Chevrolet EUA GM Híbridos Lançamentos Sedãs

Chevrolet Volt em versão definitiva

chevrolet-volt-em-versao-definitiva-6 Chevrolet Volt em versão definitiva







A GM apresentou oficialmente hoje o seu híbrido até agora mais comentado, o Volt. O modelo apresentado é a versão definitiva, embora seu visual ainda possa fazer alguém torcer o nariz em relação ao carro parecer mais um conceito do que um carro de fábrica.

chevrolet-volt-em-versao-definitiva-1 Chevrolet Volt em versão definitiva

Essa impressão ainda se torna mais nítida por dentro, onde o excelente acabamento e os painéis de LCD, fazem com que o Volt de fábrica pareça de fato um conceito futurista do século XXI. Isso é bom, pois mostra que o “futuro” pode ser realizado agora.

chevrolet-volt-em-versao-definitiva-2 Chevrolet Volt em versão definitiva

De fato alguns aspectos do Volt são futuristas, mas suas aplicações são nos dias de hoje, tornam-se tão realista que sem eles seu projeto seria inviável.

chevrolet-volt-em-versao-definitiva-3 Chevrolet Volt em versão definitiva

Fora o visual futurista, o Volt apresenta muita tecnologia embarcada, principalmente seu conjunto propulsor. Um motor a gasolina ou E85 de 1,4 litros, impulsionará o motor elétrico de 150cv e 370nm do Volt, além de carregar um grupo de baterias de íons de lítio.

chevrolet-volt-em-versao-definitiva-4 Chevrolet Volt em versão definitiva

As baterias poderão ser recarregadas em tomadas elétricas com tensão de 120V à 240V. Somente com a carga elétrica, o Volt tem autonomia de apenas 64km.

chevrolet-volt-em-versao-definitiva-5 Chevrolet Volt em versão definitiva

As 220 baterias de íons de lítio garantem essa pequena autonomia, mas junto com o motor à combustão, o Volt pode alcançar até 1080km de autonomia! Sua velocidade máxima é de 160km/h.

Em termos de economia, a GM divulgou que o Volt consumirá 1/6 do que um equivalente à gasolina ou unitariamente tendo um custo de 10 centavos de dólar por Kw/h. Com 80 centavos, pode-se recarregar totalmente as baterias do Volt para um percurso de 64km.

Embora seja a definitiva versão, o Volt só deverá estar à venda a partir de 2011. O preço estimado para o carro será de US$30.000! Valor mais alto que os seus futuros concorrentes nipônicos.

Fonte: GM.



  • Giovanni

    Só em 2011 nos EUA? E aquele sujeito que estava dizendo que iriam trazer este carro pro Brasil dentro de 2 anos? Olha só que improvável… Fora que se for este sucesso todo, a demanda americana não permitirá excedentes pra exportação por um bom tempo. Também espero que até 2011 consigam melhorar essas baterias, pois a autonomia de 64 km não é má (considerando que o motor à combustão entrará em funcionamento pra recarregá-las), mas seria bom pelo menos dobrar este valor.

  • Tigermaster

    Realmente demonstra que o futuro está ai, basta querer pra fazer algo bacana…
    Se todas as montadoras fizessem algo perto de seus conceitos teríamos carros mto melhores que os atuais…
    O que adianta um conceito maravilhoso se o carro que vai pras ruas é um lixo???

    Nao vou vangloriar a GM, mas este realmente merece aplausos… :clapp:

  • Pinho MArcio

    Este é um NEW CIVIC do futuro basta oolhar com calma e verificar a “H”inspiração da GM…. :banana:

  • lucianorj

    Carro muito bonito e tal… mas até 2011 muito do impacto inicial já terá desaparecido e provavelmente ele terá concorrentes a altura. Quanto a utilização do motor elétrico, puro marketing… quer coisa mais chata do que ficar lembrando de carregar um celular… imagina em um carro com a opção de parar num posto e abastecer… outra coisa por quanto sai 3 horas de recarga? será mais barato que a gasolina?… e outra, estas baterias devem ter um impacto ambiental na sua produção e depois em seu descarte muito maior que o consumo de combustível fóssil. Ainda assim em seus aspectos tradicionais, como a design e o interior realmente são inovadores e belíssimos!

