*Destaque Chevrolet Hatches Sedãs Segurança

Chevrolet Onix e Prisma devem receber reforços estruturais para melhorar a segurança

onix-ncap-2 Chevrolet Onix e Prisma devem receber reforços estruturais para melhorar a segurança

Após o resultado infame registrado no início deste ano com o Onix nos testes do Latin NCAP (com zero estrela), a Chevrolet se prepara para promover mudanças estruturais tanto no hatch como no sedã Prisma. De acordo com fontes ligadas à fabricante, ambos os modelos receberão reforços em sua estrutura nos primeiros meses de 2018, tudo para melhorar a segurança dos carros.



Entre as novidades, o Chevrolet Onix e o Chevrolet Prisma receberão aços de estampagem a quente (considerados de ultra-alta resistência) na coluna B. Haverá ainda a aplicação dos mesmos aços na coluna A da carroceria dos carros. Com estas novidades, é provável que os compactos consigam registrar melhor desempenho nos testes de impacto lateral e também de impacto frontal.

A General Motors comentou a respeito dessas alterações estruturais na linha Onix e Prisma. “Desde a publicação da norma a respeito dos testes de impacto lateral, em 2013, a General Motors vem desenvolvendo seus produtos para que cumpram com todos os requisitos de segurança até o prazo estabelecido”.

onix-ncap-1 Chevrolet Onix e Prisma devem receber reforços estruturais para melhorar a segurança

Porém, apesar dos novos reforços estruturais, o Onix e o Prisma devem seguir sem grandes alterações na gama de equipamentos. Vale lembrar que, a exemplo de alguns de seus rivais, os compactos da Chevrolet ficam devendo itens como controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, airbags laterais, encosto de cabeça e cinto de três pontos para o terceiro ocupante do banco traseiro e também sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis no banco de trás.

Nos testes do Latin NCAP, o desempenho estrutural do Onix no impacto lateral mostrou um grande deslocamento da coluna B para dentro da cabine, significativamente maior que no Fiat Palio e no Peugeot 208, que também foram avaliados pela organização. Além disso, a porta traseira do Chevrolet se abriu no teste, oferecendo um alto risco para os ocupantes, especialmente crianças.

  • Mr. Pug

    Parece que depois que essa lata de atum zerou nos testes passou a vender ainda mais. O consumidor médio brasileiro não liga muito pra segurança, se tiver telinha no painel já está ótimo. Tenho certeza que se não fosse por imposição de lei até hoje se venderia carro sem airbag duplo e ABS e a massa não estaria nem aí.

    • Em todo lugar é assim, tu acha que nos Eua vende carro seguro pq os consumidores sao todos conscientes?? É pq tem lei meu amigo, desde os anos 70 alias, tem lei e tem orgãos fiscalizadores, e tem revistas sérias que criticam mesmo, e tem justiça que condena e multa, e ainda assim as montadoras fazem muita falcatrua, tem muitos exemplos de lá.

      • Gu92

        Os air bags da Takata foram uma gigante falcatrua!!

      • afonso200

        Ford Pinto do anos 70 iniciou tudo praticamente

        • th!nk.t4nk

          O pior é que tecnicamente o Brasil tá mais próximo dos anos 70 em segurança veicular ainda. Coisa de 90% do mercado é bateu-morreu (o Onix é só a cereja do bolo).

          • Brasil ta parado no tempo e pelas notícias recentes do Rota 2030 vai ficar parado mais 13 anos, enquanto o mundo evolui.

          • Edson Fernandes

            Não está proximo dos anos 90. A popularização do dispositivo começou nesse periodo.

        • sim e o Chevy Corvair, que foi o primeiro caso polemico do livro Unsafe At Any Speed (Inseguro a qualquer velocidade), chamado The Sporty Corvair. do advogado Ralph Nader. Isso que levou as autoridades americanas a votar leis de segurança nos anos 70 que duram ate hoje.

          • Dario Lemos

            Li agora que mencionou o Nader. O pessoal precisa pesquisar mais. Para entendermos o presente precisamos saber do passado.

      • Dario Lemos

        Muitos se esquecem de Ralph Nader, que começou uma campanha para tornarem os veículos norte-americanos mais seguros.

    • O Pato

      Mas claro que venderia, e digo mais: Boa parte desses carros vendidos hoje vão ter seus air bags removidos quando caírem nas mãos da vila, visto que precisam de manutencao e são caríssimos se precisar repor.

    • Eric Andreazza

      Na União europeia o ESP é obrigatório por lei em todos os carros novos desde novembro de 2014, porém bem antes da lei, a partir de 2005, 2006 a maioria dos carros já saia com o equipamento. Todos os carros eram testados pelo EuroNCAP e são hoje e quando o carro vai mal no teste vende pouco e a fabrica melhora em poucos dias e já é feito novo teste. Os Europeus e americanos tem sim mais consciência que o brasileiro.

      • Mas o caso americano é emblemático. Por um lado os consumidores se preocupam com a segurança dos carros já que acidentes de trânsito tiram a vida de milhares de pessoas. Por outro lado olha a alimentação dos americanos? Chega a ser um problema crônico, e doenças ligadas ao sedentarismo, problemas cardíacos, câncer matam muito mais que o trânsito. E me pergunto o seguinte, os comentaristas dos sites de carros que defendem tanto a segurança dos automóveis seguem a mesma regra quanto a saúde preventiva pessoal? Se o fosse o negócio mais lucrativo do Brasil seriam academias e alimentação natural estaria em alta (e não fast food). Dessa forma o interpretação de consciência por parte do consumidor vai muito além.

        • Retrato do Papai

          Não consigo acreditar que o povo que acha que achocolatado vem de vaca marrom exige altos padrões de segurança nos carros…

          Sério, como o cara vai exigir mais airbags, estrutura estável, controle de estabilidade etc se ele nem sabe de onde vem o nescau?

          • ObservadorCWB

            Os caras possuem 2.200 marcas de “nescau”… então acabam comprando o melhor sempre.

        • D136O

          Acredito que a resposta esta na concorrência, o mercado americano de automóveis é insano e as montadoras disputam a tapa os consumidores isso faz cair os preços e também melhorar o produto, se fosse lá essa avaliação do onix a concorrência não ia perdoar provavelmente fariam comerciais ridicularizando o resultado e se vangloriando de ter um carro mais seguro, já aqui o jogo de comadres continua sempre igual.

        • Marcos Souza

          Picanha e cerva gelada não podem faltar…sacrilegio

        • No_Name

          Essa geração de norte americanos gordões já está chegando ao fim, está restrita as pessoas de meia idade pra frente. Grande parte da geração mais nova, os mais jovens, já não tem esse hábito de comer tanto e mal e se cuidam mais.

          • cepereira2006

            É verdade, aquelas pessoas “estourando” já são bem mais raras de se ver e a grande maioria dos restaurantes tem o número de calorias de cada prato nos cardápios e vitrines, o número de restaurantes naturais se multiplica na mesma velocidade em que vão desaparecendo os de junk food.

      • Caio

        Não diria que eles têm mais consciência que o brasileiro, mas certamente dão mais valor ao dinheiro. Lá as pessoas exigem carros seguros pois custa bastante caro cuidar da saúde em caso de acidentes no trânsito, já que planos de saúde custam caro e não há um sistema público de saúde como o nosso. O acesso ao crédito também é diferente então é preciso planejar e comprar algo que realmente vale a pena, e não algo que vai ter dar prejuízos ainda maiores.

        • D136O

          Como assim o acesso ao credito lá faz planejar?? pelo que sei só falta o banco ir na sua casa com uma mala de dinheiro pra lhe emprestar, desde que seu histórico seja favorável obviamente.

          • Angelo Lucca

            Sim… As taxas de juros para financiamento deles chegam a ser ridículas em comparação com as nossas… Diria que em uma conta simples, compensa mais você pagar a prazo do que a vista… isso lá, é claro…

          • Caio

            Bom, o comentário que respondi mencionava americanos e europeus, e certamente não é como você disse em todos os países que fazem parte da Europa. E só porque você tem crédito não significa que você deva aceitar o dinheiro que o banco lhe oferece. Levar em conta o tempo de pagamento do empréstimo, juros, custo de oportunidade e as demais contas a pagar para ver se cabe no bolso e valerá a pena, é planejamento.

            • D136O

              Me pareceu que havia respondido o do André Lunkes que falava de americanos não de europeus. Não falei sobre aceitar crédito fácil, mas vc falou que “o acesso ao crédito é diferente então é preciso planejar” dando a entender que era difícil obter empréstimos ou que teriam altos custos o que não faria sentido se tratando do mercado americano.

    • Ricardo Blume

      A verdade é que o brasileiro não sabe comprar carro e isso não é nossa culpa. Somos como aquele cachorro que ficou preso na corrente a vida inteira e ao ser solto morre atropelado pela inexperiência de vida. Somos aquele cara que compra um Up! TSi e a primeira coisa que faz é chipar, ao pensar que está andando de carro esportivo; nos endividamos até o talo por que o nosso sonho é ter um carro brilhando de tão novo na garagem e acabamos esquecendo de gastar nosso suado dinheirinho em ter mais qualidade de vida; somos aquele vizinho invejoso que ao ver o cara ao lado de carro novo, nos endividamos mais ainda por que não podemos perder para quem mora ao lado; somos aquele que compra carro pela aparência e pelos mimos e não pela real necessidade do mesmo. Em resumo, somos um comprador imaturo e que temos muito o que aprender na hora da escolha mas, o pior de tudo, é que as montadoras sabem disso e lucram muito as custas da nossa inocência.

    • Daniel

      Eu penso que assim como existe a etiqueta do Inmetro de eficiência energética nos carros expostos nas concessionárias, deveria haver uma lei obrigando a mostrar uma etiqueta com a nota no NCap… assim o consumidor médio desinformado saberia que tipo de porcaria estaria comprando…

    • Walter Augusto

      Longe de defender a GM, mas a Fiat sempre foi a primeira em entupir os carros com luzinha e botãozinho no painel e sempre vendeu horrores as porcarias em segurança (uno, Palio).

  • celso

    “(…) com estas novidades, é provável que os compactos consigam registrar melhor desempenho nos testes de impacto lateral e também de impacto frontal”
    Vai é passar vexame novamente.

    • Luciano RC

      Vai melhorar quase nada e continuar um lixo. Só uma geração nova vai resolver esses problemas de segurança.

      • celso

        Exatamente.

    • Rodrigo

      Acho difícil, quando comprei meu Jetta fiquei surpreso com a diferença estrutural do meu antigo Gol G5. É uma diferença absurda, a coluna inferir onde fica a saia é 3 ou 4 vezes mais larga que no GOL (ou seja 3 ou 4x mais metal para desaceleração), a distancia do meu ombro a porta é 3x maior, no GOL ficava praticamente encostado.
      Por mais reforçado que seja um compacto (na minha opinião) nunca terá a mesma segurança de um carro grande bem construído com um Jetta, principalmente na questão de impacto lateral.

      OLHA SÓ A LARGURA DAS COLUNAS DO JETTA
      https://http2.mlstatic.com/soleiras-super-protetoras-jetta-com-soleira-da-mala-D_NQ_NP_307605-MLB25072200320_092016-O.jpg
      http://appsisecommerces3.s3.amazonaws.com/clientes/cliente4230/produtos/30167/Z31454334766.jpg

      • Malvino Jose Moreira Junior

        os compactos europeus são seguros la ( A1, 208, Fiesta,C3 e cia).Aqui no adptados ao Brasil vc vê a diferença entre o Fox e o gol pela coluna B da porta. Nota se que um usa menos aço que o outro. Up é 5 estrelas e é compacto. Bom na minha opinião acho que em batida traseira o médio e sedan é mais seguro.

        • Retrato do Papai

          vê o caso do 208, a peugeot fez a mesquinharia de retirar as barras laterais no modelo br

  • V12 for life

    Deve em segurança mas tem telinha bonitinha então que se f… minha vida.

    • Luciano RC

      E o carro é bonitinho, espaçoso e vende bem. Isso da manutenção barata, revenda garantida e satisfação dos consumidores.

      • No_Name

        Achar Onix bonito é dose, hein.

        • João Cagnoni

          Eu acho que entendi o que ele disse, o Ônix é sim muito bonito ao lado de um Celta ou Classic.

        • Luciano RC

          Ele é bonitinho… bem interessante e agradável. Tem linhas que casam com todo o carro.

          • No_Name

            Caramba… Deve ser ironia rsrs.

