Chery mostra imagem do minicarro elétrico da marca Qilu – Virá?

Chery mostra imagem do minicarro elétrico da marca Qilu - Virá?

A Chery está ampliando seu portfólio de carros elétricos na China à medida que a eletrificação ganha cada vez mais impulso no maior mercado do mundo.


Agora, além de seus próprios modelos, terá uma submarca com produtos mais baratos, começando por um minicarro. Ela é conhecida agora como Qilu e está estabelecida na província de Shandong.

A Qilu Automobile é uma joint-venture entre a Qirui Automobile (Chery) e o governo da província chinesa. O primeiro produto será um simpático carrinho elétrico, derivado do modelo Little Ant, que aqui foi apresentado pela Caoa Chery como eQ1.

Chery mostra imagem do minicarro elétrico da marca Qilu - Virá?

Com lançamento em outubro, o pequenino da Qilu pretende ser muito mais barato que o eQ1 e assim entrar com mais força no mercado de carros elétricos baratos, que na China é liderado pelo Wuling Mini EV, da Shanghai-GM.

Aparentando ser um pouco menor que o eQ1, o pequeno carro da Qilu será igualmente direcionado para duas pessoas, mas poderão se apertar quatro em seu diminuto habitáculo.

O visual limpo também deve agradar quem procura apenas um meio de locomoção para fugir do transporte público, reduzindo assim o risco de contaminação, sendo esse um dos principais motivos de compra na China.

Chery mostra imagem do minicarro elétrico da marca Qilu - Virá?

Sobre a propulsão, ainda não há informações sobre potência e tamanho de bateria, mas eles deverão ser inferiores ao Chery eQ1. Uma possibilidade é o uso da antiga bateria do modelo citado, que tinha 30,6 kWh e lhe dava 200 km de autonomia no ciclo NEDC.

Atualmente o eQ1 tem 38 kWh e alcança 300 km, mas receberá adiante células que o levarão até 400 km de autonomia. Da mesma forma, o motor de 40 cavalos pode ser usado pelo Qilu, devendo chegar assim até 100 km/h.

Preço? Aposte em algo na casa dos US$ 4.500, que é o preço do líder Wuling Mini EV. Por aqui, a Caoa Chery revelou seus modelos e1 (antigo QQ) e eQ1, mas no momento comercializa somente o sedã elétrico Arrizo-e. Bem mais barato, esse Qilu poderia vir.

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.