Carros Conceito Elétricos

Carro elétrico de universidade poderia cruzar o Brasil com apenas 5 reais

usp-venturo-1 Carro elétrico de universidade poderia cruzar o Brasil com apenas 5 reais

Um projeto universitário pretende mostrar a eficiência do carro elétrico no cenário brasileiro. Tocado por uma equipe de 34 alunos da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), que faz parte do Campus da USP, nesta cidade do interior de São Paulo, o projeto acabou dando forma ao conceito Venturo, um protótipo de triciclo elétrico.



A pretensão da equipe, batizada de EEscuderia Miliage, é cruzar o Brasil gastando apenas R$ 5,00. A experiência a instituição já possui, pois há 10 anos são desenvolvidos veículos elétricos nesta escola da USP e em 2013, um protótipo chamado Faísca, bateu o recorde nacional em eficiência energética, não superado até hoje.

Com o Venturo, a EEscuderia Miliage pretende quebrar a própria marca e vencer novamente a Shell Eco-marathon Brasil, que é a versão local da mesma competição que acontece anualmente nos EUA desde 1985, mas que não acontece no país em anos mais recentes. Pesando 24 kg, o veículo – nos cálculos da equipe – pode em teoria cruzar o território nacional de norte a sul, levando apenas um ocupante.

usp-venturo-2 Carro elétrico de universidade poderia cruzar o Brasil com apenas 5 reais

Feito em uma estrutura monocoque e com diversas peças e componentes de baixo peso, o Venturo recebeu várias modificações durante o projeto, a fim de atender as exigências da competição e se tornar cada vez mais eficiente. No entanto, para executar o feito de cruzar o Brasil, será necessário a instalação de equipamentos para atender a legislação de trânsito nacional.

A EEscudeira Miliage diz que o Venturo pode rodar durante uma hora e meia com carga única na bateria e rodando a 40 km/h em média. A recarga pode ser feito em tomada 110V ou 220V. Segundo o presidente da Mileage e estudante de Engenharia Mecânica, Hermano Esch, o projeto tem como ênfase o futuro, progredindo e evoluindo com o projeto, numa referência ao anterior Faísca.

usp-venturo-3 Carro elétrico de universidade poderia cruzar o Brasil com apenas 5 reais

Em termos humanos, Esch explica: “Nossa ideia é formar engenheiros melhores, ou seja, todo mundo tem oportunidade de trabalhar e poder idealizar um pouco do carro para podermos tomar decisões em conjunto”. A Shell Eco-marathon Brasil será realizada entre os dias 6 e 9 de novembro, no Rio de Janeiro.

A EEscudeira explica que, com a chegada do Venturo, a possibilidade de competir novamente voltou. Durante o período sem competições, a equipe passou a focar em si mesma: “A equipe passou a se questionar sobre o papel que tinha na sociedade”, explica o orientador do time, professor Luís Carlos Passarini. O desenvolvimento pessoal de cada membro e o envolvimento com a comunidade passaram a ser os focos principais, ao invés de apenas a evolução dos carros para competir.

[Fonte: Jornal da USP]

Agradecimentos ao Ricardo.

  • João Paulo Xavier Ferreira

    Triste ver que essa matéria nao tem nenhim comentário, isso deve ser orgulho para qualquer nação, creio que uma grande barreira para cruzar o país seja a situação das nossas rodovias.

    • Igor Pricandi

      Esquenta não joão. Mas não custa convocar o politécnico usp Juarez Véras para suas considerações. O jungleboy deve estar enfiado na mata. Além de ex-colega de facu ele é o nosso ambientalista e antes de optar por salvar a amazônia se envolveu em tudo que é pesquisa de carros, de elétricos a hidrogênio. Há uns 40 anos ouvi dele uma piada sobre elétricos que não esqueci. Ele dizia que era possível ir de são paulo à fortaleza num elétrico gastando apenas 1 dólar. O problema era apenas o 1 milhão de dólares em 2mil km de fios para ligar na tomada. Nerds. Posso te adiantar que ele é parcialmente contra os elétricos porque eles apenas mudam o tipo de poluição, de gases para metais pesados, etc. Ele é fã do hidrogênio em forma de gás para motores a combustão convencionais e não os conversores para elétricos. Mas deixarei o espaço aberto aqui para o jungleboy fazer suas explanações.

    • Edson Fernandes

      E pensar que meu primo se formou exatamente nessa universidade e nesse mesmo curso……

  • gregorioalan

    super válido o desenvolvimento, é exatamente isso que leva ao progresso e novas tecnologias utilizáveis, mas com todo respeito e humildade, esses números são apenas para chamar a atenção, existem centenas de projetos como este no mundo, ninguém jamais cruzaria um país nestas condições, eu poderia dizer que você pode cruzar o país de graça! basta ir de bicicleta, não precisa nem parar para abastecer… essas tecnologias só começam a fazer sentido e se tornarem dignas de jornais quando forem “reais” e acessíveis… o mesmo vale para qualquer outro veículo…

    • Louis

      O intuito é o aprendizado mesmo, porque comercialmente não creio que tenha nada pioneiro neste projeto. Nas faculdades de engenharia tem um monte destes mini-projetos, mas é para aprendizado mesmo.

      • th!nk.t4nk

        Nao apenas pra aprendizado, mas também pra desenvolvimento tecnológico. Um rolamento de baixíssimo atrito aqui, uma peça de fibra de carbono ali, e assim você vai coletando dados a respeito do que influi de forma mais drástica no sistema. Depois utiliza-se parte da ideia num carro comum. Dessas aparentes pequenas coisas, vem grandes produtos mais à frente.

    • Cássio

      Muitos produtos inovadores, revolucionários ou simplesmente comuns e úteis nascem assim, de pequenos projetos.
      Daí para se tornarem reais e acessíveis basta “apenas” um vultoso investimento. Mas para essas pessoas terem consciência de que conseguem, já é a maior conquista.
      Bom seria se continuarem a levar adiante esses projetos e pesquisas até realmente terem algo concreto, real e funcional, como vc disse. Senão, ficaremos sempre correndo atrás do rabo dos outros.

  • afonso200

    quero ver colocar na estrada aqui, ,,,, motorista de caminhao passa em cima, tudo loko…. pega uma serra forte, mata o motor eletrico,,,,,,,,, e nem acostamento temos

  • Léo Faria

    Com os atuais investimentos em educação o carro poderia ser chamado de milagre.

  • Edu

    Ainda acredito no Brasil.

  • NaoFaloComBandeirantes

    O Brasil podia ser um lugar melhor.
    Apesar de todo o esforço dos nossos governantes em envergonhar esse país, ainda existe muita gente disposta a trabalhar sério.

  • Elfo Safadão.

    Eu fico pensando se não é perigoso andar por aí com 5 reais…
    O risco se ser assaltado no meio do caminho e ficar a pé é muito grande.

  • Maycon Farias

    Eu ja tinha lido sobre o primeiro modelo à um tempo atrás . Espero e desejo que tenham muito sucesso.

  • “carro”

  • DinhoRoxxx

    No primeiro pedágio vai embora o custo de 5 reais e no primeiro buraco vai embora o carro

  • Cosi fan Tutti

    Nos Eua esse projeto já teria sido comprado pela Tesla ou alguma outra futuristica (ate Google ou Apple) por alguns milhões de dólares, e estaria sendo destroçado e melhorado pelos engenheiros da empresa.

    • Matuska

      Procura sobre EcoShell Marathon . Eh uma competição que existe lá fora a anos. E terá o evento aqui no BR para fomento e desenvolvimento de tecnologia pelas Universidades do Mundo.

  • sigma7777777

    Oh my god ☺️👏🏼👏🏼👏🏼

  • João Holmes

    O incrível mesmo vai ser cruzar o Brasil dentro desse caixão preto e sem ar condicionado.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend