Fiat Hatches Test Drive

Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

bravo-dualogic-leitor-1 Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

Olá, sou proprietário de um Bravo Absolute Dualogic 10/11 que retirei na concessionária no dia 30/12/2010. Nesses quase 6 meses com o carro já rodei pouco mais de 8.000 km com ele.



Escolha do carro

Antes do Bravo tinha um Stilo Dualogic e como sabia que ele sairia de linha assim que chegasse o Bravo já estava me preparando para trocá-lo. Como pretendia me manter no segmento de hatch médio comecei a estudar as opções no 2º semestre do ano passado(2010).

Astra, Vectra GT, 307, Golf estavam fora das opções, pois se era para optar por carros fora de linha ficaria com o Stilo mesmo. O Tiida pra mim é muito feio e a beleza do carro faz parte do benefício, então isso joga por terra essa história de custo/benefício do Nissan.

Nunca achei o i30 essa beleza toda, pra mim só as rodas dele me chamavam a atenção. Fora que nunca me agradou essa história de ficar meses esperando peças caso tenha algum problema com o carro ou por acaso alguém bata no meu carro, o que pode acontecer com qualquer um. O C4 sempre me agradou, mas aquele painel central com uma lâmpada incandescente acesa dentro dele estraga todo o carro.

Acabei ficando entre o Focus e o Bravo que seria lançado. Cheguei a pensar em trocar o Stilo pelo Focus antes do lançamento do Bravo, assim venderia o Stilo antes que ele saísse de linha. Mas se quando lançassem o Bravo eu me arrependesse de não ter esperado? Então esperei mesmo sabendo que perderia um pouco na venda do Stilo.

Aproveitei o salão do automóvel para ver de perto todos os modelos de hatch médios disponíveis e de todos o que mais me agradou foi o Bravo mesmo. Como o Bravo ainda não estava disponível nas concessionárias, aproveitei para fazer um test drive no Focus automático que ainda era uma opção, mas não gostei muito do cambio automático de 4 marchas. Então era esperar pelo Bravo chegar às lojas e fazer um test drive nele.

bravo-dualogic-leitor-2 Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

Compra do carro

Parei de trabalhar no dia 15/12/10 e comecei a procurar o carro. A maioria das concessionárias não tinha o Bravo nem para exposição. No sábado (18/12) já encontrei algumas lojas com o Bravo no show room, mas todos sem placa e não faziam test drive.

Os vendedores já tinham alguns modelos em transito, vindos de Betim, na tela do computador para venda. Então fui fazendo avaliações do meu usado e vendo as opções que na maioria eram da versão Essence. Até que no dia 21/12 entrei numa concessionária e a vendedora que me atendeu pegou o Bravo do show room, sem placa mesmo, que ela nem sabia se era para teste drive e saiu comigo para eu dar umas voltas.

O carro tava com 4 km, e como a loja fica ao lado da rodovia dos Imigrantes fiz o teste drive na estrada mesmo e na volta andei pelo bairro. Ela tinha um Absolute chegando de Betim, mais ou menos como eu queria. Ela me garantiu que me entregaria o carro até o fim do ano se fechasse negócio naquele dia. Minhas opções seriam fechar com ela, fazer um pedido para a fábrica e esperar uns 60 dias como muita gente fez, ou ficar rodando e procurando nas concessionárias.

Fechei com ela nesse dia mesmo, pois se esperasse o ano virar ia acabar morrendo com o IPVA 2011 inteiro do meu usado que era de 1.700,00. Paguei preço de tabela no Bravo, ela só tirou uns 300,00 arredondando o valor para baixo, mas pagou o preço da maior avaliação que tive no meu usado, que por sinal foi numa concessionária que queria me vender o Bravo acima da tabela. Peguei o carro no dia 30/12/2010 conforme prometido.

bravo-dualogic-leitor-3 Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

Retirando o carro, problemas apresentados e pós-venda

Fui muito bem atendido, todo o funcionamento do carro foi bem explicado, mas a Fiat e a concessionária cometeram um deslize bem bobo. O carro veio com o tal parafuso anti-furto, era um item opcional que veio discriminado na nota fiscal de fábrica. Só que eles entregaram os 4 parafusos e a chave num pacote na minha mão. Eu não comprei no balcão, comprei como opcional de fábrica, e tinha que vir já instalados. Reclamei e eles levaram o carro e trocaram os parafusos.

Cheguei em casa e quando fui sair mais tarde com minha esposa e sogra, a porta traseira direita não abriu por fora, nem por dentro. Minha sogra não conseguiu entrar. Logo pensei, esse carro é esperto… Ela entrou pela porta esquerda. No dia seguinte (31/12) a concessionária ficaria aberta até as 12:30 h, então levei o caro bem cedo.

A porta não abria por dentro porque estava com aquela trava para criança acionada e não abria por fora por um problema no cabo da fechadura. Com a trava de criança liberada a porta abria normalmente por dentro, mas por fora às vezes ela não abria. Fizeram o pedido de nova fechadura que chegou uns dias depois e levei o carro para a substituição. Até hoje não deu mais problema.

Outro problema que veio junto com o carro foi o rádio que algumas vezes ligava mudo. Funcionavam todas as opções, mas não saia som nenhum. Geralmente acontecia pela manhã, e só se eu o ligasse depois do carro ligado. Se ligasse o rádio antes do carro ele funcionava normalmente. Trocaram o rádio todo e nunca mais deu problema.

Esses foram os únicos problemas apresentados pelo carro, sendo que não precisei ficar sem ele nenhuma vez, só tive que deixá-lo na concessionária algumas vezes, mas sempre fui muito bem atendido. Eu deixava o carro pela manhã, eles me levavam até onde trabalho e no fim do dia me levavam o carro onde eu estava. Apesar do inconveniente, fui muito bem atendido e os defeitos foram solucionados sem enrolação.

bravo-dualogic-leitor-4 Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

O carro

É um Absolute Dualogic com pintura metálica e parafuso anti-furto de opcionais. Optei pela versão Absolute por já ser completa sem precisar encher de opcionais que não são valorizados na hora de vender. O carro já vem recheado de itens de conveniência que são muito úteis e que foram importantes para escolha do carro.

O acabamento interno é muito bom, achei melhor que o dos seus concorrentes, quando conferi todos no Salão do Automóvel. O plástico do painel e portas tem toque suave e emborrachado, as peças são bem encaixadas sem rebarbas e nem desnível. Os bancos e portas são de veludo muito agradável ao toque, apesar de acumularem ciscos e fiapos das roupas facilmente.

Atrás tem saída do ar condicionado, apoio de braço central com porta copos e porta objetos, os 3 cintos traseiros são de 3 pontos, porta revistas no encosto dos bancos dianteiros, porta objetos nas portas traseiras e os 4 vidros elétricos são one touch.

Os tapetes são de tecido com Absolute gravado neles, o que melhora a aparência em relação aos comuns de borracha. A iluminação interna me agrada muito, principalmente pela cor laranja que é minha preferida. O sistema Night Design também dá um toque especial na iluminação interna. A direção elétrica Dual Drive é fantástica, muito leve em manobras e no transito pesado, o que facilita manobras rápidas para fugir dos engarrafamentos. Quando o carro passa dos 40 Km/h ela fica mais firme e segura.

Outro item útil no transito é você poder acionar a alavanca de seta com um leve toque que ela acende o “pisca” por 5 vezes e desliga automaticamente. Assim após mudanças de faixa você não fica com a seta ligada porque o volante não girou o suficiente para retornar a alavanca à posição normal.

O ar condicionado automático Dualtemp além de manter a temperatura escolhida automaticamente, também controla o fluxo de ar que vem de fora do carro. Quando ele detecta que o ar de fora está poluído ele liga a recirculação automaticamente, fechando a entrada de ar de fora do carro.

bravo-dualogic-leitor-5 Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

Caso fique muito tempo com a recirculação ligada ele abre a entrada de ar de fora do carro para renovar o ar dentro dele. Além disso, minha mulher sente menos calor do que eu, e o ar condicionado sempre foi motivo para ela reclamar que está muito frio. Com o Dualtemp coloco o lado dela mais quente e posso jogar o ar mais gelado para mim sem reclamações.

No compartimento refrigerado abaixo do apoio de braço da frente cabe uma garrafa de água de 510ml ou de 600ml de refrigerante, o que é muito útil em viagens. Principalmente porque é separado do porta-luvas, ou seja, não precisa gelar tudo que tem no porta luvas para manter a água fresquinha como no Focus.

O sistema Blue&Me junto com o volante multifunção funciona muito bem tornando o uso do celular no carro totalmente seguro, pois você usa o telefone sem tirar as mãos do volante. Dá inclusive para fazer ligações já que com o reconhecimento de voz você pode ligar pronunciando um nome da agenda do telefone ou até ditar o número a ser discado que ele reconhece e faz a ligação.

Além disso, a possibilidade de conectar um pen-drive com todas as minhas músicas em mp3 dispensa ficar carregando e trocando CD no carro. Fora que todos esses controles você faz pelas teclas no volante. O sistema Cornering ajuda muito nas manobras e transito dentro das garagens de prédio, já que iluminam a lateral para a qual se esta virando.

É útil também ao trafegar por ruas mais escuras e desertas. Outra coisa útil em ruas mais escuras é a lanterna de estacionamento, que você pode deixar acesa com o carro desligado somente do lado da rua, deixando o carro mais visível quando estacionado.

Outra segurança com o carro estacionado é o Safe Lock que impede que o carro seja aberto por dentro quando ele esta ativado. Mesmo que quebrem o vidro do carro, não vão conseguir abrir a porta pela maçaneta interna e nem pelo botão de abertura das portas, e com isso o porta malas também não pode se aberto. Você pode até prender uma pessoa dentro do carro que ela não sai.

bravo-dualogic-leitor-6 Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

Rodando com o carro

No inicio estranhei a posição de dirigir mais baixa em relação ao Stilo, mas me acostumei rápido ajudado pelas amplas possibilidades de ajustes de altura e profundidade do volante e altura do banco. A ergonomia é muito boa, tudo esta ao alcance das mãos e não é necessário desviar o olhar para acessar os comandos. A única ressalva que faço é que o volante geralmente atrapalha a visualização do velocímetro nas velocidades entre 40 e 90 Km/h.

