Etc Longform

Carro 1.0 nunca vendeu tão pouco! Optar por um 1.4 pode ser mais vantajoso?

gol-way Carro 1.0 nunca vendeu tão pouco! Optar por um 1.4 pode ser mais vantajoso?

Os números indicam que houve uma mudança de hábito nos últimos anos: a participação dos modelos com motor 1.0 no volume de carros vendidos caiu de 71 % em 2001 para 44,5 % em Agosto de 2011.



A fatia de mercado que compreende carros com motores acima de 1.0 e menores que 2.0 está em torno de 54 % (era de cerca de 27,7% há 10 anos). A faixa acima de 2.0 representa cerca de 1,5% do mercado (era de 1,3%).

Por que será que o consumidor está mudando de idéia? Anda utilizando mais a razão na escolha? Difícil dizer, uma vez que escolher um carro envolve também bastante emoção. Cor, design, preferência por marca e nostalgia, por exemplo, são parte do lado emocional.

O que podemos fazer, no que se refere ao lado dito racional, é levantar questões para que você mesmo possa dizer se um 1.0 ou um 1.4 – quiçá um 1.6 – é mais adequado para você.
Vamos a elas:

“ – Onde eu moro tem muita subida ou é uma cidade mais plana?”,
“- O carro vai andar cheio ou vazio?”,
“- Vou levar a família e amigos frequentemente a regiões serranas como praia e montanha?”,
“- Qual minha verba?”,
“- Compensa investir em ar-condicionado se aqui não passa de 27 graus e raramente vou até uma cidade mais quente?”,

E uma questão que parece muito óbvia: “ – Busco economia? Então a melhor escolha é um 1.0, certo?”. Veja bem: nem sempre! Se onde você mora tem muita subida, um motor 1.4 irá lhe servir melhor, com cerca de 30% a mais de torque, 20% a mais de potência e, consequentemente, menor necessidade de reduzir e esticar as marchas.

Ou seja: um motor 1.4 será até mais econômico que um 1.0, que ainda requer um certo aprendizado no modo de dirigir se for seu primeiro 1.000, pois para tirar melhor proveito dele, você usará muito mais o câmbio e terá que se acostumar a ouvir o motor gritando a giros altos sem sentir remorsos depois.

Respostas (possíveis) para as perguntas seguintes: O carro vai andar cheio ou vazio? Se vai andar cheio mas no plano, um 1.0 vai legal. Ainda assim, sofrerá nas arrancadas. Você curte ir à praia ou à montanha mas na ida ou na volta tem que encarar aquelas serrinhas quase em espiral iguais às de desenho animado?

Subindo a serra

Nesse caso, acredito eu, a decisão deveria levar em conta a segurança dos outros motoristas também. Mas não funciona assim. E está aqui a razão pela qual redijo esta matéria. Sempre que volto da Serra do Mar, Ubatuba ou vou até Campos do Jordão, a 1700 metros de altitude, reparo o quanto o trânsito trava e chega até a parar devido aos carros 1.0 – sejamos justos, aos mais potentes sem manutenção também.

O que geralmente acontece é que devido ao longo trecho de subida em altas rotações em primeira marcha, no máximo uma segunda pedindo primeira, acontece um superaquecimento e não raro o carro ferve. Pelos acostamentos vários carros parados com capô aberto.

E os que continuam fazem com que veículos pesados como Topics ou caminhões e ônibus percam o embalo e tenham que parar e recomeçar a “remada” morro acima. Numa dessas, na volta da praia, eu pensei alto para um Fiat Siena cheio de gente e bagagem que estava sofrendo para contornar uma curva fechada na subida, segurando outros tantos veículos à minha frente: “Na próxima vez, amigo: compre um 1.4!”

Está convencido que numa situação dessas um 1.4 vai melhor? E pode crer: na descida também. Mais torque significa mais freio-motor e na descida íngreme o carro vai descer melhor numa segunda ou terceira marchar sem gritar. E o sistema de freios agradece. Será raro “acabar ” o freio, pois o pedal será menos exigido.

E em carros com lona de freio, aquele cheiro terrível de queimado não irá contagiar o ambiente. Continuando com a análise das perguntas, as seguintes levam em conta um fator que conta muito. E que dói em alguns. O fator “bolso”!

Analisando os números

Qual minha verba? Escolhi três modelos de carros zero Km, nas versões 1.0 e 1.4, para servir de exemplo:

O Fiat Novo Uno na sua versão Evo Way 1.0 2 portas custa R$ 27.830,00. Com motor 1.4, R$ 30.830,00 (diferença de R$ 1.800,00). O Sedã Siena, por sua vez, na versão EL 1.0 custa R$ 33.760,00. Na versão EL 1.4, R$ 35.860,00 (diferença de R$ 2.100,00).

O terceiro exemplo, o Chevrolet Prisma é mais interessante, uma vez que a diferença é bem menor. O LS 1.0 é tabelado em R$ 31.626,00. O LT 1.4, a R$ 32.439,00 (R$ 813,00 a mais). Mas fique ligados nas promoções e feirões que você pode conseguir, por exemplo uma direção hidráulica na faixa, levando pra casa um carro 1.4 já não tão básico!

Será que sai mais barato para uma montadora produzir um motor 1.0 do que um 1.4 ou 1.6? Na prática não. A GM, ao que parece, resolveu “assumir” isso na politica de preços do Prisma.. E a Peugeot já havia percebido isso há uns 7 anos, quando parou de comprar motores Renault 1.0 16 válvulas e passou a oferecer o seu próprio 1.4 8 válvulas no lugar sem cobrar mais por isso.

E a nova fábrica da GM em Santa Catarina fará apenas motores 1.2. Um meio-termo interessante, não acha? Mais que isso talvez assuste muito os fãs incondicionais do motor 1000.
E, para terminar a seção investimento, a última questão que muitos se farão é se compensa investir em ar-condicionado.

Ar-condicionado

Conforme exemplificamos acima, “se aqui não passa de 27 graus e raramente vou até uma cidade mais quente?” Aí pode realmente não compensar mesmo. Mas se a decisão for por investir no item, lembre-se que ar condicionado acaba roubando certa potência do motor e acrescentando peso extra. Com 1.0 no plano, até vai. Mas em subida, vai requerer desligar o sistema por algumas vezes.

E o investimento neste item, acaba por sugerir a compra do motor mais forte também. A compra do ar condicionado representa em média mais R$ 2.900,00 investidos. A soma de ar condicionado mais motor com mais potência e torque pode chegar a R$ 5000,00. E com adição da direção hidráulica passará de R$ 6.000,00.

