Usado da semana

Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

mitsubishi-lancer-2013-preto-5-700x465 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Olá pessoal, escrevo para falar um pouco sobre o meu carro, um Lancer MT 2.0 13/14 preto com 7.776km rodados. Ele tem sete meses de vida, é meu primeiro 0km. Antes de entrar mais a fundo na análise do Lancer, vale um aviso: sou entusiasta por carros (como a maioria aqui) mas, também, enlouquecido por velocidade.



Pouco a pouco vou construindo um “projeto paralelo” para, de alguma maneira, ter a pilotagem presente em minha vida. Kart amador já faz parte há um bom tempo. No começo de fevereiro fiz meu primeiro trackday em Interlagos e, em maio, vou para a Alemanha correr no lendário circuito de Nurburgring Nordschleife. Sou meio doido, do tipo que pega o carro e vai pra estrada pelo simples prazer de guiar.

mitsubishi-lancer-2013-preto-2-700x465 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Bem, vamos ao Lancer. Baita carro. O histórico não mente, é um japonês de estirpe, com tradição de anos associada à esportividade e ao WRC. Com a epidemia de Fast and Furious (não curto, diga-se de passagem), o Lancer, especialmente as versões mais antigas, virou xodó da galera do tuning fora do país… enfim, gosto é gosto.

Feita a introdução, falo um pouco do meu carro antes de analisar, em tópicos, as qualidades e defeitos do veículo. Fiz cinco alterações no meu: pintura das rodas em grafite, colocação de capas vermelhas de pinça de freio Brembo, instalação de uma central multimídia Aikon, insulfilm e módulo para subida dos vidros.

Queria ter coragem de fazer aprimoramentos em performance (kit de freios, preparação aspirada com escape, filtro e chip) para alcançar uns 200cv e passar dos 25/26 de torque, mas não quero perder a garantia… enfim, vamos à análise!

mitsubishi-lancer-2013-preto-4-700x465 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Performance

Acima dos concorrentes. São 160cv e 20,1kgfm de torque, motor 2.0L de alumínio e bastante brabeza, guardadas as devidas proporções. Comparando diretamente com o Fluence (meu pai tem um, guiei bastante) e com outros sedãs/hatches 1.8 ou 2.0 que já encontrei nas estradas por aí (Corolla, Civic, Megane, Cruze, Cerato, Jetta aspro, Focus, 308, C4 etc.), é perceptível o desempenho superior do Lancer.

O carro gosta de uma tocada agressiva, que abuse da subida de giro e tire a potência máxima (em 6.000rpm) dele. Já fiz o meu cantar de 3ª! Em baixa, na cidade, ele deixa um pouco a desejar num primeiro momento. Questão de costume. No período de adaptação, você pode ser surpreendido ao sentir o carro pedindo marcha numa ladeira. Com o tempo se adapta.

mitsubishi-lancer-2013-preto-13-700x536 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Câmbio

Longo e “normal”. Para a estada, é ótimo. Para a cidade, sinto falta de uma sexta marcha que, consequentemente, deixaria o câmbio mais curto e faria o carro trabalhar em giros mais altos desde cedo. A tocada em estrada é excelente. As retomadas e acelerações intermediárias (60-100km, 80-120km, 100-160km) são sensacionais pra quem curte uma pegada mais forte e gosta de reduzir marchas.

A 2ª e a 3ª são encapetadas! Esticar (2ª) até 100km e lançar a 3ª para buscar 140/150km é demais. Sem falar nas estilingadas em retomadas de 3ª com o motor cheio para ultrapassagens em pista simples… É olhar no retrovisor e ver outros 2.0 ficando muito para trás nos momentos de aceleração plena para passar um caminhão, por exemplo. Impressionante com o Lancer se destaca. Em suma, um bom câmbio, mas não excepcional por si só. Mas aliado ao motor sobe de patamar e forma um belo powertrain.

mitsubishi-lancer-2013-preto-12-700x913 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Estabilidade, dirigibilidade e prazer ao guiar

Falar de motor e câmbio acabou preparando o cenário para esse tópico. Mais uma vez, focando na tocada esportiva, o Lancer está bem à frente dos rivais. Muito estável, muito mesmo! O carro vem de fábrica com rodas 18” ENKEI, pneus Yokohama (caríssimos, super-estáveis, porém um pouco barulhentos e com durabilidade mediana, apenas) e tem suspensão traseira Multilink – meu carro anterior, um Focus MK1, também tinha e, sabemos, o Focus é referência em estabilidade. O Lancer consegue ser ainda melhor que o Ford. Tamanha “garra” tem um preço: o Lancer é mais duro que a maioria (se não todos) dos concorrentes. Motoristas citadinos de Corolla e Fluence certamente se incomodarão.

Na estrada é uma delícia guiar o Lancer. É daqueles carros que “vestem”. Aqui, os três fatores que nomeiam essa seção do meu relato se aliam. Um carro estável, na mão e prazeroso, devorando as curvas com velocidade, mas segurança e, no fim das contas, você acaba saindo do carro novo em folha.

mitsubishi-lancer-2013-preto-11-700x535 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Itens de série

O Lancer foi mais barato que os outros carros que cogitei comprar, mas tem bem menos “perfumarias” que todos eles. O MT, versão de entrada, é um carro bem equipado, mas sem exageros – a propósito, MT vem de manual.

As outras versões são a CVT (a mais vendida, acho), o GT (esse sim, bem completo), o GT AWD, o Sportback (Hatch turbo) e o espetacular EVO. Não vou falar detalhadamente dos itens todos aqui, apenas listá-los. Numa passada rápida, o Lancer MT tem:

• Rodas 18”

• Airbag duplo

• Alarme

• Rádio AM/FM/Bluetooth/MP3/CD/USB/AUX da Clarion

• Encosto de braço com porta objetos (motorista e banco traseiro)

• Faróis de neblina

• Piloto automático

• Ajuste de altura do volante

• Direção hidráulica

• Computador de bordo

• Comandos de áudio no volante

• Freio a disco nas 4 rodas

• ABS + EBD

• Vidros elétricos nas quatro portas

• Travas elétricas manuais

• Ar-condicionado

• Desembaçador traseiro

• Sensor de chuva

• Sensor crepuscular

• Abertura interna de tanque e porta-malas

mitsubishi-lancer-2013-preto-10-700x536 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Críticas

• Chave: parece dos anos 90, não é canivete. Grande e sem graça, pelo menos tem o alarme integrado.

• Luzes de cortesia: fazem falta na porta e no piso, próximo aos comandos de abertura do tanque e porta-malas – o Lancer é um carro “escuro” por dentro.

• Ar-condicionado: analógico automatizado… num carro desse nível, digital deveria ser padrão.

• Travas elétricas manuais: não trava sozinho, é preciso apertar um botão.

• One-touch – descida e subida dos vidros: não tem nenhum desses itens… fazem falta. O Meu sobe devido a instalação de um módulo.

• Retrovisores sem setas: não acho um defeito, mas como muitos gostam, resolvi relatar.

• Ajuste do volante: não tem de profundidade, o que pode incomodar alguns.

• Peito de aço: não vem de série e é absurdamente caro. Custa mais de R$ 1.000. Não instalei, ninguém instala – as próprias concessionárias falam que não é preciso, o layout do carro acaba eliminando a necessidade, dizem. Já andei 60km em estrada de terra, em alguns trechos com velocidade de 90/100km, e não tive problemas.

mitsubishi-lancer-2013-preto-9-700x535 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Segurança

O Lancer MT é seguro por ser um carro estável e com um bom projeto mas, se comparado aos concorrentes em preço, fica atrás da maioria em itens de segurança. Até carros mais simples (Punto, por exemplo) vêm com mais itens. São dois airbags, ABS-EBD, Immobilizer, Keyless.

Peca por não ter, pelo menos, cinto de três pontas e apoio de cabeça no banco traseiro central – até um Palio dos mais completos deve ter isso, acho. Controle de tração e estabilidade também não existem nessa versão. Nas versões superiores todos esses itens são de série. Uma crítica pontual: o alarme chinfrim original de fábrica. A maioria dos proprietários acaba instalando outro… as concessionárias mesmo, reconhecendo a deficiência, oferecem.

mitsubishi-lancer-2013-preto-8-700x535 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Acabamento

Ponto fraco. O acabamento não é feio, os detalhes em black piano são agradáveis, mas certamente o Lancer está atrás dos competidores. De novo, comparo o carro até mesmo com o Punto, um “quase popular” que é mais bem acabado que o Mitsubishi. Vejo que essa é uma característica compartilhada com os outros carros da marca japonesa e deveria ser aprimorada.

Mercado

Por aqui é um carro que faz pouco sucesso mercadológico. Sou de BH e quase não vejo, mas vou pra São Paulo semanalmente a trabalho e, aí sim, vejo alguns. No geral, mostram as vendas, não é um carro com mercado bom. Quer um sedã médio com essa vantagem? Escolha os tradicionais e clichês Corolla e Civic. Ou Cruze, Jetta. De toda forma, esse defeito tem um lado positivo: certa exclusividade conferida ao Lancer.

mitsubishi-lancer-2013-preto-14-700x535 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Design

Apesar de vender pouco, o Lancer torce pescoços. Ainda mais por aqui, onde não se vê muitos. O design, mesmo não sendo novidade, chama muito a atenção. Nunca pensei em comprar um sedã nessa faixa de preço (tirando BMW’s usadas), mas quando vi o Lancer e percebi que o preço era aceitável, desisti das outras opções (Focus Hatch MKII Titanium, Focus Hatch MKIII 1.6, Cruze Sport6, Golf 1.4 TSI, Bravo T-JET) e fui direto no Lancer, que saiu mais barato do que qualquer um dos demais.

Conforto

O Lancer não tem os mesmos itens de conforto que carros de valor semelhante, então esse é um ponto negativo a ser ressaltado. Além disso, o já mencionado acerto “esportivo” faz com que o carro seja mais duro que os concorrentes, o que é ruim para algumas pessoas. Por outro lado, o espaço interno e o conforto dos bancos é muito bom – leva cinco adultos tranquilamente. Para o motorista, a posição de direção é muito prazerosa. O porta-malas é bastante espaçoso.

mitsubishi-lancer-2013-preto-7-700x912 Carro da semana, opinião de dono: Mitsubishi Lancer 2013

Consumo

Ponto de atenção. O Lancer bebe demais, deve consumir mais que todos 2.0 vendidos no Brasil. Moro em BH e minha média de consumo urbano é de 6.5km/l na gasolina, com o trânsito pesadíssimo, as típicas ladeiras daqui atrapalhando e a média de velocidade entre 8 e 12km/h – o carro é monocombustível. Na estrada, tenho poucos parâmetros, pois ando muito forte. Meu consumo numa viagem BH-SP fica em 7km/l. nas vezes que maneirei um pouco em trechos curtos nas proximidades de BH, cheguei em 13km/l.

Garantia, manutenção e robustez

A garantia segue os padrões de mercado: três anos, com revisões de preço fixo girando em torno de R$ 350,00. Quanto à manutenção, não sei dizer, ainda, mas o carro é bastante robusto, exceto pelo já criticado acabamento – estou com um grilozinho no painel, vou arrumar na próxima revisão.

Resumo

PRÓS

• Desempenho

• Pegada “esportiva” e estabilidade

• Design e certa exclusividade

• Prazer ao dirigir

• Robustez

CONTRAS

• Acabamento

• Consumo

• Caráter espartano de alguns itens de série (vidros sem one-touch, trava elétrica manual, A/C manual automatizado)

Meu veredicto? Estou bastante satisfeito com meu carro, pois os “prós” pesam, para mim, muito mais do que os “contras”. Recomendo a compra? Sim, mas com ponderações. O Lancer tem se mostrado um veículo de compra mais emocional mas, sabemos, é um japonês robusto, que aguenta o tranco. O conjunto mecânico e o projeto são admiráveis e os pontos fracos do carro passam longe dessas questões. Cada um precisa saber exatamente o que espera de um carro para depois não se decepcionar. Caso alguém queira saber mais sobre o Lancer, estou à disposição.

Abraços,
Fred Barros

4.0

  • Pedro_Rocha

    Parabéns pela sua aquisição e seja feliz. O seu relato foi bastante ponderado e o texto bem escrito, confirmando em mim algumas impressões que tive sobre o Lancer e desfazendo a imagem que eu tinha sobre o desempenho mediano desse carro por conta de opiniões de donos de Lancers com CVT.

    • AugustoSeide

      Pois é, eu fiz um teste drive em um Lancer CVT, a versão logo acima da relatada (acho que a única diferença era mesmo o câmbio) e não senti essa coisa de carro manco, ainda mais com a opção de mudanças no volante, ele fica bem divertido.

    • Louis

      REalmente relatos de donos de CVT no quesito desempenho, são desanimadores.

      • jao_simonetti

        CVT matou este carro – assim como todos! Só presta para consumo bom! Nada mais!

      • eduardo

        Pelo menos um GT (CVT) que acelerei junto , andava ligeiramente menos que o FLuence Privilege (CVT) o cara colava na reta , quando abria para ele passar ele saia do vacuo e ficava para traz.

    • Jymonotaka

      Fiz test drive no CVT e é extremamente desanimador. Sou dono de um Galant V6, então cheguei esperando encontrar uma coisa e foi completamente diferente, achei o carro muito fraco, com péssimo acabamento (rebarbas bem grandes), duríssimo a ponto de ser desconfortável, com um porta-objetos minúsculo que tive que guardar minha carteira no porta-luvas, um painel bem sem graça… Enfim, de bom só achei o desenho externo, que com certeza é o mais bonito da categoria.
      Já vi gente reclamando do lancer MT também, então não acredito que pareça ter os tais 160cv que dizem na ficha técnica.
      Pra mim, o relato demonstra mais que o autor está encantado com o carro do que realmente avaliando.

      • Rafael Sumiya Tavares

        Jymonotaka eu sou outro dono de Galant V6 que fica num desânimo ao ver os novos Mitsu… Os 163cv do 2.5 V6 são bem mais espertos que os 160cv do 2.0 L4, o Galant mesmo automático estilinga à frente com boas médias de consumo! Em questão de acabamento não podemos comparar, o Galant sempre concorreu no andar superior ao Lancer, mas nós sabemos que os japas dão prioridade à engenharia e não à perfumaria!

        • Jymonotaka

          Vc tem razão quanto ao acabamento não ser o melhor, pois o Galant está para um accord e o Lancer para um civic, até ai tudo bem, mas uma coisa é acabamento ruim, só que o lancer tinha umas rebarbas feias demais no plástico! Coisa que talvez dê para se cortar se passar o dedo rápido.
          Realmente, os novos mitsubishis são de entristecer o coração…

      • Gabriel Oliveira

        acho que ai vale o lance do torque tb, um V6 em tese terá muito mais torque que um 4L, mesmo tendo potências parecidas

  • biobh

    Também sou de BH. Toda semana pego a BR 381. Espero nunca te encontrar. São 'motoristas' pseudo pilotos como você, que fazem o Brasil ser recordista de acidentes.

    • O_Corsario

      Não é sendo chato, mas tbm senti um certo "ar de competição" desnecessário no ar, espero que nosso amigo concentre seus esforços mais no kart e track days e menos nas estradas como dá a entender no texto.

    • tjbuenf_

      tb problemáticos nas estradas são os donos de 1.0 que criam toda uma situação de risco fazendo ultrapassagens perigosas só para mostrar que seus carros são 'potentes'

      • Teodoro

        Concordo. O cara andar forte e ultrapassar somente com segurança (digo, não sendo na segurança das ditas linhas do asfalto, que muitas vezes não condizem com o local), é o estilo dele. Eu também gosto de viajar rápido, e nunca me compliquei por isso. Porém, tenho um carro que me deixa seguro em altas velocidades. Não vou fazer uma ultrapassagem em curva. Os 1.0 que tentam ultrapassar quase sem espaço é que fazem as maiores cagadas. Não por preconceito aos 1.0, mas se o seu carro não é tão forte, estude um local para uma ultrapassagem mais segura.

        • Edson Roberto

          Mas tem muitos 1.0 que rodam por ai que o cara está em alta velocidade e ele vai bem. Se pensarmos assim, temos que colocar os momentos errados de um carro 1.0, como também de muitos donos de carros mais potentes que ao invpes de invadir a faixa da esquerda acelerando (ou reduzindo) querem que o cara de trás que se dane.

          Foi o que quase aconteceu comigo quando um Jetta a 60km/h entra na minha frente comigo estando a 120km/h.

          • blindzector

            Pois é Edson,

            Muitos nao entendem o maior cavalo qe as vzs esta no carro nao esta no mtoor… mas sim atras do volante!

        • Leandro1978

          Mas aí o problema não são os 1.0, mas seus motoristas. Já vi muita gente com "carrão" fazendo hagada. Aí independe de motor…

        • Gerson

          Já vi muito carro forte fazendo besteira por aí, a culpa não é só de 1.0 não. No final do ano mesmo, tinha uma BMW X6 fazendo cada besteira na BR 020….

          • Gabriel Oliveira

            os maiores perigos na estrada que vejo são donos de 1.0 querendo passar carreta e carro… demoram uma vida para ultrapassar e deixam quem tá atras apreensivo, pois sempre precisa deixar espaço para ele voltar caso não consiga (até comum acontecer isso)

            mas realmente, merda não acontece só com carro 1.0, mta gente de picape e até carrões fazem merda tb, na estrada é atenção

      • blindzector

        Ja vi gente com V8 fazer merda no transito…

        Nao adianta termotor se a pessoa mau sabe dirigir o carro q tem! Tenho alguns carros como um Renault Clio 1.0 Um Corolla e uma Ranger Limited … digo… o Cliozinho, nao faz falta… msm sendo 1.0 so acho q alguns momentos o motor fala mais alto seu nome rrs

    • mgbalbo

      Mala.

    • CeSP

      Eu não senti isso, parece que o cara ama velocidade e corre de kart, faz track days justamente pra descarregar a vontade de correr… Ele ainda vai pra alemanha pra fazer isso… Não vi nenhuma prova no texto de que o cara corre nas ruas e acho que ele deve ser julgado dessa forma… Ele ate fala de acelerar e deixar outros 2.0 pra trás mas deixa claro que é em ultrapassagens em pista simples, ainda fala "ultrapassar caminhões"…

      Provavelmente você dirige muito devagar e não é ágil no transito, ficando bravo com pessoas que se adaptam melhor às situações adversas e sabem dar passagens aos mais experientes… São 'motoristas' pseudo habilitados como você que fazem o Brasil ser recordista em acidentes.