  • Luciano Dantas

    [Comentario #102487 sera citado aqui]

    Inspirado no Civic ou não, ficou muito bonito o carro.. Palmas pra GM… e o Forte é muito mais parecido…

  • helmygalindo

    Parece que eles resolveram o problema de quem não gosta da “linha de cintura” alta dos carros modernos. Este tem as janelas altas por dentro e pequenas por fora, graças aquele detalhe preto.

    [Comentario #102488 sera citado aqui]

    Amigo, acho que vc não entendeu. O as baterias possuem pouca autonomia quando funcionam sozinhas, mas a “mágica” do carro é usar um mini motor a combustão para recarrega-las constantemente.

    Ou Seja: É um carro flex onde o motor principal é eletrico. Vc escolhe se quer recarregar as baterias na tomada tradicional, ou pelo uso do gerador movido a gasolina. Se vc deixar o carro recarregando a noite na tomada, vai economizar mais gasolina do gerador no dia seguinte. Entendeu?

  • helmygalindo

    …quando eu tiver um desses, vou deixar recarregando na tomada do trabalho! srsrr :banana:

  • Luis.J.R.

    Aqui no brasil em 2 anos?Há sei!Mais mesmo assim deve ser um otimo carro? :cool:

  • Gustavo Souza

    [Comentario #102488 sera citado aqui]

    Eu ja critiquei varias vezes o Prius, e demais Hibridos de hoje em dia, justamente por eles não poderem ser ligados na tomada.
    A carga de energia, por mais cara que seja a eletricidade na sua região, não é mais caro que gasolina! Então carro movido a eletricidade no Brasil vale a pena, e É VERDE, pq a maior parte da eletricidade Brasileira vem de fontes renovaveis.

    Agora… A GM pecou em priorizar a parte de motor a combustão do Hibrido, e não a eletrica! O motor so rende 64 km pq tem que ficar levando motor 1.5 pra cima e pra baixo! Tira o motor e ganha uns 30 km da autonomia eletrica facil, facil.

    Acho que esse carro tinha que ter mais bateria, pra fornecer 80 km de autonomia eletrica, e um motor a combustão de no maximo 1 litro, de aluminio, e alta rotação… tipo um motor de moto esportiva. Esse motor ligado a um gerador produziria uns 120 cavalos, que com as perdas inerentes a transformaçao energetica, forneceria uns 90 cv para funcionamento ao maximo do motor, e recarregaria as baterias.

    Então, ao contrario do que eu imaginava, esse GM é um Hibrido de fato, e ainda tem foco no motor a combustão, e não no eletrico. É um passo muito pequeno para o futuro. Não vejo absolutamente nada de inovador nesse carro.

  • griosss

    Thats fucking awesome

  • DarK_FlooD

    Maravilhoso :heart:

  • Osprey

    2011? Até lá esse carro já vai tá ultrapasado!!!

  • J0hnHGT

    :drinkk: Palmas para a GM, desta vez eles mandaram bem!

  • helmygalindo

    [Comentario #102504 sera citado aqui]

    Amigo, o carro é inovador sim. O problema principal dos carros 100% eletricos é justamente as enormes baterias que demoram pra caramba pra carregar e aumentam drasticamente o peso do carro, alem da baixissima autonomia.

    64Km de autonomia, apenas na bateria é um bom numero. É o suficiente para chegar no trabalho, e deixa-lo carregando para mais 64Km da volta. Para viagens maiores, o motor a gasolina é usado para gerar a a energia para os motores. PERFEITO!