  • Se nao fosse pelo fim do Inovar Auto, eu diria que ele ia aumentar uns 15 mil somente por estas barrinhas, mas 2018 a concorrencia vai ser dura, então deve aumentar so uns 5 mil.

    • Luciano RC

      Estou na esperança da guerra recomeçar e o consumidor voltar a ganhar.

    • BillyTheKid

      Eu duvido que as montadoras que investiram milhões (ou até bilhões) no Brasil vão deixar o Rota 2030 chegar pra trazer mais concorrência. Além do mais, o real atualmente não vale mais tanto quanto valia há alguns anos; logo, importação com todos os seus impostos acaba não sendo mais tão “barato”…

      • a questão toda nao é o Rota 2030 trazer ou não, o fato é que o IPI maior não tem mais sentido, não tem como eles colocarem essa medida protecionista no Rota 2030, e nem as cotas, são medidas já condenadas na OMC e que estão prejudicando inclusive as montadoras instaladas aqui, segundo os executivos delas proprias.

      • Angelo Lucca

        Aqui, temos um “cancer” chamado ANFAVEA… Ou a montadora entra no esquema deles onde todo mundo “cobra igual” e lucram juntos, ou eles arrumam um jeito de te derrubar… Já vimos diversos casos assim a Jac foi um deles…

  • HENRY ME

    Latin cap nele. Parece tomaram vergonha do apelido zeronix

  • Tochio

    Agora as vendas vão despencar !!

    • Rodrigo

      Duvido

      • Tochio

        Fui irónico tá !!

    • Robinho

      kkkkkkk

  • Rodrigo

    E pensar que o Sonic (cuja plataforma derivou todas essas geringonças) foi 5 estrelas em todos os testes ao qual foi submetido, em seu tempo.

    • Luciano RC

      Não adianta nada usar a plataforma e retirar todos os recursos de segurança do carro. Até mesmo o nosso Sonic era mais capado que o verdadeiro. Os recursos eletrônicos saíram todos.

      • Rodrigo

        Plataforma não é só a lata, mas também a arquitetura eletrônica e todo o sistema de comunicação entre os diversos módulos do carro (ECU, BCM, TCM,…). Isso foi conservado no Sonic importado para o Brasil (vindo da Coréia ou do Mexico). O que a GMB retirou da configuração foram 8 airbags e ESP, além de assistente de mudança de faixa e detector de colisão.
        Obviamente não obteria as mesmas 5 estrelas nos mesmos critérios de teste (EuroNCAP, IIHS, etc.), mas provavelmente pontuaria bem mais que Onix, já que boa parte da estrutura conservava os aços de alta e ultra alta resistência.

        • th!nk.t4nk

          Curiosidade: plataforma também não é a “lata”. A carroceria pode mudar completamente em termos de materiais e ainda ser a mesma plataforma. Há uma lista enorme de aços aprovados pra cada plataforma, e pode-se variar bastante. Por algum motivo no Brasil as pessoas passaram erroneamente a associar plataformas modernas a carros seguros. A culpa é principalmente da imprensa, que de especializada não tem nada e sempre forçou um monte de definições erradas goela abaixo dos leitores. Agora aguenta…

          • No_Name

            E para início de conversa a plataforma do Onix é uma derivação da GSV com o nome de GSV-EM. Ou seja, o próprio nome já diz que não é exatamente a mesma base. E sobre a notícia, não creio em melhoras para o Onix e CIA nos testes de impacto pois a próxima base dele será uma chinesa “GEM”. A GMB não faria um carro melhor agora do que um porvir.

          • Fabão Rocky

            Na época do Polo/Fox/Gol G5, os fãboys da VW gabavam a plataforma por ser moderna naquela época. Agora vai ver os aços se são de ultra-resistência ou não.

        • Luciano RC

          Mas é o que estou falando… não adianta usar a plataforma e capar tudo de eletronico e necessário para o carro.

    • RTEC30

      “a General Motors vem desenvolvendo seus produtos para que cumpram com todos os requisitos de segurança até o prazo estabelecido”.

      Na verdade ignorou a segurança

  • Cesar.A.T.M.

    Pois é….e ainda tem gente que critica, põe em dúvida o Latin NCAP…… se ele não tivesse feito o teste dessa latinha de refrigerante podem ter certeza de que a GM não iria mudar absolutamente nada……

    • Luciano RC

      Na vdd iria até vender uma versão pior.

  • Dreidecker

    Já era tempo de reforçar a lateral da família GSV (já tendo sofrido um reforço insuficiente em 2015), assim como implementar um motor mais moderno (SGE) que o jurássico OHC da década de 80.

    • Luciano RC

      Os motores estão bons para o tempo de vida que possuem. Agora a plataforma precisa de ajustes mesmo.

      • th!nk.t4nk

        Sinceramente? Ambos são péssimos e pré-históricos. O Onix 1.4 anda muito pouco pra cilindrada que tem. Hoje em dia um subcompacto 1.4 anda MUITO na Europa, e consome ainda menos. No Brasil o tempo passa e nada muda, até regride. Não temos que aceitar isso, muito menos pelo que cobram por esses carrinhos.

        • Paulo Lustosa

          Família I é motor de pouca manutenção, e quando dá, é barata. Problema do 1.4 usado no Onix ao meu ver foi as mudanças que fizeram pra ele se tornar SPE/4 e persistir na época no câmbio F15 longo usado no old Prisma e Corsão, que esses sim, andam demais, ao invés de utilizar o F17-CR usado no Cobalt, que iria tirar melhor proveito do motor e do alto peso do Onix e Prisma, por isso que o Cobalt 1.4, mesmo 30kg mais pesado e bem maior, anda a mesma coisa que o Prisma. Se tivessem mantido a calibragem original do Corsa com o coletor de escape de aço nodulado ao invés do coletor de aço inox (Cobalt utiliza todo o escapamento em aço inox), ele teria melhor distribuição de torque como era no Old Prisma e Corsão, com pico de torque a 3000 rpm e iria render bem melhor

        • Luciano RC

          Amigo, não podemos levar em consideração comparativos entre Brasil e Europa. Gasolina, Clima e principalmente topografia diferente. Sem falar que temos outro tipo de consumidor.

    • No_Name

      Ninguém (GM) falou que aquilo foi reforços, só o “jornalismo” de estagiários. Modificar latas não necessariamente passa por reforços. E o motor Família 1 com a configuração que temos aqui vem de muito antes de 1980.

      • Dreidecker

        A família 1 estreou no Brasil em 1982 no Monza.

  • leomix leo

    Vai aumentar o preço, vão ter que gastar com aço de ultra alta resistência. Kkkkkkkkk

  • Jefferson Ferreira

    até uma chapa de papelão já ia aumentar o reforço estrutural do onix….

    • Ejovaste

      Kkkk

  • delvane sousa

    Escapei dessa ratoeira por pouco, pq nao tinha o prisma automatico p entregar a epoca.

  • invalid_pilot

    Ué a GM não disse que o carro era bom e respeitava a legislação?
    Já tinham dito isso antes desse último teste e foi um fiasco.

    • Luciano RC

      Pois é… ela capou o carro e saiu falando que atendia a lei. Agora vai precisar reforçar todo o carro e pode prejudicar o peso.

      • Ejovaste

        Aços de ultrarresistência costumam ser mais leves que aço comum. Acho que deve diminuir o peso final com as modificações

        • th!nk.t4nk

          Nesse caso não vai mudar nada. É só a coluna, uma quantidade muito pequena de aço. Vai melhorar um pouquinho especificamente no crash-test padrão sim, mas continuará sendo bateu-morreu em condições reais (colisão em ângulo, lateral, etc). Vão é fazer uma baita gambiarra pra melhorar um pouco a nota, mas o restante da estrutura continuará a mesma tranqueira de sempre.

        • Luciano RC

          Mas nesse caso ela vai ter que reestruturar o carro por completo.

    • Moreno Rocha

      Respeitar a lei nesse caso, ela respeita. E a lei ainda é frouxa e complacente com produtos ruins. Posso estar enganado, mas não acho que lei brasileira contemple um resultado mínimo em crash tests independentes, o que seria ótimo se fosse o caso.

  • Carlos

    Mais infame que o produto, é a nota do fabricante ““Desde a publicação da norma…”

    Pura hipocrisia.

  • Wolfpack

    O brasileiro adora comprar uma porcaria. Chevrolet, Fiat, Renault se equilibram na especificação mínima de seus produtos, quanto mais barato para produzir e mais lucro obtiverem melhor.

