Usado da semana

Carro da semana, opinião de dono: Peugeot 307 2006

peugeot-307-griffe-2006 (3)

Meu querido 307. Resolvi fazer esta contribuição pois estou desfazendo do veículo que deixará muitas saudades. Ele é um modelo Griffe ano 2006/2007 e comprei ele com 45 mil km. Hoje com 187 mil km posso dizer que foi um ótimo carro. Não tive problemas sérios com ele. Obviamente algumas coisas não estão funcionando 100%. Por exemplo o porta malas tem um macete para abrir e o vidro do passageiro não funciona mais o one touch. De resto tudo em ordem. Só tive um problema na bomba de combustível que queimou uma vez.

Este é meu segundo carro da montadora. O primeiro foi um 206 Feline que tive a mesma satisfação. Precisava de um carro maior e logo pensei no 307. Queria um carro completo/confortável pois faço muitas viagens. O 307 na minha opinião ainda se destaca pelo desenho externo e acabamento. O desenho da versão hatch não mostra tantos sinais da idade. Seu painel possui materiais de ótima qualidade inclusive com o soft touch acima do painel.

Destaque para os itens de série do modelo Griffe: ar condicionado bi-zone, acendimento automático dos faróis com controle da altura dos mesmos, acionamento automático dos limpadores de para-brisa, teto solar, rebatimento dos retrovisores, piloto automático e bancos em couro. O espaço interior e porta malas é razoável para um casal apenas. Por esta razão e por sua quilometragem estou sendo obrigado a trocar o carro.

peugeot-307-griffe-2006 (1)

O conjunto mecânico ao meu ver peca pelo seu polêmico câmbio automático. Acredito que todos veículos em 2006/07 do nível do 307 tinham apenas 4 marchas. Porém este cambio acaba “escondendo” muito a qualidade do motor (143cv/gasolina). Em viagens sempre optei em utilizar o Tiptronic para trazer mais segurança, sempre trabalhando o motor em altas rotações.

Só deixava o automático na cidade mas ainda assim trazia certa insegurança. Em uma arrancada o tempo de resposta parece inadequada. Leva um certo tempo para se acostumar com isso. Não chega a ser péssimo mas razoável e aceitável. Houve uma melhora considerável após reprogramação do mesmo em concessionária.

peugeot-307-griffe-2006 (2)

Seu consumo de combustível é bom se considerarmos um 2.0/automático. Em estrada faço média de 12,5 a 13 km/l a 110km/h. O consumo sobe vertiginosamente se pisarmos no acelerador. O consumo cai para 8-9 km/l a 140km/h.

A suspensão do veículo é dura. Os ocupantes sentem muito em rodovias esburacadas. Quando você cai em um buraco vai ouvir uma pancada seca. Acho que isso é algo que a Peugeot deveria trabalhar melhor na adaptação de seus carros no país. O isolamento do carro é muito bom até os 130 km/h.

peugeot-307-griffe-2006 (8)

Outro quesito que deixa muito a desejar é o som. Não possui MP3 de série, possui péssima qualidade. Quando instalado você perde a disqueteira para 5 discos. Se trocar o aparelho de som você acaba perdendo o controle atrás do volante que por sinal é muito bom e discreto. O bluetooth funciona com até 4 celulares mas não funciona para sincronizar música. Possui um painel onde encontramos os dados do computador de bordo, informações do som, celular (acesso a agenda) e calendário.

O pós venda apesar de muito criticado nunca tive problemas. Atendimento excelente na concessionaria Peugeot de Ribeirão Preto. A manutenção é salgada mas sem sustos/imprevistos. Nunca ficaram empurrando serviço ou troca de peças.

peugeot-307-griffe-2006 (9)

Enfim no geral um ótimo carro porém um futuro proprietário sempre tem que ficar atento com sua manutenção cara. Outro ponto negativo é a desvalorização do veículo. A própria Peugeot ofereceu apenas R$ 16.000 no veículo sendo que a tabela Fipe é de R$ 24.000. Despeço deste veículo com a mesma tristeza que tive com o meu 206.

peugeot-307-griffe-2006 (5)

peugeot-307-griffe-2006 (7)

peugeot-307-griffe-2006 (6)

peugeot-307-griffe-2006 (4)

Por André Otsuru

 





  • FelipeLange

    Parabéns pelo carro!

    Vai trocar o seu carro por qual motivo?

    Esse povo tem que parar com preconceito contra Peugeot, Citroen e Renault. Olha aí um exemplo de bom carro!

    • Anderson_sp

      Um "bom exemplo" principalmente na hora de vender, olha só quanto ofereceram no carro dele na própria rede, tá parecendo o caso das lojas da Peugeot rejeitarem o 207 por não vender nada, quem tem preconceito é o mercado, os consumidores só são o espelho dele.

      • Acelerando

        Mas acho difícil alguém pagar Tabela Fipe num carro com 187.000 km.

        • FelipeLange

          E quem faz o mercado? Os consumidores!!!

          • Marciomaster

            Não é preconceito o carro esta no,limite para se desmanchar, é por isso que ele esta se desfazendo, é por isso que o valor de mercado é baixo, não tem nada de preconceito é qualidade, durabilidade e preço de peça.

        • Igor

          Mto rodado mesmo. Um carro 2006 é pra ter uma média de 100.000.

          • DougSampaNA

            o meu é 6/7 e esta com 85 mil kms..peguei do meu sogro com 14 mil kms.

          • O_Corsario

            Hehehe meu 2009 bate os 100.000 até o fim do ano…

            • Stark

              Esse AP 2.0 do Polo ainda dura muuuuuuuito!

              • O_Corsario

                Mas não é o AP, mas sim o EA 113, se não me engano.

        • Edson Roberto

          Dificil é… mas se o consumidor pensar em outras formas ou negociar em outros locais, ele se aproxima bem mais disso.

