*Destaque *Featured Chevrolet Lançamentos SUVs Test Drive

Chevrolet Equinox 2018: Impressões ao dirigir

chevrolet-equinox-2018-impressões-NA-68 Chevrolet Equinox 2018: Impressões ao dirigir

Em sua terceira geração, o Chevrolet Equinox 2018 ao mercado brasileiro em versão única, a Premier, com preço sugerido de R$ 149.900. O SUV importado do México, onde é feita em duas plantas, desembarca com uma proposta premium dentro da gama de produtos da GM e com pacote de equipamentos bem recheado, oferecendo também vários itens de conforto, conectividade, segurança e, especialmente, performance.



A aposta da GM é num segmento que cresceu 17,4% em 2017 e quer assim emplacar 700 unidades por mês do Chevrolet Equinox 2018. O utilitário esportivo chega em uma faixa de preço bem concorrida, tendo aí, por exemplo, Peugeot 3008, Honda CR-V, Toyota RAV4, Hyundai Tucson Turbo, Kia Sportage, Volkswagen Tiguan, Audi Q3, Mercedes GLA, BMW X1 e Jeep Compass, entre outros. Para fazer a diferença, o SUV propõe oferecer mais por um preço competitivo.

Com 4,65 m de comprimento, 1,84 m de largura, 1,66 m de altura e 2,72 m de entre-eixos, o Chevrolet Equinox 2018 tem a plataforma D2XX, a mesma do Cruze, apresentando também  alguma semelhança em estética com o sedã médio da GM, feito na Argentina, mas portando uma herança visual da geração anterior, as colunas C bem inclinadas e os vidros laterais unidos com a tampa do porta-malas. Seu visual é bem fluído e equilibrado, dando ao SUV uma aparência atraente.

chevrolet-equinox-2018-impressões-NA-69 Chevrolet Equinox 2018: Impressões ao dirigir

Na frente, faróis full LED adaptativos se juntam à grade dupla devidamente cromada, assim como para-choque de linhas suaves e faróis de neblina com repetidores de direção no mesmo corpo. Ainda na frente, parcialmente ocultada pelos cromados, fica a grade ativa do Chevrolet Equinox 2018, que atua da mesma forma que na Chevrolet Spin 2018, abrindo totalmente em baixa velocidade e fechando suas aletas em alta.

As rodas de liga leve aro 19 polegadas tem bom aspecto, enquanto o nome Equinox chama atenção nas portas dianteiras, lisas. Os retrovisores possuem repetidores de direção e rebatimento elétrico, além de luz de alerta de tráfego lateral. As maçanetas das portas são vistosas, pois são parcialmente cromadas e deixam a cor do carro em primeiro plano. No teto, barras cromadas, teto solar panorâmico e antena barbatana. Na traseira, lanternas duplas com assinatura em LED e para-choque com duas saídas de escape cromadas chamam atenção.

Por dentro, o ambiente do Chevrolet Equinox 2018 apresenta materiais plásticos duros no painel, embora a parte central tenha revestimento em couro costurado e material soft. O mesmo é visto nas portas, mas liso. Ambos são em tonalidade cinza, a mesma da parte central dos assentos em couro. O restante é preto. O habitáculo é bem amplo e confortável, apresentando iluminação por LED e um grande teto solar panorâmico. O painel é semelhante ao do Cruze com computador de bordo bem completo. O ar-condicionado é dual zone.

chevrolet-equinox-2018-impressões-NA-64 Chevrolet Equinox 2018: Impressões ao dirigir

Já a multimídia MyLink 2 tem tela de 8 polegadas e vem com navegador, Car Play, OnStar e Android Auto, este último com Google Maps, Waze e agora Whatsapp. O banco do motorista tem ajustes elétricos e duas memórias, além de função de acesso fácil, com retração do banco para facilitar entrada e saída. Na porta do condutor há também comando para abrir e fechar a tampa traseira totalmente ou em 3/4, evitando bater no teto do estacionamento, por exemplo. A tampa traseira ainda é abertura com o passar do pé sob o para-choque.

Para quem vai atrás, bom espaço para as pernas com direito a piso plano e encostos reclináveis, além de difusores de ar e duas entradas USB (há mais duas no console central junto ao carregador indutivo para smarphones. O sistema de som é da Bose e tem 10 alto-falantes. O bagageiro tem 468 litros e 79 deles ficam num compartimento sob o assoalho. O banco bipartido pode ser rebatido por duas alavancas na lateral do porta-malas. Nesse caso, o volume sobe para 930 litros.

chevrolet-equinox-2018-impressões-NA-10 Chevrolet Equinox 2018: Impressões ao dirigir

Impressões ao dirigir

O Chevrolet Equinox 2018 vem com uma proposta de desempenho para superar os concorrentes. O SUV chega em sua versão mais poderosa, equipada com motor 2.0 Ecotec Turbo SIDI a gasolina com 262 cv e 37 kgfm, junto com uma caixa automática de nove marchas com a função clutch-to-clutch, que permite engatar uma marcha acima ao mesmo tempo em que desacopla a anterior. O conjunto realmente surpreendeu em performance.

Pesando 1.693 kg, o Chevrolet Equinox 2018 arranca com vigor ao ser exigido, facilmente destracionando as rodas dianteiras, fazendo uma rápida escala de rotação até a casa dos 5.000 rpm. A força do motor e o escalonamento das marchas se encontram perfeitamente e a impressão é a de que ele possui um V6 a bordo e não um 2.0. Com retomadas igualmente animadoras, o condutor tem total controle com a direção elétrica integrada ao controle de estabilidade, garantindo boa dirigibilidade.

Em curvas, o Chevrolet Equinox 2018 se mantém bem na linha, tendo para isso a ajuda da vetoração de torque. Se o motorista optar por mais controle e desempenho nessa condição, ele ativa o AWD, que distribui bem as forças entre os dois eixos. Os freios são muito espertos nas respostas, permitindo frenagens fortes se necessário. De acordo com a GM, o modelo vai de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos e tem máxima limitada em 210 km/h.

chevrolet-equinox-2018-impressões-NA-11 Chevrolet Equinox 2018: Impressões ao dirigir

Rodando a 110 km/h, o ponteiro cai para 1.500 rpm, garantindo economia e conforto, além de ruído mínimo. Aliás, o Chevrolet Equinox 2018 vem com a tecnologia de cancelamento de ruído e também para para-brisa acústico. Mais? A posição de dirigir é agradável e a maioria dos comandos estão à mão. No entanto, observamos o apoio de braço central bem mais elevado que a alavanca de câmbio. Esta, por sinal, tem opções manuais apenas num botão sobre o pomo. Ergonomicamente é muito ruim.

Mas, quando se usa o modo manual, permitido apenas na posição “L” do seletor – estranhamente em outros carros, ela significa uma marcha reduzida para aclives e declives acentuados – o motor 2.0 Turbo fica sob controle do motorista. É totalmente independente da eletrônica, que no máximo faz o giro cortar em 7.000 rpm…

chevrolet-equinox-2018-impressões-NA-73 Chevrolet Equinox 2018: Impressões ao dirigir

Até aí, pode-se fazer qualquer coisa, pois a marcha engatada fica “presa” se não for mudada. Apesar isso, o painel avisa apenas a relação escolhida, pois em velocidade incompatível, a eletrônica assume para evitar danos. No geral, pode-se esquecer desse modo L, pois só no D e sem o S, o Chevrolet Equinox 2018 garante mais que sua proposta. A GM fala em consumo de 8,4 km/l na cidade e 10,1 km/l na estrada. Vamos verificar isso apenas na Avaliação NA. A suspensão tem um bom ajuste entre conforto e firmeza, filtrando bem as irregularidades e garantindo muito conforto, especialmente na estrada.

O SUV conta ainda com uma série de itens de assistência ao condutor, tais como alerta de colisão com aviso luminoso no para-brisa e vibração no assento, assim como no caso do alerta de invasão de faixa com correção da direção. Há também estacionamento automático, frenagem automática de emergência, câmera de ré com aviso de ponto cego, controle de descida, Start&Stop, partida remota na chave, controle de cruzeiro (não adaptativo), entre outros.

chevrolet-equinox-2018-impressões-NA-51 Chevrolet Equinox 2018: Impressões ao dirigir

O Chevrolet Equinox 2018 surpreendeu pela excelente performance para um carro com proposta familiar. Os 262 cv do motor herdado do Chevrolet Camaro 2018 vendido nos EUA, em união com uma transmissão automática de nove marchas rápida e suave nas mudanças, o utilitário esportivo da General Motors será um páreo duro dentro do segmento.

