Brasil Chevrolet EUA México Mercado Montadoras/Fábricas Sedãs SUVs

Chevrolet Trax para os EUA será feito no Brasil e Aveo aos latinos

Chevrolet Trax para os EUA será feito no Brasil e Aveo aos latinos

O México deixará de produzir o Chevrolet Trax para o mercado americano e também para os demais países da América Latina, segundo o site Al Volante. A produção do modelo, que aqui é vendido como Tracker, será traslada de San Luis Potosí para o Brasil. A fonte teria sido o governo local do estado mexicano.


O motivo é que um novo acordo comercial entre Brasil e EUA favorecerá a exportação do SUV a partir daqui. Então, isso significa que o investimento da GM na planta de São Caetano do Sul mais do que se justifica. Outro fator que contribuiu para a transferência de produção foi o livre comércio com o México.

Chevrolet Trax para os EUA será feito no Brasil e Aveo aos latinos

De acordo com a fonte do governo de San Luis de Potosí, não se sabe a razão pela qual a GM desistiu de fazer o Trax por lá, porém, revelou: “certamente teremos outros anúncios importantes para o pleno funcionamento da fábrica que é um complexo industrial de atenção vital para nós”.


Além do Trax/Tracker, o México deixará de importar o Aveo da China, que passará a ser fabricado no Brasil, sendo assim enviado ao país latino e, pelo jeito, para outros mercados da América do Sul. O modelo é um equivalente em tamanho ao Prisma nacional, mas é outro modelo totalmente diferente.

Chevrolet Trax para os EUA será feito no Brasil e Aveo aos latinos

Anteriormente, o Chevrolet Aveo era feito no México, na mesma San Luis de Potosí, mas a GM cancelou sua produção e passou a importar o Sail da China, rebatizando-o de Aveo. Parece pouco provável que o Novo Onix Sedan seja renomeado, pois, a montadora americana quer tornar o nome globalizado.

Então, o mais provável é que o nome Aveo desapareça ou que o Prisma nacional assuma seu lugar, mantendo o nome, deixando assim o novo sedã compacto da Chevrolet em uma posição acima, como acontecerá no Mercosul.

[Fonte: Al Volante]

Chevrolet Trax para os EUA será feito no Brasil e Aveo aos latinos
Nota média 4.1 de 7 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Domenico Monteleone

    Isso significa que se a GM quiser, oferece aqui um Tracker bem completo e com acabamento decente pela faixa de preço, não como o modelo atual que é feito lá e chega aqui pelado.

  • Samuel Jesus de Sousa

    Rapaz me dá uma tristeza ver a diferença das operações da GM e da FORD! Não sei o que está acontecendo com a Ford, não sei se é briga de família, de sócios, não sei.

    • Alexandre Aleixo Santos

      A Ford tá com o projeto quero ser uma submarca da VW.

    • Schoenfelder

      Acho que são estratégias de mercado, em tempos de dificuldades financeiras. A GM por exemplo, abandonou o mercado europeu como Chevrolet, vendeu a Opel/Vauxhall, em contrapartida, a Ford “ainda” continua lá, e vendendo bem. Está bem posicionada nos principais mercados europeus, França, Itália, Espanha; na Alemanha é a 4ª em vendas, e na Grã Bretanha acho que ainda é líder. Está passando uma crise, é certo, mas ainda é maior que a GM. Talvez não esteja priorizando o mercado brasileiro; mas a cobiça de todos hoje é a China e depois a Índia.

      • Ricardo Blume

        Uma explorando o mercado que a outra está se retirando e evitando, assim, um desgaste maior concorrendo entre si. Talvez seja uma estratégia (acordo?) de ambas para sair da crise ao qual passaram e organizarem agora a casa.

      • Fábio Henrique

        Nao sei se é maior q a gm nao hein, ate mesmo pq na china a ford é bem fraquinha enquanto a gm só perde pra Vw

        • Schoenfelder

          Vendas por “Marca” 2018
          01) Toyota
          02) Volkswagen
          03) Ford
          04) Nissan
          05) Honda
          06) Hyundai
          07) Chevrolet
          08) Kia
          09) Mercedes Benz
          10) Renault
          11) BMW
          12) Peugeot
          13) Audi
          14) Maruti
          15) Mazda
          16) Jeep
          17) Fiat
          18) Suzuki
          19) Geely
          20) Buick
          Vendas por grupo alteram completamente o resultado.
          Mas dependendo muito de como são considerados as associações entre fabricantes. Com as marcas Chinesas então, é uma enorme salada.

          • Fábio Henrique

            Por marca sim, mas por grupo é isso q vc falou mesmo, em 2018 a gm ficou na frente da ford mesmo sem opel

            • Schoenfelder

              O que me intriga nesses números totais, são essas “joint Venture”, como é o caso do quase divórcio Renault/Nissan e daí soma tudo, a Mitsubishi também. Alguns são só acordos comerciais e não fusão ou aquisição, então porque somar os números. Na China então, é muito mais complicado. Até este ano, todas as montadoras estrangeiras não podiam ter maioria das ações numa empresa Chinesa. Então não se sabe realmente “o quanto” tem de Volkswagen, ou GM em cada joint venture dessas, Baojun, SAIC, Wuling, FAW, e varios etc… Só o tempo dirá.
              Mas são só números. As empresas ocidentais estão tendo-se salvar nesse grande “Tsunami” China. Tomara que consigam.

          • Unknown

            Cadê a Citroen, nesta lista?

            • Schoenfelder

              Pela minha pesquisa na internet.
              21) Skoda
              22) Changan
              23) Mitsubishi
              24) Wuling
              25) CITRÖEN (901.884)
              26) Subaru
              27) Opel
              28) Baojun
              29) Dongfeng
              30) RAM

              *Numeros na internet, não são necessariamente exatos. Mas pelas minhas pesquisas, o quadro acima deve ser basicamente correto.

              • Unknown

                Nusssss. Está atrás da Skoda, por exemplo… a Citroen já viveu dias melhores.

      • Paulo Reis

        Pessoal esquece que na crise de 2008 a Ford foi a única grande americana a não pedir arrego ao governo, e que um pouco antes de 2008, ela desfez de várias marcas que eram delas até então: Land rover, Aston Martini, Volvo, etc… Uma estratégia de previsão da crise de 2008? Não sei, se que, assim como o Brasil na época, passou a crise sem ter que vender a cueca. Agora, essa estratégia meio radical, o pessoal acha que é o fim da Ford Que nada, ela ja sabe que o futuro é elétrico e a rentabilibilidade hoje esta em jogo: ou você seja rentável e seu produtos tenhão, pelo menos 8% de lucro por item, do contrário não vale a pena! Esta correndo para fazer SUVs entre outras coisas do tipo. No America latina vai ser mais enxuto, porém, vai ser mais lucrativo e pronto!

  • Primeiros sinais de que o Brasil pode se tornar uma plataforma de exportação de verdade. Novos tempos!

    • Léo Faria

      Resultado de acordos assinados anos atrás

      • Que só podem ser efetivados em um ambiente econômico liberal.

        • gustavo

          Verdade, ate porque o acordo de livre comercio com o mexico existia só no papel, pois estava sempre sendo adiado para o futuro, pelos governos anteriores, nao duvido nada se os vermelhos estivessem no poder, eles iriam postergar mais uma vez.

        • Gabriel Camilo

          Concordo, houve muita choradeira em relação às novas parcerias econômicas e revisão de acordos, porém parece que está dando certo. Somando isto à grave crise argentina, vejo como promissores novos modelos sendo fabricados aqui, para o mercado nacional e exportação, o que certamente melhorará nossa economia!

      • Matafuego

        Quais acordos (é dúvida mesmo, não provocação)?

  • Faheina

    O sonic tornou se esse aveo ??
    Que horror dona GM?
    Cara de carro mais barato q prisma joy

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Sonic é Sonic e aveo é aveo, 2 carros distintos

      • Dick Buck

        Na verdade não. Aveo e Sonic são nomes que se reverem a um mesmo veículo, porém de gerações distintas. O Aveo era o nome dado às gerações anteriores do atual Sonic. Mesmo com o lançamento do Sonic, o México ainda comercializava a geração anterior dele , o Aveo. Depois chegou pra eles um novo Aveo, que na verdade é o GM Sail com outro nome. Confuso, não? Mais ou menos o que aconteceu com nossas Tucson e IX35.
        Curiosidade: O Sonic ainda se chama Aveo na Coreia do Sul.

        • Gabriel

          Surubão da GM pra variar kkkkkkkk

      • Faheina

        Quando busquei no Google apareceu fotos do sonic com o nome de aveo tbm

        • Rodrigo

          Na Europa ele se chamava Aveo, mas o modelo feito no México é o antecessor dele como o amigo citou acima.
          Numa analogia é o mesmo que a Chevrolet fez aqui com Corsa sedã (Classic) e Corsa sedã C quando eram produzidos simultaneamente.

    • Dudu Pimentel

      O Sonic veio prá substituir o Aveo em alguns países e em outros o nome Aveo permaneceu na carroceria dos 2 Sonics (HB e sedan), pq provavelmente o nome Aveo é mais forte nessas regiões, da mesma forma que no Brasil, o Chevrolet Trax veio a se tornar a nova geração do Tracker, e na Europa é o Opel Mokka e nos EUA ainda tem o Buick Encore e tb podemos citar o suposto New Prisma (tb era chamado de Onix sedan antes do lançamento da geração atual do Prisma), que na China o mesmo chama-se Onix Sedan e somente nós temos o Onix hatch, que nada tem a ver com o Onix sedan.

      Eu já li em outra matéria que a GM pretende unificar o nome Onix sedan, já que ele será um modelo global e será de fato a versão sedan do New Onix a chegar daqui a uns meses para ser uma espécie de Polo da Chevrolet.

  • Danilo

    Foi o México eleger um candidato mais a esquerda e o Brasil um mais a direita que a situação nesse ponto específico da reportagem ficou melhor pro nosso lado. Como a política influencia as ações comerciais né ?!

    • Raimundo A.

      Nesse exemplo, a situação política funciona. No caso da Ford, por que não? O erro é da empresa e não do governo? Não foi isso que ela falou quando o salvador da pátria Temer estava no governo e demorou a definir as regras de tributação e emissão de poluentes para os próximos anos. Também justificou fatores externos como desvalorização da moeda aqui e prejuízos em outros mercados da América Latina. O anúncio foi no atual governo bolsonarista. Poderia ter sido no anterior.

      • Danilo

        Acho que o erro é da Ford mesmo. Ela está se reorganizando a nível mundial, e não sei não, acho que ela está descendo ladeira a baixo. Aqui no Brasil mesmo está sendo constantemente ameaçada pelas asiáticas pelo posto das 4 grandes, e mundo a fora o que se ouve é só que as asiáticas estão crescendo, e eu acho que das montadoras grandes mundiais a que mais vai sofrer com a ofensiva dos pessoal dos olhos puxados é a Ford. É só uma opinião minha.

    • Fábio Henrique

      Nao sei se foi por isso, a Gm esta investindo mto no mexico, tanto é q os americanos e canadenses estao beem putos com o fechamento das fabricas e producao da blazer no mexico

      • Danilo

        O México tem mão de obra barata e acordos comerciais melhores com EUA e Canadá pra produzir carros pra lá, más esse movimento de dar uma brecha pra gente exportar pra lá com certeza está ligado aos novos comandantes da política nacional brasileira. Achei interessante essa de fazer carros no Brasil e mandar pros EUA pois gera mais empregos pra nós aqui além de parar de importar o tracker por exemplo e fazendo ele aqui, o que gerará mais empregos ainda.

  • Mr Hater

    Eis uma boa notícia! Espero que o governo trabalhe o suficiente para trazer maior competitividade para a indústria nacional e notícias como essa se repetirem.

  • Lyn

    Tavam chorando que iam sair daqui a algum meses atras.

    • Gabriel

      Quem não chora não…

  • invalid_pilot

    Chororo da GM dando resultado

  • V12 for life

    Na próxima geração Trax e Tracker seriam separados, sendo o Tracker o modelo já flagrado no Brasil e na China enquanto o Trax foi visto nos Estados Unidos com mudanças pontuais em relação ao chinês, então ou a GM terá dois modelos na mesma categoria aqui no Brasil ou um deles foi cancelado.

    • Eduardo Andrade

      O novo Trax dos EUA não será o Trailblazer apresentado na China? A questão que fica é se nos EUA vão mesmo vender um produto feito sobre a plataforma GEM, eu acho que não. O novo Tracker será produzido aqui no Brasil para atender o mercado local e latino americano. Nos EUA acho que ele não desembarca.

      • V12 for life

        A plataforma GEM nada mais é que uma variação da VSS desenvolvida nos Estados Unidos e simplificada na China, enquanto o Tracker fica com a versão chinesa o Trax fica com a original, e foi a própria GM que divulgou a separação dos dois modelos quando anunciou a plataforma GEM.
        Essa plataforma VSS tem algumas versões diferentes e será adotada em todos o modelo de tração dianteira ou integral do grupo nos próximos anos.

  • heliofig

    Vejam que a matéria mexicana diz: “… vamos do Aveo chinês para o brasileiro. Vejamos a qualidade.”

    Olha só o conceito do carro brasileiro…
    Com certeza, o Prisma não perde ponto pra chinês nenhum…

    • Fabio Marquez

      Parece que nada que sai daqui agrada no exterior… O Fox foi um fracasso colossal, o Ford Ka e EcoSport caminham no mesmo rumo. Pelo que parece a receita só funciona com nós.

      • passis

        Ecosport mais que dobrou as vendas nos EUA. É um projeto antigo já mas sua proposta até que foi bem recebida. O Ka e o Fiesta ficaram muito próximos, quase redundantes; aqui o Fiesta sucumbiu, na Europa foi o Ka. Sobre o Fox eu não me lembro.

        • Fabio Marquez

          O Fox foi lançado na Europa em 2005, era praticamente um carro novo exportado para eles, motor EA111 1.4 (o mesmo que equipou a Kombi no fim de vida), acabamento refeito e preço baixo para conseguir atrair o publico jovem… Infelizmente fracassou tanto, que era dado de graça na compra de outros modelos mais caros da VW.

      • Vinícius Sza

        Compass foi um projeto brasileiro e esta entre os 30 mais vendidos do Mundo

  • About Carros

    Bolsonaro neles!

  • Apesar da grande semelhança entre o Prisma e o Sail, esse Sail é mais simplezinho, caberia perfeitamente no nicho que o Celta e o Classic ocupavam… fazer o Sail hatch e sedã aqui poderia dar continuidade ao Aveo no México e ressuscitar o Celta aqui… se o novo Onix sedã se chamar Prisma, o Sail sedã poderia ser Joy ou Celta sedã…

  • Ricardo

    Se o Tracker e o Trax serão o mesmo modelo aqui e nos EUA o Trailblazer será vendido apenas na China ou será um modelo acima desses em outros mercados também?
    Quanto ao Aveo, este poderia ser substituído por um possível compacto abaixo do novo Onix, o qual substituiria o Aveo no México e o atual Onix no Brasil, e sua derivação sedã poderia se chamar Prisma, enquanto o novo Onix ficaria um nível acima

    • andrevilsonpereira

      nesse caso o Aveo poderia ser o Spark que poderia ser fabricado aqui competindo com o Kwid, ou Onix Joy e o Prisma Joy serem mandados para o Mexico com o nome de Aveo

      • Ricardo

        Poderia ser o novo Spark, até porque a GM disse que não colocará ESP na atual geração de modelos, não permitindo que esses sobrevivam depois de 2022, enquanto um novo modelo já viria equipado com os equipamentos

        • andrevilsonpereira

          se eu não me engano o Spark atual já os tem não teria nenhum problema, eu acho que tanto o Tracker quanto o Trax continuaria sendo o mesmo carro pelas fotos ele me parece ser maior que o atual, o estranho que o Tracker o e Trailblazer se parecem muito é quase o mesmo SUV a diferença é q

    • Eduardo Andrade

      O Trailblazer apresentado na China deverá ser vendido nos EUA sim. Já foi flagrado por lá, até então achavam que ele seria o novo Trax. Mas a GM registrou o nome Trailblazer nos EUA recentemente.

      • Ricardo

        Se acontecer, espero que o modelo seja feito no México na linha de produção vazia (ou no Brasil ou na Argentina) e seja vendido no Brasil como opção acima da Tracker, porque é um modelo muito bonito , achei melhor até do que o Tracker

  • Rodrigo

    O Aveo é um modelo totalmente diferente do futuro Onix Sedã. Se for produzido aqui provavelmente será para exportação apenas, já que não se adequaria ao nosso mercado. Afora o tamanho menor também é bastante espartano e inseguro. Olhem o resultado do Latin NCAP para ele e tirem suas conclusões.

  • Ricardo Blume

    Colhendo frutos do novo acordo com o México. Muito bom isso.

  • Rogério R.

    Achei meio estranho essa notícia do Aveo/Sail pois ele compartilha a mesma plataforma com os atuais Onix e Prisma, pra mim os novos Onix hatch/sedan é quem substituiriam os Sail hatch/sedan na América Latina. As vezes eu visito o site colombiano Autos de Primera, e vi que a GM Colmotores está pretendendo aumentar as exportações do sub-compacto Spark GT e eu estou achando que ele poderá vir pra cá para enfrentar o Kwid aqui. Na Colômbia os dois já começaram a disputa, pois o Kwid foi lançado recentemente lá e já está chamando muita a atenção pelo que ando lendo nos sites de lá. Os colombianos já estão chamando ele de o sucessor do Renault 4 que fez muito sucesso lá. Outra curiosidade que li no canal do Autos de primera no Youtube é que a Renault está reformando totalmente a fábrica colombiana para produzir novos modelos, pelo visto o acordo Mercosul-Colômbia tem haver com isso. Tudo indica que agora começaremos a ver os resultados dos novos acordos na prática.

  • Dudu Pimentel

    Agora seria uma boa o Aveo prá cá…ficaria abaixo…com motores 1.0 Ecotec e 1.3 Ecotec, seria um carro um pouco abaixo do Onix e Prisma…eu acho.

  • Eskarmory .

    Exportar para os EUA? Pago pra ver! Algum modelo fabricado aqui já foi exportado para lá?

    • Vitor

      O gol e voyage

      • Rogério R.

        Na verdade foram o Voyage com o nome Fox e a Parati com o nome Fox Wagon, o Gol não porque lá eles tinham o Golf.

    • Washington Silva

      BMW X1

  • Natán Barreto

    Quem será que vai virar o novo Aveo? Prisma atual ou Cobalt?
    Pq dificilmente vão produzir esse carro aqui só pra exportação. Não tem necessidade

  • Natán Barreto

    E como esse Tracker ficou idêntico ao Compass né? Olhando de lado nem se vê muita diferença

    • Dudu Pimentel

      Isso é ajudar a aumentar as chances de sucesso, afinal as marcas se inspiram em concorrentes que estejam vendendo muito…veja que Ford e Chevrolet basearam o Ka e o Onix no design do Gol G5, que vendeu muito na época e hj eles vendem mais do que o próprio Gol. O Compass ficou por muitos anos sendo o mais vendido SUV do país e era até pouco tempo atrás…hj esse posto pertence ao Creta.
      Acredito que a ideia é fazer do New Tracker o “novo Compass” nesse sentido. Essa estratégia tb é vista no New Prisma (que se semelha bastante ao Yaris e tb ao City, sobretudo de perfil.

  • Cincinato

    Essa é uma boa notícia, e se alguma outra montadora começar a fazer isso por aqui, sera uma grande evolução.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email