Justamente as que são necessárias visualizar em radares e lombadas eletrônicas. Não dá para você bater o olho e ver em que velocidade está. Às vezes precisa tirar um pouco a mão da frente, às vezes olhar meio de lado. Isso seria resolvido trocando o velocímetro de posição com o conta-giros.

A visibilidade traseira é outro ponto negativo. Com o carro em movimento não atrapalha graças aos bons espelhos laterais que compensa a pouca visibilidade pelo vidro traseiro. Em manobras o sensor de estacionamento dá conta do recado. Agora onde ela realmente atrapalha e quando você vai sair de uma guia rebaixada de ré para a rua, para sair de padarias e lojas de rua, por exemplo.

Você olha para trás e só vê a coluna larga e o teto baixo. Você precisa ver se carros estão vindo na via e a coluna esconde um carro inteiro, encobre uma pista inteira. O desempenho do carro é bom, não tenho do que me reclamar. Numa pista de teste ele fica atrás do Focus/i30/C4 todos 2.0, mas para o uso normal dentro da cidade e estrada essa diferença não faz falta alguma.

Para quem estava acostumado com o “torcudo” 1.8 GM, tive que me acostumar com o 16V onde o torque aparece acima dos 2.000 rpm. Acima disso o desempenho dele é melhor, menos áspero e mais silencioso que o GM. Na cidade basta antecipar um pouco as reduções de marcha que ele fica sempre esperto. Na estrada não tem nem comparação, ele é mais suave e silencioso que o GM além de andar mais.

bravo-dualogic-leitor-7 Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

Em subidas longas você pode pisar nele que ele sobe o giro e parece gostar disso, aumentando facilmente a velocidade. Já o GM subia o giro, mas parecia não gostar muito, pois mais gritava do que aumentava a velocidade. Viajo com freqüência para o interior de São Paulo pela Castelo Branco e Marechal Rondon.

Estradas com poucas curvas, mas com muitas subidas e descidas. Com o “piloto automático” mantenho facilmente velocidade constante a 120 Km/h inclusive nas longas subidas e quando preciso pisar ele responde prontamente e sobe a velocidade fácil mesmo nas subidas mais íngremes.

Na cidade rodo por ruas bem irregulares todos os dias de casa ao trabalho, o típico solo lunar de SP. A suspensão absorve muito bem as irregularidades deixando o rodar bem confortável apesar do piso irregular. E apesar desse trajeto “off-road” diário não surgiram barulhos nem grilos no interior do carro.

Também já pude ir até uma cidade no Sul de Minas pela Fernão Dias onde pude testar a estabilidade do carro. Ele se comportou muito bem nas curvas constantes dessa estrada e principalmente na estrada secundária que peguei da Fernão Dias até a cidade em questão.

Foram 60 km de estrada simples, muitas vezes sem acostamento, com muitas curva fechadas em subida e em descida, bem ao mineiro. Nos pequenos trechos de reta onde se podia ultrapassar veículos mais lentos pode-se perceber que não falta força ao motor. O desempenho e estabilidade do carro tornaram esse trecho bem divertido, principalmente pelas “borboletas” atrás do volante para as trocas de marcha no modo manual.

bravo-dualogic-leitor-8 Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

Cambio Dualogic

Nunca fui fã de carros automáticos, não por falta de conhecê-los, pois tenho um amigo que sempre teve carros automáticos. Desde Santana e Diplomata até o Sentra CVT que ele tem hoje. Já dirigi todos eles e os conheço bem. Eu sempre gostei de cambiar, eu mesmo controlar as marchas do carro. Por isso sempre tive carros mecânicos. Mas com os freqüentes e cada vez maiores congestionamentos na cidade de São Paulo o pedal da embreagem tornou-se inconveniente de mais.

Foi quando eu fiz o test drive no Stilo Dualogic e adorei. Era um carro mecânico sem o pedal da embreagem e com um bônus que era trocar as marchas sem tirar as mãos do volante, pelos paddle-shift. Houve uma mudança no funcionamento do Dualogic do Stilo para o Bravo. As trocas ficaram mais suaves, você sente menos as trocas. Eu preferia como era no Stilo, as trocas pareciam rápidas.

Aliás, uso esse tipo de cambio há pelo menos 40.000 km somando o uso dos 2 carros, e não acho que ele tenha esse problema de soluçar, o que se sente é igual há um carro com embreagem trocando de marcha. Nada, além disso. É lógico que ele não é perfeito, em certas situações quando você reduz a velocidade para passar por lombadas e cruzamentos, o sistema reduz para a 1ª marcha. Nesses casos o carro poderia utilizar a 2ª marcha mais coloca a 1ª, e se você acelerar um pouco mais ele dá um tranco mesmo, igual ao tranco quando se põe 1ª marcha com o carro em pequeno movimento.

Isso foi bem amenizado no Bravo, quando diminui a velocidade em lombadas e em esquinas ele não coloca 1ª com tanta freqüência ele segura a 2ª por mais tempo, praticamente eliminando os trancos nessas situações. No geral ele funciona perfeitamente. Eu ando com ele a maior parte do tempo no modo automático, mas vira e mexe eu mudo as marchas a minha maneira pelas “aletas” atrás do volante.

Em algumas situações, como na estradinha do Sul de Minas, coloco no modo manual e faço as trocas à minha maneira sempre sem tirar as mãos do volante, tornando a condução muito mais divertida. Qual carro no segmento do Bravo proporciona você dirigir com o prazer de um mecânico, sem tirar as mãos do volante e sem o pedal da embreagem para irritar nos congestionamentos, e ainda sem o conversor de torque que rouba potencia e aumenta o consumo? O A3 que custa quase o dobro (110K no mínimo).

bravo-dualogic-leitor-9 Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

Consumo

Eu tenho anotado em planilha todos os abastecimentos de todos os carros que já tive, e marco o consumo em todos os abastecimentos. No Bravo já usei etanol e gasolina. Na cidade faço um percurso diário de +/- 34 km ida e volta para ir trabalhar. Pela manhã costumo levar uns 40 minutos (17 km), já a volta varia muito, levo de 50 minutos até 1 hora e meia dependendo do transito no dia. Nessas condições a média é de 6,5 Km/l com etanol e 8 Km/l com gasolina.

Na estrada faço com freqüência viagem ao interior de SP pela Castelo Branco e Marechal Rondon, com 3 pessoas, bagagens e ar ligado. A maior parte mantendo 120 Km/h com piloto automático ligado. Nessas condições o carro faz 11 Km/l com etanol e 13 Km/l com gasolina.

Se prestarem atenção, meu carro é mais econômico com etanol do que com gasolina. Aquela proporção de 70% não funciona com ele. Não adianta fazer aquela continha dividindo o preço do etanol pelo da gasolina e ver se dá mais ou menos que 0,70 para ver qual vale a pena.

Aliás, acho que a maioria dos motores flex não respeita essa proporção de 70% entre etanol e gasolina. Uns flex são mais econômicos com etanol e outros com gasolina. Cabe a cada um verificar com qual combustível seu carro é mais econômico e fazer as contas para saber qual combustível vale mais a pena.

bravo-dualogic-leitor-10 Carro da semana, opinião do dono: Fiat Bravo Dualogic 2010/2011

Conclusão

Pelo meu relato percebe-se que estou bem satisfeito com o carro, já que ele tem correspondido às minhas exigências e expectativas. Hoje no segmento dos hatchs médios não escolheria outro carro que não fosse o Bravo.

Sei que no 1º semestre de 2013 o mercado vai estar bem diferente com as já programadas chegadas dos novos i30 e Focus, teremos o Cruze, o Golf atualizado com o europeu deve ser importado do México, o 307 dará lugar ao 308 e o Bravo deve receber o sistema de admissão MultiAir no motor eTorq e quem sabe o cambio DDCT. Aí acho que a escolha vai ser mais difícil.

Sou leitor diário e agradeço ao Noticias Automotivas pela oportunidade de apresentar minhas impressões com o carro.

Por Marcelo Machado

  • Rick_BH

    Parabéns pela compra! Estou muito feliz com o meu (Essence mecânico)… o vacilo foi não ter pegado a versão Dualogic! Fique com receio do cambio, mas depois vi que era uma tremenda bobagem! Dois amigos compraram e estão rindo a toa com o carro Dualogic! Vejo que também foi o seu caso! Com certeza vou troca assim que puder!

    • Marcelo_Machado

      Eu já tinha um Stilo Dualogic, que comprei logo que lançaram e já tinha gostado muito, por isso não tive dúvidas em escolher o Bravo tb Dualogic.

      • BHauber

        Parabens pelo carro!

        Só não peguei um Bravo porque faltou $$ heheheh

        • Wellison

          Eu provavelmente troque o meu Stilo por um Bravo, pois o conforto da Direção Elétrica Dual Drive, o acabamento interno emborrachado, espaço interno, volante com ajuste de altura e profundidade e outros luxos só encontrei no Bravo.

  • carboss568

    Parabéns ótimo carro, ainda vou comprar o meu, oque eu mais gosto no bravo e o acabamento perfeito, compara a porta do Bravo com a do Focus, focus fica devendo muito mesmo,

    o cambio pra mim é melhor que os Automático de 4 marchas, que deixa o carro manco e gastão,quem diria neh o cambio mais odiado da internet, mostrando que é bom

    • Fredxyz

      Pelo visto muita gente mete o pau falando do tranco sem nunca ter dirigido.

