Fiat Hatches Usado da semana

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Stilo 2008

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Stilo 2008

Nosso quadro “Carro da semana, opinião de dono” já conta com 52 relatos de nossos leitores e também membros do Fórum NA. Para navegar por todas essas matérias, clique aqui. Hoje apresentamos a opinião do rygarr sobre seu Fiat Stilo 2008, dada em maio de 2010:


Olá, depois de ficar 2 anos com um GOL G4 Power 1.6 2008 resolvi trocar de carro. Meu objetivo era pegar um hatch medio com 1 ou no maximo 2 anos de uso. Como o valor disposto a investir era de 40 a 45k minhas opções ficaram restritas e de longe o maior custo beneficio era o C4 VTR.

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Stilo 2008

Vi de particular, vi de loja e estava decidido a levar um, mas quando parei para pensar na manutenção vi que seria um problema manter um carro que teve a importação suspensa e por consequencia terá um estoque reduzido de peças.


Se a Citroen nao tivesse parado a importação estaria com um desses. Quase comprei o carro na emoção, o que me impediu foi que o dono tinha pendencias na documentação e nesse tempo que ele teve para resolver acabei desistindo.

Depois migrei para o 307 2.0 Griffe que era o mais proximo em equipamentos, mas desanimei ao saber que tem um índice alto de problemas mecânicos fora o fato do 308 chegar logo. Tive que escolher os tradicionais Astra, Golf e Stilo.

Astra tem um motor excelente e até engana por fora, mas por dentro é tão tosco e velho que nem dá gosto de entrar nesse carro.

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Stilo 2008

Golf só tinha o 1.6 como opção nessa faixa de preço e apesar da excelente dirigibilidade e suspensão, nunca gostei do desempenho dessa versão 1.6. Pensei até no Tiida. Apesar de achar feio, dei uma chance ao carro me agradar em outros quesitos.

O carro tem um interior excelente, o motor dá conta, a manutenção parece estar na média do preço mas a feiura e a possivel difícil revenda do carro com mais de 3 anos me fez desistir.

Sempre tive resistencia à FIAT, isso vem da época quando era criança quando ainda faziam Tipo, Prêmio, Elba, Tempra, etc e os carros eram uma desgraça de ruins. Mas desta vez fiquei entre 2 carros da marca.

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Stilo 2008

Um era um Punto Sporting completo menos teto solar. O único problema era que o carro era prata. Se fosse vermelho alpine ou amarelo indianapolis tinha comprado, talvez até preto. Mas punto prata é muito sem sal. Nem o banco de couro nem as rodas 17 ajudaram muito.

Pelo mesmo preço encontrei um cara vendendo um Stilo 2008 com motor recém-amaciado (pouco mais de 15.000 km) e contava com vários opcionais como sensor crepuscular, chuva, piloto automatico, etc.

Apesar de ter quase 2 anos o carro parecia recém tirado da concessionária… pintura impecável, interior zerado, pneus pouco gastos. Mesmo não tendo todos os equipamentos do Punto Sporting, o Stilo pareceu ser muito mais carro, pelo espaço interno, pela dirigibilidade e pelo acabamento externo.

Como o Stilo ainda tem chance de sobreviver descendo de categoria com a chegada do Bravo me pareceu ser a melhor opção. A manutenção preventiva do Stilo é até mais barata que do Gol Power pelo que pesquisei.

Pelo menos por causa do Oleo Castrol/Elaion sintético que custa uma fortuna.

Resumindo minhas impressões sobre o carro:

– Apesar do ótimo conforto, não gostei do tecido usado no banco. Parece o mesmo tecido de carros dos anos 90, o tecido usado no Gol era muito superior. Fora isso o banco é excelente. Tem todo tipo de ajuste possível, não há o que reclamar a respeito de conforto e comodidades.

-A suspensão é perfeita, é bem macia na cidade e quase não se sente as irregularidades e ao mesmo tempo faz curvas com precisão.

-O cambio é bom mas inferior ao da VW. As marchas são equilibradas, nem curtas nem longas demais.

-O consumo é uma incognita, o computador de bordo indica 6.7 km/l no álcool no consumo médio e varia de 5 a 22 km/l no instantaneo. Na rodovia ele pula para 7.5-8.5 km/l no álcool. Acredito que isso possa melhorar ainda. Meu estilo de condução é bem tranquilo, mantenho as rotações entre 2.000 e 3.000 em qualquer marcha. Só estico raramente quando realmente preciso.

-O espaço interno é incrivel, sem dúvida é um dos maiores do mercado. Por fora tambem o carro é muito maior do que pensava. O carro é mais comprido que um 207 SW que fica do lado dele, alem de ser mais largo e alto. O porta malas tambem aparentemente é maior que do 207 SW.

-O som de fabrica é excelente, as caixas aguentam bem os graves, o único problema é a falta de entradas auxiliares. Não tem USB, P2, etc.. Só tem a função radio e CD com MP3.

-O carro veio bem equipado, tem vidro one touch com anti esmagamento, tem regulagem elétrica do facho do farol, ajuste de altura e profundidade do volante, abertura das travas e porta-malas direto na chave canivete, etc – além de coisas meio inúteis como sensor crepuscular, de chuva e regulagem elétrica dos retrovisores.

– Eu não sabia mas descobri que o carro tem um compartimento de refrigeração de bebidas similar ao do Ecosport, mas como nunca usarei essa função só está servindo para guardar tranqueiras mesmo.

-O desempenho é aceitável. Eu pretendia pegar um carro 2.0 com 120cv pra cima mas esse 1.8 do Stilo é aceitavel ao carro. O ideal seria que fosse um 2.0 igual do Astra mas esse 1.8 não deixa o carro manco como o 1.6 no Golf e 307.

-Faltou o alarme de fábrica. Mas como as concessionárias estão pedindo mais de R$ 500 para instalar vou ter que ir de Positron mesmo. Ja providenciei os parafusos anti-furto.

Pontos negativos

Stilo 2008

– Design interno tradicional, sem graça. Está bem longe dos concorrentes como C4, Novo Focus, i30, etc

– Motor 1.8 114cv. Isso é motor pra compacto premium e não pra hatch médio. Deveria ter pelo menos 130cv.

– Tecido dos bancos são ridículos. São aqueles cinzas com desenhos geométricos no meio, igual aos carros antigos dos anos 90, não é a toa que tem muito Stilo com bancos de couro.

– Eletrônica complicada. Pelo que vi por ai, instalar dispositivos eletrônicos não originais é bem difícil. Os caras de lojas de som dizem que leva 6h de serviço para instalar um alarme Positron. O alarme original custa a partir de R$500,00.

– Rádio de fábrica com poucas opções. Não tem conexões externas. Somente rádio e CD com mp3.

– Por alguma particularidade do câmbio não é possivel instalar trava mult-lock.

– Seguro caro, acima de quase todos concorrentes, abaixo somente do VW Golf.

– Rodas exageradas de fábrica. Pelo motor do carro essas rodas estão lá só por enfeite. Uma roda de aro 15 de liga leve ja seria suficiente e até melhoraria o consumo do carro. Com essas rodas chamativas fui obrigado a torrar uma grana em parafusos anti-furto (importados da alemanha) e uma corrente especial com fechadura tipo multlock anti chave-micha pra usar no estepe.

– Suspensão e banco muito altos. Mais um pouco teria a impressão de estar numa Hilux. Na prática tenho feito as curvas sem tombar 1mm, mas passa muita insegurança.

– Excesso de extravagâncias que só servem para encarecer o carro como sensor crepuscular, de chuva, etc

Carro da semana, opinião de dono: Fiat Stilo 2008
Nota média 4.5 de 2 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email