos no mês de maio, ocupa a quinta posição da categoria.

À sua frente apenas Argo, HB20, Onix e Polo, de fato os elétricos vem galgando seu lugar no mercado.

Dentre os elétricos da categoria, em maio, apenas Dolphin e GWM Ora 03 aparecem na lista, com 1.145 e 534 unidades, respectivamente.

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




c12OrqyAeQ65CANuSaRgcOXX3cvWvBvO3VrU zKQNKMIjAIN28coKUHnlTgz76QZ90
Autor: Luca Magnani

Engenheiro mecânico na indústria automotiva, pós graduado pela Universidade da Indústria do Paraná em Engenharia de veículos elétricos e híbridos.