Ford Montadoras/Fábricas Veículos Comerciais

CAOA teria fechado com Taboão para fazer caminhões Ford, diz jornal

CAOA teria fechado com Taboão para fazer caminhões Ford, diz jornal

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, o grupo CAOA fechou um acordo para compra da fábrica da Ford no bairro do Taboão, em São Bernardo do Campo-SP. Ainda não oficializado publicamente, o negócio já teria sido assinado entre as partes, segundo fontes ligadas ao processo.


A ideia da CAOA é produzir os caminhões da Ford sob licença (alternativa levantada pelo NA há algum tempo), mantendo assim a marca americana no segmento de veículos comerciais no Brasil.

No entanto, o grupo liderado por Carlos Alberto de Oliveira Andrade fará somente este tipo de veículo, deixando de lado a produção de automóveis, que no caso de Taboão era composta pela linha de montagem do New Fiesta hatch.

CAOA teria fechado com Taboão para fazer caminhões Ford, diz jornal


Por ora, nenhuma das partes confirma do acordo, especialmente no caso da CAOA, que na semana passada fechou um acordo de confidencialidade sobre a negociação com a Ford para compra da planta do ABC. Assim, presa à esse documento, o grupo brasileiro não pode dizer nada no momento.

No caso da Ford, como sempre, é natural evitar comentários antes do pronunciamento oficial. Com a maior rede de concessionárias da marca, a CAOA já tem uma fábrica própria em Anápolis-GO, onde faz carros das marcas Hyundai e Chery, além de controle sobre a planta da marca chinesa em Jacareí-SP.

CAOA teria fechado com Taboão para fazer caminhões Ford, diz jornal

Com a planta de Taboão e seus 2.800 empregados do processo produtivo (os 1.200 da administração ficarão na Ford), a CAOA expande suas operações, convertendo-se no maior fabricante de capital 100% nacional. O acordo, se confirmado, garantirá à Ford a permanência de sua linha de caminhões Cargo e talvez de modelos como F-350 e F-4000.

Se depender da ambição da CAOA, não seria estranho ver por aqui uma versão nacionalizada do extrapesado F-Max, eleito o Caminho do Ano de 2019 na Europa. Sem dúvida, seria uma forma interessante de reverter a imagem ruim em torno da Ford neste começo de 2019.

[Fonte: Estadão via EM]

CAOA teria fechado com Taboão para fazer caminhões Ford, diz jornal
Nota média 4.4 de 8 votos

  • Tosca16

    Agora sim o Dr. Carlos terá uma possível indústria nacional; começando com os projetos sob licença e depois começando a ter novos parceiros e fornecedores, quer locais quer seja estrangeiros. CAOA FORD hoje pra depois de uns 10 anos, algo assim, virá CAOA CAMINHÕES de fato.

    • heliofig

      Realmente é a melhor opção. Os caminhões são bons e a CAOA não tem estes produtos.

    • Alexander_HIGHFORCE

      pode começar a escolher um nome decente então, porque esse CÃO A não fica legal não.

      • Tosca16

        Caoa Caminhões, vai ser esse o nome hehe.

        • Alexander_HIGHFORCE

          Feio, mas fazer o que né, já tivemos até CHANA por aqui.

        • JOSE DO EGITO

          Esse Carlos gosta de um “resto de feira” impressionante!!

        • Marcelo Alves

          A galera vai zuar chamando de Caô Caminhões, rsrsrs

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Do jeito que Seo Caoa é orgulhoso é capaz de marca CAOA ja ser estampada nos caminhões imediatamente. Alé disto ele ja tem mais de 70 anos e nesta idade esperar 10 anos para ver seu nome estampado no capô de um carro ou caminhão é conplicado

      • Tosca16

        Ele é esperto, FORD tem mercado aqui e nome tradicional. Fará questão de falarem em “CAOA FORD” mas continuará com a marca FORD estampada até virá de fato CAOA .

    • Deadlock

      O cara está dando um tapa na cara da Ford, depois de dar um tapa na cara da Chery…

      • T1000

        ensinando à Ford como se faz gestão.

