*Featured Chery Lançamentos Mercado Preços SUVs

Chery Tiggo 7 chega ao Brasil com preços a partir de R$ 106.990

Chery Tiggo 7 chega ao Brasil com preços a partir de R$ 106.990

O Chery Tiggo 7 chegou ao mercado nacional. O SUV médio da marca chinesa vira nacional e parte de R$ 106.990 na versão T e R$ 116.990 na topo de linha TXS. Fabricado em Anápolis-GO, na unidade da CAOA, o modelo chinês é o quarto lançamento da marca sob o controle da empresa brasileira, sendo os anteriores Tiggo 2, Arrizo 5 e Tiggo 5x.


Compartilhando a mesma plataforma T1X com o Tiggo 5x, o Tiggo 7 também utiliza a mesma mecânica do irmão menor, sendo um 1.5 Turbo Flex com 147 cavalos na gasolina e 150 cavalos no etanol, tendo torque de 21,4 kgfm. Igualmente equipado com transmissão automatizada de dupla embreagem com seis marchas e tração dianteira, o SUV vem bem completo.

Chery Tiggo 7 chega ao Brasil com preços a partir de R$ 106.990

O conteúdo de série do Tiggo 7 envolve ar-condicionado com saída no banco traseiro, direção elétrica, trio elétrico, rodas de liga leve aro 17, LEDs diurnos, sensores de chuva e crepuscular, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, câmera de ré, chave presencial com partida por botão, faróis de neblina com função curva, controles de tração e estabilidade, assistente de rampa e sensor de pressão dos pneus, freio de estacionamento elétrico, entre outros.


Na TXS, que é a mais completa, o Tiggo 7 adiciona ar condicionado dual zone, teto solar panorâmico, rodas de liga leve aro 18, airbags laterais e de cortina, bancos em couro, monitoramento em 360 graus, luzes de cortesia e ambientação, entre outros. Com 4,50 m de comprimento e 2,67 m de entre eixos, o utilitário esportivo da Chery tem 414 litros no porta-malas.

Chery Tiggo 7 chega ao Brasil com preços a partir de R$ 106.990

Agora, só restam dois modelos da Chery, já prometidos: Tiggo 8 e Arrizo GX. O primeiro é um SUV de sete lugares que usa a mesma base T1X, mas que na China tem motor 1.6 Turbo com 197 cavalos e 29,5 kgfm. Provavelmente esse motor será usado aqui. Já o segundo é um sedã médio, irmão do Arrizo 5, mas com as vendas de SUVs em alta, pode ser que nem venha mais.

Chery Tiggo 7 chega ao Brasil com preços a partir de R$ 106.990
Nota média 3.2 de 10 votos

  • Luconces

    Pagar mais de 100 mil num chinês, aqui tem coragem…

    • Pipo pipo

      Muita coragem.

      • Rodrigo

        Admiro mesmo a coragem de terem colocado câmbio de dupla embreagem – que não goza de boa reputação em nosso mercado, embora em termos de eficiência e desempenho não tem nada melhor. Tenho curiosidade em experimentar só pra ver que tipo de ajustes eles escolheram.

    • 4lex5andro

      Depende do carro também, Qoros e Geely são bem reputados, apesar da origem chinesa, mas a maioria das marcas realmente ainda não inspira confiança, vide o LatinCap dos Lifan, por exemplo.

      Pode ser que a China trilhe o caminho dos vizinhos; marcas japonesas há 50 anos não eram bem aceitos e depois, nos anos 80, chegaram á liderança do mercado americano, e as coreanas há vinte e poucos anos, também eram motivo de receio e hoje tem trânsito fácil nos melhores mercados mundiais.

      • Luconces

        Eu dou no máximo mais cinco anos para as chinesas. Elas evoluíram muito, sem dúvida. Ainda fico meio assim com o pós-venda mesmo, precisar de uma peça, der alguma pane…

        • Danillo Santos

          Olha eu concordo viu… esse tiggo aí mesmo eu teria coragem de comprar se custasse uns 10k a menos nessa versão mais completa (e se eu tivesse o dinheiro,é lógico). Mas isso não é por ser chinês, é pq outros carros de marcas mais renomadas estão na mesma faixa de preços e com pacotes de equipamentos semelhantes

          • Mr Tony

            Cite exemplos, por favor. Com tudo isso que a versão completa oferece, por R$ 117.000,00

            • Danillo Santos

              Bom, vamos lá. Listas de equipamentos exatamente iguais entre 2 carros de marcas diferentes é difícil encontrar, ao passo que carros diferentes que competem na na mesma categoria frequentemente têm preços semelhantes. Poderia citar Creta e hrv, que embora não sejam médios de fato, se destacam em espaço interno dentre os compactos e, se não tem todos os equipamentos do Tiggo (mesmo que ainda possam ter um ou outro que o Tiggo não tem); ainda são bem recheados, custam menos e são boas compras (o que eu acredito que o Tiggo também seja). Já entre os médios de verdade, o Compass ainda deve vários equipamentos ao Tiggo (na versão mais barata), Sportage e ix35 são projetos mais antigos (o que não os inviabiliza por princípio, pois muitos carros atingem sua melhor forma logo antes de sair de linha), e equinox, Tiguan, 3008 e Cia são bem mais caros. Entenda que não sou cético quanto à capacidade dos chineses fazerem bons carros hj em dia. Apenas disse que se viessem com uma política de preços mais agressiva (como fez a Hyundai anos atrás), ajudaria a desfazer a desconfiança de muitos consumidores.

              • Mr Tony

                Como eu compro carro zero e uso “até virar pó”, tipo uns 8 anos pra cima, minha duvida com relação a durabilidade de um chinês, mesmo que seja fabricado no Brasil.

                Mesma coisa em pegar um importado, que muda de linha ou modelo e fica um inferno pra achar peças depois.

                Vou aguardar esse ano pra ver se o Kikcs E-power vai realmente dar as caras. Eficiência energética é o meu primeiro item pra comprar um carro novo de agora em diante.

                Dos que você citou, seria o HRV, pois o Creta bebe pra KCT.

                • Danillo Santos

                  Eu acho que em termos de durabilidade esse carro não vai ser um Toyota, porém não vai se desmanchar aos 5000 km, haja vista a parceria da Chery com a jaguar Land Rover no desenvolvimento da plataforma T1x. Mas claro que esse é um grande achismo da minha parte. Vejamos como vai performar…

        • o maior problema de pós-venda com os carros chineses está justamente no fato que eles mudam os modelos mais do que a gente troca de roupa no dia-a-dia. Até pra conseguir importar peça diretamente é complicado, são modelos demais, variações demais de um mesmo modelo, a cada ano eles mudam tudo no carro, é brabo.

          • Joãozinho

            Mas não tem outro jeito. As marcas chinesas não tem a tradição de um Corolla, que mantém o mesmo nome por décadas.
            É uma dificuldade que elas precisam enfrentar.

            Por outro lado, pegue uma Chevrolet: é uma marca que abandonou totalmente seus modelos clássicos aqui no Brasil. Equinox, Cruze, Cobalt, Agile, Onix…
            Tudo carros novos, e inclusive sem uma grande identidade visual. Não lembram em anda os antigos Opel que criaram os alicerces da marca aqui.

            Talvez por isso mesmo ela decaiu? Pode ser…

        • Joãozinho

          É só elas trabalharem como a Kia trabalha na Europa e EUA: garantia de 7 anos “bumper to bumper”.
          Mas essa garantia tem que FUNCIONAR, não pode ser no papel.
          Pós-venda é o que ergueu a Toyta como maior marca mundial.

          • Antonio Falm

            A JAC oferecia seis anos de garantia, e não fez diferença. E olha que a garantia deles funciona, pelo menos aqui em MG.

        • Incitatus

          Seu prognóstico ignora o Sr. Carlos Alberto de Oliveira Andrade. Quando ele entra na briga é pra ganhar. O pós-venda terá o mesmo nível da Hyundai, se não melhor. Do contrário ele não colocaria o seu nome ao lado da Cherry. Não são os chinas que estão aqui, é a Caoa. A Hyundai só é premium no Brasil por conta dele, no resto do mundo é genérica. Sem contar a evolução dos chineses, mais acelerada que os japoneses e coreanos. O que eles evoluíram nos últimos 5 anos, os coreanos precisaram de 20. Os japoneses uns 30.

    • Nicolas

      Difícil decolar e a geração de carros a combustão está no fim, Dizem que os chineses estão mais avançados que Europa nos elétricos, veremos…

      • Luconces

        Eu acredito que eles evoluíram muito mesmo mas ainda não cheguei ao ponto de gastar isso numa marca chinesa. Talvez em um intervalo de 5 anos isso mude…

      • RPM

        Exato…..perdi completamente o interesse por carros com motores à combustão….espero comprar um elétrico na minha próxima troca de carro

        • Marcelo Martins

          Para o Brasil o mais indicado é o carro híbrido, totalmente elétrico não é funcional.

        • Eric PB

          Vc mora no Brasil? pois com a autonomia média de 300km que estes carros possuem e com a péssima estrutura viária para elétricos vc vai acabar pagando 150mil em um carro o qual não poderá usar para viagens. Dependendo de onde mora nem fazer um bate e volta na praia. Agora se houver outro carro na família ou se suas viagens forem sempre de avião aí ok para o elétrico. A nível brasil, o hibrido é mais vantajoso, minha opinião.

          • RPM

            Erik….exato,meu deslocamento é diário em grandes centros,até viajo eventualmente,mas tenho dado preferência ao avião….estradas esburacadas,indústria das multas,insegurança,etc….mas ainda assim,existe a possibilidade de se alugar um carro….enfim

            • pra quem mora em grandes capitais, a ideia do avião é válida, mas o Brasil ainda precisa desenvolver MUITO a aviação regional para que “viajar de avião e alugar um carro” seja algo tecnicamente viável para todos.

              Não são raras as cidades que estão a mais de 250km do aeroporto mais próximo.

              • RPM

                Mas vamos torcer para que se venda muitos elétricos no futuro…..quem sabe não ajuda a regular de alguma forma,os preços dos carros à combustão e dos combustíveis

              • Matthew

                Entendo o que você diz e concordo. Mas na prática interessa os maiores mercados consumidores do país só, capitais, regiões metropolitanas e pouco mais do que isso.

          • Joãozinho

            Certamente que carro elétrico não é para fazer uma jornada de 600 km e ficar parado 4h num posto esperando “abastecer”.

            É para ir trabalhar todo dia. O carro fica 8h parado no seu trabalho carregando. Depois volta pra casa e passa a noite carregando.

            40 km de autonomia é o que basta para MUITA gente.

            – “Ah, mas eu sou representante comercial”…

            Convenhamos, nada vai agradar a gregos e troianos.

            • Eric PB

              Mas ai que entra o x da questao. Ter dois carros nao é para todos, principalmente o carro eletrico como segundo carro. E outra, sao poucos os sortudos que dispoem de garagem durante o periodo de trabalho e com a possibilidade de recarga. Aqui no brasil pelos próximos15-20 anos vejo o híbrido como melhor opção ate pq pode ser carro único da familia e ser mais barato que o eletrico na compra.

      • Marcelo Martins

        No fim em países desenvolvidos e pequenos, por aqui e outros países em eterno desenvolvimento os motores a combustão vai ter vida longa ainda !!

      • eles só estão fazendo carros a combustão (ainda assim bem meia-boca se comparados aos europeus) por enquanto. a etapa dos híbridos eles vão pular, vão direto pros elétricos, que é uma tecnologia que (pelo menos nos motores) eles já dominam.

    • Filipe Augustus

      Eu pagaria 100 mil num Audi A4 2016 mas não compraria um Chinês zero km, ou para não dizer que isso é injusto, eu prefiro um Corolla, ou um Compass, até aqueles Audi Q3 que sai por 120 mil na promoção 18/19 zero km que não foram vendidos!

      • Joãozinho

        Pra ter carro chinês, só uma pessoa completamente desapegada do status que um carro de luxo proporciona.

    • Albenário José Brainsmaint

      Quando a FIAT chegou por aqui o 147 era a enceradeira e a marca significava “Fui Iludido Agora é Tarde”…
      Na década de 70 carro Japonês era descartável…
      Na década de 80 KIA e Hyundai eram porcaria…
      Em 10 anos acontecerá no Brasil o que está acontecendo na Europa e já aconteceu na Ásia: O Carro chinês será reconhecido como um produto de qualidade.
      Este tipo de análise, geralmente parte de quem conhece pouco de carro – Quem comprou o antigo Tiggo, em 2014/2015 por 53 mil Reais, está satisfeitíssimo com o carro que (os que eu vejo) parecem novos.

      • Luconces

        Se você se deu o trabalho de ler meu outro comentário, eu disse que em 5 anos o jogo pode ser outro para as marcas chinesas.

        Menos colega… menos!

        • Marcus Fumagalli

          Interpretação de texto não é o forte do colega acima… fez textão atoa.

  • Maycon Farias

    O carro realmente é lindo, parece de categoria superior a proposta. O ideal seria uns 80/90 mil para ganhar mercado, exatamente como a Jeep abalou a categoria do Renegade lançando por 60 mil na época, e como também ofereceu o Compass por 90. Mas é aquele ditado qual carro é barato hoje em dia?, torço para que esse Tiggo tenha uma parcela de sucesso.

    • Lucas Alves

      Se minha memória não está errada, o Compass foi lançado por 99,990 mil.

  • Dod 2019

    Haja sangue frio para torrar 107k em um SUV chinês com o câmbio automatizado caixa seca de dupla embreagem da Getrag, mais conhecido como POWERSHIT ao redor do mundo.

    • Jorge Luiz C. Marinho

      Engraçado que ao redor do globo os carro de categoria premium e da wolksvagem, audio etc, tudo usa cambio de dupla embreagem.Realmente a Ford e WV no Brasil teve problema com esse cambio de geração anterior. Porem a Hyundai e Kia usa esse tipo cambio no Brasil, sem relatos de problemas.Esse Chines e feito com plataforma T1X feita em parceria com Jaguar Land Rove que também usa a mesma plataforma no Jaguar E-Pace que custa R$ 233 mil versão entrada.

      • Joe Fernando Takeda

        Esses caras que falam que não confiam na verdade tem vergonha de andar com logotipo na grade frontal , vai ver se a maioria não tem um celular da xiaomi !

      • Mauricio Oliveira

        Não se trata da questão de ser câmbio de dupla embreagem. A questão, é ser um câmbio dupla embreagem de CAIXA SECA da Getrag (vulgo Powershift). É torcer pra não dar problema, porque se der já viu ..

        • Não é o Powershift. Powershift é um projeto exclusivo da Ford, desenvolvido por ela e fabricado pela Getrag. Getrag fabrica câmbios até para a MCLaren, mas cada um segue o projeto da fabricante que o desenvolveu.

      • Elcio Peixoto

        Quem falou que o dupla embreagem da Hyundai nao dá tilt? Tenho pelo menos 3 amigos com New Tucson que quando para na subida pra arrancar treme mais que embreagem acabando, carros com 25k km em garantia, e que a Hyundai fala que é característica do projeto, sem resolução….. Inclusive 1 irá acionar a justiça..

        • Jorge Luiz C. Marinho

          Preocupante isso

        • Joãozinho

          Eu vi algumas queixas como essa oriundas de outros países também.
          Se não me engano, é o mesmo sistema do Golf 1.4 2014 (fabricação alemã) e Focus Powershift, ou seja, automatizado a seco.

      • Dod 2019

        O problema não é ser câmbio de dupla embreagem e sim ser um câmbio de dupla embreagem com caixa seca. Nenhum se mostrou confiável a longo prazo, todos os modelos já feitos apresentam problemas crônicos: o da Getrag, usado pela Ford e pela Chery, problema de contaminação do fluido da transmissão.
        Já o DSG caixa seca da VW (existe também o DSG caixa úmida, que não dá problemas), que é presente no Golf trazido da Alemanha a partir de 2013 e nos Audi A1, A3, A3 Sportback e A3 Sedan importado (e se chama S-Tronic na Audi), apresenta problema crônico na mecatrônica. Esse defeito é tão reconhecido pela VW/Audi que os veículos com essa transmissão receberam extensão da garantia para 10 anos na China e na Australia todos tiveram as transmissões trocadas (e o defeito não foi resolvido). Uma rápida pesquisa no Google comprova tudo que eu falei.

        Hyundai e Kia não usam câmbio de dupla embreagem com caixa seca. O único modelo do conglomerado coreano que usa automatizado é o New Tucson, e ainda assim é um caixa úmida, sem registros de problemas.

    • RPM

      O Brasileiro paga 60 mil em gol ou quase 300 mil em SW4……somos um povo guerreiro e corajoso por nascença…kkk

      • Gu.

        Pois é, mas ainda sim ficam de mimimi com preço de carro chines, quando deveriam ter o mesmo comportamento pra todo veículo vendido aqui no BR.

        • Exatamente. Já reparou que vira e volta aparece alguém e fala que o preço é “justo”, sendo que já o caro, do caro, do caro? OU se eu tenho, eu posso, se vc não, problema seu?
          Porr… é foda… Serve para tudo no Braza.
          O rebanho acostuma.

    • Vinícius

      Ao redor do mundo não é conhecido como Powershit, somente no Brasil. Lá fora tem uma ótima aceitação

      • Dod 2019

        Errado, há uma profusão de problemas nos EUA e na Europa, basta pesquisar que achará.

  • Evandro

    Pagar esse valor em um chinês eh digno de ter uma vaga especial em algum sanatório….

    • Danillo Santos

      Deixa o povo gastar o próprio dinheiro como quiser rapaz…

      • Evandro

        Por mim podem gastar, que sejam felizes….

    • Joãozinho

      Aham, senta lá.
      Como se fosse muito inteligente pagar o que vc (e todos) pagam nos carros “tradicionais”.

      • Evandro

        Mas ainda eu prefiro, paguei esses dias 110k em uma toro volcano diesel zero tbm, pra mim, mto melhor q um carrinho chinês, embora a proposta seja diferente mas ainda assim acho melhor….

        • Joãozinho

          Há controvérsias de que seja melhor.
          E a Toro é um carro meio termo entre Strada e médio.
          Sempre vai ter uma Hilux pra te oprimir.

          • Evandro

            No barro que eu não ando eh vdd, agora no asfalto eh bem interessante apreciar a grade frontal de hilux, s10, ranger sumindo no retrovisor, de poder fazer curvas bem melhores tbm, claro que eh menor, mas mto mais confortável que a l200, s10 e ranger que jah tive, sem contar que nao eh tão trambolho pra estacionar nas vagas espremidas…. enfim, sempre existem produtos melhores, mas não são chineses…

          • Evandro

            Agora esse chinês eh mais meio termo ainda, soh não sei se eh entre uma bucha ou um mico…

            • A Fiat tbm não é lá, uma maravilha em reputação e nem em vendas…. tanto que nem superou o Onix … e mesmo assim, não deixa de ter seus produtos comercializados… O mesmo acontece com os chineses.. cada um compra o que lhe convém e a fabricante vai lucrar, tem espaço pra todos.. Outro exemplo, bem prátrico, é a marcopolo.. se fosse assim, ela seria a única encarroçadora, no Brasil, coisa que não é… Agora ficar de deboche por conta de dinheiro dos outros, gastarem em carro chines? Kkk deveria de tomar conta do seu próprio dinheiro e não de querer se meter na compra financeira de terceiros, que você nem conhece.. E quanto a Toro, ela em breve terá sua nova rival, da GM.. O reinado não durará para sempre kkkk

  • JOSE DO EGITO

    TIGGO 7 QUARTA TENTATIVA…….!

  • Cristiano França

    Posso estar enganado, mas acho que a Chery deveria fazer o caminho inverso.

    Ela deveria lançar um compacto para concorrer com Mobi e Kwid, investindo o melhor dela, margem pequena e vendendo grandes quantidades para que as pessoas falem bem dela no mercado.

    Ela precisa criar uma imagem primeiro. Os carros podem ser muito bons, mas o seguimento de SUV, que consequentemente atinge uma quantidade de pessoas menor, não trará ampla visão para o consumidor tirar a imagem que um carro chinês tem no Brasil.

    • Louis

      Tem o QQ, quase comprei um, mas a Chery parece que não está se esforçando nada para vender este carrinho, fiquei com medo de logo sair de linha assim como fizeram com o Celer. O que me fez desistir do QQ: preço muito próximo ao do Kwid, medo de sair de linha, versão nacional ainda não passou pelo Latin Ncap, e rádio muito pobre sem bluetooth. De resto parece ser um carrinho bem honesto.

      • Mauricio Oliveira

        O QQ no LatinNCAP teria umas 2 estrela no máximo. Depois que a Caoa assumiu o comando, subiram demais o preço do carrinho.

  • Chap

    Sportage está nesses preços aí… Nunca que levarei um Chery.

    Os chinocas de certo estão achando que os brasileiros pensam que seus produtos competem de igual para igual com os outros rsrsrs.

    • Matthew

      Os chinocas de certo estão achando que o Brasil é uma republiqueta de bananas que só serve pra exportar aço e soja pra eles, enquanto nós compramos seus carros a preço de Audi. Se vender uma dúzia já tá no lucro pra eles.

  • Verdades sobre o mercado

    Bonito, bem equipado, powertrain interessante, mas se fosse comprar ia na segurança do gastão Compass. Para valer o risco tinha que ser 89,9 K e 99,9 K.

  • Ander33x

    China in box por 107K, vixe.
    Teria que pedir um combo duplo de coragem pra adquiri um.

  • Marcus Vinicius

    A caoa podia pensar em colocar um motor diesel e uma tração 4×4 no tiggo7 para concorrer de igual com o Compass

  • NA, é CAOA Chery. Chery é na China e outros países.

  • Claudio Fiorini

    Pirou de vez.

  • Fanjos

    Por gentileza, aos valentes confrades desbravadores que comprarem 1 desses, poste o relado após 1 ano de uso aqui.

    • Albenário José Brainsmaint

      Quem comprou o antigo Tiggo, o jipinho, em 2014/2015, está satisfeitíssimo com ele.
      Os que vejo na rua, aqui em Brasília, parecem novos… Ah!…Custavam, naquela época, 53.000,00 completos…

      • Ernesto

        Quer dizer que não há reclamações? Qual a sua fonte para afirmar que os proprietários estão satisfeitíssimos com o carro?

    • Junoba

      Quem mais deve ter gostado desse preço é voc, né Fanjos… kkk

  • marcosCAR

    Carro para 89.000 bobonaros…

  • TijucaBH

    Esse porta malas não passa de 350 litros. Pelo visto Caoa turbinado pra cima os números igual fez com o Veloster

    • Augusto

      Veloster ou lerdoster??

    • Joãozinho

      Existe alguma coisa que acontece com as fábricas de automóvel no Centro-Oeste.
      Tanto os carros da CAOA (Anápolis-GO) quanto os carros da Mitsubishi (Catalão-GO) têm potência maior aqui em relação a outros mercados.
      Os Hyundai sempre foram assim.
      Mas observe que Mitsubishi Outlander, Eclipse Cross e L200 Triton Sport têm mais potência aqui que em outros lugares.
      Posso estar sendo injusto, talvez seja pelo etanol na nossa gasolina.
      Mas é um fato a se pensar.

      • TijucaBH

        Não é pelo etanol não, é pelo caráter mesmo. Hyundai tem duas situações: Creta e hb20 que são produzidos pela própria Hyundai em Piracicaba e os dados são mais confiáveis e o restante como Tucson, Ix35, etc na mão da Caoa em Anápolis…

  • o 8 vai chegar a quanto? 200 mil?

    Chery Caoa… os carros chineses mais caros… DO MUNDO…

    • Matthew

      Não esperaria menos do que isso em se tratando do Brasil.

  • Albenário José Brainsmaint

    Quando a FIAT chegou por aqui o 147 era a enceradeira e a marca significava “Fui Iludido Agora é Tarde”…
    Na década de 70 carro Japonês era descartável…
    Na década de 80 KIA e Hyundai eram porcaria…
    Em 10 anos acontecerá no Brasil o que está acontecendo na Europa e já aconteceu na Ásia: O Carro chinês será reconhecido como um produto de qualidade.
    Este tipo de análise, geralmente parte de quem conhece pouco de carro – Quem comprou o antigo Tiggo, em 2014/2015 por 53 mil Reais, com cambio manual,está satisfeitíssimo com o carro que (os que eu vejo) parecem novos.

    • Dod 2019

      Em que parte da Europa carro chinês é reconhecido hoje como produto de qualidade? Porque em fóruns internacionais eles são chacota em todas as partes do globo.

  • Gran RS 78

    A Caoa Chery tinha tudo para abalar o mercado se tivessem colocado preços melhores em seus carros. O Tiggo7 tinha que custar o que custa o Tiggo5, pois nesses preços, os consumidores irão preferir pagar um pouco mais e levar um modelo de marca mais conhecida.

    • Jorge Castro

      este valor deve ser pra ter boas margens de negociação , aquele descontão que deixa o comprador com a certeza que passou a perna no vendedor rs.

      • Joãozinho

        Psicologia de venda. Vc tem que fazer o cara acreditar que ele tirou até tuas cuecas. Mas na verdade é o contrário

      • Gran RS 78

        Pode ser, mas o problema é que o valor é alto para um carro chines, o que pode afugentar possíveis interessados nesse modelo a irem até uma concessionária brigar por bons descontos.

      • Ernesto

        O problema é o consumidor ter em mente um valor que ele acha ser muito alto (o valor de tabela) e aí perder totalmente o interesse pelo veículo, nem indo na concessionária para buscar alguma negociação.

  • Thiago

    Uma barca…

    Furada.

  • Diógenes P P Filho

    Gostaria muito que essas marcas vingassem no Brasil. Tem bom custo-benefício.

  • Joãozinho

    Quem desdenha quer comprar…
    Se tivesse vindo aquela cópia chinesa de Range Rover Evoque pra cá tempos atrás, as ruas estariam minadas

    • Cosi fan Tutti

      Fizeram um acordo com a LR de so vender na China. Mas a Zotye tem uns bons modelos desse tipo, quem sabe vem.

  • Aldrovando Castro Junior

    Um carro interessante o top a uns 100 a 105 mil, pois 116 fica muito perto de você comprar um Rav 4 Top 136 K……que é um carro maior, consagrado e Toyota….Vejo que os chineses estão melhorando muito os carros, mas para “pegar” tem que vender com preço bom, financiado com taxa zero e com ótima garantia…ai depois que “pegar” faz a festa.

    • Cosi fan Tutti

      Rav4 top por 136 zero? Onde?

      • Ernesto

        Na Webmotors. Acabei de olhar um anúncio de concessionária, por R$134.000,00.

  • Samin

    Carrão!!

  • FocusmanBA

    Ta dando nojo ler os comentários aqui…

    Carrinho elétrico… Carrinho elétrico…. Mimimi pra conseguir Like!

  • Leonardo Nunes

    50k estava mais que bem pago.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email