Mercado

Carros usados mais vendidos em junho de 2019 – Depreciação diminuiu

Carros usados mais vendidos em junho de 2019 - Depreciação diminuiu

A depreciação de carros usados caiu nos últimos anos, de acordo com reportagem do site Exame com o classificado de veículos Webmotors. Por conta da crise econômica, que derrubou as vendas de carros novos, os seminovos simplesmente sumiram do mercado de usados de dois a três anos para cá.


Com isso, a depreciação diminuiu por causa da oferta menor e demanda maior. O site de classificados aponta o Jeep Compass como exemplo. Ele é negociado com preços entre R$ 120 mil e R$ 130 mil quando novo. Usado, ele vende hoje por R$ 115 mil. Normalmente, ele valeria em torno de R$ 100 mil.

O classificado indica uma depreciação média de 10%, chegando mesmo a 5% em alguns casos. Normalmente fica entre 12% e 15%. Assim, o “apagão” dos seminovos ajuda a elevar os preços dos mesmos, sendo mais vantagem para quem vende.

Carros usados mais vendidos em junho de 2019 - Depreciação diminuiu


Isso é demonstrado pelos números de usados em junho. Foram negociados 805.014 automóveis e comerciais leves no período, uma queda de 16,03% em relação a maio e 4,05% em comparação com 2018. No acumulado do ano, a alta é de apenas 0,25% com 5.123.380 vendidos.

Asa marcas mais procuradas são VW, GM e Fiat com 20,46%, 19,94% e 19,79%, respectivamente. Ford e Renault aparecem em seguida com 10,21% e 5,03%.

Nos carros, apenas o Corolla aparece no Top 10 entre os modelos populares. Nos comerciais, a Toro, por exemplo, é quem fecha do Top 10. Clássicos como Fusca (28º) e Kombi (7º) continuam firmes entre os mais vendidos, especialmente a utilitária da VW.

Confira abaixo os 50 automóveis e 50 comerciais leves usados mais vendidos em junho de 2019:

Automóveis

1º GOL 64.582
2º PALIO 41.281
3º UNO 40.112
4º CELTA 23.498
5º FOX 20.395
6º FIESTA 19.372
7º CORSA 18.917
8º SIENA 17.704
9º KA 16.890
10º COROLLA 16.629
11º ONIX 15.800
12º CLASSIC 15.244
13º SANDERO 14.010
14º CIVIC 13.819
15º HB20 12.341
16º ECOSPORT 11.972
17º PRISMA 11.794
18º VOYAGE 11.736
19º FIT 10.070
20º C3 6.925
21º GOLF 5.976
22º LOGAN 5.783
23º VECTRA 5.740
24º PALIO WEEKEND 5.588
25º CLIO 5.580
26º PUNTO 5.392
27º DUSTER 5.389
28º FUSCA 5.249
29º ASTRA 5.205
30º FIESTA SEDAN 5.159
31º COBALT 5.039
32º CITY 4.767
33º HB20S 4.744
34º PARATI 4.697
35º FOCUS 4.624
36º IDEA 4.343
37º UP 4.283
38º TUCSON 4.275
39º POLO 4.095
40º CRUZE SEDAN 4.066
41º AGILE 4.045
42º PAJERO 3.773
43º RENEGADE 3.749
44º SPIN 3.713
45º HR-V 3.656
46º ETIOS HB 3.647
47º CROSS FOX 3.499
48º MERIVA 3.249
49º CORSA SEDAN 3.205
50º 206 3.202

Comerciais leves

1º STRADA 21.745
2º SAVEIRO 16.281
3º S10 12.073
4º HILUX 8.985
5º MONTANA 7.348
6º RANGER 5.106
7º KOMBI 4.450
8º FIORINO 4.388
9º L200 4.308
10º TORO 3.369
11º AMAROK 3.029
12º FRONTIER 2.438
13º F1000 1.388
14º DUCATO 1.355
15º D20 1.305
16º COURIER 1.293
17º HR 1.258
18º PAMPA 1.220
19º MASTER 1.123
20º F250 733
21º OROCH 706
22º K2500 641
23º KANGOO 597
24º DAILY 35S14 566
25º DOBLO 536
26º D10 382
27º SILVERADO 350
28º BESTA 295
29º BOXER 267
30º SPRINTER 313 247
31º HOGGAR 215
32º TOWNER 190
33º PARTNER 183
34º TRANSIT 183
35º C10 173
36º JUMPER 171
37º UNO 171
38º F100 167
39º SPRINTER 311 161
40º SPRINTER 151
41º CHEVY 138
42º F75 126
43º C20 121
44º RUIYI 119
45º H100 98
46º K2700 97
47º 2500 95
48º BANDEIRANTE 93
49º TOPIC 85
50º CHEVROLET 80

[Fontes: Fenabrave/Exame]

Carros usados mais vendidos em junho de 2019 – Depreciação diminuiu
Nota média 3.7 de 3 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Bruno

    Só assim pra Volks ficar na frente, kkkk. Gol, Fusca, Parati…..

  • Emanuel Schott

    Junta a depreciação menor do usado com os juros baixos dos zero em comparação com os semi-novos (as vezes até com taxa zero) e a manutenção loteria dos usados.

    Aí a galera pergunta porque tem gente que prefere comprar 0km, apesar do teórico preço maior.

    • Compro Vidro de Perfume Vaziou

      Pra se comprar usado tem que ir fazer um laudo e levantar a documentação do carro, ai já se descobre o que foi feito e oq precisa ser feito e negociar o preço, mas se você acha que as pessoas apenas apontam o dedo e compram o carro, acho que esta certo

      • Emanuel Schott

        Não basta fazer laudo ou “levar em mecanico de confiança” pra detectar problemas nos usados. As vezes aparece alguma coisa que ninguem percebe. Não dá pra saber se o antigo dono fez as manutenções corretas. 0km você sabe.

        A diferença de preço tem que ser considerável entre o semi-novo e o 0km pra valer a pena, isso juntando tudo: custo do financiamento, seguro, manutenção, etc.

        • Compro Vidro de Perfume Vaziou

          “As vezes aparece alguma coisa que ninguém percebe” também acontece com 0km, o que vejo é que você claramente prefere 0km é um gosto seu, uma confiança que você acha necessária, não significa que carro usado sempre vai ser uma bomba de problemas..

          • Emanuel Schott

            0 Km tem garantia de fábrica. Se der problema, vai lá que arrumam na faixa, basta fazer as revisões certinhas (o que também deve ser feito com usados, mas muita gente não faz).

            E não é que prefiro 0Km, meu carro foi comprado usado. Mas antes de compra-lo, fiquei muito tempo pesquisando. Precisava de um veículo pouco rodado e semi-novo (com no máximo 2 anos de uso). Só que todo bom carro que encontrava não tinha 3% de diferença no preço pro 0Km se eu considerasse todo o custo envolvido. Assim não vale a pena, melhor ir pro novo e ter a confiança que se der problema, não vai ter surpresas no orçamento.

            Mas encontrei um com 12 mil rodados e 2 de uso com uma boa diferença no preço em relação ao novo, não pensei duas vezes antes de compra-lo. Me deu problema no alinhamento, precisei trocar os dois pneus da frente com menos de 25 mil e com certeza vou precisar checar os amortecedores antes do prazo de vida útil deles. Aparentemente o antigo dono não ligava muito com manutenção de rotina, isso que comprei de concessionária que teoricamente revisa todos os veículos antes de vender. A diferença no preço compensa isso, mas se fosse o caso dos 3% que citei lá em cima, teria um carro velho com praticamente o mesmo custo do 0Km.

            • Jeanphil

              Realmente, os seminovos estão com os preços muito similares aos 0km… muitas vezes, vale a pena gastar um pouco mais e tirar um 0km…

            • Diego G. de Lima

              Rapaz… Comprei o meu usado também. Fui na Css pra comprar um zero, mas entrei em um com 14 rodado, dois anos e cheirinho de novo e fiquei com ele mesmo. Mas dei muita sorte, era meu primeiro carro, nem olhei direito, felizmente nenhum problema quase dois anos depois. Perguntei se a Css tinha feito a revisão, se estava tudo ok, velas, óleos e tal, o vendedor safado disse que tava tudo ok, um ano depois, na revisão eu descobri que a única coisa que tinham feito era a troca do óleo e botaram pra vender. Então nem na css é garantia.
              E tem o fato do “três meses de garantia” que antes da compra é só mundos e fundos, depois é “não é bem assim”.
              Carro usado é muita sorte, 0 km pode vir bichado? Pode. Mas é bem mais tranquilo de resolver e até entrar na justiça.

