Usado da semana

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Idea Essence 2011

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Idea Essence 2011

Olá amigos do NA, primeiramente gostaria de parabenizar a todos por este excelente blog automotivo e falar das minhas experiências com meu automóvel, um Fiat Idea Essence 2011. Vejo muitas reclamações a respeito da marca Fiat, às vezes até mesmo por certo preconceito, mas não há duvidas de que problemas existam em todas as marcas e com a Fiat não poderia ser diferente, ainda mais por se tratar de uma marca com um passado um tanto quanto problemático. As pessoas generalizam todos esses problemas, dando certa impressão que todos os carros desta marca são super problemáticos.


Comprei o Idea em janeiro de 2011, com certo pé atrás pelo que eu ouvia das pessoas, mas resolvi arriscar. Paguei R$ 49900,00 pelo carro a pronta entrega, na época o carro não oferecia de serie itens como Air Bag, Abs, Ar-Condicionado, Rodas de Liga Leve, entres outros menos importantes, mas esse preço incluía todos esses itens como opcionais e ainda pintura metálica.

Pelo que ouço até hoje das pessoas a respeito da marca e do modelo, acho que fui premiado com o carro, por que nunca tive um único problema com o carro, isso mesmo nenhum defeito. Até hoje nunca fui à concessionaria para reclamar, apenas para fazer as revisões. Até por isso digo que o pós-venda da concessionaria Fiat da minha cidade bom, mas tenho consciência que pelo fato de não ter tido nenhum problema, minha opinião poderia ser outra. Mas agora vamos as minhas impressões sobre o carro, o Fiat Idea Essence 1.6 2011, que hoje está com quase 30.000 km rodados.

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Idea Essence 2011


Desempenho: O motor Etorq 1.6 de 115/117 cavalos atende bem aos seus 1260 quilos dentro da cidade, só fica devendo um pouco em ultrapassagens na estrada, ás vezes é preciso reduzir para não passar por situações de perigo, isso devido ao torque máximo de 16,2/16,8 kgfm só aparecer aos 4500 giros. O cambio é bem escalonado e não deixar a desejar.

Estabilidade: Pra mim um dos únicos problemas é não oferecer Controle de Estabilidade nem como opcional. De modo geral é bem equilibrado e por se tratar de um carro alto nunca passei por sufoco em curvas mais acentuadas, graças à suspensão traseira bem acertada herdada do Stilo.

Interatividade: Os comandos do ar, vidros e retrovisores são bem posicionados. Há bastante porta-objetos, inclusive no teto. A visibilidade deixa um pouco a desejar pelas colunas A, é preciso muita atenção para que motos não se “escondam” nelas. A posição das saídas de ar também incomodam.

Consumo: Esse é um dos pontos que mais me agrada, por se tratar de Brasil. O consumo com álcool fica na casa dos 6/7 Km e o com gasolina fica na casa de 12 km no ciclo urbano com o ar ligado. Já na estrada são 10 km com álcool e 15 km com gasolina, mas isso quem fala é o computador de bordo. Mas já vi pessoas falando em consumo de 8/9 com gasolina na estrada com esse mesmo motor.

Tecnologia: Aqui há um grande problema, pois é difícil achar mais que rádios na Fiat, onde centrais multimídia são raridade até mesmo como opcionais. Como o meu veio sem radio comprei um DVD com GPS integrado e mandei instalar.

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Idea Essence 2011

Conforto: Os bancos são bem confortáveis, e fica fácil achar uma boa posição de dirigir pelas regulagens de altura do volante e banco. O espaço interno leva 4 adultos com conforto, com 5 fica complicado por ter só 1,69 de largura. A suspensão absorve bem os buracos e imperfeiçoes do solo brasileiro. Acho a suspensão dianteira um pouco baixa, pois às vezes raspa em baixo quando passo por lombadas e para entrar em estacionamentos, um problema crônico de todos os Ideas.

Habitabilidade: A boa abertura e tamanho das portas facilita muito a entrada e saída do carro tanto na frente como atrás. Espaço interno é razoável, mas não compromete você perde em largura e ganha em altura. O porta malas é razoável com seus 380 litros.

Acabamento: Nada que vai além das normalidades brasileira, mas de modo geral o aspecto é bom e não fica devendo para os concorrentes. O tecido dos bancos de uma única cor me agrada bastante assim como o painel em duas cores. Não vemos rebarbas nem peças mal encaixadas. Há também tecidos nas portas para o encosto do braço. Barulhos internos também são raros.

Segurança: Oferece o básico Air Bag duplo e Abs (comprei como opcionais, hoje vem de serie), sinto falta de freios a disco nas rodas de trás. As chapas metálicas aparentam boa qualidade para o nosso mercado. Nada de mais sofisticado em termos de segurança, como a maioria dos carros brasileiros.

Design: As lanternas traseiras de Led agradam bastantes, a tampa traseira limpa também. Houve certa evolução em relação ao modelo anterior. Os faróis espichados são ótimos. Os vincos na lateral são bons, nada de exageros.

Custo/Benefício: Pelo preço que paguei R$ 49900,00 condizente com a realidade brasileira pelo que oferece. Sei que havia outras opções até melhores pelo mesmo preço, mas estou satisfeito.

Conclusão: Estou muito satisfeito com o carro, atende muito bem as minhas necessidades e recomendo. Muitos podem me questionar, mas entendo. O carro tem quase 30.000 km e nunca me deixou na mão, nunca houve nenhum problema que me tirasse o sono nem que me deixassem a pé. Mas não é por isso que ficarei com ele o resto da eternidade. Penso em troca-lo até o final do ano, estou de olho nos crossover/suv compactos. Duster e EcoSport não me entusiasmaram, estou esperando o lançamento do Chevrolet Tracker e quem sabe Peugeot 2008, se elas não cobrarem preços exorbitantes, um deles poderá parar na minha garagem.

Agradeço ao NA pela oportunidade de mostrar meu contentamento com um Fiat.

Por Joaquim Reis Alves Garcia

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Idea Essence 2011
Nota média 5 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email