O conjunto estrutural com grande percentual de aços de alta e ultra resistência, dá ao modelo um comportamento muito bom. No caso do conteúdo, trata-se de um dos mais completos, embora com algumas ausências inesperadas, como piloto automático adaptativo e paddle shifts, que permitiram reduções manuais no momento certo, evitando a lenta resposta do comando da alavanca. No mais, agradou.

Chevrolet Equinox 2018 – Galeria de fotos

Evento a convite da Chevrolet.

5.0

  • Rodrigo Ivo Bertoldo

    Excelente opção no segmento! Eu ainda sou muito mais fã de sedãs e Hatchs Médios, por terem uma dirigibilidade bem melhor, mas quando tiver uma filhos, é um carro assim que eu vou querer para carregar eles! Motor forte e econômico, e construção caprichada!

    • Luis Burro

      Gosto de SUVs,sedãs,hatches e uma queda maior por sws,mas pra mim ele já é uma barca.No máximo até 4,5m tá ótimo.

    • REDDINGTON

      Não gostei do consumo…10 na estrada??? Fiquei surpreso…merecia ser mais econômico na minha opinião

      • Edson Fernandes

        Masnão foge muito disso nesse segmento. O mais economico até agora é o 3008, mas não espere muito mais dos demais (o 1.6 turbo da Hyundai tbm é economico)

        • REDDINGTON

          São carros pesados ok. Mas pergunto não teria como “diminuir” a potência pra melhorar o consumo?? Até por que velocidade não é o chamariz das SUV certo?…Vamos aguardar a CRV e vê no que vai dar.

          • Edson Fernandes

            Então… na realidade é que se diminuir fica ruim. O motor THP está no limite para um desempenho agradavel e satisfatório. Em alguns carros ter um motor menos potente costuma ser menos economico pela necessidade de se acelerar mais. Caso do Renegade por exemplo. Ele vai te responder? Vai, mas vai consumir tbm.

  • Paulo Vítor

    Só achei estranho o encosto central do banco traseiro e consumo poderia ser um pouco melhor. No mais, ta excelente.

    • ricmoriah

      também. ele dificulta o encosto rebatido em ficar plano com o assoalho, por isso é necessário tira-lo.

    • afonso200

      se tirar o etanol da gasolina, dai sim ele seria muitooo mais econonomico

  • Pedro Montana

    Logo mais, comentários comparado com mercado de usados: “Aiiin, com 150 mil da pra andar de BMW série 7 dos anos 90 e ainda sobra dinheiro”.

    O carro ficou numa faixa de preço que tem muitos concorrentes e vai pra briga com um produto interessante. Estou surpreso com o desempenho, 0 a 100 abaixo de 8 segundos… Tem “esportivo” que vai tomar pau em desempenho de uma SUV familiar! Tomara que versões mais acessíveis também venham no futuro.

    • 1 Raul

      Belo motor para puxar um carro desse tamanho. Espero que não venham com motor menor em versões mais simples

    • João Cagnoni

      Dá pra comprar uma Cayenne 2011 4.8 V8 ou seis BMW Sèrie 7 anos 90.

  • Maycon Farias

    O preço realmente é muito atraente. É bonito e o interior é agradável.

    • afonso200

      dou 60 dias e vao subir no minimo 4mil, esse é o brasil

      • Esquilo Tranquilo

        1 mês e sobem 15 mil, passado 1 ano provavelmente vai estar passando dos 210k fácil.

  • Erasmo Artur

    Feia que dói. Mas seus atributos se sobressaem.

    No fim das contas, considero um bom produto.

    • th!nk.t4nk

      O visual “mamãe-vai-buscar-os-filhos-na-escola” mata esse carro, infelizmente.

      • Camila Ribeiro

        Se fosse alemão vc achava lindo.

        • th!nk.t4nk

          Entao você nao acompanha meus comentários, pois sou um dos maiores críticos de modelos como Mercedes GLS (pediu pra nascer feio e entrou na fila 2x), BMW X6 (“papai precisa compensar o tamanho”), e afins. A nacionalidade infelizmente nao é sinônimo de bom gosto, e os alemaes particularmente perdem feio pra franceses e italianos quando se trata de design.

          • Luis Burro

            Não diria perdem feio.Alemao é mais prático, então o design não são tão ousados e rebuscados.Mas a qualidade francesa e italiana tbm não se equipara a alemã.

            • João Cagnoni

              Cara, é tão errado definir carro por nacionalidade… Existem bons carros franceses e bons carros alemães, assim como o oposto.

