BMW Ecologia EUA Ford Governamental/Legal Honda Volkswagen

Califórnia e quatro marcas estariam sendo investigadas por antitruste

Califórnia e quatro marcas estariam sendo investigadas por antitruste

A agência ambiental da Califórnia, conhecida como CARB, assim como as montadoras Volkswagen, BMW, Honda e Ford estão sendo investigadas pela EPA, agência federal de meio ambiente dos EUA. O motivo é um acordo entre o governo do estado mais rico do país e essas quatro marcas no tocante à emissão de poluentes.


De acordo com o apurado, o Departamento de Estado e a EPA iniciaram uma investigação por suspeitarem que a ação é “ilegal”. Em julho, segundo a Reuters, VW, Ford, Honda e BMW teriam aceitado um acordo com a CARB, não qual elas cumpririam um novo limite de emissão de poluentes em troca de flexibilidades que o governo local estaria oferecendo.

Até mesmo a autoridade legal do estado da Califórnia não seria contestada pelas quatro montadoras nesse acordo. A própria administração do estado avisou as quatro empresas de que o acordo seria questionado legalmente por Washington, visto que o acordo violaria as leis federais, impostas sobre as regras californianas.

O acordo prevê a prorrogação de um limite local de emissão de 2025 para 2026. Também relaxa os níveis entre 2022 e 2025 para suavizar a transição entre os períodos de cinco anos. O processo de homologação de novas tecnologias também seria reduzido para ajudar na introdução das mesmas, tal como a regra de emissão de carbono na geração de eletricidade.


Califórnia e quatro marcas estariam sendo investigadas por antitruste

Ainda assim, tal acordo beneficiaria os dois lados e em termos de direitos, não violaria as leis sobre emissão de poluentes. Porém, no que rege a política interna americana, o governo de Donald Trump não gostou que um estado tenha tal poder para estabelecer seus próprios limites de emissão.

Por conta disso, Washington entrou em uma batalha para revogar a lei que dá essa liberdade aos estados, pois, teme que outros possam seguir o exemplo da Califórnia. O objetivo é estabelecer que apenas a EPA e a NHTSA sejam as autoridades legais sobre emissão e segurança no país.

Por ora, ainda não se sabe se a investigação federal acusará o acordo como antitruste, mas existe a suspeita velada pelo governo. Trump também estaria com isso, pressionando as montadoras a abandonarem o acordo, pois, acredita que a Califórnia poderá apertar tanto as leis locais a ponto de gerar enormes prejuízos para o setor.

[Fonte: Carscoops/Reuters]

Califórnia e quatro marcas estariam sendo investigadas por antitruste
Nota média 3.7 de 3 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Fernando Gabriel

    Olha a VW novamente em tramoia….A Ford que se cuide, não está bem das pernas e ainda corre o risco de quebrar de vez.

  • Henrique12

    A VW é só “brilho” nos EUA! Está em todas queimando a reputação germânica.

  • OVO

    VW não toma jeito, vai levar outra multa de bilhões de dólares

  • Edson Fernandes

    Desculpa, mas aqui não me pareceu nenhuma falcatrua. ME pareceu um estado que quis trazer as fabricantes para seu interesse proprio. Se a fabricante evitar o custo adicional da modernização, ela vai aceitar. Ou seja, aí não é culpa do fabricante e sim do estado ao meu ver.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email