          O que não dá é aceitar o que qualquer revenda pede por ele. Se fosse assim, meu C3 2008 1.4 Exclusive teria sido vendido por R$14000…. (sendo que a Fipe é R$22000)

        • ahotsuru

          consegui vender por 21 mil…

          • leonardo medeiros

            ótimo valor.

          • DougSampaNA

            pegou bem pela kilometragem..

      • dudupruvinelli

        Quando peguei o Golf, ofereceram 15,5k na peugeot 206 sw com a fipe na época de 18,4k.

        • wilian

          E vc achou pouco ou achou no preço?

          • dudupruvinelli

            Olha, achei razoável.

        • riccorreasp

          Mas você a entregou por esse valor como parte do pagamento do Golf?

          • dudupruvinelli

            Não…vc tem interesse?

            • riccorreasp

              Não. Mas se souber de alguém eu te aviso.

              De todo modo, conseguir repassar pela FIPE mesmo que para particular é complicado.

              O carro é que ano? Está muito rodado?

      • Fabio D.

        Anderson, o carro tem 187.000 km, né? Difícil pagar FIPE até em carro (muito) pouco rodado, imagine nesse. Bem cuidado ou não, é complicado vender com essa quilometragem, inclusive particular. Só quem conhece a máquina do carro e se atentar ao programa de manutenção preventiva peita comprar… Outra coisa, achei o interior malcuidado. Com todo o respeito ao dono, cada um cuida como bem entender, isso também influi negativamente na avaliação.

      • DCald

        O carro está com km relativamente alta, e, concessionaria joga o preço lá embaixo mesmo… tem que saber brigar…

        Meu ex- Corsa 09/10 entreguei por 26mil na concessionaria (era 28,4 na FIPE)… detalhe que a primeira proposta do vendedor foi pagar 19mil no meu carro!!! fiz ele subir 7mil no meu e baixar 3990 no 0km… só pra vc ter uma ideia da margem que eles tem no "se colar, colou"…

    • Marcelo_Machado

      Isso não é nada. Fui ver de curiosidade um New Fiesta e no final do teste drive pedi para avaliarem meu carro.
      Ofereceram 30.000,00. O carro é anunciado no Web Motors por particulares e concessionárias entre 42 e 45 mil!!!!!!

    • ahotsuru

      espaço interno/ porta malas e km

    • Rafael GBR

      Meu pai vendeu o 307 Feline 2008 dele no inicio do ano por 25 mil em particular, o carro só tinha 50 mil/km. acho difícil alguém pagar mais que 20 mil reais em um carro desse com uma quilometragem tão alta.

  • ViniciusSantoro

    Pelo gasto no couro do volante dá pra perceber que você utilizou bastante este carro, hahahaha. Eu sempre fiquei encucado, acho que eu e mais uma boa galera, em relação a comprar carros Peugeot usados, tem aquela fama de ser problema, e o 307 sempre me veio a mente, talvez agora veja com outros olhos. Abraços.

    • Edson Roberto

      Isso é verdade. E para ver que nem mesmo o cambio ao que parece sofreu manutenção. Mas como a opinião dele foi mais emotiva do que racional (afinal destacou pouco o que já foi feito) ainda assim, é bom sempre pesquisar. Na verdade, qualquer carro eu pesquisaria muito mesmo com essa quilometragem e, sem tanto historico do mesmo.

      • ahotsuru

        desculpe sou estremamente racional e estudo muito para realizar uma compra. O cambio daria nota 7. Nunca sofreu manutençao. Somente uma reprogramação segundo a concessionaria.

        • DougSampaNA

          nunca trocou o óleo do cambio dele? Não me diz que te venderam a ideia que não precisava trocar?

          • ahotsuru

            complementaram o oleo uma vez. orientação da concessionaria e do manual….

            • DCald

              coitado de quem pegou o 307.. sem troca do "oleo", o cambio automatico é uma verdadeira bomba relogio!!!

    • ahotsuru

      meu 206 nao tive problema algum… nenhum mesmo… aconselho a pegar um com cambio manual se nao quiser arriscar….

      • ViniciusSantoro

        Sim, eu penso muito no Peugeot 206, mas atualmente está difícil de encontrar um em condições razoáveis. Por conta da desvalorização o carro ficou acessível para muitas pessoas, que não tem a intenção de cuidar bem, isso no que eu acompanho por onde moro, não quero pegar um 206 todo bichado, e isso vai me dar um pouquinho de trabalho, ahahaha. Mas em bom estado é um bom carro sim.

    • Fabio D.

      Vinícius, o couro do volante queima às vezes só com o suor da mão do motorista. Sério, já vi carro bem menos rodado e novo com esse volante esgarçado… Um capoteiro e forração de couro nova resolvem o problema e melhoram o aspecto do carro…

  • zeuslinux

    E está trocando por qual carro ?

    • ahotsuru

      Peugeot 508… vou fazer uma materia dele…

      • PedroTelles

        508, belo carro.

        Qual o ano?

        • ahotsuru

          2012/2013

          • Pedro_Rocha

            Tenho bastante curiosidade sobre esse carro e há pouca informação sobre ele na internet. O que mais me interessa em um carro desses são as retomadas e a informação que tive de um site argentino é que ele acelera como um Fluence 2.0 CVT, comparação que para mim foi desabonadora.

            Poderia colocar um vídeo no Youtube para vermos o desempenho?

      • dudupruvinelli

        Que interessante! Ele está com bons descontos né?

  • Bom carro (pena que a maioria das pessoas pensem que carros franceses só cheguem a 50 mil km estourando kkk)

    Amigo, com relação a desvalorização é assim mesmo, esqueça a tabela FIPE… Ali é uma utopia para nós que vamos deixar nossos carros para uma troca, seja de que marca for…

    Abraço.

