Comprando e Vendendo Lançamentos Mercado Montadoras/Fábricas

Carros no Brasil não saem mais de linha, já estamos com 4 anos sem isto acontecer

foto-noticia-id-g4358 Carros no Brasil não saem mais de linha, já estamos com 4 anos sem isto acontecer







Pois é, realmente hoje não existe carro que saia de linha no Brasil. Hoje ninguém mais fica de cabelos em pé ouvindo que seu carro sairá de linha. O mercado hoje está bem diferente. As montadoras mudam o estilo dos carros e mantém o nome de sucesso que eles já tem no mercado.

Na década de 1990 houve 21 modelos que deixaram de ser produzidos. Porém, todos os carros lançados no Brasil após a abertura do mercado, em 1998, com a chegada das novas montadoras, permanecem em fabricação até hoje. E mais: já faz quatro anos que nenhum carro sai de linha.

Os últimos modelos que tiveram sua produção encerrada, em 2002, foram o Polo Classic e a perua Quantum. Aliás, o sedã do qual esta é derivada, o Santana, é o próximo a sair do mercado. Sua fabricação vai parar em junho e, até dezembro, ele pára de ser vendido.

A Volks é a montadora que mais resiste a mudanças. O Gol, a Kombi e o próprio Santana são os carros mais antigos que ainda estão em produção. Acompanhando a cronologia da montadora, os últimos modelos a saírem de linha foram o Apolo, em 1992, e o Pointer, um hatch sofisticado que, como a maior parte da linha da montadora, teve boa aceitação dos consumidores, mas saiu de cena em 1996.

O Logus foi um sedã que teve vida curta. Foi lançado em 1993 e, em 1997, saiu de linha. O Voyage – versão sedã do Gol -, este sim, um sucesso de vendas, parou de ser produzido em 1995.

Antes de Quantum e Polo Classic, quem saiu de linha mais recentemente foi o Escort. Ele foi o carro de maior sucesso na história da Ford e tinha versões para todos os gostos e bolsos. Mas, ao longo dos anos, foi se modificando, ganhou motor Zetec e teve sua fabricação encerrada em 2001.

O Verona, o Versailles e a perua Royale foram retirados do mercado em 1996. No ano seguinte, quem saía era a picape Pampa.

De 2000 para cá, os únicos carros da GM que saíram de linha foram a perua e a picape Corsa, em 2001 e 2002, respectivamente.

O Monza foi o fenômeno de vendas da montadora. O único carro médio que esteve no topo do ranking de vendas no Brasil. Parou de ser produzido em 1996. No mesmo ano em que a GM tirou de linha também a perua Suprema, derivada do Omega, que deixou o mercado dois anos depois.

Em 1998, além do Omega, a empresa perdeu mais dois carros: o Kadett e a perua Ipanema. Bem antes disso a empresa já havia tirado de linha o Opala e a perua Caravan, o Chevette e a perua Marajó e também a picape Chevy, derivada do Chevette.

Os últimos carros da Fiat que tiveram sua produção encerrada foram a perua Elba (derivada do Uno), em 1996, o Tipo, em 1997, o Tempra, em 1999 e o Brava, que oficialmente saiu de linha em 2003, mas desde o final de 2002 praticamente não era mais vendido.

Os últimos a saírem de linha

Carro Último ano de fabricação
Fiat Brava 2003(2002)
VW perua Quantum 2002
VW Polo Classic 2002
GM perua Corsa 2002
GM picape Corsa 2002
Ford Escort 2001
Ford Escort SW 2001
Fiat Tempra 1999
GM Kadett 1998
GM Ipanema 1998
Fiat Tipo 1997
VW Logus 1997
Ford Pampa 1997
Ford Versailles 1996
Fiat Elba 1996
VW Pointer 1996
Ford Verona 1996
Ford perua Royale 1996
GM Monza 1996
GM perua Suprema 1996
VW Voyage 1995
GM Chevy 1995
Fiat Prêmio 1994
GM Chevette 1993
VW Apolo 1992
GM Caravan 1992
GM Opala 1992
Ford Del Rey 1991

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.



Send this to friend