CAOA confirma Hyundai Venue para 2022, segundo jornalista

CAOA confirma Hyundai Venue para 2022, segundo jornalista

A CAOA não quer perder tempo após vencer uma disputa com a Hyundai, marca a qual representa no país há 20 anos. Depois da decisão do Tribunal Arbitral de Frankfurt, a favor da empresa brasileira, esta quer acelerar com novidades.


Assim, prepara dois produtos para importação rápida e eles não são nem o Novo Tucson ou muito menos o Novo Elantra. Um deles já falamos aqui e se trata do Hyundai Ioniq Hybrid, que acabou dando nome à submarca de carros elétricos do fabricante asiático.

CAOA confirma Hyundai Venue para 2022, segundo jornalista

Segundo o jornalista Jorge Moraes, em sua coluna no site UOL, a CAOA já comprou 200 unidades do Ioniq Hybrid que serão importadas para lançamento ainda este ano. Com preços estimados em R$ 180 mil, este não deve ser o maior salto da Hyundai por aqui.

Quando falamos em “maior salto” não nos referimos a volumes, mas em termos de produto. Isso porque o segundo modelo será o Hyundai Venue, o SUV subcompacto que foi lançado na Índia e teve sua versão internacional apresentada em simultâneo.

CAOA confirma Hyundai Venue para 2022, segundo jornalista

Ele virá em 2022 e será importado, o que explica a presença de um exemplar numa instalação da CAOA em São Paulo. Além disso, o pequenino Venue anda sendo experimentado na Argentina, onde chegará através do importador local.

Tal como lá, a motorização revelada será a Gamma II 1.6 16V com 123 cavalos na gasolina. Esse propulsor, assim como o Nu 2.0, são geralmente usados pela Hyundai em exportações para mercados fora do eixo EUA-Europa-China, por serem mais simples e baratos.

O Venue virá ainda com câmbio IVT, como a Hyundai chama seu CVT. Potencialmente, o pequeno SUV de 4,04 m de comprimento, 1,77 m de largura, 1,58 m de altura e 2,53 m de entre-eixos, poderia azedar o angu de muitos concorrentes no Brasil, em especial o Fiat Pulse, caso fosse produzido aqui.

CAOA confirma Hyundai Venue para 2022, segundo jornalista

Como importado, com lotes limitados, o pequenino da CAOA não tem chance alguma em medir forças com Pulse ou mesmo com o Novo C3 em vendas, outro da Stellantis para arrebatar muitas vendas com o marketing mineiro.

Agora, caso a CAOA consiga obter a produção do Venue no Brasil, Anápolis ficaria pequena para a potencial demanda. Enquanto isso, a melhor forma de cutucar as onças da Stellantis será com preço competitivo. Terá?

Hyundai Venue 2021 – Galeria de fotos

[Fonte: Jorge Moraes/UOL]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.