_Destaque _Featured Chevrolet Hatches Lançamentos Sedãs Test Drive

Chevrolet Onix e Prisma 2017: Impressões ao dirigir

chevrolet-onix-prisma-2017-impressões-NA (33)

A GM promoveu várias mudanças nos Novos Onix e Prisma, que começa em R$ 44.890 e R$ 53.690. O visual agora adota novos faróis com assinatura em LED, grade remodelada, para-choques mais encorpados e lanternas traseiras redesenhadas.

Além disso, as rodas de liga leve apresentam aspecto mais esportivo, sendo todas de aro 15 polegadas. O Prisma LTZ ganham câmera de ré. Já no interior, o acabamento recebeu nova padronagem de tecidos e tonalidades, sendo totalmente preto no Onix LTZ e em tons de preto e marrom no sedã em versão topo de linha.

chevrolet-onix-prisma-2017-impressões-NA (31)

Os painéis das portas ganharam novo visual, assim como o grafismo do quadro de instrumentos. O painel tem novas texturas e comandos de ar-condicionado melhorados, bem como nome Chevrolet estampado no porta-luvas. Detalhes em preto brilhante são oferecidos na versão LTZ.

O destaque fica para a multimídia MyLink 2 com Android Auto, Car Play e o sistema OnStar, que possui três pacotes de serviço de acordo com as versões dos dois compactos da GM. Outra novidade é a direção elétrica, que vem junto com alterações no motor e parte elétrica, bem como refrigeração, suspensão e carroceria. O câmbio manual tem seis marchas, assim como o automático.

chevrolet-onix-prisma-2017-impressões-NA (6)

Impressões gerais

Os Novos Onix e Prisma apresentam um visual realmente muito melhor que aquele dos modelos anteriores. O estilo ficou mais jovial e esportivo, reforçados pelo capô mais longo e grade mais baixa, criando a impressão de que a dupla ficou mais larga e baixa, olhando de frente.

Os LEDs como luzes de ponto dão um toque de sofisticação, enquanto as rodas de liga leve parecem mais esportivas que a proposta do carro. Elas tem cinco raios, mas com 15 polegadas, parecem pequenas nos pneus 185/65 R15. Na traseira, o Novo Onix ficou mais esportivo, enquanto o Novo Prisma aparenta mais volume e robustez.

chevrolet-onix-prisma-2017-impressões-NA (13)

No interior, o ambiente no geral é o mesmo, mas as modificações o deixou um pouco melhor. As portas com puxadores comuns ficaram mais ergonômicas e confortáveis no acesso a veículo. Detalhes em preto brilhante realçam a versão LTZ. O porta-luvas leva o nome Chevrolet e continua abrindo para cima e com iluminação, embora tenha pouco espaço.

Com piloto automático, o volante em couro tem bom aspecto. A instrumentação com grafismo atualizado ficou boa, embora o antigo não seja ruim. A multimídia MyLink com Android Auto e Car Play é um dos bons motivos de compra dos Onix e Prisma 2017. A segunda geração permite o uso de Google Maps, Siri, Spotfy, entre outros apps.

chevrolet-onix-prisma-2017-impressões-NA (14)

Mas se a navegação pelo smartphone não for possível, o serviço OnStar pode ser ativado pela tela sensível ao toque de 7 polegadas ou pelo retrovisor interno, que não é eletrocrômico. No modo de orientação, o atendente rapidamente encontra o destino do cliente e envia a navegação para o MyLink, que apresenta o rumo através de seta e voz. Praticamente em toda a solicitação, encontramos os destinos informados aos atendentes, praticamente não necessitando do uso de aparelhos móveis e apps.

Com quase tudo revisto, a GM esqueceu da segurança. Apesar do airbag duplo e ABS, o banco traseiro só tem cinto central subabdominal e dois apoios de cabeça, como também não há Isofix. Os Novos Onix e Prisma não dispõe de retrovisores com repetidores de direção e o comando os espelhos continua longe das mãos, lá na coluna A. Os porta-malas não tiveram alterações, oferecendo 280 e 500 litros, respectivamente. A luz interna é simples e não há apoio de braço para o motorista que, no entanto, dispõe do piloto automático. Não houve ganho no espaço interno.

chevrolet-onix-prisma-2017-impressões-NA (45)

Impressões ao dirigir

Gramado/RS – Andamos tanto no Onix, quanto no Prisma, mas apenas no automático. A GM fez alterações importantes no SPE/4 ECO, que no 1.4 entrega os mesmos 98/106 cv a 6.000 rpm e 13,0/13,9 kgfm a 4.800 rpm do anterior, respectivamente com gasolina e etanol. O nível de ruído não teve mudança perceptível, assim como o funcionamento do motor, agora com pistões, bielas e anéis redesenhados.

