Chevrolet Preços SUVs

Chevrolet Equinox fica mais caro e parte de R$ 147.590

Chevrolet Equinox fica mais caro e parte de R$ 147.590

O Chevrolet Equinox 2019 ficou mais caro em janeiro. O SUV médio da General Motors, que é importado do México, agora está R$ 3.100 acima da tabela anterior, passando de R$ 144.490 na versão LT para R$ 147.590. A mesma diferença é verificada na opção topo de linha Premier, que pulou de R$ 164.690 para R$ 167.790.


Devemos lembrar que o Equinox chegou ao mercado com preços bem competitivos anteriormente e com valores que começavam em R$ 137 mil. O utilitário esportivo vendeu 5.089 unidades em 2018, sendo o 20º mais emplacado no segmento, ficando abaixo do principal rival, o Volkswagen Tiguan, que teve 5.771 unidades vendidas.

Chevrolet Equinox fica mais caro e parte de R$ 147.590

Ainda assim, equipado unicamente com motor 2.0 Turbo de 262 cavalos e 37 kgfm, o Chevrolet Equinox 2019 é um veículo de proposta familiar com um ótimo desempenho, tendo até mais do que realmente precisaria. Seu câmbio automático tem nove marchas e a versão Premier tem ainda tração nas quatro rodas, que pode ser acionada também apenas pelas rodas dianteiras.


Com esse conjunto, o Chevrolet Equinox vai de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos e tem máxima de 210 km/h. Além do bom conjunto mecânico, o SUV da GM tem ainda um nível de equipamento generoso, que o torna uma das opções mais atraentes no segmento. Tendo um bom espaço interno e porta-malas com 468 litros, o modelo dispõe de uma boa habitabilidade.

Chevrolet Equinox fica mais caro e parte de R$ 147.590

Na versão Premier, a topo de linha, a GM listou mais de 100 itens no conteúdo, sendo que os mais destacados são teto solar panorâmico, estacionamento automático, acabamento em couro, multimídia MyLink com Google Android Auto e Apple Car Play, navegador GPS, OnStar, câmera de ré, Start&Stop, bancos revestidos em couro e banco do motorista com ajustes elétricos e memória.

O SUV tem ainda escape esportivo com ponteira dupla cromada, rodas de liga leve aro 18 polegadas diamantadas, luzes diurnas em LED, lanternas em LED, faróis de xênon, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, entre outros.

Chevrolet Equinox 2019 – Preços

  • Equinox LT – R$ 147.590 (antes era R$ 144.490)
  • Equinox Premier AWD – R$ 167.790 (antes era R$ 164.690)
Chevrolet Equinox fica mais caro e parte de R$ 147.590
Nota média 3 de 2 votos

  • Vitor

    O Equinox é só mais um a ter o preço reajustado. O carro deve ser bom, o motor é bom, 150k, nem dá pra falar muito já que o preço não é muito diferente de carros similares.
    Só lamento pela polarização do mercado brasileiro, ou se compra carros “de entrada” ou SUV é assim que o mercado nacional está ficando.
    Não quero fazer piada aqui, mas o nome Equinox me lembra remédio pra cavalos, não sei a origem do nome, mas talvez não fosse o nome ideal pro mercado brasileiro, mas enfim, eles devem saber mais que eu sobre o assunto.

    • ALAN_PR

      Essa sua frase é emblemática mesmo, me fez pensar.

      “… ou se compra carros “de entrada” ou SUV é assim que o mercado nacional está ficando.”

      é por aí, o meio termo não existe mais.

      • Jogador do Bicho

        O meio termo é carro usado

      • mjprio

        Seu comentário e muito pertinente…. existe hoje uma série de “gaps” nas faixas de preco do mercado…. na faixa de 55 a 70 mil por exemplo eu acho complicado pra caramba

        • ALAN_PR

          Não só preços como de produtos também. Crossovers aos montes mas que sempre faltam alguma coisa, ou tem bom porta-malas e motor ruim, ou tem motor bom e porta-malas pequeno.

          Ou quando é mais ou menos o preço também é abusivo, tipo o HR-V, não pago o que a Honda pede nunca na vida, acho que não vale tudo aquilo.

    • cepereira2006

      E os preços teriam que ser reajustados, mas para baixo. Esse carro é importado e o dólar está caindo. Não tem razão de ser nenhuma esse aumento.

    • Nicolas

      Comprei uma Tiguan 5 lugares + teto, preta, paguei com desconto R$130 mil. Na nota fiscal está escrito, R$85 mil em impostos. Ou seja a VW recebe R$45 mil para fabricar, transportar e vender, o Governo leva R$85 mil sem fazer nada.

      • mjprio

        Sério amigo? Surreal! E quase uma proporção de 2 pra um….

        • Nicolas

          Caiu o queixo quando vi a nota, não sabia que era tanto. Nos EUA a Tiguan é vendida a 30 K dólares, vendendo para o Brasil menos da metade, ou seja deve dar prejuízo grande. Provavelmente vão limitar a quantidade, vai ser um carro imagem, igual a CRV.

      • sandro99

        A questão tributária brasileira de fato contribui e muito para o custo Brasil. Me chamou a atenção o % de tributos em relação ao preço de venda (65%)…Comprei a RLine por $185k e de tributos foram $108k (58%)…achei que o % seria maior no caso do motor 2.0, por conto do IPI. Talvez tenham outras razões. Mais é dureza saber o quanto de tributos compõe o preço do bem.

  • Domenico Monteleone

    Quem já andou diz que é maravilhoso, um canhão, mas o interior é praticamente de Cruze, o que não justifica 150 mil.

    • Filipo

      O Equinox é derivado do Cruze, mesma plataforma. Logo…

    • th!nk.t4nk

      Pra alguém descrever o Equinox com o termo “maravilhoso”, tem que estar muuuito ruim de referencial hehe.

      • Edson Fernandes

        É aquilo né…. parece estar na cultura do brasileiro que carro “maravilhoso” é carro com uma potencia “descomunal” para a categoria.

        Me lembro como se fosse ontem, de um papo entre amigos (eu recém comprado um C3 1.4) , aí começam as perguntas sobre carros, o porque e blablabla….Isso era em 2008.

        Eis que então ouço a maior perola que eu poderia ouvir:
        “Entre os carros atuais, eu pegaria um Vw Gol. Porque ele? Porque dentre os 1.6 é o mais forte deles.” (mentira, tinhamos 206, C3, Clio, todos 1.6 16v de 110cv ou mais)

        Até aí cada um escolhe o que um carro deve ter, mas o motivo maior que me marcou foi:
        “Eu abriria mão de recursos de frescuras para ter um carro com motor melhor. Se vc me perguntar se eu teria um Ka 1.0 completo ou um gol 1.6 pelado, eu pegaria o segundo”.

        Ok… colocamos aqui que a diferença de preço para a epoca era grande, um ka 1.0 “completo” custava R$30000 (ka 1.6 “completo” 36000) e um Gol 1.6 era R$32000 pelado…

        Mas sinceramente… e o meio termo? QDo eu ouvi isso, como já ouvi outras bizarrices, penso… brasileiro quer ter a todo custo um carro super potente. Mesmo que não use na pratica 50% da força que o carro possui… mas quer ostentar que tem um carro forte na garagem. E isso rende até hoje certas escolhas onde o cara abre mão de conforto de rodagem para ter motorização mais potente, mesmo que as vezes esse produto seja inferior em diversos aspectos e a Chevrolet sabe disso.

        • Jogador do Bicho

          Acho que não é necessariamente ostentar na garagem, mas tem pessoas que não suportam ser ultrapassadas na estrada.
          Deve ser algum tipo de complexo, por ter saído de carro 1.0 ou algo assim

        • th!nk.t4nk

          É muito mais pra marketing mesmo. Até acho legal dar uma boa acelerada na entrada da rodovia, ou pra subir a serra, mas na maior parte do tempo essa cavalaria toda vai ficar sem uso. Já um interior mais decente e confortável a pessoa curte o tempo todo. Pela lógica tem que dosar aí, ir pelo meio. O extremo disso pra mim é o Sandero RS. Anda muito, mas é um bateu-morreu e tem uma ergonomia tenebrosa (pelo que custa). Ou o povo que pedia uma versão GTI do Gol atual. Putz, em vista do que já vimos em crash-tests, só se for pra se matar. Mas enfim, cada um com seu pensamento né.

          • Edson Fernandes

            Bem, eu vou separar as respostas do seu comentário para dar minha opinião…

            – Relação entre motor x itens de série.
            Concordo totalmente contigo. Ainda que você esteja em um produto super premium no Brasil, ao considerar o Brasil, eu penso que ainda vc está correto. Mas faz mto sentido pra mim ver que as pessoas migram para altinhos compactos e esperam certos pontos do produto que não necessariamente seja uma potencia formidavel. E isso só me deixa mais certeiro em dizer, que as pessoas (e eu me incluo) procuram um carro que agrade em um geral.

            Nem sempre a performance pode ser acima de tudo, senão existir para o produto, uma cadencia saudavel de itens de série. Por isso que acho inacreditavel, quando marcas como BMW ou Volvo, reneguem em produtos de R$180000~R$200000 um opcional de camera de ré, sensor de estacionamentos, controle de velocidade entre outros.

            Entendo sim que a parte tecnologica pode evitar que alguns itens sejam de série pelo produto que é, mas inaceitavel para os itens que dão comodidade e com custo reduzido. Nenhum carro que venha a ter tais itens que citei, possui uma programação absurdamente complexa a ponto de abrir mão de um simples item.

            E é aí que eu não acho correto também considerar motorização como carro chefe para um produto.

            – Sandero RS
            Aqui eu acho que cabe considerar um feito na engenharia e também no mercado. O Sandero RS é aquele carro que tem tudo de prateleira da marca. Na compra dele vc estará levando:
            – Caracteristicas de um Sandero, quanto aos seus itens de série
            – Conforto que ele possui no que se fala de habitaculo
            – (Falta de)Ergonomia

            Mas a divisao esportiva conseguiu trazer mais chão ao carro e com peças de prateleira, um produto afiado. Tanto que o uso dele é muito especifico e quem tem para uso geral, sofre nas buraqueiras. Só que ele ainda é um Sandero né? Então é um esportivo acessível, nesse ncho com o menos preço de mercado, super barato de manter, divertidissimo para o que se propoe e é esse o posicionamento do carro.

            Eu mesmo DUVIDO que o Sandero venha a receber o motor 1.3 turbo. Eu creio que quem irá receber esse motor, serão os altinhos compactos. Isso porque não entra na minha cabeça cogitarem um aumento vertiginoso de preço para ele e a introdução do motor 1.3 obrigaria a ter que fazer nova homologação do produto. A Renault não me parece com interesse disso.

            Dito tudo isso, o que eu penso é que o Sandero RS é o Sandero em termos estruturais, com uma preparação apimentada e divertido. É aquele caso, onde o sorriso vem de um carro que consegue diverti-lo sem ter muito por isso. Não foi a toa, que eu achei o Sandero RS tão divertido, que achei ele superior em diversão comparado ao Fluence GT (que apesar de andar muito mais, não transmite a mesma sensação de diversão do SAndero).

    • Marcelo Amorim

      Eu acho o interior o ponto fraco dele.

      • cepereira2006

        Eu já acho o exterior o ponto fraco. Poderiam ter caprichado mais, tá muito capivara. Por dentro é confortável, boa ergonomia, motorzão… Só que o preço teria que baixar assim como o dólar está baixando e não subir.

    • Dag Drollet

      Acho que a melhor constatação da mediocridade em seu acabamento pode ser obtida comparando com o painel do maior concorrente, o Tiguan, com sua superfície de textura macia, uma sensação de maior capricho, sem dúvida outro feeling!

  • Ueldes Damasceno

    Agora sim vai vender bem. Bem menos do que já vinha vendendo.

    • ALAN_PR

      Eita nóis.. vai vender bem, mas vai vender menos… hehehehe

  • Mr Rafael

    Equinox premier : 17 mil a mais em menos de um ano …

    • Gran RS 78

      E isso porque o dólar está caindo, imagina se estivesse subindo.

