Usado da semana

Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Polo Classic 1999

Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Polo Classic 1999

Olá pessoal, tudo bem? Sou uma leitora assídua do blog faz mais ou menos 3 meses, enquanto isso, só assistia os vários vídeos que eram publicados no Youtube mostrando cada detalhe do carro, isso porque estou a um tempo pedindo para minha mãe trocar de carro.


A história que eu vou contar é sobre meu Volkswagen Polo Classic 1.8 Mi, ano 1999, com apenas 34.000km rodados, única dona, ainda com plástico por dentro, perto do freio de mão, nunca foi batido, motor AP, rodas originais de fábricas, o estepe nunca foi para o chão e cuidado com muito amor e carinho.

Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Polo Classic 1999

Como eu disse acima, a baixa quilometragem dá a ele um aspecto de novo, porque problemas esse carro nunca existiram, apenas troca de bateria, afinal, são 15 anos com o mesmo carro. O Polão, como eu apelido ele carinhosamente, era pra mim, antes de tirar carta, a “coisa mais feiosa desse mundo”. Eu odiava muito aquele carro, porque minha mãe deixou o gás do ar-condicionado acabar e nunca mais colocou (moro em São Paulo, e ficar com os vidros abaixados em qualquer lugar, não é opção), além do visual ser velho para os padrões de hoje.


Ao completar 18 anos, praticamente sai direto para autoescola, tirei minha carta com primor, afinal, passei de primeira na prova de direção sem pagar “taxa” extra. Minha mãe, uma pessoa cautelosa, que tem medo de andar à noite, tem medo de andar na chuva e tem medo até do ar, demorou MUITO para liberar eu andar de carro, mesmo com sua assistência.

Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Polo Classic 1999

Eu lembro que para eu me acostumar com o carro, ela me levou no mesmo lugar que eu fazia as aulas da autoescola, próximo a Av. Indianópolis. Isso me levou a várias risadas, logo que eu fui pegar o carro, minha mãe me sacaneou e me deu numa subida, eu consegui queimar deliciosamente a embreagem, aquele cheiro maravilhoso de borracha dentro do carro deu um destaque especial na minha primeira volta, fora as 100 mil vezes que deixei o carro morrer perto de travestis que ficaram rindo da minha cara!!

Mas vamos lá, não é sobre minha carta que eu vim falar, depois de quase seis meses, minha mãe me deixou andar sozinha e ai eu realmente quis sentir o que o “Polão” fazia, afinal sempre ouvir dizer da Dona Maria, que andava muito. Tive o prazer de acelerar, sem medo, até o fim, nossa. O que foi aquilo? Adrenalina pura. Meu pensamento sobre o carro estava mudando… E ai eu descobri o que era o motor AP!

Ao longo desses três anos de carta, nunca bati o carro, nem mesmo ralei ele. Devo agradecer especialmente aos excelentes retrovisores que se aquecem ao apertamos o botão do desembaçador traseiro (como o Polo é argentino e lá tem neve, deve ter sido esse o propósito para os retrovisores esquentarem, porque aqui, só é útil na garoa, já que as gotículas se evaporam rapidamente com o calor).

Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Polo Classic 1999

Li muito na internet sobre o Polo, sei que ele não gosta da chuva, reza a lenda que esse carro morre ao chover, bom, o meu nunca morreu na chuva, mas ao frear ele, parece que estou a bordo de um ônibus, em dias úmidos isso também acontece… É fácil prever se vai chover ou não apenas dirigindo ele!

Esse carro, em sua época, com certeza foi um ícone. Meu pai, ao presentear minha mãe não deixou de caprichar no carro. Ele veio completo, com ar-condicionado, retrovisores e vidros elétricos, faróis de neblina, retrovisor que esquenta e um generoso porta-malas de 400 e poucos litros, na época, o maior da categoria.

Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Polo Classic 1999

Como está o carro hoje? Perfeito. Apenas faltando colocar o gás no ar-condicionado e uma boa polida, já que eu tenho um amável vizinho que conseguiu marcar o lado direito do carro com a sua linda porta. O que eu penso do carro hoje? O melhor carro do mundo! Nunca me deixou na mão, valente, e até posso dizer que me aventurei uma vez num “racha” com um Corolla (acho que 2007), foi pau a pau, tive que desistir, afinal eu “ia vencer”, mas o motorista, muito desonesto jogou o carro para o meu lado e eu tive que frear, não ia bater meu carro por nada.

Qual será o destino do Polão hoje? Ele foi vendido, o Polão não se adequa mais ao meu uso. Anda muito, mas gasta muito também, faz 5/6 km/l. Na estrada? Bom, deu pra ver que esse carro nunca pegou a estrada, e se pegou, eu não lembro. Aqui em SP, com o trânsito caótico e radar a cada esquina um carro que anda muito não tem real utilidade. Estou trocando o carro para um que se adeque ao dia a dia meu e da minha mãe, como o up! (por favor, não comecem com a guerra de mimimimimi, que carro horrível etc, etc. O up! é lindo pra mim, adorei dirigir ele, gostei dele mais do que o Fox, pois achei instável nas curvas).

Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Polo Classic 1999

Achei justo o preço pago por ele (vale R$ 10.500 na tabela FIPE), apesar dele valer mais devido à baixa quilometragem e conservação. Consegui incríveis R$ 11.000 na concessionária, no particular, cheguei aos R$ 13.000. Por que eu não fiz negócio no particular? Medo. Eu e minha mãe, somos mulheres, moramos juntas e tivemos medo de alguém levar o nosso bem precioso por 2 mil de diferença, fora a dor de cabeça se a pessoa não passa o carro para o nome.

Nesta sexta ou segunda vou deixar meu Polo na concessionária, vou sem bem sincera, ao escrever esse texto, lágrimas escorreram, eu amo muito esse carro, porque foram vividas histórias que só eu e minha mãe podemos contar.

Por Julia Peres

Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Polo Classic 1999
Nota média 4 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email