      Minha dica: fique de olho no retrovisor interno do veículo, quando você estiver muito devagar, olhe para o retrovisor externo direito e mude de faixa com segurança, utilizando a seta SEMPRE.

    • Imprudência causa acidente, não necessariamente excesso de velocidade!

  • Anderson_sp

    Quanto custou esse carro ?

    • Pedroms14

      Se não me engano, o Lancer parte dos 65~66K

      • Fred Barros

        Isso mesmo.

  • Raul

    Gosto muito do Lancer.

    Com a sua análise, vou comprar um também.

    Abs.

  • Rodolpho

    A MIT faz "bem" seu serviço nesse carro. Vende um carro manco (160cv????? senta lá Claudia…) a preço de ouro.

    • Wagner_u

      tbm achei o cara fala que faz os outros 2.0 ficarem pra tras, mas o 0-100 do lancer é 9,8 segundos, o civic 1.8 de 6 marchas o 0-100 é 9,6, não achei nada de mais a potencia desse lancer…

      • Edson Roberto

        Será que talvez ele "pisar forte" e "ultrapassar todos" é proque os demais não estejam ligando para a forma que ele dirige e pelo que ele diz anda acima da velcoidade? Se for toda essa soma, ele vai encontrar carros bem mais potentes que o Lancer e ele "vai dar bucha". Já cansei de ver Golzinho 1.0 filmando "aceleração" e "dando bucha" em carros turbinados.

        • macumba_online

          uuauauaa.a.a.. eu cheguei a parar de ler… e achei que o autor tinha inaugurado a seção de Stand Up do NA…

        • granrs78

          Pensei o mesmo que vc Edson, pois o cara acelera e acha que os outros motoristas tbm estão acelerando. No minimo só o cara acha que eles estão tirando " pega" com ele, rsrs.

          • Daniel

            Deixa o cara ele já falou que anda e gosta de pisar e sim muitos em estradas pisam e testam seus carros…..Se vc e muitos não o fazem ficam só com paninho na lata e mostrando p vizinho outros usam….

            • schweinerei

              Desnecessária e arrogante a segunda frase.

            • granrs78

              Que comentário mais sem noção o seu, pois pelo seu pensamento quem anda no limite de velocidade não está aproveitando o carro? Se o cara quer correr, que vá para um autodromo e não em uma estrada colocando a vida de outras pessoas que não tem nada a ver com a maluquice de certas pessoas que acham que estão em uma corrida.

      • jao_simonetti

        No dia em que um Civic 1.8 fizer o 0 a 100 abaixo dos 10 segundos eu compro um!!!

        O IMT fez o teste no novo Civic MT e ele ficou na casa dos 10.8 segundos.

        • Caio

          Bem que a Honda poderia colocar uma versão 2.0 MT no Civic! Esse sim ficaria abaixo dos 10s no 0-100 km/h.

        • mgbalbo

          Tem que usar o Launch Control hahahaha

        • Wagner_u

          bom tinha respondido mas linkado uma materia do auto esporte, vai ter que procurar por vc, la tem uma reportagem do civic 2.0 e falam do 0-100 e dai dizem que o 0-100 do 1.8 também melhorou por causa das 6 marchas, faz em 9,6 segundos.

          • jao_simonetti

            Auto Esporte, revista… pela amor de Deus, ein?

            Confia na revista ou no IMT? O IMT tem credibilidade para dizer isto, pois tem aparelhos para aferirem números exatos, enquanto as revistas chutam valores conforme o jabá ou o agrado da montadora é oferecido.

            Tem que ser MUITO INOCENTE para acreditar em revistas.

            • Wagner_u

              na carro online os caras fizeram em 9,4 segundos, eu não sei o que é IMT, eu não sei qual que é teu problema cara, qual que é o problema em o civic fazer 0-100 em menos de 10 segundos? Na tua foto tem um Jetta, e o Jetta sem ser o turbo nem sonha em ter um desempenho proximo do civic com aquele tesão de motor do seculo passado.

              • jao_simonetti

                Instituto Mauá de Tecnologia, em São Caetano do Sul.

                É ele que recebe encomendas de sites e revistas, pois é o único lugar que se tem equipamentos de medições. Como é caro o aluguel, muitas revistas simplesmente chutam valores ou fazem a medição pelo velocímetro e cronômetro (porém, esquecem-se de que pelo velocímetro o 100km/h é 10% a menos – o correto é ver o 100 quando se atinge 110).

                O Civic não faz 0 a 100 abaixo dos 10 segundos pois nem o Civic 2.0 automático consegue tal façanha.

                Meu Jetta é TSI.

                • Wagner_u

                  olha cara eu nao vou ficar discutindo com vc, primeiramente carro automatico não anda que nem manual, vc sabe disso, segundo o cambio MT do civic 1.8 é 6 marchas enquanto que o AT do 2.0 é de 5 marchas e vc sabe que isso da diferença, segundo que imagino eu eles façam a medição com GPS ou com alguma metodologia mais exata, qualquer idiota sabe que o velocimetro da diferença do real, terceiro estranho os 2 sites que eu entrei terem feito abaixo de 10 e só vc fica alegando que eles estão errados, então beleza o mundo está errado, vc q tá certo.

                  • jao_simonetti

                    Não fui eu quem testou: Foi o IMT. E os números dele foram de 10.8 segundos. Vá lá e discuta com o IMT! Já tive Civic por 5 anos. Conheço muito bem o meu carro e os carros manuais de outros donos com quem conversei.

  • Gabriel

    Bacana avaliação e parabéns pelo carro. Sou apaixonado por ele.. Porém, o ponto mais negativo em relação a compra ou não dele, é o acabamento interno!!!

    Abraços

  • Rodolpho

    Mais uma pergunta…. O que eu devo entender por """robustez"""????

    • saosao

      robustez = equipamento confiável, dificilmente dá problema mesmo sob situações adversas

      No Brasil, robustez = carro imponente.

  • FTP

    Pera aí. Motor mediano, ausência de vários itens de segurança, acabamento fraco, ausência de itens de conforto e consumo péssimo e você ainda recomenda a compra, mesmo que com ponderações? É tipo aquele bobo que pula na piscina fria e fala que tá quente, pra todo o resto pular.

    • ribeiro

      Também achei isso. Dirigi o carro e não gostei. Dirigi o CVT, achei fraquinho de motor e acabamento. Depois de dirigir lancer, golf, focus e cruze, fechei a compra do golf 1.4 dsg elegance + teto.

  • Dragoniten

    É por causa de comentários como os escritos acima que eu até hoje não tive coragem de fazer uma "opinião de dono" do meu Ka. A quantidade de crítica desnecessária que chove…

    • AugustoSeide

      Esse é o mundo, sempre que você expor sua opinião. Ainda mais na internet, onde as pessoas falam o que querem por estarem "protegidas" pelo computador.

      Envie o seu relato, compartilhe com todos e esteja preparado para elogios e críticas de pessoas que você nunca viu.

    • Edson Roberto

      Dragon, na boa…
      Qdo vc deseja fazer esse tipo de coisa, vc abre espaço para comentários. Agora, sinceramente acho que as vezes falta um bom senso para falar sobre "velocidade". Eu as vezes já pisei sim nos meus carros, mas a grande questão é: Tem necessidade mesmo de citar dessa forma? Falar que anda mais que os outros, entre outros comentários citados? Se for no momento de empolgação na hora de escrever… diga sem se importar com o que vão achar e responda apenas o que achar necessário.

      Mas também, se for para ficar bravo por alguma critica, acho que realmente é melhor nem postar… pq vc estará sujeito a isso. Ou vc duvida que alguem vai chegar e falar que o seu Ka é uma carroça, que deveria ser proibida a venda, ou outros "adjetivos"?

      Vc sabe disso… o que eu já ouvi de "C3 carro de mulher", "C3 é uma droga de carro"… tem que ler e desencanar.

      • FabioHira

        Hehe… bem por aí Edson.

      • Dragoniten

        Você está certo, Edson. Tem que estar muito bem preparado. Ainda estou pensando como e quando vou fazer. Deixa só terminar meu semestre aí e veremos o que vai sair, rs. O que eu já ouvi sobre "Ka é carro de mulher" acho que você também imagina, rs.

        Abração!

    • ultimate_rr

      Todo relato é válido. Nesse exato momento provavelmente tem alguém interessado em um Ka mas com algumas questões em mente. Porém, deve estar preparado para críticas e elogios. Com tudo o que fizer na vida será assim (filosofando-mode-off) rsrsrs

      • Dragoniten

        Hahahahaha, com certeza! Vamos ver se faço aí, só preciso de um tempinho livre da faculdade.

  • Kirk Windstein

    Meio exagerado hein…
    Já dirigi um desses e o desempenho é qualquer coisa menor esportivo. É um sedã médio familiar, assim como Corolla, Civic, Jetta, etc. Passa longe de esportivo.
    Punto T-Jet dá bucha fácil nesse lancer.

    • macumba_online

      assino embaixo. mas o dele ultrapassa todos os carros do planeta…

  • abussade

    Quanto ao consumo, acho que seu pé não ajuda! Rs..
    Belo carro, gosto dele tb.
    Única decepção que tive com a Mit foi saber que o GT é exatamente o mesmo com perfumaria estética (como outras montadoras fazem, por exemplo com o Corolla).

  • fpfor

    É um belíssimo carro mas me deixou com um pé atrás… Nunca vi esse carro no dinamômetro…. Mas…

    De um tempo pra cá eu tava andando apenas com o i30 1.6 da minha noiva, então agora resolvi comprar novamente um carro. Fiz o teste drive num Lancer AT e fiquei decepcionado. Pra mim nunca que tem 160cv, não sei se o cambio CVT que "estraga" ou se a Mit que anunciou potência a mais…
    No meu leque de opções estava Focus III, Golf TSI, Lancer GT e o C4 Lounge THP.

    • Teodoro

      Acho que nessa questão a culpa é do CVT. Tenho um Fluence, e deixa o carro um pouco manco na resposta, mas tem muita força do mesmo jeito pros 140cv anunciados. Aí já é outra questão das montadoras em anunciarem a real cavalaria de cada carro. O Lancer parece que tem menos, e o Fluence parece que tem mais. Acredito que o MT dos dois deva melhorar bastante. E em relação as suas opções, aconselho o Golf, se for o novo; principalmente por ser importado, e não os bananais brasileiros.

    • Edu Machado

      Vai de C4 THP e ponto final.

    • Gabriel Oliveira

      acho que o lance é a faixa de torque aparecer em giros mais altos e a potencia tb, tem carro que já entrega torque em baixa e isso faz dele um carro bom de guiar na cidade… outros ja se saem bem melhor na estrada

  • fla_shun

    Tenho medo de cruzar com essa pessoa em alguma rua ou estrada…

  • Maycon102

    Gosto bastante desse carro.

  • Fabio Maciel

    Cara, eu comprei um Lancer GT 2012, no final de 2013, ou seja, peguei ele usado e com baixa km. Hoje ele esta com 32.000km, para mim:

    Pontos fortes:
    Motor bom o suficiente, não é um carro de corrida, mas responde muito bem ao que se precisa, dentro dos limites da Lei. ou seja.. Na estrada ele tem uma ótima retomada, uma boa arrancada, é um carro que não te deixa na mão, mas não é um formula 1!!!
    Conforto interno: O carro é espaçoso por dentro, eu tenho 1,92 de altura, e esse é um dos poucos carros onde eu não preciso levar o banco até o fundo para ficar confortável, pelo contrário, para ficar confortável nele, eu preciso deixar ele em uns 80% do trilho. Atrás ainda sobra espaço para minha filha de quase 2 anos na cadeirinha, mas poderia ir um adulto com folga.
    items de segurança: Como eu comprei um carro usado e de pouco uso, acabei pagando nele menos que um Lancer MT Zero, para mim foi fundamental, pois a versão GT vem com 7 ou 9 airbags (já não lembro todos, mas são os da frente, laterais de cortina e embaixo do volante, se não me engano). Faz falta um controle de estabilidade (ESP), mas vem com ABS e EBD como mencionado no relato acima.
    Items de conforto: Acendedor automático do farol, sensor de chuva, sensor de ré (esse não é de fábrica, mas veio instalado no que eu comprei)
    Step: Ponto que para muito seria negativo, mas para mim é positivo, ainda mais, depois ter 2 estepes de um 307 roubados. O Estepe dele não é um pneu normal, é uma roda menor, exatamente para que você possa rodar o suficiente para arrumar o pneu correto!!

    Como Pontos negativos, eu ressalto:
    Consumo: Lastimável… realmente média na cidade é de 6,5 a 7km/l… na Estrada, sem exagerar muito no pedal, vai para uns 11km/l…. mas nunca consegui mais do que isso.
    Barulho do cambio: É irritante, e já vi que isso é um problema sério do carro. Não sei se o meu tem o kit de resfriamento do Cambio, mas depois de um tempo na estrada é sensível e irritante o barulho do motor quando você precisa fazer uma retomada ou uma ultrapassagem por exemplo e pede um pouco mais do motor.
    Manutenção: ainda não fui na concessionária, estou pra ir esse mês fazer a revisão de 6 meses, mas tenho certeza que vou ser entubado… nada na mitsubishi é barato. O Alarme para subir os vidros, travar as portas, com sensor volumétrico é de 1300 reais acho e não fecha o teto solar!!! ou seja, é um absurdo, sem dúvida, vale a pena procurar um alarme fora da concessionária.
    Porta Malas: É grande, mas não tão grande.. não tem milagre, pra ganhar mais espaço interno, o porta malas reduziu um pouco.
    Central Multimidia de Fábrica: é muito fraquinha… se já não tivesse vindo com o carro, muito provavelmente eu teria comprado outra por fora!!!

    Em geral, estou satisfeito com o carro, tirando o ruído do motor, o carro é um avião por dentro, silencioso e gostoso de dirigir.

    • FabioHira

      Legal teu relato xará.

    • davidanana

      Esse problema do câmbio é crônico, é o mesmo tipo de problema que o impreza tem nos discos de freio.

  • danilo

    amigo, já tive a oportunidade de "tirar a prova" e certifico que o lancer MT anda sensivelmente menos que o Focus 2.0 MT, que por sua vez só anda menos que o C4 2.0 MT(entre os 2.0 aspirados na faixa de valor). O astra 140cv anda junto ou pouco na frente até 100-120 km/h, depois é despachado….

    Seu Focus MK1 com certeza não era o DURATEC, que além de andar pra caramba ainda tinha acelerador a cabo. Se fosse, você seria obrigado a reconhecer que seu carro anterior era mais rápido.

    É um p*ta carro, mas não é referência alguma em performance. Já o AT chega a ser incômodo de tão fraco(fiz TD).

    OBS: Estou paltando minha opinião somente em performance, já que parece ser o tema central da análise do Fred. Abs.

    • Edson Roberto

      Danilo, mas existiu Focus sem o motor Duratec? Pelo menos eu nunca vi o motor 2.0 não sendo um Duratec.

      • danilo

        Me referi ao 2.0 Duratec sim, no entanto o Focus Mk1 recebeu também o 2.0 ZETEC SE(126cv)

      • fschulz84

        Fala Edson.

        Se não me engano, todos os MK1, (até modelo 2004, salvo engano), inclusive o XR, eram 2.0 16V Zetec 130pocotós!

        A partir deste modelo, a Ford colocou os Duratecs nos MK1,5.

    • LS7

      Quando eu tinha o Astra de 140 cv ele deixava qualquer um desses citados para trás, tanto na arrancada, quanto na retomada. Na estrada ele sumia na frente.
      Certa vez um Focus 2.0 Duratec só me passou depois que eu soltei o pé.

      Talvez você esteja se referindo ao Astra de 116cv…

      • Gerson

        Hoje eu tenho um Focus MK2 2.0. Meus 2 irmãos tiveram Astra 2.0 também , modelo 2008. Realmente o Astra anda mais, já tive oportunidade de dirigir em estrada. Mas tem um porém, o Focus é muito melhor de curva que o Astra. E ainda, na minha humilde opinião, os freios do Astra eram subdimensionados para a potencia e torque que o carro tinha.

        • EduardoSad

          Engraçado estas experiências… e todo mundo mete o pau no Monzatech do Astra…. motor antigo, a base de ferro fundido, 8V, de concepção e manutenção extremamente simples. Não é a questão de defender o motor em si…. mas é que vejo tantas críticas pela falta de tecnologia dos motores GM que me pergunto se talvez não era hora de cobrarmos resultados práticos mais eficientes e não apenas "mais tecnologia". Por exemplo, este motor 1.4 Turbo da VW parece ser realmente bom do ponto de vista da eficiência… e não apenas no teórico "tecnológico".

      • GUGASP

        Já tive Astra 2009 (127cv) e hoje tenho um Focus 2011 Duratec. O Astra é bem mais rápido na arrancada (até porque é quase 200kg mais leve) mas é uma carroça comparado ao Focus em todos os outros quesitos, notadamente estabilidade e freios.

  • pzl

    O ruim da internet é você perceber a quantidade de gente chata, inconveniente e mal educada existe no mundo. Sem falar nos engenheiros de F1 que aparecem sempre pra comentar alguma perola. Enfim… paciência. Parabéns pelo relato. 99,9% dos leitores aqui com seus super carros não tem coragem nem lucidez para falar sobre as Ferraris que possuem em casa.

  • Tosca16

    Bom carro mas falta detalhes como uma renovação no modelo visualmente , conjunto mecânico é muito bom sem também ser extraordinário mas cumpre bem seu papel . As vendas do modelo poderia ser melhor, mas vá saber por que patina assim nas vendas.

  • ZeroGTR

    Boa análise, gosto muito quando alguém admite que compra um carro por gosto e pronto. Menos hipócrita que os pseudo-técnicoseconomistas, fanboys e haters de plantão.

    Gostaria de fazer só uma crítica construtiva sobre um item:

    Pró: Desempenho, Pegada esportiva
    Contra: Consumo

    Como em toda balança, esse é o compromisso de um motor a combustão. E, analisando como é a sua tocada, não dá para falar que isso é um "contra" desse carro. Seria mais justo encarar esse tema como uma característica combinada de motor e estilo de condução.

    Como exemplo, temos o up! analisado alguns dias atrás aqui. O consumo é excelente e faz 0-100kph em 17,5 segundos – carregado, ok, mas dá pra inferir que o torque é baixo. ;)

    • HugoBsb

      Isso já foi regra, mas não é mais.
      Vide Golf GTI com 220cv e com certeza bebe menos que esse Lancer.

