Caoa Chery recusa proposta e empregados ocupam fábrica

jacarei arrizo5

A Caoa Chery recusou a proposta do Ministério Público do Trabalho, que serviu de mediador entre a montadora e o sindicato dos trabalhadores de São José dos Campos e Região.


O MPT propôs que a montadora pague 20 salários para os demitidos e mais benefícios por alguns meses, porém, a Caoa Chery recusou a ideia e manterá a indenização de 15 salários.

Diante da decisão, os empregados ocuparam a fábrica de Jacareí, mas por duas horas. Eles continuam a reivindicar a proposta anterior à decisão de fechamento da fábrica.

Nela, montadora e sindicato haviam fechado em cinco meses de layoff e três meses de estabilidade para manter a produção na planta paulista.

Contudo, a empresa decidiu encerrar a produção em Jacareí, prometendo ser temporariamente, até que a montadora invista em mudança para carros eletrificados.

Pelo que o sindicato falou, a montadora quer retomar a fabricação em 2025, um período considerado muito longo para uma atualização da planta para mudança de produto.

A própria Caoa Chery já divulgou em algumas ocasiões, mudanças na linha de produção, ainda com a operação em curso, adicionando novos carros.

Outro exemplo é que a montadora testa carros híbridos ou micro-híbridos para produção em Anápolis-GO, mas a produção na planta continua normalmente.

Assim, as suspeitas que de que a fábrica fique definitivamente fechada são grandes, especialmente com o encolhimento do mercado e o foco das marcas em vender menos, porém, com mais lucro.

Nessa mudança de mercado, carros como o Tiggo 3x começam a perder terreno para modelos mais caros, como Tiggo 7 Pro ou Tiggo 8.

Dessa forma, se torna óbvio o encolhimento da operação industrial, algo que a Honda exemplifica bem ao transferir a produção de Sumaré para Itirapina, ainda que mantenha a operação parcial na sede.

Só o tempo dirá se a fábrica de Jacareí voltará de fato a operar ou se terá uma placa de “vende-se”, como as plantas da Ford.

[Fonte: Automotive Business]

 

 

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.