    • meneghelli1972

      Já que o dono da CAOA quer comprar a Ford caminhões deveria dar uma de “” louco”” e tentar trazer as F- séries pra cá também, creio eu que seria uma tacada de mestre.

  • Renato Alves

    Podiam atualizar a Série-F!

    • Raimundo A.

      Poderiam, se valer a pena, voltar a ofertar o Transit. A PSA com as sua dupla está se dando bem com os furgões. Quando o Transit foi ofertado aqui até que vendeu bem e tem aumentado a necessidade dos VUCs nos grandes centros.

      • Fernando Bento Chaves Santana

        Talvez não seja tão simples porque o atual Transit ja está em final de ciclo futuro do modelo está relacionado com acordo VW-Ford para veículos comerciais.
        Ainda não sabemos o negócio inclui o licenciamento da marca Ford para os caminhões. Se não incluir e CAOA tiver interesse em furgões será mais fácil buscar um projeto chinês e colocar a própria marca.

      • Davi Millan

        Verdade. A transit deixou saudades, para quem já teve que dirigir uma. Eu nunca tive, mas o pessoal do SAMU daqui sente falta delas, que foram substituídas pela Ducato…
        Mas hoje no segmento a PSA está impossível, pois todas as empresas que estão comprando furgões hoje aqui estão escolhendo uma das PSA.

  • Raimundo A.

    Trazer o F-Max por si só não é muita coisa. A Ford com o Cargo extra pesado pecou em não ofertar motores mais potentes que são da Iveco. Não ofertou a configuração 6×4 que necessárias para composições mais pesadas. Quem ver caminhões com apenas 440cv em configuração bitrem e rodotrem nove eixos mostra que algumas empresas não querem tanta potência, mas configuração de tração.

    O F-Max pode não acabar com as cabines atuais do Cargo e criaria situação vista por exemplo na Scania que tem cavalos com cabines mais simples e outras mais sofisticadas usando o mesmo powertrain. O F-Max seria opção a concorrentes mais modernos e caros do mercado, talvez com preço melhor, mas teria que ter maior oferta de motores, eixos e tração.

    • Tosca16

      O problema da Ford é cabine, conforto… Aqui por exemplo só tem Cargo nas pedreiras, os FPT puxam bonito. A questão é que rodoviário sem conforto, não cresce!

      • Raimundo A.

        Conforto faz parte, mas não é tudo. A DAF trouxe conforto, confiabilidade, só configuração rodoviária, duas potências e tração 6×2 e 4×2 no CF e 6×2 e 6×4 no XF. Por necessidade dos clientes e a concorrência já ofertava, ofertou o XF 4×2 e criou as versões off-road para CF e XF.

        CF e XF ganharam também variante com entre-eixos maior permitindo algumas empresas, no caso do XF, adaptarem o segundo eixo direcional transformando em 8×2.

        Se não atender várias demandas do segmento extra pesado, vai vender pouco. Não é só cabine melhor, que vai ajudar o condutor, mas outras como citei acima.

        Na Turquia, onde o Cargo é vendido, há o rígido 8×4 com redução nos cubos. A Ford tem boa reputação no segmento da construção civil aqui, mas não oferta mais. O Constellation e o VM ganharam tração 6×4 com redução nos cubos. Nem isso o Ford Cargo tem.

        • Tosca16

          Sim, concordo contigo falta as demais opções pra acrescer a gama de extra-pesados.

        • Jackson

          A DAF está demorando a trazer a linha LF e também por já estar bem encaminhada no mercado poderia aqui no Brasil fazer com a Irizar o que já fazem lá na europa ofertar um ônibus integral com mecânica DAF e Carroceria Irizar dizem ser o melhor ónibus da europa no momento o modelo I8

          • Raimundo A.

            Com certeza, está demorando. Quando ela começou a fabricar, demorou um pouco, ofertou o CF trator, mas esperava-se o LF Na Fenatran seguinte, novas cabines e eixo para CF e XF, mas nada do LF, nem do CF rígido.

            A DAF perde de crescer mais ao meu ver não só com a ausência do LF, mas do CF rígido, pois o mercado de pesados é grande e há diversas configurações como 4×2, 6×2, 6×4, 8×2, 8×4, chassi curto, médio e longo.

            Em matérias sobre o segmento, no passado, também questionei sobre a marca explorar o segmento de ônibus desenvolvendo chassi aqui apelidado de cabrito. O problema ao meu ver é que se ela não oferta o CF rígido, vai gerar a variante ônibus como?

            Sobre a carroceria Irizar, é melhor ter um chassi primeiro aqui podendo ser usado por várias marcas. Vários estados do país compram chassi cabrito da MB e da VW empregando nas mais diversas carrocerias.

          • Jackson

            faria um certo sucesso no brasil pois quem comprou DAF não se decepicionou e muitos desses frotistas tem caminhões trucados e toco tembem

  • Tosca16

    Fornecedores pra linha pesada é muito mais simples, ter 65% ou mais de índice de nacionalização pra ter financiamento é muito simples; Cummins, MWM, Eaton, Dana… e sabendo que em Anápolis eles já tem boas parcerias, a exemplo da FPT para powertrains, está muito encaminhado a continuidade e se duvidar crescimento no mercado da FORD caminhões já no controle do Dr. Carlos.

    • Domenico Monteleone

      Na verdade já é assim, no caso da Ford as partes de aço da cabine são feitas pela Usiminas, chassi pela Maxxion, cambio zf ou eaton, motor cummins e fpt, eixos méritoR, suspensão Randon e por aí vai.

      • Tosca16

        Por isso que acredito numa CAOA Caminhões muito mais que uma CAOA CHERY como montadora “nacional”. Caminhões é tudo mais simples, fornecedores e desenvolvimento local.

  • Domenico Monteleone

    Seria a melhor solução possível, excelente para ambas as partes.

    • Tosca16

      Todos pensavam nisso, a maior rede Ford assumindo a própria Ford caminhões…

      • 4lex5andro

        É o possível a se fazer.

        Comparando com vinte anos atrás seria como a SR assumir a divisão de utilitários, vans e suv da Ford.

        O nome continua no mercado, a matriz se afasta dos riscos da operação em si, e a concessionária expande seus investimentos.

  • Lucas de Lucca

    Seria muito bom se desse certo, fico feliz pelos empregos das pessoas.

  • SDS SP

    Tomara que dê certo. Fornecimento local de componentes está garantido, então não vejo tantas dificuldades.

    • CharlesAle

      A Ford vai viver só da licença da marca Ford Caminhões.. Como no caso dos filtros Fram, que são fabricados pela Sogefi,

  • Márcio Motta

    sera que a Caoa faria as F-serie? F150 é um sonho

  • Marcus Vinicius

    Imaginava que seria os caminhões da chery

    • Tosca16

      Chery não tem linha pesada pra manter uma fábrica deste porte.

      • Triton

        Aquela marca C&C Trucks ainda é da Chery? Os caminhões são bonitos.

        • Tosca16

          Nunca vi falar.

  • Chap

    Uma boa saída. Lá na Turquia a Ford não pita em nada, apenas licencia a marca para a Otosan, então era de se esperar que fizessem o mesmo por aqui. Muito bom, pois assim boa parte dos empregos serão mantidos nesse momento tão difícil para a economia brasileira.

    • Rafael Oliveira

      Mas a divisão de desenvolvimento de caminhões da Ford fica na Turquia ..

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Agora é saber se a Ford licenciará sua marca ou se teremos caminhões CAOA.

    • Jr

      Vai licenciar da mesma maneira que licenciou na Turquia, ela precisa limpar a imagem dela que ficou bem ruim por causa de tudo que aconteceu, fora que a CAOA é a principal revendedora dela

      • Fernando Bento Chaves Santana

        Eu acho que o “Dr. CAOA” fará questão de por seu nome nos caminhões. Seria o prazer de ver um projeto concluído.

        • Tosca16

          A longo prazo o nome FORD sairá para ficar CAOA, a curto e médio prazo não.

