Preços Renault SUVs

Captur Bose é limitado e tem som de qualidade a partir de R$ 95.990

Captur Bose é limitado e tem som de qualidade a partir de R$ 95.990

O Renault Captur ganhou uma edição especial com um som de alta qualidade, da Bose. O SUV compacto da marca francesa chega ao mercado nessa configuração com preços de R$ 95.990,00 na versão 1.6 CVT e R$ 96.990 na 2.0 AT4.


Como diferencial, a série limitada traz uma série de itens no sistema de som Bose, que compreende woofers de 165mm nas portas dianteiras e alto-falantes de 130mm com ímã de neomídio nas portas traseiras, bem como tweeters de 25mm com ímã de neomídio no painel dianteiro.

Captur Bose é limitado e tem som de qualidade a partir de R$ 95.990

Além disso, o Renault Captur Bose também dispõe de um subwoofer de 150 x 230 mm, também com ímã de neomídio. Há um amplificador digital customizado de 7 canais com equalização exclusiva e a tecnologia Bose Fresh Air Subwoofer no porta-malas.


De acordo com a Renault, que sempre foca no tamanho do porta-malas, o subwoofer não interfere no volume do SUV, que mantém assim seus 437 litros. Fora o moderno sistema de áudio de alta fidelidade, a marca acrescenta ao Captur Bose alguns equipamentos para diferenciação.

Captur Bose é limitado e tem som de qualidade a partir de R$ 95.990

Nesse caso, o Captur Bose oferece bancos em couro sintético, soleiras de porta com assinatura Bose e badges próximos aos retrovisores. O SUV tem ar condicionado automático, direção eletro-hidráulica, trio elétrico, piloto automático com limitador, rebatimento elétrico dos espelhos, rodas aro 17, luzes diurnas em LED, lanternas em LED e alarme.

Além disso, traz também multimídia Media Evolution com tela de 7 polegadas e sistemas Google Android Auto e Apple Car Play. O Captur Bose tem quatro airbags e controles de tração e estabilidade, além de assistente de rampa.

Captur Bose é limitado e tem som de qualidade a partir de R$ 95.990

Uma novidade com a série do Captur Bose é a pintura biton Cinza Cassiopée com teto Prata Étoile, além das combinações Preto Nacré com teto Prata Étoile, Branco Glacier com teto Preto Nacré e Vermelho Fogo com teto Preto Nacré. O motor 1.6 SCe tem até 120 cavalos, enquanto o 2.0 entrega até 148 cavalos.

Captur Bose é limitado e tem som de qualidade a partir de R$ 95.990
Nota média 3.3 de 4 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • FREDRED

    A Renault tem tudo pra ficar entre as 5 no top list, ela tem bom produto e considero bem ousada pelo projeto do RS, sendo o único popular esportivo de verdade, mas vejo muita gente criticando o kwid, mesmo esse estando com ótimas vendas.

  • Eskarmory .

    Não consigo sequer cogitar uma convivência forçada com esse painel.

    • SDS SP

      O desenho em sim é Ok, o problema são os materiais empregados.
      O pior são as economias de palito: o antiquado tanque de partida a frio e as regulagens da coluna de direção são coisas vergonhosas em um carro que custa quase 100k.
      Mas nessa categoria, quase ninguém escapa de algo. Tomara que a nova Tracker de uma balançada na categoria a exemplo do que o Ônix fez.

      • Anderson Trajano

        Todos os itens que faltam nesse carro não estão no projeto inicial. Essa plataforma nasceu para prover veículos de baixo custo e até que funciona bem na dupla Sandero/Logan. Mas num SUV que beira os 100k não rola, ainda mais num segmento tão disputado como o de SUV’s compactos. Esse carro nasceu morto e só vende na venda direta ou a base de muitos descontos.

        • what_the_hell??

          Sinceramente, eu passei um tempo com um e a única queixa que tenho é o motor que é fraco para o porte do carro (assim como o do Renegade). De resto, não tenho o que falar, até porque nessa categoria não existe opção realmente completa, sempre fica faltando algo (ou sobrando no preço, no caso de uns). Apesar do preço de tabela, vi anúncio de Captur CVT por 75mil!

          • Eric PB

            passei hj no meu caminho ”da roça” em frente a uma css renault e estavam la dois capturs de entrada com cambio cvt zerokm anunciados por 67900,00. Achei um preço interessante. Ja tive dois renault, acho os carros firmes, suspensao boa q nao range e absorve bem impactos, quase nada batia dentro do carro, um exemplo, minha s10 e toro de hj em dia chacoalham o vidro dentro da porta a depender do piso, a duster q eu tive nunca ocorreu isso.

            • what_the_hell??

              Tb acho bom o custo benefício deles! Tem seus defeitos, mas, na minha opinião, tem um tamanho muito bom, ótima posição de dirigir e custam bem menos que os concorrentes que tb tem seus defeitos!

    • Enner Herenio de Alcântara

      Por fora eu acho bonito, mas quando vai para o interior, é impressionante como é feio. Será que a Renault faz curso para deixar horrível o interior dos carros da marca? Inacreditável! Esse carro, tem que melhorar o motor também, mas o interior é de chorar de feio!

      • Piloto

        Quase 100k e esse interior. Também não consigo acreditar nessa bizarrice!

      • Cláudio Modesto

        2.0 AT4 é coisa de 2003. Pq não colocaram o conjunto do fluence nele? Seria ótimo

        • what_the_hell??

          Isso é, de fato, ridículo!!

        • MarcosGojira

          Falando nele, acho que foi o último Renault com interior bonito e com materiais bons.

      • Gran RS 78

        Sem contar da quantidade e qualidade dos plásticos, que não condiz com o preço cobrado por ele.

  • Sino Weibo

    Comparando essa versão e a europeia, e sabendo que muitas pessoas irão comprar esse carro ae me vem a cabeça pq brasileiro é tão mal tratado pelas montadoras, que tem coragem de lançar esse modelo desse jeito ae no nosso mercado, nesse preço, e ainda lucrar, pois esse modelo nada mais é que um Dacia Duster gourmetizado, mas mal feito ainda.

    • Gran RS 78

      O brasileiro é mal tratado porque aceita isso, pois se ninguém comprasse, com certeza a marca iria rever seus produtos.

  • CanalhaRS

    Uma enjambração em cima do Duster por quase R$ 100 mil.
    Parabéns Dacia do Brasil!

    • what_the_hell??

      Eu não pagaria nem perto de 100mil nesse carro, mas ouvi anúncio que estavam vendendo esse carro 1.6 CVT por 75mil! Não acho um ótimo carro, mas pode ter um bom custo x benefício!

  • El Gato!

    Meu Deus…

  • Samuel Jesus de Sousa

    Por fora eu acho o design bom, mas por dentro destoa… Lembra-me carros populares como o Sandero e até mais simples como o Kwid

    • Josimar Genm Tavares

      Verdade, esperemos a nova geração, que deve chegar por volta de 2025 no Brasil se for depender da Renault…
      O que é foda, ´q que o carro vende relativamente bem mais de 2 mil unidades/mês, até mesmo pelo seu powertrain, e a Renault não melhora o que reclamam nele.

  • Rogério R.

    Plataforma B0/M0, uma plataforma projetada para aguentar as pancadas das vias do leste europeu e latino-americano. Difilmente o eixo desse SUV trinque ou rache. Agora esse painel merecia um material de maior qualidade para essa categoria SUV tão disputada e poderiam ter adotado o motor 2.0 M4R com CVT no nosso Captur desde o lançamento.

    • SDS SP

      Mas se está fazendo uma alusão ao recall do T-Cross, isso não tem nada a ver com a plataforma e sim com desvios de manufatura mesmo que podem acontecer em qualquer parte do carro.

      • Rogério R.

        Projeto para ser robusto de verdade.

        • SDS SP

          É tudo pseudo SUV que não aguenta uma poça d’água em dia de chuva moderada.
          Pior que superfaturado e repleto de economia de palito.

          • Rogério R.

            A B0/M0 aguenta bem as pancadas. Mas a Renault deveria melhorar o acabamento do Captur.

            • Vitor C

              Como ele disse, o eixo é algo independe de plataforma, é uma mecânica a parte.
              Além do mais, o t-cross de longe tem uma estrutura muito mais rígida, o que é importante para aguentar as buraqueiras e desníveis dos nossos asfaltos lunares.

              • Rogério R.

                Somatório do projeto.

    • Chap

      Kkkkk! Esses carro(ça)s são tão robustos que desalinham a suspensão no menor buraquinho que sobrepassam. É só perguntar para os proprietários dos veículos dessas plataformas.

  • Racer

    Espero o novo Duster, mas não compro isto…

  • SDS SP

    Eu acho esse carro o mais bem resolvido visualmente em sua categoria, mas as economias de palito que adotaram nesse carro é de lascar…

  • Rodrigo

    Corrige aí N.A.
    Não é neomídio (não existe essa palavra). É Neodímio, símbolo Nd, elemento químico de número atômico 60 e pertencente à família dos lantanídeos.

    • SDS SP

      Diga-se de passagem, material também usado para fabricação de lasers…

      • Rodrigo

        Exato, além de aplicações aeroespaciais e em computadores também (discos rígidos).

  • Mr Tony

    Uma novidade com a série do Captur Bose é a pintura biton Cinza Cassiopée com teto Prata Étoile, além das combinações Preto Nacré com teto Prata Étoile, Branco Glacier com teto Preto Nacré e Vermelho Fogo com teto Preto Nacré

    Ganhou da Polishop!

  • G E O

    A Renault é esperta. Coloca um som de alta qualidade em um carro que é lento e beberrão.

    Esse Renault Duster travestido de Captur é uma grande cilada, na minha opinião.
    Dirigi um modelo europeu e a diferença é gritante em acabamento e dirigibilidade.
    Mas tem gosto pra tudo nesse Brasilzão

    • Eduardo T. Küll

      Na Índia, recebeu faróis de LED. Aqui, nem isso. Esse tipo de som, dá para comprar por fora, a questão são os itens QUE NÃO TEM e que só podem vir de fábrica.

      • G E O

        Acho que nos dois lugar a construção deve ficar aquém do modelo europeu (eu acho que ele é produzido na Rússia, mas posso estar enganado).

  • Mauricio Ferrari

    Olha, a respeito das opiniões de vários comentaristas aqui, criticando fortemente o interior do Captur, vou dar a minha
    Não vejo essa tragédia toda não
    Claro que poderia e deveria ser melhor, mas olhando os concorrentes na mesma categoria, acho bem na média
    Principalmente o de interior Bi Tom, até me atrai
    O carro tem realmente algumas falhas bem bobas e irritantes, como tanquinho de gasolina, direção eletro hidráulica, opção “unica” de um motor mais forte mas Gastão de câmbio ruim, ou de motor e câmbio melhor, mas mais fraco e outras do tipo
    Mas entrega um desenho muito bonito, porta malas interessante, espaço adequado, segurança aceitável, e equipamentos na média

    Então acho mais implicância com a marca do que reclamações baseadas em fatos

    • Guilherme Ferreira Lucio Lemes

      Concordo! A minha está com mais de 30.000KM, e fora a direção eletro hidráulica que eu não gosto e alguns detalhes no acabamento é um bom carro e na época, foi a melhor compra PCD que tinha. Fiz uma viagem de 2.000km ida e volta com ela e gostei muito. A estabilidade em alta velocidade me impressionou por ser um carro tão alto.