O que muitos fazem é levantar um financiamento maior para diluir essa diferença em suaves prestações. Metade dos carros novos vendidos no Brasil atualmente são financiados, o que faz com que muitos decidam investir um pouco mais em segurança, conforto e performance. Na hora da revenda, embora muitas vezes não se recupere o investimento, ao menos será mais fácil vender um carro mais equipado. Mais potente, nem sempre.

Bem, espero poder ter contribuído com você que está considerando um upgrade de motor. Lembrando que as mesmas questões podem ser usadas para comparar modelos que têm versões 1.0 e 1.6, como VW Gol, Renault Logan e Nissan March, por exemplo. O 1.4 foi utilizado aqui por estar assim dizer mais perto do 1.0 no mercado brasileiro.

E para finalizar, caro leitor, algumas perguntinhas para agitar o debate: O que leva em conta ao escolher seu carro (novo ou usado)? Acredita que motor 1.0 ainda é imbatível em consumo? Se tivesse que escolher entre 1.0 com ar e 1.4 sem ar, com qual ficaria?

Acredita que novos motores de 1 litro com 3 cilindros e com mais tecnologia (turbo, sistema VVTi e injeção direta por ex.) e novos lançamentos poderão reverter a queda de vendas dos carros que usam motores com esta “cilindrada”?

E uma pergunta mais polêmica: carro mil atrapalha o trânsito?

Abraço e até a próxima!

Por Gerson Brusco Gonzalez

  • Battousay_X

    Carro mil atrapalha o trânsito.

    Meu cunhado tem que sair de segunda marcha no celta dele, porque se ele sair de primeira e entrar em uma via rápida, pode acabar causando acidente pela relação de marchas serem muito curtas.

    Boa parte dos 1.0 tem marchas curtas para passar a impressão de arrancada para o motorista, mas na realidade ele está apenas a 20 ou 40km/h enquanto em carros mais potentes a relação de marchas é mais alongada.

    • Tripa-Seca

      "…Carro mil atrapalha o trânsito. .."

      Motoristas ruins atrapalham o trânsito…Independente da cilindrada do carro deles…

      • MeekeeB

        Concordo plenamente. Cansei de ver carros 2.0, 2.4, 3.6 etc andando devagar na esquerda, e os 1.0 querendo ultrapassar.

        É incrível que aqui no Brasil o pessoal se atente tanto a cilindrada do motor. O importante é ter ''motorzaum".

        • Viper559

          Verdade! Brazilóides ainda associam "status" à motores grandes (coisa da década de 70. 80).
          Barbeiragem independe de carro, motor ou outros fatores, é questão de educação mesmo.

      • Edson Roberto

        Esta certo Tripa.

        Temos um motorista que nos leva todo dia ao motel que tem um Siena 1.8 HLX (motor GM). E mesmo esse motor torcudo em baixa rotação, o cara consegue sair de semaforos ao mesmo tempo que os 1.0. Dificilmente um 1.0 sai atrás dele. E não precisa esticar, tamanho o jeito do motorista ao usar o Siena e trocar marchas apressadinho.

        Alias, ele nunca passou de 3000rpm, brasileiro parece ter cisma que passar de 3000rpm vai explodir o motor, pois é impressionante o medo dele. Ele sempre toma uma buzinada de outros motoristas.

        • Tripa-Seca

          E curiosamente, o Gol é o carro que dirijo com os giros mais altos de um carro que tive (De 3800 a 4000)…Em motores 1.9, 1.6 V, 1.3 e até no Fiesta Rocam, que era 1.0, não chegava a 3.500 RPM.

          • Edson Roberto

            Tripa,
            Imagina a seguinte situação: Uma via com limite de 80km/h…

            Os carros vinod a essa velocidade e o cara faz um retorno na faixa da ESQUERDA tendo que ir para a direita entrar em uma rua… o que vc faz?

            1) "Estica" até 2000rpm e passa marcha;
            2) "Estica" até pelo menos 3000rpm e passa marcha;
            3) Ah dane-se os outros que parem, eu troco a marcha em 1500rpm e os outros que desviem.

            Pois bem, o individuo que citei, não dá o dane-se mas obriga os demais a fazerem isso. Ele para toda a via porque ele não sabe esticar a marcha para apenas entrar na vida em uma velocidade condizente com a via. Foi nesse momento que eu exemplifiquei. No dia a dia, estando na via e andando numa boa, eu não costumo passar acima dos 2500rpm.

            • Tripa-Seca

              Edson, a questão é que geralmente em pontos de entroncamento, a velocidade da via principal já cai, justamente para os carros adequarem sua velocidade ao fluxo. Mas assim como quem entra tem que esticar um pouco mais, quem está saindo ou passando tem que reduzir para velocidade indicada.

        • MeekeeB

          Off topic:

          Você trabalha em motel Edson? haha
          Agora que reparei, esse teu perfil é novo, não é? Você tinha um perfil com mais "p'' e uma Enzo na foto, não era?

          • Dharo Lima

            tambem ne , pagando 30 mil em carro 1.0 ( fiesta e derivados ) é pra botar a faca no pescoço de qualquer um, pelo menos conseguimos um avanço nos motores . aeaeeeeeee -todospulam-

          • Edson Roberto

            Meekee, o nick é o mesmo…rs

            Mas eu mudei sim porque havia sido banido, porém o Eber deixou em criar outro nick e continuar a comentar.

            Eu trabalho como consultor de implantação de solução fiscal. Antes era consultor tecnico (eu que fazia toda a implantação e instalação do programa) e hoje sou o consultor funcional (faço toda a parametrização dentro do sistema).

            PS: Era um Ferrari F50…rs essa da foto foi uma Lambo que tirei na rua de onde moro! (foi sorte mesmo…rs)

            Abraços!

            • Tripa-Seca

              E o que um consultor vai fazer no motel?!?

              • MeekeeB

                Tripa,

                Melhor nem saber! hahaha

                • Edson Roberto

                  Meekeeb, veja a resposta ao tripa…. é hotel… me enganei…rs

              • Edson Roberto

                Poxa desculpe, é hotel.

                Eu moro em SP, mas estou em projeto no Rio. Portanto fico em hotel na semana. Desculpe, não tinha percebido que escrevi motel.

                Abraços…rs

      • Battousay_X

        Concordo. Mas não estamos falando de Motoristas Ruins que Atrapalham o trânsito. Estamos falando de Carros 1.0 com relação curta de marchas que são muito ruins de arrancada.

