Chery Preços SUVs

Chery Tiggo 7 2021 terá novidades no visual e conectividade

Chery Tiggo 7 2021 terá novidades no visual e conectividade

O Chery Tiggo 7 2021 chegará em breve aos concessionários da Caoa Chery, porém, com novidades. O SUV médio da marca chinesa terá alteração no visual. Não se trata de um facelift completo, mas apenas alteração nas tonalidades do produto.


O para-choque, saias laterais e saias de rodas recebem a cor preta no lugar da tonalidade da carroceria. Além disso, o protetor frontal passa a ter aplique cinza na parte central, que envolve as molduras dos faróis de neblina.

Outra novidade é a multimídia com tela de 9 polegadas, que terá o sistema Google Android Auto, que não existia até agora. Já o Apple Car Play continuará a bordo. A Caoa Chery também introduzirá no Tiggo 7 2021 um sistema de monitoramento em 360 graus com 4 câmeras envolvendo o veículo.

Equipado com motor 1.5 Turbo Flex de 147 cavalos na gasolina e 150 cavalos no etanol, além de 21,5 kgfm, o Tiggo 7 mede 4,50 m de comprimento e tem 2,67 m de entre eixos, atuando no segmento médio e custando atualmente R$ 106.990 na versão T e R$ 116.990 na TXS. A alteração deve mudar os preços do SUV.

Para queimar o estoque antigo, no entanto, a Caoa Chery começa uma campanha de descontos e vantagens para o utilitário esportivo na versão T, que é a de entrada, consistindo em usado na troca pago pela tabela Fipe, documentação grátis e IPVA 2020.

Contudo, pode-se optar também por financiamento com taxa zero para planos com entrada de 50% e saldo em 24 meses, incluindo ainda o preço da tabela Fipe no carro usado na troca. Por fim, a terceira opção de negócio da marca é a aquisição de banco de couro, insulfilme e usado com tabela Fipe.

Em 2019, o Chery Tiggo 7 sofreu com a proximidade do Tiggo 5x, que também deve receber mudanças na linha 2021, tendo 2.174 unidades vendidas contra 7.971 exemplares do irmão menor, que custa entre R$ 86.990 e R$ 96.990.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • globo nao tem japa

    Propaganda enganosa CAOA

  • Luconces

    Em outras palavras, consertaram o erro que foi ter pintado essas peças na cor da carroceria originalmente. A versão chinesa nunca teve essas peças pintadas.

    • Tosca16

      Questão estética que nem cheirou nem fedeu, a preferência é por plástico mesmo, todos modelos tão abarrotados deste material, e é até mais barato pra fabricante que pintar mais peças.

      • Luconces

        Questão estética de gosto duvidoso, tinha review do carro que aquelas peças aparentavam ser de outra tonalidade até.

        Seria a mesma coisa se o Renegade ou Compass, assim que foram lançados aqui, tivessem essas mesmas peças pretas pintadas na cor da carroceria. Fica péssimo.

        Tão ruim ficou que voltaram pra ideia original.

        • Tosca16

          Eu não achei ruim, mas claro que teria custos extras, pensando num reparo de peças por exemplo…

  • Tosca16

    Segundo um site, o modelo TXS sairá de 116 pra 122 visto a ocilação do dólar.

    • Jr

      Se por 116 já quase não vende, imagine por 122

  • Tosca16

    E o Tiggo2 nas cores novas pode chegar a bagatela de R$ 75.490,00…

    • Jr

      Por esse preço vai ficar tudo encalhado na loja

  • Christian

    E qdo a reestilização do final do ano chegar, vai ser o quê? Linha 2021-B? 2022?

    • Tosca16

      Pelo que deu a entender, o novo Tiggo7 (Tiggo7 PRO) vai vir talvez ano que vem, e o atual Tiggo7 por certo não receberá este ano o facelift “FLY”. Então talvez ano que vem tenhamos o Tiggo7 PRO acima do Tiggo7, que é que todos tem falado, e o atual Tiggo7 brasileiro siga sem mudanças.

  • Sino Weibo

    Ou o Tiggo 8 virá muito caro, ou não tera sentido lançar o novo Tiggo 7 aumentando os preços deste. Tomara que não façam isso, pois será um tiro no pé completo da CAOA, Tiggo 8 tem de chega custando próximo de Compass básico hoje, senão não venderá.

    • Aproveitando o off-topic, acho que apenas o preço e diferencial tecnológico não será suficiente pro 8 emplacar, vai ser só mais um na multidão.
      Se eu fosse o médico, chutaria o pau da barraca e lançaria o Tiggo 8 blindado de fábrica em versão única com preço abaixo da Tiguan R Line.
      Aí sim, chamaria a atenção do público “verdadeiramente premium” e realmente colocaria a marca em evidência com um produto inédito no mercado.

      • Sino Weibo

        Mas pra premium eles pretendem lançar a linha Exeed, acredito que nas mesmas concessionárias, mas com tratamento mais vip.

        • Lançar o Exeed com o mesmo argumento de mais equipado e mais barato a médio prazo, vai ser outro tiro no pé.

          A CAOA está fazendo um bom trabalho com o pós-venda com peças em estoque e bons preços, mas ainda falta muito pra marca se consolidar. Acho que o público já possui a percepção que a Chery tem bons carros, mas ainda não são carros cobiçados.
          E um – ou dois – produto assim seria um belo diferencial. Depois disso, aí sim dá pra pensar em falar de Exeed a longo prazo.

          • João Senff

            Bons carros ? Já tá dando problema no câmbio dos Caoa Chery que usa o famigerado Powershift renomeado.

            • Na internet não há relatos de problemas mecânicos com o cambio. No teste da Quatro Rodas há reclamações sobre o funcionamento do mesmo em aclives, mas é algo referente a programação.
              Você sabe sobre algum?

              • João Senff

                Aham acredite então nisso só não esqueça que esse câmbio é Powershift renomeado.

                • Jr

                  Ele te corrigiu, porque pelo que entendi e ele também, foi que você disse que tava dando problema no cambio por causa daquela matéria da quatro rodas, o César explicou para corrigir um equivoco seu que confundiu as coisas, leu a matéria das quatro rodas e não entendeu, como todo bom analfabeto funcional

                  • João Senff

                    Uma observação não li a matéria . Apenas ouvi dizer que teve a matéria . O meu ponto de vista foi que a Chery ainda não está fazendo bons carros e a prova seria usar um câmbio conhecido por seus problemas e renomear. Mas a caoa não é boa de câmbio nem na New Tucson que também da problema aquece e patina a embreagem. A Chery está fazendo carros agora se é bom vamos esperar uns 4 anos e ver . No mais todas as marcas apresentam problemas o importante é ter um bom pós venda para resolver.

                    • Edson Fernandes

                      Opa, então a sua definição de problemas é… “nomear uma transmissão”.

                      Então para ti, a VW e audi terem seu proprio nome é uma enganação?

                      Pq no grupo é assim:
                      VW: DSG
                      Audi: Stronic

                      Motor:
                      TSI no VW
                      TFSI no Audi

                      Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Só lembrando que se a CAOA utilizasse o nome “Powershift”, ela poderia ainda ser processada pela Ford que deixou esse nome comercial, logo, um nome que a fabricante patenteou e designou ao produto.

                      Algo que vc vai adorar é…. o Tiggo 2 usa a transmissão DP0. Sabe de quem? Da variação da Renault para a transmissão AL4.

                      “Ahhh mas então agora ela usa essa nomenclatura?” Sim, pq quem criou o conjunto do AL4 (e DP0 com melhorias na Renault) foram as fabricantes e não de um terceiro que forneceu simplesmente a transmissão.

                      Por fim, variação do “Powershift” que a Chery usa é do modelo corrigido, justamente uma solução feita pela fabricante da transmissão que a Ford relutou durante anos para acatar.

    • Thiago

      vira a preco de tiguan

  • MonHoe

    Eu só vi até agora um Tiggo 7 e faz tempo, não tem como competir com marcas já consolidadas com o mesmo preço e sem itens que justifiquem

  • Mayck Colares

    Com as baixas vendas e o preconceito do público a Caoa teria q no mínimo manter os preços e não aumentar. Ainda precisam provar para o público a qualidade a médio-longo prazo do carro

  • CAOA Chery é a marca e fabricante no Brasil… Chery não existe no Brasil.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email