      • Mauricio Ferrari

        Legal seu relato.
        Muita gente critica só por criticar, mas não analisa se como o carro é, e o que ele oferece. Só quem tem e usa pode realmente dizer.
        Tenho interesse em comprar uma 1.6 Guilherme. Como é o consumo dela na cidade e estrada? (não sei se a sua é 1.6 ou 2.0)

        Obrigado, abraço

        • Guilherme Ferreira Lucio Lemes

          A minha é 1.6 CVT. Cidade 9 a 10 KM/L na gasolina e estrada fica entre 12 a 13 KM/L. Nunca usei etanol nela por relatos que ela mal faz 7KM/L.

          • MarcosGojira

            7? Não faz nem 5.5, como quase todos os altinhos.

            • Eduardo

              Tenho um 2.0 at… Ha 03 anos.. 36.000 km rodados… Nenhum recall.
              Otimo carro… Manutenção barata e seguro tb para categoria..
              Meu faz a etanol na cidade 6,0 a 7,0 km l e 8,0 a 10,0 na estrada c ar ligado e 04 adultos. Na gasolina na estrada entre 12,0 e 13,0 km litro c 04 adultos e ar ligado tb.
              Na pratica anda mais e consume o mesmo do 1.6 CVT…

              Muito confortável, c motor forte e troca de marchas suaves.

  • Josimar Genm Tavares

    Legal, o destaque/diferencial do carro é o sistema de som (afinal esse powertrain e interior estão merecendo uma renovada/melhora urgente) e sequer citam a potência do áudio.

    • DevXav

      Pois é.. pesquisei a potência e também não encontrei nada..
      O Bose do meu A1 tem uns 480 Watts RMS, então imagino que esse aí tenha algo em torno de 300 e 480 tambem…

  • Josimar Genm Tavares

    A LDL destoa do conjunto de lâmpadas halógenas

  • Licergico

    “Captur Bose é limitado”
    pelo menos é sincero !
    limitado .

  • Daniel Pirolli

    Eu li certo? Cambio aut. 4 marchas? 4? Ainda existe isso? PQP

  • Chap

    Já aluguei isso daí para viagem e só digo uma coisa: que carro ruim!
    Inclina muito nas curvas, motor gritão (CVT mal calibrado) e beberrão, direção pesada, ergonomia ruim (chover no molhado nessa marca, mas eu achava que poderia ser um pouco melhor em relação aos modelos mais baratos), posicionamento ridículo da multimídia que faz o sol ofuscar e impossibilitar a visualização do GPS e câmera de ré, acabamentos de baixa qualidade, entre outros defeitos.

  • Raphael Del Bosque

    Já que o novo motor turbo da Renault não chegou no mercado, eles deviam colocar esse CVT no 2.0 também. Iria melhorar o consumo e o desempenho do carro. O Fluence tinha essa combinação e tinha um desempenho satisfatório.

  • carnero

    Primeiro lançam o carro com um câmbio AT4, depois trocam para o CVT, só que como não monta no motor 2.0 colocam o motor 1.6L no carro
    Agora troca as caixas de som pra Bose
    Nem na Romênia o consumidor é passado pra trás dessa forma, lá o cara sabe que o carro é baixo custo e compra sabendo o que esperar.
    Já aqui na banânia tentam passar o expurgo com uma lucratividade que a Romênia nunca irá ter

  • renanfelipe

    O carro é lindo. Não emplacou por erro de planejamento. Era pra estar acima do Duster, mas o interior é quase igual e compartilha muita coisa, além da mecânica antiquada… se for só a casca de vantagem, não compensa pagar a mais…

  • Miguel

    Se a Renault fominha tivesse lançado ele justamente como o europeu, moderno, mesmo menor mas completo, poderia estar nadando de braçada hj, até porque agora as marcas estão se voltando para a produção de SUVs pequenos.
    E poderia ter refinado o Duster e a Oroch (bem que pra mim pra essa picape ficar aceitável só uma nova geração mesmo). Rss

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email