        Se for falar de pessoas que atrapalham o trânsito. Atualmente, os motociclistas, motoristas de ônibus, pedestres, cicliestas e condutores de carro de passeio, no geral atrapalham o trânsito quando agem de forma imprudente e egoísta.

        No geral o que quero dizer é que a potência do motor interfere na arrancada. No geral os 1.0 estão ligados a marchas curtas q não desenvolvem velocidade.

        • Mesmo tendo relação curta de marchas e pouca potencia os carros 1.0 tem aceleração suficiente para acompanhar o transito. Eu tenho um 1.0 16v e acompanho o transito de boa e dificilmente uso mais que a metade do acelerador, quando eu preciso ser mais rápido eu deixo a rotação do motor subir e pronto… quase nunca fico para trás…

          Resumindo… se o motorista for manco, nem uma Ferrari faz o infeliz ir mais rápido.

        • Tripa-Seca

          Ninguém precisa largar como um F1 em semáforo. Atrapalhar o trânsito é ficar em velocidade incompatível com a via, e mesmo nessa, não dar passagem. Independente da potência, todo carro consegue ir para esquerda…Então, o problema é a educação do motorista…

        • lipealfano

          QUem mais atrapalha o transito são os carros grandes. Geralmente são motoristas que compram Hilux e se acham no direito de fazer o que quiser. Colam no fundo dos outros motoristas quando querem ir rapido, com xenon queimando o cucuruto, ou vão a 20km por hora na pista da esquerda ao mesmo tempo que fala ao celular. Vejo aos montes por ai

        • Viper559

          Sei não, o Celta (carro que muitos criticam) é o carro com motor 1.0 mais rápido que eu já dirigi, e não é que têm marchas curtas não, o carrinho é rápido mesmo, têm que escalonar bem o câmbio e o motor é feito para trabalhar em alta rotação mesmo, pra motorista preguiçoso que têm dó de usar o câmbio não serve.

          Carro mil é feito pra quém sabe dirigir.

          • ThorBH

            eu concordo. Certa vez aluguei um Celta e, ao devolver, minha esposa me acompanhou (ou tentou acompanhar) no nosso Gol 1.0 "G5" para me trazer de volta. Caramba, foi um ralo daqueles que dei nela!! E olha que ela é daquelas mulheres do "tamanco pesado".

            Mas deu para perceber que essa situação só aconteceria na cidade, na estrada o bicho ia pegar pro meu lado. O Celta tem as marchas curtíssimas (eu saia de terceira das lombadas). E o Celta tb não agarra em curva, inclina mto e rapidinho começa a avisar que vai desgarrar.

            • Lightning

              O Celta tem a plataforma do corsa, sem falar que é relativamente mais leve mesmo. Corsa/Celta 1.0 4ever!!!! or not.

          • MeekeeB

            Achei curioso o que o primeiro comentarista disse:

            "Meu cunhado tem que sair de segunda marcha no celta dele, porque se ele sair de primeira e entrar em uma via rápida, pode acabar causando acidente pela relação de marchas serem muito curtas. "

            Pô, muito ruim de volante o cunhado dele!

      • PauloPGomes

        Com certeza! Eu trabalho com um carro 1.0 (Um Siena) é um carro pesado, e anda carregado com material. Consigo sim tirar um desempenho satisfatório do carro! Até a terceira marcha ainda consigo vigor em ultrapassagens. O Grande problema é que eu tenho que trabalhar sempre numa faixa de giro mais alto, gerando desgaste e consumo maiores. Acho que se esse siena fosse 1.4, mesmo o 1.4 da Fiat, devido ao maior torque, eu não precisaria de esticar as marchas a todo tempo, apesar da litragem maior, trabalharia numa faixa de giro sempre menor, gerando menos consumo e desgaste no motor.
        Enfim, já passou da hora dos carros 1.0 serem extintos! Ainda mais levando em conta que os carros vem cada vez mais ficando mais pesados.

      • Cil

        Pois é. Na cidade, onde HÁ LIMITE DE VELOCIDADE de 60 km/h, porque cargas d' água eu compraria um carro com um motor maior que 1.0? Venhamos e convenhamos. Ultrapassagens são feitas a 10-20 km/h de tão lento que é o trânsito em grandes capitais. Eu tenho um carro 1.0 que ainda por cima é automático. E para meu uso diário dá e sobra.

        Já fui pra estrada, já peguei uma subidinha básica. Não é aquela coisa toda, não, não é, mas aí eu vou pela faixa da direita para não atrapalhar os veículos rápidos, sendo que aqui temos a vantagem de tráfico imensamente menor que o de uma cidade como SP por exemplo. A educação dos motoristas de carros com menor cilindrada também faz todo a diferença. Se vou devagar e alguém cola atrás de mim, já dou sinal que vou pra direita pra permitir a ultrapassagem. Aqui na rodovia que fica próxima da universidade, tô cansada de ver gente de Pajero e Troller se arrastando feito tartaruga pela faixa da esquerda.

        Aliás, todo mundo fala que carro com cilindrada X ou Y ajuda ou atrapalha, mas uma Ferrari vai sempre se sentir incomodada com um Corolla 1.8 na estrada, só pra comparar. E falando em estrada, não são os carros 1.0 que atrapalham, mas a falta de, no mínimo, duplicação. No fim.. será que algum dia teremos Autobahns???

        • Lightning

          Já temos. Pelo menos, não oficialmente.:p

        • MeekeeB

          Infelizmente o Brasil não tem infraestrutura, cultura e veículos para se implantar um sistema de Autobahn.

    • Tripa-Seca

      Aliás, curiosamente, a última vez que fiquei preso atrás de um carro mais lento na esquerda, os carros eram SUV V6…

    • thiagolamim

      Mas concordo que carro 1.0 atrapalha transito nas cidades e atrapalha as estradas.

      O celta é bem espertinho por conta desse cambio curtinho.

      Acredito que seja apenas questão de saber usar as marchas mesmo sendo curtas..

    • bandaxadibar

      só compra carro 1.0 quem não está ligado com a midia….

      • Tripa-Seca

        Ou quem não tem dinheiro…Acha que eu queria meu Golzinho?

      • Lightning

        HAHAHAAHAHAAHAHHHAHHA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

        Conta outra piada, tio

      • giodoesitbetter

        No dia que a mídia me der mais 2 mil reais, eu saio do 1.0.

  • Jr_Jr

    Considerando que no Brasil 1.0 tem desempenho pífeo e consumo de 2.0, não é a toa que deixe de vender!!

