Chery Crossovers Elétricos Hatches Mercado Sedãs

Caoa Chery pretende lançar elétricos eQ1, Tiggo 2e e Arrizo 5e

Caoa Chery pretende lançar elétricos eQ1, Tiggo 2e e Arrizo 5e

A Caoa Chery já teria definido os modelos elétricos que pretende vender no mercado brasileiro. De acordo com o site G1, três produtos estão em processo de homologação no Brasil e todos já foram apresentados ao público nacional no último Salão do Automóvel, em novembro passado.


Os modelos eQ1, Tiggo 2e e Arrizo 5e, que foram experimentados pela imprensa brasileira, convidada pela Chery para visitar Wuhu, numa clara indicação de intensão de venda desses produtos no mercado nacional. Ainda sem datas de lançamento, o trio de carros elétricos pode chegar ao mercado com preços bem competitivos.

A estimativa é que o subcompacto eQ1 chegue custando em torno de R$ 90 mil, enquanto Tiggo 2e e Arrizo 5e ficariam na faixa de R$ 130 mil, o que os colocaria como os mais baratos do mercado nacional, pois, o JAC iEV40 tem preço atual de R$ 139.990. Parte desse custo menor estará atrelado à produção em Jacareí-SP, onde a Caoa Chery tem sua fábrica.

Caoa Chery pretende lançar elétricos eQ1, Tiggo 2e e Arrizo 5e


O eQ1 tem 3,20 m de comprimento e espaço para quatro pessoas, sendo menor que o eQ – versão elétrica do Chery New QQ – tendo autonomia variando entre 180 e 410 km, dependendo da velocidade. O subcompacto tem velocidade limitada em 100 km/h e seria um produto ideal para serviços de compartilhamento.

No caso do Tiggo 2e, o crossover elétrico tem 129 cavalos e baterias de lítio com autonomia de 350 km. O modelo tem 4,20 m de comprimento e 2,56 m de entre eixos, oferecendo um bom espaço. Por fim, o Arrizo 5e é considerado a melhor proposta do trio, tendo 4,57 m de comprimento e 2,67 m de entre eixos, entregando 122 cavalos e autonomia de 400 km.

Caoa Chery pretende lançar elétricos eQ1, Tiggo 2e e Arrizo 5e

No mercado, a proposta da Caoa Chery pode ser repetida com a também chinesa JAC Motors, que promete uma picape elétrica e outros produtos. Correndo por fora, a Changan pretende lançar quatro modelos elétricos este ano no Brasil. Isso sem contar as marcas tradicionais.

Chery eQ1, Tiggo 2e e Arrizo 5e – Galeria de fotos

[Fonte: G1]

Caoa Chery pretende lançar elétricos eQ1, Tiggo 2e e Arrizo 5e
Nota média 4.6 de 5 votos

  • Tosca16

    O mais sensato ao meu ver é o que tá menos cotado, que acredito que nem virá, o eQ1 que pode ter boa autonomia, é urbano e ultracompacto. Por uns 80-90 mil acho que faria mais sucesso que o Arrizo E vindo na faixa dos 130 mil.

    • Fernando Bento Chaves Santana

      O “problema” do eQ1 é que seu projeto é muito mais sofisticado do que sua aparência supõe. É um carro com uma plataforma exclusiva de alumínio, carroceria plástica e que não tem grande volume de produção. Assim Talvez o eQ1 seja carro elétrico mais caro de produzir da gama Chery e torná-lo o carro mais barato para venda pode ser um contrassenso. Assim, descartado o eQ devido má imagem do QQ os elétricos da Chery deverão ser o Tiggo 2e e o Arrizo 5e, para a produção ficar concentrada na fábrica de SP, pois mesmo que não sejam modelos apenas adaptados para a propulsão elétrica são mais facilmente adaptáveis à linha de montagem já existe no Brasil e o fato de partilhar muitos componentes com outros modelos facilitará a manutenção e reparo.
      Assim acho que o eQ1 poderá vir com um carro urbano de nicho e não como um produto de volume.

      • Tosca16

        Tanto é que se cogitado vir será o único importado, mas se mantiver-se por menos de 100 mil reais eu ainda acharia super válido.

  • LL

    Compraria um eQ1 tranquilamente, mas 90mil acho completamente fora, das minhas condições pelo menos, até pq o carro base custa 1/3… sera que 60k não estaria de bom tamanho???

    • Itamar

      60k seria um sonho.
      Realmente 90k e bastante, mas e no longo prazo sera que nao vale?

      Quanto tempo deve durar a bateria de um carro desse? se a autonomia for de mais de 5 anos (o que acredito que seja tranquilo) acho que vale a pena no longo prazo.

      Não vejo gasolina abaixo de 4 reais mais, quem dirá daqui 5 anos, o céu e o limite rs

      • Jr

        60k em um carro elétrico não é um sonho, é delírio mesmo, montadora nenhuma no mundo teria condições de oferecer um carro elétrico por 15 mil dólares, nem que ele viesse pelado. Seria inviável comercialmente para qualquer montadora, só a bateria dever custar de 5 mil para fora

        • Itamar

          Não discordo de vc, ainda mais se tratando de Brasil, não tem condição alguma de acontecer.
          Sobre a bateria, 5 mil acho muito pouco ainda. Se formos pensar que a bateria é o que move, o correto seria custar muito mais.

          • Jr

            Eu chutei 5 mil, mas acho que é mais também

        • Louis

          Vale lembrar que a Renault quer vender o Kwid elétrico por US$8 mil na China. Por isso não acho nenhum delírio um subcompacto elétrico por R$60k aqui.

          • Jr

            Mais será que aqui teria a escala que tem de fabricar carros elétricos na China? Fora os altos subsídios que o governo central e províncias chinesas dão para quem adquire esse tipo de carro

    • Jr

      Um carro elétrico por 60 mil reais?????? Acho bem difícil, quanto seria 60 mil reais em dólares?

      • LL

        hoje o dolar esta quase R$4,00… U$$ 15.000,00

        Lá na china custa 160.000,00, a moeda a R$0,59 sem os subsidios locais ja sai de quase R$100.000,00, sem os custos de importação. Parece pouco viavel…

    • Tosca16

      eQ sim, eQ1 não, o eQ1 é totalmente novo, em alumínio, plataforma nova e moderna… o eQ que é o QQ.

      • LL

        Tinha lido quando lançou que era uma adaptação, mas vendo as materias recentes parece que não. Mesmo assim, 60/70 acho viavel, mais impossivel, pelo menos pra mim!!!

  • O eQ1 é MUITO bonito. Finalmente um subcompacto elétrico bonito! Parece muito um Toyota iQ.

    • fschulz84

      Eu achei os 3 visualmente agradáveis e o que me chamou a atenção é que são elétricos mas sem aquela cara de “Carro dos Jetsons” que a maioria dos elétricos aparentam ter.

      • é isso, entenderam que é só mais um carro. Não precisa ser nave espacial.

        • Tosca16

          É porque enquanto muitas fabricantes acham que os elétricos são futuro os chineses já entenderam que é o presente, então pegar o que já tem, converter pra elétrico e baratear os custos pra se tornar viável.

          • Jr

            Nisso os chineses estão certos, americanos e europeus viajam muito na maionese fazendo aqueles carros futuristas só para dizer que são eletricos

            • Tosca16

              Por isso que digo os chineses vieram atrás nos motores a combustão mas quando os elétricos forem a maioria quem duvida dos chineses dominarem o mercado? Ninguém.

    • Unknown

      Até o nome é parecido! rsrs

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Penso que o eQ seria um produto mais viável que o o eQ1 por ser um produto mais versátil e por que a equivalência de peças com o QQ facilitaria a manutenção e reparo.

    Mas talvez a CAOA esteja de olho nas viúvas do Smart Fortwo

    • O eQ é muito feio e facilmente associável ao QQ, que não tem boa fama.

      • Fernando Bento Chaves Santana

        Sim. O QQ já e meio queimado e o fator novidade também é muito importante. Pois colocar um produto com mecânica nova sob uma “casca” antiga pode não dar certo, pois nas ruas o eQ, mais caro, seria apenas mais um QQ.
        Com o eQ1 a CAOA-Chery pode construir uma imagem do zero. E o QQ ainda é um resquício da antiga Chery.

        • Essa antiga Chery tem que ser esquecida e enterrada. Tem QQ aqui em Salvador com 5 anos de uso e todo podre, parecendo um Fiat 147.

  • Louis

    Sr. CAOA é ousado, merece sucesso com a Chery.

  • Schoenfelder

    Uma versão do eQ1 com a motorização (flex) do QQ e na mesma faixa de preço (30 mil) faria um sucesso incrível. Seria super econômico, compacto, estiloso e barato. Teria um fácil, como segundo carro. E antes que venham os ecochatos, já existe um estudo na Alemanha, de que o impacto ambiental de um carro elétrico é maior que o de um carro diesel, “eu acho” principalmente devido às baterias de lítio entre outras coisas.

  • Eng Turbo

    O eQ1 por té 70k entraria facil na minha lista. 90k já está fora.

  • Christian Balzano

    doideira agora vai

  • Emygdio Carlos

    Montadoras tradicionais, continuem dormindo!

    Vocês serão engolidas, se já não foram.

    Parabéns pelo tratamento dispensado ao povo “emergente”.

    Excelente!

    Sucesso CAOA!

    • RPM

      Penso igual e desejo sucesso à CAOA…..as montadoras tradicionais passam a idéia de que nosso mercado não é maduro ainda para os elétricos,que nosso futuro é o etanol e blábláblá…..quero ver a Chery vendendo 2 ,3, 5 mil carros elétricos mensais…..aí as grandes vão colocar elétricos no mercado rapidinho….

      • Emygdio Carlos

        Parabéns RPM!

  • Julio Alvarez

    o problema desses carros é que o resfriamento da bateria não é liquido, o que dificulta o controle termico e reduz a durabilidade, principalmente em lugares mais quentes como no Brasil.

  • Antonio Carneiro

    Um carro elétrico + um sistema de “energia solar” em casa = sonho de consumo! rs!

  • Domenico Monteleone

    Os carros são bons, falta propaganda, e mostrar confiabilidade e pós-venda

  • SDS SP

    Bem interessante esse eQ1, mas por 90k é um problema e provavelmente compraria um modelo à combustão mais confortável.

  • Sim, o CAOA enxerga longe. Arrisco dizer que a ideia dele é a de se
    tornar o maior produtor terceirizado dessas marcas famosas. Explico: a
    meu ver, no futuro, as grandes montadoras não passarão de detentoras dos
    projetos de veículos. Com isso, toda a cadeia produtiva passará a ser
    terceirizada. Ou seja, qualquer um poderá tornar-se o montador das
    montadoras. E o CAOA já sacou isso. Observo que ele já é produtor de
    todos os modelos de carros, do sedã Arrizo5 aos caminhões Ford. Aliás,
    outra sacada dele. Li reportagem que ele quer adquirir a unidade da Ford
    em São Bernardo para oferecê-la para montar os mais novos modelos de
    caminhões do grupo Hyundai.

  • Leonardo

    Ainda me nego a pagar isso tudo em um elétrico, mesmo sabendo que seus custos são altos.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email