Europa Renault SUVs

Captur com “K” ganha motor 1.3 Turbo e renova visual na Rússia

Captur com "K" ganha motor 1.3 Turbo e renova visual na Rússia

O Renault Captur, quer dizer, Kaptur, recebeu algumas novidades na Rússia, onde estreou. Mudanças na estética, no acabamento interno e mecânica, realçam a proposta do SUV compacto, que também é fabricado no Brasil.


Por fora, o Kaptur recebeu novos faróis de LED com luzes diurnas em LED, dependendo da versão, dando assim um destaque a mais para o SUV no mercado russo.

Captur com "K" ganha motor 1.3 Turbo e renova visual na Rússia

Além disso, a grade sofreu alteração com elementos cromados segmentados. O modelo recebeu ainda novas rodas de liga leve aros 16 e 17 polegadas, bem como duas novas cores: Blue Iron e Gris Platine.

O painel é o mesmo, mas com alguns detalhes novos, como um aplique em preto brilhante e azul no lado do passageiro, moldura em volta do porta-objetos no alto e console com botões renovados, incluindo o de partida.

Essa alteração na ergonomia também é vista no novo volante padrão da Renault, que pode ser conferido no Duster 2021 nacional, assim como nos repaginados Sandero e Logan. Isso permitiu que o piloto automático ficasse agora centrado na direção.

Captur com "K" ganha motor 1.3 Turbo e renova visual na Rússia

Uma crítica ao Captur nacional foi resolvida pelo Kaptur russo, que recebeu ajuste em profundidade da direção. Ganhou ainda botões reposicionados para o aquecimento dos bancos dianteiros e iluminação interna com 8 cores.

O Kaptur admitiu uma nova multimídia R-Link com Android Auto, CarPlay e o russo Yandex. A tela tem 8 polegadas e o dispositivo vem com sistema de som premium Bose. Adicionou ainda um conjunto de câmeras com detector de pontos cegos.

Captur com "K" ganha motor 1.3 Turbo e renova visual na Rússia

Com versão 1.6 de 114 cavalos, o Kaptur 2020 agora recebe o motor Renault TCe 150, que tem 1.3 litro, turbocompressor e injeção direta, entregando 150 cavalos no SUV. Este vem com câmbio CVT Xtronic e tração dianteira ou integral, uma necessidade no caso da Rússia.

O preço dessa versão 1.3 Turbo é de 1.440.000 rublos ou R$ 112.500. Com tração 4×4, seu valor sobe para 1.515.000 rublos ou R$ 118.400.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Humberto Ghirardello

    Pqp, nada de mudar esse painel

    • Ricardo Blume

      Todo interior é sofrível.

      • Pablo Alves

        vamos lá, em comparação ao que, em que carro dessa categoria, Creta? amigos, nem se fosse bonito, nao iam comprar mesmo, entao parem de reclamar,

        • Ricardo Blume

          Este é um site democrático, certo? Portanto eu e os demais podemos dar nossas opiniões sobre os assuntos aqui postados. Contanto que não faltemos o respeito com ninguém, eu posso falar o que penso sobre o veículo mesmo que eu não tenha interesse em adquirir um e gostaria de saber o que os outros também pensam pois, com isso, aprendo mais e mais sobre algo que mais gosto na vida, automóveis. Tenha um bom final de semana.

        • Humberto Ghirardello

          -EU- acho o Captur estéticamente lindo, mas desde que foi lançado, critico o painel e tinha esperanças que em uma eventual atualização, mudassem o painel/interior. O que não aconteceu.
          Agora eu como público de marca, analiso os critérios que eu quiser, comparo com os carros da categoria e critico o que achar necessário sim. E se não gosta de ouvir criticas, não leia os comentários e compre o que achar conveniente a você.

  • RKK

    Motor 1.3 TCe e direção elétrica já é uma boa evolução para o Captur. Espero que o câmbio CVT seja o mesmo do atual Kicks, o Jatco CVT7 W/R (JF020E). Pena que mantiveram o freios à tambor traseiro e o insosso desenho traseiro.

  • Ricardo Blume

    Pois então, até agora não vi nenhuma vantagem em comprar um Captur com relação ao Duster. Um pouco mais de espaço interno e algumas outras firulas a mais e só. Sempre achei que o Captur deveria ser um modelo de topo, com um acabamento mais sofisticado e motorização idem e deixando o Duster para quem procura algo mais básico mesmo. Enfim, vamos ver como a Renault organiza seu line aqui no país para os próximos meses.

    • Ubaldir

      Te falar a verdade, nem maior espaço interno eu consegui notar no Captur com relação ao Duster. Para mim são a amplitude interior é bastante similar nos dois modelos.

  • Natán Barreto

    A Europa já com uma geração mais compatível com os rivais atuais e a Renault nao larga mão desse Duster perfumado.
    O interior desse carro parece que tem 10 anos

  • Pablo Lee Peter

    Evoluiu muito dessa vez, e passa a ser uma excelente opção a ser considerada

  • A Renault deveria ter aproveitado para aplicar o design do novo Captur francês. Aquele ficou lindo demais.

  • Rogério R.

    Se vocês repararem bem nas fotos do flagra que o Autos Segredos postou no tópico: “[Exclusivo] Captur reestilizado terá visual europeu e motor 1.3 Turbo”. Vão ver que o futuro Captur 1 fase 2 brasileiro vai ter o para-choque dianteiro semelhante ao do antigo Captur 1 fase 2 europeu e diferente do recém lançado Captur 1 fase 2 russo, a dianteira do nosso na minha opinião vai ficar mais bonita. Agora a Renault poderia ter mudado pelo menos o visual das lentes das lanternas traseiras, pois tanto nos flagras dele aqui em testes como nesse russo as lanternas são as mesmas do atual. Acabei de visitar o site da Renault, e vi que o Captur no configurador não tem mais na versão 2.0, o velho motor está presente somente no site de vendas online da marca, talvez seja de carros de estoque. Será que isso já é um indício que logo teremos aqui o Captur 1 fase 2 com o motor turbo? Espero que sim!

  • Leandro

    Na minha opinião, o Captur é totalmente desnecessário no portifólio da Renault no Brasil, simplesmente por ser basicamente o mesmo Duster, mesma plataforma, mesmo powertrain com outra carroceria e mais caro. Se pelo menos fosse mais sofisticado e utilizasse outra plataforma aí até poderia fazer sentido, mas sendo um mero Duster Gourmet, não faz nenhum sentido.

    • Ubaldir

      Poderiam ao menos dar uma caprichada maior no interior do Captur, que acaba sendo tão básico quanto o do Duster. Já que é mais caro, ao menos poderia ser mais requintado e sofisticado para justificar essa diferença.

  • celsomir

    Pra mim o interior do novo Duster Brasileiro está melhor que este do Kaptur Russo. Acho que a mudança de motor não é suficiente para o Captur Brasileiro. Tem que melhorar o interior também.

  • Marcelo

    Se o Captur brasileiro já tivesse este motor 1.3 turbo, seria tão bom, que daria até para abstrair o interior simples.

  • Carlos Henrique

    É um carro muito lindo, porém a transmissão faz o motor sofre demais, isso porque o motor também poderia muito melhora

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email