Chevrolet Preços Sedãs

Chevrolet Cobalt 2020 foca no custo-benefício para continuar vivo

Chevrolet Cobalt 2020 foca no custo-benefício para continuar vivo

A General Motors Mercosul já havia anunciado que ele teria um papel diferente com a chegada do Onix Sedan. Já com preços divulgados anteriormente, o Chevrolet Cobalt 2020 confirma sua missão de focar no custo-benefício para continuar vivo diante do novo sedã que se aproxima.


A ideia da GM é orienta-lo para clientes PCD e frotistas, que poderão assim ter um carro com características que servem bem ao propósito de quem precisa ganhar dinheiro ou tem direito a isenções por conta de suas deficiências. Nesse caso, o Chevrolet Cobalt 2020 vem para custar a partir de R$ 75.790 na versão LTZ.

Chevrolet Cobalt 2020 foca no custo-benefício para continuar vivo

Rafael L. Santos, diretor de Vendas da GM, diz: “O Cobalt é um produto muito competitivo e estratégico dentro do portfólio da Chevrolet. Conta com reconhecida reputação no mercado entre diversos públicos, como taxistas, PcD, além de empresas, frotistas e clientes corporativos, que costumam optar por um veículo que ofereça maior valor agregado”.


De acordo com a GM, três quartos das vendas do Cobalt são para estes perfis de clientes, o que torna natural o direcionamento para eles. Por ora, apenas o valor da versão LTZ 1.8 foi revelado. A montadora confirma também a versão LT, além da manutenção do fraco motor 1.4 8V para puxar o “compacto grande”, que tem 4,47 m de comprimento e 2,62 m de entre eixos.

Chevrolet Cobalt 2020 foca no custo-benefício para continuar vivo

Com bom espaço interno, o Cobalt chama atenção por seu porta-malas generoso de 563 litros, mais do que suficiente para qualquer taxista ou cliente que presa por espaço para bagagens. Oferecido com câmbio de seis marchas, tanto manual quanto automático, o sedã na linha 2020 se destaca pela multimídia MyLink.

Ela dispõe dos sistemas Apple Car Play e Google Android Auto, que utilizam os aplicativos Waze e Maps, além de Sportify e Siri, entre outros. Também possui o OnStar com pacotes de serviços, podendo inclusive receber navegação por setas. Ar condicionado, direção elétrica, trio elétrico, alerta de pressão dos pneus e faróis de neblina, são alguns dos itens de série.

 

Chevrolet Cobalt 2020 foca no custo-benefício para continuar vivo
Nota média 4.8 de 5 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Eric Locatelli Martini

    Foca na relação custo x benefício e custa 75 mil? Eita!

    • leomix leo

      Eu iria digitar o mesmo, mais vc já tirou as palavras de meus dedos.
      75k um compacto com acabamento péssimo. Isso nunca foi custo beneficio.

    • Licergico

      é o por causa do seu fantástico e moderno motor 1.8 de 106 cv na gasolina !

    • E nesse valor é a versão manual, hein… a automática deve passar dos 80 fácil.

      • Gran RS 78

        Não, esse valor é da versão automática.

        • Eu fiquei meio na dúvida. O texto acaba fazendo entender que seria da versão manual, uma vez que cita que o modelo tem opções de câmbio de 6 marchas manual e automática e que os preços partem de 75 mil.
          Mas realmente seria fora de propósito a versão automática ficar em um patamar superior aos 80 mil reais. É possível comprar um C4 Lounge THP automático por esse valor.

      • Matthew

        Se o Cobalt tá por 75 mil cruzeiros, quero nem ver por quanto chegará o Onix sedã. Capaz de ser posicionado no lugar do Cruze e este flopar em sua versão reestilizada.

    • Rômulo Júnior

      Sou taxista e o colbat mesmo pra táxis o valor dele é alto , o preço do ltz 1.8 manual é o mesmo do Virtus completo 1.6 automático,se o virtus for manual é mais barato q o cobalt, por isso q ninguém quer esse carro o destino é sair de linha mesmo.

      • Fernando Gabriel

        Aqui no RJ é só Cobalt e Spin na Frota.Creio que em sua cidade os taxistas pensem diferente, mas aqui, não querem VW mais desde o antigo Santana.

        • Rômulo Júnior

          Aqui nós enfrentamos muitos buracos e a suspensão da gm é mais frágil e cara, spin aqui tem um monte por conta da capacidade 7 lugares, mas Cobalt tá sumindo aqui.

          • Fernando Gabriel

            Realmente mudam de cidade para cidade, aqui por exemplo, não é permitido Spin 7 Lugares na praça.

            • Rômulo Júnior

              Aqui é permitido talvez pq é um lugar turístico e também fazemos muitas excursões turísticas aqui.

              • rodrod

                “Aqui” onde? poderia falar ao menos o Estado…

    • Marco Aurélio do Nascimento

      Essa marmota, Eric, está com os dias contados. Por dentro, ele até que disfarça bem. Por fora é que a decepção aparece com tudo. Nem o face-lift conseguiu deixar essa geringonça aceitável. O bicho é feio com força.

    • mjprio

      57 mil tava muito bem pago

  • Dod

    Tudo bem que ele dificilmente será vendido pelo preço cheio mesmo para quem não tem isenção, afinal as concessionárias GM são especialistas em oferecer até a alma dos vendedores para fazer com que o pretenso comprador saia de lá com um carro deles, mas bom custo x benefício seria se esse excremento custasse 20k a menos de tabela. É difícil acreditar que alguém que não seja PCD ou frotista vá querer um Cobalt hoje em dia ainda que tenha algum desconto na negociação. Quem deixaria de levar um sedã mais moderno, como um Virtus, para levar um Cobalt pelo mesmo valor? Nem eu que sou tido como “hater” da VW faria uma sandice dessas.

    • Rômulo Júnior

      Pra taxi esse museu é mais caro q um virtus ainda.

  • Abdallah

    Eu fico triste vendo que os fabricantes humilha a gente, não vou comparar preços daqui e lá de fora, mas merecíamos coisas muito melhores, eles empurram essas b*stas a preços absurdos, o carro até pode não ser ruim, mas não vale a metade deste valor!

    • Fernando Gabriel

      Os carros estão caros ou o salário não acompanha?

      • rodrod

        os dois!

  • Zé Mundico

    A vocação desse carro é para frotistas, acho que é o único que bate de frente com o Logan entre os taxistas. Muitos instalam kit-gás.

    • Fernando Gabriel

      Sim, o foco é Taxi, Uber, Empresas…e sobre o instalar GNV, o motor GM é o que melhor se adapta, como casos de Taxis com 600 mil km’s sem abrir motor.

    • Diego Germán de Paco

      Prefiro Logan mil vezes. O Cobalt sofre do mesmo mal da Spin e do Aveo (já aluguei um na Argentina): São grandes por fora e pequenos por dentro. Ergonomia infelizmente passou longe nestes carros. Já o Logan dentro é bem maior do que aparenta.

  • Robinho

    nunca gostei deste carro, feio, mal acabado, motor jurassico, de bom so o espaço, mas se quero espaço compro uma Kombi.

    • Diego Germán de Paco

      Espaço? Sério? Acho dentro super limitado pelo que aparenta. Tamanho do meu Sentra quase, e parece que foi tudo pra mala, a cabine é menor que a de um Sandero

  • Fellipe Z

    um elantra 2014 aqui nos eua é 30mil reais, eu nao entendo, nao entendo como o brasil chegou nesse ponto…

    • Fellipe Z

      pegando carros mais novos, fusion 2017 aqui sai mais barato que esse cobalt

      • Vitor

        Cara um jetta aí é o preço de um gol aqui.

    • Vitor

      Se parassem de comprar o preço caia, só um mês, faz a média mensal cair pra 100k unidades pra ver se os preços não vão pro chão.

    • Hodney Fortuna

      Não se baseie na conversão real x dolar.

  • Domenico Monteleone

    Carro pra motorista profissional e senhores/senhoras de idade

  • CanalhaRS

    Baita custo-benefício….projeto velho, motor velho e gastador, a quase 80 mil reais já com desconto para PCD…kkkkkk

    • Gran RS 78

      Não, esse preço é para o consumidor ” comum”.

    • Fernando Gabriel

      62 mil é o Elite para Cnpj. Projeto nem tão antigo, Motor Antigo com vigor de novo e não é gastador de 2016 para cá.Fora que é muito espaçoso e confortável. Tive um e só troquei porque apareceu uma oportunidade em um Cruze, que é mais seguro, mas o Cobalt não faz feio.

  • 4lex5andro

    Moribundo e com motorização arcaica, cobrando quase o mesmo que os superiores Virtus e Cronos.

    • Geraldo Xavier

      Motorização arcaica que bate o moderno tsi. Panela velha amigo

    • Fernando Gabriel

      Não vi o Cobalt com relatos de barulho na mala ou jogando água quente no pé do motorista…talvez o velhinho funcione bem também…rsrs

  • About Carros

    Só vejo os cara que devem ter um sedã médio comentando…

    • Danilo

      Não mesmo. A maioria que comenta aqui nunca deve ter chegado nem perto de um carro desses. Eu detestava esse carro pela feiura da geração anterior, até um fazer um test drive em um e comprar. Fiz a burrice de trocar ele numa toro e fiquei arrependido. Assim que achar um em boas condições vou comprar outro. Excelente carro.

      • Fernando Gabriel

        Todos que criticam Cobalt e Spin, dificilmente são proprietários dos mesmos, apenas críticas de preço e estética, mas precisam no mínimo testar por um final de semana para entenderem porque ainda vendem.

        • Danilo

          Eu falo isso pois eu ia no senso comum também igual o pessoal que só critica. Achava o carro meio estranho até fazer um test drive nele e em um semi novo ainda. Fiquei maravilhado. Uma qualidade impressionante pra um carro pra pobre. Daí troquei ele numa Toro 1.8 flex e achei que passaria pra um carro moderno com o motor do mesmo tamanho. A Toro lascou com meu cartão de crédito na revisão e no gasto de combustível. Sinto saudades do meu cobalt LTZ 2016. Kkkk

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Se queriam deixar o carro competitivo para frotistas com bom CxB, o LT AT6 deveria ser R$ 65 mil e LTZ AT6 R$ 69 mil, somente nessas duas versões e com câmbio automático sem 1.4

    • Fernando Gabriel

      62 mil é a versão Top Elite para frotista.

  • MG

    Aluguei um carro desse na sexta-feira passada, de Criciúma até o meu Paraná, bom carro, como meio de transporte, não sei dizer que versão era, mas tinha câmbio automático e foi bem pela 101….

    Só não fazia ideia que custava essa pequena fortuna.

  • Danilo

    Excelente caro pra classe média. Foi um dos melhores carros que tive e é um dos melhores carros que se pode comprar por 50 mil reais por exemplo no mercado de seminovos. É economico, tem central multmídea bacana, espaço de sobra, confortável, manutenção barata, etc, etc, só que a revenda é meio ruim e o design lateral dele eu achei que não conversa com frente e traseira. Fala-se muito do motor, porém os carros com motores modernos na mesma litragem tem mais força más gastam mais e tem manutenção mais cara. Eu gostei muito. Recomendo.

    • Realmente, design lateral dele parece um carro do final da década de 90. Eu so compraria esse carro se zero km ele custasse 50 mil reais no máximo. Esse display dele acho muito feio; led azul com azul claro, parece um display xing ling. também não curto o design da direção e o motor 1.8 já ta pedindo um upgrade faz pelo menos uns 5-10 anos.

      • Danilo

        Eu já acho o display bacana, feio é o display verde igual ao do Tucson que parece calculadora, kkkk. Más esse motor, antigo faz um milagre com essa caixa de câmbio automática, o carro é esperto e muito econômico. Só tendo a experiência de andar em um pra ver. Sou suspeito de falar pois gosto demais desse motor, pois andei mais de 100 mil km num stilo 2003 com esse motor em configuração mais simples, más é robusto e de manutenção barata e gasta pouco pro tamanho do carro e pelo câmbio automático.

  • Ailton

    Adicione um desconto de 20% para venda direta , ele vai sair por 60.000,00. Da até pra cogitar…

  • Hodney Fortuna

    Bom custo benefício custando 75 mil? Tá brincando GM?

  • Milton Fabiano Camargo

    A reestilização deixou ele mais feio que a versão anterior. O preço é simplesmente proibitivo.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email