O propulsor continua apenas suficiente para as pretensões dos compactos da Chevrolet, recorrendo ao alto giro para marcar presença. A caixa automática GF6 de seis marchas não teve alteração e continua “pensando” no momento das retomadas, apesar da boa saída. As trocas são suaves, mas é preciso afundar bem o pé rapidamente para buscar marchas mais curtas para uma subida, por exemplo. O Onix é naturalmente mais esperto por ser mais leve, enquanto o Prisma é mais neutro.

chevrolet-onix-prisma-2017-impressões-NA (28)

O controle de cruzeiro é um conforto a mais na estrada, onde rodando a 110 km/h, o ponteiro marca 2.600 rpm nos dois carros. A direção elétrica foi outro ganho importante, sendo mais leve em manobras e eficiente durante a condução. Tem boas respostas e é mais direta que a anterior. Os freios receberam atenção e são suficientes.

Já o conjunto de suspensão ficou 10 mm mais baixa e ganhou barra estabilizadora reprojetada, novos rolamentos e calibração. Com isso, tanto Onix 2017 quanto Prisma 2017 ficaram mais firmes, especialmente nas curvas. Mas a alteração se mostra mais nítida em pisos irregulares e buracos, onde a dupla apresentou um ajuste mais duro que a proposta anterior.

chevrolet-onix-prisma-2017-impressões-NA (50)

O nível de ruído geral é moderado e dentro do esperado para a categoria. O test drive foi bem longo, mas os dois Chevrolet garantiram conforto relativo e economia. Apesar da inevitável alta dos preços, os Chevrolet Onix e Prisma 2017 ganharam bons pontos com a atualização, que deixou a dupla mais eficiente e conectada. Com vendas a partir do fim de julho, eles querem continuar no topo de seus segmentos. A primeira impressão foi boa. Agora, é esperar pelo teste com o Onix Activ.

Galeria de fotos dos Chevrolet Onix e Prisma 2017:

Viagem a convite da GM.





  • Diego

    Frente de sse carro tá parecendo um tambaquí

    • th!nk.t4nk

      Ficou zoadinha, mas o problema desse carro continua sendo a lateral (no hatch) e a traseira (no sedã), e novamente perderam a oportunidade de trocar as horríveis maçanetas.

    • mauricio

      kkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Ângelo Coppo

      HAUAHAUAHAUAUA

    • dogmarley

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Poperon

      Depois da Spin Capivara, Prisma/Onix versão Tambaqui.

      GM preocupada com o Ecossistema!

  • Matthew

    Bate até um desanimo ao ler essas matérias sobre o Onix 2017, e seria mais interessante a avaliação da versão manual, dado que a transmissão automática não teve mudanças no número de relações.

    • Franco da Silva

      Quero ver testes mesmo, especialmente de consumo.

      • Lucas Vilanova

        Consumo e desempenho da versão manual. Todos sabem que esse carro na versão AT é sofrível.

        • Pacheco

          Quero ver o desempenho e consumo do 1.0.

          • Lucas Vilanova

            Até agora nada do consumo do 1.0.

            • Pacheco

              Só num teste completo é que vamos poder saber. Nada do três cilindros.

              • Diego Ávila Monteiro

                Calma, estão desovando esse 1.0 jurassico, logo logo lançam o 3 cilindros e colocam aquele salame sem cuspe no …. de quem comprou esse antigo., igual fizeram agora com o Cobalt.

                • Pacheco

                  Normal isso no mercado né. Parece que virou tradição de todas as marcas mudar a linha qndo bem entender sem pensar na revenda dos modelos.

            • Anderson Lemos

              Estou desconfiado de que as mudanças surtiram efeitos significativos apenas no 1.4! Pois estão escondendo demais os números do 1.0

              • Lucas Vilanova

                Bem observado meu amigo! Estão escondendo demais. Quero ver é o desempenho dessa versão 1.0 com esse novo câmbio.

        • Diego Ávila Monteiro

          Até pq ninguem vai pagar 60k num Onix AT.

  • ViniciusVS

    O que é esse “E” no painel de instrumentos?

    • Wallace

      Indica a direção Leste, uma vez que o carro conta com Bússola agora.

      • Pacheco

        Confesso que me pergunto pra que isso num carro. Eu tive a Captiva e a Cherokee com bussola no painel e só servia pra encher.

        • Lucas de Lucca

          Sim, também me pergunto isso.

          • Pacheco

            Nem em trilha eu usei a Bussola.

        • Rodrigo

          Isso serve mais para os americanos.
          As ruas de lá geralmente têm indicação de Norte, Sul, Leste, Oeste.
          Realmente, no Brasil, não se usa. Um feature desnecessário.
          Poderiam ter investido a grana investida nesse feature pra melhorar esse painel de moto.

          • Mr. On The Road 77

            Ou então em um simples gancho Isofix…

            • CARnivoro

              ou um simples 3º encosto de cabeça e cinto de 3 pontos atrás.

          • Pacheco

            Acho que melhorou bastante nessa geração. O carro está bem agradavel e o painel de instrumentos me agrada.

          • Carlos Sá

            Um retrovisor eletrocrômico era mais eficiente, do que essa bússola.

        • Danilo

          pra quem anda no deserto eh uma boa kkkk

      • ViniciusVS

        Nem notei que era uma bussola, achei que tinha um grafismo e estava junto com a central e não ali…

        Ficou muito estranho nesse painel.

      • Diego Ávila Monteiro

        Ahhhhhh, ta aí a explicação do preço de 45 mil, a bussola !!

      • Deivid

        Todo mundo caiu no bait

  • Ailton Junior

    tem controle de estabilidade?

    • ViniciusVS

      Não

    • Pacheco

      Curti a sua ironia… kkkkk

    • Lucas de Lucca

      Cara ele tem multimídia MyLink 2 que é muito mais legal, pra que um ESP que ninguém vê? Fora que não precisa, afinal o motorista brasileiro é bom de braço. =]

      • Diego Ávila Monteiro

        e não esqueça do farol com led !

  • ViniciusVS

    A direção elétrica é levinha igual de alguns carros ou é aquela elétrica +/- que na pratica tem o mesmo peso de uma hidráulica? ( não vou citar os modelos para não virar polêmica e fanboy não ficar ofendido…)

    A Direção hidráulica da Chevrolet acho um pouco mais pesada que da concorrência (falando como proprietário).

    Nesse ponto a elétrica é boa?

    • invalid_pilot

      Nao gosto do acerto de direção elétrica do Fit e do March, pro meu gosto ficam anestesiadas demais

      • Jackson A

        Já eu, gosto quando são assim, principalmente do march, pq o giro dela[e] é bem grande.

        • invalid_pilot

          Questão de gosto… Prefiro sentir mais o carro na mão, mas sem ser pesada demais pra manobras, obviamente

          • CARnivoro

            Pois é.. um item interessante do Bravo da Fiat é a direção dual-drive. Ela pode ficar mais pesada durante a condução mas vc pode apertar o botão “city” durante as manobras pra ficar mais leve.

            • invalid_pilot

              Bravo com E Torq e manual seria um dos poucos Fiats que eu teria, pena que mataram ele

      • Racer

        Eu não gosto de direção leve demais.

        • invalid_pilot

          Parece que tu ta dirigindo um carrinho de fliperama kkk

          • Racer

            Bem por aí. Não tem resistência nenhuma.

            • CARnivoro

              um item interessante do Bravo da Fiat é a direção dual-drive. Ela pode ficar mais pesada durante a condução mas vc pode apertar o botão “city” durante as manobras pra ficar mais leve.

      • ViniciusVS

        Gosto o mais leve possível em baixa e firme em alta.

        Direção dos Hondas são leves mas em alta não ficam firme como deveriam mesmo ( experiência com o Honda Civic) mas para quem usa o carro na cidade apenas em velocidade baixa fica bem agradável a condução.

        Falo que o peso é importante porque se for para ser o mesmo peso da direção hidráulica nem considero como evolução. é trocar 6 por meia duzia.

        • CARnivoro

          Pois é.. um item interessante do Bravo da Fiat é a direção dual-drive. Ela pode ficar mais pesada durante a condução mas vc pode apertar o botão “city” durante as manobras pra ficar mais leve.

    • Joel Oliveira

      Nesse ponto do “peso” da direção hidráulica eu concordo. Tenho um Prisma LTZ e a direção é pesadíssima, bem desconfortável. Já no PRISMA LT 1.0, provavelmente por usar rodas de aço, tem a direção bem mais leve. Não tenho o que reclamar. Sem contar o rodar mais macio, sendo seco no LTZ.

    • Pacheco

      Sempre achei a direção da Zafira bem leve por ser hidraulica. Tanto qnto o Fit.

      Agora Direção Dura é a Hidraulica da PSA. Só as elétricas são leves.

      • Mr. On The Road 77

        A da dupla Sandero/Logan também acho bem pesada.

        • Rodrigo Alves Buriti

          Isso é interessante, realmente o Sandero é pesado, porém do Duster não chega a ser pesado.

        • Pacheco

          A Linha Renault hidraulica é pesada. O Clio tinha fama de ter a direção hidraulica pesada e a direção mecanica leve.

          O Peugeot 206/207 tbm era pesado. Só a linha 307 que tinha um peso bom.

      • ViniciusVS

        Não é pesado, é leve. Mas não é igual um carro com direção elétrica e igual um Santana/Monza por exemplo onde mesmo sendo sistema hidráulico você vira o volante com o dedo e chega a ser tão leve quanto uma direção elétrica atual.

        • Pacheco

          Exatamente. Ela é bem leve e confortavel. Confesso que estranhei quando troquei de carro.

    • Thiago_NCO

      A hidráulica do meu Punto 2010 não é daquelas levinhas, que você faz baliza com o dedo ou que patina em altas velocidades (dirigi uma Parati 98 que era um terror acima de 80 km/h, perigosa demais). Pra mim é ideal, faço manobras com conforto e me passa segurança em movimento.
      Falando nisso, gosto muito da elétrica do KA. Fiz uma viagem de 800 km com um alugado e foi só alegria. Pra mim é referência.

    • Artur

      Tenho um Civic e acho a direção elétrica dele perfeita. Já minha irmã tem um HB20 e a direção dele, apesar de hidráulica (não tenho certeza, mas acho que é sim hidráulica), achei muito leve na rodovia.
      Acho que varia de carro para carro.

      • ViniciusVS

        Civic é perfeita em baixa mesmo mas eu acho muito boba em rodovia, não sinto ela firme.

        Corolla por sua vez achei a direção elétrica mais pesada que do Civic, mas não sei como se comporta em rodovia.

