EUA Tecnologia Trânsito

Carro autônomo: Montadoras e startups correm contra o tempo

bosch-conducao-autonoma-tecnologia

O carro autônomo está bem perto de se tornar realidade e parte de sua tecnologia já pode ser conferida mesmo aqui no Brasil, onde veículos como Jaguar XF e Ford Ranger, compartilham parte da experiência que os condutores poderão ter a partir de 2020.

A data será um marco na história do automóvel, já que é a partir daí que os carros passarão a rodar sem a assistência do motorista. Várias empresas do setor automotivo e de fora dele estão correndo contra o tempo para colocar suas tecnologias em nível de produção.

A GM, por exemplo, quer adquirir a startup Cruise Automation por US$ 1 bilhão. O motivo é que a empresa desenvolve software para integração de diversos sistemas automáticos do veículo, provendo assim a base para a condução autônoma. Se acontecer, será a maior aquisição do setor de automação veicular.

bmw-serie-5-autonoma1

A Google X também trabalha para que sua condução autônoma esteja operacional em 2020, atendendo principalmente os carros sem direção que estão sendo testados. Este serão compartilhados e não necessitarão de volante e pedais de freio, embora tais itens possam ser obrigados por lei.

Startups como Drive.ai, Nauto e Zoox, por exemplo, já estariam em estágio avançado de desenvolvimento de tecnologia de condução autônoma, mas em áreas diferentes. A Drive.ai quer criar inteligência artificial para os veículos, enquanto a Nauto foca em recursos de rede e segurança automotiva.

Já a nuTonomy quer ensinar os carros autônomos a planejar sua condução, enquanto a reclusa Zoox já estaria no nível de automação 4, onde os carros autônomos andam sozinhos em qualquer condição. No entanto, a empresa diz que não está aberta a conversas de aquisição e que suja tecnologia é mais avançada que a Cruise Automation.

bmw-serie-5-autonoma2

Até o momento, essas pequenas empresas captaram poucos milhões de dólares, valores bem módicos em relação ao valor que algumas podem alcançar. A Crise Automation, por exemplo, tem apenas 40 funcionários e nenhum produto final apresentado.

Há seis meses, foi avaliada em US$ 90 milhões para conseguir US$ 20 milhões no desenvolvimento de uma tecnologia que permitisse aos donos de carros da Audi ter condução autônoma. Agora, a GM quer pagar US$ 1 bilhão para ter a pequena companhia. Isso mostra o potencial dessas startups no setor automotivo. A complexa análise dos sensores de bordo é um conhecimento que poucos têm, já que na área de automação existem poucos pesquisadores.

[Fonte: WSJ]

Agradecimentos ao Adalto Baraúna.





  • invalid_pilot

    Por enquanto a Tesla ta na frente de todo mundo…

    Sim, sou fanboy da TESLA e falo isso abertamente aqui kkkkk

    • Khusller

      Volvo já está com tudo também.

      • invalid_pilot

        Outra marca que é líder em inovação.

        Eles estão desenvolvendo carretas com essa tecnologia de condução quase autônoma, para ser aplicada em comboios de caminhões.

        Recomendo fortemente dar uma olhada no canal do youtube da Volvo Trucks – é de chorar

        • Rafael Trindade

          Este canal é sensacional… Acredito que a Volvo, depois da Tesla seja a mais avançada. Não esquecendo da Mercedes.

    • th!nk.t4nk

      Todo mundo tá desenvolvendo tecnologia pra carros autônomos, é que simplesmente muitas não fazem propaganda disso. Daqui a alguns anos é que o jogo vai ficar mais claro.

      • invalid_pilot

        Acredito que as grandes alemãs ja devam ter algo tbm.
        Fora isso o Google ta desenvolvendo e com certeza ira vender isso aos fabricantes – tipo o que faz com o Android nos celulares

        • th!nk.t4nk

          Mercedes, BMW e Audi testam seus autônomos nas Autobahnen há um tempinho. O Google nem se fala, foi pioneiro. Vem muita coisa por aí.

  • V12 for life

    É correndo pra terminar oque não está totalmente pronto que se cometem os maiores erros.

    • CanalhaRS

      Veículos autonômos não são um brinquedo. É algo muito sério, que colocará a vida de milhões em jogo. Querer criar uma data fixa e sair atropelando tudo para cumpri-la é no mínimo falta de bom senso. Se a tecnologia ainda é muito rudimentar para tal uso, que esperem mais 5 ou 10 anos…nossas vidas são mais importantes.

      • V12 for life

        Esse é um ponto importante, se assumirem o comando do carro como já foi mostrado naquele casos do Uconnect da Jeep, o perigo de sequestro passa a ser real, mas nesse ponto espero que os desenvolvedores estejam trabalhando para não deixar brechas.

        • CanalhaRS

          Sempre houve brechas em sistemas eletrônicos e sempre haverá. Por isso que deveria haver um desligamento fisico, para quem quiser dirigir e estar livre de alguma invasão.

          • João Cagnoni

            E se o perigo for quem desligar a chave? Esse debate não tem fim, é melhor deixar tudo automatizado.

      • invalid_pilot

        A adoçao vai ser progressivamente,nao será do dia pra noite que voce vai entrar no carro e pedir pra ele dirigir sozinho ate ponto B.

        A Volvo como disse acima, ja tem veículos capaz e andarem em comboio de forma autônoma (mantendo distancia e velocidade) em uma auto estrada.

        Pessoalmente gosto disso, mas mesmo quando estiver evoluída essa tecnologia espero que eu possa escolher quando dirigir e quando o carro vai me levar

        • Deadlock

          No caso da Volvo o objetivo é mais a redução do consumo.