      • Mr Rafael

        Exatamente ! Tudo está caindo e os carros vão na contramão …

  • Tommy

    Deveria ter o motor 1.4/15T, esse 2.0 é beberrão e deixa o carro mais caro

    • Mr Rafael

      O consumo é proporcional ao desempenho ( que é justamente o maior atrativo do carro ! )

    • ALAN_PR

      Não é para pobre, se quer menor consumo há o Tracker, mas tem também a SPIN para levar 7 dentro.

    • Edson Fernandes

      Com o motor 1.4/1.5 turbo, ele perderia um dos unicos atrativos do carro. Já que o restante na linha dele é o basico. Claro que lee é bem equipado, mas não é nada além do esperado. E o interior cria uma sensação de certo desapontamento pela expectativa pelo produto.

      • sandro99

        Tive essa mesma sensação quando comparei com os test drive que fiz no Passat Highline e Tiguan Allspace RLine. O interior do Passat achei até superior ao RLine pela qualidade do couro.

        • Jogador do Bicho

          O Passat é um carro, na sua concepção, superior ao Tiguan.
          O Tiguan é um SUV do Golf.
          O que acontece é que os SUVs são mais caros

    • mjprio

      Eu tb acho que caberia uma versao LT com motor 1.4 ou o 1.5T novo, na faixa de uns 170CV, pra quem quer uma condição tranquila e suficiente.

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Nossa, como estou desatualizado, achava que o LT era 135 mil e o Premier 150 mil ainda antes desse reajuste

  • Lucas

    Tá bem baratinho se for comparar com a SW4 flex, pra quem só precisa de 5 lugares. E não, não é ironia.

    • Jogador do Bicho

      Não faz sentido. SW4 Flex deve ser 5 a 10% das vendas.

      • Lucas

        Eu não citei vendas em nenhum lugar. Comparei os dois carros pra quem só leva 5 pessoas.

        • Jogador do Bicho

          Não vale a compração. SW4 Flex está no mercado só pro forma. Ninguém compra. A SW4 que vende custa R$ 250 mil (5 assentos), e não tem como comparar com Equinox.

  • Leandro Soares

    Gosto é gosto, claro…
    Mas acho o Tiguan mais bonito, mais refinado, e mesmo com alguns cavalos à menos, anda mais e é mais econômico.

    • The Real Deal

      Anda mais ?? acho que apenas no 0 a 100 , pois nas retomadas perde……..

      • Jogador do Bicho

        E os VW TSI DSG andam bem no 0-100 por conta do controle de largada.
        De resto, o que manda é o peso x potência.

    • Paulino Lino

      Também prefiro o Tiguan Allspace

  • Rodrigo

    Ainda o vejo com um custo x benefício bem competitivo. Quem perdeu a mão totalmente foi o 3008/5008. E logicamente o CR-V que é praticamente um natimorto.

    • oscar.fr

      Parece que a Peugeot perdeu a mão sobre a proposta comercial de todos os seus modelos :/

  • sandro99

    Fiz o teste drive alguns meses atrás. Achei um bom carro, confortável, bom espaço interno e bom desempenho. Os preços me parecem em linha com o mercado (quado vi a Premier estava sendo vendida a $157k). O acabamento achei normal, porém não me agradou a combinação de cinza e preto (acho que na versão LT ficou melhor resolvido, mas isso é gosto pessoal). Não ter paddle shift e possibilidade de desabilitar o start stop achei equívoco da GM. Acho o Equinox uma das melhores compras do mercado nesta faixa de preço, junto com Tiguan Allspace e Forester XT (já mudou lá fora).

  • Ricardo Gasparino

    ESTA BARATO! E dá para aumentar mais ainda! Me chama a atenção essas discussões de preço! Que mundo vocês vivem? Aqui não é a URSS! Comunismo morreu, socialismo fracassou! O mundo é capitalista, a GM é da meca do capitalismo! O que define preço de um produto NÃO, NÃO, NÃO é o custo, mas sim a demanda, ou seja, o quanto o consumidor se propõe a pagar por um produto e pronto.

    • Fellipe Borges

      Calma. Vai ter um ataque do coração aí.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email