    • MMM

      Qualquer fabricante de qualquer produto vai te entregar o pior q vc aceitar pelo preço mais caro q vc estiver disposto a pagar.

      • 4lex5andro

        Cabe ter responsabilidade na hora de gastar o dinheiro. Mas no Brasil até o governo desicentiva a poupar e, ao contrário, já incentivou o acesso a crédito para consumo.

        O país não tem uma educação financeira de verdade.

  • Ricardo Blume

    É agora que o modelo “valoriza” ainda mais.

  • afonso200

    kkkkk, dizer que vem desenvolvendo desde 2013, mas e levou nota ZERO, kkkk, nao desenvolveram porcaria nenhuma

  • Retrato do Papai

    ZERONIX digivolve para: ONEIX

    • No_Name

      Boa kkkkk

  • Magnamox

    Não melhore a segurança se não as vendas caem….

    • 4lex5andro

      Só se os aumentos de preços da linha, forem acima do “normal”, já que aumentar preço é até praxe.

      Vai ter que usar melhores materiais, segundo o próprio fabricante, logo o carrinho deverá ficar mais caro. Ou então a Gm puxa pra menos sua margem de lucro.

  • Alexandre Maciel

    A GMB não havia declarado que esses veículos atendem às normas de segurança locais? Não havia deixado nas entrelinhas que os carros são confiáveis? Corrigir o que não necessita de correção, GMB?

    • Maycon Farias

      Disseram sim, está registrado.

      • th!nk.t4nk

        Nota-se que a palavra da GM vale muito mesmo.

        • Dario Lemos

          Mas nos últimos 30-40 anos o que menos se dá o devido valor é a tal “palavra”, se ninguém respeita mais o que assina, o que dizer da palavra. Cultuaram o “querer levar vantagem”, o ser “ixperto”, malandro, “passar a perna em tudo e em todos”, acabou o caráter e os bons valores morais.

  • Filipo

    Cadê os que falavam mal da LatinNCap e seus procedimentos? Que questionavam sua lisura e função? Que diziam ser exagerada?
    Calem-se, “bananeiros”! Avante, progresso. Rumo a um menor gap entre os mercados desenvolvidos e o nosso. Não valemos mais que ninguém, mas também não valemos menos que ninguém. Fabricantes safados + homem médio (padrão do povo) ignorante exige órgãos/instituições exigentes.
    Parabéns, LatinNCap!! Mais uma vitória.

    • Rodrigo

      Nobre, dar 5 estrelas a um carro sem ESP É BRINCADEIRA, ESP é o item de segurança passiva que mais salva vistas no mundo!!!!

      Nossos carros 5 estrelas nem mesmo podem ser vendidos nos EUA ou Europa.

      Tem que ter coragem pra (bater palma) pra essa LatinNcap

      • Filipo

        Você deve estar desatualizado, meu caro. A LatinNCap atualizou seus protocolos de avaliação em outubro de 2016, e, desde então, para receber ao menos 4 estrelas, é preciso ter o ESP.
        https://www.latinncap.com/po/nossos-testes/seguranca-primaria-ou-ativa

        Outrossim, não é porque a EuroNCap introduziu a obrigatoriedade do ESP na europa em 2014, que o LatinNCap deveria fazer no mesmo tempo. Isso não é simples assim.
        Portanto, parabéns sim à LatinNCap!

  • Maycon Farias

    ”os compactos da Chevrolet ficam devendo itens como controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, airbags laterais, encosto de cabeça e cinto de três pontos para o terceiro ocupante do banco traseiro e também sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis no banco de trás.”
    Ou seja o cliente desse carro leva apenas o chassi, motor e pneus na compra.

  • pedro

    E ainda tem gente que diz que esse negócio de teste não dá resultado prático, está aí, a GM percebeu a reação negativa e agiu. Espero que outras façam o mesmo.

  • Arnon Coelho Junior

    zero de novo, com certeza

  • Robinho

    claro, e vai aumentar o preço para “cobrir o material a mais aplicado no veiculo”…que o carro vende bem é fato, mas este carro é um lixo,

  • Louis

    E Spin, Cobalt, não usam esta plataforma porcaria também ?

    • No_Name

      Sim.

    • Vitor C

      O problema não é a plataforma, e sim os cortes absurdos da GMB. Tracker, mokka, corsa, sonic e etc usam a mesma plataforma e são 4/5 estrelas.