        • Pacheco

          Eu gosto da do Etios, Civic e a eletrohidraulica do 408.

  • Poperon

    “Estou perplecto”, mas no mal sentido…

    Pra falar a verdade não sei se mudou pra melhor ou pior, pode ser essas rodas pequenas parecendo aro 13 que destoaram do design geral do carro. O Onix parece que ficou melhor que o Prisma pelo menos.

    • Pacheco

      Deveriam ter colocado aro 16.

      • Artur

        No mínimo.

  • Airplane

    Eliminaram o tanquinho para o álcool ?

    • th!nk.t4nk

      Seria muito pra uma mecânica tão jurássica. Continua o dinossauro de sempre.

      • Lucas de Lucca

        Cuidado hein, daqui a pouco aparece um pessoal que vai falar que o motor é suficiente pro carro, bom de manutenção, todo mecânico mexe, econômico, é um sucesso de vendas logo é excelente, o suprassumo da engenharia automobilística dos anos 90 e vão apedrejar você hahahahaha

        • Pacheco

          Bom de manutenção e que todo mecanico mexe é verdade, agora economico, suficiente para o carro e suprassumo de engenharia é o melhor da ironia.. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          Esse carro merecia o 1.0 3 cilindros e sua versão turbo no lugar da 1.4.

  • Wesley Souza

    Acho que preferimos pagar 50.000,00 num Prisma! Sem olhar salarios! Poder de compra nos EUA é muito mair e lá ganham em dólar!

    • Impala_67

      Ok Fera, vai postar essa imagem em quantas matérias?

      • Wesley Souza

        Ué, quantas vezes eu quiser, você deve ser um desses montes que paga caro nesses carros, e se não quer ver não olhe e não comente. Compra Impala caro aqui no Brasil, ou nem tem aqui?

        • Impala_67

          Ok, só quis te alertar que esse assunto de “Nos EUA vc compra 4 vezes mais barato e melhor que no Brasil.” já deu né.. todo mundo sabe o abismo de diferença que os países, mercados, impostos, ambos têm. Mas fique à vontade.. Eu não tenho um Impala, só sou fã… tenho um carro mais novo heehe

        • Zoran Borut

          Você já pensou em comparar os preços EUA x países da Europa?

          • Wesley Souza

            Então, já sim, você sabia que esse XE deveria chegar aqui no máximo 115 mil? E que mesmo quando o dólar estava em baixa aqui o preço praticado era injusto? e que nosso salário e poder de compra não chega nem em 40% da media desses países? Cara nosso país é contraditório e aqui os socialistas é que são os burgueses…. cara nosso país deveria ser o melhor do mundo, desde a época de Portugal nos roubam.

    • Marco Antônio

      Triste mesmo!

  • Fernando S.

    Acho que o Onix/Prisma têm suas qualidades e tudo mais, agora vejamos por outro lado: o carro tem roda de liga aro 15, MyLink, OnStar, vidro elétrico na port traseira e outras futilidades, mas não tem cinto de 3 pontos para o ocupante do meio muito menos apoio de cabeça. Poderia ter colocado freio a disco nas 4 rodas (pois o valor pedido no veículo é exorbitante), mas prefere colocar botõeszinhos. Enfim, mais do mesmo. Apenas enfeitaram o pavão.

    • Marcelo Penha

      Versões de entrada: Ka: R$ 41990,00 | HB20: R$ 41655,00 | Onix: R$ 44890,00.

      3k pelo OnStar? E ainda com um motor 1.0 defasado e com tanquinho e ausência de itens de segurança para o passageiro do meio (presentes no Ka)? Tô fora.

      • Carlos_Drake

        tbm n comprari. E olha que eu achava o ka de entrada caro!
        N compraria o onix 1.0. Se o 1.4 ja é uma lastima, imagine o de entrada.
        Colocaram direção eletrica mas n colocaram isofix….

        • Leandro Balmant

          No Início do ano meu pai alugou um Onix LT 1.0 e ele tinha desempenho suficiente, até com ar ligado. Bom mesmo seria ele ganhar novos motores de 3 cilindros.

      • invalid_pilot

        Pode ter certeza que na concessionaria esse preço cai… A GM anda fazendo isso. Joga tabela la pra cima mas na hora de comprar tira a diferença.

        • Ernesto

          Será que no lançamento usarão essa política de descontos? Creio que não. Isso só ocorrerá quando o carro perder aquele ar de novidade.

      • Brasileiro

        Motor é sim defasado,mas pra quem preza pelo o consumo, ta mais econômico que o HB20 1.0 turbo, o cara nao esta pagando 3k a mais pelo onstar e sim pelo conjunto que no meu ponto de vista esta ligeiramente melhor que os concorrentes direto.
        A pessoa nao compra o carro só pelo motor, e sim, por ser espaçoso, manutenção baixa, valor de revenda, pós venda, preço do seguro, preço de peças e etc.

        • Marcelo Penha

          Em relação ao consumo, ainda não foram divulgados os números da versão 1.0. Por enquanto, apenas da versão 1.4. Logo, não da para comparar esse ponto.

          Em relação a espaço interno, os 3 são similares.