              • Luis Burro

                Sim,mas na imagem é mais ou menos isto q cada mercado oferece.

          • RED883

            Essa questão de carro x nacionalidade é bem demonstrada no seriado “Paul Holywood” que está disponível no Netflix. Recomendo a quem não assistiu.

          • radiobrasil

            Opa.. então não sou o unico que detesta o visual do GLS e do X6! rss

      • Ricardo Blume

        Também não gostei mas é o que o seu público gosta e quer.

    • yurieu

      E o BMW X1 e Audi Q3 exterior de Gol?

      • th!nk.t4nk

        BMW X1 com exterior de Gol… Cara, haja imaginaçao :)

  • Adauto Vieira Dias Júnior

    Para um motor considerado NOVO, bebe demais!

    • MMM

      Um carro de quase 2 toneladas faz 0-100 em menos de 8 segundos. Vc queria consumo de Up? Fala serio.

    • Matthew

      Rapaz, considerando que é um SUV de porte médio de verdade com motor de 262 cavalos e 37 quilos de torque acho que o consumo está bem aceitável. Só pra você ter uma ideia, o Compass 2.0 Tigershark tem números de 8,1 e 10,5 km/l de gasolina (cidade/estrada), sendo que ele é menor que o Equinox em todas as dimensões externas (espaço interno é muito menor) e o motor tem 100 cavalos a menos. Fora que na prática consegue-se médias melhores do que essas divulgadas, sobretudo em ciclo rodoviário.

      • Daniel

        pior que o cara ali em cima reclama de consumo, mas deve andar de Siena 1.4 fire, que consome mais ainda e não anda nada! heuheuehue

        • afonso200

          kkkkkkkkkkkkk

    • invalid_pilot

      Deve beber menos que o Renagade 1,8 e Compass 2,0

    • yurieu

      O motor não é calibrado para essa porcaria de gasolina katia abreu de 30%. É um motor feito para ser bom.

  • G.Alonso

    Um belo carro, se vender mais de 700 unidades por mês ele vai subir 10 mil no preço… Agora, Chevrolet, coloque esse suspensão traseira independente no Cruze, fazendo favor?! Quem sabe uma versão Premier com 2.0 Turbo, uns 220 cv e AT9 também?

  • MARCELO

    O 3008 é imbatível neste segmento!!!!

    • Bruno Tenório Souza

      Uma pena que vai ser engolido por esse

    • João Cagnoni

      Era, até o Equinox chegar…

    • GABRIELCSFLORIPA

      Exceto o design (algo subjetivo), diga-me no que o 3008 é superior ao Equinox ?

  • Marcus Fumagalli

    “É só um Cruze com pernas de pau”
    – Jeremy Clarkson, se algum dia ver esse carro.

  • Rodrigo

    Mesmo com motor e dimensões menores eu iria de 3008 sem pestanejar.
    A ausência de paddleshifters é mais do que determinante na rejeição de um carro automático.

    • afonso200

      pra mim tanto faz, os meus nao tem paddle….azera, altima, fielder e crv,,,,,mal uso o tip tronic quando tem. deixo no D e tchau

      • Rodrigo

        Bom pra vc. Pra mim faz muita falta.

        • Daniel Thomé

          Mas será que é prático borboletear 9 marchas? Eu acho que me perderia…

          • Rodrigo

            Se é prático ou não, vai depender de cada um. Eu prefiro borboletear do que ter que mudar num botão no topo da alavanca (esse sim nada pratico).

            • Bruno Tenório Souza

              melhor procurar um não automático

              • Rodrigo

                Não, o 3008 me serviria perfeitamente. Mas ainda vou esperar o T-Roc para me decidir.

          • Edson Fernandes

            Perder vc não se perderia pela rotação do motor. Vc iria encontrar a faixa de rotação ideal para ter potencia. Se bem que com um carro turbo e 37kgmf de torque… sobra em qualquer situação principalmente no Brasil.

            A bem da verdade: Essa reserva de potencia faria vc usar mto pouco a opção de trocas sequenciais.

            • Daniel Thomé

              Concordo. Para essa proposta de carro, o lance é largar no drive e esquecer!

      • João Cagnoni

        Meu carro não tem paddle, mas nem a alavanca eu uso, deixo no D também… Quem reclama do Drive pra subir a serra é porque não sabe tocar ou não está acostumado com o carro.

