*Destaque Antigos

Carros que saíram com câmbio automático e você nem sabia

linha-chevrolet-automatic-86-monza-opala-chevette-1024x669 Carros que saíram com câmbio automático e você nem sabia

Em 2014 um dos editores aqui do NA queria comprar um Del Rey em ótimo estado de conservação, para ter aquele carro como uma relíquia, já que seu pai tinha possuído um modelo 88 por ocasião de sua infância. O modelo que seu pai tinha comprado era básico, da versão L, mas por que não comprar um modelo topo de linha Ghia com todos os opcionais possíveis?



Os equipamentos opcionais mais significativos que o Del Rey Ghia tinha nessa época eram o ar-condicionado e também o câmbio automático, por isso quando ele encontrou um modelo em bom estado no Rio de Janeiro, com ambos os opcionais, não pensou duas vezes e o levou para casa.

Esse acontecimento o fez pensar nos modelos que saíram de fábrica com opção de serem equipados com câmbio automático, já que muitos que viam o tal Del Rey com apenas três marchas achavam que se tratava de uma adaptação.

Por isso fizemos aqui uma pequena lista de modelos que saíram com câmbio automático e muitos nem mesmo sabem disso, confira:

Chevrolet Chevette

chevrolet-chevette-automatico-interior-1024x768 Carros que saíram com câmbio automático e você nem sabia

O Chevette ganhou a opção de transmissão automática em 1985, aliás isso foi estendido a toda a linha Chevette, incluindo as versões, hatch, Marajó e Chevy 500. Na época o modelo era tratado como o carro de luxo mais barato do mercado, sendo “luxo” por ser um modelo equipado com câmbio automático e ar-condicionado. (Outras páginas da reportagem do Chevette automático: página 2, página 3 e página 4)

Chevrolet Classic

chevrolet-classic-automatico-interior-1024x768 Carros que saíram com câmbio automático e você nem sabia

Por volta de 2004 a 2005, o Chevrolet Classic com motor 1.6 e versões Spirit e Super eram oferecidos também com câmbio automático. Se tratava do carro mais barato vendido na época com esse câmbio, desbancando o Honda Fit de R$ 45.000. Na época o carrinho custava R$ 37.000 na versão Spirit apenas com direção hidráulica, voltada para o público de deficientes físicos. A versão Super completa custava R$ 42.000, e já tinha o ar-condicionado.

Chevrolet Kadett

chevrolet-kadett-automatico-interior-1024x700 Carros que saíram com câmbio automático e você nem sabia

O hatch médio da Chevrolet ganhou câmbio automático em 1993, era um opcional da versão requintada SL/E, que estava disponível apenas se o motor fosse movido a àlcool. O câmbio automático foi uma reação da GM à chegada do novo Escort em 1992 e também ao Fiat Tipo que chegou importado em 1993.

Ford Del Rey

ford-delrey-automatico-interior-1024x682 Carros que saíram com câmbio automático e você nem sabia

O Del Rey teve opção de câmbio automático de três marchas por vários anos, de outubro de 1982 a maio de 1988. Somente o Del Rey com motor 1.6 (CHT a partir de 1984) teve esta opção, o AP 1.8 era vendido somente com câmbio manual.

OBS.: Para aqueles que ficaram interessados em comprar um carro automático como esses listados, talvez dos anos 80 ou 90, um aviso: muito cuidado com a falta de peças de reposição. Temos visto vez após vez modelos como Chevette e Del Rey precisarem de uma grande cirurgia de remoção do câmbio automático para colocação do câmbio manual, pois não foi possível consertar algum defeito na caixa automática. E mesmo a caixa manual, encontrar em bom estado em desmanches é tarefa cada vez mais difícil. Empresas especializadas em câmbio automático recomendam a compra de modelos americanos, pois estes, sejam da década de 40, 50, 60, 70 ou 80, ainda tem uma fartura de peças lá em seu país de origem, peças essas que podem ser importadas com facilidade, até mesmo câmbios completos e novos.