    • ThiagoLMC

      Saí de um siena 1.0 pra um Astra 2.0… que diferença, segurança MIL em ultrapassagens, e, o mais incrível:
      Meu siena fazia uma média de 8,5.. 9km/L … Já o Astra faz 7,5 … 8km/L (cidade), considerando um motor que é o DOBRO do outro… eu tenho a conclusão que motor 2.0 bebe muito menos do que o 1.0… principalmente na estrada onde o siena fazia em torno de 12 ou 13km/L sendo que o astra faz o mesmo tanto…

      preço de 1.0 é um absurdo!

      • vini_B

        meu pai tem um Vectra 2.0 2008 e é economico, ñ sei quanto ele bebe mais a gasolina q meu pai coloca nunca acabou msm estando na reserva.

  • GreatU2

    Carro 1.0 não atrapalha o trânsito. O que atrapalha é o motorista que não sabe dirigí-lo, que vai pela esquerda a 80% da velocidade máxima, que reza um pai nosso inteiro antes de arrancar quando abre o farol, que praticamente para o carro para ver um acidente, etc… (e isso nem é exclusividade de carro 1.0

  • Kenny_

    Essa parte do motor ser 1.0, 1.4, 2.0 etc é muito relativa. As vezes não adianta o carro ter um bom motor mas ser pesado e não ter uma caixa de cambio que combine muito bem (exemplo do 408 automático). Acho que o autor tá certo, tem que primeiro considerar pra que o carro será exigido pra depois pensar se compensa ou não investir em um motor.

  • dielveio

    Na boa, por 30 mil já fica mais interessante um 2.0 com uns 3-4 anos de idade.
    Vai gastar um pouco mais na cidade, mas se o cara passa mais tempo nas rodovias, o 2.0 vai ser MUITO melhor.
    Conclusão de quem tem 1.0 em casa e trabalha na empresa com um 1.8.

    • Tripa-Seca

      Eu ando 60 mil km por ano. Um carro dessa idade eu já pegaria com 100 mil rodados. Você compraria um carro com 6 anos de idade com mais de 200 mil rodados?

      • thiagolamim

        Só procurar né amigo?
        eu peguei um 2005 a uns meses com 74.000 rodado..

        • Tripa-Seca

          Então readequando a pergunta: Você compraria um carro de 7 anos com 194 mil km rodados?

  • Bruno_Blu

    "O Fiat Novo Uno na sua versão Evo Way 1.0 2 portas custa R$ 27.830,00. Com motor 1.4, R$ 30.830,00 (diferença de R$ 1.800,00)"

    Não seriam R$ 3.000,00 de diferença?

    • KKKKKKKK com certeza Bruno_Biu, não ser como ele conseguiu chegar nessa "conta mágica".

    • Avantimes

      Sim, se o 1.4 for Vivace eh por volta dos R$ 1800,00 mas se for Way mais altinho eh R$ 3000,00. Vi na tabela.

      • Bruno_Blu

        "se o 1.4 for Vivace"? Não seria Attractive?

        Ademais, a diferença de preço entre 1.0 Way (R$ 27.830,00) e 1.4 Attractive (R$ 29.840,00) é de R$ 2.010,00.

        Por fim, o objetivo do texto foi comparar carros idênticos, sendo que a única diferença é a cilindrada do motor. E o Uno Way e o Uno normal (Vivace ou Attractive) são carros diferentes com públicos diferentes. Assim quem for optar por um Way 1.0 dificilmente vai migrar para um Attractive.

  • danielrava

    Quem atrapalha transito é o motorista que não sabe dirigir, independente do carro!

  • MuriloSoares

    Carro 1.0 para valer a pena, tem que ser muito mais barato…se não esquece.

  • Educhs

    Carro 1.0 deveria custar R$ 12 mil.

  • Wandersound

    pra começar moro no rio e carro sem ar não rola, logo os motores1.o disponiveis hoje no mercado não são dos melhores. também adoro velocidade e agilidade. 1.0 pra mim só se for num kart haha

  • lhcx2011

    1.4 e 1.6 mto melhores que 1.0…por tudo que foi citado ai

  • Wikle

    Tive um Siena 1.0 e nunca reclamei do desempenho. Até cheguei a botá-lo na estrada, fazendo mais de 1500 km a cada vez e, sabendo respeitar seus limite, sempre foi valente.

    Para quem não carrega o carro com peso extra (bagagem, passageiros), anda em cidade sem muitas subidas e sobrevive sem ar condicionado, um 1.0 dá um bom retorno, principalmente no bolso, pois a manutenção costuma ser mais barata.

    Mas hoje, se fosse comprar um caro zero, logicamente iria pegar um 1.4 ou 1.6, desde que a diferença não fosse superior a 15% do valor do 1.0.

  • Tripa-Seca

    Carro 1.0 caiu no mercado porque o valor de alguns carros de cilindrada maior se aproximaram do valor dele. Só isso. Brasileiro não analisa onde vai usar o carro, a carga no percurso, nem nada disso. Se não fosse a questão do valor, nunca mais pegaria 1.0. Em casa, temos 1.0 e 1.3 com praticamente o mesmo consumo.

  • Alex_cps

    Até que enfim o brasileiro está acordando!

    Não faz muito tempo que as pessoas tinham a idéia distorcida de que "em qualquer situação" o 1.0 seria infinitamente mais econômico que um 1.4 ou 1.6…

    Mesmo para quem ache que não vai precisar, a reserva de potência de ter um motor maior constitui um importante item de segurança na minha opinião, e na hora do aperto pode ser a diferença entre escapar ou não de um acidente! Sem falar no fato de que um motor que é menos exigido tende a ter durabilidade maior.

    O que fazia o 1.0 ser mais econômico não era o motor em si, mas sim o fato de ele ser empregado em carros bem pelados e leves (uno mille, ka antigo, etc), onde gastava-se menos energia para mover o conjunto… . Diferente de hoje em dia, em que o pobre motorzinho tem que tocar um carro tão equipado e tão pesado… (fiesta, new uno, etc).

    Já era hora de o governo rever esses degraus de imposto por cilindrada. Talvez usar um critério diferente, como o tamanho do carro por exemplo…

    • Lightning

      Peso. Valor etc.

    • Carlos_brown

      Como dono de um 1.0 enho que concordar com você, a reserva de potência faz toda diferença, não que esteja exatamente insatisfeito com o meu, me atende sem maiores problemas, mas quando for trocar(só Deus sabe quando), vou querer um 1.6, principalmente porque será um sedã pequeno.

  • Vateau

    Consumo pouco diferente de motores maiores, me faz optar por mais litros. A sete anos atras, não suportava acelerar meu 1.0 e o único que saia do canto era o indicador de combustível!
    Tem mais, o valor de um 1.0 fica em média entre R$2.000 e R$3.000 de diferença. Se não for muita.