        • Lucas

          É só comprar carro revisado na concessionária. As chances de pegar um veículo ruim diminuem drasticamente, levando em consideração que todas as trocas de fluidos, vistorias, limpezas e reapertos foram feitos de acordo com o plano de manutenção da montadora, e as peças de desgaste foram devidamente substituídas. A segurança é muito, muito maior…

          • Emanuel Schott

            O meu era revisado. Negócio é que a revisão deles é bem porca.

            • leomix leo

              Manel, separe uns 2/3 conto, pegeu seu usado. Faça um boa revisão e seja feliz, quem prefere carro novo é pq não tem paciência ou dinheiro pra arrumar um usado, larga a bomba usada lá e roda mais 3 anos com o carango novo, vou pegar um 147 cara de jegue agora, já estou separando o troco pra revisar.

              • Emanuel Schott

                Se eu fosse pagar isso pra revisar, ficaria perigosamente próximo do preço do 0km e entraria naquela situação que eu citei lá em cima.

                • Ernesto

                  Você está considerando o valor de licenciamento/emplacamento do 0Km nesses 3% de diferença?

                  • Emanuel Schott

                    Tudo. O usado tive que pagar, 0km me davam como “bônus”.

                    As concessionárias fazem algumas maluquices pra vender.

                    • Ernesto

                      Se for isso, não justifica mesmo comprar um modelo seminovo.

          • Lucas de Lucca

            Revisão de concessionária é uma das maiores porqueiras que existem, não se iluda com isso.

            • Lucas

              Mas te dá respaldo judicial, caso eles não sigam plano de manutenção adequado e o carro venha a dar problema em algum item que deveria ter sido visto ou trocado por eles. Sem contar que preserva a garantia, além de permitir que mesmo fora dela, reparos sejam feitos como cortesia ou com um bom desconto (como aconteceu comigo, me deram como cortesia o cardã da Amarok de 10 mil reais mesmo fora da garantia, porque sempre revisei o carro na css).
              Na oficina da esquina, se quebrar ou se eles deixarem de trocar alguma coisa que deveriam, é ferro pra você e se for reclamar com o mecânico Tonhão, ele ainda é capaz de te mandar praquele lugar.

              • Lucas de Lucca

                Eu digo no sentido de dar tranquilidade para comprar usado entendeu? Se você pegar um usado com 3 anos de uso, ou seja, fora da garantia, não terá respaldo algum. Não é garantia que o serviço foi bem feito e pelo que se sabe, serviço de concessionária está longe de ser bem feito. Muitas vezes conseguem ser piores que o Tonhão da esquina.

                • Lucas

                  Mesmo fora da garantia, se a concessionária não seguir à risca o plano de manutenção contido no manual do carro, ela pode ser responsabilizada judicialmente, já que você pagou por isso. Se tu comprovares que na revisão a css deveria ter trocado o fluido da direção de acordo com o plano de manutenção, por exemplo, e ela não o fizer e for preciso trocar a bomba por conta desse desleixo, ela vai ter que arcar com tudo. Lógico que a burocracia é gigante, você perderia bastante tempo e cabelos, mas ganharia com facilidade a peça nova e tudo referente a danos morais.
                  Já nas oficinas menores, a responsabilização se torna muito mais difícil.
                  Não se sei consegui me fazer entender, mas tenho medo de carros cujo histórico de manutenção eu não tenho como saber e nem comprovar.

        • SDS SP

          Precisa puxar bem a capivara do carro. Verificar se todo o protocolo de manutenção foi seguido conforme manual.
          Se passou alguma coisa importante, eu dispenso. Funilaria e estrutura não é tão trivial de se entender, mas uma boa pesquisa no que inspecionar ajuda.
          Se eu pudesse, só comprava 0km, mas está difícil.