      • MattTr00

        muita gente mete o pau só porque é Fiat. o cambio dualogic é bem legal, eu dirigi no Stilo, tem uma tocada bem esportiva e trocas muito rápidas, ao contrário da lerdeza dos automáticos tradicionais, que tem preguiça pra trocar a marcha hehehe

        • bandaxadibar

          Concordo plenamente…

      • GAbRieLGUIMA

        Eu meto o pau e já fiz rodei uns 100 km com um Bravo Absolute, igual a esse aí, adorei os bancos com esse detalhe vermelho meio degrade, o acabamento e o conforto.

        O que mais me chateia no Dualogic é na hora de estacionar, é preciso acelerar mais do que o normal num carro manual. Já no automatico o carro anda sozinho, só é preciso controlar o freio, bem mais pratico!

        E outra no automatico não é preciso puxar o freio de mão na subida, demorou pra Fiat trazer pro Brasil o Hil-Holder do F500.

        Um amigo comprou uma SpaceFox I-Motion e se arrpendeu, ele alega a mesma chateação que eu.

        • Marcelo_Machado

          Eu nunca puxo o freio de mão para sair em subidas, nem freio com o pé esquerdo. Tb não acelero mais que o normal para estacionar.
          Aliás, se eu quiser fico segurando o carro na subida igual a muitas pessoas fazem segurando na embreagem. Não faço isso porque não sou burro de gastar embreagem a toa.
          O Dualogic é um cambio mecanico com embreagem, só que sem o pedal. As respostas e comportamento dele é igual a um mecanico só que sem o pedal da embreagem e com a opção de usar o modo automatico, por isso gosto tanto dele.
          Alguns podem não gostar é natural, mas porque uns não gostam não quer dizer que ele seja uma porcaria.

      • Fla3D

        Isso varia de acordo com o gosto de cada um, quem gosta de cambio automatico mesmo são os que não gostam dos automatizados de uma embreagem. Já quem está acostumado com cambio manual costuma gostar desses automatizados, acho que temos que respeitar os gostos de cada um.

        • Marcelo_Machado

          Exatamente, acho que a relação é bem essa. Quem gosta e esta acostumado com o AT convencional estranha o Automatizado. Já quem gosta do mecanico ou nunca dirigiu AT convencional não vê problema algum no Automatizado.

    • rodrigorsr

      Realmente; Tenho um focus e o acabamento interno dele me dá vergonha (meu outro carro é um Polo 2006 e asseguro que o acabamento do VW é bem superior), especialmente portas e teto.

      Quanto ao câmbio automático, não tenho queixas.

      • Leandro1978

        E pensar que antes da Autolatina, a Ford era referência em acabamento ao contrário da VW…

      • GAbRieLGUIMA

        O Focus antigo era primor em acabamento… Saudades!

  • _biolog_

    "Outro item útil no transito é você poder acionar a alavanca de seta com um leve toque que ela acende o “pisca” por 5 vezes e desliga automaticamente."

    Pô, a Fiat instala itens uteis em seus carros e nem faz propaganda… Fiz um teste num Essence e não vi essa função, que acho MARAVILHOSA. Quando ando de VW (Polo e Amarok) sempre reclamo pq a Fiat não instala em seus carros.

    • Marcelo_Machado

      O problema são os vendedores que na maioria dos casos conhece pouco o carro. Qdo comprei o meu sabia mais que os vendedores que me atenderam. E olha que fui em varias ccs para pesquisar.

      • Romulo_Max

        Parabens pelo carro e pela avaliação, Marcelo!
        Eu já vinha acompanhando o que vc falava sobre o seu carro desde a Quarentena do Bravo, o seu texto trouxe mto mais curiosidades e fatos relevantes pra qm se interessa na compra do que boa parte dos posts daqueles "40dias". ;)
        Eu não sou um grande simpatizante do Bravo, por varias razões, entre elas pela demora da Fiat para começar a vender o carro por aqui. Todavia o carro tem mtas qualidades, como vc citou, acredito que se ele já fosse dotado do motor multiAir e o câmbio DDCT pelo preço atual seria a melhor opção do segmento na conjuntura atual do mercado. Tbm acredito que depois da reestilização do Punto o Bravo vai ganhar mto espaço, tendo em vista a diferenciação no design dos modelos.

        Abraço

        • Marcelo_Machado

          É mesmo Romulo_Max.
          Aquele Quarentena poderia se chamar Conta Gotas ou Vale a Pena Ver de Novo. Os raros posts eram curtos e repetitivos, todos que avaliavam o carro falavam das mesmas coisas. Mas os comentários lá eram bem divertidos e acalorados.
          Aliás, acabei me animando eu escrever aqui porque vejo que eles dão um bom espaço para isso e por sugestão do Roberto, assiduo frequentador do Quarentena que me sugeriu fazer a avaliação para o Best Car. Só que lá eles pedem a placa e o renavan do carro e ainda dão um espaço muito pequeno para escrever.
          Como me tornei leitor assíduo do NA achei legal colocar essa avaliação.

      • Leandro1978

        O pior é que as montadoras gastam milhões para desenvolver um produto. E isso pode ser jogado no ralo se o vendedor não souber o que está vendendo (muito comum).

      • _biolog_

        Nesse caso, a culpa é da Fiat, mesmo, que não coloca como "itens de série" algo tão importante. Provavelmente nem os vendedores sabiam ou sabem.

        • Marcelo_Machado

          Nesse caso não pois esse negócio de piscar a seta por 5 vezes com apenas um toque na alavanca É "item de série" em todos os Bravos. Mas eu até entendo os vendedores, pois esse carro tem muitos itens de conveniencia e que são de série, demora um pouco até decorar todos.

          • _biolog_

            Não soube me expressar bem… Item de série nos Fiat. O Bravo é a exceção. Já na VW, se Polo tem, Golf, Jetta, Passat, Amarok têm também. Só não sei quanto a linha Gol e Fox.

      • GAbRieLGUIMA

        Voce viu a "biblia" de ítens, kits, opcionais e códigos que os vendedores da Fiat tem que decorar… É assustador!

        Mas é bem verdade que muito vendedor não tá nem aí em conhecer a fundo o produto.

    • LuccasVillela

      Citroen Aircross da minha mãe tem isso também… Claro que é um carro diferente do Bravo, mas tem mais ou menos o mesmo consumo, achei interessante isso… O da minha mãe faz: 6,6km/l com etanol e 8,5 km/l com gasolina na cidade… Antes de comprar, ficamos assustados, pq os exagerados do orkut diziam que o carro faz 4km/l na cidade, devem dirigir de primeira o tempo todo.

      Gostei muito do Bravo depois dessa avaliação, será um candidato a meu futuro carro (hoje tenho um Clio Hatch 10/11).

  • Fla3D

    Bem legal a avaliação e nota-se que é um ótimo carro, nada como ler as impressões de quem usa o carro no dia a dia.

    Agora… o que é o tal parafuso anti-furto?

    E ainda bem que vc não colocou quanto pagou, é melhor nem colocar pq se não só vai dar aqueles comentários "eu compraria xxxx carro usado no lugar"… :D

    • Marcelo_Machado

      É um parafuso igual aos da roda só que a cabeça dele é diferente, tem uma forma que encaixa um adaptador com uma espécie de segredo. Só com esse adaptador que é diferente para cada jogo de 4 parafusos vc consegue encaixar a chave de roda. Vc coloca 1 parafuso desse em cada roda e ele só sai se o cara tiver o adaptador certo para esse parafuso.
      Sinceramente eu não pedi isso, mas todos os carros estavam com esse opcional, então…

      • Fla3D

        Entendi, me parece ser o mesmo que colocam nos estepes que ficam pendurados do lado de fora dos "aventureiros".

        • Marcelo_Machado

          O sistema é parecido, só que nos "aventureiros" o parafuso é maior e existe uma chave específica para apertar ou desapertar ele.
          No pneu que roda no carro ele é do mesmo tamanho dos outros e tem um adaptador com segredo que vc encaixa no parafuso e usa a própria chave de roda encaixada no adaptador para apertar ou desapertar o parafuso. Sem o adaptador a chave de roda não encaisa nele.

          • Fla3D

            Legal, mais bem explicado impossível, obrigado!

  • Bnunow

    Muito bom o seu relato sobre o carro e parabéns pela compra. Acho o Bravo um carro muito interessante e sempre o admiro quando passo por um. Na questão atendimento, a FIAT sempre foi muito atenciosa com seus clientes, me lembro do caso do Idea que já tivemos aqui em casa e como o carro ficaria por no minimo 3 dias sobre inspeção para reparar um problema de fábrica, eles nos emprestaram uma Palio Adventure enquanto ficamos sem carro, sem falar que nos atenderam super bem em todas as vezes que fomos relatar algum defeito no carro (foram poucos). Torço pela melhoria na qualidade de seus carros e um fim no Mille e na familia Fire que são os únicos que para mim queimam o filme da montadora. (A familia Palio já está com os dias contados, por isso nem cito)

  • bandaxadibar

    Tenho um Linea HLX Dualogic 2010 e não tenho nenhuma reclamação do carro. Quanto ao atendimento do pós-venda, revisões programadas, o atendimento é nota 10….com um simples telefonema me avisa da revisão e se confirmada a data, mandam um guincho plataforma para levar o carro e no final do dia um taxi me leva até a concessionária. O carro é econômico para a minha utilização dia a dia, tem um espaço excelente. Como você fêz, realizei test drive em outras marcas e preferí o linea pelo seu conforto e pelos relatos de várias pessoas referente ao baixo preço na manutenção e presteza do pós vendas. os outros modelo que realizei test drive foram Vectra, Focus, Cerato e C4 pallas…entre estes o Focus foi o que mais me atraiu, mas o preço das revisões e manutenções da ford é dar frio na barriga!!!!

  • MarlonJean

    Gostei da matéria, tem um amigo que esta comprando um Hatch agora, mas esta na duvida, ele queria pegar um Focus, porque tenho um e são só elogios, mas agora que o preço do Bravo caiu um pouco nas concessionarias pode ser uma escolha pra ele, parabéns Marcelo!

  • marcio233

    Parabéns pelo texto e pelo carro. A Fiat parece estar se ajustando ao mercado desta categoria pela aceitação do Bravo pelos clientes – pude acompanhar outro relato parecido. Falta ajustar o carro à demanda e o canibalismo interno, com alguns carros com preços sobrepostos e prpostas parecidas.

  • chicojose

    O interessante é ver que o Polo de 2002 já tinha mais da metade dessas perfumarias.

    • MattTr00

      só se era o 2002, porque o da minha namorada é 2009 e não tem nenhuma perfumaria

      • O_Corsario

        Depende da versão. O meu GT 2009/10 tem tudo isso tbm.

        • bandaxadibar

          então compara o seu GT2009/10 com o Bravo T-jet….seu polo tem ESP? bluetooth, aro 17, xenon etc…..basta comparar

          • O_Corsario

            "Mais da metade dessas perfumarias"
            Não todas… Ou seja, a seta que pisca cinco vezes sem acionar, o leaving/coming home, o bluetooth, o som com Mp3, o sensor de distância, o ABS e Airbag, roda de liga, controle de cruzeiro, etc…
            Claro que outros itens não tem, afinal está comparando um médio de 2010 com um compacto de 2002…
            O que acho que ele está chamando a atenção é como o Polo foi inovador para nosso mercado na sua época oferecendo alguns itens que, até hoje, são raridade – tanto que a própria VW cortou eles das versões mais simples.
            Fica frio cara, não estou dizendo que Bravo é igual ou pior que o Polo não… rs

  • CanalhaRS

    Quero dar meus parabéns ao Marcelo, é a melhor avaliação que li de um proprietário até hoje, aqui no NA. Diria até que sua avaliação é muito mais imparcial que a da Auto Press, que vivo criticando aqui.
    Não sou fã de fiat, mas confesso que um Bravo T-Jet mexe comigo…

    Finalmente vejo alguns carros voltando a usar forração de veludo, muito melhor que aquelas lixas que chamam de tecido e muito carro caro tem. Sei que em regiões mais quentes do país, o bicho pega, mas não tem comparação a beleza e o conforto que ele proporciona.

    A lamentar no Bravo, são essas rodas que acho horríveis (não valorizam as linhas do carro) e a excessiva altura do chão, associado a falta de algum spoiler lateral, o carro ficar parecendo um crossover. Mas no geral gostei de ver uma opinião da vida real, de alguém que usa o carro todo o dia.

    • MeekeeB

      Também gostei muito da avaliação do Marcelo, e também não gosto das avaliações do Autopress hehe

      Eu gosto muito dessas rodas, são bem diferentes dos outros modelos vendidos nos outros carros concorrentes. Nas fotos de perfil do Bravo dá pra ver o grande espaço da caixa de rodas, ele ficou alto mesmo. No mais, eu concordo com a opinião do Marcelo, acho o i30 muito sem graça e com um desenho muito irregular. Acho o Bravo uma boa opção.

    • Romulo_Max

      Eu tbm acho as avaliações da Auto Press um tanto qnt tendenciosas as vezes… Minha revolta final foi naquela avaliação do Audi A1, acredito que vc até concordou tbm, na qual o autor da matéria relatava o sucesso do A1 na Europa qnd todos já tinha lido aqui no NA que a Audi não estava emplacando mto bem.
      Fiquei mto feliz qnd o Eber anunciou que o NA agora tbm contara com o material da Auto Informe, q na minha opinião é uma das melhores que conheço nesse ramo.
      T-Jet tbm me empolga bastante, mas eu preferiria o Punto ($$$) de preferência o reestilizado, SE ele tiver versão T-Jet.

      Avaliação do Marcelo realmente está de parabens, me lembrou a avaliação do Corsário, avaliação esta que eu tbm tinha gostado bastante devido a imparcialidade como colocava os prós e contras do carro.

      • CanalhaRS

        Sim, é verdade. A avaliação dos A1 e do Sandero 2011 foram as piores pra mim.
        Você bem lembrou da avaliação do amigo Corsário, que falha a minha!!! Desculpe Corsário, a tua avaliação do Polo foi excelente também, do mesmo nível do Marcelão aí acima.

        Abraço!

    • _DaniloK

      Quanto a forração de veludo… Vai de gosto… Eu, além de achar feia, acho desconfortavel, quente, e que dá uma aparencia de 'carro velho'.
      Ultimo carro que tinha veludo que passou por aqui, foi uma Scenic 2008. Ficou 1 mes com o veludo e eu mandei instalar couro. Muito melhor. Se tiver que ser tecido, prefiro o tecido 'normal' mesmo…

  • Paulo Kuster

    Muito boa a matéria, mas se fôsse comprar um Bravo, jamais o compraria com o Câmbio Dualogic. Aliás, a Fiat deveria trocá-lo por um automático de verdade, pelo menos no Bravo, pois o Dualogic ( e todos os outros das outras marcas) parece mais uma gambiarra, desvalorizando o Bravo. Gosto mais da traseira que da frente, acho a frente muito convencional, muito “Punto”, deveria ser mais agressiva.

  • O Bravo é muito bonito mesmo! Mas como beleza não é tudo, acho que eu ficaria com i30 ou Focus…

    • Galvão

      Eu prefiro o Bravo…
      Acho que em relação á esses três,o Design,e o acabamento requintado é sem dúvida do Bravo…
      Acho Focus e i30 meio "cansados"(visualmente)

      • bandaxadibar

        Focus e i30 desatualizados no design.

        • Galvão

          Foi isso que eu disse…
          "Acho Focus e i30 meio "cansados"(visualmente)"

        • Fla3D

          Os 3 são da mesma época, só o focus teve mudança agora na europa e a fiat que demorou uma eternidade pra trazer o bravo. Dos 3 eu acho o i30 o mais sem graça, já o focus e o bravo pra mim são dois belos carros.

    • danielrava

      O Bravo na cor branca é a coisa mais linda…..

      • tiards

        Focus e i30 desatualizados? kkkkkkkkkkkkkkkk

        Você acha que o Bravo é de quando? depois de anos que esse carro chega ao brasil, e Focus que é desatualizado!!!! piada de fieteiro! rsrsrs

  • RBuriti

    Pai pensou nesse carro, esse relato tirou muitas dúvidas

  • GarfieldMix

    "Cheguei em casa e quando fui sair mais tarde com minha esposa e sogra, a porta traseira direita não abriu por fora, nem por dentro. Minha sogra não conseguiu entrar. Logo pensei, esse carro é esperto…"
    aueheuaeheuahaeuhae

    • Marcelo_Machado

      Na hora eu até achei que o carro viesse com algum dispositivo tipo "Sogra Detector Tabajara"…… Mas era a fechadura que estava com defeito mesmo. rsrsrsrsrs

      • O_Corsario

        Nesse caso valia mais a pena pedir para "trancarem" as duas, assim a sogra não vai mesmo! rs

  • brunocortes06

    Olha, pelo conjunto da obra eu sou bem mais o i30, esse negócio de peças ai não tem nada a ve, é o carro mais vendido do segmento, com mais recursos.
    Esse banco ai da Fiat broxa qlq um.
    Mas que bom que está feliz com sua escolha.

    • Leandro1978

      O "negócio de peças" não tem nada a ver até você precisar de determinada peça e não ter disponível, né? E ter que ficar com o carro parado por meses até chegar. O i30 é excelente (vide o teste de 60.000km da QR), mas disponibilidade de peças é muito importante.

      • brunocortes06

        Mas e quem disse q não tem peça??? de onde vcs tiraram isso?

        • Leandro1978

          Há vários relatos de falta de peças de carros importados. Já li em uma revista que uma dona de um Tucson ficou 5 (!) meses com o carro parado esperando peças de reposição.

          • ingale

            ja existem importadoras de peças independentes especializadas nas montadoras coreanas , só faltam peças p/ quem não se informa!!!

            • Fla3D

              E a garantia como fica?

    • GuilhermeD.

      Esse banco da Fiat é animal!!

      A foto não valorizou muito, mas é um banco muito confortável e muito bom de se sentar!!!

      O toque do veludo deixa muitos bancos de couro pra trás…

  • BlueGopher

    Ótima avaliação, cobriu bem todos os pontos de interesse. Parabéns.
    Muito bem lembrado que a maioria dos motores flex não respeita a proporção de 70% entre etanol e gasolina.
    Cada montadora otimiza seu motor para um tipo de combustível.
    Estes 70% é como aquela velha idéia que amortecedores devem ser trocados aos 30.000km. É só uma simples referência.

    • Marcelo_Machado

      Como já usei os 2 combustíveis com ele notei que essa diferença de 70% não bate, agora eu vejo qual vale a pena pelo custo do Km rodado para o meu carro de acordo com o que ele gasta com cada combustível.
      Hj com o etanol a 1,799 o custo do Km é 0,27, com gasolina a 2,699 o custo do Km é 0,33, então vou de Etanol até o custo empatar.
      Só para se ter uma idéia, para a gasolina valer a pena no meu caso, com o etano a 1,799, a gasolina tinha que custar 2,169. Aí o custo do Km rodado seria de 0,27 para os 2.

  • Sobre Nada

    Vou querer o meu com a "Tra Anti-Sogra" também.

  • brunocortes06

    Ta de brincadeira falar que este carro é melhor que i30 e que nem cogitou olhar o i30, se não foi olhar é pq já estava decidido pelo bravo…. se tivesse ido olhar o i30 com ctza nao ficaria com este bravo ai não.

    • Marcelo_Machado

      Eu fui olhar, vi ele e todos os outros no Salão do Automóvel, mas como disse eu meu relato o i30 nunca me agradou. É questão de gosto. Imagina o que seria do verde se todos só gostassem do vermelho…….

    • _DaniloK

      i30 é feio. Ponto. Vende bem pq o Brasileiro se impressiona com itens de série (nem são tantos assim), rodas 17", e motor 2.0, por preço de Focus 1.6.

      Sou fã de Fiat, acho o Bravo lindo, mas creio (creio, pq ainda não dirigi e não posso falar com convicção do que não conheço), que falta motor. Ele tem em média, 10 a 20 cavalos a menos que a concorrencia, porém com peso semelhante. Pode ser que isso não faça diferença, como pode fazer muita diferença.

      Hj em dia, entre os Hatchs médios, eu levaria um Focus 2.0. Apesar de o acabamento estar muito pouco abaixo da média, o motor 2.0 é bom demais, a dirigibilidade então, é brincadeira! Mas o fator mais importante pra mim, é a célula de sobrevivência, feita em parceria com a Volvo, ou seja, o carro é muito seguro! Ja vi inumeras fotos de acidentes com o carro, e aparentemente a cabine sofre menos deformação do que o meu Azera, em acidentes semelhantes..

  • nedmaj

    Ótimo texto. Obrigado pelas informações Marcelo. Também acho o Tiida muito feito. E o i30, também, não se pode dizer que é um carro bonito. Abraço e boa sorte com o novo carro.

  • UaDaFak

    É um bom carro… mas não seria nunca a minha opção nos hatches médios… Enquanto a FIAT não colocar um câmbio decente nesse carro ele vai continuar sendo um mico….
    Comparar um câmbio automático com um dualogic é triste…

    • carboss568

      Mico??? o carro esta vendendo 1000/mês até passou o Golfsssauro, eu prefiro o duallogic a esses cambio velho 4 marchas manco

      • GuilhermeD.

        Eu também sou muito mais um dualogic 5 marchas do que os automáticos de 4 marchas…

        É desanimador andar em um automático de 4 marchas…

        • UaDaFak

          Nunca deve ter tido um automático de verdade pra dizer isso… um Dualogic precisa comer muuuuuuito feijão ainda pra poder chegar aos pés de uma caixa automática… Uma caixa automática atual, mesmo com 4 marchas, rende muito mais que um Dualogic de 5 justamente por ter um conversor de torque…

          • GuilhermeD.

            Tenho um 2.0 automático 4 marchas ano 2011.

            O seu automático também é 4 marchas? ou já é mais?

            • UaDaFak

              Golf GTI 180 cv 5 marchas Tiptronic…

              • GuilhermeD.

                Aí sim, um automático 5 marchas já faz toda a diferença.

                Mas continuo com a minha opinião de que um automático 4 marchas é desanimador!!!!!

                • UaDaFak

                  Em casa temos uma Fielder automática (4 marchas)… ainda assim continuo achando que a caixa automática é melhor que essa dualogic…

                  • Marcelo_Machado

                    Depende do que vc espera.
                    Se vc predente dirigir com o prazer de um mecanico, mas sem o pedal da embreagem para incomodar nos cada vez mais frequentes e longos congestionamentos, o Dualogic é muito melhor do que os conversores de torque de 4 marchas que muitas vezes nem troca seguencial tem e no máximo servem para vc segurar o carro em descidas de serra.
                    Agora se é só pro carro te levar e fazer todo trabalho por vc não vejo gdes diferenças entre o Dualogic e os conversores de torque de 4 marchas, vai do gosto e principalmente costume de cada um.

  • E. Ferreira

    Gostei de ver a avaliação do câmbio dualogic. Tinha dúvidas quanto à sensação do uso desse câmbio no dia-a-dia.
    Parece bem acertado
    Agora me pergunto, qual câmbio automatizado tem o melhor acerto, o dualogic ou o i-motion?
    Nunca dirigi nem um, nem outro.

    • _DaniloK

      Só dirigi o i-motion, num Fox, e achei bem legal. Os trancos são bem fracos, não é um cambio automatico, claro, mas achei bem interessante.

  • Feelipe Gimenes

    Mandou bem na avaliação!

  • Rox_

    Bravo é o mais bonito entre os médios e tbm seria minha opção se eu tivesse grana pra isso.
    Meu Palio tbm anda mais no álcool e não segue a proporção de 70%.
    ''Minha sogra não conseguiu entrar. Logo pensei, esse carro é esperto…" Vc owno aqui asuhsusahsu.

  • Fernando_S

    ótima avaliação!
    mas comparar o bravo com o a3 é sacanagem,o a3 tem um câmbio de dupla embreagem.Não gosto do câmbio automatizado,não compraria o bravo devido a este fato.Tive a oportunidade de dirigir uma spacefox com câmbio automatizado e fiquei perplexo de ver o quanto esse câmbio é ruim.

    • Marcelo_Machado

      Não comparei o Bravo com o A3 pois tb não acho que de para comparar. Sou fã do conjunto motor tsi/cambio s-tronic do A3. Só falei qyue nesse segmento outro carro que tem esse sistema de troca no volante é o A3, mas que custa o dobro dos outros.

      • O_Corsario

        Não é no volante, mas o câmbio automático do Golf / Jetta é sensacional também, permitindo um automático imperceptível, um "sport" divertido ou trocas manuais mesmo. Pena que faltou atenção da VWB ao Golf…

        • Marcelo_Machado

          Com certeza o Tiptronic é um excelente cambio e nesse Novo Jetta 2.0 aspirado ele tem as trocas no volante, mas é sedã e não hatch. E como vc falou o Golf "brasileiro" não tem as trocas no volante e está abandonado pela VW.
          Eu estava comparando a condição das trocas manuais e no volante do Bravo com Focus/i30/C4 e os outros hatchs médios que tem cambio com conversor e 4 marchas.

          • Leandro1978

            Como o Golf está abandonado? Vai sair a "geração" 4,75, não viu o cronograma de lançamentos da marca?…rs… Brincadeira à parte, como é a saída (farol, esquina, etc) do Dualogic? Pergunto, pois já dirigi uma Meriva Easytronic e a achei meio lenta nas saídas. Isso também ocorre com o Bravo? Outra pergunta, e essa parte bordô nos bancos, destoa do conjunto, achou de bom gosto? No mais, excelente avaliação.

            • Marcelo_Machado

              Oi Leandro, eu não acho ele lerdo na saída, se vc quer sair mais rápido é só pisar mais forte que ele sai rápido. Não tenho como comparar com o mecanico, mas se o Dual for mais lento é pouca coisa.
              O Stilo tinha as trocas mais rápidas, a Fiat suavisou as trocas nos Dual do E-Torque. Se vc quer dirigir com diversão o ideal é colocar no modo manual que as trocas são mais rápidas que no modo automatico.
              Na Idea da minha esposa que é Dual e 1.8 ETorque tb as saídas são mais lentas apesar do peso dos 2 serem iguais.
              Qto ao banco eu não achei o bordô feio, mas concordo que é controverso. Os bancos são bem agradáveis e confortáveis, mas juntam cisco e fiapos da roupa facilmente, como eu não encano com isso tudo bem, mas quem gosta de tudo impecável sem um cisquinho é melhor colocar couro.

    • _DaniloK

      Eu acho o Tiida bonito. Muito bonito. Não é moderno, mas é limpo, sem exageros, como a frente do Golf. Gosto é gosto, pra mim, beleza não acaba com custo X beneficio. Eu achava o Corolla lindo, mas levei pra casa um Azera (que muuita gente acha 'antiquado) pelo custo x beneficio. Aí vai da avaliação de cada um. Pra mim 250cv, 10 air-bags, EBD, ESP, 5 marchas e mais espaço, prvaleceram sobre o design mais moderno do Corolla. Mas se ve Corolla Altis aos montes por ai.

  • asilvaguiar

    na hora que eu li "O Tiida pra mim é muito feio e a beleza do carro faz parte do benefício, então isso joga por terra essa história de custo/benefício do Nissan.", balancei a cabeça como forma de negação, você não gosta do design do to tiida, ele pode ser feio para você, tem gente que gosta, mesmo assim não acaba com seu custo beneficio.

    • tiards

      Eu ja acho o Tiida mais bonito que esse Puntão, sem contar que por uns 55 mil você pega um completão, teto e com CAMBIO CVT!

      • asilvaguiar

        55k com teto e cvt, o bravo sai 56k basico, mesmos equipamentos não sai por menos 60k.

        • bandaxadibar

          Vou de Bravo…Tiida não emplacou

          • asilvaguiar

            eu iria de um carro que me de prazer ao dirigir, so depois de alguns testes drives.

      • carboss568

        realmente gosto não se discute mesmo rsrsrs

      • Vitor_Augusto

        Tiida não tem CVT. Tem AT normal de 4 marchas.

    • Marcelo_Machado

      Gosto é uma questão bem pessoal e eu respeito muito isso, por isso coloquei que pra mim o Tiida é muito feio. Eu gostar do desing do carro pra mim é importante pois vou vê-lo todos os dias e pra mim ele ser feio de doer acaba com o tal custo/benefício.
      Mas respeito quem acha o contrário. Dos carros da Nissan eu gosto bastante do Sentra e muita gente acha ele feio. Se tivesse atrás de um sedã o Sentra seria uma das opções pois gosto do design dele.

      • asilvaguiar

        ele não e lindo, mas o custo beneficio esta relacionado com equipamento e preço, e questão de gosto mesmo acho a traseira do bravo esquisita já o tiida tem desenho antigo.

        • Marcelo_Machado

          Pra mim custo/beneficio tb esta relacionado com a beleza do carro, além dos equipamentos e preço. Mas cada um sabe o que compõe seus beneficios diante dos custos.

          • asilvaguiar

            o importante e que você esta feliz com sua escolha.

      • bandaxadibar

        Sentra sedã tem a traseira mais feia da atualidade….pior até que o 307 sedã

        • asilvaguiar

          so existe sentra sedan, traseira do 307 e feia mesmo.

    • scar_old

      Outro dia eu ia escrever sobre isso de achar bonito/feio, gostar/não gostar. Diz o dito, muito bem, "gosto e bunda cada um tem o seu". As pessoas, de modo geral, gostam de escrever que gostam disso ou daquilo, que acham bonito isso ou aquilo. O gosto é seu então não precisa propalar aos 4 ventos, pois esses mesmos não propalam aos 4 ventos que sua bunda é bonita/feia e que gosta dela ou não.

      • asilvaguiar

        exato da mesma forma que tem homem que namora com mulher muito feia e acha a mais bonita do mundo, cada um tem seu gosto, musica e o pior que conheco pessoas que gostam de rock e não gostam de falar com pessoas que gostam de sertanejo.

  • Boblop61

    Parabéns Marcelo, ótima matéria. Concordo com Vc quanto aos trancos dos automatizados, não sei se foi sorte, mas experimentes um Polo, Voyage, Stilo e Línea e não senti tranco algum em nenhum deles e tive vários carros automáticos. Existe diferença, mas tranco não posso mencionar. O Bravo ainda não foi descoberto e acredito, hoje, ser o melhor carro da Fiat aqui no Brasil, assim como o único que compraria da marca. Abraço a todos.

  • Educhs

    Quanto eles desvalorizaram o Stilo em relação ao preço da fipe? Pra você ter conseguido o preço de tabela tem que ter uma desvalorização aí. Acho a Fiat meio ruim de negócio.

    • Marcelo_Machado

      Eu não vi o preço da Fipe na época. Mas em relação ao que era vendido nas lojas e anuncios do WebMotors desvalorizaram uns 4 a 5 mil.
      Visitei varias ccs e entre a menor e a maior avaliação deu 5 mil. Nessa ccs que comprei ofereceram inicialmente menos do que pagaram, mas como tinha essa avaliação maior feita em outra ccs, depois de muita conversa eles chegaram no mesmo valor.

  • maiamachadoch

    ótimo carro, pra mim é a primeira opção no segmento, seguido de perto pelo Focus

  • eduardo866

    "Qual carro no segmento do Bravo proporciona você dirigir com o prazer de um mecânico, sem tirar as mãos do volante e sem o pedal da embreagem para irritar nos congestionamentos, e ainda sem o conversor de torque que rouba potencia e aumenta o consumo? O A3 que custa quase o dobro (110K no mínimo)"

    Golf Sportline 2.0 tiptronic tbm faz as trocas através dos shift paddles.. não tem conversor de torque. Mas o golf só vai valer a pena quando vier o europeu

    • Marcelo_Machado

      O cambio do Golf é automatico com conversor de torque. Igual ao do Novo Jetta confortline, 2.0 aspirado e cambio tiptronic.

      • eduardo866

        Oo

        Então peguei a info errada -.-

        Pensei que não tinha conversor de torque, mas então seriam só os automatizados da VW que não tem o tal conversor (gol, fox e cia)

        • lndnfsu2

          exato, os carros com i-motion (que usa o mesmo sistema do Dualogic) e os manuais nao tem conversor de torque

    • UaDaFak

      NENHUM Golf nacional tem padle shift!!

      e TODO câmbio automático TEM conversor de torque!!

      • Miguel Osterroht

        Verdade, só os automatizados que não tem.

        Achei engraçado ele preferir esse automatizado automático "de verdade", hoje em dia os melhores cambio são os automatizados, mas de dupla embreagem, de marcas premium, como o PDK, ou DSG, etc. Os automáticos "sanduichados" e os populares com um automatizado simples, pensei que fossem os piores….mas….

        • Marcelo_Machado

          Eu disse que prefiro o Automatizado do Bravo aos automaticos convencionais de 4 marchas que temos aqui. É lógico que um Tiptronic de 6 marchas e os de dupla embreagem são melhores, mas no segmento dos hatchs médios os únicos que tem um desses cambios é o Golf que esta muito desatualizado no resto e o A3 que é o dobro do valor do Bravo.

          • Miguel Osterroht

            Na verdade só achei estranho, pois vejo todo mundo metendo o pau nesse cambio, mas acho que nem conhecem direito. Se é seu segundo carro com esse cambio, e voce ainda gosta de um manual, deve sim ser bom.

          • UaDaFak

            Exatamente… Eu já tive um Golf GTI 180cv Tiptronic… te dou toda certeza que é muito melhor que esse automatizado… sem querer desvalorizar seu carro… mas hoje eu não optaria por esse câmbio (excluindo claro os DSG, PDK e etc), ou optaria por um automático de verdade ou um manual…

  • Parabéns Marcelo, muito bacana e completa sua avaliação do Bravo.
    Sinceramente são descrições assim que fazem cair por terras muitos mitos, no caso sobre o Bravo. A Fiat está perdendo uma grande chance com o Bravo, é só investir em marketing e fazer preços "menos exorbitantes" que vai vender bem.
    ''Minha sogra não conseguiu entrar. Logo pensei, esse carro é esperto…'' ri alto quando li isso hehehe
    Abraços e parabéns ao NA, por abrir esse espaço.

  • Guirc

    Parabéns pelo carro Marcelo, também possuo um Bravo, porém mecanico, peguei o Azul mazerati e é muito bonito… Concordo plenamente com você sobre o volante esconder o velocimetro… principalmente quando quer reduzir para passar em radares… quanto ao resto o unico problema que o meu tem que ainda tenho que levar a concessionária para resolver é porque quando aperto o controle para baixar todos o vidros ele abaixa mas se não abro a porta ou nem ligo o carro ele arma o alarme novamente mas não sobe os vidros….

    • Marcelo_Machado

      Todo alarme é assim hj em dia. Eles tem uma função Auto Lock, que se vc desligar o alarme e não abrir a porta ele rearma, liga o alarme de novo. Isso é para evitar que ele seja desligado acidentalmente e o carro fique aberto. Como ele tem a função de subir os vidros qdo liga o alarme ele sobe os vidros.
      Tente fazer o seguinte. Destrave o alarme e enquanto os vidros estiverem descendo aperte o controle para travar as portas. Comigo funciona, os vidros continuam descendo até o fim e o carro fica travado e alarme ligado com os vidros abaixados.
      Vc conhece a função Safe Lock dele?
      Esse Azul Maserati é show de bola mesmo. Vc se deu bem, pois agora essa cor é exclusiva do T-Jet. Não vendem mais pro Essence e Absolute.

      • Guirc

        Marcelo, utilizo o botão safe lock somente para destravar o bocal do tanque de combustivel..falando nisso, quando sai da concessionária e fui abastecer apanhei para achar como abria….. outra coisa, estava usando este botão para abrir a porta também…depois de quase dois meses com o carro que entendi que para destravar a porta para alguém entrar é só puxar um pouco o puxador … pelo seu post percebo que o botão safe lock serve também para travar as portas internamente…legal… outra coisa, outro dia também achei uma gaveta embaixo do banco do passageiro…. muito útil…Abraços e agradeço o post..

        • Marcelo_Machado

          Pelo jeito a Fiat não aprende a apresentar um carro mesmo.
          O botão do Safe Lock não é o que fica no painel, aquele é só para travar e destravar as portas e o bocal do tanque, que só abre com as portas destravadas.
          O Safe Lock é um dispositivo de segurança que impede que as portas sejam abertas por dentro, dão mais segurança com o carro estacionado. Vc aciona o Safe Lock apertando o botão de travar as portas na chave 2 vezes seguidas. As luzes dos piscas acendem 3 vezes ao inves de uma e vc ouve um barulho de trava. Só tome cuidado, se vc acionar o Safe Lock com gente dentro do carrro ela não vai conseguir a brir as portas e sair, só se ela quebrar os vidros ou vc destravar pelo controle.

          • Guirc

            BRIGADÃO Marcelo… Não sabia mesmo… isso que dá não ler manual…..deu certo… Já testei!!!

            • Marcelo_Machado

              Que é isso, não foi nada. Ler o manual ajuda, mas o pessoal que faz a entrega do carro na concessionária deveria explicar todo o funcionamento do carro. Deveria, mas como falei mais acima, a maioria nas ccs não conhecem direito o carro que vendem e entregam.
              Quer ver outra. Seu carro não deve ter o teto solar que nem o meu. Os carros com teto solar tem ajuste de altura do banco do passageiro tb e por isso não tem a gavetinha em baixo do banco.

  • FSaccon

    No momento, não tenho dinheiro para tanto. Mas o que me faria ponderar para o lado do Bravo frente a i30, Focus, são as cores oferecidas para o carro. Embora aina ache que são poucas, e na maioria tons de cinza, um Bravo vermelho ou amarelho deve ficar muito lindo. Digo isso pelo fato dos Stilos e Puntos existentes nestas cores serem demais.

  • rhoperl

    Fiquei com uma dúvida quanto: "Outra coisa útil em ruas mais escuras é a lanterna de estacionamento, que você pode deixar acesa com o carro desligado somente do lado da rua, deixando o carro mais visível quando estacionado. "

    O que seria essa lanterna de estacionamento? Desconheço.

    Quanto ao Bravo, acho um carro legal, mas meio caro pelo que oferece. Acho que deveria começar em 50 mil na Essence, igual o Stilo, e uns 60 mil na Absolute, mas com alguns opcionais como bancos de couro de série. Uma versão Sporting, com teto-solar de série também seria bacana, desde que a Fiat apostasse no bom c x b para diferenciar dos rivais. O cambio dualogic também acho que não substitui um automatico, algo que a Fiat despreza.

    E essas rodas, nos carros fabricados em 2011 as rodas não tem esse acabamento preto né? Particularmente, achei que combinou mais. O Bom do Bravo é que vai demorar pra sair de linha, algo que como o autor citou Astra, Vectra GT, Golf, 307 já estão fazendo hora extra aqui…

    • Marcelo_Machado

      Os fabricados em 2010 tem esse acabamento preto, já os fabricados a roda é toda prata e foi criado um opcional com essa roda preta + saias laterais + spoiler traseiro iguais ao do T-Jet.

      Nos Fiats ao desligar o carro todas as luzes ficam apagadas, inclusive as lanternas, mesmo que no controle elas estejam na posição ligada. No Bravo e no Stilo tb, existe um botão que aciona as lanternas de uma forma mais economica, que gasta menos bateria e pela alavanca de seta vc pode deixar só o lado direito ou só o lado esquerdo aceso.
      Eu mandei uma foto com ele assim, mas eles não colocaram.

    • _DaniloK

      rhoperl, essa lanterna de estacionamento é um recurso muito usado na Europa, e está chegando no Brasil.

      Quando vc para o carro na rua escura, a lanterna (dianteira e traseira) fica acesa do lado da rua (onde passam os carros). Isso aumenta a visibilidade do seu carro para quem está dirigindo. Os VW importados e o Golf (Polo não tenho certeza) já são equipados com esse sistema a um bom tempo.

      • Marcelo_Machado

        Isso mesmo, não é novidade como vc falou. A diferença de deixar a lanterna comum acesa é que o painel fica aceso na lanterna comum, e os dois lados ficam acesos. Nesse recurso o painel não fica aceso e ele usa muito pouco a bateria sem vc correr o risco de ter que pegar o carro sem bateria qdo voltar.

  • Valter000

    Parabéns pelo post. Estou precisando trocar de carro, mas hoje os hatchs médios estão um pouco distante de mim. Sempre torci o nariz para os carros da Fiat, mas o Punto e o Bravo começaram a mudar minha opinião.

  • MattTr00

    Ótima avaliação! Texto bem escrito, tudo bem explicado e detonando vários mitos sobre o Bravo. Já pensei em fazer uma avaliação do meu Linea T-Jet, mas não vou mais fazer porque as pessoas vão achar que estou mentindo quando digo que o carro é tudo de bom, confortável, anda muito e econômico, sem falar que as peças de reposição são bastante baratas. Já chega aquela vez que um cara alugou um Linea só pra falar mal, ficou criticando o barulho que o motor fazia de manhã, mas o esperto não sabia que era o tanquinho querendo injetar gasolina pra ligar, e não tinha gasolina no tanquinho.

    • carboss568

      Cara nada ver, faz uma avaliação do seu linea, estou na espera

    • Kenny_

      Mas justamente por isso que seria bom você fazer uma avaliação, para acabar com os mitos que cercam o carro. Todo carro, por mais malhado que seja, tem suas vantagens mas se ninguem aponta elas só ficam as opiniões ruins em evidencia.

    • Marcelo_Machado

      Tb acho que vc deveria fazer sua avaliação e mandá-la para o NA. A maioria fala dos carros sem conhecer e vc colocando sua opnião é que vemos a real condição de cada carro.
      Eu mesmo já tô curioso para ver sua opnião, ainda mais por ser o T-Jet.
      Uma delas é se o seguro é muito mais caro que de um Linea Absolute por exemplo.

    • O_Corsario

      Manda sim. Tenho um Polo, um carro muito hostilizado, e tinha o mesmo medo de ser linchado… rs
      Mas vale a pena, se vc for mesmo imparcial e tal é muito legal!
      Abraços!

    • _DaniloK

      Faz a avaliação sim! Além de muita gente desconhecer do próprio Linea, a versão T-JET, mais ainda! Tenho curiosidade de saber como funciona esse motor turbo, e o que acha do carro! Sempre curti o Linea..

    • Fla3D

      Mas o tjet é tudo de bom mesmo, o antigo motor 1.9 é que deixava um pouco a desejar, não é a toa que a fiat parou de fabrica-lo.

      Então eu também faço coro para que vc faça uma avaliação do seu linea.

  • O_Corsario

    LEgal a avaliação! Embora esteja a pouco tempo com o carro, já rodou bastante, e deu pra ver que prestou atenção! rs
    Concordo, acho que o Bravo é um médio bem interessante, nesse ponto concordo com vc, ficaria entre ele e o Focus, pois o i30 não é minha cara.
    Só um detalhe, são propostas diferentes, mas o câmbio automático do Golf / Jetta de 6 marchas permite trocas manuais, e é um excelente câmbio. Neste ponto vou ter que discordar! rs O problema é que, apesar do excelente câmbio, o golf não tem praticamente mais nenhum atrativo…
    Bela avaliação, e curta o carro!

    • Marcelo_Machado

      Cada viagem que faço ao interior são 920 Km ida e volta só de estrada. Já fui umas 5 ou 6 vezes pra lá, ou seja 5 a 6 mil Km só na estrada. Na cidade não rodo tanto assim.
      Concordo com vc o Tiptronic é um excelente cambio, mas como vc disse em outro comentário o "nosso" Golf esta meio abandonado pela VW, o Jetta é sedã. Eu comparei o Dual do Bravo com os conversores de torque de 4 marchas dos outros hatchs. Nesse caso eu prefiro sem dúvidas o Dual com as trocas no volante do Bravo.

  • mikaelbrian

    kra vc tenq pensar q carro nv dificilmente da trabalho e é lento, ao passar do tempo ele vai ficando + cansado o motor ñ será aqle de antes, as trocas será mais lentas ou terá + trancos ai vc vai voltar e reler aqui e pensar como esse carro era bom e agora tá fraco, gastão, tipico FIAT kra dica ñ deixe esse carro passar de 85mil km pq vc vai ter uma surpresa e se passar e chegar aos 120mil km pode começar a caçar um lugar de retifica q concerteza ja estara na hora há muito tempo

    • Marco_Aurelio

      Caro colega, durante os últimos 15 anos tive 5 carros da Fiat: Palio Weekend 1.6 16V 1998; Marea Weekend 2.4 20 V, Siena 1.8 8v 2003 e 2 caros da minha firma (um palio 2001 e um Mille 2003). Nenhum deles deu algum tipo de problema, mesmo tendo passado dos 185 Mil km com TODOS. Hj, continuo com o Siena 1.8, que conta com 83 Mil km e com o Mille 2003, que já conta com 254 Mil km e funcionando em perfeita normalidade. Na Fiat como em qualquer outra montadora, atenção aos prazos na troca de óleo é fundamental meu chapa. Agora se vc não tem cuidado com os seus, só lamento…

      • _DaniloK

        Tenho um Palio 2007 na minha empresa. Tem atualmente 86.500km, e eu ja praticamente refiz. Só eu uso o carro, sigo rigorosamente os prazos de manutenção. O carro é frágil mesmo. Tive um Fiesta que rodou 185.000km e acho que não gastei o mesmo de manutenção do que o que gastei com o Palio. Talvez seja sorte.

        De qualquer forma, continuo fã da Fiat, e acho que faltam carros no segmento Premium.

      • mikaelbrian

        ñ kra meu pai teve 5 fiats tbm palio 1°geração 96, tempra 98/99 brava 01/02 stilo 07, punto 07 os problemas começaram no brava e estão até hj com 145mil km rodados o stilo ta beirando 90mil e ele ja fala comigo qja ta na hora de trocar pq ja ta ficando ruim o punto ta com 26mil km mas esse nem se fala pq ele so fica parado aqui

    • _biolog_

      Dificil de ler… Mas sobre Fiat durar 80 mil km, bem, tem mais 147 que Gol BX rodando por aí…

  • Tiago_Beneditto

    Parabéns pela avaliação, e foi uma excelente escolha, eu também ficaria em duvida entre Focus, I 30 e
    Bravo. Eu tive um Stilo 1.8 16 V câmbio mecânico e era nota dez. No Bravo eu compraria esse Absolute com
    Teto Solar e banco de couro, só ficaria em duvida entre o manual e o Dual logic. Você aprovou o Câmbio Dualogic?

    • Marcelo_Machado

      Tanto aprovei que tinha um Stilo Dualogic e qdo troquei pelo Bravo nem pensei em pegar o mecanico, peguei o Dualogic.

  • LRDS2004

    Parabéns pelo carro !
    Hoje possuo um Linea Absolute, mas o Bravo está na minha lista de possíbilidades para o ano que vem (2013) quando eu for trocá-lo.
    Só que se eu fosse você, compraria com os air-bags laterais e bancos de couro. Minha cor preferida no Bravo é o azul metálico. Enjoei de carros prata, apesar de ser mais fácil de manter.

  • Dolggan

    Parabéns pela avaliação!
    Uma das melhores que vi aqui no NA.

  • brunocfreitas

    parabéns marcelo por sua compra e seu depoimento, é muito util pra quem almeja comprar um carro desse saber a opinião de outras pessoas.

  • camelobabao

    se voçês vissem um carro dualogic sendo tirado a caixa pra trocar a embreagem, rapidinho voçês iam querer um automatico

  • Gabriel_Nint

    Parabéns pelo carro, acho ele muito bonito. Se eu fosse comprar um hatch médio hoje ficaria entre ele e o i30.

    Nesse seu carro ai só falta uma coisa: bancos de couro. Em carros mais caros eles são uma coisa maravilhosa na minha opinião. São mais limpos, mais bonitos, melhores em quase tudo. E hoje em dia não são tão caros.

    Mas uma coisa eu não entendo na FIAT, porque diabos insistir no cambio automatizado. Podem falar o que quiser, mas são muito desconfortáveis. Na minha opinião, não vale todo o investimento num cambio desses. Até o Sandero tem um cambio automático.

    • _DaniloK

      Um cambio AT de 4 marchas. Caixa antiga vai dar problema a partir dos 50.000km. A Renault está cagando em manter esse cambio em produção. Assim como a Peugeot e a Citroen, todas usam o mesmo e velho cambio problematico e impreciso de 4 marchas.

      Posso falar, pois meu padrasto tem um Megane AT com esse cambio. 52.000km, guinchado 2 vzs ja com problema. Se contar os trancos que ele dá para engatar a primeira e a ré.

  • Marco_Aurelio

    Parabéns Marcelo pela avaliação. Concordo com vc que pelo preço que se paga, "beleza" também tem que fazer parte do pacote, pois conviver um tempão com uma coisa horrível do estilo do Agile (por exemplo), ninguém merece. Se pelo menos fosse muito bom… Já conheci o Bravo em uma concessionária e achei tudo de bom!!!

  • fjmeskta

    Realmente acho um carro bacana, bem completo a pesar de se for colocar todos os opcionais fica muito caro, perto dos 90 mil um absurdo, e o que nao me agrada é o farol traseiro. Fora isso acho ele muito legal.

  • Alesr50

    Eu acho o Bravo um carro muito bonito!! Sonho de consumo é ter um com seu teto solar…mas o preço sobe, hehehe

    Muito boa a Avaliação gostei também dos dados do consumo

  • Duílio_Ferrari

    Realmente, pq a avaliação do Bravo apresentada aqui no NA pela Autopress já não me convence mais… Aliás, as avaliações da Autopress já não são convincentes pra mim…

  • higojoseph

    essa cor é feia,só isso

  • MuriloSoares

    I30 é carro da moda…não colocaria meu dinheiro em um carro importado, coreano…moda não quer dizer que seja o melhor, o I30 vende pelo preço e por ser importado, mas está longe de ser o melhor.

    • worldliner

      Bom saber que existem mais pessoas que não acham o i30 tudo isso que falam! eu iria de focus, bravo e c4 antes de tiida, não acho ele bonito e não sei porque vende tanto!
      Parabéns pela compra, belo carro! essa história de que fiat não presta já ficou pra trás a tempo.

      • tiards

        O i30 tem um custo beneficio de fazer inveja a concorrência, completão se acha por menos de 55 mil, por isso que vende, enquanto traz o que a concorrência faz em pacotes, vai continuar dando taca, sem contar que é bonito rsrs

    • ingale

      Eu ja tive um i30 e o carro é realmente muito bom!!

  • benelaux

    A avaliação foi boa.
    Mas é um pouco tendenciosa, tendo em vista que ele deu poucas chances a carros de outras marcas e ainda estava cego pelo carro já antes da compra.

    • _biolog_

      Se estava "cego" pelo carro antes da compra, não seria totalmente tendenciosa?

      Bem, cego por que? Ele inclusive experimentou o Focus antes. Se tivesse cego, nem teria experimentado outro carro.

  • Raul_Rodrigues

    Parabéns pela compra aqui em casa temos um Ford Focus manual, e estamos adquirindo um Idea Dualogic italia, que também está aprovado , o Cambio só faz "trancos" em grandes reduzidas , mas não é assim brusco como dizem, muito bom!

    Parabéns pelo carro e o ótimo texto bem informativo!

    abraço

  • Carlosr2011

    O Bravo é um carro honesto. Achei um pouco caro no lançamento.
    Não compraria o i30: está mudando a lata em breve, não acho bonito (tirando as rodas), manutenção caríssima.
    Ficaria entre o Bravo e o Focus.

  • BrunoMulsane

    O bravo é um carro bonito, mas sem personalidade. Confunde-se facilmente com o punto. Tive a oportunidade de fazer um teste drive em um. Achei o acabamento bom e suspensão confortável. Masss para quem gosta de dirigir, o focus é imbatível! A dirigibilidade é prazerosa. O acabamento do painel é tão bom quanto no bravo, mas as portas são inferiores. O espaço interno, tanto lateralmente quanto traseiro é maior no focus. Cambio delicioso no focus, motor forte. Notei na primeira pisada. Bom, na minha opinião ficaria sem sombra de duvidas com o focus, até por ter personalidade única e dirigibilidade irrepreensível. O focus tem suspensão independente, o que o torna superior em mesclar conforto e estabilidade, superior aos concorrentes. Mas minha segunda opção, recairia sobre o bravo. Parabéns pela compra. E boa sorte.

  • _biolog_

    Marcelo, há tempos venho pedindo uma versão Sporting do Bravo, já com skydome de série, pois o opcional é caro e não "retorna" na venda. Você compraria um Sporting dualogic com a suspensão do T-Jet (assim como o visual, ou seja, saias, spoiler traseiro e faróis), bancos em couro, sensor dianteiro de estacionamento, retrovisores rebatíveis, multimidia e teto-solar de série por uns 70 mil?

    • Marcelo_Machado

      Olha biolog, o teto eu acho bem bonito, melhora o visual do carro, mas eu não uso. Prefiro o ar condicionado qdo esta calor do que ficar o teto aberto.
      Não é um opcional que me interessa. Tanto que meu Stilo tinha vários opcionais e saiu preço do Sporting, mas eu não peguei o Sporting por causa do teto.
      A tela multimidia com GPS não me agradou muito, o visual da tela achei feio e com a diagramação ruim. A tela do Novo Jetta me agradou muito mais, até a do C3 Picasso tb achei melhor e mais bonita.
      Do carro que eu comprei faltou para mim o couro e o rebatimento dos retrovisores, mas para pegar do meu jeito teria que fazer encomenda e esperar no minimo 60 dias, o que eu não queria. O couro se me der na telha qualquer dia eu ponho, mas ainda não senti falta(meus 2 carros anteriores tinham couro).
      Provavelmente pagaria os 70K por esse Sporting que vc montou. Ficou interessante. Pelo que a Fiat vem fazendo provavelmente ela irá lançar umas vesões do Bravo mais pra frente, como teve o Stilo (SP/Sporting/Schumacher….)

  • DanielPilfer

    Se o câmbio é bom, se o i30 é melhor etc isso é tudo blábláblá. Já viram aquela propaganda dos times no Brasileirão: "o melhor time é o seu." O mesmo vale pros carros.

    Design é subjetivo, empatia com a marca é subjetivo, comportamento dinâmico vai do gosto de cada um, enfim, falar que um carro é melhor do que outro É SUBJETIVO. E nessa categoria dos hatches médios estão todos nivelados, o i30 vende bastante por vir completo desde a versão de entrada, o que não significa que nas versões mais recheadas continue tendo esse custo x benefício todo.

  • ubiratamuniz

    Boa avaliação, parabéns pelo carro (que é um que está na minha lista de upgrades futuros). Minha única ressalva ao texto é que tudo indica que o Marcelo JÁ ESTAVA decidido pelo Bravo. kkkk. Nem precisava depreciar a concorrência dessa forma (o comentário sobre o painel central do C4 estragar TODO o conjunto do carro por exemplo, questão pura e simplesmente de gosto, eu, por exemplo, acho o painel central o detalhe mais legal do C4), era melhor dizer "esperava pelo bravo porque gosto dele e pronto".
    nada pessoal ok? ;-)
    novamente parabéns pelo carrão.

    • Marcelo_Machado

      Minha intensão não era depreciar a concorrencia, mas sempre que vejo opnião dos donos aqui ficam falando que o cara deveria ter comprado esse ou aquele carro. Por isso coloquei os motivos de não ter optado por cada um deles no segmento do Bravo no próprio texto, assim já ficaria claro minha opnião sobre cada um deles e o porque fiquei com o Bravo.
      E nesse caso é como vc falou, questão puramente de gosto, como o painel central do C4 que eu não gosto e como vc dirige sempre com o painel à sua frente, algo que te incomoda estraga.
      Mas em nenhum momento desmereci nenhum deles, é questão de gosto mesmo.

  • mjprio

    Não liga para as críticas Marcelo. Seu depoimento foi , de longe, um dos melhores, senão o melhor dos postados aqui. (Tb gostei muito de um sobre o Picanto , que foi deixado aqui). Eu tive a mesma impressão do bom acabamento quando entrei no bravo. Concordo com alguns que a traseira poderia ser mais imponente. Já a dianteira parecer com o punto, e daí, os VW tem a mesma cara??? espero que vc seja feliz com o carro. quem tinha sitlo também gostava muito do carro!!!

  • bpthiago

    Marcelo, seu relato sobre o carro foi o melhor que li até hoje. Fico inconformado ao entrar em sites e verificar os comentários de leitores que metem o pau sem ao menos terem entrado no carro e utilizarem apenas informações publicadas em revistas ou simplesmente ficarem no achismo já que não tem $$$ para comprar um. Comprei um absolute dual-logic e estou com ele a 3 messes o carro é MARAVILHOSO !!!
    Fazer comparações entre carros é complicado porque todos tem seus PRÓS e CONTRAS e cada um tem preferência por marca, design, etc… Ao comprar um carro sempre avalio minhas necessidades no momento… Pesquisei e fiz teste drive em carros de mesmo valor e de segmentos diferentes… o Bravo foi o ultimo carro que fui conhecer fiquei receoso com o histórico da fiat com os carro hatch´s de "luxo" (tempra, brava, etc) e sobre as matérias que li em revistas.
    Ao entrar na concessionária tinham um exposto e já me chamou a atenção pelo design, na parte interna o acabamento impecável, enfim, fiz o test-drive e logo fui "conquistado" pelo carro.
    Acredito que a FIAT poderia ter escolhido outro nome para o carro, pois todo mundo confunde com o "brava", e divulgar melhor o veiculo. Todas as propagandas além de rápidas são superficiais. Não entendo que estratégia de vendas eles estão usando…
    Prós: Seguro barato (em relação a seus concorrentes, paguei R$ 1.400,00), porta malas, baixo consumo, ar dual-logic, acabamento;
    Contras: Velocímetro (poderia ser do lado direito), espaço para as pernas maiores nos bancos traseiros, câmbio dual-logic (pelo preço do carro poderia ser melhor), altura do solo menor ;

    Desculpa pelo post "gigante", porém é um desabafo de por ter lido tanta besteira !!!!

  • Ciro

    Parabéns, Marcelo. Excelente post, muito bem detalhado.
    Você ainda está com o carro? Percebo que vai completa 1 ano.
    Estou trocando de carro, e escolhendo meu Hatch Médio.
    Gostei bastante do Bravo, mas todo mundo detona o câmbio Dualogic.
    Eu sempre tive carro manual, mas o próximo decidi que será automático (ou automatizado).
    Você recomenda a versão Absolute Dualogic? Quais os prós e contras desse câmbio?

    Mais uma vez, parabéns pelo carro e pelo post.

    PS.: Estou escolhendo entre o Fiat Bravo e o Cruze Hatch (que deve chegar em fevereiro).

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend