Asiáticos Chevrolet SUVs

Chevrolet Captiva 2021 chinesa chega ao mercado do Oriente Médio

Chevrolet Captiva 2021 chinesa chega ao mercado do Oriente Médio

Embora a GM tenha definido sua gama de carros compactos com base na plataforma global GEM (VSS), atribuída às marcas Buick e Chevrolet, a gama da segunda ainda contempla produtos de origem “mais chinesa”.


Nesse caso, são produtos oriundos da joint-venture SAIC-GM, mais especificamente associados com a marca local Baojun. O objetivo dessa manobra é oferecer carros mais baratos com um custo ainda menor em determinadas regiões.

África, Oriente Médio, América do Sul e Sudeste Asiático, são alvos de modelos da Chevrolet derivados de carros da Baojun e a Captiva 2021 atual é um deles.

Chevrolet Captiva 2021 chinesa chega ao mercado do Oriente Médio

Já presente em alguns países vizinhos ao Brasil, a Chevrolet Captiva 2021 substitui o modelo antigo de origem asiática, que era maior que a Captiva Sport fabricada no México e vendida tanto aqui quanto nos EUA.

Agora, essa Captiva derivada do Baojun 530 chega ao Oriente Médio. Com 4,655 m de comprimento, 1,835 m de largura, 1,760 m de altura e 2,750 m de entre eixos, o SUV da Chevrolet tem sete lugares e estilo semelhante ao modelo da chinesa.

Equipado com motor 1.5 Turbo de 145 cavalos e 25,3 kgfm, a Chevrolet Captiva 2021 tem transmissão CVT e tração dianteira. O conjunto entrega um consumo médio de 13,3 km/l.

Chevrolet Captiva 2021 chinesa chega ao mercado do Oriente Médio

Tendo itens como ar condicionado digital, multimídia com tela de 8 polegadas, bancos em couro, difusores de ar para os passageiros de trás, freio de estacionamento eletrônico e terceira fileira escamoteável, a Chevrolet Captiva 2021 tem uma proposta interessante.

Mesmo com controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, múltiplos airbags, entre outros, a Captiva 2021 não deve colocar suas rodas em território brasileiro.

A GM tem outros planos para cá e eles estão atrelados ao produto sucessor da Spin, que também pode levar sete pessoas. Junto com o Chevrolet Cavalier (Baojun 630), a Captiva 2021 é mais um Chevrolet chinês, que também pode ser visto como MG Hector na Índia ou Wuling Almaz, presente na Indonésia.

Chevrolet Captiva 2021 – Galeria de fotos

[Fonte: GM Authority]

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Supernescau

    Frente chinesa, leteral de SW4 e traseira de BMW antiga.

    • radiobrasil

      E é “irmã” da Tracker e Onix, que são tão chineses quanto essa nova Captiva.

  • El Gato!

    Se colocar o logo da JAC no capô…

  • Dod.

    Não duvido aparecer aqui como opção acima do Tracker, ainda mais com uma possível produção futura na Argentina no lugar do Cruze.

    • Rafael Pereira da Silva

      a GMB repetir os passos da Ford, acabando com a linha de médios, será uma tremenda burrice, mas é o q dá para esperar, diante a morte do cruze nos states, uma alternativa seria o desembarque do Monza por aqui

      • Dod.

        A morte do Cruze vai acontecer e não deve demorar muito. Eles ainda mantém a produção na planta argentina por pressão do sindicato local e ele, apesar de ser exportado de lá para toda América Latina, não tem vendas expressivas em nenhum mercado. Um SUV no lugar seria mais lucrativo, ainda mais se for um modelo de “baixo” custo chinês. Eu acredito que a Chevrolet já está planejando isso e só está esperando pra ver como vai ser a recepção do Ford Territory, se esse for bem recebido pelo mercado, especialmente o brasileiro, pode ter certeza que o Baojun travestido de Captiva vem, talvez não diretamente da China, mas feito na Argentina.

    • Fhabricio Thomazini

      Não vem porque senão irá concorrer com a Equinox, e isso a Chevrolet não quer.
      Paises que a Equinox é muito cara e não oferece ela, ai sim esta sendo comercializada essa Nova Captiva no Chile, Colombia, Paraguai, e etc…

      • Dod.

        Mas é muito simples resolver o problema, basta a Chevrolet aumentar os preços da Equinox, que já parte de 135k a LT 1.4 de entrada. A reestilização dela já foi apresentada e vai chegar como linha 2021 nos EUA, logo não demora a chegar aqui. Vai ser a chance que a GM quer para aumentar bastante os preços. Botando a Equinox na faixa dos 150k ou mais abre espaço pra um SUV mais barato entre o Tracker e ela e essa Captiva chinesa me parece ser a escolha mais óbvia, infelizmente.

  • Diego Nascimento

    Design estranho. No geral me lembra um Mitsubishi.

  • Henrique Ferreira Lima

    Claramente se vê a diferença entre um produto global e um pensando no mercado local. Tracker e Onix, desenvolvidos na China, têm uma harmonia bem mais agradável aos olhos que esse modelo, que olhando de perfil parece que pegaram 3 modelos diferentes, cortaram frente, cabine e traseira, e soldaram para fazer um outro modelo

  • th!nk.t4nk

    O Tracker já tinha ficado com visual bem chinês, esse então nem se fala. Harmonia passou longe.

    • radiobrasil

      Olha.. não duvido que essa chinesinha venha substituir o americano Equinox por aqui. Mais barato para fabricar e pelo porte venderia quase pelo mesmo preço. O pessoal da GM tá amando os projetinhos chineses que estão dando lucro aqui, Onix / Tracker e logo vem tambem a nova Spin.

      • McLovin

        venderia quase pelo mesmo preço

        Quase não. Exatamente o mesmo preço da Equinox por um produto infinitamente inferior. Brasileiro que se acha o malandrão exxxxperto, topa na hora.

    • Rafael Pereira da Silva

      a traseira da tracker merece uma restilização kkk

  • Natán Barreto

    Se fossem se basear pela feiura e desproporcionalismo da primeira Spin, seria um produto perfeito pra substituí-la aqui, porém a GMB vai trazer o Orlando como Spin que é bem mais bonito e comercial em termos de design

    • Rafael Pereira da Silva

      amém! mas não seria uma má ideia sonharmos com a GMB trazendo uma marca (baojun) como marca low-cost no brasil, com o Cavalier (cobalt), essa captiva e outros modelos mais simplificados (bom q deixava os bancos do onix para eles, pq o economia porca).

    • oscar.fr

      É feio que dói esse Orlando. Ao menos em fotos, não há como dizer presencialmente, pois é um carro que só existe muito longe do Brasil. A primeira geração até era bonita (melhor que o Kia Rondo/Carens com quem concorria), mas essa mais recente, feia demais.

  • Johnalton Hermes

    Xô bicho feio!

  • Auto Verdade

    Câmbio CVT? Estou vendo a foto de uma manual de 6 velocidades na foto do interior!

  • Auto Verdade

    Mas é bem espaçosa e ainda sobra um porta malas pequeno… Freio de mão eletrônico, o Tracker aqui não tem…

  • leomix leo

    Capitiva tão linda, coloca o nome nesse trambolho.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email