CB 500: preço, consumo, versões, motor, desempenho

CB 500

A Honda CB 500 é uma naked de médio desempenho do segmento street, vendida no Brasil há muitos anos.


Ela é herdeira da clássica Honda CB 400 II e das igualmente antigas Honda CB 450F e Honda CBR 450SR.

Assim como é uma naked, a CB 500 também é uma crossover, com foco na aventura e chamada CB 500 X.

Com a primeira a ser designada como CB 500 F, a motocicleta da Honda ainda chegou a ser vendida há alguns anos como CB 500 R.

Esta última era uma esportiva carenada, mas saiu de linha e agora somente os modelos F e X continuam em comercialização, com preços a partir de R$ 33.320 e R$ 35.850, respectivamente.

CB 500 – duas propostas

cb 500f x 2020 2

A Honda CB 500 F é vendida nas cores vermelho perolizado, cinza metálico e laranja metálico, enquanto a CB 500 X tem as pinturas prata metálico, preto perolizado e vermelho perolizado.

Nas duas, o motor é o mesmo, um bicilíndrico de quatro tempos DOHC com refrigeração líquida e injeção eletrônica, mas abastecido somente com gasolina.

Ele entrega 50,4 cavalos a 8.500 rpm e 4,55 kgfm a 6.500 rpm, tendo transmissão de seis marchas e relação por pinhão, corrente e coroa.

Compartilhando chassi e motor, as F e X apresentam características distintas para atuarem em seus segmentos exemplarmente, apresentando bom estilo, conforto, segurança e desempenho.

A CB 500 F tem um estilo Neo Sports Café herdado da Honda CB 1000 R e da nova Honda CB 300 R europeia, chama atenção pelo conjunto ótico frontal verticalizado com farol full LED e luzes diurnas em LED.

cb 500f x 2020 3

A esportiva naked tem ainda piscas em LED, assim como lanterna em LED. Seu tanque elevado mantém a inclinação característica da linha CB, tendo abas laterais pronunciadas e avançadas em direção ao farol.

Com banco esportivo em dois níveis, a CB 500 F tem rabeta curta com para-lama traseiro pronunciado, sustentado por suporte de alumínio e quadro de aço tubular de duplo berço para sustentar o propulsor de dois cilindros, bem exposto no visual.

O escape duplo de aço inox e silencioso esportivo de formato quadrado, marcam a aparência da CB 500 F, que tem ainda rodas de liga leve aro 17 polegadas com discos de freio recortados e sistema ABS.

Outro destaque é o painel digital com grafismos bem nítidos durante a pilotagem, tornando a visualização das informações melhor.

Com tanque de 17,1 litros, a F tem uma boa autonomia com consumo de 23 km/l na cidade e 30 km/l na estrada, alcançando até 513 km de autonomia teórica.

cb 500f x 2020 4

Tendo disco de freio simples na frente e outro atrás, a CB 500 F tem ainda suspensão dianteira telescópica normal e traseira com balança monoamortecida.

Como características principais, a Honda CB 500 F tem embreagem deslizante para trocas mais suaves e antitravamento da roda traseira, suspensão ajustável em pressão da mola, guidão cônico, bocal do tanque aeronáutico e alerta de frenagem de emergência.

Já a X é um modelo que surge logo acima da XRE 300, sendo assim um degrau natural para quem está trocando de moto e subindo de segmento, assim como no caso da CB 500 F.

Aventureira, esta crossover chama atenção por sua frente alta e imponente com farol full LED verticalizado, dotado ainda de luzes diurnas em LED.

Ela também tem suspensão alta com curso bom para enfrentar vários tipos de terreno e obstáculos, assim como posição de pilotagem elevada com tanque de 17,7 litros proeminente.

cb 500f x 2020 5

Com um pequeno para-brisa, a Honda CB 500 X foca na aerodinâmica, tendo ainda molduras laterais verticalizadas e banco duplo bem amplo e confortável para duas pessoas.

Tendo uma rabeta robusta e rodas de liga leve aro 19 polegadas na frente e 17 polegadas atrás, a CB 500 X usa os mesmos discos de freio ventilados de 310 mm na frente e 240 mm atrás.

Além de quadro e motor, a X compartilha com a F também o sistema de freios ABS, bem como escapamento e painel digital em LCD, porém, com fundo azul.

Fora os atributos principais destacados na F, a X tem ainda roda suporte para navegador GPS. Com isso e mais os acessórios originais da Honda, a motocicleta aventureira está pronta para viajar.

cb 500f x 2020 6

No mercado, as duas motos são apreciadas, ainda mais por serem produtos da Honda, bem como não terem rivais diretas nos segmentos que atuam.

Ambas possuem garantia de três anos e sem limite de quilometragem, tendo ainda assistência 24 horas em todo o Brasil, mais Chile, Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia.