        • Luis Burro

          E qntos 0 km ñ tão saindo com recall em pouco tempo???
          As montadoras tão nivelando a disparidade q havia nesta diferença!

          • Emanuel Schott

            Quanto custa pra arrumar um carro em recall? Zero né? Então, é isso que tô falando. O usado não tem choro nem vela, ou gasta ou fica sem.

        • leitor

          Quem pode comprar zero é outra história. O que não é o caso de muitos. Se fosse os usados seriam bem mais baratos. Mas como usados têm demanda maior, o preço sobe um pouco.

          • Emanuel Schott

            A discussão inteira começou com “carros usados saindo praticamente pelo mesmo preço dos 0km devido a manutenção e juros maiores”.

            Se nessa situação o cidadão não pode comprar 0, então não pode comprar um usado desses também. Vai ter que se contentar com um carro mais velho.

            • leitor

              Com certeza. Mas muita gente pergunta porque comprar carro 0 na questão de ter um novo simples diante de seminovo com mais opcionais e conforto, com preço semelhante. A maior razão da pergunta passa por essa questão. Por exemplo, um Nissan March 0km 2019 com AC e VE, câmbio manual, motor 1.0 (R$ 44.990) e um HB20 2017 38mil km, com os mesmos opcionais e mais TE, AL, som, direção elétrica, sensor e câmera de ré, motor 1.6 e câmbio automático de mesmo preço ou menos. Vi no OLX agora.

              • Emanuel Schott

                Fipe desse HB20 é R$48.000, foge que é cilada.

    • invalid_pilot

      Gente prefere comprar 0km por preguiça, desconhecimento e financiamento maroto (que tem taxas menores e parcelinha menor para 0km que para usado)

      • SDS SP

        Não diria que seja preguiça, mas falta de paciência. Comprar carro usado não é tão fácil quanto parece. Independente da condição, se não saber controlar o emocional, vai fazer negócio ruim.

  • globonaotemjapa

    Comprar carro PCD usado tem desconto?

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      acho que não

    • TijucaBH

      Não!!!

      • Davy Barbosa

        Kkkkk. Um povo tem uma preguiça enorme de pensar por 10 seg se quer.

  • João Holmes

    A desvalorização está baixa, porque os novos não param de subir e isso freia a queda no preço dos usados. Simples assim.

    • TijucaBH

      Nao é bem assim. O calculo é feito com o preco do carro novo atual e nao quando ele foi comprado a 1 ou 2 anos. Nao defendo montadora, mas os carros subiram menos que a inflação nos ultimos 10 anos, mesmo com impacto do dolar sobre o aço e aumento dos itens de serie dos carros como air bag duplo, abs, ar, direcao hidráulica ou eletrica, travas e vidros eletricos e em muitos casos som de fabrica. Esses itens eram impensáveis como item de série a 10 anos.
      Tem outro fator que ninca lembramos. Realmente carro aqui é caro pro nosso bolso, mas tambem temos uma valorização muito maior do usado do que em outros mercados. Carro aqui com 10 anos de uso ainda sao bem aceitos no mercado de usados e com bom valor de revenda. Em mercados mais maduros, carro com 10 anos nao vale quase nada. Tem que pensar nisso tambem…

      • Dead Lock

        Os usados estão mais valorizados porque muita gente, com a crise (renda em queda ou estabilizada), foi alijada do mercado de novos, que aumentam de preços periodicamente, e passaram a focar nos usados, que aumentaram de preço devido á maior demanda. Portanto, além do aumento do preço dos novos, temos também a queda ou estabilização da renda como motivo para valorização dos usados.

  • Ricardo

    Com os preços absurdos dos 0km, semi novos valem mais a pena, mas mais a pena ainda valem os carros de 10 anos de idade que já estabilizaram o preço.

  • Anderson Trajano

    Com a escalada sem freio no preços dos 0km, a tendência é que tenhamos cada vez mais concorrência entre os usados. Por consequência, o preço sobe e a depreciação diminui.

    Eu particularmente não tenho tempo (nem paciência) para fazer todas as pesquisas que um usado exige, portanto, prefiro comprar zero Km. Ainda mais porque na última vez que tentei me “aventurar” num usado, tive que devolver em garantia, isso porque o carro tinha laudo cautelar e histórico de manutenção.

