Carros abandonados: você compraria um?

Carros abandonados: você compraria um?

Uma realidade não só no Brasil, como também no exterior, é a de termos cada vez mais carros nas ruas. Só que em algum dia normal, uma pessoa estaciona seu carro em alguma rua e depois some totalmente. O carro ficará ali por anos. Empoeirará, enferrujará e perderá seu valor de mercado.


Mas por qual motivo as pessoas fazem isso? Cada pessoa tem um motivo: uns não têm condições financeiras para arrumar a documentação do veículo, outros não conseguem vender e deixam o carro parado em alguma rua, ou até mesmo na frente de suas casas. E tem aqueles também que não tem condições para arrumar a parte mecânica do carro, entre muitas outras coisas. Podem ser diversos os motivos.

Você compraria um carro abandonado? Dependendo a situação do carro pode ser um bom negócio. Recentemente conheci um rapaz que encontrou um carro antigo ano 1968, abandonado. Encontrou o dono e após negociar pagou cerca de R$ 500 no veículo; que possuía documentação e motor completo. Após adquirir a raridade, ele investiu cerca de R$ 3.000 na reforma, incluindo novas rodas de liga, e peças novas para o interior, motor e carroceria. Hoje esse carro é premiado em encontros de carros antigos e está avaliado em R$ 12.000.

Mas como já foi citado, o fato de compensar adquirir um carro abandonado ou não, vai variar de carro para carro. Tudo dependerá das condições que ele estará. O vídeo abaixo foi postado no Youtube em 2008, e hoje tem mais de 100 mil acessos. Mostra o processo de restauração de um Dodge Charger 1971 que esteve abandonado por mais de 20 anos. O carro tinha ainda placas amarelas, faltavam muitas peças e um teto amassado no que parecia resultado de uma capotagem.

Muitas pessoas não aceitariam um carro nas condições em que vimos no vídeo nem de graça. Porém uma pessoa com muita coragem e empenho decidiu compra-lo e reforma-lo. Um pouco de esforço, investimento e alguns meses depois, deu em um ótimo resultado como pudemos ver. O carro parecia receber os toques finais para sair da linha de montagem. Pinturas, rodas, motor e até mesmo o famoso teto de vinil, digno das versões R/T. Tudo ficou fiel ao modelo original fabricado há mais de 40 anos atrás.

Gostos não se discutem. Se você gosta de antigos, de reformar carros e considera um desperdício abandonar carros, vale a pena escolher cuidadosamente por um. Mas antes de concluir qualquer negociação, consulte o numero de RENAVAM do veículo, veja tudo que vai precisar gastar em peças, serviços de funilaria e pintura, parte elétrica e mecânica, etc. Tudo deve compensar o investimento e fazer com que fique melhor que um modelo igual já pronto pra andar. Muitas vezes um carro carrega de débito o que daria para comprar quase dois carros do mesmo modelo.

Há ainda aqueles que perguntam se é permitido pegar um carro abandonado em algum lugar. A resposta é clara: não é permitido fazer isso. Quase se interesse por algum carro abandonado, você terá que ir atrás do dono e pedir a transferência da documentação para seu nome e licenciar o veículo. Muitas vezes encontramos raridades e até esportivos de valor abandonados em lugares também abandonados. Porém não há alternativa senão a de localizar os donos.

Tem também as leis do governo que proíbem que um carro fique abandonado nas ruas. Os carros recebem primeiramente um aviso colado nos vidros, e se os donos não retiram o veículo, ele é apreendido. A lei considera abandonado um carro deixado em uma rua por mais de cinco dias. Os proprietários desses carros são multados em até R$ 12.000. Caso todas as tarifas não forem pagas, o carro vai a leilão.

Em junho e julho de 2012, foram retirados mais de 700 carros das ruas de SP. Porém ainda há centenas de carros para serem retirados, e muitos deles ficarão por muitos anos ainda. Os objetivos dessas retiradas é abrir mais espaço para estacionar carros nas ruas e preservar a saúde pública, já que muitos desses veículos acumulam lixo e enferrujam. Alguns deles servem de abrigo para usuários de drogas, esconderijo para assaltantes e até de banheiro para moradores de rua.

Por Jefter Marcos

Categorias Etc
Eber do Carmo

Formado em marketing, tem mais de 15 anos de experiência escrevendo sobre o mercado automotivo no Notícias Automotivas, desde que fundou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio. Também teve por três anos uma empresa de criação de sites e catálogos eletrônicos.