Veja também uma lista de modelos raros e esquecidos do mercado brasileiro, que publicamos em 2011.

 

  • Ricardo

    Carros automáticos antigos! Q desgraças!

    • Dudu Pimentel

      Carros automáticos existem a muitos anos…acho que até mais que os manuais…só que antigamente, como não havia muitas estradas e ruas que podiam rodar carros, os câmbios tinham somente 2 marchas de velocidade e a ré
      Com o tempo, eles foram ganhando câmbios de 4 marchas (comum nos anos 50 até anos 80), 5 marchas (anos 90) 6 marchas (o mais comum hj em dia), 7, 8, 9 e 10 marchas (esse comuns em carros de luxo e bem modernos) e hj em dia ainda temos o CVT, automatizado ou robotizado de monoembreagem e automatizado de dupla embreagem (que foi inventado pela Porsche com o PDK, e hj tem em Ferrari, Lamborghini, o 7G tronic da Mercedes, o S-tronic, da Audi, o DSG da VW e o Powershift da Ford.
      A GM lançou o Corvette C7 em 2013 com câmbio manual de 7 marchas…e agora temos Camaro e Challenger com câmbio automático ZF com 8 ou 9 marchas (sim, eles usam a mesma caixa).

      • PEDAORM

        Que eu soubesse o pioneiro DCT é um projeto Bugatti feito para o Veyron, e depois foi introduzido nas outras marcas do grupo como Porsche, Audi e VW…

        • Gustavo73

          O desenvolvimento dos DCT remonta aos anos 80. E o Golf R32(MK4) foi o primeiro VW a usar como carro de rua se não me engano. A Porsche já tinha modelos de corrida com DCT no final dos anos 80.

          • PEDAORM

            Obrigado pelos esclarecimentos Gustavo, em um documentário que vi sobre produção e desenvolvimento do Veyron eles falaram que o cambio era a base dos DCT do grupo.

      • João Cagnoni

        O câmbio CVT apareceu a primeira vez em 1490, muito antes da invenção do motor à combustão. E o câmbio automático com conversor de torque foi criado por um brasileiro, acho que a matéria merecia esta informação.

        • Gustavo73

          O conceito do CVT é atribuído ao Leonardo Da Vinci. Mas um CVT operacional surgiu no final do século 19.

          • Luciano RC

            O cambio CVT chegou a ser usado em alguns modelos por volta de 1960, o problema era a durabilidade dele. Atualmente ele é bom e suporta o tranco.

            • ricmoriah

              a DAF usava um sistema CVT primitivo e que chegou a ser usado na Volvo. Nos anos 80, os Ford Fiesta (não lembro a versão) e Fiat Uno Selecta usavam caixas como as atuais, só que a velocidade em ré era a mesma que para frente.

              • Luciano RC

                Ela sempre será a mesma que pra frente se não houver um limitador que corte a aceleração. Caso contrario, o carro pode dar 120 km/h de ré.

          • José Antonio Dos Santos Barbos

            E lamentavelmente, por “retrocompatibilidade”, matam o conceito utilizando as “simulaçõse” de marcha.

      • João Cagnoni

        Sobre os câmbios de dupla embreagem, o projeto surgiu por volta de 1940, sendo que os primeiros protótipos apareceram bem depois nos Fords Fiesta/Ranger (e até hoje o Powershift dá pau) e Peugeot 205 (engraçado, pq a PUG não investiu mais nesse tipo de câmbio). Mas o primeiro carro produzido em série com dupla embreagem foi o Golf R32.

        • Gustavo73

          Acho que você quis dizer anos 80 no caso dos DCT. Sim os primeiros protótipos com câmbios DCT eram um Fiesta MK1 uma Ranger e um 205. Mas não estavam ligados as seus fabricantes, e sim a AP(empresa do ramo automotivo)

      • Gustavo73

        Carros at só surgiram nos anos 40.

    • Leonel

      Poh @disqus_VvPFhUjr0k:disqus, estamos falando de carros que foram lançados/produzidos décadas atrás. É natural que se compararmos com os atuais eles são completamente ultrapassados, mas para a época, era o que tinha. Sem falar em todo o contexto e etc…eram outros tempos.

      P.s: hoje tem carro com 4 marchas, ZERO KM, cujo povo “venera”…imagina 30, 40 anos atrás…

      • Ricardo

        Na época já era uma desgraça!

    • RRROL

      Hoje tem o melhor do mundo no etios e em pleno 2017 tem gente que defende ele mesmo só com 4 marchas. Viva a toyota e sua modernidade!! Piada que fazem com os consumidores. Nem me fale de automatizado que isso nem é câmbio at de verdade.

      • Edson Fernandes

        E ainda vem dizer que é economico (e não é). “ah mas é tao suave quanto o Corolla antigo…”

        Ah sim, mas temos outras marcas que tem cambios mais modernos e tbm mais economicos.

  • Yuri Chaves Souza

    GM em massa investiu no at.

    Bellote andou num Diplomata 3 marchas. Um com 3 acho muito longo, mas 4 pro Opala já compensa por conta do torque.

    • Castle_Bravo

      A GM, se não me engano, tinha participação na patente do “Hydramatic”, por isso o interesse na popularização.

    • Luciano RC

      Na vdd o cambio e 3 ou 4 marchas eram quase iguais. Pois só mudavam as relações menores.

      Porem ela atualizou a caixa depois e o carro ficou famoso pelo conforto de rodagem. Até hoje é um modelo para apaixonados.

      • Janduir

        No Opala o 4 marchas era bem diferente, sendo fabricada pela ZF alemã…Já o Classic 4 marchas utiliza transmissão Aisin

  • André

    Eu sabia! Inclusive 2 deles já passaram em casa, o Del Rey e o Corsa.

  • Renato Zortéa

    Ninguém lembrou do Dodge Polara, o primeiro hatchback automático vendido no Brasil…

    • Mr. Pennybags

      O monza tb tinha AT!

    • Marciofilho Santos

      e esse era 4 marchas!!!

      • Janduir

        Monza era 3 marchas…

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Um correção: o Polara não era um hatchback, talvez um fastback.

    • afonso200

      verdade

  • Cincinato

    Não sabia destes automáticos.
    Boa matéria.

    • 4lex5andro

      E também o já citado Doginho [Polara GLS 1,8] além do até hoje único Fiat a usar caixa at no Brasil, o Marea, nas versões HLx e Weekend.

      O que não sabia era que o Del Rey e Belina deixaram de ter essa opção de cambio at, depois de passarem a usar motor 1,8 herdado do Passat Pointer.

  • Mr. Car

    Sabia de todos, e me lembrei de mais um que talvez alguns não se recordem de ter tido versão automática: Dodge Polara.

    • Mr. Pennybags

      O Monza tb esqueceram.

      • Mr. Car

        O Monza não foi nominalmente citado, mas está na foto publicitária da Chevrolet que ilustra a matéria.

        • 4lex5andro

          Monza SLE e Classic dispunham dessa opção e não eram raridade;

          Mas o Chevette, bem como o Polara, sim, por serem carros de segmento de entrada, talvez pela influência norte-americana, ambos de empresas daquele país, Gm e Chrysler.

      • Não é que esquecemos do Monza, deixamos de lado modelos que todo mundo sabe que tiveram câmbio automático, porque a lista é de modelos que “saíram com câmbio automático e você nem sabia”.

        Além do Monza, ficaram de lado Opala, Santana, Omega, etc, e vários outros que são bem conhecidos em suas versões automáticas.

        Já o Polara é razoavelmente desconhecido sim, poderia ter entrado na lista sem problemas.

        • Mr. Pennybags

          Justo. Falha minha. Obrigado!

        • Luciano RC

          O Santana e o Monza ainda se acha fácil. Modelos top de linha com cambio AT.