          As revisões do HB20 são mais baratas entre os 3, somando-se os valores gastos em 3 anos (período da garantia do Onix e Ka). Onix e Ka cobram valores próximos, agora que a Ford aboliu as revisões semestrais.

          A qualidade do pós-venda dos três fabricantes, infelizmente, deixa a desejar (experiência própria. Já tive vários Chevrolet e Ford).

          O valor do seguro depende de vários fatores, inclusive a cidade. Aqui em Recife, no meu perfil, o Ka oferece a apólice mais barata entre os três.

          Beleza é algo subjetivo. Cada um tem a sua opinião.

          Logo, não há nenhum grande destaque no Onix que justifique o valor mais alto em relação a concorrência. Se bem que, se a Chevrolet continuar a mesma, nas concessionárias esses valores vão sofrer belos descontos. É a política Chevrolet: dar a ideia que está sendo generosa, oferecendo um grande desconto, quando na verdade o preço de tabela está superfaturado.

          Todos os Chevrolets que já estiveram na garagem de casa (Celta, Corsa, Meriva, Astra, Vectra GT, Prisma I, Prisma II) foram adquiridos por valores abaixo da tabela.

        • Marcelo Penha

          Fábio?

  • Carlos_Drake

    Vai continuar a vender feito água.
    Melhorou em muitos aspectos, Mas ainda n me cativou. Sem Isofix é foda! O motor continua sendo “apenas suficiente”, mas pelo menos melhoraram a economia.

  • Joaquim Grillo

    Ficou bonito, mas para mim tinha que mudar as maçanetas e colocar em alças estilo o Cruze, não sei por que mas acho que alça deixa o carro mais estiloso.

  • Adriano Tochio

    Seria bom fazer um teste de colisão nele !

    • th!nk.t4nk

      Não faz diferença. O Onix anterior chegou a rasgar o assoalho no crash-test, e mesmo assim o povo continuou comprando igual água. O brasileiro se contenta com bem pouco.

      • Jackson A

        Vejo de forma diferente.
        Pra min, não é que Brasileiro[ entenda-se pessoas comuns ] se contentam com pouco [ a política ta ai pra provar que não ] e sim que pessoas comuns se contentam com coisas “X” e o pessoal de sites se contenta com coisas “Y”.

        Já vi muita gente aqui falando que só queria um carro turbo, que não tem utilidade ter cmm, roda de liga e outras ajudas/equipamentos eletronicos.

        Já pessoas comuns preferem que o carro tenham equipamentos, conectividades e alguns outros “fatores corolla” [ marca, revenda, bla bla bla… ] e maioria das vezes dispensam motor, e outros equipamentos que não vão usar, tipo cinto 3 pontas, isofix, esp, apoio de cabeça central… etc.

        • Artur Barbosa

          O problema é que as pessoas aqui compram carro para (se) mostrar aos outros, e equipamentos de segurança não servem para este fim.

          • Jackson A

            Ou talvez as pessoas não querem esses equipamentos, já pensou nisso ?

            Chegue para uma pessoa comum e explique eles, ai pergunta se ela[e] prefere uma CMM ou um ESP+Isofix+Cinto central e apoio central.

            Eu já fiz esse teste com meus parentes, e a resposta foi o que já esperava, por isso eu parei de dizer que alguém compra pra se amostar, agora digo que eles compram pq gostam de “X” coisas que tem no carro, e não se importam dele não ter “Y” coisas.

            • Artur Barbosa

              Caro, respeito sua opinião, mas mantenho meu ponto de vista. Acho (minha visão) que o povo de países subdesenvolvidos tem a necessidade de se afirmar pelas suas posses, o famoso “mostrar para o vizinho”. E isso suplanta a necessidade de respeito à vida, ao contrário do que é visto na maioria dos países de primeiro mundo.

              • Só para você ver o grau da importância (status) do carro na sociedade. Eu conheço pessoas que moram em condições horríveis, tanto quando localização como qualidade da moradia, com telhado de lona e chão de terra batida, mas tem um carros que pagaram quase 200k reais na garagem. Essas construções de prioridades materiais são bem difíceis de mensurar, e até mesmo explicar.

              • Lucas Vilanova

                Comprovo isso atualmente com o meu tio. Comprou um CrossFox 1.6 16v MT sem necessidade, só porque era o sonho dele. Vendeu anteriormente um Palio Sporting com menos de 1,5 ano de uso.

                Agora, vendeu o carro, mais uma vez com 1,5 ano de uso e 18 mil KM, visto que ele estava bebendo muito, fazendo 6 alto na cidade na gasolina. Comprou um HB20 1.0 Confort Style. Deu apenas 3 mil a mais para compra do HB20.

                Solteiro, sem filhos. Agora eu pergunto, para quê? Única e exclusivamente mostrar para os vizinhos do prédio dele, ridículo essa atitude.

                • Mr. On The Road 77

                  O cara é solteiro e sem filhos! Deixa ele gastar o dinheiro dele! kkkkk

                  • Lucas Vilanova

                    kkkkkkkk não, tranquilo. Só exemplifiquei o fato do amigo lá em cima. O pior não é isso, o pior é ouvir em reuniões de família que ta apertado, que gasta muito…

                    Diga aí.

                  • Deivid

                    Se eu fosse ganhasse bem sendo solteiro e sem filhos já tinha conhecido boa parte do mundo de mochilão.
                    Solteiro e sem filhos eu sou, só falta ganhar bem! HAHAHA

      • Adriano Tochio

        Não sabia que tinha feito na primeira versão, falha minha !!

  • invalid_pilot

    Mais do mesmo… Unica melhora aparentemente parece ser ajuste de suspensão e direção elétrica…
    Resto é firula e facelift

  • Jackson A

    Ao meu ver, melhorou bastante para o consumidor comum.

    Porem, continua uma !@#$ para comentaristas.

    • Lucas de Lucca

      Engraçado que no quesito segurança continua a mesma merd** de sempre. O mesmo carrinho que rasgou o assoalho no crash test.
      Então o consumidor comum não merece mais segurança pra sua família? O negócio é ter uma telinha no painel apenas e alguns frufrus pro vizinho ver? Afinal, já é líder mesmo, que se dane a boiada né.
      E o precinho óóóóó…

      • Jackson A

        Eu acho que o consumidor deve procurar aquilo que ele quer.

        Se ele quer uma CMM, que assim seja, se ele quer ESP, idem.

        • Angelo_RSF

          Concordo com você Jackson…O “consumidor comum” nem sabe direito pra que serve o ABS…Coisas como EBD, controle de estabilidade, Isofix então…

          Ainda é minoria no público consumidor aqueles que entendem a importância desdes equipamentos. Até me arrisco a dizer que mesmo fora do Brasil, se segurança fosse a prioridade do consumidor a Volvo seria líder mundial em vendas.

          Creio que é papel do Governo, obrigar a instalação destes equipamentos de segurança por parte das montadoras. ( e não coisas como kit de 1os socorros e extintores ABCDE….). Se não pelo bem da população, pelo peso que os acidentes e acidentados tem na economia.

          • Jackson A

            Exato, deveriam já ter feito isso inclusive, mas alargaram o tempo para beneficiar as montadoras.

        • Lucas de Lucca

          Mas já tá caro Jackson, poderiam melhorar isso também.
          A GM já teve um belo lucro com Onix/Prisma desde o lançamento, custava nessa atualização de meia vida melhorar a segurança já que o preço ia subir mesmo.

          • Mr. On The Road 77

            Não! é melhor maximizar os lucros!

          • Rodrigo Alves Buriti

            Concordo que ultimamente o preço tenha subido de forma exponencial, porém é a média do mercado e concorrência (Montei faz 2 duas semana um palio essence top por 65mil no site da Fiat).

            No caso do Onix, o novo argumento de vendas não vai ser o ESP, e sim o sistema OnStar, onde o vendedor vai argumentar as facilidades que ele oferece. Caso foss argumentar os benefício do ESP vai ter consumidor retrucando “mas nunca perdi o controle nem vi alguém perdendo” e não convence.

            Então, num caso hipotético onde ambos ESP e OnStar custam 500 reais no preço do produto, qual vai convencer a grande massa de consumidores mais facilmente?

            Infelizmente é isso….

        • Rodrigo Alves Buriti

          Isso é verdade, tanto que como eu, por exemplo, não faço questão de CMM mas possuo ESP, mãe tá com o Fox novo e não tem CMM, mas tem teto e ESP (esse fiz questão de vir, argumentando “é igual seguro, você paga para não usar, porém se for precisar é bom ter”).

          Mas as pessoas compram aquilo que dão prioridade, uma central com parelhamento de celular hoje a diferencia de uma CMM “normal”. Afinal, é o uso e necessidade de ficar conectado.

  • Lucas086

    “Enfeitaram a boneca”, encheram de equipamentos, fizeram mudanças no motor, mas na Prática, o mesmo desempenho e talvez até o mesmo consumo. Tenho uma tia que tava esperando chegar o onix para decidir entre ele e o March Sl, ela tem as isenções de IPI e ICMS devido a uma doença, já vi que vamos de March, apesar de menor e acabamento mais simples ainda (nem um volante em couro tem), mas o CVt casou muito bem com o carro e ainda por cima mesmo na versão SL, ficou muito macio e colocaram mais manta acústica, o bixinho ficou mais silencioso.

  • Felipe S. Rangel

    Eu já disse isso, mas vou comentar de novo: tenho um Onix LTZ At6. Gosto do carro. Está com 60.000 km e parece novo, sem ruídos, batidas, problemas. Mas não tem desempenho e não é silencioso. Segura demais as trocas de marchas, anda no limite. O cambio e o motor parecem desesperados. Até gostei das mudanças e teria outro, mas quando penso nesse motor 1.4 com esse cambio GF6…

    • [CAP] Odirley

      Penso o mesmo… O que ocorre é que esses motores menores com AT fica meio complicado. Apesar dos comentários ofensivos que sempre se tem por conta da antiguidade do motor (e é mesmo), o desempenho do 1.4 manual é bem razoável, assim como seu consumo.

      • kravmaga

        O pessoal critica os câmbios automatizados de embreagem simples mas eu acho eles muito mais coerentes com carros de motores pequenos do que esses AT epicíclicos, que roubam potência e aumentam o consumo, apesar da maior suavidade. E mesmo alguns CVTs usam conversor de torque, logo têm quase o mesmo problema dos AT convencionais.

        Até bem pouco atrás ninguém pensava em colocar câmbios AT em carros pequenos justamente por esses fatores.

        Eu gosto de carros automáticos/automatizados, mas digo que se fosse comprar um carro compacto mais popular eu compraria um manual ou, no máximo, um automatizado mesmo. O manual é o que “casa” mais com a proposta de ter um carro barato, já que a manutenção também é mais barata e o consumo é o melhor.

    • Pacheco

      O problema: Motor fraco e cambio lento. Que já dirigiu sabe como os dois discutem e joga a culpa nos passageiros.

  • azardo

    Gostei. Deu uma boa melhorada no design, parece mais agressivo e não parece mais aquela tradicional “frente de caminhão” da antiga linha.

    • Pacheco

      Esteticamente ele melhorou mesmo.

  • Yuri Lima

    É impressão minha ou o Prisma agora usa a mesma lanterna do Onix?
    Será compartilhada como Astra hatch e sedan? O corte parece o mesmo.
    É um bom carro, mas muito caro diante da concorrência, e com motor ultrapassado. Ka e HB20 oferecem mais com preços mais abaixo (no nível dos valores do antigo Onix)

    • Jackson A

      Mais baixo não, pouca coisa mais caro, porem, mais equipado.

      • Yuri Lima

        Claro! Nenhum desses vale de fato o que custam, mas apenas citei que alguns oferecem o mesmo que o Onix (ou até mais) custando igual ou pouco menos.

    • Interessante que nos flagras as lanternas eram duplas, invadindo a tampa do porta-malas do Prisma. Acho que caparam isso, assim como o banco bipartido.

  • Severino Barbosa

    Não gostei da traseira, deveriam ter seguido o cobalt e o Cruze. Vou ficar com o meu 2014 ltz, até acalmar a poeira e troca-lo pelo novo Cruze..

  • gustavo

    No geral melhorou, mas esses bancos com tecido tipo escama de peixe, não combina, bom relato Na.

  • Fábio Henrique

    Nao to achando mais tao zuado como na promeira impressao (fotos na cegonha). Mas ainda prefiro a ‘frente de caminhao’ como a glr gosta dd chamar. Aliás, pra mim frente de caminhao é do ka, pq é alta e quadrada ainda por cima.

  • Jeremias Flores

    falando apenas em design: eu gostei muito da atualização da dianteira, deixou ele mais limpo. Agora a traseira eles erraram a mão, principalmente no Prisma…

  • Alexandre

    Sério, esse carro é bonitinho por fora e por dentro, mas deve ser uma bomba mecanicamente. Muito antigo, falta muita coisa. Só serve pra dar lucro pra Chevrolet. Ele é a mesma base do Celta, do primeiro Corsa? Alguém pode me dizer? Prefiro pagar mais e pegar algo mais moderno e seguro como o Up, 208, até o Etios mesmo, por mais que seja feio.

    • dogmarley

      a base é diferente, mais nova. porém o crash-test foi um vexame..
      Up, 208, Etios, Ka são mt mais carro ao meu ver do que o Onix.. já andei nele e não me convenceu.

    • Embora simplificada, é uma base mais moderna que já serviu tanto no Opel Corsa como no Fiat Punto europeu.

  • Retrato do Papai

    genial a ideia do botão do vidro elétrico da porta traseira acionado pelos dedos do pé! assim dá pra mexer no smartphone e abrir/fechar o vidro ao mesmo tempo! boa GM!

    • RafaCtba

      Novos botões “TouchFoot”…rsss

    • Marcelo Paiva

      KKKKKKK

  • Bruno Luís

    Que mancada essa do posicionamento dos botões de acionamento dos vidros elétricos traseiros.

    • RafaCtba

      É verdade. Mas não é os dos piores. Me lembro dos botões do Peugeot 206/207 centralizados no meio dos bancos dianteiros.

  • Pelo menos acabaram com aquele “Ice Blue” nos faróis… aquilo parecia acessório de jumento de cigano… kkkkkk. Os LEDs embutidos no conjunto óptico são o melhor arranjo para os dispositivos de iluminação diurna, sem dúvidas.

    • Pacheco

      Sim, uma melhora em segurança e já deixou dentro da lei.

  • João Vicente Amorim de Araújo

    Uma MONTANA derivado desse carro e com feixe de molas iria bombar! #MINHAOPINIÃO

    • Lucas de Lucca

      Montana nada cara… Negócio é eles fazerem urgente um concorrente pra Toro, que é o segmento da moda e que pelos preços exorbitantes deve dar muito mais lucro.

      • ViniciusVS

        E está fácil fazer, basta usar o cobalt como base.

  • Solaire Of Astora

    Um carro bacana por um preço não muito bacana.

  • Bernardo Brasil

    Não tem foto em lugar algum do modelo 1.0 LT? Não que as fotos do modelo TOP não sejam atraentes, mas o modelo de entrada responde pelo maior volume de vendas e é o mais visto nas ruas.

    • As montadoras geralmente só mostram versões topo em eventos de lançamento.

    • SDS SP

      Sabe como é, no lançamento é bem comum fazer a apresentação das versões top de linha para chamar à atenção do consumidor e atrai-lo até a css. Quando você chega lá é aquela decepção rs…

    • Marcelo Penha

      Na página do Onix no site da Chevrolet, no link “Galeria”, tem tanto o 1.0 LT como o 1.4 LT, inclusive do interior também, com rádio no lugar do mylink.

  • Alex

    Bacana que se vc consultar as 2 placas do Prisma “vermelho” GED-0086 e GEO-8101 aparece como sendo um carro “cinza”. Pode isso o Batista?

  • Manutencão Automotiva

    E a versão pickup, será que vem?

  • Fabão Rocky

    Poxa! Fazer akeles disfarces todos zebrados p/ vir esse monstrengo? Sinceramente vou sentir falta do Onix/Prisma anterior. Até as projeções feitas por amadores ficaram melhores.
    Ficou mto feio mesmo!!!

  • Sassá

    ……………………..

  • Leandro Balmant

    Pra mim o Onix continua estranho do mesmo jeito, e o Prisma esportivo de mais para a proposta. Parece que foi reestilizado pela Fiat.
    Já os preços estão absurdos. R$ 44.000 no Onix e R$ 53.000 no Prisma deveriam ser da versão LTZ manual.

  • Hugosw

    Meu sogro tem um Prisma LTZ automático e quando dirigi o carro fiquei um tanto desapontado com a transmissão automática do modelo. No RS existem muitas lombadas (quebra molas) e nesta situação o veículo teima em colocar a primeira marcha e não uma segunda. Sendo que isso prende muito o veículo, pois a primeira é muito curta. Sou dono de um i30 automático (primeira geração) que possui 4 marchas e ele não tem esse tipo de comportamento. Essa falha com certeza seria muito simples de corrigir com uma reprogramação, mas é bastante incomoda.

  • Pedro Cunha

    A tampa traseira parece que foi feita em separado do resto do carro, em alguma famosa oficina de xunilaria do nordeste….

  • Alexandre Maciel

    Mesmos motores, mais do mesmo. Tem a direção elétrica que de há muito deveria equipar o carro. Mudaram basicamente os plásticos (não me interessa a mudança de pistões, o que seja, já que os propulsores são os já datados 8v).

    Honestamente, esse carro vende porque nosso mercado só tem coisa meia-boca nessa faixa de preço. Então, como não vender se não há algo melhor pelo preço cobrado por… ISSO AÍ?

  • pedro rt

    e um bom carro mas o preço matou os 2…

  • Zoran Borut

    Diogo, a questão é que os projetos de engenharia da Hilux e da Toro focaram em usos distintos. A Hilux focou no trabalho pesado em estradas ruins, enquanto a Toro é voltada ao uso como carro de passeio (tanto que sua plataforma é derivada da de um carro de passeio, com reforços e aços especiais para aguentar maiores exigências de torção e peso – mas muito longe de ser uma estrutura projetada especificamente para uso pesado como ocorre com as picapes de chassi). Eu vejo muita incoerência, para não dizer desinformação, no uso de picapes médias de chassi como carros de passeio de luxo – elas estão longe de proporcionar o conforto que um crossover ou “SUV urbano” (não derivado de picape de chassi) pode oferecer. Só faz sentido (para mim) o uso dessas picapes e seus derivados em ambiente urbano quando se trata de pessoas que procuram segurança e blindagem, e olhe lá.

  • CARnivoro

    Esse cambio automático com esse motor 1.4 é um bom conjunto? Fiz um teste drive com HB20S auto 6 e gostei bastante do desempenho e conforto. Claro que não deu pra ver a fundo pois o teste drive foi curto. Mas ai andei como passageiro em um Taxi Spim com esse cambio e tive a impressão de que ele é muito “indeciso” em várias situações. Me passou a impressão de ser ruim.. Quem conhece ou tem sabe me dizer?

  • CARnivoro

    Esse cambio at6 da gm é bom? Eu estou olhando um auto pra trocar de carro e fiz um teste drive no HB20 At6. Gostei bastante do cambio at6 do HB20S. Essa semana, peguei um taxi e era uma Spim com esse cambio AT6 da GM. Achei o cambio ruim e bastante indeciso em algumas situações. Esse conjunto da GM é ruim mesmo???

  • mjprio

    Perto disso ai meu Versa nao e tao feio nao!

  • Danilo

    vi o carro de perto hoje. Acho que a versao LTZ do ONIX deveria ja vir com camera de ré e para ambos Onix e Prisma LTZ, sensor crepuscular, chuva e retrovisor eletrocromico.
    Outro erro grotesco da GM, diante da nova lei dos farois, perderam a oportunidade de se destacarem, colocando os DRL de serie em todos os ONIX/Prisma 2017.
    Primeiro que o LED nao é DRL, e sim substitui a famosa “lanterninha”, portanto voce tem que acender ela girando interruptor. FAIL muito grande.
    Pior ainda é que so no LTZ e Active. O LT vem com aquela lampadinha amarelinha sem vergonha.
    Ja deveriam ter introduzido como DRL em todos…. economia besta.



Send this to friend