  • bauboni

    Acho q depende de cada caso. A exemplo o Clio 2p. Pesa módicos 860kg, com motor 76cv/10kgfm. Sua relação peso/cv e peso/torque é muito melhor que muito carro 1.4 e 1.6 por aí. Agora, 1.0 em sedan é palhaçada. Um carro feito pra carregar mais pessoas e bagagem deveria, por lei, ser no mínimo 1.4, melhor ainda 1.6. Abraços

    • archinho

      anda de clio? tem um bom desempenho, né? bota ele do lado de um punto 1.4, e ve o punto pelo espelho… ;)

  • Edson Roberto

    Tripa, complementando seu comentário, muitos carros estrangeiros vieram com motores acima de 1.0.

    Outro motivo que leva o comprador a optar por um carro com motor maior, é o custo x beneficio. Não indo muito longe, há uma promoção onde o 207 1.4 com ar condicionado, direção, vidro e travas eletricas custa R$33900. Em um Gol G5 1.0 se compra por R$34500 com os mesmos itens.

    Não indo mto longe…. se compra o Corsa 1.4 Maxx (que vem com os itens citados) ao preço de R$34500. Ou seja, comprar um 1.0 sempre fica ruim no final das contas, pois adicionando os itens opcionais, quase sempre em modelos de porte superior, o item é de série.

    Por isso muita gente está optando por um carro de motor maior.

    Outra coisa, quem quer ar condicionado, deveria sempre optar por carros de maior cilindrada que 1.0. Mas enfim, cada um sabe o que faz, sendo que o 1.0 com ar condicionado somente em cidade, pois em estrada atrapalha mesmo.

    • Tripa-Seca

      Ah, mas paguei 29 pila no meu Gol…Longe de outro Gol de cilindrada maior ou qualquer outro carro que não fosse Chinês ou 1.0…

      • archinho

        e esse 29mil esse gol tinha o que? nada? ou não era g5 0km? o gol é um roubo… se fosse 10% mais barato, tava no preço da concorrencia. e nao leve a mal… bota na ponta do lápis. nao é pra ofender ninguém =).

  • Werwolf_L5

    Naum sei como vende tanto 1.0 aqui em Joaçaba/SC, aqui é um buraco, a regiao toda é um buraco na verdade rsrs, o povo parece que gosta de sentir o carro berrando em 1ª. Ja eu nao tenho do que reclamar, o marea nem se importa com isso haha

  • mikaelbrian

    1.4 é muito melhor só ñ é vantajoso no j3 mas nos outros 1.4 é muito melhor pq 1.0 vc esforça o carro igual um condenado principalmente aqui em bh q só tem morro, chega a consumir como 1.4 ou até +

  • L_u_c_a_s

    Motor 1.0 só vale a pena se você não carrega tralha e se o terreno que você anda com mais frequência for plano e se você não se importa com AC fora isso ele cumpre bem o seu papel (minha opinião)

  • O_Corsario

    Atrapalha nada, todo mundo sabe, o que atrapalha é motorista ruim.
    Muito difícil um carro hoje em dia passar vergonha desde que o motorista saiba dirigir e não dê uma de avaliador da 4patas, querendo subir ladeira com carro carregado em quinta… Caixa de marchas está aí para usar.
    E, claro, conhecer as limitações do carro e usar as pistas apropriadas. Ficar na pista do meio ou na direita, junto com os caminhões, não é motivo de vergonha nem é perigo para a masculinidade como muitos acham.
    Pena um texto mais bem elaborado lançar uma pergunta apelativa no final só para fomentar um monte de comentários.

  • TopEngine

    Lembrando também que se a pessoa é nova ou desacostumada ou não sabe dirigir carro 1.0(99% dos casos) o 1.0 acaba gastando mais que 1.4 ou 1.6

    porque se for pra dar muita carga(carga de motor não é RPM, é quanto o pé vai no acelerador) no motor 1.0 ele consome mesmo, tem gente que não gosta de giro alto, mais coloca em 5ª marcha e pisa no acelerador, engano dele que se ele tivesse em 3ª em 8.000RPM ele estaria gastando menos do que ele em 5ª pisando tudo só que em 3~4.000rpm…

    ai a pessoa pega um 1.4 ou 1.6 e vê que ela não precisa de tanto esforço e acaba gastando menos..

    • Viper559

      Então, mas o Bestcars disse o contrário, qualquer motor otto sendo usado em método carga ao invés de rotação irá consumir menos, por haver menos perda por bombeamento! http://bestcars.uol.com.br/ct2/metodo.htm

      • archinho

        mas eles mesmo ja tinham feito o teste anterior a esse achando outro resultado… é só uma questão de vc achar o seu meio termo, ou mais prum lado ou outro, mas qualquer metodo que nao envolva subir o giro e pisar fundo, acaba sendo economico. usar bem a caixa de marcha faz toda a diferença também, sem ter medo ou preguiça de reduzir quando for pra reduzir, e subir quando não for acelerar… tipo de 5ª a 40km/h… aí se o transito andar mais, reduz e acelera de leve. eu faço isso e consegui uma boa marca de quase 14km/l no clio 1.0 2p, na gasolina, é claro. e 100% cidade.

  • Diggo

    27 graus é muito e acredito que não exista nenhum lugar aqui no Brasil que a temperatura não passa disso… aqui no Sul no verão é horrível de quente.
    Tem outra é mais caro sim produzir carro acima de 1.0, pois o IPI é maior…

  • Vitor08

    Carro mil atrapalha e muito o transito. O daqui de casa é mil e eu sempre busco a faixa da direita em ladeiras para evitar transtornos ao demais; além de subir o giro mais em arrancadas para não arrancar tão devagar, sobretudo em avenidas mais movimentadas. Mas não há milagre que dê jeito!

  • LFCruz

    O pessoal aí tá ruim de conta? "O Fiat Novo Uno na sua versão Evo Way 1.0 2 portas custa R$ 27.830,00. Com motor 1.4, R$ 30.830,00 (diferença de R$ 1.800,00)." não seria "diferença (SIGNIFICATIVA de mais de 10%) de R$3000,00" ????

    • Avantimes

      Sim, esta equivocado o numero. Procurei na tabela. Se for um 1.4 Vivace é mais ou menos R$ 1800,00
      Se as 2 versões forem Way, o mais altinho são exatamente R$ 3000,00

  • thiagolamim

    Atrapalha sim, as vezes nao tem como vc tirar mais desempenho dele, por melhor motorista que seja e acaba atrapalhando
    e o consumo vai ser astronomico se vc "tentar fazer ele andar como um 1.4+"

    • Carlos_brown

      Mas aí se chegar no limite do 1.4 também atrapalha, acho que é muito mais quem dirige, afinal todo motor tem um limite

  • MajorAutomotivo

    Minha opinião: na cidade o carro 1.0 não atrapalha. Quem atrapalha são os motoristas de carro 1.0 que têm medo de acelerar o motor acima de 3.500 rpm (eles devem pensar que o motor irá explodir).
    Já na estrada, sempre achei que atrapalha e muito, principalmente nas subidas. Risco para ele e para os outros.

    • Tripa-Seca

      Meu Palio 1.3 anda mais que meu Gol 1.0, mas acho que ele atrapalha mais que o Gol, porque não posso fazer curva com ele em velocidade que faço com o Gol, que é mais estável.

  • mrcsl

    Carro "antigo" atrapalha o trânsito…

    • Viper559

      Atrapalha mesmo, pq se estiver original e bem conservado, todos vão parar para olhar! ;)

  • zemarreta

    Isso me lembra uma antiga propaganda da VW: os outros falam que fazem isso e aquilo que são high isso e high aquilo. Bom, o nosso é só 1.0 16V T U R B O!!

    Em resumo, se o 1.0 não tem um "Kompressor" ou um "Turbo" no nome, esqueça!

  • GMV20

    Aqui aonde eu moro, as picapes, suv, etc. São os que atrapalham o transito.

    • MajorAutomotivo

      Bem lembrado. Essa praga é geral.

      • CharlesAle

        Tem praga pior que kombi velha,pelo amor de Deus!!!!!!!

  • CRW_09

    Eu nunca mais compro carro mil. Esse é meu primeiro e último! Pode ser econômico, mas não compensa o desconforto que passo na estrada e subidas muito íngremes.

    E vou falar que NUNCA consegui usar o ar condicionado que não fosse apenas pra desembaçar o vidro e depois desligar rapidinho porque o carro simplesmente não anda.

    • Carlos_brown

      Desculpe a indiscrição, mas qual é o seu carro?
      Pergunto porque tenho um gol16v e dá pra tocar legal quando preciso. Mas concordo contigo numa coisa, 1.0 nunca mais, pra andar legal tem que dar giro, aí o ruído se torna um incomodo muito grande.

      • CRW_09

        É um Corsa C 2003… O carro é completíssimo mas acho o motor mixuruca pro peso. Pra cidade até passa mas pra estrada é muito chato! Até da pra andar mais embalado, mas é que nem você disse, tem que dar giro alto e andar que nem um aspirador de pó de tanto barulho. Se estiver numa subida e um caminhão frear na sua frente, pode esquecer…

        • Carlos_brown

          É, eu acho que o meu tem um pouco a mais de potência que o seu, mas realmente essa situação de retomada em subida é brochante mesmo, nessas horas sinto falta do meu quadrado 1.6, só nessas horas.

  • luizvidal

    quem só teve carro 1.0 nunca vai reclamar dele, porque nao teve oportunidade te testar realmente os outros motores..
    e quem tem carro 1.4 pra cima, nao volta pra 1.0 nem se fosse de graça.

  • wndjunior

    carro 1.0 é o mais beberrão!

  • granrs78

    Tomara que acabe logo esses carros com motor 1.0 que bebem mais do que os mais forte e atrapalham sim o transito principalmente em uma subida ou ultrapassagem, pois os 1.0 com ar cond e 4 pessoas dentro ficam muito perigosos em relação a qualquer outro modelo com motor mais possante. Claro que o motorista também faz a diferença, mas que os 1.0 não ajudam em nada o transito isso é um fato.

    • Tripa-Seca

      O que ajudam são as grandes SUV´s com motoristas no celular, os 1.6 AP ou /s da Chevrolet, rebaixados que quando enchem o tanque, dobram de valor.

      • granrs78

        Prefiro muito mais ter mais Suv's que são mais seguras e andam mais do que os 1.0 que além de não andar nada não tem segurança nenhuma.

        • Tripa-Seca

          Concordo com você…O problema é as pessoas acharem que estão mais protegidas só porque estão mais altas. Esses dias para trás andei em uma SantaFe, V6 automática. Para começar, ela anda mais que meu Gol, mas isso não é de graça. Quem abastece que o diga. Segundo: Um carro de 100 mil somente com air-bag duplo? Quantos SUV´s tem opção de Air-bags laterais? Entenda, Esses eu acho tão primordiais quanto os dianteiros, porque o acionamento desses dependem mais de mim do que dos outros. Eu determino a distância do carro da frente. Mas como posso controlar quem atravessa um sinal vermelho e colide na lateral do meu carro? E claro, em uma batida lateral, aposto que o Hyundai será mais seguro que meu Gol. Mas quanto? Sem air-bags, SantaFe é tão mais seguro que um carro 1.0 em uma batida lateral?

          • granrs78

            Tripa, acho que vc está equivocado pois todas SantaFe tem sim no minimo 4 air bags e na maioria dos Suvs de mais de 100.000 tem no minimo 4 air bags com excessão do carissimo SW4 que só possui 2. Vc disse que determina uma distancia do carro da frente, mas em uma pista com mão simples vc não tem como depender somente de vc pois se um veiculo se perde na outra faixa com certeza dificilmente vc conseguiria desviar de uma batida. Enquanto ao SantaFe em uma batida lateral ser ou não mais seguro que seu Gol posso afirmar que o SantaFe é sim muito mais seguro pois mesmo se ele não tivesse airbags laterais mesmo assim a capacidade de um SUV médio absorver um impacto é muito maior do que um hacth pequeno, além do SantaFé ser vendidos em todos os mercados mais exigentes,principalmente em segurança, coisa que a VW jamais conseguiria fazer, pois para um Gol poder vender em um mercado com EUA ou Canada eles teriam que mudar muitas coisas no carro principalmente sua estrutura para niveis aceitaveis de segurança e equipamentos, coisa que o Gol e qualquer outro"popular" feito por aqui não possui. ABS.

  • FiuzaLima

    Foi-se o tempo que comprar carro 1.0 era vantajoso, hoje em dia nem o preço de compra compensa!
    Peguei um Prisma LT 1.4 com AC, DH, TE, VE, som, pintura metálica e sensor de est. em março deste ano por 35 mil, mesmo valor cobrado pela VW por um Voyage 1.0 com AC, DH, TE e VE! A Fiat tava pedindo 37 mil pelo Siena EL 1.4 com os mesmo itens do Voyage… e 33 mil no Siena Fire 1.0 e 34 e 500 no EL 1.0
    Aí não dá.
    O Prisma não é o mais moderno, bonito, estável e espaçoso, mas, ao menos, é o mais honesto pra se comprar. Hj aqui em SSA/BA estão vendendo Prisma 1.4 com Ar e Direção por 33 mil e Corsa 1.4 com AC, DH, TE, VE pelos mesmos 33 mil.
    Se o limite da compra é 30 mil, não tem jeito, ou parte pra usado ou fica com um 1.0 novo mesmo. Mas se o cara pode gastar um pouco mais que isso, não há 1.0 que valha a pena!

  • Dragoniten

    Carro 1.6 bem usado é muito mais econômico que qualquer 1.0, com um bom 1.6 você arranca bem no semáforo só na embreagem, e depois que soltar, pode acelerar de leve. Sem falar que você não pode pensar na economia do carro, tem que pensar na relação consumo/performance. O Fiesta Street 2006 1.0 do meu irmão, tem um torque monstro, mas pisando pra valer, você faz 10km/l. O Fit 2005 1.5 da minha mãe faz os mesmos 10km/l, pisando fundo e trocando marcha lá pelos 4500rpm.
    Meu pai teve um Corsa Classic 2003 1.6, o carro chegava a fazer 12km/l na cidade, pisando leve, obviamente, e na estrada chegava quase a 17km/l.
    Consumo varia muito de carro pra carro, motorista pra motorista, mas acho que assim como aprovaram a lei que a partir de 2014 os carros tem que ter AB2 e ABS, o motor devia ter uma potência e torque mínimos, para evitar também acidentes na estrada na hora de uma ultrapassagem, congestionamentos desnecessários, etc.

    • Tripa-Seca

      Se o motorista não tiver noção de velocidade, ultrapassagem, não é a cilindrada do motor que irá evitar acidentes..

      • Dragoniten

        HAHAHAHA, truth…

    • Viper559

      O cara abaixo falou tudo, se vc entra em uma ultrapassagem se arriscando, necessitando um alto torque do motor pra poder completar, vc entrou errado. Simples, não será o motor que salvará o cara da imprudência / imperícia ao volante.

  • ancelmohenrique

    Tem um celtinha 1.0 no youtube com twincharger com 300hp quem vai querer chamar ele de milzinho…?

    • dielveio

      Poder ter triplecharger que vai continuar sendo um celta 1.0.
      Rápido, mas continua 1.0.

      • Jeremy_Hall

        E o pior: Continua Celta, hahaha =x

        • archinho

          HAHAHA!

  • richoll

    Carro 1.0 é muito bom para quem não tem$$ para comprar coisa melhor, Deus me livre de ter que andar de 1.0 de novo.

  • filipencr

    Honda FIT 1.4 LXL CVT 2008 >> Consumo na cidade com ar ligado – 15km/l / Consumo na estrada com ar ligado, 2 pessoas e bagagem – 19km/l… contra fatos não há argumentos, qualquer motor acima de 1.0 e bem projetado rede mais!

  • Avantimes

    Quanto a atrapalhar os outros até em Supermercado não tem aqueles folgados que estacionam o carrinho exatamente no meio do corredor? E vc pede "Por favor pode afastar o carrinho?" e eles ou elas ainda olham torto pra vc? rs

  • alvarovalves

    Olha, vou ser bem sincero. Quando fui comprar meu Novo Uno na Fiat, fiz o test-drive primeiro da versão Atractive 1.4 completa com Air-Bag e ABS (que era a minha cotada para a compra), e que custava distantes 4 mil a mais do que a Vivace 1.0 completa com Air-Bag e ABS. Enfim, fiz o test-drive, e percebi que o carro andava muito mal para um carro 1.4 (já dirigi uma Weekend 1.4 do Rio a São Paulo, e a Weekend anfdava bem mais), além do que no computador de bordo do Uno estava mostrando um consumo médio de 7.3 Km/L. Resolvi fazer o test-drive no 1.0, e descobri que o carro é tão lento quanto, porém arranca com mais facilidade, consome bem menos, e se mostra a mesma coisa durante o dia-dia, já que não perde potência com o ar-ligado.
    Então nesse caso, acho que o 1.0 valeu mais a pena do que o 1.4, porque aí é o motor da Fiat que não é tão bom. Pegue um 1.4 da Chevrolet após andar em um 1.4 EVO, e você se sentirá em um avião.
    Meu próximo carro será 1.6 (fato já sacramentado), e provavelmente será o March de 35 mil completinho.

  • JHerzév

    Não condeno quem compra carro um ponto nada quando a grana não dá pra algo melhor. Quase tenho um AVC quando vejo gente dando quantias absurdas em carros com motor de batedeira, pior ainda quando repetem o erro. Um amigo meu era dono de um Fox 1.0, que dava muitos problemas(foi guinchado 6 vezes em dois anos de uso) e ele achava que consumia muito e era manco. Esse ano ele deu 38 mil reais em um Fox novo, 1.0 4p, com Kit Trend e AC, porém com vidros na manivela, pintura vermelha sólida. E só. É, no mínimo, burrice.

  • Mjscaruaru

    Aprendi a dirigir num corsa sedan 1.0 levando a rotação até próximo ao vermelho, é assim que dirijo, levo até 4.500 rpm, e o bicho anda direitinho, hahahah, agora o povo tem medo de acelerar

    • Jeremy_Hall

      Mas isso não gasta mais gasolina não, cara?

      • archinho

        deve ser filho do dono do posto de gasolina! heheh ou até O dono! =P

        • Mjscaruaru

          Amigos, como eu sempre andei de moto em que vc sempre leve o rpm a 7000 e 9000, eu me acostumei a dirigir assim, teve uma época em que dirigia um corolla e só trocava marcha lá pros 5000 rpm, vc sente a força do motor.

          • Jeremy_Hall

            Cara, depois que vc comentou a primeira vez, por pura coincidencia, eu tenho experimentado acelerar mais antes de trocar de marcha. Tenho um Palio 1.0 e sinto que o carro anda de um modo diferente. Talvez melhor, não sei, preciso de mais experiência pra opinar melhor.

            • Mjscaruaru

              Pois é, como sempre dirijo em estrada, pois moro numa cidade pequena em que temos sempre que pegar a estrada pra ir a algum lugar, eu sempre sei que meu carro tem dois comportamentos, um em alta rotação e outra em baixa. Não precisa ter medo, tenho um colega que é meio zuado e ele acelera o carro as vezes até cortar o combustível, costume da gente que anda de moto.

  • subzero99

    Sendo mais direto: 1.0 só é econômico com mulheres ou com pés de moças. Pé de homem (pesado), melhor mesmo 1.6.

  • MeekeeB

    Mas tem que ter em mente o regime de uso do carro. O carro pode ter 50 mil km mas pode estar mais detonado que um com 100 mil km, se devidamente dirigido, feito a manutenção. Outra coisa que conta é andar em estrada e cidade. No ciclo urbano o carro se desgasta MUITO mais do que um carro usado mais em rodovia.

  • kleberpg

    Só esqueceram de uma coisa, Ar Condiconado não é só conforto, é tambem segurança, pois serve para desembaçar os vidros, principalmente quando esta subindo a serra.

    Carro mil não atrapalha o transito, quem atrapalha o transito são os lentos, porque eu ja empurrei muito carro 2.0 na subida com meu ex 1.0.
    Para quem pode gastar um pouco mais, vale a pena comprar um 1.4 ou 1.6

  • Jeremy_Hall

    1.4 sem ar? Cara, meu carro pode vir até sem motor, mas sem ar não rola. Aqui onde moro é quente demais!
    Mas pra mim, o motor tem que ser 1.6, no mínimo 1.4.

  • renanzacarias

    Hauhauha é duro eu voltar a andar de 1.0 ou carro pelado heim :p
    Deus me proteja XD

    Tive um 1.6, depois passei a um 1.8 e agora um 1.4
    Só não senti tanto do 1.8 para o 1.4 porque, pelo fato de ser bem mais novo e mais leve, a arrancada do 1.4 até compensa. A diferença maior se dá na estrada… tem ultrapassagens que eu faria com o 1.8 que eu naõ faço com o 1.4…
    mas assim que tiver mais condições quero voltar pra pelo menos o 1.6 XD

  • Turbo_Car

    O que leva em conta ao escolher seu carro (novo ou usado)?
    Sempre usado. Minha condição atual não me permite adquirir um veículo 0km com o mínimo de conforto que exijo (AC, DH, VE, TE) sem ter que encarar um financiamento.
    Primeiramente o valor de compra (compro somente a vista! Financiar qualquer coisa nesse país é um assalto institucionalizado!). Depois os gastos adicionais: consumo, seguro e manutenção. E por último, como passo muito tempo com um carro, seu valor de revenda.

    Acredita que motor 1.0 ainda é imbatível em consumo? Se tivesse que escolher entre 1.0 com ar e 1.4 sem ar, com qual ficaria?
    Nunca acreditei que motor 1.0 é econômico. Na verdade, é sim! Mas nas condições ideais de funcionamento. Um motor 1.4 para vida urbana é ideal! Se tiver condições de pagar e manter um 1.6, melhor ainda! Melhor porque o 1.6 tem maior reserva de potência.
    Carro tem que ter AC por questões de segurança. Não estou falando de segurança sobre a violência urbana, nada disso! Me refiro aos dias de chuva quando a maioria dos condutores fecham os vidros do carro. E na maioria das vezes ocorre o embaçamento do para-brisa. Só quem já dirigiu nessas condições sabe o quando é difícil enxergar algo.

    Carro mil atrapalha o trânsito?
    Sim! Inclusive, aqui em Salvador onde o relevo é bastante irregular, carros 1000 não conseguem encarar as ladeiras sem atrapalhar o trânsito. Preciso explicar o por quê? Não, né? =p

  • Romis_gtr

    Tambem acho que carro 1.0 atrapalha o transito, se você for daquelas pessoas que atrapalham o trânsito, sim, ele é econômico também…

    É o que o pessoal ta falando acima, 1.0 anda bem em carro antigo que era pelado (média de 800-900kg), ai a relação fica boa…agora o cara quer "economizar" andando com o a/c ligado, levando a galera! Piada né!

    1.4 e um torque de uns 13kgfm na MINHA opinião são mais do que suficientes pra maioria das necessidades urbanas…..agora se você quiser viajar levando a familia inteira, para o morro, com a/c ligado e ultrapassar "de boa", aew meu velho…..não existe economia milagrosa!

  • Vitão

    No meu caso, o carro atual e o anterior foram 1.0.

    Dirijo em horários em que não é quente, de manhã cedinho por volta das 7 e à noite por volta também das 7, não sendo necessário um ar-condicionado. É lógico que se pegar um final de semana e andar numa tarde quente, quase derreto dentro do carro.

    Em termos de economia e potência, estou satisfeito. No trânsito caótico dificilmente você engata a 3o marcha (aqui em SP).

    Próximo carro estou pensando num 1.4, 1.6 ou 1.8.

  • lcsmoretto

    O volume do motor não importa. Precisamos de torque e potencia e de preferencia com um consumo baixo.
    Motores de downsize que digam…

  • JpxD

    Um Fiesta Sedan Rocam 1.0 com AR,DH,TRIO AB2 E ABS deve ser muito bom para se subir uma serra com porta malas cheio, carro cheio e ar ligado…

  • mho

    Olha, as fábricas fizeram um crime com os atuais motores 1.0.
    Tome o Mille Economy (66cv) e compare com o Celta VHCE (78cv) por exemplo. Entre os dois, o Fiat tem maior economia comprovado em testes de revistas especializadas e nem preciso entrar em detalhes (4rodas, C/D e etc), mas o Celta só bebe menos do que um Civic e sua potência de 12cv a mais só serviu para deixar o carro 0,2 segundo mais rápido do que o Mille (0-100km/h).

    O crime que falo é o fato do Celta ter 9,5Nm de torque a incríveis 5200rpm, coisa de 16v abrindo o segundo estágio, ou melhor, terminando o segundo estágio. O Fire Economy 1.0 faz 9,2Nm a 2500rpm e isto dá uma grande diferença no leve carro.
    Tá, mas aí você pergunta: que diferença é essa? Quem já dirigiu os dois deve ter percebido que o Celta realmente tem um bom desempenho para acelerar. Mas para isto, a troca de marchas é mais constante do que no Mille e o motor vive berrando no seu ouvido. O Mille também berra que nem um bezerrinho chorando pela mãe, mas não é necessário forçá-lo como no Celta devido ao bom torque em baixas rotações (a partir de 1400 rpm já se tem 8Nm de torque) e mesmo se forçar o motor, o carro não andará muito mais, então aceite que o carro é fraco e ande moderadamente.

    Mas este crime não é só da Chevrolet mas também da Fiat com o Palio Economy, da Ford e da VW.

    Para terminar, não sei o porque que inventaram esta corrida maluca de 1.0 ter trocentos cavalos. Carro para ser econômico deve ser equilibrado no geral.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend