Citroen Sedãs Usado da semana

Carro usado da semana, opinião de dono: Citroen C4 Pallas 2008

Carro usado da semana, opinião de dono: Citroen C4 Pallas 2008

Sempre estamos recebendo relatos dos leitores do NA, sobre seus carros. Envie o seu também!


Essa semana vamos falar sobre o Citroen C4 Pallas 2008 do leitor Tomsa. Veja:

Assim como meu colega Cirdan, recentemente adquiri um C4 Pallas. Aqui vai a ficha dele.

Marca: Citröen
Modelo: C4 Pallas
Acabamento: GLX
Motor: 2.0 gasolina
Câmbio: Automático, sequencial de 4 velocidades
Opcionais: Faróis de Neblina dianteiro e luzes de neblina traseira, alarme, placa comada de estribo, dispositivo bluetooth viva voz e película anti vandalismo para vidros (opcionais nesta versão).
Cor: Preto
Acabamento interno: Couro


Quilometragem média mensal: Aproximadamente 640km/mês

O carro está ainda em sua fase inicial de vida e apresentou dois vícios de fabricação:

– O botão de acionamento do vidro dianteiro direito é um pouco ‘frouxo’, com uma certa folga no acionamento, o que exige um certo ‘jeitinho’ para que não dispare o one touch.

– Existe um ruído que vem da direção do cofre, quando o carro passa em saliências mais fortes do piso. Abrindo o capô, encontrei a fonte com facilidade. Uma peça de metal que suporta um reservatório está mal fixada.

Devo levar o carro para a concessionária na 5a. feira e vamos ver como se dá o serviço. Como primeiras impressões posso dizer que o carro é extremamente equilibrado, com boa relação peso/potência, desde que você não deseje dirigí-lo com esportividade o tempo todo. Neste quesito, meu Marea anterior era muito mais ‘vivo’.

Com relação ao câmbio também vi muitas críticas com relação aos buracos que ele tem. Não posso dizer que concordo, apesar de não ser tão suave quanto um câmbio de um Civic, este mais suave. No entanto, o fato do câmbio ser sequencial é de grande valia para quem, vez ou outra não concorda muito com a decisão de troca do carro.

Neste fim de semana tive a oportunidade de andar com o carro em estrada de terra muito enlameada e com aclives extremamente íngrimes em alguns pontos. Apesar de sofre muito em botar o carro lá tenho que dizer que o desempenho do mesmo foi, dentro do meu conhecimento, simplesmente perfeito. Com 4 pessoas dentro o carro nem ligou para as condições do piso e rolava suavemente, sem trepidações e sem barulhos (fora aquele mencionado acima). Em um grande aclive onde vários carros pararam e alguns deles conseguiram superar só após 2 ou 3 tentativas, o Pallas subiu quase que sem perceber, com o sequencial travado em primeira e com a tecla ‘snow’ acionada. Sem patinar, chiar ou escavar o chão, em uma rotação longe da limite. Mas o carro é baixo e acabou gerando alguns toques no fundo sentidos, confesso, com tristeza!

De maneira geral estou imensamente satisfeito até o momento. Vamos ver se a sindrome de carro francês que aterroriza alguns brasileiros não se concretiza logo dessa vez em minhas mãos. Com relação ao consumo, em São Paulo, com condições de tráfego intensa, a primeira medição com tanque cheio marcou 5,2 km/l, e o segundo tanque 7km/l cravados.

O tão falado câmbio AL4 também comporta-se bem demais, realizando as reduções em declives no tempo certo. Em viagens percebi isso. A descida da Serra pela Anchieta, neste sentido, foi absolutamente sem sustos. O consumo na ida, contando o trecho de estrada São Paulo – Juquehy e várias idas e voltas pela região (Camburi, Boiçucanga, etc.) e dentro da própria cidade cravou em 14, dando uma média em 13,8 exatamente no dia de abastecer para a volta.

A subida, de volta para SP também foi muito tranquila, apesar do trânsito intenso e do para-anda na Piaçaguera-Guaruja. Boa aceleração, brincadeiras manuais com AL4, condução em modo sport em alguns trechos (desnecessária mas, confesso, divertida) chegada em SP no horário do rush e uma média bem menos amistosa de 10km/l. Considerando aproximadamente 70 dos 175 kilometros com trânsito… até que está no lucro e os 17 litros que se foram mal mexeram no marcador de combustível.

No geral. Um grande carro para estrada. Confortável, estável e menos bebum que eu supunha (afinal, em se considerando opiniões sobre Citroen, são todas sempre superlativas). O 2.0 resolve tranquilamente a parada associado ao automático, a não ser que você goste de direção muito esportiva, o que não é o propósito desse carro…

Carro usado da semana, opinião de dono: Citroen C4 Pallas 2008
Nota média 4 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email