    • Sergio

      Caro amigo, vendi um em 2009 com 45 mil km e meu comprador, que é meu conhecido está com ele com mais de 110 mil km. Ele teve um problema com pouco mais de 100 mil km por falta de manutenção.
      Como não trocou amortecedores, somente oleo, pneu e pastilhas foram trocadas com 70 mil km, ele teve um coxim de motor quebrado por conta de buracos. Como não percebeu, afetou embreagem e cambio.
      Abriu o cambio na concessionária, trocou 2 rolamentos, trocou a embreagem, trocou 2 amortecedores dianteiro, trocou o o coxim quebrado e um adicional, gastou R$ 3.500,00, tudo porque economizou na troca do amortecedor. Se tivesse trocado amortecedor bem antes, não teria tido o problema. Isto ele ouviu de mais de 1 mecânico.

      Defeitos do PEUGEOT 307 – motor é gastão. Ando com um HONDA CIVIC automático e ele é gastão. Tenho um FOCUS GLX 2009 que foi meu próximo carro após o 307 e ele é mais econômico.

      307 X FOCUS – 307 é mais silencioso, e anda igual. 1.6 com 1.6 e 2.0 com 2.0. Focus mais econômico, mas mais barulhento. Focus mais estável, mas 307 é bem estável, é que o Focus excede.

      Barulhos da suspensão – batida – isto ocorre devido ao curso curto da suspensão. O CIVIC também faz isso. Depende do impacto.

      308 novo, agora de outubro – teve o embuchamento e a suspensão traseira recalibrada. Podem pesquisar aqui no fórum.

      A maioria não cuida, compra carro acima do seu poder aquisitivo e foge da manutenção, sendo que muitos judiam do carro e ai criticam a durabilidade.

      Esta é a realidade de muitos, não quero dizer que seja a sua ou de outrem, mas é a pratica comum no mercado.

      • FelipeLange

        É isso aí, qualquer carro tem que ser feita a manutenção.

        O cara faz burrada e depois quer reclamar do preço das peças…

        • DougSampaNA

          pior, poem a familia no carro e sai por aí em estrada pondo todos em risco, incluso quem está em torno dele..putz..

      • phaelrj

        concordo com voce principalmente no penultimo paragrafo, a maioria não cuida, só quer trocar óleo(1 vez por ano e coloca o mais barato), anda igual um maluco, não tem quebra-molas, buraco certo…passam correndo….e depois vem falar que o carro eh ruim…..

      • ahotsuru

        concordo plenamente com o Sergio… um dos problemas que tem é que o pessoal acha que é so comprar o carro e esquece da manutençao.

  • LuccasVillela

    Gosto do 307, foi um carro a frente do seu tempo. Tem um visual agradável até hoje.

    • heliobarbosa

      isso que eu estava pensando, o visual desta carro pra mim está bem aceitável para os 2013, só olhando mesmo o volante descascado que bateu a impressão de carro velho.

    • mgbalbo

      As linhas mais sóbrias, apesar do tempo, me agradam mais do que o 308 atual (não o novo, que voltou a seguir essa linha mais séria).

  • adolfofrota

    Parabéns pelo relato, só gostaria de saber, como curiosidade mesmo, o motivo de se desfazer dele, além do fator quilometragem alta. Vai partir para um sedan médio?

    • ahotsuru

      porta malas. to com filho pequeno como vcs viram na foto(cadeirinha). sedan grande mesmo. peugeot 508…

  • Cezar

    Em 2009 quase comprei um. E por que não comprei? Queria o 2.0 manual, e em janeiro daquele ano, chegou a constar o "lançamento" no configurador da peugeot (a tal versão manual), só que nunca chegou nas ccs. Em março daquele ano, o lançamento de janeiro não constava mais no site da marca. Além disso, haviam fortes rumores de que o 308 seia lançado até o final daquele mesmo ano, somando isso tudo, mais o fato de ser francês, optei pelo Vectra GT de 140cv. O Vectra foi um bom carro, mas o 308 tinha aquele motor de 151 cv e 22 de torque, além disso, o Vectra saiu de linha antes do 307, ou seja, me dei mal.

    • Edson Roberto

      Bem… vc quis apostar naquele que vc sentiu mais confiança. Acho que se o carro não te deu dor de cabeça e lhe serviu bem, não acho que foi tão ruim assim.

    • Alex J.

      Ahh, cara. Eu curto muito o Vectra GT / GT-X. Não acho que você se deu mal não. O carro é bom? Abraço!

      • Rsss. Vai de gosto, rsss.
        Eu acho o Vectra um Astrão. Pode ter um acabamento bom, mas acho simples, empobrecido por dentro.
        O 307 por dentro é muito aconchegante.
        Mas gosto é gosto né, eu mesmo adorava o Vectra anterior, parecia de outro nível, por fora e por dentro pra mim o último Vectra regrediu, o GT é que até dava um tcham a mais ao modelo.

    • Rafael

      Cara, o vectra gt nunca teve 140 cv…

      • DCald

        ? ahnnnnnnnn????????

      • Stark

        Extraia 140cv num simples bloco 8V sem comando variável, ou etc….

      • Bruno

        Não sabe o que fala. Com certeza o vectra gt tem 140 cavalos.

        Os primeiros modelos tinham 121/128 cv (gasolina/Etanol), e com a introdução de avanços tecnológicos, passou a 133/140 cv em 2009, com a adoção de balancins e comando de válvulas roletados, e, coletor de admissão de plástico, dentre outras alterações, que adequaram o propulsor às novas normas de emissão de poluentes, trazendo bom desempenho e consumo de combustível.

  • Maycon102

    Seu carro está belíssimo e muito bem conservado. Parabéns.

    • ahotsuru

      valeu.

  • HumbertoRR

    187mil km, vemos poucos relatos como este. Já tive experiência com c3, c4, aircross, clio e sandero, hoje sempre considero os carros franceses quando vou trocar de carro.

    • adolfofrota

      quem cuida bem do carro e faz as manutenções preventivas, consegue rodar tanto com o carro sem grandes problemas. Problema mesmo é que isso parece ser uma exceção.

  • Magno

    Já tive também 307, e meus pais também, nunca tivemos problema algum. Os carros franceses tem um acabamento infinitamente melhor que VW, FIAT, FORD etc…puro preconceito do pessoal até hoje, por isso que as outras montadoras fazem a festa.

    • ahotsuru

      tambem acho… mas a manutençao acho acima da media. coisa que foi resolvida com a revisão tabelada.

    • Leosom

      Minha mãe tem um Sandero expression 2011/12 1.0 16v, eu tenho um Corsa 07/08 joy 1.0 e discordo de você, o Sandero é mais equipado mas falar em acabamento pra ele é covardia. Painel pobre e nitidamente mal feito, a capa plástica que esconde a alavanca da regulagem de altura do banco se solta sem motivo algum, a porta range, o vidro do motorista bate seco se subir todo de uma vez, só conseguimos engatar a ré depois de passear com a alavanca em 1ª e 2ª e tudo isso num carro de 20000 km.
      Meu Corsa? Admito que a ré e a 1ª marcha são duras pra engatar, mas não cai pedaço, não range, não bate nada e já virou os 60000 km.
      Me chamem de preconceituoso mas carro francês não quero nem de graça, se me derem de presente eu vendo e compro outro.

      • Rato_Fpolis

        Sandero é Dacia! Compare com Renault legítimo (que não temos aqui no Brasil) ou com Peugeot e Citroen e veja que a qualidade de montagem e acabamento é superior.

      • DCald

        Sandero é "Romeno", não francês!

  • wow

    Tenho um 307 a dois anos. está com 106 mil km
    Mecânico, 1.6, mas o que se falou aí corresponde com o que vejo do meu.
    Na estrada com etanol é frequente gastar 9 l / 100km, ou 11Km/litro, cidade 7/7,5. no etanol. Acho muito bom.
    O Nissan March 1.0 da minha esposa na estrada faz a mesma média, mas como carro é bem inferior ao 307
    A manutenção não é proibitiva e a qualidade do carro é muito boa.
    Comprei usado, pois era muito mais barato que um equivalente de outras marcas devido a desvalorização.
    Os recursos que o veículo oferece são muitos e há carros zero na categoria que ainda não tem.
    Ponto fortes : espaço, conforto, segurança design, consumo.

  • Landrutt

    Ótimo carro, parabéns! 187 mil rodados? Tapa na cara dos "especialistas de internet" que adoram dizer que carros franceses são porcarias.

  • O dono tem 50% de responsabilidade pela boa convivência com seu carro, um bom dono sempre terá um bom carro. Retirando um ou outro pepino, se você cuidar bem de seu carro e der a devida manutenção, com certeza seu carango passa dos 200mil km facil.

  • PLR

    Os últimos 307 têm suspensão bem mais acertada para nossos pisos. Possuo um dos últimos Presence Pack (que, à parte o motor 1.6 e câmbio manual, saíram com todos os equipamentos desse Griffe, além do mp3), e a suspensão é bem mais macia e não bate mais seco em lombadas. Excelente carro com uns poucos problemas (frente baixa demais, som de pouca qualidade, câmbio de engates um pouco pesados…quase todos fáceis de corrigir).

  • O megane 2007 do meu pai foi vendido no inicio do ano na casa dos 200 mil KM.
    Um problema eletrico e só.

  • paranaiba

    Parabéns ao carro e a kilometragem, tenho vontade de chegar nesse patamar com meu Fox imotion, está com 42 mil kms ainda, mas tenho receio das manutenções caras, mas pelo menos uns 80 mil kms tenho como meta.

  • Rodrigo

    Também notei que o acabamento interno do 307 era mais primoroso em relação a seu irmão 308.
    No ano passado enquanto decidia qual carro comprar, fui ver o 308 e no showroom havia uma das últimas unidades do 307 e era visível: o 308 tem um acabamento mais moderno e atual, porém notei rebarbas nos plásticos, botões sem camada emborrachada, costuras tortas nos bancos em couro, etc. Enquanto no 307 esses detalhes não haviam. Apesar de serem montados na mesma fábrica, ficou evidente (para mim) que o foco do 308 era fazer volume de vendas, em detrimento à qualidade de acabamento.

    • Edson Roberto

      Depende da versão. Quando conheci o 308, havia um 307 top de linha exposto. Entretanto o 308 exposto era um 1.6 mais simples da gama.

      Não deu outra, o 307 topo de linha dava um banho nele. E vale dizer que é o mesmo produto, o que eu se fosse comprar na epoca, ficaria com o 307 (potno que eu não comprei foi o cambio, pois esse estava com uma grande faixa de promoção e da cor vermelha que eu gosto mto, por R$49990 !!!)

      • Rodrigo

        Era a versão mais simples do 308 1.6 (Allure ou algo assim) sem ar digital e teto solar versus a 307 1.6 completa (com ar digital dual-zone, teto solar elétrico e bancos em couro). Ambas estavam sendo vendidas pelo mesmo preço: R$47 mil. Embora umas 2 semanas depois o vendedor me ligou oferecendo o 307 por 45 mil. Só que eu já tinha trocado meu carro, senão teria pego.

    • Rmonteggia

      Os botões emborrachados descascavam com o tempo, tive um 307 e eles descascaram, agora tenho um C4 2012 e eles não são mais emborrachados e com 2 anos parecem novos ao contrário do 307.

      • Rodrigo

        Ok, faz sentido. No meu antigo Golf esse "plástico emborrachado" revestia puxadores de portas e moldura do ar condicionado e era um inferno realmente, com o tempo descascava e ficava com um aspecto horrível.
        Mas não justifica a diferença de outros acabamentos e falhas de montagem. Pareceu-me que a Peugeot quis economizar com coisas que clientes dessa categoria de automóvel mais se importa: qualidade construtiva. Dizem que a primeira impressão é a que fica, por isso desisti do 308 mais simples.

