Chery Recalls

Chery Arrizo 5 tem recall por problema no indicador de combustível

Chery Arrizo 5 tem recall por problema no indicador de combustível

A Caoa Chery anunciou um recall que envolve 2898 unidades do sedan Arrizo 5 equipados com motor 1.5 turbo. Segundo comunicado, os proprietários precisam levar o veículo até uma concessionária devido a um problema identificado no módulo de controle do painel de combustível. Os carros envolvidos foram produzidos entre 24 de outubro de 2018 e 13 de dezembro de 2019.


Conforme explica a marca, o marcador de combustível pode não estar funcionando da forma correta. Logo, haverá inconsistência entre o indicado e a quantidade real existente no tanque do Arrizo 5. Com isso, o condutor poderá deixar de abastecer o veículo da forma adequada gerando até mesmo o esgotamento total de combustível. Caso isso venha a ocorrer, o motor deixará de funcionar. Ainda terá perda de tração e, consequentemente, a dirigibilidade do veículo será afetada, “podendo causar acidentes com danos materiais, lesões físicas graves ou, até mesmo, fatais”, diz a Caoa Chery em nota.

Confira abaixo mais informações e chassis envolvidos no recall do Caoa Chery Arrizo 5:

Modelo: CAOA Chery Arrizo 5 (ano / modelo 2018 a 2019)

Chassis (não sequenciais): de 98RDC21B0KA006873 a 98RDC21BXLA007065.

Produção: 24 de outubro de 2018 e 13 de dezembro de 2019.

Chery Arrizo 5 tem recall por problema no indicador de combustível

A empresa afirma que fará, primeiro, a verificação. E, caso seja necessário, irá atualizar o software do módulo de controle do painel de combustível do Arrizo 5. Até que o reparo seja feito, a CAOA Chery pede que os proprietários evitem trafegar com o nível de combustível abaixo de meio tanque.

“A rede de Concessionárias Autorizadas Caoa Chery estará apta para realizar o agendamento e atualização gratuitamente, a partir de 12 de fevereiro de 2020”, completa a nota do grupo. O tempo estimado para o reparo é de 24 minutos (em média).

Os donos do sedan Chery Arrizo 5 envolvidos no recall podem entrar em contato diretamente com uma rede de concessionárias autorizadas ou na Central de Atendimento ao Cliente Caoa Chery no telefone: 0800 772 4379.

Darlan Helder

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011

  • Tosca16

    Infelizmente é um problema pra lá de chato, imagina só ter pane seca com o painel sem marcar ao menos reserva… e já teve clientes nos grupos que tiveram esse problema, onde a concessionária resolveu, mas nenhum teve coragem de testar novamente, deixando o carro chegar na reserva no painel.

    • Leo

      Eu já passei por isso com outro veículo. É um saco. Naturalmente a última coisa que se desconfia é da falta de combustível.

  • El Gato!

    Pane seca é uma infração, de acordo com o CBT.
    Agora, imagina se por uma falha do carro o motorista é punido com multa de R$ 130,00, 4 pontos na carteira e remoção do veículo.
    A Chery iria ressarcir o motorista? Assumir os pontos? Arcar com o prejuízo da perda de desconto em IPVA?

    • Marcelo A.

      Nesse caso acho que ninguém pensaria que o carro parou de funcionar porque o combustível acabou, afinal o painel estará marcando que tem combustível no tanque, então até o dono do carro vai pensar que deu algum problema no sistema de injeção/ignição ou no motor do carro e provavelmente até os mecânicos da concessionária se não estiverem informados do problema podem perder um tempão tentando diagnosticar o problema até descobrirem que o tanque está seco!

  • Cesar

    Já concertaram o câmbio do Tiggo 5x?

    • Giovane Araujo

      Qual o problema do câmbio ?

      • Cesar

        O mesmo do Powershift da Ford: Tremedeira.
        Dá uma olhada na 4 rodas. O da longa duração está assim.

    • Não tem problema nenhum, mas sim uso indevido por parte da Quatro Rodas.
      DCT tem que operar como DCT, não como câmbio automático epiciclico.

      • Marcelo Martins

        Se pilotos da 4 rodas que são experientes não sabem usar o câmbio imagine na mão dos consumidores comuns !!!! portando segundo sua observação o câmbio vai dar muito problema !!!

        • Eles não são experientes em DCT, até pq é raro a 4R ter algum DCT em seu plantel de longa duração,e em todos que estiveram, eles pecaram por querer usar como um carro automático convencional.

          • Marcelo Martins

            Mas todos os clientes que compram esses carro vão usar como um AT convencional, vão ser raros os usuários experientes, portanto acho certo a 4 rodas usar como a maioria vai fazer !! e como falei se estão fazendo errado em usar como um AT convencional isso vai dar muita dor de cabeça para a CAOA !!!

        • Ernesto

          Marcelo Martins, os veículos de longa duração da 4 rodas são utilizados não somente por pilotos experientes, pelo contrário. São usados por pessoas que trabalham na editora e muitas vezes nem são ligadas à 4 rodas e sim em outra revista da empresa.
          Mas concordo que há um problema a ser resolvido pela Chery. Ela então deve instruir corretamente seus clientes a utilizarem o câmbio do Tiggo 5 e 7 que são o mesmo.

          • Marcelo Martins

            Melhor assim, os carros serem dirigidos por pessoas que terão o mesmo comportamento de um consumidor comum pois o teste fica mais real !!!
            Não entendo pq a CAOA se arrisca em usar esse câmbio nesses modelos sendo que precisa se firmar e vencer o forte preconceito aos carros chineses !! A CAOA deveria usar o câmbio AISIN ou um CVT para não ter dor de cabeça e não manchar a marca.

      • Caulazaro

        Nem sabia que existe diferença na condução.
        O que precisa fazer de diferente para andar com um ou com o outro?

        • Marcelo Martins

          Eu tb não sei o que ele quis dizer, só sei que todos os consumidores vão usar como um automático convencional, ou seja, colocar em D e acelerar !!! se isso for o o modo errado vai dar ruim para a CAOA !!!

          • Caulazaro

            Também acho, porque pelo menos a grande maioria dos compradores, só vão colocar em D mesmo e acelerar.

        • DCT é um automatizado de dupla embreagem, e, embora seja de dupla embreagem, ele tem alguns comportamentos similares ao de um automatizado. Vou dar exemplos:

          – se há uma ladeira íngrime, e você não tira o pé do acelerador em nenhum momento, as embreagens não conseguem ser acionadas para a redução de marcha, o carro perde força e dá uma “patinada”. Para evitar isto, basta tirar o pé do acelerador ao notar que perdeu força e pressionar vigorosamente após, ou mesmo um duplo “gás”, pressionando rapidamente duas vezes;

          – ao desestacionar em uma ladeira ou terreno íngrime, basta utilizar o modo manual, mantendo a primeira marcha, voltando para as trocas automáticas, após atingir rotação adequada, evitando assim a troca prematura de marchas antes da entrada do turbo, e com isso, a patinação não ocorre.

          DCT, ou qualquer câmbio automatizado ou automático com embreagens, sabendo usar, não se tem problemas.

          • Marcelo Martins

            Mas 99.99 dos clientes não vão fazer e nem sabem fazer isso, vão colocar em D e acelerar !!!

            • O problema é não ler o manual e não se familiarizar com a tecnologia que vem no produto que se compra, logo, sabemos que o problema reside em uma pecinha existente entre o banco do motorista e o volante, não no carro.

              Para o DCT ficar melhor em ladeiras, é possível implementar o sensor de aclive, todavia, esse sensor é caro, costumando estar presente somente em carros de luxo equipados com DCT Oil, como os da Audi. Já os DCT Dry e DCT Oil da VW, Ford, Renault, Hyundai e CAOA Chery não são equipados com esse sensor.

    • Marcelo Martins

      Só vai concertar qdo a CAOA resolver trocar por um confiável AISIN !!!

  • André Martani

    Começou…

  • Willie Cicci

    Enquanto isso tem marca vazando (muito) combustível e fazendo de tudo pra não convocar recall e queimar de vez a imagem…

  • omaisbanidodona

    Carro CHINES igual a qualidade ZERO LIXO de MONTADORA

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email