    Tomei a decisão de só comprar usado de quem eu conheço, já que sou muito chato com manutenção. Mesmo estando no 0km a alguns anos, confesso que é possível encontrar boas oportunidades a preços melhores no mercado de usados.

    • Dherik

      Não precisa se aventurar sozinho. Contrate um profissional (“car hunter”) que ele te entregará um carro usado excelente com um preço justo. Se ainda estiver desconfiado, peça para ele procurar um ainda na garantia.

      • SDS SP

        É interessante o car hunter, mas só utilizaria o serviço em carros mais antigos.

  • zeh

    …atah…depreciação existe e lojista as praticam sem menor pudor…depreciação na compra do seu usado e super faturamento na venda…e quando financiado então?….o veículo usado aumenta os lucros dos mesmos e dos bancos…

    • Lucas

      Só trouxa vende carro pra lojista. SImples assim…

      • leomix leo

        Às vezes receio dos picaretas, ou preguiça mesmo, vejo gente que fala que não tem paciência.

      • TijucaBH

        Nao é bem assim. Quem nao entende nada de carro, melhor vender pra lojista do que correr o risco de tomar cano ou cair em golpe, alem do risco de assalto, etc. Muitos lojistas estao pagando melhor do que concessionária minha mae, minha esposa e meus cunhados nunca, sob hipótese nenhuma, anunciariam carro em um site pra vender pra particular por desconhecer completamente esse universo. Eu já sou o contrário, nunca deixei um carro na troca por um zero km porque sei vender

        • Lucas

          É só pesquisar como funciona. Leva intermináveis 10 minutos pra pessoa aprender a ir no cartório com o comprador e reconhecer tudo quando o dinheiro cair na conta. E logo após, modificar a propriedade do carro junto ao órgão do estado. Se a pessoa prefere trocar 10 minutos da vida por prejuízo de dezenas de milhares de reais, com todo o respeito, é ignorância pura. Se fosse um procedimento complexo, tudo bem, mas não é, todo mundo faz isso.
          E deixar em concessionária ou lojista é tomar cano… é dar pro dono pelo menos 15 mil de lucro em cima de qualquer carro que você deixe lá…

  • Dherik

    Me chama a atenção o Golf em 21º. Isto mostra como o carro é bem quisto no mercado e não fez mais sucesso pelo preço alto, a ponto de praticamente sair do mercado (deixando só o caríssimo GTI). Uma pena.

    • Não só ele, mas o Focus também era um bom carro, até a Ford cagar com os ‘powershit’ e diminuir a procura pelo modelo. Além de ter preços que não condizem com a realidade do povo brasileiro que cada dia empobrece mais. A realidade é que muitos assim como o Golf desapareçam pelos próximos meses.

    • leitor

      Outra questão sobre o Golf também é o seguro, quase o dobro do de outros carros. É um carro muito bom em relação aos outros, mas essa questão pesa. Além de ter baixado de preço menos que os outros.

      • Dherik

        Aconselho você cotar agora. Para meu perfil fica no mesmo preço de qualquer outro médio: 308, Focus, etc

    • Guedes

      Mas note que esses GOLFS muito provavelmente são os sapões em sua grande maioria, cujo preço é muito mais em conta do que o TSI

      • Dherik

        Não tinha pensado nisto. Eu vejo pouco Golf sapão rodando, mas é uma explicação boa.

  • Mauricio Ferrari

    O verdadeiro problema que um usado pode ter, não e só falta de manutenção adequada.
    É a forma como ele foi utilizado pelos donos anteriores.
    Quando o motorista é ruim e grosseiro na direção, ele vai destruindo o carro como um todo, e mesmo uma boa manutenção de peças específicas não conserta tudo que foi estragado
    A estrutura vai sendo toda comprometida, cada parafusinho, caninho, encaixe, cochim, etc, etc, vai ficando frouxo, solto, mal encaixado, desgastado. A estrutura toda sofreu abusos na utilização. Pancadas secas e muito fortes em buracos, meio fio, valetas, lombadas; utilização grosseira em estradas e ruas de terra, ou estradas muito esburacadas. Pode ver que esse veículo nunca mais será bom, mesmo gastando com manutenção
    Por isso que vemos carros de 20 mil KM em mal estado e dando problemas constantemente, e outros com 200 mil em ótimo estado

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Isso me lembrou do meu cunhado. Coitado de quem pegar o Celta 2012 dele.

    • Fernando Oliveira

      Exatamente isso. São os famosos “cupins de ferro”. Acrescentaria a falta de zelo com o habitáculo também. Impressionante como tem gente que consegue quebrar as saídas de ar, riscar todo o console e detonar bancos e forros de porta em carros com baixa KM. Já vi alguns veículos com 40K KM que estavam literalmente um lixo e olha que não eram carros ditos populares que ainda podiam dar a desculpa de “acabamento de baixa qualidade”, era desleixo mesmo. Com isso, dá pra imaginar como deve ter sido negligenciada a manutenção mecânica destes veículos por seus donos anteriores. Por estas e outras, continuo achando que a aquisição de veículos com mais de 3 anos de uso, é de alto risco para dores de cabeça.

      • Mauricio Ferrari

        Verdade Fernando, esqueci de comentar sobre o interior. Como meu saudoso pai dizia…Tem gente que parece ter mãos de ferro, e alguns ainda têm duas mãos esquerdas, rsrsrsrs.
        Na maioria das vezes tive sorte com meus usados/seminovos. Mas tive um Monza Classic lindo, que foi uma “bomba”, o pior carro da minha vida. Prefiro ficar a pé do que ter outro daquele. Depois dele passei a tomar mais cuidado na compra de usados.
        Não compro mais zero pela depreciação excessiva. Gosto de carros de conhecidos, ou pelo menos de revendedoras mais conscienciosas, pois ainda existem algumas assim.
        Comprei uma Doblò 2004 há 4 anos, que foi de um conhecido, para trabalhar. Está com 250 mil, rodando belamente, firme e sólida, pois foi tratada a pão de Ló pelo dono.
        Mas é mosca branca.

  • Wagner Martins

    Interessante o bom desempenho de Celta e Corsa, mesmo estando fora do mercado há um bom tempo 2014 e 2013.

  • Ediomar

    Já estou no meu 7 carro usado comprado,e todos eles sempre foram entre 90 e 120 mil km,e sinceramente ,nunca tive problema com nenhum,como já falaram,vistoria e um bom mecânico fazem toda a diferença na hora de escolher,e sendo assim com certeza vou para o meu próximo usadinho no futuro.

  • zekinha71

    Já divulgaram as listas dos novos e dos usados, agora quero ver a lista dos semi novos.

  • Robinho

    Pampa, incrivel como tem uma alta procura por esta picapinha.

  • Luis Burro

    Interessante o EcoSport isolado como Suv!

    • Robinho

      para quem quer ter um SUV pela primeira vez, e não tem grana para modelos mais novos, considero uma boa opção, tive uma 2012, nunca meu deu problema algum, claro que tinha seus pontos negativos, mas fui muito feliz com ela, tanto que considero uma mais nova se for trocar de carro algum dia…

    • TijucaBH

      Claro, foi lançada lá por volta de 2003 e ficou isolada no segmento por muito tempo, com isso tem um grande volume de usados rodando, pois sao pelo menos 16 anos de producao, enquanto um HRV por exemplo tem 3.

      • MauroRF

        As unidades da segunda geração também são bastante comercializadas. Aqui no ABC, há inúmeras da primeira e da segunda gerações circulando. HRV são 4 anos, desde começo de 2015, mas o problema do HRV é o preço, mesmo uma 2015 é cara, incrível. Mas é o que você disse, bastante tempo de produção e várias disponíveis no mercado.

  • Daniel

    Socorro, tem o 206 mas não tem o meu, o 208!

  • Lucas de Lucca

    Sempre que fico 5 minutos parado de frente a algum quebra-molas assistindo os cupins de ferro que se auto intitulam motoristas rampando sobre eles ou em alguma valeta deixando quase o cárter ali de tão rápidos que passam desisto de qualquer fio de vontade de pegar um usado.

  • Michel

    Qual é o milagre de 7000 c3?esse carro vendeu tanto assim?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email