Chevrolet Combustíveis Minivans Tecnologia

Chevrolet Spin 2019 poderá ser abastecida com gasolina argentina

Chevrolet Spin 2019 poderá ser abastecida com gasolina argentina

De acordo com o site UOL, em entrevista com o presidente da General Motors Mercosul Carlos Zarlenga, a minivan Chevrolet Spin 2019 – considerada o próximo lançamento da marca, que deve acontecer no começo de julho – será o primeiro carro do Mercosul a usar um motor padronizado para receber gasolina vendida no bloco econômico.


Ou seja, a Chevrolet Spin 2019 poderá receber tanto a gasolina vendida na Argentina – alvo principal da padronização – que é do tipo E10, pois tem 10% de etanol na mistura e a comercializada no Brasil, que é a conhecida E27, com 27% de álcool anidro. A mudança ocorre no ajuste da injeção eletrônica e visa reduzir os custos de adaptação dos motores ao mercado vizinho, algo pleiteado pelas montadoras que possuem fábricas nos dois países ou que exportam para lá e vice-versa.

Chevrolet Spin 2019 poderá ser abastecida com gasolina argentina

De acordo com a Anfavea, cerca de 200 itens precisam ser mudados nos carros fabricados nos dois lados da fronteira para atender os mercados locais. Por isso, os fabricantes de veículos querem que as legislações de Argentina e Brasil estejam em conformidade para que os carros possam ter os mesmos equipamentos, reduzindo custos e otimizando a produção, visto que a partir daí, pedidos antecipados não precisarão ser atendidos com tanta antecipação e ajustes nos volumes poderão ser executados mais rapidamente.


Em relação à Chevrolet Spin 2019, o motor continua sendo o velho conhecido SPE/4 Eco, que manterá os mesmos números no Brasil, entregando assim 106 cavalos na gasolina e 111 cavalos no etanol, além de 16,8 kgfm no primeiro e 17,7 kgfm no segundo. Se o futuro proprietário atravessar a fronteira e abastecer do outro lado, na Argentina, o vetusto motor 1.8 com cabeçote de 8 válvulas passará a oferecer 105 cavalos de potência e 16,4 kgfm de torque, sem nenhum prejuízo ao funcionamento do motor.

Chevrolet Spin 2019 poderá ser abastecida com gasolina argentina

A Chevrolet Spin 2019 não terá outras mudanças mecânicas, pelo menos conhecidas até o momento, mantendo ainda o conjunto de câmbio manual ou automático de seis marchas, além da versão aventureira Activ. O alvo principal das mudanças será o visual, que terá novo conjunto ótico (se espera com LEDs diurnos), grade atualizada para o novo layout da Chevrolet e para-choque mais volumoso e moderno. Na traseira, as lanternas serão horizontais e bipartidas pela tampa, que por sua vez terá placa na parte central e defletor de ar sobre a vigia.

Por dentro, a Chevrolet Spin 2019 deve receber revestimentos melhores no acabamento, incluindo tonalidades novas e revisão de alguns pontos do desenho interno, além de cluster com grafismos e iluminação diferenciada. Já a arquitetura elétrica atualizada trará a multimídia MyLink 2 com OnStar mais completo, além de Android Auto (com Waze) e Car Play.

[Fonte: UOL]

Chevrolet Spin 2019 poderá ser abastecida com gasolina argentina
Nota média 4.3 de 6 votos

  • Cleidson

    Pra quem tem filhos, ainda acho a spin melhor q muito suv por aí.

    • artxin

      Ninguém forma família hoje em dia, um SUV já é mais que suficiente.

      • Punta-tacco

        Hoje em dia uma pic-up 2 lugares já é o suficiente kkkkkk

        • artxin

          Meu tio tinha uma ranger com 6 bancos (um terceiro banco na frente), é o suficiente se a pessoa quiser modificar, ou se quiser levar na caçamba (método mais eficaz e barato, mas desenvolverá depressão na criança a longo prazo).

          • Punta-tacco

            Eu meus irmão andavam e ainda andamos em caçamba de caminhonete e caminhão, quando criança eu achava o máximo, principalmente em dias de chuva que meu pai passava de proposito em poças de água pra jogar água pra cima e nos molhar kkkkkkkkkkk
            Mas são trajetos curtos de uma fazenda a outra.

      • Thiago

        Em 2016 casaram-se mais de um milhão de pessoas no Brasil, aproximadamente 350 mil divórcios. Nasceram 2,79 milhões de bebês. Se ninguém forma família hoje em dia, há algo errado nesses números e no que eu vejo por aí: muitas famílias – menores, sim. Mas com cadeirinhas, vós e sogras muita gente precisa de seis ou sete lugares.

        • artxin

          Com o declínio das peruas e SUVs com 7 lugares é muito mais comum os familiares já terem carros também, a avó leva carona de quem cuida na maioria das vezes, e sogra só quem leva é o diabo mesmo.

          • Thiago

            Kkkkkk, quanto à sogra eu concordo. Quanto ao resto, talvez a nossa faixa etária seja um pouco diferente. O que vivencio é muita gente que tem dois filhos, com duas cadeirinhas ou não, às vezes querendo levar os avós juntos em um passeio, ou coleguinhas dos filhos, e sentindo a necessidade de um carro com mais de cinco lugares. Eu mesmo já tive 4 carros assim. Atualmente não tenho, e vira e mexe sinto falta.

          • JOSE DO EGITO

            Que é isso !!!

        • Marcelo Cordeiro

          Na verdade, a Spin deve mesmo ser “familiar”, pois a terceira fileira de bancos deve ser utilizada para levar a sogra, já que só cabe crianças (sentadas de lado) ou adultos pequenos em posição de lotus. Assim, não vejo bons atributos na Spin, não cumpre bem a função para a qual foi destinada, motor péssimo, bebe pra caramba, além de ser muito feia. Já passei uma semana com uma alugada e foi péssimo!

      • Rbs

        Ninguém forma família hoje em dia . . kkkkkk Gostei da afirmação!! Hoje não se forma mais família hoje administra-se uma consequência!!

      • Geraldo Xavier

        Como assim?
        Nem todos tem a sua opção sexual ou seu modo de vida. Sou casado a 13 anos e tenho 2 filhos e uma linda família. Quando tenho que levar meus sogros ou meus pais ou outro casal de amigos me faz falta um carro de 7 lugares. O conceito de família ainda existe e é por causa desse conceito que esse país ainda não acabou.

        • artxin

          Quando falo em formar uma família eu nao quero dizer 2 filhos, e sim acima de 4, ainda mais que hoje em dia ficou mais fácil de ter um carro, é raro ver essa dependência hoje em dia (exceto na parte dos avós), acho que por essa razão as peruas estão em declínio, a utilidade de uma foi praticamente extinta nos dias atuais.

          • Geraldo Xavier

            Família tem que ter 4 filhos? 2 filhos não é família? E outra você vai levar seus 2 filhos cada um com um amigo e você faz o trajeto com 2 carros? Sua necessidade não é a mesma dos outros. Eu por exemplo saio de férias em Janeiro e se usar um carro de 7 lugares não vou precisar de 2 carros.

            • artxin

              Como já disse, formar uma família, estruturar uma família, 2 filhos é uma família, mas pequena comparada a antigamente.

        • Marcelo Cordeiro

          Olha, então, seu carro não é a Spin, pois a terceira fileira é ilusão, não cabe nada nem ninguém, a menos que você queira causar um problema na coluna dos idosos ou romper relações com seus amigos.

          • Geraldo Xavier

            Serve para 2 adolescentes.

            • Marcelo Cordeiro

              Serve para um cachorro. Não recomendaria sequer para adolescentes. Num percurso urbano de uns quinze minutos, já achei super cansativo, quiçá uma viagem em estrada por três/quatro horas. É uma ilusão!

  • Samluzbh

    O Siena Tetrafuel tinha esse nome porque de acordo com a FIAT ele podia usar GNV, Etanol, Gasolina Brasileira e Gasolina Argentina, isso há muito tempo atrás.

    • Rbs

      Alem do que muitos já abastecem com a gasolina de lá e nunca ouvi reclamação. Com qualquer tipo de carro?

      • Punta-tacco

        Carros puramente a gasolina ou flex não tem problema em abastecer com a gasolina pura, o problema é um carro desenvolvido puramente a gasolina abastecer com gasolina E10, E25, E25 etc.

        • Punta-tacco

          Se bem que no Brasil nosso antigos carros a gasolina abastecem com a mistura e até agora estão rodando por ai. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        • Estevão Gonçalves

          Tem problemas sim e dos graves.
          Nossos motores Flex tem elevadas taxas de compressão para de adaptar ao etanol e a gasolina com 27% de cana. Se abastecer com essa gasolina vai haver pré detonações com certeza.

          • Punta-tacco

            Não me atentei a esse detalhe, vc tem razão. Inclusive elevar a octanagem da gasolina é a principal justificativa do etanol na mesma, porem nunca me fez sentido a necessidade do etanol nas gasolinas premiuns (acima de 91 octanas).

            • Estevão Gonçalves

              Deveria ao menos, haver uma opção de gasolina Premium com apenas 10% de etanol no nosso mercado.
              Foi oq vc disse, não faz sentido por tanto etanol em gasolinas Premium

              • Punta-tacco

                Exatamente, pelo menos a Podium continua E25 diferentemente da gasolina comum que já é E27. De todos os males, o menor kkkkkk

          • Edinaldo_Tapica

            Rapaz pois da última vez que fomos pra Argentina com um carro comprado no Brasil, e passamos dois meses não houve problema algum. Era um Corsa Wind 1.0 2001 a gasolina. Bastava abastecer com a gasolina Premium de lá, que tem uma octanagem maior, e a injeção fazia o ajuste do ponto. Meu pai é argentino, já fez essa viagem muitas vezes. O problema existia com carro carburado, teve que fazer ajuste quando foi com a Variant 76.

          • Maneco

            Isso mesmo. Tinha um ford 1.6 flex q com a nossa gasolina já batia pino. Tinha q sempre colocar um pouco de alcool.

      • Samluzbh

        Carros pequenos a gasolina, a maioria que mora ou trabalha próximo as fronteiras acabam abastecendo por lá, eu mesmo aluguei um carro em Foz do Iguaçu pra passear na Argentina, usei dois tanques de gasolina lá sem problemas, sem falar de amigos viajantes que sempre estão por aquelas bandas, nunca ouvi ninguém reclamando que o carro deu problema, pelo contrario falam que fica mais econômico, coisa que eu notei no que aluguei.

        • Rodrigo Santos

          Vc conseguiu atravessar a fronteira com um carro alugado?

          • Samluzbh

            É só pagar um seguro a parte.

    • Davidsandro18

      Viajei para Foz do Iguaçu em janeiro, e lá abasteci no Paraguai por 2,60 o litro, meu tanque tava na reserva e o valor total foi de 100 reais para completar. Fiquei desacreditado rs…
      O carro deu algumas falhadas, (pré ignição) o que parou de vez quando coloquei um pouco de álcool no lado brasileiro.
      E realmente o consumo melhorou um pouco.

      • Cristiano

        Certa vez abasteci na Argentina, o carro deu 2 ou 3 falhadas e já se ajeitou (Mercedes A160). Acompanhei meu pai numa viagem com uma Captiva 2.4 (versão com injeção direta), tendo abastecido na Argentina, não falhou nenhuma vez. Consumo variou um pouco para melhor nos dois casos.

      • Edinaldo_Tapica

        Você deve ter abastecido com a gasolina comum. Na Argentina usamos a Fangio da YPF, e não tivemos problema nenhum Nenhuma falha, falta de desempenho ou modificação no comportamento do carro

        • Davidsandro18

          Exatamente, a recomendação são as que possuem octanagem similar à nossa, abasteci no primeiro posto Esso ao entrar na Cidade do Leste.

    • Cristiano

      Siena tetrafuel é de 2006, mas o Clio hi-flex 1.6 16v era “tri” um ano antes, aceitava etanol, gasolina brasileira e gasolina argentina.

      • Mr. On The Road 77

        Os motores K4M e M4R podem abastecer com qualquer gasolina desses dois países desde que sem chumbo.

        • Edinaldo_Tapica

          Nissan?

  • Johne Edder

    Bom saber, porque pelo visto se o Temer não botar pra fuder em cima desses grevistas, o único jeito de abastecer essa capivara sobre rodas, vai ser ir até a Argentina mesmo.

  • ObservadorCWB

    Em qualquer cidade fronteiriça, o que mais se vê nos postos Merdobrás, é carro de brasileiro abastecendo. Seja carburado, seja injetado, e o carro ainda aumenta a autonomia bastante. Até frentistas de postos no brasil reconhecem, PELO CHEIRO, que você abasteceu em posto com menos álcool. É o brasileiro sendo enganado pelo governo há anos.

  • Filipo

    Errado, o motor K4M flex (1,6L da Renault) já era pronto para rodar com gasolina 100% pura. Lembro-me bem disso!

    “Outra inovação do motor 1.6 16V Hi-Flex é que ele passa a ser o primeiro propulsor bicombustível que funciona com gasolina pura (sem adição de álcool), o que permite com que o veículo seja abastecido em todos os países da América do Sul, sem queda no rendimento do motor. O motor 1.6 16V Hi-Flex é o primeiro propulsor nacional de série a trabalhar com qualquer tipo de gasolina, independentemente da proporção de álcool adicionado à sua fórmula.” http://www.tribunapr.com.br/noticias/automoveis/clio-hi-flex-impressiona-pelo-desempenho/

    Portanto, foi o Clio 1.6 16v flex 2005 quem “inovou” nisso! Com Mégane e Scénic logo após tendo a mesma faculdade.

    Ficha técnica do motor K4M: 1.598 cc, 110/115 cv a 5.750 rpm, 15,2/16 kgfm a 3,750 rpm, DOHC.

    • Mr. On The Road 77

      Não só o K4M, mas M4R de origem Nissan também. Vem no manual até.

      • Edinaldo_Tapica

        Juro que nunca vi isso no do meu Sentra Bom saber

    • oscar.fr

      E é um senhor motor este Renault !

    • Rogério R.

      Exato. Tanto que os atuais motores SCe tbém aceitam gasolina pura.

    • Samluzbh

      E a GM se gabando, que sem vergonha!

      • Edinaldo_Tapica

        Marketing safado

    • Edinaldo_Tapica

      Pois é ,me pareceu marketing porco da GM…

    • Emanuel Schott

      E tinha o Siena Tetrafuel que também funcionava com gasolina pura em 2006.

  • Eduardo Brito

    Mas o Siena Tretafuel já fazia isso, inclusive podendo utilizar Gasolina Pura(sem etanol).

  • Estevão Gonçalves

    Então a taxa de compressão deve ser voltada pra gasolina pq meu 308 por exemplo com taxa de 12,5:1 se por essa gasolina Argentina aí virá uma escola de samba o motor de tanta pré detonação.
    Rsrs

    • Edinaldo_Tapica

      Se botar a comum acontece isso msm. Abra a mão e bote aditivada que não acontece devido a octanagem ser maior

  • Jad Bal Ja

    E impressão minha aqueles vincos horrorosos nas laterais foram suavizados? Ou é só a baixa resolução da foto?

  • Cesar

    Tem uns 20 anos pelo menos que qualquer Renault faz isso.

  • Evandro Santana

    Essa modelo “novo” vira logo após eu pagar a minha 18/18… poxa….

  • Evandro Santana

    Quero ver a “nova spin” capinew…

  • Filipe Augustus

    Não é o primeiro carro porque o Renault Clio Hi-Flex podia rodar tanto com a gasolina daqui quando da Argentina, é o segundo carro de que tenho conhecimento assim!

  • Natán Barreto

    Sua por 80 mil golpinhos

  • José Barbosa

    Quando é gasolina + etanol é tranquilo. O problema é quando o antidetonante é chumbo, aí acaba com o motor.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email