Etc

Carros abandonados: você compraria um?

Carros abandonados: você compraria um?

Uma realidade não só no Brasil, como também no exterior, é a de termos cada vez mais carros nas ruas. Só que em algum dia normal, uma pessoa estaciona seu carro em alguma rua e depois some totalmente. O carro ficará ali por anos. Empoeirará, enferrujará e perderá seu valor de mercado.


Mas por qual motivo as pessoas fazem isso? Cada pessoa tem um motivo: uns não têm condições financeiras para arrumar a documentação do veículo, outros não conseguem vender e deixam o carro parado em alguma rua, ou até mesmo na frente de suas casas. E tem aqueles também que não tem condições para arrumar a parte mecânica do carro, entre muitas outras coisas. Podem ser diversos os motivos.

Você compraria um carro abandonado? Dependendo a situação do carro pode ser um bom negócio. Recentemente conheci um rapaz que encontrou um carro antigo ano 1968, abandonado. Encontrou o dono e após negociar pagou cerca de R$ 500 no veículo; que possuía documentação e motor completo. Após adquirir a raridade, ele investiu cerca de R$ 3.000 na reforma, incluindo novas rodas de liga, e peças novas para o interior, motor e carroceria. Hoje esse carro é premiado em encontros de carros antigos e está avaliado em R$ 12.000.

Mas como já foi citado, o fato de compensar adquirir um carro abandonado ou não, vai variar de carro para carro. Tudo dependerá das condições que ele estará. O vídeo abaixo foi postado no Youtube em 2008, e hoje tem mais de 100 mil acessos. Mostra o processo de restauração de um Dodge Charger 1971 que esteve abandonado por mais de 20 anos. O carro tinha ainda placas amarelas, faltavam muitas peças e um teto amassado no que parecia resultado de uma capotagem.


Muitas pessoas não aceitariam um carro nas condições em que vimos no vídeo nem de graça. Porém uma pessoa com muita coragem e empenho decidiu compra-lo e reforma-lo. Um pouco de esforço, investimento e alguns meses depois, deu em um ótimo resultado como pudemos ver. O carro parecia receber os toques finais para sair da linha de montagem. Pinturas, rodas, motor e até mesmo o famoso teto de vinil, digno das versões R/T. Tudo ficou fiel ao modelo original fabricado há mais de 40 anos atrás.

Gostos não se discutem. Se você gosta de antigos, de reformar carros e considera um desperdício abandonar carros, vale a pena escolher cuidadosamente por um. Mas antes de concluir qualquer negociação, consulte o numero de RENAVAM do veículo, veja tudo que vai precisar gastar em peças, serviços de funilaria e pintura, parte elétrica e mecânica, etc. Tudo deve compensar o investimento e fazer com que fique melhor que um modelo igual já pronto pra andar. Muitas vezes um carro carrega de débito o que daria para comprar quase dois carros do mesmo modelo.

Há ainda aqueles que perguntam se é permitido pegar um carro abandonado em algum lugar. A resposta é clara: não é permitido fazer isso. Quase se interesse por algum carro abandonado, você terá que ir atrás do dono e pedir a transferência da documentação para seu nome e licenciar o veículo. Muitas vezes encontramos raridades e até esportivos de valor abandonados em lugares também abandonados. Porém não há alternativa senão a de localizar os donos.

Tem também as leis do governo que proíbem que um carro fique abandonado nas ruas. Os carros recebem primeiramente um aviso colado nos vidros, e se os donos não retiram o veículo, ele é apreendido. A lei considera abandonado um carro deixado em uma rua por mais de cinco dias. Os proprietários desses carros são multados em até R$ 12.000. Caso todas as tarifas não forem pagas, o carro vai a leilão.

Em junho e julho de 2012, foram retirados mais de 700 carros das ruas de SP. Porém ainda há centenas de carros para serem retirados, e muitos deles ficarão por muitos anos ainda. Os objetivos dessas retiradas é abrir mais espaço para estacionar carros nas ruas e preservar a saúde pública, já que muitos desses veículos acumulam lixo e enferrujam. Alguns deles servem de abrigo para usuários de drogas, esconderijo para assaltantes e até de banheiro para moradores de rua.

Por Jefter Marcos

Carros abandonados: você compraria um?
Este texto lhe foi útil??

34 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Se tivesse grana abundante e tivesse ganho na mega da virada, compraria carros antigos abandonados como o XJ 220 e um Tucker Torpedo que já vi em site de carros abandonados aqui só pra começar, compraria um espaço grande no interior e começaria a caçada atrás de outras raridades que mofam pelas rua do Brasil, e do lado de fora colocaria aviões antigos de guerra…………..enfim só sonho mesmo.

  • Se eu morasse em um país onde a palavra "comprar" não fosse um luxo e sim um ato corriqueiro, eu não só iria comprar carros abandonados, mas também gostaria muito de trabalhar nesse meio. Eu sou aquele tipo de pessoa que entra em uma oficina mecânica e o olho automaticamente procura por alguma coisa abandonada. Um Impreza, um Maverick, um Puma… o que seja, quanto mais exótico e com mais potencial, melhor.

    Mas na real mesmo? Aqui no Brasil eu não empolgo para fazer quase nada relacionado a carros. Já fui muito empolgado num passado recente, mas o dinheiro que se gasta e a trabalheira que dá (e.g. documentação, importação), não compensa o esforço. Se eu tivesse muita grana sobrando e estivesse aposentado, quem sabe, mas por enquanto o hobby de procurar e reformar carros abandonados ainda não está no meu alcance rsrs'

    • Certamente compraria….neste momento estou no Uruguai e no interior se ve carros da decada de 50,60 e 70 jogados nas garagens, fundos de quintal e nas ruas totalementes prontos para restauro…claro, deve-se verificar se o carro e' restauravel….

    • Fato, exatamente como eu penso, AQUI não dá pra fazer isso , a não ser que se tenha muita grana, e se tem muita grana geralmente num vai atrás de carro antigo…
      Aqui a burrocracia e a ganância falam mais alto, deixando saudosistas como nós longe de suas paixões e/ou vontades…..

      Brasil sucks!

  • Eu compraria aquele Corvette Stingray que tá na foto. Não sei como abandonaram um carro daqueles…
    Aqui só vale a pena mexer com brasilia, fusca e buggy :$

  • Eu até compraria, se fosse um modelo de grande desejo meu e com possibilidade de restaurar. Mas se o valor fosse apenas simbólico. Tem muita gente vendendo carros não tão raros, em estado péssimo, cujo restauro demandaria muito tempo ($$$) e por cifras altas.

    Paralelo a isso, existem os clássicos. Vi outro dia um Maverick, sem motor, com lataria em estado mediano, mas com detalhes bons, por R$ 14000. Karmann Ghia já vi por R$ 15000 também, bem judiadinho.

    Eu penso em comprar um Gol quadrado GTS ou um Opala SS um dia.

  • No estado de Nevada nos EUA você mesmo pode notificar as autoridades ou mandar uma correspondência para o proprietária sem não tiver uma resposta dentro de 90 dias o carro é seu.
    uma vez quando estava viajando a trabalho em São Paulo vi um Audi A8 Quattro abandonado, deveria ser entre 1990 e 1995, tinha até o telefone no console, que dó.

  • Um amigo meu comprou uma Grand Cherokee Laredo 1994 que estava abandonada por uns seis anos na rua defronte ao condomínio do proprietário. O carro estava em perfeito estado apesar da idade. Bastando apenas trocar o óleo e por gasolina, o carro andou muito bem, sem falar da baixa kilometragem que tornou um bom negócio.

    • Há uma rua no Bairro Pio XII aqui em Fortaleza que lá há um Oldsmobile Toronado 1992 abandonado. Na verdade ele está em uma vila de casas e penso que ele esteja parado há uns 8 anos. Já falei com esse mesmo amigo que comprou a Grand Cherokee para dar um pulinho lá para ver o carro.

  • No pátio de uma oficina perto da minha casa, há os seguintes carros:

    – Maverick GT 3.2 V8.
    – Lincoln Continental Mark IV 1973.
    – Cadillac Eldorado
    – Um Mercury que não recordo o nome.

    Estão abandonados. Os donos não querem nem saber desses carros.

  • Com certeza eu compraria. Restaurar um clássico deve ser um hobby delicioso, só me falta $$$…rsrsrs.

    Sou louco por um Citroën AX GTi, um pocket rocket da Citroën dos anos 90, que tinha 700kg de peso e 100hp de potência. Quem sabe um dia, se eu encontrar um AX desse por aí e tiver uma grana sobrando.

      • Exatamente, é esse aí, só que o da foto não é o GTi, me parece um AX GT(que era um pouco menos potente). O GTi é este:
        http://2.bp.blogspot.com/_bBmbRHFSRKQ/SzpxaW8UnEI… GTI.jpg

        É um carro raríssimo no Brasil, mas eu já encontrei alguns em desmanches, em péssimo estado. Se eu tivesse uns 10 mil reais sobrando, eu investiria nisso, mas mesmo assim precisaria de mais grana pra reformar ele inteiro. O carro é um diabinho, na europa a galera pira nele, principalmente os portugueses. É um carro levinho, com motor de 100hp que gira muito alto, quase 8000rpm, suspensão arisca com rodas esterçantes na traseira, posição de dirigir muito baixa, quase colado no chão, um verdadeiro kart e bem complicado de domar em curvas no limite. Se não for um AX GTi, eu pretendo montar um Peugeot 306 S16, outro esportivo raro no Brasil, mas que é mais fácil de achar em estado bom.

  • Se eu tivesse condições e achasse o carro que me faria fazer todo esse trabalho, eu faria. Um carro que te desperte interesse vai acabar te motivando para ver ele um dia novinho em folha, como se tivesse saído da fabrica agora. Adoraria fazer isso com um Opala ou um Maverick, mas são carros que hoje estão supervalorizados nesse mercado (dependendo da versão), e então seria complicado. Adoro os muscle car, mas isso está longe de nossa realidade no Brasil, praticamente incogitável.

    Lembro tempos atrás de ter lido uma coluna de uma revista que dizia que os proximos carros de coleção seriam o Gol GTI Azul Monaco 89, Kadett GSI, Escorte XR3 branco pérola e outros nacionais que marcaram nossa indústria. Esse carros você acha peças com mais facilidade e é mais barato de arrumar/restaurar. Penso em um dia investir em um Kadett GSI branco, ou no proprio Gol GTI, que estão mais proximos de meu orçamento.

  • Se tivesse onde guardar, comprava um monte deles. Uns seriam restaurados, outros seriam doadores para estes projetos, ou ainda venderia peças para terceiros. Eu amaria ter um ferro-velho, he, he!

  • 1. Achei engraçada a nova moda dos carros antigos, no Salão do Automóvel Antigo: o dono deixa o carro como está, como prova de autenticidade. Nada de restauração, nada de reformar estofamento. O carro vai do jeito que está, até com alguns pontos de ferrugem.

    2. Para mim, o carro abandonado mais famoso (no Brasil) foi uma jardineira Fiat 1906 encontrada dentro de um paiol de feno, numa fazenda no Rio Grande do Sul.
    Tratava-se do ===ÚNICO=== veículo que faltava no Museu da Fiat, na Itália. A montadora fez de tudo para convencer o proprietário colecionador (não me lembro se é Espedito Marazzi) a vender a jardineira: levou-o a Turim e Milão, tratou-o como um rei, ofereceu qualquer Ferrari que ele quisesse. Mas ele bateu o pé e sequer abriu o preço.

  • se eu encontrasse um dodge charger americano 1968 ate 1970 ou um maverick v8 eu compraria sim. amo esses 2 carros. o dodge poderia estar só a lataria que mesmo assim eu comprava e colocava o v8 usado no brasileiro e aumentava a potencia para os 400cv que eram possuidos pelo charger 426 hemi. nao compraria o challenger pq na minha opiniao tem cara de carro de mulher

  • eu nao tenho dinhero mais si um dia eu ganha um deste eu vo faze o melhor par eles porque si tem gente com amor na vida so eu e eles tbm merece um lugar bom par eles

  • O triste é que o planeta também sofre com essa política de carro descartável. Poderiam fazer um projeto pra reaproveitar esses carros, doar, sei lá. Pq só aí ajudaria no lado social e ambiental.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email