Caoa Chery: funcionários aceitam indenização

chery jacarei

Os funcionários da Caoa Chery aceitaram uma proposta de indenização em Jacareí, feita para aqueles que concordaram com a demissão.


Coordenada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, a assembleia dos funcionários aprovou um novo acordo feito pela montadora.

Segundo a proposta da Caoa Chery, os funcionários serão indenizados entre 9 e 15 salários, com teto salarial de R$ 5.000.

A proposta ainda inclui o pagamento de plano odontológico e convênio médico por 12 meses, assim como vale-alimentação.

Ao todo serão desligados 489 pessoas, permanecendo em torno de 100 pessoas em outras áreas da empresa, como logística, vendas, pós-venda, manutenção e qualidade.

Desse total, parte pertence à CIPA ou possuem alguma estabilidade no emprego, mantendo assim a operação parcial da fábrica de Jacareí, cuja produção foi encerrada.

Por ora, os funcionários demitidos terão preferência numa eventual recontratação, caso a montadora decida pelo retorno da produção em Jacareí.

jacarei arrizo5

A previsão dada ao sindicato seria em 2025, após modernização da planta para produção de veículos eletrificados.

No entanto, a Caoa Chery divulga na mídia a produção de carros híbridos em Anápolis-GO, onde o grupo brasileiro divide as instalações com produtos da Hyundai.

Espera-se que a produção local de carros híbridos se inicie logo e todo o portfólio nacional será eletrificado, possivelmente até o final do próximo ano.

A gama híbrida da Caoa Chery será uma resposta às investidas de Greal Wall e BYD, que na mesma época prometem híbridos no mercado nacional e com produção local.

A Great Wall iniciará a produção de híbridos flex já em 2023, enquanto a BYD negocia com o governo da Bahia, parte da fábrica da Ford para fazer carros, possivelmente híbridos.

Essas duas rivais conterrâneas da Caoa Chery têm potencial para atrapalhar a vida da montadora sino-brasileira, que já conseguiu a façanha de estar entre as 10 marcas mais vendidas do país.

[Fonte: Auto Data]

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.