  • baetatrip

    Tive um 307 2006 auto….. Fiquei pouco tempo…
    O carro era show….. Porem o AL4 era mt longo e bebia bem! na cidade fazia 7…Estrada consegui fazer no maximo 9,5!
    Ultrapassar nao era ponto forte….. Pois era preguicoso….!
    O jeito de dirigir e apoio de braco era nota 10!
    O carro tinha boa altura do solo…. Eu pegava estrada de terra com frequencia…. Porem a saia dianteira era "bicuda" e chegava a raspar!
    Ate fiquei com pena de vender o carro….

    • ahotsuru

      O consumo era o mesmo que o seu nos primeiros kms. Foi melhorando gradativamente. A questão da saia dianteira pegar no chão é um problema mesmo.

    • Corvo

      Nossa..voce estava com algum problema. O consumo do que eu tinha (modelo antigo), chegava na casa dos 7 a 8 km (com pé pesado) e chegava a fazer 13 km indo de boa na estrada

  • granrs78

    Belo carro, realmente é um modelo que os proprietários gostam muito dele. Uma dúvida: Qual carro vc irá comprar? Abs.

    • ahotsuru

      ja comprei 508…. vou explicar pq não é foi o fusion rs….

      • granrs78

        Vc gosta mesmo de carros franceses, né?! rsrs.

  • marcelo b8

    ja esta bom de trocar mesmo de carro, 8 anos pra mim ja e velho… usado pra mim e ate 5 anos e seminivo ate 3 anos… te recomendo a compra de um 0km ou seminovo

  • marcelo b8

    tenta vender em lojas de usados ou entao particular talvez vc consiga pelo menos 22mil ou 23mil nele… caso queira comprar um 0km olhe carinhosamente pre esses modelos;

    chevrolet onix/prisma
    hyundai hb20
    fiat punto
    ford new fiesta

    • FiuzaLima

      O sujeito tem que estar em maus lençóis pra sair de um 307 Griffe 2.0 pra um desses aí…

      • Bruno Alves

        Pois é, se é para trocar por um carro desses aí, é melhor ficar com o 307.

      • ahotsuru

        rs…

    • Rodrigo_Galera

      Ou o Peugeot 208!! Ele ficaria na mesma marca, frequentaria a mesma concessionária… E teria em mãos um dos melhores custo x benefício da categoria, junto do Punto e New fiesta!

      • O_Corsario

        Ele precisa de espaço e porta-malas, este é o motivo da troca.

    • O_Corsario

      Poxa, o cara fala que quer trocar de carro pq precisa de PORTA-MALAS e ESPAÇO, e vc sugere um monte de compacto? rs

  • dudupruvinelli

    Boa contribuição e excelente carro. Só diz que peugeot não presta quem nunca andou em um. Tapa na cara dos haters! Por que não pega uma 307 SW agora? rs Abraços

  • Edson Roberto

    Mas o "alto custo" para qualquer modelo médio que precise trocar peças além do que rege o plano de revisão o custo é alto. Tirando a chevrolet que realmente tem um preço de manutenção interessante, as demais apelam tbm. E nem Toyota e nem Honda se salvam nesse aspecto.

    • HenriqueHJ

      Como eu Já comentei varias vezes. japas são baratos na manutenção básica.

      querquer serviço fora da manutenção básica a facada vem forte.

      o compressor do ar do meu Fit esta começando a falhar e na revisão pedi o orçamento e veio o custo de substituir o compressor na css, R$4.500.00. isso mesmo, QUATRO MIL E QUINHENTOS REAIS!!

    • Manutenção não é uma ciência exata, nos franceses algumas peças vão ser mais baratas e outras mais caras que a média, porém… algumas peças são sim mais caras porém duram mais… não dá para ganhar sempre…
      O problema não é a manutenção, mas sim ter um bom mecânico de confiança, alguém que não faça lambança no seu carro e te empurre manutenção desnecessária.

      Uma coisa eu sempre digo: Não adianta comprar uma BMW querendo pagar a manutenção de um Fusca, se você quer um carro moderno e mais confortável, você terá que pagar uma manutenção mais cara.

    • ahotsuru

      agora é tabelado

    • Rato_Fpolis

      Tenho C4, já tive Xsara Picasso e C3. No caso do C3 rodei 100.000km e posso falar bem. A manutenção não é muito maior que os demais compactos, apesar de ser "premium". As revisões tabeladas podem ser consultadas no site da fábrica. O preço de peças é bem normal, tipo R$150,00 nas pastilhas de freio instaladas em oficina especializada em linha francesa (não concessionária). Vá sem medo!

  • eduprogramador

    falo Pascoale! O texto tem alguns erros de gramática sim, porem nada que comprometa sua compreensão. Implicância boba.

  • tonyecs

    "O NA poderia pelo menos DAR um "tapa" no texto".

    No seu também! :D

  • Froid_Dalton

    Essa é pra quem diz que carro francês não tem durabilidade. Taí um ótimo exemplo de que estão errados!!

    Quero beirar os 200000km com meu C3 tb, vai ser uma experiência.

  • Carlsson

    Já vejo esse carro numa revenda perto de você, lavado, descontaminado, cheiroso e com 90.000km no hodômetro.

    • Rmonteggia

      Pior, tu nunca acha um usado em revenda com essa km por mais usado que esteja!!
      Vendi meu 307 há 2 anos com 70 mil km e esses dias achei ele num site de usados sendo oferecido com 68 mil km,
      Detalhe vendi com 4 Michelin com uns 10 mil km e ele tava com 4 Pirelli novos (rodou no mínimo uns 40 mil km).