      • FabioHira

        Outra tecnologia, turbo com injeção direta, o que o ZeroGTR quis dizer é… consumo de combustível tem muito a ver com o tipo de condução, e se ele quer andar com o pé afundado no acelerador o tempo inteiro, não dá pra reclamar depois do consumo.

        • Fabio Maciel

          Ainda assim o carro é gastão… comparando com o meu carro antigo que era um corolla 1.8 com quase 130mil rodados, ele é bem mais gastão…

          Com o corolla eu chegava a fazer 9km/l na cidade e uns 12 na estrada… com o Lancer, quando eu consigo chegar no 11 e alguma coisa na estrada eu dou pulos de alegria! :P

          • ZeroGTR

            Obrigado pelo ponto, FábioHira, com injeção direta realmente é outro motor, não dá pra comparar com um de injeção convencional.

            Fábio Maciel, o motor do Corolla não tem grande torque de reserva entre 2500 e 3000 giros – o motor demora mais para "encher" nessa faixa do que o do Lancer. Para ter esse compromisso, o motor do Lancer gasta mais para deixar ele mais esperto em uma tocada no acelerador.

    • CBN-EN

      Elogio na medida certa, reconhecendo o esforço do autor em mostrar a opinião sem exagero.
      E foi justo quando critica a hipocrisia de alguns. Entendeu perfeitamente o cara. Pinta de que vai dar namoro.

  • Eduardo

    Belo carro…
    Só não entendo pq o motor dele tem 160cv no Brasil, se no resto do mundo tem 148cv.
    Parece uma estratégia de marketing "à la Hyundai-CAOA".
    Antes de trocar meu carro fui ver um, pois acho o visual dele seu ponto forte… mas achei muito pobre, oferece muito pouco pelo preço que custa.

  • Tadeu14

    Sempre fiquei na duvida se realmente era forte o carro, pq apesar dos 160 cv 20 kgf de torque teria o peso, mas averiguei ser 1360 kg, condizente com o desempenho relatado por voce! Sou de BH tambem aonde mandou pintar as rodas ??
    Belo carro, Parabens!

    • Fred Barros

      Pintei na Exclusive, Raja com Barão. Na Polimarcas também fazem esse serviço.

  • Bruno Walmorbida

    Tenho um Cruze Sport6 LTZ e um Lancer 2013 GT. O desempenho são muito parecido de ambos, o cruze é melhor (muito melhor) em estabilidade e o Lancer tem as trocas de marcha melhores (tendo a sexta marcha que nosso amigo achou falta).

    • Daniel

      Bacana Bruno! Eu quase comprei o Lancer, mas ao final, acabei optando pelo Cruze Sport6. Ambos são ótimos carros, mas achei o Cruze, apesar do câmbio AT lento, mais esperto que o Lancer, seja em arrancada ou retomada.
      A partir de testes realizados, o Cruze tem melhor performance mesmo com menor cilindrada e maior peso. Mas quem obter o Cruze ou Lancer, fará uma boa escolha, pois ainda sou apaixonado pelo meu Cruze!
      Abraço.

  • Jonas Salengue

    Concordo plenamente com o proprietario… na minha opinião… é o unico carro, que em relação ao custo beneficio, eu certamente compraria ao invés do Golf VII. Baita Carro o Lancer, PARABÉNS!

  • mdscom

    Caramba, essa versão citada na reportagem vem bem "pelada" mesmo. Pelo menos ar digital, one-touch nos vidros e um alarme descente deveria vir de série.

    Quanto ao visual, particularmente eu acho o Lancer muito bonito. Mas sinceramente eu não compraria essa versão mais básica, de maneira geral só tem "prós" relacionados a desempenho e esportividade. Fora isso deixa muito a desejar.

  • Cassianoccm

    Que texto bacana, senti o entusiamo do proprietário. Parabéns pelo carro, se você está contente com ele, é o que importa.

  • Rafa_el

    Quando um desse para do meu lado, logo dou uma filmada nos Advans. Imediatamente penso: has my respect.

  • Diggo

    Você não citou o Fluence GT que é na mesma faixa de preço e o torque é brutalmente maior e a potência com consideráveis 20cv.

    • Edson Roberto

      Orra… eu que quero um Fluence CVT Dyn… onde vc encontrou um Fluence GT por R$65000??? Se for, eu compro ele HOJE.

      Pelo menos é o que custa o Lancer com cambio manual.

      • danilo

        acabei de comprar um 2012/2013 por 59 mil

      • Diggo

        Sim, tem uma diferença ai de uns $15k…

    • luk4z_sl

      Ele só citou carros aspirados né. Fluence GT é turbo.

    • Wellington Myph13

      Fluence GT não é mesma faixa de preço que o Lance MT…
      Lancer MT sai por 65 ou até menos
      Fluence GT sai por 87990,00 no Site mas tem 10% desconto, ficando por 79191,00…
      São 14k a mais…
      Ele vale todos os 14k a mais ( 6AB, ESP, TCS, GPS, Motor Turbo, Keyless, Botão de Partida, bla bla bla…)
      Mas tem que ver se ele tinha os 14k a mais, e eu particularmente acho o Lancer com mais visual esportivo do que o Fluence GT

  • eokn

    Espero não encontrar com você na Fernão Dias, pois da forma como foi escrito, deve passar voando.
    Não é por acaso que vejo acidentes SEMPRE nesta rodovia.

    • Gerson

      Fiquei com a mesma impressão….

  • Matheus

    Bom carro, e com uma potência acima da média dos concorrentes!

  • FelipeBR14

    Valeu pela matéria. Eu tinha outra imagem com relação ao Lancer e, pelo que foi relatado, não é o tipo de carro que gostaria de ter.

  • Jeferson Araujo

    Gosto muito do Lancer, pena que há relatos de problemas quanto ao CVT dele.
    Eu até arriscaria comprar um, mas pelo fato de ser importado, tenho receios para encontrar peças, caso eu precise (Tanto pelos preços das peças, como pela demora para entregar elas).
    Quanto ao texto, parabéns. Só não fique tirando racha por aí.

    Abraço,

  • MuriloSoares

    Ta aí um carro que compraria sem medo, nada de Civic, Corolla, Cruze…

  • niponico por niponico, sou mais um Subaru, mesmo que semi novo

    • Romis_gtr

      Com certeza….

  • luk4z_sl

    Bacana o relato. O importante é você estar feliz com seu carro. E se comprou pelo emocional, por gosto, ninguém tem nada com isso também.
    Só cuidado com esses "rachas" pelas rodovias. Pode causar um acidente sério por bobagem. Além do mais, nem sempre os outros motoristas sabem que estão no "racha".

  • Meu sonho também é ter um Lancer, hoje tenho um Linea HLX, é um ótimo carro, confortável, bem acabado, só faltou uma 6ª marcha. Porém depois de ver o novo Fusion fiquei na dúvida! Parabéns pela matéria, não tem um ar puxa saco da montadora

  • v_vinicius_v

    Deve ser até natural a sensação de ao fazer uma ultrapassagem ou até mesmo seguir na estrada e observar os demais carros 2.0 ficando pra trás. A minha percepção é de que cerca de 80% das pessoas trafegam na faixa máxima de 120 km/h e isso independe da potencia do carro. Mesmo em ultrapassagem a maioria das pessoas prefere uma aceleração mais suave. Sempre tem uns malucos querendo trafegar em velocidades incompatíveis com o fluxo, confesso que não sou de andar muito devagar, mas não faço questão alguma de ganhar velocidade o tempo todo (mesmo tendo um carro que suponho também , ter bom motor), gosto de deixar o veiculo desenvolver a velocidade sossegado (até certo ponto).

    Acho que não é culpa do cara que fez o relato, mas é muito comum essa síndrome do racha solitário. Já tive que colocar 180 km/h pra passar um caminhão que estava acompanhando a 120 km/h instantes antes, ou seja esse é um mal que afeta qualquer tipo de motoria.

    • Pedro_Rocha

      Em breve os "big brothers rodoviários" vão acabar com isso. Desde o começo de fevereiro, quando as câmeras da Autopista Fluminense passaram a ser utilizadas pela PRF para aplicar multas, diminuiu bastante a quantidade de rachadores na estrada.

      No último fim de semana, a Via Lagos também inaugurou seu "big brother" e a tendência é melhorar a segurança mais piorar a fluência do tráfego com nossas velocidades médias subdimensionadas.

  • Rajeneesh

    Eu tive um GT (com cambio CVT)………. ele chegou a piar em subidas de serra antes da instalação do radiador de cambio (que só não é instalado na versao brasileira – economia porca)
    A retomada dele era fantástica, mas a saída do sinal era dificil. alguns usuarios do forum do lancer (mitsufans) melhoraram instalando sprint booster.
    quanto as queixas do relatador dessa reportagem, é importante ele saber que tudo isso pode ser configurado OEM pelo ETACS e as concessionarias nao fazem isso, no forum do lancer ele consegue ajuda para fazer tudo pela OBD.
    Eu vendí o meu, e na época deixei de comprar o Subaru XV……….. hoje minha escolha seria pelo boxer por nao ser CVT.

    Participei do lancer experience com o Duda pamplona de instrutor, andando com o Evo X no Vello Citta………..
    É outro carro, outra pegada, totalmente sensacional.