Além disso, a Honda garante ainda inspeção gratuita de 21 itens na hora da revisão, tabelada em todo o território brasileiro.

CB 500 – detalhes

A Honda CB 500 F tem um visual bem esportivo, com frente dotada de farol full-LED verticalizado, com luzes diurnas em LED.

Com máscara negra em volta, tem sobre a cobertura o painel digital em LCD com blackout, ficando assim totalmente escurecido quando desligado.

O guidão é cônico e tem acabamento cinza-escuro com manetes de alumínio e manoplas ergonômicas.

A CB 500 F tem retrovisores aerodinâmicos e ajustáveis, além de comandos para piscas, buzina, lampejador de farol, partida elétrica, corta-corrente, comutador de farol e reservatório do fluido de freio dianteiro.

Com chave de partida dotada de sensor, a CB 500 F tem ainda tanque de 17,1 litros com bocal de reabastecimento em estilo aeronáutico, com molduras laterais dotadas de entradas de ar para admissão no motor.

Estas possuem acabamento em plástico preto e também com grafismos e cores da moto. Com molduras laterais conectadas à rabeta, ela tem dois assentos em níveis diferentes, além de alça entre eles.

Na traseira, a lanterna em LED é envolvida pela carenagem, enquanto um suporte duplo em alumínio sustenta o para-lama traseiro com placa, iluminação, pisca-alerta, piscas em LED e refletor.

O garupa tem ainda dois pedais de alumínio retráteis e sustentados por suportes de metal, fixados no quadro.

A suspensão traseira estilo Pro-Link tem amortecimento central com ajuste de carga do amortecedor e mola helicoidal.

O sistema sustenta coroa e corrente, além de protetor plástico desta e mais o disco de freio ventilado de 240 mm com pinça de pistão único, além de sistema de freios ABS.

A roda de liga leve tem aro 17 polegadas com acabamento preto e pneu 160/60 R17, enquanto fica ao lado o silencioso preto do escapamento com formato pentagonal na ponteira e protetor de perna metálico.

O escape 2×1 se conecta na parte inferior do motor, cujo acabamento é cinza-escuro. Os pedais do piloto são articulados e as hastes de freio e marchas são reguláveis.

O quadro tubular de aço de duplo berço fica parcialmente exposto e suportes laterais em alumínio polido ou em cinza-escuro podem ser vistos.

Já o radiador tem as laterais protegidas, mas sem carenagem envolvente. Na frente, a suspensão dianteira é do tipo telescópica com bengalas de cor cinza-escuro, além de roda aro 17 polegadas em liga leve.

O disco de freio ventilado tem 320 mm e dispõe de sistema ABS, com pinça de freio de duplo pistão. O para-lama dianteiro é envolvente e tem defletores de ar laterais, enquanto o pneu é 120/70 R17.

Na Honda CB 500 X, a frente é alta com farol full LED e luzes diurnas em LED, com pequeno spoiler na parte inferior e para-brisa em acrílico transparente na parte superior com pequenas aberturas.

A carenagem tem molduras laterais envolventes com extensões verticais alusivas às asas de pássaros, protegendo assim o radiador.

Com passagem de ar entre elas e o tanque, a X tem ainda um tanque de 17,7 litros com bocal aeronáutico, bem como painel digital com blackout e suporte de GPS.

Guidão cônico e os mesmos comandos da F são vistos, assim como a mesa com parafuso central protegido.

O banco único tem espaço para duas pessoas com revestimento macio e ergonômico. Com carenagens laterais envolventes, a CB 500 X tem ainda alças laterais para o garupa em liga leve.

A lanterna traseira é de LED e nas laterais do para-lama, integrado ao conjunto, tem ainda iluminação, placa e refletor.

O escape é o mesmo da CB 500 F, assim como a roda traseira, porém, o pneu traseiro é de uso misto com 160/60 R17 de medida.

Na frente, a roda de liga leve aro 19 polegadas tem disco de freio de 310 mm com sistema ABS e pinça de pistão duplo, além de pneu de uso misto 110/80 R19.

A CB 500 F pesa 176 kg, enquanto a CB 500 X desloca 183 kg.

CB 500 – versões

cb 500 5

  • Honda CB500 F Vermelho Perolizado
  • Honda CB500 F Prata Metálico
  • Honda CB500 F Laranja Metálico
  • Honda CB500 X Vermelho Perolizado
  • Honda CB500 X Prata Metálico
  • Honda CB500 X Preto Perolizado

Equipamentos

cb 500 7

Honda CB500 F Vermelho Perolizado – Naked, motor de 500 cilindradas, partida elétrica, injeção eletrônica, farol full LED, lanterna em LED, luzes diurnas em LED, freios ABS, rodas de liga leve, pneus de alto desempenho, painel digital, rodas aro 17 polegadas, entre outros.

Honda CB500 F Prata Metálico – Itens acima, mais a cor prata.

Honda CB500 F Laranja Metálico – Itens da CB 500 F, mais a cor laranja.

Honda CB500 X Vermelho Perolizado – Itens da CB 500 F, mais suporte para GPS, para-brisa, suspensão elevada, roda dianteira aro 19 polegadas, carenagens mais envolventes, entre outros.

Honda CB500 X Prata Metálico – Itens acima, mais a cor prata.

Honda CB500 X Preto Perolizado – Itens da CB 500 X, mais a cor preta.

Preços

cb 500 6

Qual o valor da CB 500?

  • Honda CB500 F Vermelho Perolizado – R$ 33.320
  • Honda CB500 F Prata Metálico – R$ 33.320
  • Honda CB500 F Laranja Metálico – R$ 33.320
  • Honda CB500 X Vermelho Perolizado – R$ 35.850
  • Honda CB500 X Prata Metálico – R$ 35.850
  • Honda CB500 X Preto Perolizado – R$ 35.850

CB 500 – motor

cb 500 2

A Honda CB 500 tem motor bicilíndrico de quatro tempos com carcaça construída em liga leve, com duplo comando de válvulas no cabeçote, sem variação, no chamado sistema DOHC.

Com quatro válvulas por cilindro, acionadas pelos comandos movidos por corrente, o motor de 471 cm³ da CB 500 tem ainda refrigeração líquida para aumentar a eficiência energética.

Também é equipado com injeção eletrônica de combustível PGM-FI com bicos injetores nos coletores de admissão, mas sem sistema flex.

Entregando 50,4 cavalos a 8.500 rpm e 4,55 kgfm a 6.500 rpm, a CB 500 tem ainda transmissão cíclica de seis marchas com embreagem multidisco em banho de óleo, dotada de sistema de deslizamento e antitravamento de roda.

Tendo engates suaves e precisos, a Honda CB 500 tem excelente desempenho com um conjunto motriz dotado ainda de partida elétrica e gestão eletrônica do motor com monitoramento através do painel digital blackout.

O propulsor é oriundo de um projeto moderno, que manteve a característica principal da CB 500, que é o motor de dois cilindros em cilindrada média.

Desempenho e consumo

cb 500 4

Quantos km a CB500F faz com 1 litro?

A CB 500 F vai de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e com máxima de 170 km/h, enquanto a CB 500 X faz o mesmo em 5,0 segundos com final de 183 km/h.

O consumo urbano da CB 500 F é de 23 km/l, além de 30 km/l na estrada e média de 27 km/l. Já a CB 500 X tem consumo na cidade de 25 km/l e rodoviário de 35 km/l, com média de 30 km/l.

CB 500 – geração antiga

cb 500 antiga

A Honda CB 500 surgiu no mercado brasileiro em 1997 como uma resposta à bem-sucedida Suzuki GS 500, que fez muito sucesso nos anos 90 e aproveitou o fim da clássica Honda CB 450 DX.

Dessa forma, a Honda CB 500 apareceu para competir com a rival japonesa e trouxe o motor bicilíndrico de quatro tempos refrigerador à água, assim como um desenho elegante para sua época.

Assim como a atual, ela também tinha freio a disco ventilado e único na roda dianteira, porém, a suspensão traseira tinha balança com dois amortecedores e não monoamortecida como a GS 500.

Confortável, a CB 500 realmente pecava pela suspensão traseira, já que seu motor de 498,8 cm³ rendia bons 54 cavalos a 9.000 rpm e 4,50 kgfm a 8.000 rpm.

A rival Suzuki GS 500 tinha 487 cm³ e entregava 48 cavalos a 9.200 rpm e 4,10 kgfm a 7.500 rpm. Ou seja, a antiga CB 500 era mais potente que a concorrente da época é até mais que a CB 500 F atual.

Com alto consumo por causa dos carburadores, a CB 500 do passado precisava mais do posto que a atual, fazendo apenas 13 km/l na cidade e 20 km/l na estrada.

Por isso seu tanque tinha 18 litros, chegando a GS 500 E ter 20 litros por causa do igualmente alto consumo.

A antiga CB 500 foi comercializada no Brasil até 2005, quando deu lugar para outra CB, que tinha quase o dobro de sua potência, a Honda CB 600 F Hornet.

Naturalmente a Honda dobrou não só a potência, como os cilindros e deu ao consumidor um “foguete” num segmento acima.

A felicidade de muitos encerrou justamente quando a Honda trouxe de volta a CB 500 F em 2014, com as irmãs CB 500 X e CB 500 R, devolvendo ao mercado a oferta de 500 cilindradas e amansando com a Honda CB 650 F.

Desde então, a linha CB 500 se manteve, apenas com o fim da carenada de proposta esportiva CB 500 R. De lá para cá, a moto sofreu uma boa atualização visual na linha 2020, que segue no momento.

CB 500 – fotos

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.