        • João Cagnoni

          A tecnologia já está muito evoluída, nós no Brasil que vivemos um atraso de pelo menos 30 anos.

  • leitor

    Muito dinheiro e muita tecnologia para tirar a emoção de dirigir.

    • Roger Rosato

      Dirigir é 5% emoção e 95% tarefa cansativa e repetitiva. Ngm AMA ficar 1 hora no anda-e-para, ngm ama pegar 8 horas de estrada.
      Além do mais, quase a totalidade dos acidentes de trânsito é por falha humana. Retirando-se o fator humano, o número de acidentes cairia dramaticamente, assim como no tráfego aéreo, quase totalmente automatizado e com nível de segurança altíssimo (lembre-mo-nos que acidentes como o da Gol na Amazônia foi uma combinação de erros humanos que anularam os sistemas de segurança eletrónicos).

      • Louis

        Se eu pudesse só dirigiria de fim de semana hehehe. E olha que adoro direção / carros.
        Pode ser que o caro forista “leitor” seja um recém-habilitado, quando eu tinha 18 anos também adorava dirigir, até nos congestionamentos ehehehehehe

        • invalid_pilot

          KKKKK verdade, eu com quase 10 anos de habilitado ando pensando 15x antes de tirar o carro da garagem

          As vezes é melhor ir de trem/ metrô / Uber que se chatear com trânsito, flanelinha e etc

          • João Cagnoni

            Exatamente. Esses dias peguei um Uber pra ir até o centro de SP em horário de rush, deu uns R$50 no UberX (pra quem anda, sabe que isso é muito). Foram os R$50 mais bem pagos da minha vida, fiquei umas 2h no carro.

    • th!nk.t4nk

      Não vale salvar milhões de vidas que são tiradas no trânsito todo ano? E outra, as pesquisas indicam que a maior parte das pessoas deseja condução autônoma, e por um simples fato: ninguém aguentar ficar todo dia horas no trânsito, fazendo o mesmo caminho chato, correndo riscos, tendo que ficar atento e perdendo tempo precioso. Pra pilotar sempre existirão autódromos e estradas específicas, isso não vai desaparecer, pode ficar tranquilo.

      • Senhora Liberdade

        autodromos como de praxe ja sao bem valorizados, ainda mais com a tecnologia autonoma AI que ira se popularizar daqui 10 anos, a partir dai começara o P&D dos carros voadores

      • Deadlock

        Até o trânsito irá fluir bem melhor com a automação. As vantagens da automação são muitas, como a redução dos custos de deslocamento e até dos carros.

    • leitor

      Meus caminhos são diferentes do de vocês. Além disso a questão do trânsito vai ainda trazer problemas com carrinhos assim. Basta ter aos montes. Problemas de estacionamento e segurança também.

  • watson gs

    Imagina o carro querendo ultrapassar e vem um motoboy a milhão no corredor??

    • João Cagnoni

      Quando comprei meu carro atual com sensor de estacionamento na frente, eu andava aqui em SP e ele ficava apitando. Eu pensei que tava com problema, até ver que ele apitava pra cada motoboy que passava. Esse sistema autônomo deve ficar maluco com isso.

  • afonso200

    imagina o preço no brasil, e os buracos ???

    • João Cagnoni

      Os buracos são a parte mais tranquila… Mas e as lombadas? E as valetas mal projetadas? Tem algumas valetas que meu carro não passa, acabo precisando desviar pra outras ruas.

      • Deadlock

        O problema maior vai ser quando o carro entrar em lugares em que não existem faixas, aí vai ficar perdido…

  • Oliveira17

    Nao vou comprar um carro para o computador dirigir, eu que quero ter esse prazer.

    • João Cagnoni

      Livre-se logo da tecnologia e ande a pé… rsrs

    • Maycon Farias

      O futuro autônomo só quer salvar vidas que é a maior meta de todas. Segurança e tecnologia vai sobrepor qualquer tipo de conduta manual humana que cause riscos próprios e a terceiros. Se prepare meu amigo o futuro vai ser brilhante!!!!

      • Oliveira17

        E matar de fome as famílias que dependiam do sustento que tinham através do caminhão, genial. Acabem com as profissões, isso ta certim. So quem ganhara nessa historia serão os empresarios que nao precisarão gastar dinheiro com salarios e outros beneficios ao trabalhador.

        • Maycon Farias

          Cara, mesmo que o futuro próximo seja de carros novos autônomos, sem dúvida nenhuma ainda existirá milhões ou bilhões de carros comuns para dar emprego a essas famílias* que dependem. Certamente o celular moderno que você usa normalmente hoje, tirou o emprego de muitas famílias em fábricas de antigos Orelhões fixos, então uma coisa leva a outra. Não vamos ser hipócritas como se nós vivêssemos numa caverna ou usando coisas antigas para preservar um emprego manual que um individuo tinha. Já pensou quando o combustível fóssil deixar de ser usado para dar lugar aos elétricos e sustentáveis? quantos empregos serão perdidos?, melhor preservar o planeta ou um emprego?, São questões muito polemicas de fato, mas não existe escapatória para o futuro tecnológico, estamos caminhando para isso a passos largos.

  • Miguel

    Acho que além de nos tirar o peso de dirigir por 2 horas em trânsito engarrafado, poupar vidas e etc, ainda vai nos dar sossego e quem sabe ajudar as cidades a otimizar seu tráfego nos momentos de rush. Eu apoio totalmente!

  • Rubem

    para quem se incomoda de dirigir..ja tem o uber ou o taxi



Send this to friend