Crossovers EUA México Mercado Toyota

Cancelado no Brasil, Toyota C-HR 2.0 corta híbrido nos EUA e México

Toyota-C-HR-2018-7 Cancelado no Brasil, Toyota C-HR 2.0 corta híbrido nos EUA e México

Parecia que tudo estava certo para sua chegada ao mercado brasileiro. Alguns flagrantes reveladores e a necessidade de ampliar o portfólio, especialmente com o aumento nas vendas de utilitários esportivos, era a estrada que o Toyota C-HR estava percorrendo para chegar aos consumidores brasileiros, mas não de uma forma convencional, viria como um híbrido, assim como o Prius.



Pelo andar da carruagem, modo de dizer, o Toyota C-HR dispensaria o óbvio e elevaria a presença da marca no segmento de carros híbridos, trazendo um produto ousado para uma faixa de preço bastante competitiva, ainda mais com o risco, no bom sentido, de dividi-la com o próprio Prius, custando na faixa de R$ 130 mil. Sem dúvida, a presença de um crossover híbrido onde as ofertas de SUVs médios apenas começa a esquentar, seria realmente tentador e impactante.

Toyota-C-HR-2018-7 Cancelado no Brasil, Toyota C-HR 2.0 corta híbrido nos EUA e México

Mas, não foi o que aconteceu e oficialmente a Toyota vai dar prioridade para outros produtos, mas para não deixar um buraco na pretensa proposta, baixou o pouco atrativo RAV4, que há muitos anos vem sendo um coadjuvante no mercado de utilitários esportivos. Bom, se aqui não teremos, por enquanto, nos EUA e México o crossover chega numa configuração menos atraente em termos de eficiência e tecnologia, cortando o híbrido em prol de motorização convencional.

Importado da Turquia, o Toyota C-HR chega aos dois mercados da América do Norte com o conhecido motor 2.0 Dual VVT-i usado no Corolla vendido no Brasil, mas abastecido somente com gasolina e entregando 150 cv e 19,5 kgfm, equipado apenas com transmissão CVT. Com preços a partir de US$ 22.500, o crossover não oferece uma alternativa mais ecológica, focando de fato no segmento de SUVs sem grandes pretensões nesse aspecto, mas somando para ampliar as vendas da marca. O pacote de equipamentos é razoável e cobra US$ 500 pelo teto contrastante, trazendo ainda a cor verde bem chamativa.

Toyota-C-HR-2018-7 Cancelado no Brasil, Toyota C-HR 2.0 corta híbrido nos EUA e México

No México, o Toyota C-HR chega agora com preços a partir de 359.900 pesos novos ou cerca de R$ 62,1 mil. O modelo compartilha com a versão americana o mesmo propulsor e câmbio CVT. Neste último caso, a caixa de transmissão possui um sistema próprio de resfriamento e aquecimento para manter o bom funcionamento do câmbio e prevenir falhas.

Com 4,36 m de comprimento e 2,64 m de entre-eixos, o modelo é feito sobre a plataforma global da Toyota, a TNGA, sendo vendido também na Europa e no Japão, mas nestas regiões, a versão Hybrid com motor 1.8 de 99 cv é a mais vendida. Outra opção, com motor 1.2 Turbo de 114 cv, é a segunda mais vendida no continente europeu.

COMPARTILHAR:
  • JMG

    Se vendesse no Brasil, híbrido ou não, seria o SUV mais vendido do mercado! Mas a Toyota é burra…..

    • Eduardo T. Küll

      Concodo, nas duas afirmações.

    • Fanjos

      Mataria o Vovorolla com o tempo por aqui, a galinha dos ovos de ouro da Toyota, então sem chance.
      No EUA vai ser considerado só mais um Suvizinho sub compacto exótico, vai vender miséria perto dos SUVs de verdade então tanto faz por lá.

      • Leonel

        Mercado maduro e com inúmeras opções de qualidade é outro nível né? Até “dói” pensar no mercado deles e comparar com o nosso…

        • Fanjos

          É até engraçado vc ver carros que são sonho de consumo de BrBr sendo tratado como lixo lá

      • carlos4carros

        O SUV mais vendido lá é a RAV4. Então tá tudo em casa.

      • FocusMan

        Se gerasse mais lucro para a Toyota, eles não estariam nem ai. Mas a questão é que esse carro geraria uma demanda que a Toyota não iria conseguir suprir.

        • Elizangela Oliveira

          Nacionaliza, deixa ele bem, mas bem pelado, cobra precinhos “módicos” e pronto, sucesso total!

      • Elizangela Oliveira

        Como suv tá na moda, ele é bonitinho (minha opinião) e é Toyota, arrisco dizer que daria uma margem maior que o corolla. Seria vendido a preço de diamante (ouro é o corolla) e, mesmo assim, venderia como pão quente. Tiraria muitos clientes do vovorolla, mas muitos mais dos concorrentes do segmento!

    • yurieu

      Duvido muito, Toyoteiro só conhece duas coisas, Corolla e SW4, veículos muito diferentes. Além disso, está caro este carro nos EUA, 22 mil dólares?

    • Handlay P.B.

      Quiçá a Toyota esteja sendo meticulosa para não malograr as vendas do Corolla, visto que o CH-R viria na mesma faixa de preço do sedã da marca.

    • FocusMan

      Se resolveram não vender é porque a conta não fechava. Lembrem-se que a lucratividade nesse setor é bem apertada.

    • Elizangela Oliveira

      Bonitinho assim , SUV e com o logo da Toyota na grade venderia como pão quente, mesmo pelado e com a preço de ouro!!!

  • vicegag

    Que preço no México! Quase o que pagamos no maravilhoso Kia Picanto GT.

  • Razzo

    Seria a versão ótima para o Brasil.

  • Alunak Oliva

    Uma pena mas a Toyota só sabe vender no brasil o Corolla.

    • Lucas

      E a Hilux.

      • Erivelton Freitas

        Não necessariamente, aquela Hilux 4×4 automática de R$ 138.000 (versão mais em conta com o que uma camionete deve oferecer) não vale nada em termos de equipamentos, é bem capada!

        • Rafael Lima

          As versões que mais vendem são a SRV e SRX, a Toyota nem liga tanto pra versão de entrada, a mesma coisa o Corolla, ela não coloca a multimidia na GLI pq a XEi vende mais

          • Erivelton Freitas

            Mas essa versão que eu falei é a SRV, ela é intermediária, e não de entrada. A Hilux de entrada tem tração 4×2 e custa algo em torno de R$ 115.000 ou R$ 119.000. Depois ainda tem outra versão, um pouco melhor, com mais ítens, custando algo em torno de R$ 129.000 ou algo assim. Essa que eu falei é uma SRV 4×4 com Câmbio Automático de 6 marchas e motor 2.0 Flex.

            Disse que é a versão mais em conta com o que uma camionete tem a OBRIGAÇÃO de oferecer, que no caso, é a tração integral e o câmbio automático, mas mesmo ela, ainda é capada!

            • Rafael Lima

              SRV Diesel custa 169 mil e vende muito mais que a Flex

              • Erivelton Freitas

                Não duvido não, o que não muda o fato de ser um produto caro e superestimado, pois com R$ 169.000, eu compraria um Mercedes Classe C que viria com 20x mais equipamentos que ela.

                • Comparativo tem que ser com picapes.

                  Neste caso, a Ranger é muito melhor.

                  • Erivelton Freitas

                    Ranger é melhor e muito mais cara, a versão de entrada da Ranger é de R$ 110.000, por aí. Mas a versão ACEITÁVEL e ainda devendo uma porção de Itens, que é a primeira versão dela que aparece com tração 4×4 + Câmbio AT6, custa algo em torno de R$ 159.000. Ou seja, inaceitável.

                    Nessa relação custo benefício, tanto a Hilux quanto a S10 se saem melhor, entregando o 4×4 + Câmbio AT6 por R$ 135.000. No entanto, elas vem capadas, como a S10, que nessa versão, não tem ar-condicionado dual zone.

        • Lucas

          Sim, mas eu quis dizer que mesmo ela sendo sendo simples e cara, ainda vende muito igual o Corolla.

          • Erivelton Freitas

            O que é um absurdo, porque carros capados e caros são a especialidade da Toyota e ainda tem nego que compra somente por causa de uma possível fama de inquebrável, como se não houvessem outras coisas para se preocupar em relação a aquisição de um carro.

            • Lucas

              Exatamente. Os carros PODEM ser confiáveis, mas isso não significa que nunca irá quebrar.

      • Fabão Rocky

        Tombilux?

        • Lucas

          A própria.

  • Antonio

    Ainda não é o momento adequado para se investir pesado nessa tecnologia nos EUA.
    Apenas após quando Trump levar um chute e sepultarem essa política anacrônica de incentivo ao petróleo.

    • Nada a ver tem com o Trump. É só os árabes pararem de entupir o mercado de petroleo, que tudo volta ao normal.

  • Handlay P.B.

    Se esquadrinhar o mercado americano, dá para ver que é verossímil a tendência de tal país não receber as tecnologias mais recentes disponíveis nas plagas da Europa e no Japão, pois conjecturo que seriam assaz caro. O CH-R 2.0, pelo menos, ainda é um SUV heteróclito.

    • Pedro154

      Você é de Portugal?

      • Racer

        É chato mesmo…. Nem os portugueses falam assim.

    • yurieu

      Recebo macambúsio a informação da ablação do CH-R no cortiço pau-brasil. Os americanos de incautos nada têm; segue abscôndita a verdadeira faceta da elucubrada importação do dito veículo de terras além mar.

  • Thiago Maia

    Pense num crossover feio

    • th!nk.t4nk

      É um dos carros que mais me dão sustos na rua. Esse monstrinho da Toyota superou fácil o Nissan Juke.

    • Chris

      Pessoalmente achei mais bonito que na foto.

  • Wolfpack

    Híbrido cancelado na terra da energia limpa, e dos carros elétricos, como isso foi possível????? Segundo a mídia ninguém mais vai investir em motores de combustão convencial. Estranho.

  • thi

    traseira a la honda.

    p.s. off : cupra ,nova marca de esportivos do grupo volkswagen

  • Josê Fagundes

    e essa traseira de honda civic? Cópia descarada do civic 10 kkkkkkkkkkkkkk

  • Giuseppe

    Um SUV com um visual chamativo e bem feito como esse, sendo Toyota, no Brasil… Se tornaria best-seller imediatamente. Porém, roubaria umas vendas do Corolla.

    • FrankTesl

      O CH-R híbrido aqui no Brasil na mesma faixa de preço do Prius iria tirar muitas vendas do Corolla e decretar a morte precoce do Prius no mercado BR , que só agora está deslanchando com as recentes desonerações e os aumentos sucessivos de preço do Corolla, que fez com que Prius e Corolla versão altis tivessem quase o mesmo preço.
      A toyota desistiu do CH-R no Brasil porque já o SUV compacto já vende bem na Europa e aqui no Brasil ela já lucra muito com Corolla. Para a faixa de preço abaixo de 90k vai oferecer Yaris

    • yurieu

      Duvido muito. Não teria condição de usurpar o lugar do Compasse custand seus 160 mil reais.

  • Louis

    O cara que desenhou essa maçaneta traseira merece ganhar um prêmio. Conseguiu complicar algo que era para ser simples.

    • Handlay P.B.

      A vida é perfunctória para ficar adstrito as maçanetas normais…

    • Racer

      Realmente…o cara conseguiu colocar a maçaneta no teto.

  • TT 230

    Acredito que o plano seja fazer um SUV compacto baseado no Yaris, anti-HR-V, ficando até os 100 mil, e um TNGA médio para competir com o Compass.

    O atual RAV4 já é grandinho, e a nova geração, que está próxima de ser apresentada, deve vir ainda maior.

    Yaris SUV 90 e 100 mil
    Corolla 105 e 115 mil
    TNGA SUV 120 mil e 130 mil
    TNGA SUV Diesel 150 e 160 mil
    RAV4 TNGA 170 mil

  • Luis Gobbi

    vejam na foto onde mostram os bancos; será que cabe alguém que tenha pernas no carona? E as lanternas traseiras? Quem copiou de quem? Honda Civic novo ou Toyota C-HR ?

  • Bruno Silva

    A Toyota vai ficar moscando, o Corolla já começou a perder força nesse início de ano com a saída das vendas PCD, era a hora de trazer um SUV.

    • Louis

      Vai vir o Yaris no lugar do Corolla PCD.

  • Raimundo A.

    Para mim, essa não oferta do C-HR aqui, pode ser por conta de margem de lucro. Faz tempo, li que os fabricantes japoneses não tem uma margem de lucro alta aqui e com a elevação dos custos, segmento bem concorrido, o C-HR não chegaria barato impendido de vender muito se fosse híbrido; não é tão espaçoso; o desenho futurista demais pode ser um contra como a Honda parece ter prejudicado o Civic ao torná-lo mais jovial; na faixa de preço que o C-HR Hybrid teria, é valor de SUV médio e quem precisa de SUV médio não compra compacto mesmo híbrido. Pode comprar o compacto pela maior eficiência energética comparado ao Renegade diesel por exemplo que tem atributos que o Toyota não tem como a tração 4×4.

    Se há uma alternativa mais rentável por vir podendo não só ser on road como é o C-HR, mas também off-road, e não isenta previsão de usar mecânica híbrida, parece melhor esperar. Li várias vezes que a GM apesar de ter o Tracker para o segmento, sabe que este não atende bem e o sucessor que já estaria em testes finais deverá corrigir problemas.

    Outra é que cedo ou tarde, o que a Toyota lançar tende vender bem seja o preço que for. Se tal produto for mais acertado as exigências do mercado local e garantir lucratividade maior, melhor ainda.

  • impostoéroubo

    Mexico tem acordo comercial com Japão ,vem Daihatsu DN ,Prius vende pouco no BR

  • Eskarmory .

    Difícil compreender. Acho que é comodismo da Toyota, não quer arcar com o custo operacional de trazer esse carro. Não precisava ter nada, só um motor 2 litros flex, automático, airbag duplo, ABS e central multimídia que venderia horrores. Se por um lado possíveis compradores do Corolla mudassem de idéia, o que não acho tão provável, possíveis compradores de crossovers de outras marcas tb acabariam migrando para o CH-R. Poderia haver diluição no montante entre ele e o Corolla, porem aumento de vendas substancial.

    • Peerre

      Bem analisado!
      Imagina esse carro aqui no Brasil por um preço similar ao do México (sei que seria impossível).
      Esse C-HR não vai vir para o Brasil, o tal Yaris brasileiro parece que não será a versão vendida na Europa… Parece que o Brasil sempre está em segundo plano…

    • REDDINGTON

      Com a moda suv em alta, com certeza o Corolla perderia alguns clientes pra esse carro. Olha o Civic como perdeu vendas pro HRV…Não foi só o preço que estragou suas vendas. Se vc somar as vendas do Civic e HRV vai ver um número expressivo, lógico nem todos que compraram a HRV comprariam um Civic.

    • Marcos Antonio

      Algo similar à sua analogia deve ser o que acontece com a CR-V, que sumiu do mercado depois do upgrade de meia vida. Japonês deve ter um senso estratégico que está acima da nossa compreensão!! Kkkkk

  • Júnior Nascimento

    Sem dúvidas, seria o suv compacto mais vendido do Brasil, mas a Toyota é burra.

  • adrielmenezes

    Com o lucro absurdo que a Toyota tem vendendo cada vovorolla e ainda consegue vender mais que gol. Pra que gastar dinheiro num país como o nosso?

    • carlos4carros

      E com a Hilux/SW4 lucra mais ainda. A Toyota não investe em tecnologia, usa o mesma motorização por décadas, não dá desconto e dificilmente faz promoção e até a média de salário dos operários é uma das mais baixas do mercado. Ou seja, a Toyota do Brasil só lucra.

  • Erivelton Freitas

    Como sempre, o Brasil, um dos mercados que vende mais, sendo tratado como um dos que vende menos. Sendo deixado com o resto, tratado como lixo pelas grandes montadoras. Claro, os impostos tem sua culpa no cartório, mas não é somente isso, é uma cultura de nos tratar como vira-latas que já se apoderou das montadoras aqui presentes.

  • sigma7777777

    Ao menos vejo um ponto positivo nisso: quem sabe o futuro Corolla 2020 continue com a opção de motor 2.0, pois no meu uso fortemente em estrada o consumo do híbrido não é tão vantajoso assim frente a perda de potência.

    • Handlay P.B.

      Quiçá as versões mais frugais do próximo Corolla manterão o hodierno motor 2.0 e as versões mais caras terão a mecânica híbrida. Conjecturo que nas plagas do primeiro mundo, o novel Corolla fruirá dos motores de origem BMW, deixando de ser um carro ilibado.

  • yurieu

    Então foi realmente cancelado hein, que pena. Vamos de Etios enquanto o Camry custa 200 mil reais.

    • Handlay P.B.

      Pois é, visto que nosso governo ignóbil e solerte, mancomunado com a elite do planeta, sobrepuja o povo brasileiro incauto com impostos assaz altos. Enquanto o Corolla é um carro espaventoso no Brasil, nas plagas do primeiro mundo é um automóvel popular…

  • NaoFaloComBandeirantes

    Esse é um que acho bem estiloso.

  • Samuel Justus

    Pra vir pra cá e custar 150 conto melhor nem vir mesmo…melhor um etios Cross, que vejo muitos por morar perto da antiga fábrica da Toyota em São Bernardo.

  • Jok Jok

    Iria competir com o Lexus ct200

  • toninho

    TOYOTA fazendo TOYOTICE, só porque teria demanda alta e acabaria com o vovorolla. Mas esperar o que no Brasil?

  • Miguel

    Toyota, eu quero que vc se exploda mesmo… Fica com o Vovorolla e o belíssimo Etios, além da super custo-benefício SW4.

  • Ricardo Blume

    Uma pena. O motor 1.2 turbo (oferecido na Europa) também seria uma boa pedida por aqui.

  • Adriano Lius II

    Toyota é burra mesmo, eu mesmo compraria um, achei muiiito show esse carro. Ta certo que nosso país o povo curte carro nota zero, étios feioso, etc… Fazer o que ;

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email