    • Rafael Sumiya Tavares

      Curioso essa característica de lentidão pra sair rápido a partir do zero, senti isso no Civic automático 1.8 e até na Alfa 156 Sportwagon V6 daqui de casa! Pra sair rápido é prudente carregar o conversor de torque antes! Meu carro atual é um Galant V6 e é exatamente o oposto, sem cautela você sai cantando pneu e em saída de lombada pula que nem um gato, chega a ser perigoso pra novato, e o Galant é um V6 de apenas 163cv! Hoje a calibração éanestesiada virou moda, culpa dos americanos barbeiros de carro automático…

    • Dragoniten

      O XV não é CVT? Fui ontem na ccs da Subaru e te digo que é CVT sim.

      • Rajeneesh

        O XV antigo nao era

        • Dragoniten

          Ah tá! Como você falou "hoje" achei que você se referia ao novo, rs.

          • Rajeneesh

            Ops…………. perdoe a falha…….
            Quando eu comprei o Lancer eu estava em dúvida com o Impreza.
            Se eu soubesse das coisas que sei hoje, teria optado pelo Subaru, mesmo sendo 4 marchas AT.

            • Dragoniten

              Hahahaha, acontece. Ontem quase entrei em depressão ao ver um Impreza 2009 MANUAL por 39k. Único dono e apenas 40 mil km rodados.

              Pena que não tenho o dinheiro, senão ele já estava na minha garagem, rs. E tem quem prefira comprar seu popular 0km por 45~50k.

            • davidanana

              eu adoro subaru, apesar do mal trato da caoa com a marca, mas para mim os unicos defeitos do impreza são os discos mal ventilados e o câmbio antigo, péssimo! Talvez tenha melhorado com os novos CVT, mas eu não sei, nunca dirigi, aqui em Brasília não tem nem test drive.

  • ubiratamuniz

    Gosto (muito) do Lancer. É a meu ver o sedan médio mais bonito do mercado (gosto é gosto). Não gosto apenas da política de revisão de seis em seis meses.

    Tenho arrepios quando penso na bizarrice visual que a Mitsubishi pode aprontar para a próxima geração do carro.

  • cezar

    Acho-o um carro lindo, mas testei-o na versão CVT e me decepcionei. Além de piora o desempenho, como é natural em qualquer automático, o CVT anestesia o contato do motorista com o carro. Gostaria de testar um manual, mas acho sacanagem que as versões manuais não disponham de teto e mais air-bags.

  • ultimate_rr

    Legal saber que o cara está feliz e satisfeito com o carro que comprou… Mas já fiz test drive em um Lancer e, mesmo tendo, de fato, uma tocada e estilo mais esportivo, não é esse canhão todo não. Diria que o desempenho do motor/câmbio é razoável. Poderia dizer que "não faz feio", mas é carente de um bom acabamento e é muito mal equipado no quesito segurança, o que já elimina qualquer possibilidade do Lancer estar na minha lista de modelos "a considerar".
    PS: parabéns por não colocar aquele aerofólio cafona.

    • joaogfreitas

      Ah magina, o aerofólio fica bom nesse carro, um dos únicos que fica. Não o do EVO mas o da conessionária que é mais baixo e discreto.

      Cafona entendo como o Corolla XRS. rs

      • ultimate_rr

        Ambos são sedãs familiares. Aerofólio só deve existir quando puramente necessário… Ainda assim, as montadoras de esportivos de luxo utilizam sistemas que os escondem quando em velocidades baixas.

  • joaogfreitas

    Comprei um Lancer CVT 2.0 essa semana e ainda não peguei. Mas estou querendo colocar uma central multimídia. A original Mitsubishi e Clarion, que não tem na concessionário. O que você achou da sua Aikon?

    • Fred Barros

      A Aikon é razoável. Uma coisa chata é o som, que abaixa o volume quando a ré é engatada e a câmera acionada. A interface é bonita, o GPS é bom. As funções são bacanas também. Entre as centrais mais baratas, creio ser uma das melhores opções…

      Fuja da RoadRunner (acho que é isso). Oferecem na concessionária vez ou outra.

  • Sérgio

    Consumer Reports – USA – veja o que fala do LANCER.
    Potência decepcionante, interior barulhento

    Lancer é um bom carro, mas tem torque inferior ao FOCUS 2.0. Dificilmente andará acima do FOCUS 2.0 anterior e muito menos atual. Não estou aqui para competição, mas já que este foi o tom do relato, isto deve ser falado.
    http://www.usatoday.com/story/money/cars/2014/02/

    Compact cars

    Scion tC (lack of driving enjoyment, hard ride)
    Mitsubishi Lancer (under-powered engine, noisy interior)
    Dodge Dart (unrefined … more expensive than most competitors)

    Lancer não tem ESP, um carro já com desenho ultrapassado. O novo que seria lançado em 2014 foi postergado para 2015 devido a crise na Mitsubishi.

    É um bom carro, mas esta versão não é nenhum estouro.

    O EVO sim é um animal de potência, mas também tem preço animal e animal por animal, SUBARU é mais animal rs..

    • Paulo

      Subaru nw da nem p cheiro contra um Evo amigo!

      • davidanana

        evo é contra STI, "da para o pau" sim

  • Felipe

    Sei não, essa bola toda pro desempenho dele, testes mostram ligeira vantagem no Lander em certas situações.. Mas tudo bem.. cara, coloca tua placa no estilo EVO, compra o suporte e faz outra vistoria pedindo placa reduzida (pode em carros importados)
    Segue foto de um lancer de um amigo!
    [URL =http://s305.photobucket.com/user/Mostarda_69/media/1525429_586664414754876_1285129914_n_zps5492267d.jpg.html][IMG]http://i305.photobucket.com/albums/nn228/Mostarda_69/1525429_586664414754876_1285129914_n_zps5492267d.jpg[/IMG][/URL]

    E o consumo é desastroso. Ele faz 5,5-6 na cidade e 11 na estrada.. antes ele possui um Focus mkII 2.0 monocombustivel, e nesses 11km/l o facus fazia mais de 13!

  • granrs78

    Na minha opinião em quesito beleza, o Lancer e o Elantra são os mais bonitos na minha opinião, mas que o Lancer deixa muito a desejar em equipamentos e acabamento, isso é indiscutivel.

  • rus

    MARAVILHOSO CARRO, quase pesnei em comprar um mas depois que entrei para as camionetese, não tenho masi coragem de andar de carro baisco, mas era meu o´roximo carro com certeza.

    Robustez é DNA da Mistu, afinal eles viream do da terra e da lama, teho um L200 Sport a quase dois anos e estão tãos atisfeito que a príxoma será uma Triton.

    Quanto ao consumo negativo se deve ao se pé pesado…rs…

  • Leandro Nunez

    meu golf 2011 tem todos esses itens que foi incluido nas critica rsrs, fui fazer um test drive num lancer, adorei o carro, só que o seguro ficou meio caro no meu nome, 20 anos de idade, solteiro, 4,600 por ano

  • Magnosama

    Jamais compraria um carro desse sujeito, tsc…

  • LS7

    O Lancer chama muita atenção por conta dos modelos EVO, que não tem praticamente nada do modelo vendido no Brasil. O EVO é um carro preparado para corrida, e que pode andar nas ruas.

    Já o Lancer normal, que a Mitsubishi diz ter 160 cv, não tem um desempenho diferente de Cruze, Civic e Corolla com câmbio automático. Equipado com CVT ele é até mais lento. No manual ele tem 5 marchas contra 6 do Cruze e do Corolla.

    Aliás, tenho ouvido por aí que o câmbio CVT do Lancer anda dando problema. Quando exigido a fundo, esquenta e para de funcionar.

    • v_vinicius_v

      Corolla tem 4.

  • GUGASP

    Bom, gosto é gosto. E este post é apenas a minha opinião.
    Não dirigi o Lancer com câmbio mecânico, mas fiz um test drive em outubro passado no Lancer CVT em Jaú-SP e achei o carro uma porcaria. Repito, uma porcaria. Lerdo demais para acelerar e retomar.
    O perfil do rapaz que escreveu o texto é mais para um Jetta TSI, este sim um canhão para andar.
    Guardar uma grana a mais pra acelerar o TSI seria uma opção mais legal para quem tem sangue quente.

    • Gerson

      Fiz o test drive no CVT também…uma bela porcaria. O manual deve andar muito mesmo, por causa do torque. Mas se é pra andar muito melhor partir pra um turbo.

  • SAM

    7 km/l na estrada nao me parece ser culpa do carro. Levanta o pe ai camarada.

  • Gerson

    Cuidado pra não matar ninguém na estrada!!! pra um carro fazer 7km/l na estrada você deve andar feito louco por aí…

  • fabricio

    Eu um dia tenho vontade de tem um ,porque isso e carro potente na categoria dele ,e deve ser bom de guia fora a origem dele que e de ralli eu não trocaria ele ,nem pelo corolla ,c4 ou civic .

  • Joildo Dias

    Todos reclamam, mas quem nunca deu uma esticadinha numa br, ou mesmo na cidade, é tão bom da uma reduzida de marcha e fincar o pé no acelerador e ver o contra giro chegar perto do corte, calma gente todos somos humanos e gostamos de dirigir e em algum momento extrapolar, isso não significa que o cara vai andar o tempo todo com pé atolado no acelerador querendo passar por cima de todos, calma,calma,calma………………..