      • Ernesto

        O meu tem e não usei nenhuma vez. Faço igual a você: deixo no D.

        • radiobrasil

          EU só usei numa situação específica a troca manual – quando comprei o carro e fui testar… depois NUNCA mais rss

      • RED883

        Para esse tipo de carro não faz falta mesmo, uns são fracos e o que tem motor é uma barca. Padles são mandatórios em carros com um viés mais esportivo.
        Igual o Equinox, porquê borboletas em um caminhão desse tamanho, certa está a GM.

  • Eric Palamar Blaca

    Gosto é gosto e não se discute. Porém fui ver o carro esses dias na CSS, entrei nele e não me surpreendi. Bancos iguais ao da tracker ltz e o mesmo painel do cruze. Não que tais coisas sejam ruins, mas esperava mais ao entrar no carro.
    Esteticamente por fora, nas fotos, ele parece grande mas não foi isso que percebi ao vê-lo. Não me apedrejem rsrs é apenas minha opinião…só irem na revenda e cada um fazer a sua. Eu abriria mão do motor tão potente e iria de 3008.

    • th!nk.t4nk

      É um SUV de baixo-médio custo. Vendo desse ponto de vista, é um bom veículo. Mas é isso, nao se pode esperar o acabamento de um veículo premium. Nos EUA é um produto simples, feito pra ser barato.

      • Matheus Araújo

        40 mil dólares não é barato nem
        nos EUA

        • Luis Burro

          Mas lá ele não custa isto!

        • yurieu

          Bota esse teto panorâmico vai para 41 mil dólares mais destination e taxes. Mas ainda assim é um crossover barato, porque o Traverse recheado passa de 60 mil dólares.

      • Luis Burro

        Pois é,antes do pessoal testar o carro deveriam se informar melhor pra não se sentirem enganados.
        Ele só é Premium no Brasil, lá é um veículo comum.

        • Clementino Zelador

          mas a gente mora é aqui seu burro.

          • Luis Burro

            Sim,mas justamente por isto.Aqui o pessoal compra achando o q a marca diz q é.Se informem melhor q tlvz possam fazer uma boa compra.

            • RED883

              Aluguei um Malibu LT nos EUA em setembro e o acabamento interno é bem pobre, padrão Onix mesmo.
              Me senti em um premium quando voltei a andar no meu Golf…

          • yurieu

            burro é o sr. que só sabe xingar.

    • Maneco

      Se os bancos dianteiros forem realmente iguais ao da tracker é lamentavel e fico com o 3008, apesar de ser muito segura, potente etc com um bom preço. Mas esses bancos não dá. Já os bancos do cruze sao ótimos.

      • Eric Palamar Blaca

        Poisé foi minha constatação ao ver pessoalmente. Mas claro, vai de cada um né…mas eu iria de 3008.

        • Ric53

          Eu adoro os carros franceses tanto que sou o feliz proprietário de um C3, mas vai me desculpar eu não me sinto seguro pra colocar tanto dinheiro em um Peugeot (min julgue) eu iria de Equinox mesmo achando o 3008 incrível!

    • yurieu

      A Jeep usa volante de Fiat;
      O Jetta tem interior de Gol;
      Esse crossover do Cruze custa 150 mil reais, tem manutenção baixa e é mais recheado que todos os concorrentes do mercado.

      • Eric Palamar Blaca

        Olá, poise todos aproveitam coisas dos irmão em linha. Porem pagar 150mil para se sentir em um Cruze pelo painel (nada contra, só a questao de ser 60 pau mais caros) e bancos de tracker me desanimou. Entrei no interior do 3008 e me senti muito bem; tem até um veludo no painel e portas. Com relaçao a equipamentos e manutenção, os dois estão próximos. E olha que não sou fã boy pois tenho s10 12/13 e 408 thp 12/13 ou seja, gosto das duas marcas e nunca tive problemas com ambas. Abraço

      • Edson Fernandes

        O Fiat que usa volante de Jeep. O Gol que usa o volante de Jetta (e agora usa volante de Golf).

  • Daniel

    Fico imaginando meu Cruze Sport6 com esse motorzinho e esses freios… hehe
    Ficaria bem divertido!

    • V12 for life

      Também imagino a mesma coisa, pena que é um mercado quase morto para investir em um esportivo atualmente.

    • afonso200

      o cruze hatch deveria ter uma versao com o V6 da TrailBlazer, dai sim

  • Gustavo

    Não dou 2 meses para esse carro aumentar e já partir de 160 mil

  • Olhando o Equinox, vejo que a Captiva se junta ao Civic G8 como desenhos que não envelhecem.

    • radiobrasil

      Captiva poderia estar entre nós se a GM tivesse feito uns facelifts… no conjunto geral nao era um carro ruim. Tive uma 2.4, só que cometi a caca de ser a 4m…

  • truco

    ixi se esse foi o consumo divulgado pela marca.. na vida real vai beber igual V6.

  • luiz

    Aluguei uma chevy traverse numa viagem pros eua e meu deus, que barca! Luxo, conforto e espaço bem ao estilo americano. Imagino que a equinox seja parecida mas em tamanho menor.. só que ainda acho que esse carro não é feito pra brasil, grande e beberrão demais pra nossas estradas péssimas e a mijolina caríssima :(

    • Daniel

      8,4 / 10,1 km/l é beberrão?
      Q3 2.0T: 8,5 / 10,5 km/l
      XC60 2.0T : 8,4 / 10,7 km/l
      X1 2.0T (231cv) :9,4 / 11,4 km/l

      Um tucson faz 7,4 / 8,6 km/l… num carro menor e com menor desempenho… isso é beberrão!
      Renault Captur 2.0 at4: 8,8 / 10,8 km/l… menor, mais leve, menor desempenho… isso é beberrão!

    • Evandro

      Não acho beberrão de forma alguma, meu volvo v40, que é bem menor gasta mais que isso se bobear….

    • Bruno Tenório Souza

      Não é tão beberrão assim se vc considerar vários carros menos potentes vendidos por aqui.

  • Vanderson Porto

    Alguém poderia me explicar por que o Ford Edge custa quase 100.000,00 a mais que este Equinox?

    • Louis

      Edge deve ser mais refinado, mas realmente nada justifica essa diferença. Por isso que eu nunca vi um Edge dos novos.

      • radiobrasil

        Mais fácil achar diamante em esterco do que ver o belo novo Edge rodando por aí….

    • Leonardo

      A Edge é de uma categoria superior, mas concordo que está muito cara mesmo.

    • joao vicente da costa

      Outra categoria: A base do Edge é o Fusion. A do Equinox, a do Cruze.

    • REDDINGTON

      Todo dezembro a Ford queima umas Edge por 50 mil mais barato. Deve sobrar umas 15/16…o carro não vende, a Ford coloca um preço pra dizer que tem no portfólio por que ninguém compra…fora da realidade. E pra vender vc tem que fazer uma rifa depois

      • radiobrasil

        O que realmente MATOU o novo e lindo Edge foi a Ford trazer o 6 cilindros aspirado… não sei pq não trouxe a versão com Ecoboost 2.0 ou 2.4

  • Jesse James

    Esse Equino bem vendido seria no MAXIMO por 100k, GM so pq eh lider no mercado viaja nas ideias. Mistura de Cobalt com S10, vai vender pra policia de SP usar como viatura

    • Luis Burro

      Apesar de tdo o q oferece e a potência a mais,ainda acho q poderia ser mais barato.Se a GM não fosse tão gananciosa poderia liderar com folga o segmento.

  • Luis Burro

    Gostei do interior e do painel em cinza,acho ruim as montadoras só oferecerem pretos na maioria dos casos.
    É muita pretensão da GM dizer Premium com muito plástico duro ainda.

  • afonso200

    dou 60 dias e vai subir uns 4mil no minimo

  • Ricardo Blume

    Esse preço não dura muito. Seu preço “competitivo” é o precinho camarada de lançamento.

  • Evandro

    E ai o pessoal quer comprar uma TrailBlazer……

  • Dherik

    Vou aguardar a chegada das outras versões. Minha mãe pretende substituir a velha Blazer usada no sítio e cidade, mas comprar um SUV roda aro 19 para encarar chão acidentado não faz o menor sentido para mim. Não sei como a GM imagina o uso do 4×4 em um carro com uma roda destas, me parece inútil o 4×4 nesta versão.

    Será que sai uma versão Cross desta SUV? Rs

  • Iran Borges

    Equinox, peugeot 3008 ou um Compass diesel da versão mais suprema e completa de tudo? Eis a questão.

    • REDDINGTON

      O Compass top hoje custa a mixaria de 192 mil reais. Vc compra uma Equinox, emplaca, faz o seguro e sobra. Não estou dizendo que é a melhor compra mas o Compass top ultrapassa a racionalidade…

      • Iran Borges

        Bah… Compass é tão ladrão assim? Aí não vale. Então a briga fica no equinox e 3008.

    • Jurandir Filho

      Equinox ganha em desempenho e equipamentos do 3008, mas o design, tanto interior como exterior, o peugeot ganha de lavada, parece carros de décadas diferentes…

  • REDDINGTON

    Não vi esse carro ao vivo, mas achei lindo. Mas duas coisas me desanimaram falta as borboletas (ok da pra viver sem), e o consumo…em tempos de motores turbo compactos e econômicos eu esperava mais. 8,4 na rua passa, agora 10 na estrada?!. Não seria mais jogo trazer um motor menor mais econômico??? Visto que quem compra SUV não prioriza velocidade. E quem compra um carro de 150 mil se preocupa com o consumo SIM!!! Agora se fosse uma Range Rover Sport6, uma Cayenne, X6 a história seria outra. Achei o consumo MUITO alto…

    • Ernesto

      O consumo perto da concorrência não está tão ruim. Mas eles poderiam calibrar esse mesmo motor para ser mais econômico mesmo que perdesse um pouco do desempenho.

      • REDDINGTON

        Então, foi o que eu disse. 10 na estrada tá complicado…Se divulgaram esse valor deve ser mais baixo ainda.

  • Freaky Boss

    ótimo custo benefício:
    – ótimos motor+câmbio
    – pacote de segurança muito bom
    – AWD

    por $150mil realmente não se acha isso.

    Vale comparação com Compass diesel 4×4…Mas EU compraria o Equinox

  • Ric53

    Que carrão!!!!! Seria a minha opção no segmento se tivesse bala rsrs

  • Abdallah

    Achei lindo esse modelo, e com certeza iria facil na equinox no lugar da sw4.

  • Fanjos

    Por dentro é igualzinho o Malibu, interessante

  • Sassá

    Um motor 2.0 de mais de 260cv. o 2.0 do gti tem…..220. chupa carro blog!

    • Ernesto

      Nossa…você ganhou o dia com isso?
      Deixa eu estragar então: O Golf GTi tem a variante R com o mesmo motor 2.0, porém com 310 cavalos.
      Rsrsrsrs

      • Sassá

        kkkk ok carlos.

        • Ernesto

          Ah, sim. Alguém lhe fala a realidade e automaticamente se torna aquele maluco? Tem que rir muito mesmo! KKKKKKKK!!!!

          • Sassá

            ok carlos

            • Ernesto

              Falou hater.

              • Sassá

                carlos carlos!

                • Ernesto

                  Chora mais, hater.
                  Sem argumentos, tem que atacar assim mesmo.

                  • Sassá

                    carlos menino maroto!

                    • Ernesto

                      Sassá pensando agora: “Mimimi, me falaram a verdade! Mimimi! A VW tem mesmo um 2.0 mais potente que desse carro! Mimimi! Me dei mal! Mimimi!”

                    • Sassá

                      carlos carlos!

  • Eng Turbo

    Um veiculo com 1,7t, empurrado por um motor com 262 cv e 37 kgfm e com consumo de 10 km/l está EXCELENTE!!
    O Cruze com esse powertrain vira um senhor esportivo

  • Eva M

    Parabéns aos possíveis compradores desse veículo. Um sonho para a família. Pode não ter o requinte de um Volvo, mas, por 100 mil a menos que o sueco, não há nada melhor. Critico apenas não ser possível desativar o Stop/Start.
    Obs.: esses pedidos e aclamados paddle shifts são absolutamente dispensáveis e inúteis na prática. São marchas demais para comandar manualmente e não há nenhum ganho. Já dirigi a Toro 2.4 de nove marchas também e os comandos de redução nas borboletas são muito, muito lentos. Uma bobagem marketeira para carros não esportivos.

  • Carlos Cruz

    Design cansado e desgastado, com tanta tecnologia merecia um visual mais compatível,moderno, atemporal…….
    Exemplo Range Rover Velar, Jaguar F Pace e E Pace,Range Rover Evoque Dynamic…..não estou dizendo pra copiar, mas sim ter uma ideia do que é DESIGN DE VERDADE.
    E cá entre nós com preço competitivo, design,motor, e essa tecnologia esse carro iria ser imbatível.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend