BYD Elétricos Mercado

BYD quer produzir carros elétricos no Brasil até 2020

byd_tang

A BYD já está operando no Brasil, mas ainda de forma discreta. Baseada em Campinas, interior de São Paulo, a marca chinesa vem trabalhando nos bastidores de um segmento que ainda está dando seus primeiros passos no país, o de veículos elétricos.

A BYD já está fornecendo carros elétricos (modelo e6) para taxistas da metrópole paulista, assim como órgãos públicos e empresas privadas. Ela também está disponibilizando ônibus movidos por baterias para testes em empresas de transporte público de várias cidades. A empresa já até dispõe de uma fábrica de ônibus elétricos em Campinas e, mais adiante, uma unidade para produzir baterias.

byd-e6

Mas no que diz respeito aos carros elétricos, a BYD também tem planos para o Brasil. A empresa quer fabrica-los até 2020 e pretende abrir concessionários em São Paulo e Campinas já a partir de 2016. No entanto, devido ao dólar alto, o preço de um elétrico e6 chega a R$ 200.000. Um impulso para as vendas é o recente corte no imposto de importação.

Assim, a BYD pretende emplacar pelo menos 200 carros no próximo ano. Para 2017, a meta é 2.000 unidades e depois 5.000, no ano seguinte. Por fim, um volume previsto de 10.000 exemplares deve ser atingido em 2019 ou 2020. Além do e6, a BYD deve trazer o SUV híbrido Tang, parecido com o Lexus RX.

byd-bus

O BYD Tang tem motor 2.0 Turbo e dois elétricos atuando nos eixos dianteiro e traseiro. Adotando a filosofia “5-4-2”, criada pela própria empresa, o SUV chinês vai de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos (4,9 segundos), tem tração nas 4 rodas e consome 2 litros de gasolina a cada 100 km. Ou seja, seu consumo médio é de 50 km/litro.

[Fonte: IG]





  • zekinha71

    Bota discreta nisso, nunca vi nem carro nem onibus na rua.

    • Matheus

      Aqui em Campinas/SP é possível ver os táxis e ônibus da BYD circulando

      • Cristiano N. Silva

        E aqui em Porto Alegre tem dois ônibus circulando.

        • Leandro Cazzeri Sasso

          Bah nunca vi, acho que preciso sair mais… hahaa

          • Cristiano N. Silva

            Os dois ônibus estão sendo testados pela Carris. Um deles faz a linha T11A.

            • Leandro Cazzeri Sasso

              Ah bom, é que T11 mesmo não vejo pois moro longe da Perimetral, o que vejo da Carris são o T2 e T2A. Tô precisando circular mais! =D

              • Cristiano N. Silva

                Eu vi este ônibus por acaso numa quinta-feira de manhã. Segundo a Carris, este ônibus começou na linha 353. Esta deve ser a segunda linha que ele está circulando (T11A). Já o híbrido da Marcopolo eu vejo mais seguido. Até há pouco ele estava na linha T5.

      • Edson Fernandes

        Que alias, so lembra o Stilo em fotos. Porque na pratica ele é bem desengonçado.

    • Rodrigo A.

      Em Curitiba já existem táxis do modelo e6.

  • Fanjos

    Até 2020 o Brasil já desapareceu do mapa =P

    • Marco Antônio

      teremos voltado com o “conto de réis lulis”.. Adicionado algumas dezenas de “zeros” na moeda pra acompanhar o ritmo da inflação. 1 real irá virar mil “conto de lulis” e assim proporcionalmente até a ultima nota…

    • pedro rt

      acho q o brasil vai deixar e ser uma ex colonia de portugal pra virar um pais escravizado e dependente da russia/china daqui pra 2018 se ninguem fzer nada…

      • CignusRJ

        Esqueceste de Cuba.
        Na ata de fundação do Foro de São Paulo, do qual Lulla e Fidel fizeram parte e assinaram, um dos objetivos do Foro de SP é recuperar o terreno perdido com o fim da cortina de Ferro, colocando Cuba no lugar da URSS e os outros países da América Latina subservientes a ela. A diferença é que a URSS ao menos bancava os outros países enquanto que na proposta do Foro nós é que bancaremos Cuba, como fazemos agora com o porto cubano, com mais médicos, nosso dinheiro indo para Cuba.

  • Holandês Louco

    R$ 200.000 por um elétrico? Nem em 10 ou 20 anos isso vai ser viável pro consumidor… A velha gasolina vai dominar aqui por muitos anos ainda, na minha opinião.

  • Debraido

    Vi essa van (e6) da BYD na Rodovia dos Bandeirantes ontem. Com o mesmo padrão de adesivos do ônibus ai da foto.

  • Nando380

    Esses veículos ainda são teste tem uns 3 ônibus rodando aqui que eu já vi e uns dois táxis, fábrica que é bom nada e acho que vai demorar para fazer, essa nem terreno próprio tem ainda.

  • Antoniokings1

    Os chineses estão dominando tudo mesmo. Ontem compraram as concessões das principais hidrelétricas ofertadas pelo Governo Federal. Gastaram a bagatela de R$ 17 bilhões.
    Ontem, também compraram quase 25% da Azul.

    • Tosoobservando

      E ainda tem gente aqui que fica criticando os chinas e dizendo que são fracos. Os caras em poucos mais de 20 anos ja dominam varios setores da industria mundial.

      • Antoniokings1

        Atuam fortemente em indústria pesada e infraestrutura. Se continuarem assim, em poucos anos vão dominar o setor elétrico nacional.

    • Triton

      Olha!! Talvez teremos aviões da COMAC voando na Azul, junto com os da Embraer.

      • Antoniokings1

        Pelo que li, esse avião, apesar do atraso no cronograma de lançamento, já tem muitas encomendas, principalmente de empresas chinesas. Parece ser bastante avançado. Vai entrar em um mercado muito difícil. Vamos aguardar.

    • DiMais

      Azul foi mais uma grande jogada do David Neeleman, na ocasião da compra da TAP eu já havia falado que só faltava ele partir para o ocidente, pois o lado de cá já estava dominado tanto nas Américas quanto na Europa (se a África for opção rentável, ele vai também)

  • pedro rt

    tang? sabor oq? uva, laranja?

  • Freaky Boss

    ah vão sim. E eu quero ter uma Ferrari até 2020.
    Papel aceita qualquer coisa.

  • Bittencourt

    Esse Tang é tão…tão…exótico…

  • Renato Alves

    Já rodou esse ônibus aqui em Brasília, os motoristas não se adaptaram ao modelo tendo diversos acidentes, a maioria foi por causa da força dele que é muito maior que as porcarias movida a Diesel da capital.



Send this to friend