      • Louis

        Sei, esses que você citou foram projetados para serem vendidos em mercados exigentes. Agora Spin e Cobalt são visivelmentes projetados para mercados submergentes, por isso concluo que são tão frágeis quanto o papelOnix.

  • Felipe Gonçalves

    Uma dúvida: que carro de mesma categoria que o Onix teria boa pontuação nesse teste (levando em consideração o impacto lateral?)

    • Michel

      Boa pergunta, Fiesta, Ka, Up e Argo talvez?

  • zekinha71

    Se ficar mais seguro vai perder o primeiro lugar.

    • e quem tu acha que vai pro podium??? Se pensou nele, acertou kkk o Kwid.

      • zekinha71

        Com certeza, esse mês até agora está em terceiro, perdendo por 594 unidades do HB20 em segundo.
        E nem dá pra falar que é por causa de preço, senão o QQ já tinha virado mato em dia de chuva.

  • Alexandre TRE

    Vergonha isso, essa estrutura já devia estar sendo feita desde o início, quantas pessoas irão morrer com as latas de sardinha que fabricaram e vão fabricar até o final de 2017. Só vão ( melhorar os carros ) a partir de 2018. Isso é tão grave quanto a Hilux que não passou no teste do Alce, na Europa.
    Ainda bem que temos o Latin NCAP agora para abrir nossos olhos. Que Deus nos proteja

  • Jossimar Pádua Júnior

    Comentei da segurança dele na pagina da Chevrolet e me responderam dizendo que ninguém havia reclamado da segurança do Onix e que os consumidores estavam satisfeitos com o veículo e mais um monte de mediação do marketing para amenizar o fato dele ser péssimo na segurança

    • Retrato do Papai

      a resposta tá na ponta dos dedos: “e como vocês fizeram para perguntar ao defunto se ele estava satisfeito com a segurança?”

      • Jossimar Pádua Júnior

        Exato! Quase escrevi, aí fiquei com preguiça de discutir pq não vou comprar mesmo

  • Fael

    Mas é muito estranho, assim que saiu o resultado do teste, as vendas ao invés de declinarem, não, pelo contrário, aumentaram ainda mais, inclusive o resultado em vendas do ONIX é surpreendente em tempos de recessão. Vai entender o brasileiro né! Nem barato o carro é.

    • João Cagnoni

      Tanto o Ônix como o HB20 são carros que representam um salto muito grande em relação ao que era padrão no mercado (Gol e Palio), mas de fato encareceu muito e de uma maneira injustificável. O HB20 custa o mesmo preço do i30 há pouco tempo atrás.

  • Fabão Rocky

    A GMB tinha era q ter mais respeito c/ o consumidor e fazer um recall de todas as unidades vendidas e colocar barras de proteção lateral. Esse reforço estrutural será feito ainda na linha 2018? Ou seja, quem comprou e ainda vai comprar até o final do ano fica c/ a carroça nas mãos!

    • Alexandre TRE

      Concordo contigo Fabão, postei algo parecido também.

    • Moreno Rocha

      Ela tá em primeiro. Se o governo não obrigar e/ou a população não votar com o próprio bolso, não vai acontecer, infelizmente. A GM não é altruísta com seu próprio consumidor a esse ponto.

      • Fabão Rocky

        Nem a GM nem nenhuma outra montadora, infelizmente.

  • RAPHAEL ZANARDO

    Posso estar errado até, mas se a GM reforçar a estrutura e trocar esses motores que são mais velhos do que eu… Talvez eu até passe a considerar Onix e Prisma como opções…

    • Moreno Rocha

      Só considero os GMs ‘especialmente desenvolvidos para nosso mercado’ se disponibizarem, mesmo como opcional, ESP/TCs e mais airbags. A GM já teria reforçado a estrutura dos modelos com a plataforma GSV em meados de 2015, para teste de colisão, e isso resultou neste Zero que o modelo recebeu hoje. Só um teste idôneo (e com certa recorrência) pra assegurar que alterações que eles informem valham alguma coisa de fato.

  • Thiago

    Não consigo engolir qualquer desculpa para não ter cinto de três pontos e apoio de cabeça para todos os ocupantes. Dá uma economia de que, R$ 50? R$ 100?

    Outro item que as montadoras acham supérfluo é o espelho eletrocrômico, outra economia porca que se traduz em uma direção menos segura.

    É uma piada de mal gosto…

    • cepereira2006

      Eu acho mais básico que o espelho e mais necessário de se ter aquele repetidor de direção no retrovisor. Ele aumenta em 10X a visibilidade da direção que aquela pessoa vai tomar e torna o pisca visível de qualquer ângulo, principalmente para as motos que costuram no trânsito. A obrigatoriedade deste item onera muito pouco e pouparia muitas vidas e diminuiria o número de inválidos por acidentes de trânsito, número que só sobe no BR.

      • Thiago

        Sim, é outro exemplo que economia ridícula. O Cruze só ganhou agora, não dá pra entender…

  • Schack Bauer

    E o Cobalt e a Capivara, que são montados sobre a mesma plataforma, não vão receber reforços também?

  • Moreno Rocha

    Carros acertados em design (Onix e Prisma) mas muito, muito, muito ordinários. A liderença deixou a GMB com o rei na barriga, que só mexe nos seus campeões se não tem jeito. Vão fazer esses ajustes de estrutura e, se continuarem no pódio, esses modelos só terão mesmo ESP/TCS por força de lei. Que o Polo seja um divisor de águas nesse mercado, que carece tanto de produtos melhores em segurança.

  • 1945_DE

    Essas carroças nacionais, de entrada, da GM só vão mudar em 2019. Até lá vai continuar a vender bem. Paciência. Mas o UP e Polo vieram para ditar as regras. O órgãos “competentes” já estão de olho e as leis vão mudar. Espero que o Brasil chegue logo ao século 21.

  • Fábio Henrique

    O que tem de Mãe Diná aqui não é brincadeira

  • Hernán Diego Ceccarelli

    Basura Made In Brasil, eso si con Pantalla Multimedia y Waze. Hasta donde se deja engañar el pueblo brasilero ??? Pidan seguridad, ESP, 6 aribags…

  • Danilo

    mais uma “tampação” de sol com a peneira da GM…..vai resolver o que? vai passar pelos testes e virar o que, 2 estrelas?

    adoraria ver o IIHS pegar os carros brasileiros e passar no Small Overlap…. kkkkkkk

  • Sassá

    O haterismo nessa seção de comentários é insuportável. Dá a impressão que fulano vai dar uma fechada num chevrolet quando cruzar com ele…….

  • Alvarenga

    So estão correndo atras porque a legislação vai exigir impacto lateral, senão ficava tudo como está.

  • Davi Millan

    Já que vai fazer alguma coisa (ou fingir), aproveita para tirar o escorpião do bolso e colocar ESP, nem que opcional.

  • Jose Silva

    Não é o Brasileiro que sabe comprar carro, o mundo inteiro não sabe comprar, apenas compra o que seu pais oferece. Ninguém vai a loja para comprar o carro mais seguro do mundo ou menos inseguro do mundo, vai comprar aquele que cabe no seu bolso e gostou, simples assim. O que muda são as leis, no EUA todo carro tem que ter 5 estrelas no crash test e vários itens de segurança e mesmo assim eles não compram carro lá por segurança. Aqui no Brasil a mesma coisa, se tivesse leis iguais do primeiro mundo a forma de comprar seria a mesma. Quem define se um carro é seguro são as leis. No dia que a lei exigir carro seguro com notas máximas teremos carros seguros aqui.

  • Wanderson Bonifacio

    Precisa não, Chevrolet.

  • Jaderson

    Na minha cidade houve uma exposição de produtos da Chevrolet, uma vendedora ao me oferecer um chegou em min e me ofereceu eles, Prisma e Onix. Eu disse que não compraria nenhum deles, pelo simples fato do veiculo ter sido reprovado no teste de batida (que agora esqueci o nome). E por incrível que pareça, ela me rebateu dizendo “qual a credibilidade daquela avaliação”, eu fique de cara com o que ela disse.
    Virei as costas e fui embora.
    Hoje nessa reportagem do Noticias Automotivas demostra tudo oque eu queria dizer sobre falta de segurança que o veiculo traz.

  • oswaldo luiz silva

    E esse é o carro mais vendido no pais !!! Por isso que o pais está nessa m….a.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend