China: Covid afeta produção e suspende Salão de Pequim

saic gm

A China enfrenta um novo surto de Covid-19 que está afetando não só a livre circulação nas cidades, mas também a produção e até eventos automotivos.


Já tendo ocorrido em lugares específicos, começando pelo epicentro da doença, a cidade de Wuhan, agora o sars-cov2 atinge com força a cidade de Xangai, que foi isolada com milhões de pessoas em dura quarentena.

Na metrópole chinesa, várias fábricas de automóveis suspenderam as atividades no lockdown imediato da região, assim como os fornecedores de peças e componentes para o setor.

A GM, no entanto, chamou atenção por manter o complexo industrial da Shanghai-GM-Wuling em atividade, mas com os funcionários dormindo no chão da fábrica, segundo relatos da imprensa internacional.

O motivo é que a montadora teria pedido para que eles ficassem na fábrica para garantir a produção, o que gerou controvérsia fora da China.

A GM respondeu: “A GM, com a cadeia de suprimentos e as equipes de engenharia de nossas joint ventures, desenvolveu e continua a executar planos de contingência globalmente com nossos fornecedores para mitigar a incerteza relacionada ao COVID-19. Nos dois últimos anos, provamos a resiliência de nossas operações e de nosso pessoal.”

salao

A SAIC-GM está operando em sintonia com as regras recomendadas pelas autoridades locais, num processo de gerenciamento de “circuito fechado”, onde pessoas trabalham e dormem isoladas do mundo.

Com 26 milhões de pessoas em quarentena dura na região de Xangai, com forte restrição de circulação e atividades fora de suas residências, a China tenta conter o avanço da Ômicron.

No entanto, outras regiões da China já foram atingidas e Pequim é uma delas. Na capital, o Salão de Pequim 2022 foi suspenso e ainda não tem data definida para acontecer no pavilhão de Tianzhu (foto acima).

O evento, que iria de 21 a 30 de abril, seguindo o de Nova Iorque, que inicia em 13 de abril, teria vários lançamentos importantes para China e o mercado mundial.

Pelo menos os alemães BMW Série 7, BMW i7, Mercedes-EQS e VW ID.7 fariam suas estreias no evento. Provavelmente não serão antecipados em Nova Iorque, dada a proximidade dos eventos.

[Fonte: Autocar/Business Insider/Reuters]

 

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.