China Ecologia Governamental/Legal Mercado

China: governo pode impor regras de qualidade do ar em automóveis

China: governo pode impor regras de qualidade do ar em automóveis

O coronavírus vai impactar o desenvolvimento de carros nos próximos anos. Isso é algo que as montadoras já estão considerando, especialmente no design dos automóveis. Porém, a primeira mudança de fato deverá começar pelo aparelho de ar condicionado e materiais de acabamento.


De acordo com o site Automotive News Europe, o governo da China já considera impor regras para qualidade do ar a bordo dos automóveis.

A iniciativa é vista com preocupação no setor automotivo, uma vez que isso acarretaria em aumento dos custos no desenvolvimento e produção de veículos.

China: governo pode impor regras de qualidade do ar em automóveis

VEJA TAMBÉM:

A preocupação chega mesmo aos fornecedores, que teriam de rever o projeto e processo de produção de peças e componentes.

Para a China, a qualidade do ar em automóveis está se tornando algo imprescindível, visto que muitas pessoas decidiram abandonar o transporte público devido ao alto risco de contaminação.

Sentindo-se mais seguros dentro dos carros, os motoristas podem estar sujeitos ao vírus enquanto acreditam que os aparelhos de ar condicionado e a vedação do ambiente do veículo, seja suficientes para reter a doença.

O que se fala nos bastidores é que Pequim pode impor regras mais duras para quem os carros atinjam determinado nível de proteção contra vírus presentes no ar.

Desde 2011, a China assumiu uma certificação de qualidade ambiental nos carros, porém, trata-se de algo protocolar, sem obrigatoriedade de ser aplicada.

China: governo pode impor regras de qualidade do ar em automóveis

O governo local já impôs um limite de emissão para os carros, mas se esqueceu que o país é atingido por surtos virais cada vez mais perigosos (como os países vizinhos) e a Covid-19 acendeu o debate sobre o assunto.

Após a reabertura, os compradores chineses passaram a considerar mais os carros que tinham proteção contra vírus e bactérias, sendo esse o principal argumento para definição de compra. Isso pode se acentuar nos próximos meses, já que um novo vírus proveniente de porcos, foi identificado no país.

[Fonte: Auto News Europe]

 

 

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Quando fala em China, já me vem em mente, por que essa m@rda existe!

    • Zé Mundico

      Pois é, e tem gente que considera essa fossa a oitava maravilha do mundo.
      O governo chinês degrada o meio ambiente em níveis criminosos e, como diz a matéria, agora é que começam a se preocupar com proteção ambiental e qualidade do ar em automóveis. Grandes áreas do país já viraram deserto sem volta e muitos rios já estão totalmente perdidos. Não são exemplo para absolutamente coisa nenhuma mas tem gente que acha o modêlo chinês a salvação da humanidade.
      Grande parte da indústria chinesa ainda é movida a carvão mineral, altamente poluente e atualmente são aos maiores poluidores do mundo. Mas ai de quem disser alguma coisa!

      • guilherme boracini

        Que engraçado! RS
        Os Estados Unidos fizeram a mesma coisa, além de destruir várias outras partes do mundo com testes de bombas atômicas, guerras por interesse em petróleo e afins…
        EUA = CHINA.

        • Zé Mundico

          ok, então se os EUA erraram em certos pontos, então a China está justificada para fazer pior?
          Você não acha que é muito pouco reduzir tudo a essa torcida de campeonato?

          • Edson Fernandes

            Mas ele não torce, ele só te disse que se vc abomina o modelo da China, deveria abominar o dos EUA tbm.

            • Sino Weibo

              As grandes potencias sempre farão coisas assim, quem criticava o modelo chinês se esquecia como se deu a industrialização no ocidente, com mão de obra escrava, crianças, muitas mortes, revoltas etc…

        • Henrique12

          A diferença é que nunca vi um americano ter que usar máscara contra nuvem de poluição.

      • Henrique Gouveia

        A matriz energética americana se baseia em 36% petróleo, 26% gás natural e 20% de carvão. Só com 8% de energia renovável. 82% de energia suja. Tá bem fácil de comparar com a China. Esses dados são de 2018.

    • Miguel

      Todo mundo fala da China, mas eu acho a India muito pior!

      A China foi do lixo ao luxo, em 20 anos eles mudaram o jogo, eu já não vejo perspectiva melhor pra India.

      • Henrique Gouveia

        É que a China virou a queridinha pra reclamar. Todo mundo quer coisas baratas, mas não quer a China. Virou cult falar mal da China depois do Trump.

        • Cromo

          A China invadiu o Tibet, apóia o Maduro, sustenta a Coréia do Norte, desrespeita inúmeros direitos humanos, quer acabar com a democracia em Hong Kong, e está criando uma nova corrida armamentista, fazendo confusão com os vizinhos. Temos ótimos motivos para temer.

          • Rico Kowalski

            Na verdade estamos num mato sem cachorro , pois olhando para o outro lado , vemos EUA apoiando a Arabia Saudita , que esta tocando o terror no Iemen e a Europa que apoia ou apoiou a destruição literalmente do Iraque , Siria e Libia , além de ter transformado a Africa numa terra sem ordem .

            • Cromo

              O apoio histórico à Arábia Saudita é vergonhoso, um estado islâmico institucionalizado, uma ditadura nada laica. Vistas grossas com o q Israel faz também (metido numa guerra religiosa). Mas a Europa foi totalmente contra a invasão do Iraque pelo Bush. Não entendi como vc responsabiliza a destruição da Siria e Libia pela Europa. Realmente a pesada “dívida” da Europa com a África vem do século retrasado.

              • Rico Kowalski

                França e Inglaterra ajudaram a bombardear a Líbia e patrocinaram grupos na Síria .

              • Rico Kowalski

                França e Inglaterra bombardearam a Libia e apoiaram grupos terroristas na Siria .

      • Cromo

        A Índia só vai demorar mais.

      • Henrique12

        Luxo? Onde?

    • Henrique Gouveia

      Porque deveria deixar de existir?

  • kirig

    Sei não, na boa, mas se nem assar o morcego direito eles conseguem ……………………..

  • Carlos

    Pais totalitário onde o cidadão é obrigado a seguir a cartilha do governo. A imprensa chapa branca e a oposição presa, ou suicidada. Depois facista é o Bolsonaro.

  • Henrique12

    Só vi carro de porte médio/grande, está na hora da China incentivar os “Key” da vida ou vai faltar rua.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email