        • Jr

          Sim, provavelmente ele vai colocar CAOA Ford, ele nem é louco de tirar o nome Ford, bem ou mal tem uma tradição e todo mundo conhece, ainda mais se ele quiser continuar exportando os caminhões para a Argentina, lá ninguém sabe quem é a CAOA. Fora que abre possibilidades muito boas no México e demais países sul americanos. Se eu fosse ele, depois que acertasse tudo, pegava um avião e ia na Turquia conversar com a Otosan, fazer uma parceria na criação de novos produtos, dividir os investimentos em meio a meio, da mesma maneira como aconteceu a parceria entre a Ford caminhões do Brasil, com a Ford turca

          • Fernando Bento Chaves Santana

            Bem lembrado. Se o acordo prever a comercialização de produtos em outros mercados a licença da marca Ford será importante.

  • Victor Costa

    Esse cara vai dominar o mercado nacional desse jeito

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Não acho que Ford licenciará as F-350/4000. Mas se a CAOA explorar a própria marca ficaria livre para ter sua própria linha de picapes no futuro.

  • awatenor

    E segue a CAOA comendo pelas bordas… Apesar de muitos erros e outros acertos, torço por ela.

    • Tosca16

      Falem bem ou falem mal mas esse sabe a maracutaia deste mercado, outro que se aventurar as cegas aqui cairia do cavalo ou seria abatido facilmente.

  • CanalhaRS

    Notícia boa para os funcionários da planta.
    Agora falta se entender com os pelegos.

    • CharlesAle

      Olha, creio que serão repassados para serem funcionários direto da Caoa. Já que Ford não mais existirá PJ naquela planta..E com certeza a Caoa irá fazer uma peneira..De qualquer maneira, os bons tempos acabaram naquela planta. Mas pelo menos não fechará..

  • zekinha71

    A pergunta é: nesse negócio vai rolar $$$$$ público, tipo BNDES?

    • Cardoso (não aquele)

      O Dória disse que daria vários incentivos fiscais.

  • V12 for life

    Caso a CAOA resolva montar a F-Max, vai ter que mudar o nome já que aqui é usado pela Tropical.

  • G. de F.

    Caso se confirme a aquisição, já estou até imaginando como serão as propagandas dos caminhões Ford/CAOA… (com a voz do narrador oficial da marca…) OS MELHORES CAMINHÕES DO UNIVERSO, AGORA CAOA…

  • Sérgio Carvalho

    O melhor caminhão… Do Mundo!

    • Daniel

      kkkkkkkkkkkkkk, já to esperando o comercial naquelas estradas maravilhosas e o por ou nascer do sol!

  • Coffinatorᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

    Tem tudo pra dar certo, principalmente porque não tem os animais da Ford BR no comando.

  • afonso200

    por favor tira essa F350 e F4000 e coloca algo moderno ate com cambio AT

  • Eduardo Sad

    A Ford é uma grande marca com excelentes produtos… Mas tem errado em estratégia no país. A CAOA já é uma marca independente que tem acertado na estratégia ao longo dos anos. Se essa parceria for efetivada e tiverem liberdade pra trabalhar, creio ser questão de tempo pra levantarem as vendas da marca novamente…

  • MWM SUPREMACIA

    Chinoford……Deus me livre duma desgraça dessa.

    • vinny

      Claro que não! A CAOA é nacional, ela cuida da Chery (chinesa), da Subaru (japonesa) e da Hyundai (coreana). Pela sua lógica, então ela é multinacional?

  • Alexander_HIGHFORCE

    Não sabia que bairros tinham autonomia para fazer acordos comerciais com empresas.

    • vinny

      Não é o caso. A reportagem apenas cita que a empresa fica no bairro do Taboão, e que o governo estava intermediando a venda (por interesse).

      • Alexander_HIGHFORCE

        Sim, só fiz uma brincadeira é que no título deixou a entender que a CAOA fechou negócio com o TABOÃO.

  • Costarlc

    Uma excelente notícia. Torço que seja verdade e que dê certo.

  • Henrique Guedes da Silva

    E assim comeca a nascer um montadora grande nacional quem sabe

  • Rogério R.

    No caso da Ford Otosan, a marca americana tem 41% da Koç Holding e dessa forma formando uma joint venture. Nesse caso da reportagem pelo que andei lendo não será uma joint venture, pois segundo a própria Ford ela não quer mais investir em caminhões na América Latina. Então eu pergunto, como ficará as futuras gerações de caminhões Ford sem a ajuda da marca americana para investir nos futuros projetos? Vai ter que sair do bolso da CAOA, e por isso sinceramente, eu acho mais interessante ver o logo da CAOA na dianteira dos caminhões assim como o “A” nos caminhões Agrale. Eh, a CAOA vai ter que suar muito para enfrentar a difícil tarefa(sem a ajuda da Ford, pois sob licença é uma coisa, joint venture é outra) de concorrer com VW/MAN, Mercedes-Benz e isso até a DAF resolver investir a linha de caminhões rígidos no Brasil, daí a coisa vai ficar desafiadora para a CAOA. Vamos aguardar os próximos capítulos para ver o que acontece.

    • Jackson

      concordo plenamente só ter a licença de produção não é o bastante e ainda mais aqui que o povo não dá valor à marcas nacionais..exemplo da Agrale uma ótima empresa com participação em vários ramos desde fazendas até a procução de motores ela já foi dona da fras-le lider nacional na produção de pastilhas de freio negócio vendido ahá alguns anos mas ela temoutras varias empresas como a fundituba fundição a germani alimentos,a yanmar que produz tratores motores e geradores a lintec que fabrica muitos itens e importa vários da china também.mas o que o Brasileiro faz despreza a marca era pra vender pelo menos uns 10 mil caminhões por ano mas não vende nem 500 ela se destaca em nichos de mercado é forte na fabricação de chassis de micro-ônibus tratores e faz o Marruá um jipe de uso militar já na argentina a coisa é diferente é a segunda montadora de caminhões e é líder na produção de ônibus e micro-ônibus por lá tem até chassi articulado ma aqui tem que se contentar com as migalhas que o mercado oferece acho que pra caoa vai ser o mesmo caminho a ser seguido pela Agrale….

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Diferente dos carros os caminhões são feitos com “peças de prateleira”. Acho que apenas a cabine do Cargo é um projeto Ford. Todo o resto, incluso o chassis, é desenvolvido por terceiros. Assim, se a CAOA bancar nada muda para futuros modelos.

      • Rogério R.

        Eu sei, já fui colecionador da revista TM, mesmo sem ser caminhoneiro sou muito fã de caminhões, até mais do que de carros e sempre acompanho notícias do setor e te digo que algo que dá muito trabalho no projeto de um caminhão é a cabine. Tanto que a Sinotruk usava cabines antigas do Volvo F e FH e agora como Sitrak ela usa cabines MAN, a Shacman usa cabines MAN dos anos 1980/início 90, assim como a VW fez por muito tempo com seus caminhões usando cabines MAN. A Scania levou 10 anos projetando as novas cabines NTG e a nova fábrica de cabines da Scania do Brasil tem 75 novos robôs para fazer a montagem e foram investidos R$ 340 milhões só nessa fábrica de cabines. No caso da Ford quem as fabrica é a Aethra.A prateleira no caso da Ford são motores Cummins ou MWM, câmbio Eaton ou ZF, eixos Meritor, etc…Mas a cabine, essa sim será um baita problema para os futuros projetos da CAOA Caminhões. A cabine!

        • Jr

          Faz uma parceria com a Otosan turca, divide os custos e faz uma cabine para ser usada nos caminhões de ambas empresas, elas não competem entre si mesmo, vendem caminhões em mercados diferentes

          • Rogério R.

            Pelo que andei lendo a Otosan não tem interesse no Brasil e nem na América Latina. A CAOA estará sozinha nesse desafio.

            • Jr

              Ela não tinha interesse em comprar a fabrica da Ford, mais alguém para dividir os custos na criação de novos produtos todas as montadoras querem e a parte boa é que as duas não concorrem entre si, uma tem como mercado alvo o leste europeu, África e Oriente Médio, a outra o Brasil e talvez américa do sul

              • Rogério R.