    Vejo os hibridos como uma tecnologia te transição, para mudar os costumes do mercado quanto ao uso dos combustíveis fosseis. Depois que os hibridos se tornarem mais populares, novas tecnologias entrarão no mercado e permitirão eliminar completamente os motores de combustão.

    PRIMEIRO INVENTAMOS A CARTA, DEPOIS O TELEGRAMA, EM SEGUIDA O FAX, ATÉ QUE UM DIA CHEGOU A INTERNET E MUDOU O MUNDO DE VEZ!

  • Giovanni

    Pessoal, lembrem-se de que os 64 km de autonomia são devido a utilizarem poucas células de bateria mesmo. E isso não é ruim de todo, tem um lado muito positov: possibilita grande redução no preço de carro, e por tabela diminui também o impacto ambiental no descarte das baterias. Convenhamos, quem roda mais de 64 km por dia? Apenas uma fração da população. Eu rodo uns 20 km, estaria de ótimo tamanho pra ir e voltar do trabalho, fazer umas compras no caminho, etc.

  • rdish

    “A GM diz que estuda a construção do Volt na planta de Detroit, mas ainda negocia incentivos com o governo norte-americano para adaptar a fábrica ao modelo. A montadora diz que iniciará produção do carro no final de 2010. Ele será vendido somente em mercados como dos Estados Unidos e da Europa e não virá ao Brasil. ‘O País ainda não está preparado para ter carros elétricos’, diz Jaime Ardila, presidente da GM do Brasil e Mercosul.”

    http://icarros.uol.com.br/noticias/lancamentos/chevrolet-lanca-oficialmente-o-volt/4786.html/

  • IGAUM

    TA FALTANDO AI NO TEXTO:

    Que ele roda sim com energia eletrica somente 64 km, apos isso o motor a combustao – QUE NAO É FLEX – é uma unidade exclusiva feita para ele de 3 cilindros 1.0 e turbo, funciona apenas em marcha lenta e recarrega as baterias atraves de um gerador, e dessa forma consumindo combustivel do tanque de combustivel – 45litros – o carro roda mais 1030Km.

    Total de 1094Km.

  • [Comentario #102549 sera citado aqui]

    Ainda não foi oficialmente confirmado este motor. A autonomia 100% elétrico, realmente é baixa. O principio do Volt já é usado a alguns anos em SP nos onibus hibridos da Metra(EMTU), as baterias não duram muito qdo o veiculo está operando somente com elas. O motor a gasolina do Volt terá duas opções: gasolina ou E85 e não os dois, pois isso não existe ainda nos EUA.

  • rafaelphanton

    Gente, lendo alguns comentários da para perder a paciência com tanta ignorância.

    Poxa, ta dizendo ai que o carro vai gastar 1/6 de combustível ante um carro com motor comum e vocês não enxergam nada de positivo ai?
    Poxa, se a cada 6 litros de um carro comum eu vou gastar apenas o equivalente à 1 com esse ai, a diferença é gritante tanto em consumo como em preservação ambiental.

    Concordo sim que a autonomia é muito pequena mas, como disse um amigo ai em cima, poucos rodam mais do que isso num dia e, ainda tem a vantagem de vc poder usar um carro com esse motor indo ao seu trabalho com 50 ou 60km de distância e, recarregá-lo na empresa para voltar embora.

    Temos que ter paciência, achar que vão criar uma bateria que vai dar 500Km de autonomia da noite para o dia é complicado.Sabem que para isso só existe uma fonte com tanta energia hoje: o urânio enriquecido e, assim, andaríamos numa bomba sobre rodas.

  • vinisuarez

    Cade o cambio?
    nao tem?

  • V8

    bonito este carro… :clapp:

  • evildust

    Um sonho!!!!! :clapp:

  • evildust

    olhando o carro mais um pouco… que design fantástico… a mancada é estar disponível só em 2011…

  • evildust
  • edivisige

    :inluv: :inluv:…apaixonei


Send this to a friend