    • Hugo Victor

      “Carros que saíram com câmbio automático QUE MUITA GENTE não sabia”.
      …pois eu sabia de todos. :D

      Inclusive uma amiga minha, recém habilitada, não quer dirigir carro mecânico e procura um automático acessível. Sugeri o Corolla 2001 AT ou Classic AT. Inclusive esse último, encontrei em ótimo estado, 2004, completo, por R$14mil. Acho um ótimo negócio pra um primeiro carro AT.

      • Creio que o Corolla vai ser melhor em termos de achar peças se amanhã der algum problema no câmbio.

        • Ganso

          O câmbio do Corsa automático e do Corolla tem a mesma origem. Eram fornecidos pela aisin.

          • Edson Fernandes

            Procure peças de ambos e ficará surpreso. Apesar da origem, não possuem a mesma transmissão e é aí que o bicho pega. Nos anos de 1996 em diante (ate 2002 mais ou menos) a PSA usavatransmissões ZF.

            Vai procurar peças deles…

  • Freaky Boss

    eu me lembro de um vizinho que tinha um VW Santana automático. Raro!

    • Eduardo

      Snatana e Monza não eram tão raros não. Agora a linha Chevette sim, muito raros!

      • Mr. Car

        Creio que o Corsa automático seja ainda mais raro que o Chevette. Santana e Monza já vi vários.

        • Dudu Pimentel

          Ouvi a um tempo atrás que Corsa automático era exclusivo para quem tinha limitações com os movimentos…se é vdd ou não, nunca soube.

          • Mr. Car

            Creio que estivesse disponível para qualquer um, mas pode ser (também não sei) que dessem algum tipo de desconto para quem tivesse alguma limitação.

          • Vinícius Barreto

            Minha mãe teve um Corsa (era Corsa ainda, não Classic) Automático em 2002, portanto, antes do que a matéria diz.
            Mas foi feito sob encomenda para PCD, parecidoc om os carros especiais que temos hoje como Corolla, Kicks, etc.

          • Diego Amaral

            Aqui em casa já tivemos um GLS automático, o carrinho tinha tudo, até ajuste elétrico de facho do farol, do classic não sabia a existência do câmbio.

    • Marcelo Amorim

      Aqui em casa tivemos um GLSi 2 portas dourado automático,se nao me engano eram apenas 3 marchas.

  • Eduardo

    Uma vizinha teve uma Marajó automática! Sabia de todos estas à excessão da Chevy 500, nunca imaginei que voltada ao trabalho teria o câmbio automático.

    • Mr. Car

      Se os outros tinham a opção, teoricamente a Chevy não tinha razão para ficar de fora, exceto talvez a citada por você, mas de fato, não me recordo de ter visto nas ruas a picapinha com esta configuração.

      • afonso200

        mas hoje nao tem nada automatico pra trabalhar(pickup)

    • oloko

      Deve ser bem difícil achar uma chevy at, eu pelo menos nunca vi

  • Zé Mundico

    Existem controvérsias, mas o primeiro carro de série com transmissão automática foi o GM Oldsmobile em 1941.
    Qualquer dúvida podem conferir aqui:
    https://www.youtube.com/watch?v=Ue07DdPQv0k

    • Gustavo73

      E teve participação relevante de dois brasileiros nessa história.

      • Ziliontec

        Um deles era tio do Paulo Coelho (escritor). A GM ofereceu royalties para eles, mas como eles não acreditaram no potencial da invenção, pediram um valor único, se não me engano USD10.000, que era muito dinheiro na época. Se tivesem aceito os USD 0,10 por carro, tinha ficado milhonários!!!

        • afonso200

          ficado bilhonarios

        • Ao menos o Paulo Coelho é milionário kkkk

  • Cidadão

    O Chevette tinha câmbio automático e o Ka não tem. A Ford parece que não gosta de vender

    • Dudu Pimentel

      De repente a plataforma do Ka não permite que o motor 1.5 tenha câmbio automático…o Peugeot 2008 Griffe THP não tem esse tipo de câmbio por esse motivo…o engraçado é que 308, 408 e C4 Lounge vem com câmbio automático e motor THP…será que a Peugeot não troca as plataforma do 2008 para poder ter motor THP com o novo câmbio automático de 6 marchas por uma questão de custo? Sla, mas um carro de 85 mil reais deveria ser automático no mínimo (mesmo tendo um comportamento esportivo por conta do motor).

      • Bruno Silva

        Permite sim, a plataforma do Ka é a mesma do New Fiesta e Ecosport, ambos tem automatizado/automático.

  • Jefferson Ferreira

    um amigo meu na faculdade tinha um chevete aut preto! Batia o carrinho pra todo lugar em sp

  • João Cagnoni

    Sou fã dos câmbios automáticos, seja qual modelo for. Cada um tem a sua graça.

  • Charlis

    Sacanagem foto do interior do Del Rey, excluindo seu relógio!

  • Rodrigo

    Minha irmã teve um Monza automatico em 1989.

    • Mr. Pennybags

      um tio tb tinha. Eu me sentia no futuro andando num carro AT!

  • Câmbio tipo cockpit de avião.

  • Louis

    Nessa época, o pessoal falava que era carro para deficiente físico. Assim como 4 portas era carro de taxista. Como as coisas mudam.

    • zekinha71

      Carro branco era de firma e hoje é chique, hj duas portas é carro de escadinha.

      • Lucas086

        Sou doido por um carro 2p, teria um 208 2p com teto por um bom tempo, acho lindo demais

    • Rogério R.

      E carro com teto solar nos anos 1980 era carro de CC(Cornolépticus Chifrudus). Fico imaginando um Stilo com Skywindow rodando pelas ruas nos anos 1980…

    • cepereira2006

      Falavam também que se estragasse, nenhum mecânico consertava.

    • Leonardo M. G.

      Eu ouvia falar que carro 4 portas era carro de assaltante de banco, pela facilidade de entrada e saída do veículo…

  • Ricardo

    Por mais que os automáticos evoluam, sempre preferirei o prazer dos manuais.

    • Mr. Pennybags

      Eu pensava a mesma coisa até dirigir um DSG :)

      • Ricardo

        DSG é menos mal, tem um certo prazer pelas trocas absurdamente rápidas e borboletas.

    • Rogério R.

      Eu sou um fã do câmbio manual.

  • Rogério R.

    O primeiro carro com câmbio automático que vi na vida foi um Dodge Polara.
    https://icdn-4.motor1.com/images/mgl/WXXj6/s3/carros-para-sempre-dodge-1800-polara-um-novo-conceito-de-popular.jpg

    • Mr. Car

      Se não me engano, esta foto foi tirada de uma página de um clube de fãs do Hillman Avenger, e inclusive o consideraram o mais belo “Hillman Avenger” de todos, he, he!

      • Rogério R.

        O “nosso” Doginho possui fãs britânicos. Quem diria!

  • zekinha71

    Achar uma Chevy 500 automática deve ser tão difícil como uma Saveiro diesel.

    • Rogério R.

      Achar uma Chevy 500 manual já é difícil, imagine uma automática.

      • Que tal um chevette automático com ar condicionado como a matéria fala.

    • kleber peters

      Vizinho do meu pai tem uma Saveiro diesel. Vermelha. Entrega leite com ela.

  • Leonel

    “um aviso: muito cuidado com a falta de peças de reposição” já instala um CVT e atualiza o motor, injeção direta e etc rsrs
    brincadeiras a parte, muito bacana a reportagem. Estes dias vi o anúncio de um Chevette AT e nem me recordava disso. Já tivemos um, acho que era 86, a álcool. Dor de cabeça zero.

  • Igor Pricandi

    Como não. Tive uma ipanema automática por três anos.

  • Alvaro

    Só sugeriria uma correção, o Classic na verdade já teve versão automática desde a época do Corsa Sedan 97, lançado como opcional somente na versão mais simples GL 1.6 8v. Lembro-me que mais criança, gostava de fuçar a ficha de equipamentos dos carros a venda (que tinha no final da revista quatro-rodas) e estranhava que tinha um Corsa Sedan GL Automático, sendo que o GLS 16V era sempre manual.

  • afonso200

    a primeira geraç~´ao de corvette tinha cambio AT de 2 marchas apenas

  • Natán Barreto

    A GM sempre investiu em automáticos de verdade em carros populares. Foi assim no Chevete, no Corsa e recentemente no Onix sendo pioneiro com câmbio de 6 marchas.

    • Douglas

      Só esqueceu do Corsa C, que o máximo que teve foi a embreagem automática.

  • 1945_DE

    Eu conheci todos. Será que estamos ficando velhos?

  • nbj

    O Opala e a Caravan 4 cilindros também saíram com câmbio automático de três marchas na década de 70, com opção de alavanca no assoalho ou na coluna de direção. O Maverick 4 cilindros também tinha versão com câmbio automático.

    • 4lex5andro

      Os raros Dodge charger, Ford Landau e Ford Galaxie dispunham do câmbio automático na coluna de direção. Barcas norte-americanas perdidas em estradas brasileiras, que não conheceram um motor a etanol.

      • zekinha71

        Sinto em lhe informar que uma vez vi um Landau a etanol a venda, devia beber mais que o nove dedos em festa política.
        Quase que comprei, naquele tempo o etanol era bem barato.

        • kleber peters

          Ainda bem que precisa desligar o motor pra abastecer, senão não encheria o tanque nunca!!!

  • Confesso que sabia do chevette automático, mas nunca vi um modelo equipado com ar condicionado.

  • Andre Henrique Melo

    Ai vem as montadoras com os robotizados ou automatizado,em vez de evoluímos retrocedemos. Em um canal de mecânica um reparador especializado em concertos de câmbios relata que esse modelo não e ruim.Quem que ter um tem que ter dinheiro…Sim ele tem razão para levar em sua oficina ele lucrar? Explicar carros com 20.000 Km dando defeito realmente deve ser sinal de qualidade?A primeira montadora a banir os robotizados será VW que após milhares de reclamações e processos judiciais ate 2019.

  • Daniel

    O Kadett tinha cambio automatico desde que chegou aqui, em 1989! O pai de um amigo tinha um (trocado por uma Ipanema 93 igualmente automatica). Ah, e eram a gasolina!

  • FocusMan

    Adiciono que o Corsa foi vendido com esse cambio automático desde 1998 nas versões GL e GLS 1.6

  • Edson Fernandes

    Agora da para entender o porque nao fizeram sucesso.

    O Chevette fazendo entre 5.3 e 6.7 de consumo é dureza…rs

    E que interessante, pois existe uma fabricante de ar condicionado que faz exatamente com o mesmo visual desse do Chevette e o que me dá a certeza da adaptação de fabrica: Eles não usaram a mesma saida de ar ventilado e forçado que já existe no carro.

  • Guh MDNS

    Meu tio tinha uma Ipanema 2.0 automatica 1997, que ele tirou 0km, que estranhamente vinha com rodas de aço aro 13, fora isso era completinha, com ar, direção, vidros eletricos (nas 4 portas), retrovisores elétricos e só…
    Eu acho que era daquelas épocas que os opcionais não eram vendidos em pacotes, porque não tinha check control, controle de suspensão traseira, nem tampa do bagagito, nem farois automátidos, nem painel digital. muito menos rack no teto!!!!!!!

  • Filipe Augustus

    Minha mãe tinha um Kadett SL/E Automático vermelho 1992, era bem legal, só que bebia bem mais que o Monza Classic Automático 1987 que ela vendeu em 94 e comprou o Kadett, aliás esse Monza Classic tentaram roubar ele 3 vezes com a minha mãe e depois ele foi roubado mais umas 3 vezes sendo a última nunca mais recuperado de acordo com o Sinesp, lembro da placa BUN-0864. Já o Kadett está em rio claro, se ele estivesse em boas condições compraria ele de novo, para fazer uma surpresa para minha mãe!

  • Daniel

    Faltou mencionar alguns carros mesmo os derivados dos mencionados: Ipanema; Marajó; Monza SR (1989) entre outros.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend