China Ecologia Esportivos Governamental/Legal Mercado Super Carros

China aumenta pressão ambiental sobre superesportivos

mclaren-570s-spider-1 China aumenta pressão ambiental sobre superesportivos

O governo chinês decidiu incluir os carros superesportivos na chamada Lei do Ar Limpo, aumentando a pressão ambiental sobre o segmento, que até então estava isento por conta da baixa quilometragem anual, cuja média é de 5.000 km. Agora, os bólidos terão de cumprir meta de emissão de CO2 após 160.000 km.



A medida pegou os fabricantes britânicos de surpresa, o que acarretará em atraso nas entregas de superesportivos na China. A McLaren atrasou a entrega do 720S em dois meses, porque os carros tiveram de ser homologados novamente. O mesmo aconteceu com o 570S Spider, mas ambos foram aprovados.

Já a Morgan teve três entregas atrasadas por conta da nova verificação de emissão e espera que as entregas ocorram somente para os próximos meses. A Ariel diz que não está preocupada e confia que seus bólidos passarão nos testes mais rigorosos dos chineses. A Lamborghini também teria sido afetada, mas parece que em pequena quantidade.

A associação dos fabricantes de automóveis do Reino Unido fez um pedido aos reguladores ambientais da China que criem leis que estejam em conformidade com as aplicadas na Europa e nos EUA, a fim de que os superesportivos possam continuar isentos de regras ambientais mais rígidas, por conta de seu baixo volume e quilometragem.

[Fonte: Financial Times]

 

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Send this to a friend