C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

O Mercedes-Benz C180 2015 chegou ao mercado brasileiro como a geração recente do Classe C, ainda importado da Alemanha, mas já candidato à nacionalização com produção em Iracemápolis-SP no ano seguinte.


Rival do BMW 320i e do Audi A4, o C180 2015 nasceu na geração W205, hoje superada pela W206. Contudo, esse novo carro trouxe para a marca alemã uma jovialidade desconhecida por muita gente.

Antes bem tradicionalista e com traços muito conservadores, a Classe C tomou um novo brilho ao se apoiar esteticamente no Classe S, abandonando as formas retilíneas que eram carregadas com o peso dos anos com foco em clientes mais velhos.

Com silhueta suave e faróis de design sofisticado, o Mercedes-Benz C180 2015 (veja aqui opinião de dono sobre Mercedes-Benz C180 2014/2015) parecia mais sofisticado do que era, dada a semelhança com o Classe S. Por dentro, o ganho em impressão visual e estética ampliou-se muito em relação ao anterior.

A virada de mesa da Mercedes-Benz em seu best seller foi benéfica não só para torná-lo um produto mais atraente, mas também para conquistar novos clientes. Maior que o antigo, o Classe C mudou da água para o vinho.

C180 2015 – detalhes

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

Por fora, os faróis complexos (mais ainda depois…) com piscas e luzes diurnas integrados em LED realmente conquistaram muita gente, assim como a inusitada opção de oferecer dois padrões de estilo opostos pelo mesmo preço.

Oferecido nas versões Avantgarde e Exclusive, o Mercedes-Benz C180 2015 custava R$ 138.900 nas duas opções, ambas visivelmente diferentes e distinguíveis na rua. A primeira era mais jovial e esportiva.

O C180 Avantgarde tinha grade frontal de design mais esportivo e que lembrado o C180 quadradão. As rodas de liga leve aro 17 polegadas apresentam cinco raios duplos e havia alguns frisos cromados.

No interior, detalhes em preto brilhante e alumínio, apostando em tons de preto e bege-claro para o estofamento, portas e bancos, mas com teto e colunas em cinza, entretanto, o C180 Exclusive parecia uma versão mais cara.

Logo de cara, a grade cromada imponente era uma cópia da Classe S e dava direito à estrela de três pontas sobre o capô. Essa versão Exclusive tem rodas de mesmo tamanho, porém, raiadas num estilo clássico.

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

Por fim, o painel e o console eram revestidos em madeira, tendo ainda um elegante relógio analógico. Fora os cromados adicionais no exterior, o Mercedes-Benz C180 Exclusive não tinha mais diferenças para o Avantgarde.

Em outras palavras, cliente jovem comprava o Avantgarde, enquanto o mais velho ia de Exclusive. Essa dualidade de estilo também foi apresentada nas opções que foram oferecidas no Classe C nacional.

Medindo 4,68 m de comprimento, por 1,81 m de largura, 1,44 m de altura e 2,84 m de entre-eixos, o C180 comporta 460 litros no portas e arquitetura modular com motor e câmbio ainda em longitudinal, mantendo a importante tração traseira.

Com suspensão de braços sobrepostos na frente e multi-braço atrás, o Classe C W205 se apoiava no propulsor M274, um 1.6 Turbo com injeção direta, que entregava razoáveis 156 cavalos, mas com 25,5 kgfm a apenas 1.200 rpm.

Isso significava mais força em baixa rotação e menos esforço do motor, que ainda tem uma caixa automática de sete marchas com mudanças manuais através de paddle shifts no volante. A Mercedes-Benz adicionou a alavanca na coluna.

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

Na atualização, ele ganharia um câmbio de nove marchas, ampliando sua eficiência, mas sem mudanças no motor. O Mercedes-Benz C180 2015 tinha ainda modos de condução que amplificavam sua performance.

Nisso, podia-se escolher entre Comfort, ECO, Sport, Sport+ e Individual. O Novo Classe C ainda chamava atenção pelo estiloso touchpad no túnel, feito para manipular a multimídia, ainda ao velho estilo sem tela sensível ao toque.

Essa tela destacada não agradou muita gente, mas o ambiente que imitava (e muito bem) a Classe S era realmente muito agradável. Numa comparação, superava fácil os BMW Série 3 e Audi A4 da época, assim como o Classe A para Série 1 e A3.

Bem equipado, vinha com muita coisa de série, mas pecava por não ter câmera de ré, nem teto solar elétrico. Também não vinha com estacionamento automático e muito menos rebatimento elétrico dos retrovisores, itens presentes só no C200.

Ainda assim tinha faróis de LED, conjunto ótico completamente em LED, bancos em couro preto ou bege, multimídia, sistema de som premium, navegador GPS com touchpad, volante com paddle shifts, acabamento de primeira linha, etc.

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

Também trazia chave presencial e partida por botão, bem como ar-condicionado dual zone, luzes de cortesia nos assentos, ambiente com impressão de luxo elevado, modos de condução, rodas aro 17, entre outros.

O C180 2015 tinha um estilo mais jovial e com linhas inspiradas no Mercedes-Benz Classe S, tendo faróis múltiplos de LED com piscas e luzes diurnas em LED, tendo estes ainda ajustes em altura e foco automáticos.

A grade tinha quatro frisos cromados com a estrela de três pontas da Mercedes-Benz colocada ao centro, mas isso na versão Avantgarde. Na Exclusive, o C180 apresenta grade cromada com diversos frisos horizontais e a estrela sobre o capô.

Esta ficava no lugar do logotipo clássico da Daimler, que fora inserido na base da mesma na versão Avantgarde. Já o para-choque mostra linhas esportivas com grandes bocas laterais e grade centralizada com spoiler na base em cor metalizada.

Nas laterais, havia um friso cromado envolvendo as janelas, assim como colunas B em preto brilhante. Os retrovisores eram na cor do carro, assim como as maçanetas, mas tinham também repetidores de direção em LED.

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

Na versão Exclusive não havia diferença nas laterais, apenas um friso cromado adicional na traseira. O C180 2015 tinha lanternas em LED com feixes de luz e placa com iluminação em LED. Havia sensores de estacionamento nos para-choques.

As rodas eram de liga leve aro 17 polegadas com pneus 225/50 R17 do tipo run flat, mas havia desenho diferente entre as versões. Na Avantgarde, elas ostentam cinco raios duplos, enquanto a Exclusive eram raiadas.

Por dentro, o acabamento tinha duas opções de tonalidade, sendo preto com portas, painel e bancos em cor bege-claro ou todo preto. Entre as versões Avantgarde e Exclusive, a diferença era o console central e túnel com acabamento exclusivos.

No Avantgade, esses itens eram em preto brilhante, enquanto a Exclusive trazia o mesmo em madeira, mas com adição de um relógio analógico junto aos comandos de mídia, que eram iguais, mas sem o destaque para o slot do CD player.

Fora isso, o C180 Avantgarde tem aplique de alumínio no painel e portas com revestimento superior em cinza. Na Exclusive, também havia metal frontal, mas as portas tem acabamento em cor marrom, imitando o console central.

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

O volante de três raios tinha acabamento em alumínio na parte inferior e comandos de mídia, telefonia e computador de bordo. Controle de cruzeiro e limitador de velocidade ficavam em uma haste na coluna de direção.

Com asistência elétrica, o volante em couro podia ser ajustado em altura e profundidade. Já a transmissão tinha alavanca no lugar da haste dos limpadores, que assim ficavam no lugar daquela reservada aos faróis e piscas.

O cluster tinha fundo preto com mostradores iluminados por LED e um display digital ecrã em TFT, com animações em 3D. A chave presencial tem de ser encaixada em um slot e girada para dar partida no C180 2015.

O painel apresenta cinco difusores de ar circulares em referência ao Classe S, assim como comandos dos faróis no lado esquerdo e botões físicos para climatização e sistema de áudio (Audio 20), com entrada de CD e relógio (Exclusive).

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

Havia ainda um porta-objetos com tampa retrátil e botões para modos de condução, entre outros, junto ao touchpad com apoio de mão sobre o túnel. O freio de estacionamento eletrônico ficava do lado esquerdo do painel, mais abaixo.

O touchpad controlava a multimídia com tela de 7 polegadas suspensa e sem tela touchscreen no alto do painel. Nas portas, os vidros elétricos eram one touch e na do motorista ficava o comando dos retrovisores e abertura do bagageiro.

Entre os bancos havia um apoio de braço com tampa dupla. No porta-luvas, havia iluminação e o ambiente tinha luzes em LED, com luzes de leitura dianteiras e traseiras, bem como para-sois com espelhos iluminados e retrovisor eletrocrômico.

O banco do motorista era ajustável em altura e o revestimento era em couro sintético Artico com tonalidades bege ou preta. Já o banco traseiro era bipartido com apoio de braço central dotado de porta-copos, que dava acesso ao porta-malas.

C180 2015 – versões

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

  • Mercedes-Benz C180 Avantgarde 1.6 Turbo Automático
  • Mercedes-Benz C180 Exclusive 1.6 Turbo Automático

Equipamentos

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 1.6 Turbo Automático – Motor 1.6 e câmbio automático de sete marchas com mudanças manuais no volante e tração traseira, mais faróis de LED, luzes diurnas em LED, piscas em LED, lanternas em LED, rodas de liga leve aro 17 polegadas, pneus run flat 225/50 R17, paddle shifts, grade com frisos cromados horizontais, retrovisores e maçanetas na cor do carro, retrovisores com repetidores de direção, detalhes cromados no exterior, vidros verdes climatizados, vidro térmico traseiro, para-brisa degradê aquecido, acabamento interno em alumínio, sensor de chuva, sensor crepuscular, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, faróis com ajuste automático de altura, freios ABS com EDB, controle de tração, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa, modos de condução (Comfort, ECO, Sport, Sport+ e Individual), bancos em couro sintético preto ou bege, ar-condicionado dual zone, portas com revestimento em couro, detalhes em preto brilhante, volante em couro, Start&Stop, coluna de direção ajustável em altura e profundidade, sensor de pressão dos pneus, sete airbags, cintos de 3 pontos para todos, apoios de cabeça para todos, banco traseiro bipartido, Isofix, Top Tether, alças no teto, luzes de leitura em LED, luzes de cortesia nos bancos, espelho interno eletrocrômico, para-sois com espelhos iluminados, porta-luvas iluminado e refrigerado, banco do motorista de altura e ajuste lombar, direção elétrica, volante multifuncional, piloto automático, vidros elétricos com one touch, travamento central elétrico, abertura interna do porta-malas e bocal do tanque, multimídia com tela de 7 polegadas e navegador GPS, CD/USB/Bluetooth, touchpad, alavanca de câmbio na coluna de direção, cluster analógico com fundo branco, computador de bordo, porta-copos, porta-objetos, freio estacionamento eletrônico, saída de ar condicionado traseira, porta-revistas, botão de partida, chave presencial com slot, porta-malas iluminado, fonte 12V, carpetes, entre outros.

Mercedes-Benz C180 Exclusive 1.6 Turbo Automático – Itens acima, mais grade cromado estilo clássico, estrela sobre o capô, rodas de liga leve raiadas exclusivas, painel e console central com revestimento em madeira e relógio analógico.

Preços

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

  • Mercedes-Benz C180 Avantgarde 1.6 Turbo Automático – R$ 138.900
  • Mercedes-Benz C180 Exclusive 1.6 Turbo Automático – R$ 138.900

C180 2015 – motor

Lançado em 2011, o motor M274 é o propulsor do C180 2015 e foi construído em alumínio, tendo duplo comando de válvulas com variação e acionamento por corrente. Ele tem versões 1.6 e 2.0 litros, sendo a primeira aplicada nesse caso.

Com 1.595 cm3, o motor M274 tem turbocompressor com intercooler e injeção direta de combustível sob alta pressão. Sucessor dos antigos M266 e M271, o propulsor surgiu ainda com o M270, sendo montado em transversal.

Este último é empregado no Mercedes-Benz Classe A e derivados da plataforma MFA. Assim, o M274 entrega os mesmos 156 cavalos a 5.300 rpm e 25,5 kgfm a 1.200 rpm deste último, dada sua montagem em longitudinal.

Além disso, ele vai com uma caixa automática 7G-Tronic de sete velocidades que possui alavanca de mudanças na coluna de direção e atua com paddle shifts. Ela responde ainda aos modos de condução do C180 2015.

Esse conjunto transfere sua força para as rodas traseiras através de eixo cardã e diferencial fixo, que envia a energia através de semieixos até as rodas. É o sistema clássico da plataforma MRA, usada pelo Classe C e outros, exceto os MFA.

Desempenho

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

  • Mercedes-Benz C180 1.6 Turbo Automático – 0 a 100 km/h – 8,5 segundos
  • Mercedes-Benz C180 1.6 Turbo Automático – velocidade final – 223 km/h

Consumo

  • Mercedes-Benz C180 1.6 Turbo Automático – Urbano – 9,2 km/l
  • Mercedes-Benz C180 1.6 Turbo Automático – Rodoviário – 13,6 km/l

C180 2015 – manutenção e revisão

C180 2015: preço, equipamentos, motor, manutenção, detalhes

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 kmTotal
1.6 M274R$ 1.590,00R$ 3.020,00R$ 3.900,00R$ 3.020,00R$ 1.590,00R$ 13.120,00

C180 2015 – ficha técnica

Motor1.6 M274
Tipo
Número de cilindros4 em linha
Cilindrada em cm31595
Válvulas16
Taxa de compressão10,4:1
Injeção eletrônicaDireta, turbo
Potência máxima156 cv a 5.300 rpm (gasolina)
Torque máximo25,5 kgfm a 1.200 rpm (gasolina)
Transmissão
TipoAutomática de 7 marchas
Tração
TipoTraseira
Direção
TipoElétrica
Freios
TipoDiscos dianteiros e traseiros
Suspensão
DianteiraDuplo braço
TraseiraMultilink
Rodas e Pneus
RodasLiga leve aro 17 polegadas
Pneus225/50 R17
Dimensões
Comprimento (mm)4.686
Largura (mm)1.810
Altura (mm)1.442
Entre eixos (mm)2.840
Capacidades
Porta-malas (L)480
Tanque de combustível (L)66
Carga (Kg)640
Peso em ordem de marcha (Kg)1.425
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,27

C180 2015 – fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.