  • Fred Barros

    Olá, pessoal. Sou o Fred, autor do post. Obrigado a todos pelos comentários. Li tudo e faço alguns esclarecimentos:

    "Esportivo": percebam que usei o termo entre aspas no meu texto. Como falei num dos primeiros parágrafos, o Lancer é "esportivo" guardadas as devidas proporções, comparado com carros equivalentes (categoria, preço e cilindrada/potência). E, claro, não falo só de powertrain, mas da performance como um todo, considerando tocada, estabilidade… Quando comparei com outros 2.0, não fiz referência a meras ultrapassagens. Não bato "rachas solitários" ou acompanhados, galera. Simplesmente gosto de andar forte. Minhas comparações com outros veículos são baseadas em momentos nos quais cruzei e andei junto por certos trechos com motoristas que também estavam indo forte, portanto, não simplesmente passei batido por um Civic ou Corolla qualquer. A análise mais refinada que posso fazer é do Fluence MT, pois já dirigi bastante – definitivamente ele anda menos que o Lancer.

    160cv: no youtube existem alguns vídeos com testes em diino's de Lancer's supostamente originais dando entre 157 e 160cv. Na boa, mantenho minha percepção de que o Lancer é mais forte que os concorrentes. Na prática, potência e torque fazem pouca diferença, pois as variações são pequenas. Entendo que o Lancer leva vantagem pelo conjunto.

    Focus: sou APAIXONADO pelo Ford! Muito! É meu carro do coração, muito mais que o Lancer, e certamente vou ter outros, inclusive um MK1 pra guardar para o resto da vida. Quando comparei os carros, falei exclusivamente de estabilidade. Meu Focus era 1.6, nem dá pra comparar desempenho.. mas em estabilidade, com certeza o Lancer é superior.

    CVT: grita mesmo! O câmbio é lento, impreciso e frágil para quem pretende exigir mais do carro. Não tenho e não recomendo.

    Consumo: o carro é beberrão, mesmo! Na cidade eu ando muito tranquilo, pé levíssimo, sempre na boa. Pego pesado é na estrada. Portanto, os 6,5 km/l (BH como referência) são confiáveis, haha!

    "Pilotagem": entre aspas, de novo. Não sou piloto, não mesmo. Gosto de guiar, de andar rápido. Faço isso sozinho, com certos parâmetros e limites. Não ultrapasso em faixa contínua, não colo na traseira de ninguém, não pressiono nem deixo outros motoristas tensos. Se alguém está a 110/120km ultrapassando um caminhão, ok, sem problemas. Diminuo e pronto. Passo batido quando dá, na estrada vazia. Não estou competindo com ninguém…

    Seguro: esqueci de falar disso. Pago 2.500 na Mapfre, bônus 6. Franquia de 900. Tenho 28 anos.

    • Jose

      Amigo tambem tenho um lancer mt 13/13 moro no rio de janeiro
      Faco entre 10km/l-11km/l na cidade e 13km/l estrada (andando sempre a 100km/h)
      Ja fiz 15km/l rio – teresopolis andando em comboio ..

  • laguiar

    Visualmente acho esse carro fantástico!

    Cara, quando (se) um dia for trocar de carro, nessa faixa de valor, de uma olhada num WRX semi novo… ai vai ver esportividade sobrando em suas mãos ;)

    • Fred Barros

      Cogitei um Impreza Hatch "normal", mas em Bh é foda… a única concessionária Subaru que tinha por aqui fechou.

  • lborgsil

    Olha, eu fiz TD neste carro há uns 3 anos atrás, na época era dono de um Focus 2.0 AT e achei decepcionante o desempenho e acabamento do Lancer, o carro é manco e cheio de plásticos no painel, tem muito ruído interno. Hoje tenho um Jetta TSI, apesar de ser um carro muito superior, na época achei o Focus muito melhor que o Lancer, Sinceramente não indico este carro a ngm, dinheiro no lixo. Não se iludam achando que é um Evo mascarado, passa bemmmm longe disso.

  • ribeiro

    Será que ele andou no golf antes de comprar o lancer? No meu caso sim, andei no lancer, focus novo e cruze. Comprei o golf 1.4. Se dirigir o golf e dirigir outros, não tem como não levar o golf

    • Rafael

      Eu fiz um Test Drive no Golf (DSG) e iria pegar uma versão bem completa.. De tabela 92 mil, mas com aqueles descontos "mágicos" da VW iria sair por 85 mil… Pensei pensei pensei e acabei fechando um Bravo Tjet 13/13 com 17 mil km rodados por 56 mil.. Teria os mesmos itens que eu buscava no Golf mas economizei quase 30 mil reais.

      Resumindo.: O Golf é superior em quase todos os sentidos! Mas o custo beneficio me deixou bem feliz! Estou super contente com o Bravo. Nunca pensei que um carro da Fiat pudesse chegar ao nível dos concorrentes superiores! hehehe.

    • Fred

      Já andei no Golf, na Europa. Rodei 1.800 km num TDI na Espanha. Belíssimo carro, gostoso de dirigir, mas o design comum e o sobrepreço me afastaram dele.

  • Alvaro Guatura

    Um predio super simples, mora com os pais, e tem um carro caro.. jamais faria isso.

    Esse carro tem acabamento muito fraco, fiz o test drive em um CVT, parece que voltamos no tempo. Ainda falando do CVT, existe problema de aquecimento do mesmo que faz o carro parar, já vi em muitos fóruns.
    Não acho uma boa compra, é bonito por fora, e só

    • Fred

      kkkkkkkkk! O que uma coisa tem a ver com a outra, cara? Minhas condições financeiras são mais do que suficientes para bancar o Lancer. Moro com meus pais por ser solteiro e ter estado, no últimos dois anos, muito próximo de sair de BH devido ao trabalho – não valeria a pena sair de casa por aqui pra ter que mudar logo em seguida… Enfim, isso não vem ao caso.

      • Caio Henrique Alves Nascimento

        Fred,Parabéns pelo relato rapaz,apesar de tendencioso,foi muito bom! Se gosta do carro tem mais que elogiar mesmo. O que eu mais gostei foi que vc mostrou os contras mesmo: Sem chave canivete,sem Ac digital,sem módulo de subida de vidros..Ok que vc está com a versão de entrada,mas né,aí já é sacanagem. Para montadora esses itens deve custar no máx 500 reais cada.. pronto,daria até p repassar se fosse o caso,o que não é..
        Parabens pela maquina.. Acelere bastante,
        ABS E EBD

  • Parabens. É um belo carro!.

    Só ri quando voce falou que nao gosta de velozes e furiosos mas colocou uma capa de pinça brembo kkkkk

  • fmcosta

    Complicado um carro de mais de 70k não ter algo tão simples como cinto de três pontos pro quinto passageiro… Podiam ter investido mais na segurança e menos nas rodas Enkei.

  • Ricardo

    O visual do carro é muito bonito, realmente sou apaixonado pela frente "tubarão" dele, mas meu Sentra B16 anda mais e consome um pouco menos, 7 Km/L na cidade(Porto Alegre) e até 15/16 Km/L na estrada(120 Km/h). Quanto a pobreza do interior dele, é coisa de nipônico, meu Sentra é bem parecido(M/T 6 marchas)mas é um carro extremamente confiável e robusto, não me arrependo da compra, mesmo tendo o modelo novo nas ruas(o meu é 2011/12).
    Mas de qualquer forma, acho o Lancer um carro muito bonito e até compraria um, mas M/T.

    • Rafael

      Meu pai tem um 09/10 igual ao seu (MT6).. é show de bola na estrada! E economico.. Quem pensar em pegar um carro "bom de dirigir" é uma opção a considerar. Acreditem, ele tem uma faixa de torque muito boa e ampla (lembrando carro turbo nesse quesito). Os 143 cavalos não representam a realidade. Só para ter ideia, um Civic 140 cavalos manual também fica MUITOOO atras.

      • Ricardo

        Sou suspeito né Rafael hehehe, mas só quem já dirigiu um Sentra B16 M/T sabe do que falo… É um BAITA carro e como anda bem.

  • Tiago

    O carro é bacana e no inicio da análise ele se define como "doido" e mostra que gosta de velocidade. É apenas a opinião do cara, eu concordo com ele em muitos pontos e tb gosto de velocidade.. Mas até sempre analiso como o Filho do Eike que bateu e matou um cara na BR no RJ: Ele estava a 135 km/h em uma mercedes que ao meu ver é o mesmo que estar a 20km/h (obvio que estou exagerando – não muito) em um Uno/Palio ou qq outro similar. Ou seja, o carro é muito mais seguro que carros 1.0 que vemos por aí e pode sim andar acima dos limites. Só não acho que ele tem mais pegada que o THP da PSA/Citroen (BMW) de forma alguma. Tive um CIVIC, um C4 Hatch e em negociação acabei pegando um Gol… Não é um carro tão ruim, mas meus Deus do céu. É muito arriscado ultrapassar com ele, andar a mais de 90km/h e ter que pegar o freio rapidamente.. MUITO arriscado.

  • c.neto

    O carro é bacana, mas prefiro um 308 THP 165 cv. A turbina faz toda a diferença no aspecto esportividade, tanto é que são quase 25 kgfm a 1400 rpm.

  • Rafael

    Que loucura.. A opnião do dono fez eu correr desses carro. Gosto de carros com desempenho acima da média, firme, bons de curva, de dirigibilidade. Sou de BH também e tinha um Honda Civic AT que me fazia cair nos nervos com 8km/l de gasolina na cidade e 11km/l na estrada (sempre com gasolina andando a 120~130km/h também na Fernão Dias).