                Seria bacana, mas o que a Ford pensaria dessa parceria, pois ela tem 41% da Koç Holding. Sinceramente, eu acho pouco provável essa parceria ainda mais após a Ford ter declarado que não quer mais investir em caminhões na América do Sul e na minha opinião a Koç Holding que não abra o olho, pois do jeito que as coisas andam de uma hora para outra a marca americana pode colocar os seus 41% a venda.

                • Ernesto

                  Mas o investimento na América Latina não seria da Ford e sim da CAOA! Então creio que exista sim a possibilidade da CAOA negociar com a fabricante turca.

  • Alvarenga

    Aqui em SBC fala-se que a MBB ja teria comprado a parte baixa da fabrica onde fazem divisa ( onde tem armazens, estamparia e linha do finado Fiesta ). Se a CAOA ficar com a parte de cima onde esta a linha de caminhões ai faz sentido, e ela ainda por cima se da bem porque não tem enchente e carros perdidos como na parte baixa.
    Bom, somente o tempo dira pois até um shopping ja disseram que ia sair por la !!!!! boatos, boatos,,,,

    • CharlesAle

      Posso até estar enganado, á que sai da Ford em 95, mas é o contrário, automóveis em cima, e caminhões na planta debaixo..

      • Alvarenga

        Não sei como era antigamente mas hoje é 100% certo: caminhões em cima, carro em baixo.

  • Cássio

    Agora ninguém fala mal da CAOA.

  • Jackson

    O certo agora já que a Caoa abocanhou a Ford seria trazer a produção da Transit pra SBC pra mim o unico veiculo com possibilidade de rivalizar com a MB sprintr tanto no quesito de preço como de conforto e desempenho e retornar ao mercado de chassis para ônibus e micro-ônibus inicialmente com motorização dianteira nicho abandonado pela Ford após o fim da Autolatina

  • Eskarmory .

    Ele vai querer chapar um CAOA em itálico no lugar do oval…

  • Ao que consta, a Ford não tem interesse em ceder sua marca. Certamente ou será um CAOA por Otosan, ou irão produzir a linha Xcent da Hyundai.

    • Jr

      Serio???? Ai o negócio complica, quem em sua sã consciência vai querer comprar um caminhão CAOA, tem gente que nem conhece essa empresa, se perguntar se compraria um caminhão dessa marca, o caminhoneiro vai dizer que não conhece e perguntar se ela é chinesa.

  • Matafuego

    Agora serão os melhores caminhões do muuuuuundo

  • Humberto Ghirardello

    Seu Carlos tem dinheiro em

  • Ricardo Blume

    De grão em grão a Caoa vai ganhando nome e espaço. Fez suas cagadinhas mas está ai, comendo pelas beiradas. Fico imaginando a alegria daqueles que temiam pelo emprego.

  • Cesar

    Vem aí o melhor caminhão da galáxia.
    O caminhão dos caminhões.

  • Jad Bal Ja

    E ai vem o melhor caminhão dumuunnnduuu….

  • P Sanchez

    KKK, os Caminhões da Ford estão MUITOOO DEFASADOS , mas agora com a “CAO”A , serão os MELHORES do Mundo para os Idiotas que acreditam em suas propagandas Enganosas e Mentirosas, mas como sempre existem bobos para tudo.

  • Rafael Oliveira

    Só digo que é outra montadora que já comprou..

  • Reginaldo Ferreira Campos

    Me pergunto se o grupo CAOA tem realmente a verba que faltou à Ford para fabricar aqui esse F-Max. Os custos para o desenvolvimento de uma versão local adequada as novas normas de emissão e as baixas vendas dos brutos da marca foi que o pesou na decisão do americanos de fechar esse ramo no país. Ou será que haverá alguma divisão de despesas? Duvido muito. Mas não creio que a empresa brasileira se arrisque a trazer um Sinotruck da vida

  • Filipe Augustus

    Seria legal se ela atualizasse a série F no Brasil, igual a americana!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email