      • Carlsson

        Pois é, um dia um vendedor de carro usado colocou um texto aqui dizendo que o consumidor gosta de ser enganado. Só compra se o painel mostrar km baixa, mesmo que o estado geral indique o contrário.
        É triste..

        • Leo

          Concordo Carlsson… eu tinha um civic exs 2008 com 135mil rodados, era único dono e fiz todas as revisões até os 130mil na concessionária honda, o carro não parecia ter a km q tinha, parecia ter uns 50mil no máximo, mas tinha 135mil reais !!!
          Quando o pus para vender, o pessoal só perguntava a quilometragem e eu percebia a mudança na forma de interesse !!! Ninquém queria saber sua conservação ou revisões, teve uma vez q um cara perguntou a km, eu disse e ele falou: "Nossa, isso tudo, não dá não!!!" Detalhe q foi pelo telefone… aí eu respondi a ele: "se vc se prende muito ao valor q ta lá no hodometro q km vc quer q ele esteja? Pq para mim é fácil colocar qualquer valor, difícil é ser honesto!!!"
          O povo burro para comprar um carro !!!
          No final das contas, vendi pelo preço q queria para uma pessoa q realmente entendia de carro e avaliação.

  • Alex J.

    Carro bem cuidado, com manutenção em dia, dura muito! O que não adianta é querer economizar, não fazendo as manutenções necessárias ou então colocando peças de má qualidade ou usadas. Quem faz manutenção preventiva, cuida bem do seu carro, não tem dor de cabeça!
    Parabéns pelo carro, e felicidades com o próximo que vier.

  • CharlesAle

    Não existe essa de carro ruim(para ser "ruim"tem de ser uma bomba mesmo)é que existe marcas que requerem mais atenção do dono com relação a manutenção,outros não.Um carros desse na minha mão roda 300 mil brincando,pois tenho experiência com manutenção de carro.Se os donos cuidassem dos carros de acordo com o plano de manutenção dos mesmos,não teria,ou teria poucos problemas..O que vejo sempre é pessoas relapsas demais com seus próprios carros…………..

    • netovski

      Tenho um amigo que se queixava da manutenção do 206 dele. Só abastecia e COMPLETAVA o óleo, misturando 1L com aquela pasta de óleo mineral queimado que estava no motor. Nunca ouvir falar em filtro, troca ou preventiva a cada 10.000 km.

  • Flima08

    Nunca tive carro francês, sempre tive medo do qje todo mundo fala: manutenção cara, quebra o tempo todo. Mas a julgar por esse texto, vou dar uma olhada na peugeot quando for trocar o carro.

    • wow

      só na mão de mané que isso acontece.

  • Corvo

    Parabéns pelo carro. Eu tive uma experiencia muito ruim com um 307 automático ano 2005 (com a frente antiga) com 35 mil km e comprado de único dono. Tive problemas elétricos (sensor de luz deixou de funcionar, soltou o sensor de chuva, chave de zeta com defeito, radio parou de funcionar) cabeçote trocado várias vezes, pane no A4L, coxim do motor quebrado e outros probleminhas que agora não estou lembrando.
    Acabei entregando na concessionária na época e seu problema de temperatura ainda persistia.
    O que mais me incomodava do carro era o cambio. Voce acelerava e simplesmente o bicho demorava 1-2 segundos pra sair, fora os trancos constantes.
    Mesmo assim, deixou saudades pela conforto e os equipamentos. Embora todos os problemas, deve ter sido um caso aislado e não descarto futuramente pegar um Peugeot

    • ahotsuru

      essa demora realmente pode existir… o meu nao chegava a 2 segundos…. mas apos atualização da programação melhorou em muito

      • Corvo

        Então, quando comprei ele em 2009, ao pouco tempo fui fazer a revisão dos 40 mil km na Peugeot. Atualizaram o software do cambio, mas continuo a mesma coisa. O jeito era usar ele no manual. Provavelmente nos anos seguintes deve ter descoberto a causa e melhorado o comportamento

  • Peugeot é muito bom! já tive 2 modelos 206.
    Não peguei um 208 por causa do ágio rídiculo e porque o custo x beneficio do Fiesta SE é muito melhor.
    Acorda Peugeot!

  • ac_martins

    O problema de resposta da caixa é resolvido usando o acelerador, coisa que muitos tem receio por medo ou falta de instrução, somado ao o deplorável sobretapete que diminui o seu curso.

  • Tosca16

    Carro bom mas com algumas coisa à melhorar , suspensão é uma destas mas prioriza a estabilidade e digamos uma "esportividade" maior.. conforto, acabamento bom e motor razoável , um bom carro mas caro para manter e baixo valor de revenda.

  • Pug308

    Parabéns pelo ótimo relato e pelo carro! Já "namorei" por muito tempo um 307, e hoje sou um feliz proprietário do seu sucessor. Engrosso a lista dos que defendem a qualidade dos franceses: o carro é excepcional!. Ficamos agora no aguardo de seu relato do 508, não esqueça…

  • Yury

    Tive um 307 Presence Pack (um intermediário com couro e teto solar) 2009. Um baita carro!!! andava que nem gente grande e não bebia muito… Nunca tive nada pra falar dele!! Comprei 0km em 2009 e vendi com 55k em 2011.

  • Deste eu posso falar pois tive um Griffe 2007 . Comprei ele com 30 mil km , rodei até os 80 mil , vendi pra minha irmã e está com ela até hoje , com 130 mil km . . . .só alegrias e sempre fomos bem atendidos nas CSS que passamos . . .

    Este carro só tem 2 coisas que me incomodava : O Consumo excessivo( e o meu não era flex!)Cerca de 6.5km/l na cidade e 10km/l na estrada . Uma Pajero Sport V6 4×4 automática que tive depois dele chegou a fazer 12km/l na estrada com o cruise control ligado , Na cidade fazia 6km/l . A outra coisa era a lerdeza do câmbio AT4 . De resto eu gostava muito do carro .

  • O_Corsario

    Legal, sempre gosto de ler relatos de carros realmente rodados.
    E pelo jeito é a velha história, "quem faz o carro é o dono", parece que cuidou bem do carro e o resultado está aí.
    Uma coisa que fiquei na cabeça é sobre a manutenção, fala que é salgada, o ideal seria passar melhor o que foi feito e quanto custava. O salgado de um pode ser o doce de outro… rs
    Simpatizo bastante com o 307, acho um carro bem desenhado, o ápice desta linguagem da Peugeot do bocão e olhos puxados, que no 207 ficou exagerada e no 308 já era manjada. Um carro que pelo visual dá para ficar décadas sem enjoar.

    • ahotsuru

      1500 reais na troca da correia dentada como exemplo

      • O_Corsario

        Entendi… Realmente é bem salgado, mas não tão fora levando em conta que é em concessionária.
        EU gastei uns R$400,00 para trocar a minha em oficina, e como normalmente a VW cobra umas três ou quatro vezes mais, chuto que ficaria nesta mesma faixa.

      • Rato_Fpolis

        Troquei do C4 essa semana, o meu está nos 80.000km. O motor é o mesmo! Paguei R$630,00 o kit (correia, polia, esticador) instalado em oficina especializada em linha francesa, não na Css. Esse preço foi na Css?

    • dudupruvinelli

      206 > "207", assim como 307 > 308. Concorda? Em termos de desgin..

      • O_Corsario

        Pro meu gosto, sim.

  • rafaelsubaru

    meu irmao tem um 308 active final de 2012, o de entrada, ja esta com 60mil km rodado, so manutencao preventiva, consumo super bom pelo peso do carro , nao tem oque reclamar, mt bom o carro, esperto que chegue ate os 200mil km na mesma saude do seu… parabens

  • no meu 307 sedan 1.6 presence pack 08/09 não tenho do que reclamar do som! são 8 auto falantes de série! Peca sim a falta de um usb, mas já vi no ebay e no ML que pode-se comprar a central multimidia e não perder o controle atrás do volante… ainda é um pouco caro mas acho q vale a pena o investimento.

    não foi falado no texto sobre a estabilidade que esse carro dá em curvas!!!! é excepcional!!!! vc faz um curva longa a 110 e nem sente o carro titubear!!!

    meu carro tem 5 anos e a única coisa que realmente desgastou foi a pintura e o volante, o couro parece novo até hoje (com hidratações a cada 5 meses).

  • ferreirapvh

    Muito bacana o relato, é realmente lamentável o preconceito contra os franceses. Fui o feliz proprietário de um Renault Clio Sedan 1.6 16v 2004, comprado em 2007 com 30 mil km rodados, que dei PT em um acidente em 2011 com 90 mil km, somente com manutenção preventiva.

    Até o começo deste ano possuía um Corolla 2009, porém por dificuldades financeiras fui obrigado a vendê-lo e pegar um carro quitado. Eis que me aparece um Peugeot 307 2008 1.6 com 30.000 km rodados por R$ 17.000,00 (isso foi em abril/2013). Levei o carro ao meu mecânico de confiança, especialista em carros franceses, que deu uma geral no carro e me disse que se eu não comprasse, ele compraria…

    Após essa, comprei o carro, entreguei ao mecânico que fez uma revisão completa (óleo, todos os filtros, revisão na suspensão, troca de correia dentada, etc) por R$ 1.300,00. Já rodei 10 mil km com o carro, que até agora só tem me trazido alegrias: É confortável, espaçoso, silencioso, relativamente econômico, enfim, pelo preço que paguei, tornou-se um excelente custo-benefício. Como paguei barato, não pretendo vendê-lo, a ideia é cuidar e usar até onde der, mesmo que compre outro carro depois. Virou meu xodó.

  • Murilo Rosa

    7 anos depois e a Citröen ainda usa o mesmo acabamento para os vidros elétricos na porta do motorista.

  • Jeverson

    No aguardo pela matéria do 508, André! Tive a oportunidade de entrar em um modelo destes na concessionária e fiquei impressionado com a qualidade dos materiais, revestimentos e bancos! Mas não pude fazer o TD! Obrigado, abraços!

  • CARECA

    Franceses são ótima relação custo / benefício, o problema é o casamento forçado.

  • gustavo ce

    Sempre gostei desse carro, seu visual me agrada até hoje. Nunca tive um, apenas dirigi o de um parente. Gostei muito do espaço interno e da estabilidade. E o motor 1.6 é bem esperto.
    O dele está com mais de 150mil e vou dizer uma coisa o carro é valente. É bem exigido na cidade e em estrada.
    Acho que o que acontece com certos carros bons no Brasil (como esse) é um misto de preconceito e marketing errado.
    Sem falar que o nosso consumidor é meio burro, senão como explicar que matamos as peruas médias e grandes para andar de cabine dupla na cidade?

  • Fabio D.

    Aí, aproveitando a reunião da francesada por aqui para ver o amiguinho 307 (iahahihahiaih), alguém me tira uma dúvida? Meu Clio 2011 (comigo desde zero) tá com 58 mil km e estava pensando em mandar substituir as correias aos 60, junto com óleo, filtros e líquido do radiador. Segundo o programa de manutenção preventiva, entretanto, isso se faz aos 80.000 km, bastando apenas uma revisão a cada 10.000 km até lá para mantê-la em condições e evitar transtornos.

    O problema é que eu acho muito tempo… Alguém já foi até essa quilometragem com a mesma correia?

    • ferreirapvh

      Não sei com o Clio 1.0, mas no meu 1.6 a troca era com 80.000 km a primeira, e as subsequentes a cada 40.000 km…

      • Fabio D.

        Pois é, o regime de troca indicado é exatamente esse… Meu medo é só por conta de equívocos à "moda Marea" no manual… Mas como o carro é (bem) antigo de mercado e nunca ouvi falar em nada desse tipo, vou seguir o que diz lá… Valeu, meu caro!

    • DCald

      Se o manuel diz 80mil km, espere até lá… E, claro, respeite o tempo tbm… componentes de borracha ressecam e podem trincar/romper-se… (trocar antes de 5 anos!)

      • Fabio D.

        Pois é, o carro tem um pouco menos que 3 anos, mas acredito que chegue aos 80 mil antes de completar 5 anos… rodo razoavelmente bem com ele. Valeu, abraço!

  • Essa matéria é um tapa de luvas, na cara de quem fala mal de Franceses, carros como Golf(queridinho) ou qualquer outro se mal cuidado, vão virar sucata como qualquer um! Carro é DONO!…..

  • Leonardo

    Vou comprar um 307 griffe 2007 com 70 mil Km, estou com medo do câmbio automático… O que vocês acham?? é seguro??

    • Luciano

      Cara, comprar carro usado sempre é uma aposta….se vc nao sabe quem é o dono, tem que se certificar da conservacao de todas as peças visiveis (pedais, volante, cambio, estado dos bancos, lataria, pneus de marca conceituada, etc..etc..etc…). Leve pra um mecanico bom e de confiança. Cheque a documentacao na internet, na policia rodoviaria tb….enfim, faça uma devassa no veiculo….ai, decida.

  • Douglas

    cara.. entra no ClubePeugeot que lá tem muita informação e a galera ajuda bastante quem tá com dúvidas sobre comprar um Peugeot

  • Luciano

    Amigos…tenho um 307 sedan feline 2008 e nao tive problemas com ele. Esta com 68 mil km e com todo o conforto e segurança que ele oferece. Viajei muito com ele e na estrada é extremamente seguro, robusto e confiavel. Fico indignado com quem só tem carro da vw/ford/gm/fiat falar mal de outros carros sem conhecer. Mania de brasileiro, fazer o que???? Vou trocar o meu por um 408 griffe THP. Quem comprar o meu ira ser muito feliz…isso eu garanto. Parabens pelo relato. P.s. So vou por para vender em junho….:)

  • Achei fascinante o depoimento, tenho um 207 na qual quero trocar por um 307. Famiiia cresce e aquele carro de 3 portas que era excelente para duas pessoas começa a ficar pequeno. Adoro meu carro, tive um 306 anteriormente e era apaixonado tbm. Após o 307 quero 308, mas isso quando tiver mais condições e o filho crescer mais e der menos gastos, rsrsr. Parabens pela materia e boa sorte com o novo carro.

  • TCHAGAS

    Muito bonito o seu carro. Pegou um valor muito bom, não teria como recusar a venda. Qual carro tem em mente agora? abraços!

  • Luiz Borges

    Bom dia a todos, qualquer marca e modelo de carro dependerá muito do dono, fazendo as devidas manutenções, meu primeiro carro foi um 206 1.6 8 v 2001 4p, com 180.000 km, comprei em 2009, fiquei com ele até 2012 e vendi pelo mesmo valor q comprei R$ 13.000, ainda sinto saudades, muito econômico, logicamente com pé maneiro, cidade media de 12 km/l na estrada 16 km/l, nunca me deixou na mão, motor apesar de mais 202.000 km quando vendi não queimava óleo, motor muito inteiro ainda, acredito eu se o novo dono cuidar trocando óleo 5 em 5 mil km usando o recomendando pela pug chegara mais de 250 mil, lógico depende muito do estivo de dirigir, na manha pé maneiro, muito estável, suspensão em estradas ruins é o ponto fraco, superior aos gols g4, palio, etc, em estabilidade e conforto, motivo da venda, comprei um 307 sedan 2.0 aut griffe 08/09, tive cryslei 300 v6 aut 2003 e toyota camry 2002 tbm aut q tive quando morava nos USA não se compara ao 307, muito estável, frio abs muito bruto, testei 160km/h pisei tudo com poucos metros estava a 50km/h detalhe acende o pisca alerta automático com frenagens bruscas, piloto automático media de 110km/h é muito econômico se alguém duvidar posto fotos ou videos, 14,8km/l em decidas chega quase 20km/l claro piloto aut ligado sem aceleração mantendo os 110km/h , mas se pisar fundo no pedal cai pra incríveis 5km/l com modo S sport ligado, troca de marchas quase não sente muito suave, único gasto com uma lâmpada do farol baixo h-1 queimou, olhei civic, grand siena, corolla preços altos, voyage, carros excelentes tbm, mas fiquei com 307 carro única dona muito bem cuidado por ela, nunca tinha andando em estrada de chão só agora comigo ás vezes pois moro no interior, 65.000 km quando comprei, quase comprei um civic 2009 mesmo achando o painel meio diferente, n vou com a cara desses velocimetros digitais quase 40 conto, e no meio do caminha indo pra garagem onde estava o civic, o 307 na calçada com a venda com muito mais equipamentos de série etc por 27 mil e depois de hrs de conversa paguei incrivéis 25 mil na grana viva, preço excelente devido ao preconceito da marca, enfim sem queixas tanto com o 206 e 307 muito satisfeito com o carro, penso futuramente quando estiver com preço mais em conta daqui uns 2 ou 3 anos, o 408 concerteza seria minha opção ainda mais com o novo câmbio aut AT6. Até mais… Vlw.

    • Colorado

      Estou com um 307 Feline 2.0 aut, 08/09, a menos de um ano, paguei 28 mil, tirando a suspensão dura, que pra mim nem incomoda tanto, estou muito contente com o carro, estou pensando em trocar, mas não vejo nada melhor na faixa dos 40 mil, vou aguardar e pegar um Fusion ou C5 ano que vem, ou quem sabe um 308



Send this to friend