    Recentemente, não suportando mais aquele Civic, optei por um Bravo Tjet (semi novo.. 0km não vale a pena.. melhor ir pro Golf). Anda muito, mas muitooo mais que Civic, e se andar tranquilo em BH, está fazendo 10km/l mesmo com transito pesado e velocidades médias de 10km/h. Na estrada, usei uma vez (viajo semanalmente cerca de 500km no total) e consegui média de 13km/l na gasolina nas mesmas condições do Civic (só que agora consigo subir a serra decentemente, com ar e 4 pessoas a bordo (eu mais 3).

    Estou satisfeito demais com o carro! Me entregou tudo que busco em um veículo!

  • gibajr

    Este é um carro que compraria mesmo sabendo que tem muitos pontos negativos. Compraria porque acho bonito e sempre o escolhia nos jogos de rally hehehe.
    O texto ficou muito bom. Pelo que percebi o proprietário comprou movido pelo sentimento. Como eu também faria. Porém tem algumas coisas que não batem. O autor se diz um entusiasta de velocidade, ok, anda a muito tempo de Kart OK, fez o primeiro track day e já vai para Alemanha fazer um lá? subiu rápido na vida hein rsrsrs.

    • Mauro

      Se eu fosse ele trocava pelo jetta, mesmo tamanho, conforto e anda d+, andei em um , vixi maria, pensando q barcona pesada, puro engano…paguei um pau, o dia q ele cruzar com um Jetta TSI nao de farol alto rsrs…

  • Ronaldo

    O "lindo" visual desse japonês está perdido em algum lugar entre os anos 80 e os 90.
    Deveria ser enterrado junto com a franquia "Velozes e Furiosos". Com essa cara, foi ótima escolha pra ser dublê de De Lorean no lamentável comercial com inspiração em "De Volta para o Futuro". Típico carro de "piloto" de rua, daqueles que é melhor ceder espaço pra que passem logo e sigam bem longe…

  • pzl

    Esse carro anda muito mais do que os outros mesmo. Mas é porque o motorista não aguenta de tanta emoção toda vez que o dirige e está sempre pisando o mais fundo que pode para se manter na frente de todo mundo.
    Isso explica também porque ele, além de andar muito, bebe muito mais do qualquer outro. É aquele negócio. Paga-se mais do que se pode, é preciso fazer valer o que se gastou…

  • Jose

    Tambem possuo um MT 13/13 e na epoca estava na duvida nele e no bravo t-jet , ja que nao existia essa gama de opcoes de hoje
    Voce deve andar so de 4 marcha pq o meu na estrada faz 13km/l facil velocidade cruzeiro 100-110
    Na cidade usando racionalmente faz entre 10km/l-11km/l
    O carro so parece ser um esportivo .. Eh espertinho e gostoso nada mais

  • Romis_gtr

    Sou mais um Golf 1.4 TSI (com a transmisão barulhando mesmo, kkk)

  • Também tenho um MT, 2013, com 15 mil Km agora.
    Carro excelente para quem gosta de dirigir e abre mão de alguns opcionais – alguns que não fazem falta na prática. Depois de "amaciado", o motor fica ainda mais esperto.
    Recomendo! O carro é show… Mas prepare- se para as críticas da esposa, a suspensão realmente castiga o conforto.
    Em minha opinião, não há outro 0 Km nesta faixa de preço para bater… O meu saiu por R$ 65 mil, no RS.

  • Dartagnan

    Vejo seu carro todo dia. Realmente ta muito bonito!! Parabens

  • Thiago Henrique de Carvalho Ne

    Acabei de comprar um Lancer GT. Andei lendo que a durabilidade do pneus são ruins. Para quem é dono de um Lancer, qual a média de duração dos mesmo?
    Em BH, onde encontro pneus Yokohama?

    • Fred Barros

      Ainda não preciso trocar. Todos recomendam Dunlop pelo custo x benefício. Yoko é ótimo em estabilidade, mas dura pouco e é caríssimo.

  • Breno Caetano dos Santos

    Fred, parabéns pelo carro. Realmente ficou muito bonito. Apreciei sua avaliação do Lancer MT, típica de pessoas que ” Pilotam “. Tenho o mesmo perfil seu, e gosto de carros que andam bem e fazem curvas em alta. E manual é claro. Estou pensando em comprar um Lancer MT, e com toda sua descrição, queria lhe perguntar sua opinião sobre a Marca Mitsubishi, se realmente é um carro de confiança para compra, sem se preocupar com defeitos repentinos como vemos em outras marcas e a durabilidade que a marca vende em suas propagandas dos 4×4, se é valida para o lancer em relação a suspensão e manutenção. No mais um grande abraço e aproveite o carro.

    • Fred Barros

      Fala, Breno. Só hoje vi seu cometário, não tinha entrado novamente. Obrigado pelos elogios. Completei um ano com o carro (11.000 km), nenhum problema até então, duas revisões feitas em concessionária, tudo tranquilo.

  • Gio

    Olá. Muito bem explicado o seu relato, parabéns e obrigado pelas informações compartilhadas. Tenho um Focus Sedan GLX 2.0 e gostaria de saber sua opinião, se vale a pena trocar por um Lancer ou um novo Focus 2.0 Sedan. A principio estava querendo pegar um Focus, mas como o câmbio é automático penso que o desempenho deve ser inferior ao Focus antigo. Cheguei a fazer um teste drive em um Lancer e achei bem bacana, mas não deu pra sentir o carro em termos de arrancada (trajeto muito curto). Mesmo com motor de 160cv vejo o pessoal falando em rendimento inferior ao Focus. Você tem alguma informação? Desde já obrigado.

  • Gio

    Olá. Muito bem explicado o seu relato, parabéns e obrigado pelas
    informações compartilhadas. Tenho um Focus Sedan GLX 2.0 e gostaria de
    saber sua opinião, se vale a pena trocar por um Lancer ou um novo Focus
    2.0 Sedan. A principio estava querendo pegar um Focus, mas como o câmbio
    é automático penso que o desempenho deve ser inferior ao Focus antigo.
    Cheguei a fazer um teste drive em um Lancer e achei bem bacana, mas não
    deu pra sentir o carro em termos de arrancada (trajeto muito curto).
    Mesmo com motor de 160cv vejo o pessoal falando em rendimento inferior
    ao Focus. Você tem alguma informação?

    • Fred Barros

      Creio que o Lancer MT tenha desempenho parecido com o do Focus. Talvez o Focus ande um pouco mais.

  • Gabriel Oliveira

    o consumo do seu é parecido com o do meu 408, só que o lancer é bem mais leve, mas a média é essa mesmo…

    Eu gosto desse carro, sempre procuro carros “Lado B” usados, pois oferecem mais e são mais baratos que concorrentes populares.

  • Jeferson

    amigo, em qual autódromo você tirou essas fotos?

    • Fred Barros

      Interlagos

  • Gabriel Alves Godoy

    Olá Fred. Seu texto já tem algum tempo mas achei-o muito bom, ainda atual e decidi comentar. Sou dono de um Lancer CVT 2012. Concordo com todos os seus argumentos, inclusive comprei o meu quando o vendedor da concessionária o tirou da vaga, preto reluzente, com aquelas rodas 18″, foi paixão à primeira vista, instantaneamente esqueci todos os outros modelos que tinha feito test drive até então.
    Quanto ao ar condicionado, é muito preciso, eficiente e prático, tanto que é o mesmo em todas as versões, até no EVO. Já tive outros carros com ar digital e este do Lancer não deixa nada a desejar.
    Sobre o consumo, o meu com câmbio CVT, faz 8 a 9 km/l na cidade e 11 a 12 km/l na estrada. Se quiser fazer 13 km/l, basta programar 105 km/h que ele fará, mas é impossível manter essa velocidade num carro feito pra voar. Esse câmbio é ótimo, não há tranco algum, mas se quiser aceleração forte tem que usar as borboletas no volante.
    Quanto ao acabamento, coloque um banco de couro (+/- R$ 1500) e já dará um outro aspecto mais imponente. Já os vidros e travas das portas, só com módulo instalado na concessionária mesmo, uma gafe da Mitsubishi.
    A única coisa que realmente não gostei foram os pneus Yokohama. Muito barulhentos e com desgaste rápido. Minha dica é trocá-los pelo Pirelli Phantom 225 40 R18, cujo preço é 1/4 do Yoko, não muda nada no aspecto do carro (visto que a medida original é 215 45), dura o dobro, é muito silencioso e parece bem mais grudado no chão.
    Enfim, recomendo o Lancer para quem quiser um carro belo, agil, imponente, com efeito “torce pescoço” e, principalmente, com preço mais justo entre os sedãs do mercado, realmente vale cada centavo que custa, sem as hipocrisias dos caríssimos Corolla e Civic.
    Abraço!!

  • Abaixo as ossudas

    Não vi nenhum comentário até agora a respeito da altura do lancer em relação ao solo, que me parece muito baixo. Também moro na grande BH, numa região com MUUUUITAS lombadas. Acho que o lancer não se daria bem com elas… Isso sem falar nos pneus 215/45R18 que, vamos combinar, não são para o Brasil, muito menos para a região onde moro. Se alguém puder comentar a respeito do lancer x lombadas agradeço.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend