América Latina Chevrolet China Lançamentos SUVs

Chevrolet baseado no chinês Baojun 510 com destino à América do Sul

Chevrolet baseado no chinês Baojun 510 com destino à América do Sul

Esta semana falamos da Chevrolet Captiva 2021 (CN202S), que é baseada no chinês Baojun 530, um SUV que a General Motors produz em parceria com sua sócia SAIC.


Assim como também existe o Chevrolet Cavalier, que é o Baojun 630, agora é a vez do Baojun 510, um SUV compacto abaixo do 530, que tem um porte médio.

Chevrolet baseado no chinês Baojun 510 com destino à América do Sul

Conhecido como projeto CN180S, o novo Chevrolet ainda não teve o nome revelado, mas já pode ser apreciado em sua saída da linha de montagem, já com o visual que será visto por consumidores da América do Sul, destino inicial do produto.

Oriente Médio, México e outras regiões também receberão o novo Chevrolet, que terá demanda internacional de 10.000 carros por ano. Além da imagem e dos dados acima, nenhuma outra informação foi passada pela SAIC-GM.

Chevrolet baseado no chinês Baojun 510 com destino à América do Sul

Adotando uma grade cromada com a gravata dourada (único item exclusivo), o Chevrolet CN180S tem ainda protetor inferior em cinza, retrovisores pretos e rodas de liga leve escurecidos, num visual bem jovial e levemente esportivo.

O que se sabe, com base no Baojun 510, é que esse Chevrolet mede 4,220 m de comprimento, 1,740 m de largura, 1,625 m de altura e 2,550 m de entre eixos, sendo baseado na mesma plataforma do Chevrolet Trax e Buick Encore da geração anterior.

Chevrolet baseado no chinês Baojun 510 com destino à América do Sul

Seu único motor é um 1.5 aspirado de 104 cavalos e 13,7 kgfm, tendo ainda câmbio manual de cinco marchas e CVT. Com porte próximo do Novo Chevrolet Tracker, o CN180S deveria atuar apenas em mercados onde o SUV fabricado em São Caetano do Sul não existe.

Contudo, a citação do México mostra que o produto deve ficar abaixo do Tracker e também que terá Colômbia, Peru, Chile e Equador como principais destinos na América do Sul.

Chevrolet baseado no chinês Baojun 510 com destino à América do Sul

Dificilmente essa linha de produtos da Chevrolet “by Baojun” chegará ao mercado brasileiro. Com a alta do dólar, os produtos importados da China devem chegar com preço bem elevado e pouco competitivo, embora isso não seja um impedimento. A Ford, por exemplo, já confirmou o lançamento do Territory importado.

Baojun 510 – Galeria de fotos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Junio

    É a Ford com o Territory e a Chevrolet com o Baojun.

    Eu que não compro nenhuma dessas tranqueiras chinesas.

    • Dod.

      Os novos Onix, Onix + e Tracker são chineses. Dizem que a nova Spin será a nova geração da minivan Orlando chinesa. E que podem trazer também o Monza chinês para ficar acima do Onix Plus, no segmento dos sedãs compactos premium, uma vez que o Cruze não deve durar muito tempo. E eu ainda digo que há a possibilidade de a Captiva chinesa (Baojun 530) ser oferecida aqui, entre o Tracker e o Equinox, ainda mais se for produzida na Argentina no lugar do Cruze.

      Saudade da Chevrolet dos anos 90 que tinha o Vectra B, Corsa B, Omega, Astra, Calibra…

      • RSRX

        na verdade tu tem saudade da Opel. Todos esses carros supracitados foram da alemã, só tinham a logo trocada.

        • mjprio

          Melhor ter saudade da Opel que era referência na Europa, do que ter gosto por essas traquitanas chingling “colonavilus”

          • Sino Weibo

            O problema é que a Opel esta pouco se lixando para o Brasil kkk então os brazukas vão ficar só querendo mesmo.

      • Sino Weibo

        Se tu tens saudade da Chevrolet antiga é só comprar estes modelos, que nem são do grupo GM mais na Europa. Compre eles e seja feliz, ou tu achas que mesmo que a GM estivesse trazendo carros de outra parte que não a China, estes modelos iriam existir?

        • Dod.

          Mas cê tá bravo?

      • radiobrasil

        A GM tava doida quando trouxe o americano Equinox com o motorzão 2.0T.. só pode rss Agora só chines por aqui com a gravata dourada.

      • Alaor

        É bem diferente, Onix e Tracker são projetos GM tocados na China por joint-venture, não uma carroça construída pela Baojun que a Chevrolet pegou pronto e pôs o logo na grade, como esse Captiva mal-diagramado aí. Isso é o mesmo caso do Ford Territory, que é um projeto da Jiangling que a Ford pegou pronto e pôs o logo delas. São situações distintas de Onix e Tracker. Não tem nenhuma marca chinesa vendendo o Onix com outra cara por aí, justamente porque o carro já nasceu pelas mãos da GM.

        • Sino Weibo

          Kra a Baojun foi uma marca criada pelo joint-venture SAIC-GM, para de falar asneira. E a Ford é dona de 30% da JMC, junto da Changan.

    • Sino Weibo

      Tranqueiras chinesas melhores que 90% dos carros feitos no Brasil.

      • Junio

        Sim, pegam fogo e tudo mais.

    • Pablo Henrique

      Antigamente os Chevrolets brasileiros eram na verdade Opel, agora são produtos chineses, isso é normal, os tempos são outros, os custos e os mercados tem anseios diferentes. Não estou entrando no mérito de qualidade dos produtos, mas se vc parar pra refletir, em ambos os períodos citados, não foram vendidos Chevrolets “legítimos” (americanos), muito menos produtos desenvolvidos localmente (exceto Agile, [que ainda possuía plataforma derivada dos Opel] Onix por exemplo). Por mais que desagrade alguns, são mudanças que as empresas precisam fazer para reduzir os custos e maximizar os lucros a nível global

  • th!nk.t4nk

    Pelo jeito logo só vai sobrar chinês no mercado nacional mesmo.

    • Alaor

      Desse nível de porquice, acho que não. Até um Duster é melhor que isso aí. Vai ser no máximo no nível do Onix mesmo, projeto em conjunto da GM com suas associadas chinesas, para ser vendido apenas como Chevrolet, mas tendo alguma qualidade de construção e visual decente, que não é o caso desse Baojun esquisito.

      • Sino Weibo

        Vc conhece esse Baojun de perto? Pois foi um dos lançamentos que venderam mais rápido na China, quando lançaram a marca. Analisar um carro apenas por fotos e gosto pessoal e falar que é lixo é meio que sem noção.

  • Lucas Duarte Martins

    PUTS

    A gente mirando a nova Blazer e a Chevrolet trazendo a nova Captiva KKKKKKK

    • radiobrasil

      A Blazer americana é liiiiiiiiiiiiiiiindaaaaaaaa.. Mas não vem pra cá nao, duvido.

  • Jomabastos

    Qualquer dia o Brasil também vai passar a consumir comida chinesa por excelência.

    • Cincinato

      Por sorte não gostamos de cachorro a milanesa, se não viria tudo de lá.

      • Mesquita17

        O Chineses não precisam das pessoas aqui no Brasil, só dos ativos. Eles ainda tem 450 milhões de pessoas vivendo nas áreas rurais deles que precisam de trabalho.

      • Pablo Henrique

        Talvez porque nunca provamos rsrs

    • Renato Figueiredo

      Falta muito pouco para isso acontecer. Veja São Paulo.

      • Mesquita17

        O Chineses não precisam das pessoas aqui no Brasil, só dos ativos. Eles ainda tem 450 milhões de pessoas vivendo nas áreas rurais deles que precisam de trabalho.

    • radiobrasil

      Tem muito congelado no mercado que é da China!!! Esses dias a patroa viu alho e cebolas já picados e congelados… fui ver a origem: CHINAAAAAAAAA …

    • Dod.

      Metade do FEIJÃO PRETO consumido no Brasil vem da China. :)

  • RKK

    Motor 1.5 aspirado de 104 cavalos e 13,7 kgfm e baseado na mesma plataforma do Chevrolet Trax e Buick Encore da geração anterior… É bonitinho, mas ordinário…

  • Rogério R.

    Já disse várias vezes, a tendência global para o mercado latino serão projetos feitos no Brasil em conjunto com países do leste europeu, China e Índia. Agora com a crise global astronômica essa tendência ficará mais fortalecida. Eu não vejo problemas nisso se esses projetos de baixo custo tiverem qualidade.

    • PEDAORM

      É um equilíbrio muito difícil de encontrar, “projeto de baixo custo” e “qualidade”.

      • Rogério R.

        Creio que possa haver sim esse equilíbrio, mas pode ter certeza que a palavra razão terá muita força no setor daqui para frente.

        • PEDAORM

          Pode haver, mas poucos produtos vão conseguir oferecer. Concordo muito, razão vai falar alto.

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

    Lembra um pouco aquele Ford “flango” que ela vai trazer pra aqui.

  • Mayck Colares

    Seria interessante aparecer por aqui abaixo do Tracker, desde q não elevassem os preços dele.

  • Hilario Bairle Junior

    Vale lembrar que Bolívia, Uruguai e Paraguai, que são mercados onde o novo Tracker fabricado em São Caetano do Sul não existe no portfólio da marca americana, vão receber o Baojun 510 com o logo da gravatinha dourada da Chevrolet.

  • Ric53

    cruzes

  • Sino Weibo

    Como eu disse em vários comentários, os países em desenvolvimento agora receberão tudo da China, tanto em marcas mainstream, quanto de marcas chinesas, e isso não é ruim, quem tem preconceito é pq nunca andou em um e nem sabe do que ta falando, não conhecem o patamar atual dos carros chineses e projetos feitos por eles, em parceria ou não, os kras já dominam a tecnologia 5g e autônomos nível 4, já em testes para o nível 5, além de estarem hoje muito a frente até mesmo de países de 1º mundo na tecnologia de elétricos, com as 3 maiores empresas produtoras de baterias do mundo e todas as montadoras fazendo carros 100% eletrificados.

    • Jackson

      Concordo contigo. Pessoal acha que tudo que vem da China é porcaria, pura falta de conhecimento. Reclamam que nosso mercado automobilistico é fechado, mas serram os dentes para os chineses que querem entrar. Querem produtos europeus e americanos? Não adianta, não temos condições financeiras para adquiri-los, somos mal pagos.

      • Sino Weibo

        A maioria que fala mal não tem condições nem de comprar um Tiggo2, que dirá os modelos mais modernos, tem um tal que falava BATthat e agora é “Brasil sob excessão” que anda em um Logan 2009 e fala mal dos chineses falando que quer Skoda no lugar kkkk será que ele acha que a VW deixaria a Skoda ter um produto a la Kwid no Brasil?

        • zekinha71

          Fora que essa figura sempre reclama de motores fracos, que pra ele tem que ser V8 o resto é lixo e se arrasta em um Logan, totalmente asno.

  • Acho que a Ford vai insistir em trazer o Territory com o dólar altíssimo, pois sai mais barato fazer isso e testar a receptividade do modelo, mesmo levando prejuízo, do que investir alto para montar na Argentina e depois o modelo não vingar.
    Se bem que algum jornalista falou da intenção da Ford de fabricar na Bahia além do Novo EcoSport um SUVinho maior, que talvez seja o plano B, caso o Territory não venda bem.

  • Cristielson A. Santos

    O modelo visto acima Baojun 510 poderia vir ao BRASIL como sendo SUV de entrada da marca Chevrolet, numa nova identidade, a Nova SPIN 2021/2022, no preço a partir de (R$68.990) e com algumas alterações na carroceria, a atual Spin tem 4,62m, o Baojun 510 tem 4,22m, a Nova Tracker tem 4,27m, creio que trazendo o Baojun 510 com uma carroceria de 4,65, pra atender as opções de 5 e 7 lugares, seria uma boa ideia, até porque a Chevrolet abandonaria aquela “cara misturada” de “AGILE+COBALT” em meados de 2010…2012. Já o Baojun 530 poderia também vir ao BRASIL, trazendo ela com o nome Nova Captiva partindo de (R$89.990) aposentando a SPIN ACTIV (R$94.590) e preencheria o espaço entre a Nova Tracker (R$85.290) e o Equinox (R$135.190).

    • Sino Weibo

      O Baojun 510 foi um dos lançamentos mais procurados, vendendo mais de 500 mil modelos em tempo recorde, é muito apreciado entre jovens. Pode sim pegar no Brasil pra disputar com Nivus, ou abaixo deste, por ex.

      • Cristielson A. Santos

        Concordo

  • Cleidson

    As pessoas criticam a Chery e a JAC, mas vão ir correndo comprar esse Baojun

  • mjprio

    Tome xingling no povão rsrses. E pensar que a GM ja vendeu Opel aqui no Brasil!

    • Sino Weibo

      E pensar que a Opel nunca se lixou para o Brasil ahahah

    • Pablo Henrique

      E pensar que a Opel hoje é da PSA kkkkk isso se chama jogo econômico. O que importa é a lucratividade, fd-se o saudosismo do mercado

  • Souza FR

    é mesmo meu amigos um dia falaram que a china ia dominar o mundo … e não é que é verdade …

    Produção de Celulares
    Produção de Motinhas
    Produção de Gadgets
    Produção de carros “Travestidos” de outras marcas
    Produção de “Racoon” Virus

    kkkkkkkkkkkkk

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email